VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Brazilian law student faces jail for ‘racist’ Twitter election outburst


04/11/2010 - 23h49

Brazilian law student faces jail for ´racist´ Twitter election outburst

A Brazilian law student could face criminal prosecution after allegedly making racist comments on Twitter and Facebook following her country’s election results.

By Robin Yapp, Sao Paulo

Published: 8:17PM GMT 04 Nov 2010

do britânico The Telegraph (via Érica Caminha, no Facebook)

Mayara Petruso used the social networking websites to blame people in the poverty-stricken north-east of Brazil for the victory of Dilma Rousseff, of the left-wing ruling Workers´ Party.

The OAB, Brazil´s equivalent of the Bar Association, in the north-eastern state of Pernambuco filed a request to open a criminal case against her at the Federal Public Ministry of Sao Paulo.

The law firm in Sao Paulo where she worked as an intern also confirmed that Miss Petruso was no longer working for them and condemned the comments.

Miss Petruso prompted a series of comments, some critical and others agreeing with her, after writing on her Twitter account: “Northeastern is not us. Do a favour to SP [Sao Paulo]: kill a northeasterner, drowned.”

She later wrote on Facebook that allowing people in the north east to vote threatened to “sink the country who worked to support the bums”.

Black and mixed-race Brazilians outnumber the white population in much of the north east, whereas the white population is larger in most of the wealthier south.

If the case goes to court she would face charges of racism, which carries a sentence of between two and five years imprisonment, and incitement to murder on the internet, which is punishable by three to six months imprisonment or a fine.

Miss Rousseff won the national election to succeed President Luiz Inacio Lula da Silva on Sunday with 56 per cent of the votes compared to 44 per cent for Jose Serra, of the centrist Brazilian Social Democracy Party (PSDB).

She received more than 70 per cent of the vote in parts of the north east but an analysis published in the Brazilian press suggested that she had enough votes to win even without the huge margin of victory in some of the poorest states.

Miss Petruso closed her social networking accounts after generating a wave of publicity but the OAB obtained copies of the pages featuring her comments and identified the author.

“It is inconceivable that a law student has attitudes contrary to the social function of their profession,” said Henry Mariano, president of the OAB in Pernambuco. “How will someone with this behavior become a professional who needs to defend justice and human rights?”

Mr Mariano said that there is no deadline for prosecutors to make a decision on the case and whether to take it to court.

He added that other people who had made comments on the websites supporting Miss Petruso could also face separate prosecutions.

Peixoto e Cury Advogados, the firm in São Paulo at which Miss Petruso worked, said in a statement: “With much gravity and indignation, Peixoto e Cury Advogados regrets the unfortunate personal opinions issued on the social networking sites, which we only became aware of through the media.”





204 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Colin Brayton

16 de novembro de 2010 às 10h46

Nesses casos, eu sempre acho a criminalização de expressões racistas no Brasil meio estranho. Gosto citar o caso nos EUA do advogado da ACLU, associação de direito civis. Ele conseguiu um liminar liberando uma manifestação do grupo racista Ku Klux Clan no centro de Nova York — e depois juntou-se aos milhares de pessoas que montaram uma contramanifestação poderosa contra o punhado de supremacistas pé-de-chinel que tinha a coragem de mostra a cara — se bem que não desfilaram encapuçados.

A revolta da sociedade valeu muito mais do que qualquer censura antecipada, que só ajuda os censurados a bancar a vítima.

Não pode legislar contra o pensamento das pessoas, por mais nojento que seja. Isso dito, ATOS motivados pelo preconceito são outro assunto. Temos legislação aumentando a pena de réus condenados por atos de violência comprovadamente motivados pelo preconceito e ódio.

Responder

Marco Aurélio Avelar

07 de novembro de 2010 às 19h57

Acho importante o Blog , divulgar a repercução internacional do assunto , da proxima vez , traduza o contéudo , poucos , inclusive eu , dominam o inglês , é fato que esta moça precisa ser responsabilizada pelo ocorrido , porém ,muito mais importante seria uma campanha a nivel nacional envolvendo a mídia ( inclusive as do PIG , os canais são concessão Publica ! , vamos enquadra-las ) e principalmente as escolas Públicas e Privadas com o proposito de combatermos essa Ideologia , nefasta , letal e contagiosa , que é a Xenofobia , hoje é um grão de areia , amanhã , uma montanha , é como um cancêr , que se não for combatido em estagio inicial , torna-se uma sentença de morte , Há , precedentes , Hitler , Mussolini , Guerra etnica da Bosnia , massacres em Ruanda , Cazaquistão , norte da China , Nigeria , e etc…

Responder

    Conceição Lemes

    07 de novembro de 2010 às 20h17

    Marco Aurélio, nós já publicamos um texto em português sobre o tema. O link está no pé desta matéria. Propositalmente este post está em inglês tal qual foi publicado nos EUA. abs

    Alex

    19 de novembro de 2010 às 17h20

    use o google translator (ou algo assim)…a tradução é ruim, mas dá pra entender, contextualizar…

Lênin

06 de novembro de 2010 às 05h09

Ahhhh, o que seriamos sem os nossos Paladinos da Justiça das OABs!!!!
Puxa, até me emociono com as nossas OABs (tão altruistas, inspirador!!)!!
Afinal, eles sempre atuam contra a corrupção, contra advogado ligado ao crime organizado e uma série de outras coisas!!
Parabéns à OAB de pernanbuco, que está colocando essa manipuladora de massas, parceira do Marcola e braço direito do Fernandinho Beira-mar, atrás das grades!!!
Me sinto mais seguro!!
Eu AMO a OAB!!!
Enquanto isto em Paris, "tio" Serra está rindo e tomando um belo vinho (com o dinheiro que ele roubou do estado de SP) aos pés da torres Eifel!!

Responder

Lênin

06 de novembro de 2010 às 04h40

Antes de eu começar, quero deixar uma coisa BEM CLARA: Ela está completamente errada, ela é COMPLETAMENTE ignorante e abomino o que ela fez!!!__Mas…só estou vendo ela pagar, sendo que o "tio" Serra, que incentivou tudo isto, está tranquilão (é justo?)!!__Voltando ao twitter, só ela fez comentários assim?__Pelo que eu ví, em outra matéria aqui no blog, acho que não (vídeo xenofobia).__Mas, não consigo entender, por que só ela está tomando pedradas?__E os outros (90% dos jovens de classe média para cima pensam que nem ela!!)?__Típico da sociedade brasileira, pegar um mané, cobrir ele de porrada para dar um exemplo e acabar com a vida dele.__Enquanto os outros bandidos (incluindo os bandidões) continuarão barbarizando.__Maquiavel estava certo, a história da humanidade se repete!!__Voltamos ao colisseu da Roma antiga!!__No fundo a esquerda e direita são iguais no Brasil, sanguinárias e extremistas (só que um lê Marx e Lênin de joelhos, já o outro lê Adam Smith e John Locke de joelhos).__Só espero que ao final do dia vcs estejam de barriga cheia, cheia do sangue do mané que vcs escolheram para descarregar a raiva!__

Responder

    Cris Azevedo

    06 de novembro de 2010 às 13h53

    Eu sei que tem muito mais gente por traz que merece ser punido tb, porem o que essa CRIATURA postou na Internet foi algo abominável e que merece sim punição, não só para dar exemplo mais para que fique claro que esse tipo de comportamento doentio não é de forma alguma aceitável e que na vida toda ação tem reação e que a justiça é para todos afinal foram as palavras dela de ódio e discriminação que revoltaram ao o Brasil!
    Quanto aos outros BABACAS eu recomendaria ler mais,viajar mais e claro abrir a cabeça para novas culturas,credo e pessoas…afinal estamos no sec.21 e o mundo ficou pequeno para esse tipo de comportamento mediócre e covarde!
    Ela tem que pagar pelos erros para aprender!!!
    E me admira apenas a OAB de PE entrar com processo contra ela eu gostaria de ver Todos os estados Fazendo a mesma coisa!

    Da-le Pernambuco e me orgulho muito da minha terra!!!

