VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Fátima Oliveira: Carneirice, de direita ou de esquerda, dá dó


10/05/2013 - 15h58

“Há uma justa medida em todas as coisas; existem, afinal, certos limites”

A ADVERTÊNCIA DO ROMANO HORÁCIO CONTRA OS EXCESSOS

Fátima Oliveira, no Jornal O TEMPO
Médica – [email protected] @oliveirafatima_

Est modus in rebus, sunt certi denique fines” é frase do poeta romano Horácio (65 a.C.-8 a.C.) “em que ele adverte contra os excessos e recomenda a moderação.

Literalmente: Há uma justa medida (modus) em todas as coisas (rebus); existem, afinal, certos limites (Livro I, Sátira 1). É usada principalmente em tom de advertência, quando queremos sugerir que alguma coisa está passando do tolerável” (professor Cláudio Moreno).

Citando Horácio, tento responder a questionamentos sobre o que escrevi ultimamente, a exemplo de “Marco Feliciano tira sarro da cara de todo mundo porque pode” (O TEMPO, 2.4.2013); “Interdição racista: banheiros luxuosos não são para negros” (O TEMPO, 23.4.2013); e “O secularismo e o laicismo contra a intolerância religiosa” (O TEMPO, 30.4.2013).

A frase também dá conta de se imiscuir no debate político em curso sobre a sucessão presidencial, que, daqui da minha esquina da vida, tem muito de tintura surreal, mas é uma boa diversão. Cito Horácio como um chamado ao livre pensar, valendo para governistas e oposicionistas, mesmo sabendo que, chamados à sensatez, muito provavelmente cairão no vazio, quando os contendores de uma peleja não se importam de fatigar a plateia. E eu sou plateia, embora tenha lado definido.

Mas a frase de Horácio é uma panaceia, pois também vale para a plateia, sobretudo aquela que tem voz nas chamadas redes sociais e que, às vezes, se faz de surda, abrindo mão de usar seus neurônios e adotando como regra do viver a carneirice – o mesmo que “sheeple“, do inglês sheep (ovelha) + people (pessoas) -, conforme a sabedoria popular que diz que o hábito de um rebanho de ovelhas de seguir umas às outras pode levar o rebanho a cair no precipício.

Pontuo que carneirice política tem muito de fanatismo.

E a carneirice, seja de direita ou de esquerda, dá dó, pois é de uma previsibilidade e mesmice que não servem ao debate, nem à ampliação da compreensão política nem à luta de ideias, apenas causa enorme fadiga! E fadiga em política, todo mundo sabe, embora a maioria não aprenda a tirar lições, é caminho seguro para a perda de votos.

Sabe-se que voto que se volatiliza solidifica discursos amorfos, aventureiros, personalistas e messiânicos de matiz e da matriz “salvadora da pátria”, pedra já cantada no primeiro turno das eleições presidenciais de 2010, como registrei em “A pequena burguesia viajou na onda da alta burguesia” (O TEMPO, 19.10.2010): “Na reta final da campanha, todas as frações da alta burguesia se mobilizaram, coesas, para incensar Marina para garantir Serra no segundo turno! E se valeram de outro regato para jogar água no moinho da luta de classes: o fervor religioso fundamentalista, que deu voto verde fundamentalista. Usemos de franqueza: a façanha de Marina é trágica. No fundo, e de cálculo pensado, serviu de escada para o conservadorismo e ainda canta vitória!”. E pior: acha, candidamente, que possui um curral eleitoral de quase 20 milhões de votos!

Destaco que escada, em política, se constrói. Não é à toa o empenho do PSDB em materializar a escada Eduardo Campos e a escada Marina. E contra as escadas, só há um caminho: a elevação da consciência política e sua decorrência direta, o pensamento crítico, sobretudo dos milhões que ascenderam à classe média nos últimos dez anos. Ainda há tempo, pois é temerário “esquecer-se dos milhões de recém-chegados à classe média (pequena burguesia), que, nela instalados, tendem a adotar valores políticos e morais da classe a que chegaram”.

Leia também:

Filho de assassinado pela ditadura rebate Lobão e relata saque de presos

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mario

12 de maio de 2013 às 08h19

Tá no JB online: Jefferson contradiz próprio advogado e afirma que Lula não sabia do mensalão
Portal Terra
Publicidade

O presidente licenciado do PTB, Roberto Jefferson, postou em seu blog um texto no qual nega o envolvimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no esquema do mensalão, o qual ele foi apontado como delator e condenado a 7 anos e 14 dias por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. O discurso de Jefferson confronta a tese de seu próprio advogado, Luiz Francisco Corrêa Barbosa, que pediu a apuração de suposto envolvimento do ex-presidente no esquema. Os embargos de declaração foram apresentados no dia 2 de maio ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Responder

Mario

12 de maio de 2013 às 08h06

No Uol Notícias: “Caso PC não está encerrado”, diz legista que defendeu tese de duplo homicídio”.

