VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Depois de dois anos de indecisão, Gurgel rejeita tentativa de investigar Land Rover de Aécio; conheça a representação


16/08/2013 - 14h23

A piada é do Esquerdopata

Gurgel arquiva demanda contra Aécio Neves

16/8/2013 11:21

Por Redação do Correio do Brasil, com agências – de Brasília

No dia 23 de julho, o ex-procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que deixou ontem o cargo, decidiu arquivar um pedido de investigação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que será o candidato tucano ao Palácio do Planalto, em 2014

Uma decisão tomada pelo ex-procurador-geral da República, Roberto Gurgel, no dia 23 de julho, promete gerar intensos debates no meio político. Gurgel, que deixou o cargo ontem, arquivou uma representação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que deverá ser o candidato tucano ao Palácio do Planalto.

A representação, apresentada por deputados estaduais que fazem oposição a Aécio, liderados por Rogério Correia, do PT, pedia a abertura de uma investigação sobre o patrimônio do senador mineiro. Gurgel não viu razões para a investigação, conforme escreveu em seu parecer:

“Ao contrário, os documentos constantes dos autos comprovam que o representado declarou o seu patrimônio à Justiça Eleitoral. Tanto assim é verdade que a relação de bens apresentada pelos noticiantes foi extraída exatamente do site do Tribunal Superior Eleitoral. De acordo com esses mesmos documentos, o patrimônio foi constituído, em sua grande parte, antes que o noticiado assumisse o cargo de governador do Estado de Minas Gerais, não se podendo dizer que foi fruto de eventual beneficio havido no exercício do cargo.”

Apresentada em maio de 2011, a representação dos deputados questionava o patrimônio de Aécio. Alegava-se que o senador declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de pouco mais de R$ 617 mil, mas foi flagrado numa Land Rover, numa blitz no Rio de Janeiro.

De acordo com a representação, só este automóvel, de propriedade da Rádio Arco-Íris, da família de Aécio, valeria mais de R$ 300 mil.

Para o PSDB de Minas, as denúncias têm caráter político e Rogério Correia também é constantemente acusado pelos tucanos de envolvimento com o lobista Nilton Monteiro, um dos responsáveis pela chamada “Lista de Furnas”.

O arquivamento da representação promete gerar muito barulho porque Gurgel, antes de deixar o cargo, limpou as gavetas e pediu abertura de inquérito no Supremo Tribunal contra vários políticos, como, por exemplo, os deputados Gabriel Chalita (PMDB-SP) e Anthony Garotinho (PR-RJ).

Além disso, numa decisão bastante questionada, ele chegou até a sugerir a cassação da governadora Roseana Sarney, do Maranhão, que foi eleita pelo PMDB.

Certamente, ele será acusado de ter tomado uma decisão de caráter político, independente do mérito da questão.

PS do Viomundo: Conheça a íntegra da representação clicando no link abaixo.

PS do Stanley Burburinho: No dia 12 de julho de 2013, Gurgel foi até Belo Horizonte para receber a Grande Medalha Presidente Juscelino Kubitschek, entregue pelo governador de MG, Anastasia (PSDB), mas que foi concedida a Gurgel em 2009, ainda durante a gestão de Aécio na administração estadual. E no mesmo dia, Gurgel disse que “nos próximos dias” emitirá parecer sobre a representação feita contra Aécio e a irmã dele Andrea Neves. No dia 23 de julho, sete dias úteis depois de receber a medalha concedida por Aécio, Gurgel, que deixou ontem o cargo, decidiu arquivar o pedido de investigação contra Aécio.

Leia também:

Rogério Correia: Para proteger Aécio, Gurgel mantém ação na gaveta

Rogério Correia: “Valério operou ao mesmo tempo para o Aécio e o PT”