Cabeda

06 de novembro de 2010 às 02h58

No direito brasileiro, existe a figura do autor mediato, que, grosso modo, podemos definir como autor intelectual do crime, aquele que não pratica atos executórios, ou seja, não põe a mão na massa, mas é o mandante.

Pelo que aconteceu no país nos últimos meses (ou talvez desde 2002), alguém tem um palpite de quem seria esse autor?

Estou começando a pensar que seria uma injustiça colocar todo o peso de uma propaganda sistemática nos ombros de uma criatura que ainda está em formação como pessoa.

Que sirva de lição para ela e para outros que estão com a mesma distorção mental, mas que principalmente seja um alerta para que não permitamos qualquer conteúdo nos meios de comunicação.

Censura, jamais. Responsabilidade, agora.

Responder

Roger Oliveira

06 de novembro de 2010 às 00h30

"Ms. Petruso is now an international superstar and is very proud for gaining this worldwide fame. TMZ contacted Ms. Petruso to ask who is the responsible for ascending this woman to the astonishing stardom. She responded: 'Ai ônli révi dis fêimi bicausi ai'vi devoutedi máiseuf to de graitesti mén dat éver lívid: Mr. Jôsefi Litoupêiperbáu. Ri is a véri imteláijenti mén endi véri richi, rí xéris de çeimi vijions as mí endi mósti inportanti: rí rêitis Nordestisto justi láiqui mí! Rí is nóti a terroristi láiqui Díuma Ruçéfi endi rí iz aguênsti de Pro-Uni endi Bolsa Família uiti ônli çervis tu çustenti de Nordestisto. Dis Nordestisto ári a bãntch of vagabundo wu does nóti láiki tu uôrqui láiqui âs Paulistas. Ai ônli uíxed dat Mr. Litoupêiperbáu uás eléquited Prézidenti imstéd dát terroristi Díuma Ruçéfi.'"

Já pensou em uma coisa dessas, Azenha?!?!?! Alguém dos comentários já pensou em algo assim?!?!?! Uma entrevista da Petruso para a TMZ?!?!?! Deus me livre!!!

Responder

    Adélio França

    07 de novembro de 2010 às 19h44

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Boa, Roger!

Wildner Arcanjo

06 de novembro de 2010 às 00h03

Sou nordestino e afro-descendente, só tenho uma coisa a dizer: Lamento pela educação, familiar, que esta garota não recebeu. Talvés, uma boa educação, boas orientações, a tivesse poupado deste vexame. Porém este tipo de educação não depende de dinheiro e sim da estrutura familiar, dos valores passados por pais, avôs, irmãos, tios, amigos… Como já dizia meu avô por parte de mãe, que era caminhoneiro e pessoa muito simples: "Quanto mais dinheiro um Homem têm, mas mal educado se fica…". Desta vez, eu concordo com ele.

Responder

Miriam

05 de novembro de 2010 às 20h49

Uns dias antes da eleição ouvi no local do trabalho, pros lados da Berrini, o seguinte: "Ninguém do Fecebook vai votar na Dilma. Então o problema é o Orkut". E acharam que era uma "tirada genial".

Responder

rubem

05 de novembro de 2010 às 20h35

é UMA VERGONHA A OAB Nacional não se pronunciar sobre este grave assunto, alias a OAB Nacional (similar a Paulista) se tornou nos ultimos anos uma celula da direita brasileira, envergonhando seu passado. O presidente é fraquÍssimo, um dos piores presidente da OAB que já vi, um idiota deslumbrado que gosta de aparecer em matérias “globais” (15 minutos de fama) e que faz coro em todas as bandeiras reacionárias dos DEMOTUCANOS, que vergonha!!!!!.
Parabens A OAB Pernambuco!!
Serra pensa igual a esta "menina tola" , a diferença que o pensamento dele, ele não externa para a coletividade..

Responder

    Ercília Maria

    06 de novembro de 2010 às 00h33

    Rubem,
    Concordo plenamente com vc. Peço-lhe licença para "colar" o comentário que fiz logo no início da postagem desta matéria.
    Ercília Maria · 23 horas atrás
    Enfim, a OAB (pelo menos a de Pernambuco) presta um ótimo serviço ao Brasil!
    Muitos internautas ultrapassam o limite da critica (mesmo se se considera a grosseira e baixa) e passam a divulgar e alimentar ódios racistas (no caso, até com incentivo a assassinato!). Isso não pode ficar escondido sob o manto do direito de expressão. E, considerem, ainda, que a internauta Mayara Petruso era estudante de direito! Que horror!!!
    Diante de tudo, só me resta parabenizar OAB/PE, mesmo sabendo que, provavelmente, o Min.Público de SPaulo não encaminhará o processo à Justiça, sob a alegação de que a "menina" estaria sob a influência emocional dos debates acirrados da eleição presidencial. Concordam?

Marcelo

05 de novembro de 2010 às 19h51

É dificil olhar pra este rosto e imaginar alguém com um pensamento tão torpe, agora não podemos de culpar os mentores intelctuais do crime, são eles a Veja, O Globo, a Folha, o Estadão e outros meios de comunicação, que incitam o ódio diariamente e por não terem coragem de expor seu desprezo pelos PPP, deixam a cargo de alguns brasileiros que tem a personalidade tão firme quanto a de um boneco de massinha de modelar.

Responder

    Guilherme

    05 de novembro de 2010 às 20h26

    Apoiadíssimo meu caro.

Raquel

05 de novembro de 2010 às 19h44

Acho que os marmanjos por aqui devem maneirar nos comentários machistas. É possível expor uma opinião crítica sem observações do tipo "ela tem cara de pistoleira" ou "quando ela vai sair na Playboy".

Responder

    Lênin

    06 de novembro de 2010 às 05h34

    Concordo com vc Raquel, falta bom senso para muito cara aqui.

Baixada Carioca

05 de novembro de 2010 às 19h27

Eu quero saber se ela vai fazer a prova da OAB para receber a credencial de advogada!

Responder

Paulo Silva

05 de novembro de 2010 às 19h26

Sugiro a leitura de: http://pedroayres.blogspot.com/2010/11/serpente-n
porque temos que situar esses episódios tipo Mayara num contexto mais geral.
Se praticaram todos os crimes contra a honra, previstos no Código Penal, contra Dilma Rousseff desde que ela surgiu como possível candidata e ninguém tomou um processinho sequer, se cometeram diversos crimes eleitorais, durante a recente campanha e ninguém barrou os crimes, foi dado o sinal para a barbárie se instalar.
Agora é isso que se vê, os crimes contra a honra, os preconceitos raciais, o bullying, tudo isso está virando 'normal". Ou nos mobilizamos para reagir e exigir o cumprimento das leis ou vamos ver muitas Mayaras praticando crimes e fazendo escola. E a saúde mental e emocional da população será seriamente afetada.

Responder

Geísa

05 de novembro de 2010 às 19h12

Santa ignorância…..
E o que dizer de Assis Chateaubriand (nascido em Umbuzeiro-PB)? Diários Associados, Masp, TV Tupi.
Rui Barbosa (Salvador-BA) a águia de Haia, jurista, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador brasileiro, deputado, senador, ministro.
Marechal Floriano Peixoto (Maceio-AL), Marechal Deodoro da Fonseca (Cidade de Alagoas, AL) Café Filho (Natal, RN)

E o médicos e políticos Adib Jatene e Enéas Carneiro (acreanos)

Aurélio Buarque de Holanda (Passo de camaragibe-AL) já foi pro Rio formado em Direito pela Faculdade de Direito de Recife
Rachel de Queiroz (Fortaleza-CE) primeira mulher a ser imortalizada na ABL
Gonçalves Dias (Caxias-MA) poeta, formado em Direito pela Faculdade de Direito de Coimbra
José de Alencar (Fortaleza-CE) jornalista, político, advogado, orador, crítico, cronista, polemista, romancista e dramaturgo
José Lins do Rego (Pilar-PB) jornalista, romancista
Graciliano Ramos (Quebrangulo-AL) jornalista, romancista
Jorge Amado (Itabuna-BA)
Ariano Suassuna (João Pessoa-PB)