Não se surpreendam se aparecer uma testemunha dizendo que viu o Lula rondando a casa do PC Farias no dia da tragédia.

Responder

    Falando pra pobre

    13 de maio de 2013 às 17h25

    Lula num vestido da Dona Mariza.

Marta D.

11 de maio de 2013 às 19h21

Fátima o que mais chamou a minha atenção, na miudeza, mas que é da maior importância foi a parte que se refere com certeza aos comentários de blogs e das redes sociais, porque eu achei que você muito feliz ao tocar no assunto:
“Mas a frase de Horácio é uma panaceia, pois também vale para a plateia, sobretudo aquela que tem voz nas chamadas redes sociais e que, às vezes, se faz de surda, abrindo mão de usar seus neurônios e adotando como regra do viver a carneirice – o mesmo que “sheeple“, do inglês sheep (ovelha) + people (pessoas) -, conforme a sabedoria popular que diz que o hábito de um rebanho de ovelhas de seguir umas às outras pode levar o rebanho a cair no precipício”.
Entendo que há pessoas que vão além da carneirice nas redes sociais, dão também atestado de asnice, não desconfiam do quanto são idiotas na defesa de seus partidos, mesmo quando estão atolados na merda. É uma tristeza.
.

Responder

Messias Macedo

11 de maio de 2013 às 16h31

… Fernando Haddad será o pós-Dilma! Quem (sobre)viver, verá! O povo quererá! Portanto, seja feita a vontade de Deus!…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

11 de maio de 2013 às 16h25

DA SÉRIE “ESCUTA [MAIS] ESSA [CARNEIRICE]!”

##################

“CAMINHO DE EDUARDO É SER NOSSO CANDIDATO EM 2018”

Em *entrevista, o governador baiano Jaques Wagner, do PT, revela que teve uma conversa de seis horas com seu colega Eduardo Campos, de Pernambuco, para convencer o presidente do PSB a desistir da candidatura presidencial em 2014; segundo ele, o PT deveria assumir o compromisso com o aliado e permitir a alternância de poder dentro da aliança governista; ele também afirmou que Lula nunca mais será candidato a presidente.
11 DE MAIO DE 2013 ÀS 08:13
*páginas amarelas da revista Veja deste fim de semana! “pode ‘to be’?!”

###################

LÁ VEM O MATUTO COM O CONTRACHEQUE NAS MÃOS!…

… Esse senhor, o governador Jaques Wagner – do ‘PT da governança’ que traiu os servidores públicos do estado da Bahia -, esqueceu do mais importante: de combinar com a patuleia, ou seja, com os eleitores – e com os militantes de esquerda que, ao que parece, só servem mesmo “para comer poeira”! Daqui a pouco ‘o Galego’ irá compor/articular para ACMalvadeza Neto ser o candidato a governador da Bahia em 2018 ou em 2022! Senhor Jaques Wagner não subestime os servidores públicos agraciados (sic) com 2% de reajuste salarial a ser pago no final de maio, a fortuna (idem sic) retroativa a janeiro – contra a inflação de 6,5% de 2012! Senhor governador do ‘PT do Pragmatismo Exacerbado’: Não subestime os servidores públicos que lhe entronaram – por duas vezes – no Palácio de Ondina!…

Bahia de ‘Nois’ Bananas
Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Ana Cruzzeli

11 de maio de 2013 às 16h05

Perfeito.
Eu sempre achando que Marina não poderia chegar mais baixo do que foi em 2010 aí vem a menina e desce mais um pouco. É impressionante como Marina não percebe que está ladeira abaixo.
Ela tem uma profunda amargura tão visivel que suas alianças não deixama negar e uma pitada de inveja de Dilma. Primeiro que achou que seria a escolha de Lula e segundo que deposita ainda esperança de não ter perdido votos para Dilma. Quando Marina se der conta que o seu eleitorado de 2010 encolheu mais da metade cairá na real que ela é o que é.
Já Eduardo Campos, é politico que achou que ultrapassaria os 10 % de intenções de voto. Depois daquela aparição apatica, sem graça na TV viu que não tem estofo para uma missão em 2014, seria suicidio politico. Entra de um jeito e pode sair menor de uma disputa majoritária. Aqui em Brasilia ele está estragando o PSB local. Em 2010 o partido deu uma boa crescida mas ainda não é consistente, se perder a coligação encolhe pela metade.
Se o Eduardo não dê recado para o PSB/DF voltar atrás, só Brasilia pode tirar o posto de lider do rapaz. Perder espaço politico na capital da Republica é daquelas para entrar na historia.

