VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Elba Ramalho: A Elba da propaganda do Serra é falsa


18/08/2010 - 18h57

Deu no site da cantora:

Nota oficial
17 de agosto de 2010

Elba Ramalho esclarece que não é sua a voz na versão de Bate Coração, de autoria de Cecéu, veiculada como jingle na campanha de José Serra. A cantora, que em 2002 apoiou sua candidatura à presidência, não foi nem sequer consultada sobre a veiculação da música na campanha e prefere não se pronunciar sobre a disputa neste ano de 2010.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



44 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Exilado

26 de agosto de 2010 às 08h29

A Elba Ramalho, pessoa que admiro muito, grade artista, tem lá seus destemperos: primeiro, já apoiou o Serra em eleição anterior. Isso credenciou o Serra a abduzir seu sucesso para a sua campanha.
Mas relativo a Elba, ela tem outros que também adoram-na: Ela mesmo diz que já foi abduzida por extra-terrestres. Nasce daí uma pergunta que não quer se calar: seria o Serra um extra-terrestre que quer ser eleito presidente de um pais para depois com a ajuda dos seus conquistar o mundo?
Quem é veterano sabe que isso já aconteceu em um dos episódios do Roger Ramjet, onde os robos invasores chamados de Solenoides tentaram eleger um dos seus presidente da américa do norte……

Responder

Areslindo Figueiredo

22 de agosto de 2010 às 12h12

Eh, isso é muita sacanagem! José Serra ao usar a música de Elba Ramalho sem nem mesmo consultá-la, demonstra seu desrespeito com a ilustre Cantora. Isso não poderia acontecer , muoto menos numa disputa eleitoral. Só por isso já dá para perceber que não há comprometimento do Candidato Neoliberal J. Serra com o que é ético, nem com o respeito ou a violação do Direito, se Ele mesmo é o primeiro a violá-lo. Pelas pequenas atitudes, já se sabe como poderia ser seu Governo com as minorias, pois se quer as ouviria, e muito menos faria governo em seu favor; Os liberais são assim mesmo, apostam no Estado de /direito pequeno, mínimo, ou seja, o quanto pior melhor, sim, com menos Estado, menos Saúde para o Povo Pobre, menos Universidade, Segurança, e mais privatizações e entrega do patrimônio Público, é isso que fizeram com a Vale do Rio Doce, com a Petrobras, Eletrobras, o sistema de Telefonia, e o Geraldo aí em São Paulo fará a mesma coisa, vai na mesma linha….Cuidado São Paulo! Vocês, Paulistas e Paulistanos merecem muito mais. Pensem bem! Avante Mercadante e Dilma Presidente!

Responder

Urbano

19 de agosto de 2010 às 23h16

Nessa história quando não é falsidade, é trairagem…

Responder

Mc_SimplesAssim

19 de agosto de 2010 às 14h10

Olá, Azenha e demais leitores e comentaristas,

Segundo os especialistas, toda propaganda é, por definição, falsa, uma vez que visa induzir a erro a vítima da peça publicitária.

Portanto, tanto faz se a propaganda usa ou não a voz da referida cantora, ou se a propaganda visa enganar os eleitores do candidato A ou B.

Mais justo, barato e interessante seria limitar a propaganda a debates entre os postulantes ou simplesmente ao discurso do candidato sem o recurso a efeitos especiais.

Levaria vantagem o candidato com melhores argumentos e/ou com a oratória mais convincente e não aquele com maior verba publicitária..

Abraços

Responder

    sandra carneiro

    19 de agosto de 2010 às 17h53

    Achei uma barbaridade colocar voz semelhante à da cantora Elba Ramalho no programa do Serra, justo cantando um dos maiores sucessos da cantora que é o Bate Coração.Será que ninguém nesta campanha previa o que iria ocorrer ou foi mesmo de má fé? Ou seja, se colar colou. Ainda bem que a cantora reclamou e deve fazer valer seus direitos, pois, quem assistiu ao programa pensou que ela teria se engajado na campanha serrista, um direito dela. Pior foi a reação do presidente do PSDB, Sérgio Guerra ao desdenhar da justa reclamação de Elba, dizendo "e quem disse que era ela?" Uma falta de respeito com a artista. Fiquei indignada.

Carlos.