Na teatro, cinema e TV:
Wagner Moura, Lázaro Ramos (baianos), Cineasta Cacá Diégues (alagoano), Arlete Salles , Aguinaldo Silva (pernambucanos), José Wilker (cearense), Glória Perez (acreana), Antônio Calmon (amazonense), Cacá Carvalho, Dira Paes, Norton Nascimento, Rosamaria Murtinho (paraenses)

Na música
Luiz Gonzaga, Chico Science, Alceu Valença, Geraldo Azevedo (pernambucanos) , Ivete Sangalo, Gal Costa, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Raul Seixas, Pepeu Gomes, Moraes Moreira (baianos), Roberta Miranda, Chico César, Zé Ramalho, Elba Ramalho (paraibanos) Hermeto Paschoal, Djavan (alagoanos), Fafá de Belém, Leila Pinheiro (Pará)

No esporte:
Zagallo (Maceió-AL),Tadeu e Orcar Schmidt, Richarlyson (norte-riograndenses), Carlão do vôlei (acreano), Antonio Pizzonia (amazonense), piloto de F1 e Fórmula GP 2, Sócrates, Ganso, Hélio Grace (pai do Brazilian Jiu-Jitsu) (paraenses),

Na conhecida comédia:
Tom Cavalcante, Chico Anysio, Renato Aragão, Tadeu Mello (cearenses), José Vasconcelos (acreano)

Um dos criadores do Jornal Nacional, Armando Nogueira é de Xapuri-AC. Alan Severiano, jornalista da Globo é de Natal-RN

Responder

joana

05 de novembro de 2010 às 18h48

"In" VALOR ECONÔMICO – LEGISLAÇÃO & TRIBUTOS:04 de novembro de 2010 … Para o presidente da OAB-PE, o crime de racismo não é atribuído somente a ofensas que envolvam cor da pele ou etnia. "Segregar ou diminuir regiões também é considerado racismo", disse. O crime, afirmou, é imprescritível e inafiançável. A pena prevista varia de dois anos a cinco anos de reclusão."

Responder

IG: Fala o pai da moça | Viomundo - O que você não vê na mídia

05 de novembro de 2010 às 18h48

[…] PS do Viomundo: Para ler em inglês, clique aqui (com adendo dos comentaristas do site) […]

Responder

Domngos

05 de novembro de 2010 às 18h45

O que pensa o Sr . Serra?

Responder

ruypenalva

05 de novembro de 2010 às 18h43

A coisa tá rendendo, leiam essa excelente reportagem no site do Globo.com http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/pai+da+es

Responder

Julio Silveira

05 de novembro de 2010 às 18h40

Alem da construção de sua biografia ja vir sendo atestada como sendo de um homem sem limites, guiado pelo obcessão pelo poder, onde tramar derrubada até de parceiros, mais essa.
Ele pode se orgulhar de promover a xenofobia num povo que sempre se orgulhou de sua grande integração miscigenadora.

Responder

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 18h28

Pai da estudante processada por discriminação se diz envergonhado
A pedido da OAB e da Procuradoria da República, Mayara Petruso será investigada por comentários contra nordestinos na internet
http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/pai+da+es

Responder

    Jean

    05 de novembro de 2010 às 20h33

    Li o texto do IG e penso que o pai dessa menina teve uma atitude digna. Ele merece o apoio e a compreensão da sociedade. Digo isso sobretudo por dois motivos: não tentou negar ou "suavizar" o erro da filha, admitindo o erro, suas consequencias e a necessidade da jovem ser responsável pelos seus atos. Além disso, acredito que ele está correto ao dizer que sua família e as irmãs da menina não deveriam ter sua privacidade desrespeitada ou invadida nesse momento.
    Penso que a Mayara e os demais devem, sim, serem responsabilizados pelo que fizeram, pelo incitamento ao ódio e preconceito. Mas a sociedade deve evitar um clima de linchamento moral (mesmo que esses jovens tenham feito justamente isso…).
    Precisamos refletir: esse movimento do "SP para paulistas" nao passa de um grupelho, não representa o pensamento de Sao Paulo, dos seus cidadãos, que tem as mesmas virtudes e "defeitos" que quaisquer cidadãos e regiões do pais.

    ZePovinho

    05 de novembro de 2010 às 23h59

    Eita,Jean!!!É isso que estou tentando dizer no post com a fala do pai dela.Colocar todo o peso dessa questão enorme e complexa nas costas dessa menina e seus tristes companheiros é ruim para nós.Em minha humilde opinião,somos nós,os atingidos,quem devemos direcionar o foco da questão para além desses rapazes e moças.

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 18h24

Dica do Benedicto, aí embaixo:
http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/pai+da+es

"…………..Antonino Petruso se disse “surpreso, decepcionado e envergonhado” pela atitude da filha e lamentou que a menina tenha se deixado influenciar pelo “acirramento” do debate eleitoral. “Nunca fui chegado a política e nunca ensinei nada disso para as minha filhas. Tenho um enorme respeito pelos nordestinos e é graças a eles que consigo das uma vida digna para minha família e pagar a faculdade da Mayara”, disse Petruso ao iG, em entrevista por telefone.

Petruso é dono de uma rede de supermercados de Bragança e diz que tem vários clientes e empregados de origem nordestina. Pai de quatro filhos, ele trabalha mais de 15 horas por dia para administrar o negócio herdado do pai. Nos últimos anos, em virtude da melhora da economia, viu os negócios melhorarem graças às políticas econômicas do governo Lula. “Tenho muita simpatia pelo Lula. Ele não resolveu tudo, mas fez um excelente governo. Se a Mayara tivesse me consultado, teria pedido para ela votar na Dilma. Entre todos os candidatos, ela era a melhor opção para o País”, afirmou o empresário".

Responder

Jorge Pimentel

05 de novembro de 2010 às 18h14

Por trás deste racismo facistóide está a revista Veja, alguém tem de tomar alguma providência.

Responder

El Cid

05 de novembro de 2010 às 18h04

para o sr. serra: este passivo de campanha sobrou para todos nós… seu crápula !!!

Responder

El Cid

05 de novembro de 2010 às 17h54

Entidades pernambucanas reagem – http://www.diariodepernambuco.com.br/2010/11/02/p

O ressurgimento da nova onda de xenofobia virtual contra os nordestinos deve gerar reações de entidades ligadas a direitos humanos em Pernambuco. A Ordem dos Advogados do Brasil no estado (OAB-PE) informou, por meio de sua assessoria, que acompanhará os desdobramentos dos fatos e, se necessário for, entrará com pedido de investigação no Ministério Público Federal. A entidade informa que agiu assim quando mensagens preconceituosas postadas no Orkut atacaram as vítimas das enchentes registradas em Pernambuco e Alagoas, entre junho e julho deste ano.

Na ocasião, o presidente da OAB-PE, Henrique Mariano chegou a preparar denúncias para acionar o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), mas não o fez após ser informado que o órgão já tinha tomando as providências. Na época, Mariano afirmou ainda ser impensável que as manifestações públicas de discriminação ficassem impunes. Segundo ele, as condutas promovidas por membros de comunidades de relacionamento configuraram o crime de racismo tipificado no artigo 20, parágrafo 2º da Lei nº 7.716 – trata dos crimes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. A pena prevê reclusão de dois a cinco anos e também multa, caso o crime tenha sido cometido por intermédio de meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza. Além disso, segundo a Constituição Federal, o crime de racismo é imprescritível e inafiançável.

Por sua vez, Manoel Moraes, membro da coordenação executiva do Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop), informa que, diante dos fatos, vai enviar comunicado à Secretaria Nacional de Direitos Humanos pedindo providências. "Repudiamos qualquer atitude do gênero", disse, acrescentando, porém, ser difícil combater a prática pela fragilidade legal que cerca a internet. "Infelizmente faltam instrumentos jurídicos. A internet é uma nova fronteira, difusa, que sofre pela falta regulamentação em relação ao seu uso. Há quem veja, nessa regulação, uma eventual quebra de liberdade de expressão. Mas quando há violação de direitos humanos, essa liberdade fica comprometida e deve deixar de existir", frisou.