Enfim, a expressão Carniceiros está a altura das criaturas. Quem não tem coragem de caçar, tem que comer a sobra da sobra dos outros. Triste fim de uma Marina Silva que poderia ter um futuro brilhante, optou pela nodoa, pela marca da testa de até para montar um partido precisou da ajuda de um golpista, Gilmar Mendes.Definitivamente jogou toda a sua biografia na latrina.
Eduardo Campos, será conhecido no futuro, como o menino ingênuo que caiu na lábio do lobo do Jarbas Vasconcelos e fez seu partido encolher

Responder

francisco c c pessoa

11 de maio de 2013 às 14h37

Fabio Passos, odorei teu comentario. Você disse se. um pistoleiro do pig mandar eles comem coco {com acento}. Valeu.

Responder

Fabio Passos

11 de maio de 2013 às 12h46

Ha uma parcela da classe media – uns 6% da populacao – que foi adestrada e hoje milita na extrema-direita do PiG: Infelizes mergulhados em preconceito, odio, rancor, racismo, magoa…
Se um pistoleiro do PiG mandar… eles comem coco (com acento!). rs

Na esquerda me preocupa mais a divisao que a carneirice.

Responder

    Falando pra pobre

    13 de maio de 2013 às 17h25

    Fato: essa gente ficou encastelada em volta da Paulista e em Pinheiros enquanto o Brasil mudou bem.
    Até o nordeste mudou.

Carina

11 de maio de 2013 às 09h26

Carneirice política nada mais é que estupidez. O artigo deixa bem claro.

Responder

mineiro

11 de maio de 2013 às 09h19

de um lado esta essa corja da direita entreguista, golpista , na pele dos traidores ai citado. e de outro lado o pt , e a pres.dilma que nao esta muito longe dos citados aqui. porque ela apesar de ser umas trinta vezes melhor do que os traidores, ela tambem ta fazendo lanbança e tambem esta defendo interesses da direita. infelizmente ela nao é muito diferente da turma ai , porque ela tem medo do pig e esta entregando o nosso patrimonio. mas é de longe a melhor candidata porque nao tem um lula pela frente , porque se tivesse coistada dela.

Responder

    Fabio Passos

    11 de maio de 2013 às 12h58

    Bem, participar da democracia burguesa – uma farsa! – ja e uma concessao a direita.
    Parte da esquerda abdicou de sua tarefa historica: Emancipar o ser humano e construir uma sociedade sem classes.

    Um caminho interessante e formar uma organizacao revolucionaria.
    Politizar as massas e recuperar hoje a riqueza que a “elite” branca e rica rouba do trabalhador.

    LEANDRO

    11 de maio de 2013 às 14h52

    Eu fico impressionado que a ficha não cai. Que governo de esquerda? O da dilma? Que luta de classes?? Enquanto tiver tv de lcd em 10x e carro (carroça) em 60x.

Magui

11 de maio de 2013 às 09h10

eheheheheheh Gerson sentiu o baque. Mas carneirice cabe em todas as carapuças que são politicamente cegas e seguidistas. Será o seu caso? Pois está na hora de se libertar e ter pensamentos e ideias livres. Políticos são seres humanos, podem errar e erram muito. Partidos políticos a mesma coisa. Para manter a independência do pensar é dar uma basta na carneirice.

Responder

Abel

10 de maio de 2013 às 22h30

Off-topic: estudantes da Humboldt State (Estados Unidos) criaram um “mapa do ódio” dos tweets emitidos durante junho de 2012 e abril de 2013. No mapa, constam tweets com geolocalização que utilizaram palavras homofóbicas, racistas e de incitamento ao ódio, sobrepostos ao mapa dos Estados Unidos. Seria interessante se alguém fizesse um trabalho similar no Brasil, no período eleitoral de 2014. Eu imagino que já sei de onde partiriam os ataques mais ferozes contra “nordestitos”, gays (e lésbicas, a propósito) e pobres em geral ;)

Responder

    Falando pra pobre

    13 de maio de 2013 às 17h27

    O pico seria São Paulo, mais precisamente os Jardins e Pinheiros.