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Bonifa

16 de agosto de 2013 às 21h29

Consideramos o procurador Gurgel uma figura a mais, entre aquelas que se grudam a setores conservadores, de quando o país era um conformado país pequeno e submisso, para subir até onde possam, impulsionado pelas influências conservadoras e trabalhando politicamente em situações fechadas ao grande público. Subiu. Saldou compromissos políticos, conservando-se sempre como pessoa muito fiel a correntes de influência que o colocaram até onde foi. Uma situação de país pequeno, onde o conservadorismo atrasado possibilita casos com o de Gurgel, e que não se sustenta diante dos horizontes abertos para um Brasil que, com atraso, graças a seu desenvolvimento irrefreável, se põe diante das outras nações como uma potência mundial. Uma potência mundial comporta um procurador geral como Gurgel? Claro que não. Sobre o erro se faz o remédio. Será necessário com certeza ao Ministério Público, para resgatar o país de situações embaraçosas e vexatórias, constituir uma comissão especial ou algo que o valha, para apurar os erros cometidos na gestão Gurgel e em outras imediatamente anteriores, e para limpar a atuação do órgão e colocá-lo em acordo com o que desejava o legislador constituinte.

Responder

Rogério Correia: Depois de arquivar ação contra o Aécio, só falta o Gurgel assinar a ficha do PSDB - Viomundo - O que você não vê na mídia

16 de agosto de 2013 às 21h11

[…] Depois de dois anos de indecisão, Gurgel rejeita tentativa de investigar Land Rover de Aécio […]

Responder

Fabio Passos

16 de agosto de 2013 às 19h10

Pô! Agora ficou claro quem é o prevaricador gurgel.
É o mutley!

Responder

Urbano

16 de agosto de 2013 às 17h52

O mais louvável de tudo isso é o companheirismo existente dentre os da oposição ao Brasil. Devem ter copiado (coisa raríssima, pois normalmente se apropriam do original; a criação do Real é a mais famosa rapinagem de ideia) aquele lema de um por todos e todos por um.

Responder

Luís CPPrudente

16 de agosto de 2013 às 17h39

O brindeiro Gurgel deveria sair da PGR direto para a cadeira de réu em algum tribunal de justiça e ser julgado por prevaricação e formação de quadrilha (Gilmar Dantas, Joaquinzão, Cachoeira, PSDB).

Responder

renato

16 de agosto de 2013 às 17h18

O Outro que entrar vai colocar isto na manga!

Responder

    renato

    16 de agosto de 2013 às 17h21

    Enquanto a esquerda se preocupar com a Land.
    Os caras estão roubando tudo pelos fundos da
    casa.
    O único utensilio que tirou votos foi o aparelho
    de som do LULA. E naquela época não tinha internet.

trombeta

16 de agosto de 2013 às 16h44

A elite brasileira não se emenda: corrupta, safada e cara de pau.

Responder

Ideraldo

16 de agosto de 2013 às 16h28

Já vai tarde.

Responder

Paulo Brasil

16 de agosto de 2013 às 16h20

Esse gurgel está acima da lei?

Essa pgr parece formação de quadrilha.

Responder

Mardones

16 de agosto de 2013 às 16h08

O clone do Jô foi fiel até o fim aos habitantes da Casa Grande. Ele fez todo esforço para se equiparar ao Geraldo Brindeiro e sua mania de engavetar investigação contra políticos na ‘era’ FHC.

Responder

Parafuso

16 de agosto de 2013 às 15h58

Aécio não é só dono do land hover, que vale 300 mil. O estribado playboy do Baixo Leblon é milionário e costuma dar gorjeta de 100 pilas, depois de pagar uma dose de Black Label. O garçom ficou tão contente que disse que da próxima vez ele não precisa mais pagar a conta, basta dá a gorjeta.

Conclusão: ruim com a Dilma, muito pior sem ela.

Responder

Felipe

16 de agosto de 2013 às 15h52

Deem uma lida neste link: http://www.novojornal.com/ para se ter ideia mais clara das peripecias do senador “carioca” que saiu da roça.

Responder

edir

16 de agosto de 2013 às 15h30

O Gurgel foi tarde.

Responder

Marcio Wilk

16 de agosto de 2013 às 15h23

Não consigo acessar o conversa afiada desde ontem, o google não encontra a página, será que aconteceu algo? Estou no interior do MT.

Responder

    Felipe

    16 de agosto de 2013 às 15h58

    Tah no ar. Tranquilo. http://www.conversaafiada.com.br/

    Mário Malerba

    16 de agosto de 2013 às 16h30

    Cuidado ao digitar conersaFiada o correto é conversaAFiada, já aconteceu o mesmo comigo.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.