Responder

Benedito

05 de novembro de 2010 às 17h54

O iG entrevistou o pai da Mayara, que se diz envergonhado. Quem quiser ler:
http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/pai+da+es

Responder

    Baixada Carioca

    05 de novembro de 2010 às 19h32

    Quem deve tá orgulhosa dela é a dona Cureau. Êita procuradora preconceituosa sô!

Haroldo Cantanhede

05 de novembro de 2010 às 17h15

O Daily "Torygraph", conhecido por seu facciosismo a favor do partidor conservador da Inglaterra sabe bem o que é um comentário racista. Os ingleses tem o National Front e o British Movement que, como o PFL, já devem ter até mudado de nome. Comentários racistas sempre haverão. Gente estranha que se acha, que pensa que o centro do mundo fica no rio Tietê, sempre haverá. Está-se dando muito tempo a estes beócios. Que respondam, nas barras de um tribunal, pelos impropérios proferidos contra nossos irmãos no belo Nordeste do Brasil. Essas manias racistas são ridículas.

Responder

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 17h11

Os privilegiados pela riqueza,gente,sempre encontram um político ganancioso para impedir que a democracia ameace seus interesses.Ontem foi Mussolini,hoje Serra encaixa-se perfeitamente no modelo fascista.
Agor entendo porque Marilena Chauí acha Serra uma ameaça à democracia.Ainda bem que escapamos:

[youtube Hy1Sh1FgVqA http://www.youtube.com/watch?v=Hy1Sh1FgVqA youtube]

Responder

Roberto A.P.

05 de novembro de 2010 às 17h01

Essa daí ainda vai rodar bolsinha e ganhar a vida com o dinheiro que os nordestinos de SP vão lhe dar.
Antes disso, cana na alienada.

Responder

Paulo Melo

05 de novembro de 2010 às 16h56

Como diria um bom é enfático cearense…

"ahhh cunhãnzinha sem vergonha…"

Responder

Gustavo Pamplona

05 de novembro de 2010 às 16h55

Não estava querendo comentar isto e até porque acho que vou ser vetado mas eu acho isto uma "babaquice"…

Então quer dizer que a menina (e por sinal, bem linda) não tem o direito de expressar? Ainda mais na página pessoal dela e na sua própria conta no Twitter.

Cadê a "liberdade de expressão"? E que vocês tanto prezam…

Eu também não gosto de indígenas e menos ainda de homossexuais.

Os primeiros porque vivem "atrasados", vão acabar sendo engolidos de um jeito ou de outro pela sociedade… é um fato mais do que lógico.

E o segundo grupo porque simplesmente é "repugnante" a maneira como fazem sexo especialmente entre os homems além que vai contra a própria evolução humana.

Ai, eu pergunto: E daí?

É apenas uma opinião… a minha opinião, você pode não concordar com ela mas isto é problema seu.

E ela tem todo o direito de ter a dela… Numa democracia nem sempre as pessoas tem a mesma opinião.

Responder

    Jorge Pimentel

    05 de novembro de 2010 às 18h18

    Seu pampolna, você deve estar mal de visão, achar aquela coisinha alí bem linda (cara de pistoleira) é de um gosto no mínimo duvidoso. Você é filiado ao partido nazista???

    Sidora

    05 de novembro de 2010 às 18h41

    Somos nordestinos, sim, com muita honra. A eleição da Presidenta Dilma tem o nosso "dedo", sim, e daí? Vai que essa "grosseira" estuda numa faculdade particular e até se beneficia com os programas do governo, para estudar e nem assim enxerga um palmo adiante do nariz.. Mas a "dandoca" se acha muito inteligente porque xinga nordestinos…Bela estudante de direito, "titica" de galinha na cabeça.

    Onde ela estuda mesmo? Será que já descobriu que as Universidades Estaduais de São Paulo (USP, UNICAMP e UNESP) estão "sucateadas" pelo desgoverno do PSDB? Descobriu nada! Mesmo sucateadas quem mais se classifica nos Mestrados e Doutorados são alunos de outros estados do Brasil, inclusive do Nordeste…

    Sei não, viu? Ora, dá licença….

    Paulo Silva

    05 de novembro de 2010 às 18h58

    A liberdade de expressão se dá numa sociedade que possui leis vigentes, garantidoras da harmonia, da saúde mental, da justiça social e demais valores éticos e morais que garantem a sobrevivência da humanidade.
    Uma liberdade de expressão anárquica e absoluta levaria à barbárie.
    Acredito Gustavo que vc não desconhece as leis do país. Mas tome cuidado, se vc cometer um crime jamais poderá pretextar o desconhecimento das leis. Portanto entre numa biblioteca e leia pelo menos o Código Penal e o Código Civil. Isso vai evitar que vc venha a ter dissabores e sofrer processos judiciais.

    Amira

    05 de novembro de 2010 às 19h22

    Querido Gustavo…
    Leia a declaração universal dos direitos humanos e voc6e, se conseguir enxergar, verá que existe diferença entre liberdade de expressão e crime. O que ela cometeu, foi crime. E por esses (pois foi mais de um), deve responder.

    @alexsfurtado

    05 de novembro de 2010 às 19h45

    A internamente horrorosa Mayara não tem o direito de cometer crime Gustavo. Aliás, ninguém tem.

    Renato

    08 de novembro de 2010 às 10h00

    E vejo por outro lado, todos podem um dia cometer um crime, mas se cometer terá que pagar a consequência.

    Gustavo Pamplona

    05 de novembro de 2010 às 23h38

    Impressionante… o Azenha ou sei lá, a Conceição aprovaram o comentário… E tenho minhas dúvidas se eles vão aprovar este aqui também.

    Aos leitores que me responderam:

    Bom… sou leitor antigo do "Vi o Mundo" (desde Jun/2007) e um provocador, digamos um "troll" do bem, eu passei o mês de outubro praticamente sem comentar por aqui, isto porque os dois praticamente me baniram já que tomei tantos vetos.

    Eu reconheço que no mês de outubro eu estava provocando demais… provocava todo mundo mas de uma semana para cá o Azenha/Conceição voltaram a aprovar os meus comentários e este comentário foi apenas um "teste".

    Isto não significa necessariamente que sou "louco", o fato é que mesmo eles me vetando ou não vetando eu gosto deles assim mesmo e somente queria ver eles estavam de "bem" comigo… hahahhahahahah

    Homófobo, racista, eeuuu??? Passo longe disto!!!

    Nota: Eu escrevi o comentário escolhendo cuidadosamente as palavras de forma a provocar o máximo possível.

    Quincas

    06 de novembro de 2010 às 00h59

    e o que vc tentou dizer com isso, Gustavo?

    Lênin

    06 de novembro de 2010 às 04h03

    Gustavinho, meu querido, vc está precisando de uma coisa: Algo para fazer.
    Vá ler um livro, de preferência algo em filosofia (recomendo o Camus ou Sartre) ou vá namorar, dê um abraço carinhoso e um beijo bem gostoso em uma mulher (vá amar uma mulher!!).
    Muito melhor que provocar os outros, te garanto!! ;)
    Abraços e tudo de bom!!

    celia régis

    17 de novembro de 2010 às 12h30

    Em uma democracia as pessoas têm o direito de expressar o seu direito ao voto em quem quiser e convier, cabe ao outro expressar com EDUCAÇÂO e sem ofensas as suas DERROTAS. A meu ver AGLUMAS pessoas parecem não entender isso…E se justificam achando que só o seu CANDIDATO predileto é que era o certinho. Não sei se por de trás disso tinha uma esperança de uma BOLSA/ MAMATA- EMPREGO., que sempre esvazia os cofres publico.

Alder OeSilva

05 de novembro de 2010 às 16h51

Acho que estamos dando muita importância a quem não tem. Esse grupelho do boçais e mentecaptos, sim, porque o precoceito arraigado é uma deturpação do caráter, só sabem agir por trás de um teclado de computador, são covardes. Por que a tal Mayara não vem a público defender as suas ideias fascistas? Por que será que ela se escondeu? Se fosse uma pessoa com alguma decência, com algugma assertividade, sairia das sombras e defenderia suas "ideias", já que parece acreditar nelas.

Responder

    mariazinha

    05 de novembro de 2010 às 17h49

    Uma das muitas traíras desse país.
    Coitado de quem cair nas mãos incompetentes dessa futura advogada. Deveria ser banida e impedida de ser advogada.