19 de agosto de 2010 às 12h25

"…como a Xica, como a Benedita, como o Damien, como a mãe dele também, como a tua mulher, como a tua mãe…" Algum estrategista da extrema-direita (se é que existe algum na campanha do serra) deve ter exclamado: "Agora podeu!" Aliás, agora sabemos o que era mesmo que eles queriam dizer com aquele slogan: "O Brasil PODE mais". Será que era "pode" mesmo na idéia original? Depois que estourou o escândalo da Monica Lewinsky, Jack Estranho no Ninho Nicholson declarou: "Até que enfim temos um presidente que pode!" No ginásio, nos tempos da ditadura, rodou pela sala um poeminha gozação enquanto a professora escrevia na lousa; até hoje lembro de uma quadrinha: "General pode soldado,/ tenente e até capitão/O Presidente da República/ vive podendo a nação" Eis aí a concretização da profecia sinistra! Falando sério: se o estilo "a campanha sou eu" está se revelando esta tragédia, que desgraças nos reservaria a adoção do estilo "o governo sou eu" caso este Vicente Matheus palmeirense se elegesse? É, quem sai na chuva é pra se queimar, campanha é mesmo uma faca de dois legumes. O Sócrates é inegociável, é invendável, é imprestável!

Responder

Leider_Lincoln

19 de agosto de 2010 às 12h14

Lembrei mais algumas coisas. O candidato é um falso engenheiro sem CREA e um falso economista sem CORECON e também um doutor sem tese de doutoramento e o vice… Bom, o vice é um "jurista" sem carteirinha da OAB e um teórico da administração pública que nunca administrou nada em máquina pública alguma.

Responder

Leider_Lincoln

19 de agosto de 2010 às 12h08

Mais: Serra, o em-tudo-falso, é candidato de um PSDB que não defende a social-democracia, mas o neoliberalismo mais raso e rasteiro, de um DEM que é golpista e plutocrata até a medula e de um PPS que não é nem popular nem socialista? Vocês queriam o que?

Responder

Marcelo de Matos

19 de agosto de 2010 às 10h31

Serra, tal como FHC em 2002, é o amigo oculto das eleições. Lula disse que quando saísse do governo iria subir no palanque de seu candidato, ao contrário de FHC, que todos queriam esconder. Agora é Serra que está sendo ocultado. Josias de Souza já noticiou em seu blog que Alckmin imprimiu um panfleto que não fala em Serra. Agora, o mesmo blogueiro informa que em Minas não se encontra uma só referência a Serra nos panfletos e santinhos encontráveis nos comitês do PSDB. A Folha de hoje, na primeira matéria do caderno Poder, destaca: “Aliados estaduais deixam Serra fora de propaganda. Em ao menos 5 locais, candidatos não citam nem mostram o tucano na TV. Candidato só aparece de forma discreta nas propagandas exibidas nos Estados; Lula é destaque em programas”. O jornal informa, ainda, que Serra é lembrado quando se quer criticar um candidato: “No Rio Grande do Norte, os locutores acusam: "A candidata do DEM é apoiada por Serra”.

Responder

Marcelo de Matos

19 de agosto de 2010 às 09h58

Azenha, você me pregou um susto com essa manchete – lembrei logo da Elba que foi responsável pelo impeachment de Collor. Veja o que dizia a imprensa: “O Fernando falou: ‘Cláudio, preciso comprar um carro para as atividades na minha casa. Você pede um Fiat Elba Weekend.’ Liguei para o Paulo César e disse: ‘Tô precisando de uma Elba Weekend. Você paga com o saldo de campanha.’ Esse carro foi a principal prova para decretar o impeachment". Isso é comum – as manchetes podem parecer o que não são.

Responder

augustinho

19 de agosto de 2010 às 09h57

É mesmo, pensando bem… a campanha serragica será que acredita que uma pessoa publica e "do bem", com FORTE
conteudo e imagem nordestina, e das bem arretada, no melhor sentido do termo, iria afrontar a esta altura do campeonato, a uns 90% de seus conterraneos?

Responder

Remindo Sauim

19 de agosto de 2010 às 09h17

Em vez da Elba colocaram uma genérica!!!

Responder

william porto

19 de agosto de 2010 às 08h58

A Elba da música não é genérica é falsa. Acho que isso é uma vergonha, Mais uma pegadinha imoral do tucanato. Se plagiam uma cantora, avaliem o resto.