Bonifa

10 de maio de 2013 às 22h11

A imensa maioria do povo sempre sonhou em que fossem os líderes, principalmente os dirigentes, seus bons condutores através dos ínvios caminhos da vida. Isso, porque o povo em geral tem mais o que fazer: Tem que viver, simplesmente. O povo sempre sonhou em viver sua vida sem se preocupar com nada do que fosse obrigação geral,do Estado. Entretanto, homens nasceram reis, e não sabiam reinar. Escravos nasceram escravos, e não sabiam obedecer. Dostoievski sustentava que há uma sorte rara. Segundo ele, só há duas espécies de homens: Os que nascem para liderar e os que nascem para ser liderados.

Responder

Vlad

10 de maio de 2013 às 21h36

“Seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito”.
Há ditados e citações a atender quaisquer interesses ou posições.
Como a estatística é a arte de provar o que queremos através da manipulação dos dados e como até as pedras sabem que todo mundo, até as semi-ditaduras de direita ou governos de centro-direita, como México, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Belize, República Dominicana, Suriname e Guiana, evoluíram da mesma forma nesse período de bonança do gigante chinês enfim desperto.
Ou seja, qualquer samambaia, regada a água ou a aguardente, teria feito, no mínimo, o mesmo.
Mas claro. Não interessa esse discurso.
Interessa é afastar qualquer opção ao eleitor. Carneirice é isso…não aquilo.

Responder

willian

10 de maio de 2013 às 20h21

Parece que a carneirice se resume à oposição que ousa se opor aos planos petistas, seja direita ou de esquerda. O PT parece ser o único a ter o direito de almejar a presidência. Os outros deveriam sair do caminho ou apoiá-lo, mas sem exigir nada em troca.

Responder

    Jarbas

    10 de maio de 2013 às 21h05

    Um comentário revelador da carneirice de direita rsrsrs

    Abel

    10 de maio de 2013 às 22h23

    Todos os partidos podem almejar chegar à presidência – e se manter lá. Mas quem tem tido a competência para fazê-lo nos últimos, digamos… 10 anos?

    Willian

    11 de maio de 2013 às 12h37

    O PT. Também todos podem almejar governar MG ou SP, mas quem tem feito isto nos últimos anos? Mas aí não é competência, né ABel. Aí é o PIG que esconde as mazelas dos estados e o povo é enganado.

    abolicionista

    11 de maio de 2013 às 11h02

    william, estás a balir?

Rasec

10 de maio de 2013 às 20h00

Tenho tido uma boa surpresa nesse sentido: para conseguir apoio à proposta de Reforma Política do PT tenho tido contato com muita gente que está mais consciente do papel de Marina e de Eduardo Campos no objetivo da direita. As pessoas não se deixam mais enganar.
Essa movimentação das assinaturas vai, de outra forma, antecipar a campanha, as conversas com vizinhos e familiares. As surpresas têm sido boas…

Responder

    willian

    10 de maio de 2013 às 22h03

    A quem é permitido disputar as eleições com DIlma ano que vem? Ou todos devem abrir caminho?

Gerson Carneiro

10 de maio de 2013 às 19h02

Eu achei a escolha do termo uma Oliveirice.

:)

Responder

    Tetê Sanches

    10 de maio de 2013 às 22h32

    rsrsrsrsr Mas o que significa OLIVEIRICE?
    Bobagem sua Gerson, porque carneirice não se refere de modo algum ao seu sobrenome (Carneiro), embora você em alguns comentários cometa craneirices na defesa fanática do PT. Até andei googlando e encontrei terminologias similares a carneirice, como carneirada, referindo-se à mesma coisa.
    O caso abaixo diz tudo sobre carneirice e carneiradas:

    OS 2 BODES DA MORTE!

    Na Turquia, no ano de 2006, dois bodes conduziam um rebanho de 150 ovelhas. Suas pastagens não se encontravam apenas em verdes vales, junto águas tranquilas, mas entre roxas sobre montanhas e em lugares de difícil acesso. Ninguém sabe o que aconteceu, mas, de repente, os dois bodes tomaram o rumo em direção a um precipício de mais de 100 metros de altura.
    Os dois bodes começaram a correr em disparada no caminho que levava ao abismo, e as 150 ovelhas seguiram, como de costume, aos seus dois fiéis guias. Quando chegaram à beira de um precipício, saltaram para o abismo e, sem nenhum motivo conhecido, se lançaram para o suicídio.
    As ovelhas, confiantes em sua liderança de longa data, não tiveram nenhuma dúvida em seguir o exemplo dos “mestres” e também saltaram para o precipício. Morreram os dois bodes e todo o rebanho, sem alguém poder explicar a razão. Isso foi notícia em toda a Europa.

    http://www.ecosdaliberdade.com/informativo.php?n=89&inicio=0

    Valmont

    10 de maio de 2013 às 23h11

    Vestiu a carapuça errada, Carneiro.
    uhasuhuashuasuhasuhasuha


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!