    @alexsfurtado

    05 de novembro de 2010 às 19h47

    Mariazinha, você acha que esta moça ainda vai conseguir se formar?

azarildo

05 de novembro de 2010 às 16h31

estamos sem o dicionario por aqui… ainda bem que nobody is perfect.

Responder

odair cesar moura

05 de novembro de 2010 às 16h21

Mayara Petruso…só você não sabe, que não foram os votos dos nordestinos que elegeram Dilma, mas, juntamente com a maioria dos votos do nordestinos, os votos de quase da metade dos Paulistas, metade dos sulistas, da maioria dos mineiros e cariocas…portanto não foram só nordestinos quem elegeram a Dilma, mas o povo brasilero em geral…o seu voto representou: o preconceito, a ignorancia, a burrice e a discriminação, mas, mesmo assim, valeu um voto…

Responder

    tania

    05 de novembro de 2010 às 17h26

    Exatamente – perfeito o comentario do sr Moura – Foram votos do Brasil todo que elegeram Dilma. So favorável que se processe a srta Mayara pois incitaçao à violencia é crime, todavia juntamente com a srta Petruso, deveriam incluir no processo a velha mídia que pintou o mapa do Brasil de vermelho e azul dando a entender que a imensidão territorial composta pelo norte e nordeste seriam os responsáveis pela eleiçao da sra Dilma. ~ Plantaram desta forma a semente do preconceito. Por seu lado como estudante de direito a sra Petruso prenuncia que será uma profissional não muito competente, pois demonstra uma absoluta falta de raciocínio – bastaria consultar o site do superior tribunal eleitoral para constatar que houveram votos para o PT e para o PSDB em todas as regioes do pais, em todas as cidades. Não encontrei nenhuma que tivesse votado exclusivamente em qualquer um dos candidatados.

Rui

05 de novembro de 2010 às 16h00

Gente, alô, não se iludam. O fato de estudar Direito não significa nada. A maioria está nos bancos da uni pensando no salário que receberão como magistrados ( se o forem um dia). Há nesses cursos mais estudantes de direita do que de Direito. Peçam pra algum aluno narrar certos posicionamentos dos doutos professores em sala. Queria achar que fossem só uns poucos, mas não são. Tem gente "de grana" do Nordeste que concorda com esse pensamento torto.
Só pra saber: um amigo falou que discutiu com um colega de faculdade por ele ter declarado que votaria no Serra. Segundo o seu colega por ser coisa de gente rica e por estaria na moda. Valei-me, Nossa Senhora da Daslu!
Eu digo é valha!

Responder

ruypenalva

05 de novembro de 2010 às 16h00

Não sei se isso é racismo ou separatismo, como poderia ser enquadrado. O certo é que nem sei se podemos enquadrar uma idiota desse tipo por crime de racismo, mas talvez por separatismo ou preconceito com incitação de violência. Serra definitivamente caiu na mão da direita, do clero misógino, dos monarquistas, da elite sulista e pasmem: da classe média que votava em Lula antes (veja a entrevista de André Singer no Valor), pois essa classe média abominou ver chegar ao seu nível mais de 30 milhões de brasileiros, ela não queria isso, preferia o abismo que existia antes, daí foi quase todinha pros braços de Marina e depois pro braços de Serra. O Brasil está intolerável, cheio de carros nas ruas, cheio de pobres e negros nos Shoppings, como pode, não nos Shoppings.

Responder

Eugenia

05 de novembro de 2010 às 15h33

As pessoas que pensa como essa moça são pobres coitados. São insuficientes como pessoa. Mas estejamos atentos, esse tipo de gente, é o que não quereos no Brasil. Usemos a lei, as autoridades para punir e tornar público esse grau de atrevimento contra a nação. O rigor da lei.

Responder

antonienko

05 de novembro de 2010 às 15h23

Mayara deverá ser premiada com a capa da Playboy, e grana na bolsa.
Então?
Recomendo que, se o fizerem, façam edição limitada. Só pros eleitores não arrependidos do … do … Zé?

Responder

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 15h22

Quem diria!!!Hitler consideral Il Duce Mussolini como seu mestre:

[youtube L0-69zyoquo http://www.youtube.com/watch?v=L0-69zyoquo youtube]

Responder

Floriano Júnior

05 de novembro de 2010 às 15h21

Serra perdeu a eleição mas conseguiu disseminar o ódio e a intolerancia atrvés do seu "Jeito Paulista".

Responder

Zeca

05 de novembro de 2010 às 15h18

O preconceito e o racismo, são os pressupostos do fascismo.

Responder

Cícero

05 de novembro de 2010 às 14h56

A Justiça deveria condenar essa racista, tal de mayara, à pena de prestação de serviços comunitários durante 5 anos em alguma cidade nordestina. Tenho certeza de que lá ela aprenderia a ser "gente de verdade", e deixaria de ser a hiena que ela é.

Responder

    VLO

    05 de novembro de 2010 às 16h30

    Não por favor! Deixa essa infeliz aí em São Paulo mesmo.

BERTHOLDO

05 de novembro de 2010 às 14h56

WHAT?"CUMA ?"

Responder

Cícero

05 de novembro de 2010 às 14h50

Enquanto o Serra amarga a derrota, a gloriosa Dilma descansa até domingo (7) numa maravilhosa praia em Itacaré, Bahia, Nordeste, Brasil. Na próxima segunda-feira, ela viajará com Lula à Seul, onde participará do encontro do G-20. Abordará a questão da guerra cambial.

Já o Zé Calúnia viajou ontem (4) para Europa (provavelmente para uma ilha deserta rs rs), onde deverá permanecer por algum tempo… 'meditando' sobre a m… que fez!

Responder

Lucrecyus

05 de novembro de 2010 às 14h47

Chamem os Bastardos Inglórios! hahaha! Aquele cabelinho dela não engana, tem índio na família bem TUPI!

Responder

    Adélio França

    07 de novembro de 2010 às 19h42

    Ali é chapinha, rapaz.
    Aposto que ela tem cabelo enroladinho igual aos das lindas mulatas da Bahia.

Eugênio Leite

05 de novembro de 2010 às 14h43

A expressão da "mocinha" na foto lembra do personagem Alexander DeLarge, de Laranja Mecânica (Stanley Kubrick, 1971) não? e sofre do mesmo mal ao que parece…
Acabar com esse tipo de manifestação é dever da justiça, sim. Justiça para ela e para os mentores da suja campanha do serra, que já começa a apresentar frutos. Isto deve ser feito antes que o mal avance. É hora de ir atrás dos ratos de computadores que espalharam sujeira e despertaram sentimentos hostis.
Estamos a caminho do desenvolvimento e não devemos copiar de alguns "desenvolvidos" o que eles têm de pior.

Responder

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 14h38

Os fascisti descendentes de italianos,de São Paulo,já tem um líder pronto.Não precisam do Zé Chirico(que já comeu carne de bode):

[youtube 0A1RyCf893k http://www.youtube.com/watch?v=0A1RyCf893k youtube]

Responder

Mauro A. Silva

05 de novembro de 2010 às 14h34

Monteiro Lobato e o “racismo cordial” no Brasil.
[youtube _xJA8n5YNpY http://www.youtube.com/watch?v=_xJA8n5YNpY youtube]
A polêmica sobre o parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE) sobre o livro “Caçadas de Pedrinho” fez emergir a hipocrisia que domina a grande imprensa no Brasil. Acusar o CNE de censurar a obra de Monteiro Lobato foi a forma usada pela imprensa para combater os que denunciam o “racismo cordial” (ou nem tão cordial) que vigora no Brasil desde o seu descobrimento em 1500.
Uma rápida leitura do Parecer CNE/CEB nº 15/2010 é suficiente para esclarecer o caso:
“A obra CAÇADAS DE PEDRINHO só deve ser utilizada no contexto da educação escolar quando o professor tiver a compreensão dos processos históricos que geram o racismo no Brasil. Isso não quer dizer que o fascínio de ouvir e contar histórias devam ser esquecidos; deve, na verdade, ser estimulado, mas há que se pensar em histórias que valorizem os diversos segmentos populacionais que formam a sociedade brasileira, dentre eles, o negro”.
http://blogdomaurosilva.wordpress.com/2010/11/05/

Responder

Bertold

05 de novembro de 2010 às 14h13

Continuando o assunto…

Meu pai, infelizmente já falecido, e minha mão não puderam estudar mas trouxeram valores humanos universais de berço e meio social e transmitiram a mim e meus irmãos. Na minha infância a escola pública, tinha um viés autoritário de valor positivista, isso é verdade, mas também tinha muito forte o conteúdo moral na pedagogia. Muito educadores tem aversão a esses temas nos dias de hoje mas a verdade é que a educação educava e formava mais eficientemente em termos civis, basta ver o que foi a geração dos anos 60, muitas mais crítica e ativa política e culturalmente. A mercantilização total da educação em nosso país ainda vai produzir muitos estragos, essa é a pura verdade. Dezesseis anos de governos neoliberais e de direita em São Paulo não é coisa para se desprezar em termos de formação de uma geração de paulistas com viés fascista.