Responder

Leider_Lincoln

19 de agosto de 2010 às 06h34

Compreensível. Somente uma falsa Elba poderia combinar com uma favela cenográfica_ já que ele, ao contrário da Dilma, não teve peito para ir na "sua" Heliópolis_, onde um falso Zé diz _falsamente_que o DEM (do seu falso representante da "juventude" o vice quarentão e falso Índio) não entrou no Supremo contra o PROUNI e jura ser _o falso_ pai dos genéricos, do FAT, do seguro-desemprego e do programa de combate à AIDS. E que´coisa melhor do que uma falsa Elba para cantar uma melodia nordestina para um paulista que sequer lhes entende o falar e que os acha culpados da ignorância, da pobreza e da violência em São Paulo?
Sinceramente, não entendo o espanto. Mas sinto falta do Henderson e seu falso bom português e do dvorak e seu falso humor de "hehehehehe"…

Responder

Marco Vitis

19 de agosto de 2010 às 00h59

O Zé Serra tem um nariz igual ao bico do tucano.

Responder

Claudio Ribeiro

19 de agosto de 2010 às 00h09

Essa duplina, índio e serra: o candidato caô-caô e o trapalhão, quantos micos mais vão continuar pagando???
http://palavras-diversas.blogspot.com/2010/08/o-c

Se não é a imprensa conservadora pra limpar a barra dos dois…

Responder

Marat

18 de agosto de 2010 às 23h46

Quer dizer que o candidato genérico, do partido genérico, das propostas genéricas, coloca também uma genérica da Elba Ramalho??? Assim já é demais – rsrsrsrs

Responder

Ed.

18 de agosto de 2010 às 23h43

Elba não é a Elba! … Será que o Serra não é o Serra?

Começo a suspeitar que é um agente petista infiltrado nas hostes demotucanas…

Responder

Gerson Carneiro

18 de agosto de 2010 às 23h42

Não dá pé
Não tem pé, nem cabeça
Não tem ninguém que mereça
Não tem coração que esqueça
Não tem jeito mesmo
Não tem dó no peito
Não tem nem talvez ter feito
O que você me fez desapareça
Cresça e desapareça…

Não tem dó no peito
Não tem jeito
Não tem ninguém que mereça
Não tem coração que esqueça
Não tem pé, não tem cabeça
Não dá pé, não é direito
Não foi nada
Eu não fiz nada disso
E você fez
Um Bicho de Sete Cabeças…

Cresça e desapareça… (Bicho de Sete Cabeças)

Bicho de Sete Cabeças!
Bicho de Sete Cabeças!
Bicho de Sete Cabeças!

[youtube LIq8JD0nRbc http://www.youtube.com/watch?v=LIq8JD0nRbc youtube]

Responder

easonnascimento

18 de agosto de 2010 às 23h02

Com raríssimas exceções, tudo na campanha deste cidadão é falso. É mentira de dar com pau.
Que coisa. Tá pensando que disputa eleitoral para presidente da república é brincadeira? Que candidato os tucanos arrumaram.
http://easonfn.wordpress.com

Responder

Helcid

18 de agosto de 2010 às 22h52

Pera lá, ele não disse que era o pai dos genéricos? Então, está provando !!! kkkkkkk !!

É Zé… "seu capote tá em tiras !!"

Responder

Dilson

18 de agosto de 2010 às 22h52

Fica cada vez mais difícil acreditar no Serra,começo a duvidar da história dele com a Vânia,com o Damião,com a Andréia e com a Dona Maria.

Responder

    Claudio Roberto

    18 de agosto de 2010 às 23h26

    Escute a entrevista novamente e perceba que na verdade o Serra é um verdadeiro Casanova… Pegou todo mundo .. !!!

ferrera13

18 de agosto de 2010 às 22h48

Puxa! E eu acreditei! Mesmo eu que fico aqui evitando falar o nome dele e o codificando pelo codinome mente por minuto. Cheguei a postar um comentário achando que era por motivo financeiro. Só me resta pedir desculpas à Elba, mesmo que ela vote no Mentiroso, pedindo que me compreenda. Afinal, como todos os brasileiros, estamos sendo enganados diariamente pelO Grande Mentiroso.

Responder

Rogerio

18 de agosto de 2010 às 22h48

Onde tá isso? Já retiraram?

Responder

A VOZ NÃO É DELA

18 de agosto de 2010 às 22h47

[…] o blog Vi o mundo, do jornalista Luiz Carlos Azenha, a cantora negou que a voz seja sua. Elba apoiou a candidatura […]

Responder

Cornélius/Londrina

18 de agosto de 2010 às 22h36

Percebam a matéria "Ao som de hit nordestino, Serra diz que seu talento é cuidar" Terra/Marcela Rocha/17.08 de 1h36, atualizada em 18/08-18h49. Vejam o 1º parágrafo, “Ao som do hit nordestino “Bate Coração”, composto por Cecéu e conhecido na voz da paraibana Elba Ramalho, começa a propaganda do candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, no horário eleitoral gratuito. A letra foi adaptada e os direitos autorais devidamente comprados.” Tá justificado??? Como fica o detalhe da voz??? Interessante não???????