Responder

José

05 de novembro de 2010 às 14h05

São Paulo separado quebra em dois toques. Poderemos comprar produtos mais baratos da China, da Europa, da Argentina e até do Paraguai. Se não tivesse o Brasil para vender seus produtos, SP (o estado, não seu povo, que em grande maioria é ente tri-boa) seria uma republica de bananas.

Responder

Bertold

05 de novembro de 2010 às 14h01

Ter direito a alfabetização e a educação é um direito universal que muitos países garantem, muito deles com menos recursos econômicos e materiais que o Brasil. Nossa "educação" tem um viés puramente intrumental e pouco voltado para a civilidade humana e social. Falta diciplinas fundamentais na nossa educação como filosofia, civismo e ética, que pelo menos a escola publica deveria oferecer. No meu tempo isso existia. Nos tempos de hoje a educação é voltada essenciamente para o mundo do trabalho, então, queremos o que? Quem estuda hoje estuda para ter profissão e ganhar dinheiro, não pela necessidade de se educar e se formar para ser cidadão. No caso do direito, que é o caso desta jovem, é uma pofissão liberais das mais procuradas, não pelo ideal de justiça, assim como odontologia não é para garantir saúde bucal para todos e a pedagogia não é para educar a todos e sim para garantir retorno financeiro a quem investe nesta formação.

Responder

Fábio Gomieiro

05 de novembro de 2010 às 14h01

Na tarde do domingo que anteceu o segundo turno das eleições passei pela Av. Pacaembú (São Paulo-Capital) e me deparei com uma passeata a favor do Serra, com muitos "gritos" "vivas", "frases de apoio" e "desagravo" (sic!). Como no parabrisa traseiro do meu automóvel havia um adesivo da Dilma, fiquei receoso de algum ato hostil que, felizmente, não ocorreu.
Os "passeateiros" (homens, mulheres, jovens) bem vestidos, bem nutridos, bem produzidos eram moradores da região, Perdizes, Higienópolis.
Poderiam fazer uma nova manifestação, em desagravo às tolices ditas pela "Brazilian law student" .

Responder

    Miriam

    05 de novembro de 2010 às 20h42

    Quando saiu o resultado, minha sobrinha foi à janela e gritou "Dilma" três vezes. Ecoou em todo o Pacaembu e Higienópolis.

Cunha

05 de novembro de 2010 às 13h49

Com certeza esse pessoal já deve estar sendo monitorado bem de perto.
É segurança nacional…
Pensem eles que não há uma "inteligência"…
Isso é crime contra a Nação !
Uma Lei de Segurança Nacional e uma prisão seria uma boa.

Responder

Geloca

05 de novembro de 2010 às 13h43

Excelente medida da OAB de Pernambuco, porque as pessoas tem que arcar com as consequências de seus atos. Ela terá que responder sobre isto…e em casa….vai ficar um bom tempo "descansando" , sem emprego.

Responder

Everton SP

05 de novembro de 2010 às 13h36

Não me causa espanto algum a atitude dessa desmiolada essa é a verdadeira face da classe média e da elite paulistana e paulista é isso que é passado e repassado ao longo da vida pelos pais que se consideram "os mais" bonitos "os mais inteligentes" os mais cheirosos" …enfim falta mesmo é Deus no coração verdadeiramente para nos conscientizarmos que ninguem é superior a ninguem e que todos nos vamos pro mesmo buraco na hora derradeira e seremos cobrados pela justiça divina pelos atos que praticamos nessa vida!

Responder

vera oliveira

05 de novembro de 2010 às 13h35

parem de falar nela,se tiverem que falar deêm um apelido de mayara hitler da silva,por ex,pra ela e seus admiradores se mancarem da idiotice,idiotas devem ser tratados como idiotas

Responder

Genghis Khan

05 de novembro de 2010 às 13h35

Essa atitude da OAB/PE deveria ter sido tomada ou pelo menos encampada pela OAB/SP. Mas por aqui o silêncio é ensurdecedor….e não é por acaso.

Responder

Antonio

05 de novembro de 2010 às 13h30

Não esqueçam dos jornais de São Paulo que contribuiram para este nefasto episódio, aqueles que mapearam a vitoria de Dilma com conotação separatista, aqueles que noticiaram que " Dilma existe por causa do nordeste", que disseram que o nordestino votou na Dilma pelo "conforto social" do bolsa família, incluindo entidades que representam o que existe de pior no ideário reacionário paulista como a Upus Dei, TFP e claro… José Serra.

Responder

    Cícero

    05 de novembro de 2010 às 16h19

    Bem lembrado.

Cícero

05 de novembro de 2010 às 13h08

Essa racista odeia nordestinos. Hitler odiava judeus. Então, é preciso cortar o mal pela raiz, antes que se alastre e se tranforme em genocídio.

Responder

Augusto

05 de novembro de 2010 às 13h08

Sinceramente, eu sinto pena dessa moça. Entrou na onda da Folha, Estadão e Veja, que provavelmente ela lê, e agora provavelmente vai ter problemas com a Justiça. E, mesmo que não tiver, seu futuro profissional já está comprometido. Depois disso, vai precisar mudar de nome.

Responder

manoel rodrigues

05 de novembro de 2010 às 12h59

Uma vergonha! E a nossa imprensa não está dando menor destaque. O único telejornal que mencionou foi o Jornal da Record, as demais emissoras estão fazendo "cara de paisagem". A omissão dessa nossa imprensa chega ser um ABSURDO. Isto é inaceitável. Aliás já faz tempo que venho observando isso. Salvo alguns blogs, como o seu, o do PHA, Rodrigo Vianna, Brizola Neto, entre poucos outros, que nos informa um pouco mais, caso contrário ficaríamos desinformados.
Ontem por exemplo vc publicou sobre a Bolsa Família nos Estados Unidos. Enviei a todos da minha lista que são críticos a Bolsa Família.

Responder

Juliana Santos

05 de novembro de 2010 às 12h58

Essa menina é uma ignorante!

Tenho pena dela, deve ser insuportável ser assim tão patética!
Ela que se acha tão inteligente foi só um fantoche na mão da imprensa e dos tucanos, com preguiça de pensar, ou por falta de capacidade, ela acreditou no casal 20 do JN, na falha e no estadão, na veja, no o globo, …

Essa criatura deveria ser condenada a prestar serviço comunitário num lugar bem pobre, para ver de perto o que é passar necessidade. UM CHOQUE DE REALIDADE é o que essa moça precisa.

Mayara Hitler tem que ver que ela não é melhor do que ninguém e que o Bolsa Família que ela tanto critica apenas esta começando a corrigir anos de negligência com os pobres desse país. DE TODAS AS REGIÕES!

Se esse povo era para quem o Serra iria governar agradecerei eternamente aos ignorantes do nordeste, isso inclue meus avós pernambucanos, por votar na Dilma.

Essa gente do bem só faz passar vergonha!

Responder

@otaviocnn

05 de novembro de 2010 às 12h46

Ela chama o Bolsa Família de bolsa 171! Interessante… Não era o candidato dela que iria ampliar o programa, oferecendo, inclusive, 13º no BF!

Responder

Rodrigues

05 de novembro de 2010 às 12h42

Usuários do Facebook estão organizando o Dia do Nordeste, para este sábado, 06 de novembro. Chamda do evento:

"Dia do orgulho nordestino. Somos todos Nordeste! Somos contra a xenofobia ao Nordeste. Postaremos links, poesias, imagens qualquer coisa relacionada a essa maravilhosa região. Contra a xenofobia! Espalhe, participe, chame mais amigos…"
http://www.facebook.com/event.php?eid=17224244278

Responder

Luciano Prado

05 de novembro de 2010 às 12h36

Aécio propõe um grupo de três notáveis do partido para coordenar a refundação do PSDB.

Agora, os notáveis segundo Aécio: ex-presidente Fernando Henrique, o candidato derrotado duas vezes José Serra e o ex-presidente do PSDB Tasso “tenho jatinho por que posso” Jereissati.

Ou seja, o PSDB vai polir a pedra.

Responder

    Paulo Silva

    05 de novembro de 2010 às 19h01

    O Aécio é mau. Ou então está de saída do PSDB e quer ver o circo pegar fogo!

Margarida

05 de novembro de 2010 às 12h27

Mulher burra, mas de coragem.
Olha eu sou Baiana, viajo muito, e o que esta menina ignorante escreveu não é muito diferente do preconceito velado, das piadinhas ridículas que encontro por ai a fora contra os nordestinos e principalmente contra os baianos.
Eu tenho grande antipatia das pessoas do sul quando falam do meu sotaque, não gosto quando falam da minha forma de ser ou dos meus conterrâneos, não gosto quando vejo um sulista ou um suldestino tentando imitar nossa fala ou dizendo que somos devagar, que não temos pressa para nada, que somos morosos, CHEGAM AO CUMULO DE DIZEREM QUE A MOROSIDADE BAIANA ATRAPALHA SUAS VIDAS, e etc,
Temos nossa forma de ser e nossas peculiaridades. Em todas as minhas viagem eu nunca vi um nordestino fazendo piadinhas com o jeito de ser, ou o sotaque ou coisas semelhantes se referindo as pessoas do sul.
Já morei em vários estados do Brasil, inclusive em Curitiba onde tive uma visão ampla do quanto às pessoas do sul menospreza os nordestinos.
Em meu trabalho ate ouvir dizer que trabalho de baiano é meia boca e q baiano é um povo fedido. E isto não ouvir só de uma pessoa, ouvir e varias. Fui muito mal tratada.
Eu sou uma das poucas nordestina que faço questão de viajar só para fora do pais, pq procuro encontrar pessoas que seja cultas o suficiente para não ter o desprazer de encontrar estes tipos de comportamento conforme elenquei. O Sul do pais é racista? È sim e só o nordestino que vai morar lá é que sabe o quanto desafiador é ter que passar pelo crivo do preconceito.
Esta menina simplória só disse o que os Sulistas fala em forma de "brincadeira", mas que no fundo esta querendo dizer o que ela disse

Responder

    Lima

    05 de novembro de 2010 às 15h43

    Acredito que o grande culpado desse preconceito é o PIG. Sou nascido no Nordeste, porém criado na cidade de São Bernardo, SP. A visão que eu tinha da minha própria região era de um lugar com muita gente feia, pobre etc. Quando viajei ao nordeste, a 10 anos atrás, fiquei deslumbrado com a beleza das moçinhas, a prosperidade , etc. Tudo tão diferente do que eu via na TV. Me apaixonei pelo Nordeste, terra de gente feliz, e trabalhadora. As mulheres, coisa extraordinária, os homens mais o menos, kkkk. Quem deveria ser combatido é a programação da TV, pois só mostra as mazelas da nossa região, como se nós ai no sudeste não tivéssemos um monte de pobreza. As novelas estereotipam o nordestino como alguem que fala errado, sempre pronto a enfiar uma peixeira na barriga do outro. Essa Mayara deverá responder pelos seus atos, já que é de maior e estudante de direito, logo uma pessoa bem informada. Mas as pedras jogadas nela deveriam ir para as redes globos da vida e suas novelas.

    Paulo Silva

    05 de novembro de 2010 às 19h09

    Margarida
    Vc está sendo injusta com os brasileiros das outras regiões.
    O Nordeste é queridíssimo da maioria dos brasileiros, posso lhe assegurar, porque viajo muito pelo Brasil.
    A elite burra de São Paulo odeia tudo que não seja ela mesma e Miami Beach. São uns idiotas, imbecilizados. E vivem num mundo de fantasia. Eles têm preconceito contra os próprios paulistas pobres ou do interior. Sentem-se superiores.
    É como se fosse um tipo de loucura, entende?
    A imensa maioria dos brasileiros adora o Nordeste e quando o visita se encanta. Também têm muito apreço aos nordestinos como aos de outras regiões que não as suas.
    Esse "racismo"interno é coisa da direita. Uma pessoa politizada jamais será racista.

    Costa

    05 de novembro de 2010 às 20h40

    Sou curitibano, e faço parte dos 35% que aqui votaram na Dilma…
    Sua questão não pode ser generalizada, mas infelizmente tenho que concordar que existe um número significativo de pessoas preconceituosas vivendo por aqui, mas aacho que a questõa principal está em outro ponto, no egoímo, interesses individuais muito acima do coletivo.

joe

05 de novembro de 2010 às 12h23

É triste…. mas acreditem isso é normal(!!!!!!!) em SP/SP. Ouço coisas horríveis quase toda semana. Depende do circuito que vc anda, é de chorar. Racismo absurdo, ignorância politica de formas inimagináveis.
É, tenho esse azar. Por algum motivo as pessoas se sentem a vontade para confessar essas coisas para mim, tipo "… esse ai trabalha direitinho, mas sabe…tem alma de branco…., mas quando pode, já liga um "rapi" de vagabundo"" ou aquele " cabeça chata" ou é da ""terrinha". Ou a mais tosca de todas. """ A mina é uma bahianinha"" !!?
O mais triste é que sim, em São paulo sempre houve essa coisa de SP sustenta o país, a coisa separatista e a baboseira de costume… Afinal, a banda mais paulistana Ira, tinha até o som """Pobre São Paulo, pobre paulista.."", e não me venha com historinha, o que eles queriam dizer era exatamente o que estava sendo cantado.
São Paulo é um lixo, e posso falar com propriedade, nasci aqui, num gueto católico com inspiração fascista (advinha quem era meu vizinho?). A bosta da classe mérdia e alta paulistana pensa isso mesmo. E merece pagar na cadeia.

Responder

    Paulo

    05 de novembro de 2010 às 15h23

    Joe, você até pode se achar crítico da Mayara Petruso mas na verdade você apenas se parece com ela. E viva o Nordeste mas acima disto viva o Brasil e os brasileiros.

Josnei

05 de novembro de 2010 às 12h05

De São Paulo para o mundo, mas como símbolo da ignorância e do preconceito e não da civilidade e da diversidade da maior cidade do Brasil.

Responder

Luísa Silva

05 de novembro de 2010 às 12h02

Deixa ela ir para os EUA e sofrer preconceito com essa carinha de latina.
Seria uma boa vingança, sofrer preconceitos no meio dos WASP (white anglo-saxon protestant).

Responder

Neves

05 de novembro de 2010 às 11h53

Gentinha infame!! como se não bastasse o preconceito etnico agora temos também regional.
Porque esses branquinhos sulistas não param de reclamar de uma vez e vão todos pra…Alemanha.
Simplesmente deveriam aderir a máxima: "os incomodados que se retirem"!!

Responder

augustinho

05 de novembro de 2010 às 11h39

Gentes!!!!!!!!
Em paralelo a este assunto, acabei de lembrar-me.
Algum poeta popular,musico ou sambista por ai?
Porque percebi que nestas eleições historicas houve duas intervençoes externas para mudar o resultado.
A BULA e a BOLA.
a Bula papal…. e a Bola …de papel.
Fracassadas ambas.
Não é que vai dar um bom samba? melhor marchinha de carnaval, né?