Responder

Adilson

18 de agosto de 2010 às 21h58

Eu juro que vi uma nota de 3 reais na campanha do Zé, na TV. Juro!!!

Responder

francisco.latorre

18 de agosto de 2010 às 21h10

zé genérico. o esperto.

..

Responder

Márcia Aranha

18 de agosto de 2010 às 20h40

Já que era pra falsificar, deveria ter pego logo o Chico…

Responder

    Carlos Alberto

    18 de agosto de 2010 às 22h56

    Ele não ia ter coragem…

francisco.latorre

18 de agosto de 2010 às 20h29

é tudo mentira. tudo.

sujeito mentiroso.

..

zé neura.

o incrível candidato da direita agonizante.

..

Responder

Rosamaria Carvalho

18 de agosto de 2010 às 20h20

Quando a candidata do LULA – Dilma tem 50% dos votos e o segundo FH_Serra tem 30%, ele começa
a negociar a derrota, abrando o discurso agressivo, pensando no futuro governo Alkmin, Beto Richa etc., para não ficarem de pires na mão, acho que está chegando essa hora para o Serra. Agora o maior culpado de tudo isso é o FH_Saliére por ter dando corda no Serra, por ter acreditado no PIG, para o FHC a situação é confortável foi o primeiro
e único presidente Tucano ou tucanalha.

Responder

Ed Döer

18 de agosto de 2010 às 20h01

Falsa não, Azenha. É "genérica".

Responder

luiz pinheiro

18 de agosto de 2010 às 19h50

Depois da favela virtual, uma Elba Ramalho virtual. O candidato da oposição (?!?!) encontra-se virtualmente perdido.

Responder

Ed.

18 de agosto de 2010 às 19h45

É tanto tiro no pé que quando Serra vem chegando, já tem gente perguntando: quem tá batendo à porta?…

Responder

Mônica Rangel

18 de agosto de 2010 às 19h29

O que teria feito Elba mudar de idéia de 2002 para 2010??

Responder

José Paulo

18 de agosto de 2010 às 19h25

Olha só! Nessa mesma linha ouvi hoje o horário político pelo rádio, e para minha decepção percebi que um sujeito que eu admiro (admirava), por ser o melhor e mais completo imitador da atualidade, o Beto Hora da Rádio Bandeirantes, estaria emprestando a sua locução e a fala de algumas personagens criadas por ele para ilustrar o programa do Alkmin/Serra. A voz me pareceu inconfundível, mas depois dessa notícia de que a Elba não é a Elba, vai ver o Beto Hora não é o Beto Hora… Ou será que é???
Aliás, no caso da Elba talvez até se justificasse, já que, segundo consta, teria sido pega numa batida de trânsito no Rio, guiando visivelmente embriagada (tanto que teria se recusado a fazer o teste do bafômetro), tendo sido o seu carro apreendido, ademais, por falta de pagamento de IPVA.

Responder

    ferrera13

    18 de agosto de 2010 às 22h50

    É José Paulo. Do jeito que ele mente, é melhor confirmar antes de manifestar sua indignação.

    José Paulo

    19 de agosto de 2010 às 02h15

    Mandei um email para o programa "Na Geral". Vejamos se ele ou alguém no lugar dele responde.

Jairo_Beraldo

18 de agosto de 2010 às 19h14

Não é apropriação indébita, usar qualquer música sem autorização do autor? Apropriação, é o forte do Zé.

Responder

    Bruno

    18 de agosto de 2010 às 22h07

    A música é do Cecéu, não da Elba Ramalho. Pra um progressista você conhece bem pouco a cultura do seu País.

    Jairo_Beraldo

    18 de agosto de 2010 às 23h00

    Ainda bem que temos vendilhões para nos ensinar. Gente que apropria, independente de quem seja!

    Leider_Lincoln

    19 de agosto de 2010 às 06h37

    E decerto você conhece bem, não é Bruno? Falsa inteligência made in Google?


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Últimas matérias
Amigo de Bolsonaro, Trump proíbe exportação de máscaras, apesar de alerta sobre “crise humanitária” na América Latina

Da Redação O presidente Donald Trump anunciou hoje que assinará um decreto proibindo a exportação, por empresas dos Estados Unidos, de equipamento médico utilizado no combate à pandemia de coronavírus. Isso apesar de a empresa 3M, especificamente acusada de lucrar com a emergência médica, ter dito que a decisão de Trump teria “implicações humanitárias significativas” […]

Ler matéria