Responder

bene

05 de novembro de 2010 às 11h28

Essa tal mayara só está querendo aparecer, como disse alguém aí nos comentários, logo aparece na pleyboy, e fica toda feliz.
Agora eu dou um recado para as autoridades constituidas desse país; todos sem exceção, executivo, legislativo e judiciário:
Essa eleição teve uma campanha, como nunca visto antes; rasteira, maldosa, suja, podre, puxada é claro pelo psdb e pelo Serra, os quais usaram assunto há muito esquecidos por nossa gente, com: religião, aborto, calúnias e preconceitos regionais, cujo estrago não foi pequeno, e pode se descuidarmos se tornar algo fora de controle. Por isso nossas autoridade constituidas tem que tomar frente e colocar um basta nisso. Ou será que essas autoridades constituidas, são constituidas só pra ganhar dinheiro, prestigio, e ocupar espaço nos prédios publicos? Eu espero que não é claro!

Responder

ZePovinho

05 de novembro de 2010 às 11h27

Da última vez que o pessoal do SUL(aqueles malucos do Irto Marx) pregaram a separação do Brasil, o Exérrcito Brasileiro,discretamente,movimentou tropas para a região.SE tiver algum militar por aqui podem confirmar.

Responder

OLANDA SHIMIDIT

05 de novembro de 2010 às 11h26

CARO AZENHA:ACHO QUE A LOUCCURA ESTA TOMANDO CONTA DE PESSOAS QUE DE ALGUMA FORMA Ñ AGUENTAM A DERROTA DO SERROTE.EU VISITEI ESTE BLOGUE ,VEJA QUE NOME SUGESTIVO!!!LINK:.. .http://amomaceio.blogspot.com/2010/10/1984-george-orwell-movie-trailer-1984.html.TEM UMA DONA QUE É LOUCA DOIDIVANAS VEJA O QUE ELA POSTA..NA SUA ELOCUBAÇÃO FALA QUE O BRASIL DE DILMA VAI SER FORMADO PELO '''ONGOSC' !!! "Guerra é Paz, Liberdade é Escravidão, Ignorância é Força".
"Quem controla o passado controla o futuro; quem controla o presente controla o passado". REPRODUZO AQUI AS PALAVRAS DELA…A MULHER QUE DIZ AMAR MACEIÓ…AMIGOS, PARA QUEM QUER DAR UMA OLHADA NUM EXEMPLO DE TOTALITARISMO COMUNISTA, AQUELE QUE DILMA ROUSSEF E SEU ADORÁVEL PNDH3 PLANEJAM PARA NÓS, SUGIRO ASSISTIR O FILME "1984". MANDO AQUI O TRAILER, MAS O FILME COMPLETO PODE SER VISTO NO

Responder

Hans Bintje

05 de novembro de 2010 às 11h07

Azenha & Conceição Lemes:

Depois da demonstração de ousadia intelectual do Nassif ( http://www.advivo.com.br/node/263212 ) eu pedi a ele, e também peço a vocês, para chamar sua turma de sujos – os blogueiros progressistas – para encontrar a turma dos malvados – a "gringolândia desalmada" – no Finnegan's Pub de Pinheiros hoje a partir das 19:30.

Qualquer semelhança com o filme de Ettore Scola – "Feios, Sujos e Malvados" – não será mera coincidência. Afinal, somos todos feios ;)

Responder

vinicius Garcia

05 de novembro de 2010 às 11h04

O nível do ensino de direito que ela faz, será de qualidade?

Responder

augustodafonseca13

05 de novembro de 2010 às 11h00

Manifesto “São Paulo para os paulistas”: combater é necessário!

Para quem pensava que era absurda ficção o post que publiquei ontem intitulado “Pela criação dos Estados Unidos de São Paulo!” (clique aqui), leia abaixo o Manifesto – “São Paulo para os Paulistas” que, infelizmente, não tem nada de ficção.

Publiquei na íntegra porque entendo que é preciso conhecer bem para enfrentar – em todos os espaços institucionais e, especialmente nas redes sociais – todos os movimentos discriminatórios em andamento no país.

Todos presenciamos estupefactos o quanto a campanha do Serra desenterrou e fez aflorar, com todo vigor, o que há de mais deletério no imaginário de parte dos brasileiros e, especialmente, parte dos paulistas e sulistas.

Texto completo em: http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co
***

Ler também: Pela Criação dos Estados Unidos de São Paulo em:
http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co

***

Responder

@sheilalinha

05 de novembro de 2010 às 10h57

Meu Deus! Fiquei pasma com o que li no blog do tal "vampiro de Curitiba", como se auto-denomina a criatura paranaense que prega o ódio a quem não é sulista… Impressionante existir gente assim. E o cara tem seguidores, um bocado deles… Quanto desperdício de energia e vida! O endereço do blog foi postado pelo Marcos Goes, num dos comentários. É de arrepiar. http://migre.me/1ZZxc

Responder

Thamiris

05 de novembro de 2010 às 10h53

Dizem a más línguas que o Twitter vai lançar uma versão especial com "zero caractere" – já batizada de "mayara petruso" – para pessoas que não têm o que dizer ou que seria melhor não dizerem nada.
http://bananapost.wordpress.com/2010/11/05/twitte

Responder

maconheiro

05 de novembro de 2010 às 10h48

Tem mais paulistas na Bahia do que baianos em São Paulo ,pode contar !

Responder

sergio

05 de novembro de 2010 às 10h48

Bela atitude, isso inibe os futuros delinquentes.

Responder

Fernando Bessa

05 de novembro de 2010 às 10h39

Eu não sei se essa moça é educada e mesmo já tenho que questionar o significado de educação. Não sei onde li, já que leio muita coisa solta pela rede, mas alguém alertou para as faculdades que formam analfabetos funcionais. Fiquei surpreso de imediato, mas mais adiante entendi.

É normal acharmos que uma pessoa é educada apenas pela imagem recebida: a cara dela é boa e isso já dá leitura que o salário é bom e a educação idem.

Responder

Fausto Loureiro

05 de novembro de 2010 às 10h28

Ela chegou lá! Venceu! Que menina chique! Saiu num jornal de Primeiro Mundo!

Responder

De Paula

05 de novembro de 2010 às 10h15

Intteressante : o serra , mais de uma vez, afirmou que se preparou a vida inteira para ser presidente. Presidente do que ? Do PIG ? Pois nem do Juventos consegue . Aliás , sera que sabe onde fica o Juventos ? Sou paulistano e posso dizer que o serrote pertence a uma parcela que pouco trabalha. Vivem de mesadas ou encostados nos pais.Conheço vários.Comem mortadela e arrotam caviar.A eleição teve uma coisa de bom : mostrou para muita gente a arrogancia destes tucanos – serra, fhc , globo e PIG em geral. Tive a satisfação de ouvir o arrependimento de um colega que votou no serragio .Bay, bay tucanada. O Aecio que se cuide ou então saia do PSDB.

Responder

Carla

05 de novembro de 2010 às 10h14

Eu realmente não entendo a gestão da Lei no Brasil.
Essa moça estava lançando bosta no ventilador faz tempo e o escandalo estorou só depois das eleições?
De todas as mentiras contra Dilma (e Lula) por parte dos Serristas, ninguém falou nas esferas da Justiça, me parece. Do outro lado, a infléxivel dra Cureou mandou devolver os panfletos anti-Dilma ao bispo… Realmente en não entendo como uma pessoa só pode fazer tanto dano sem que colegas ou instituição não intervenham para parar essa loucura…

Responder

josaphat

05 de novembro de 2010 às 09h51

Os comentários dessa moça não estariam estranhos, pela agressividade e sandice, na boca de meus alunos adolescentes e quase ainda miseráveis. Mas vindo de uma pessoa presumidamente educada, causa tristeza em constatar, mais uma vez, como somos carentes de uma elite digna, se é que isto tal coisa.

Responder

    Hermes

    05 de novembro de 2010 às 10h21

    O problema é que as "pessoas presumidamente educadas" (como vocês diz, penso, se referindo aos universitários) se medem por constituir a turba que hostilizou uma moça pelo tamanho do seu vestido e ações semelhantes. Os alunos para os quais melancolicamente leciono, em curso de Direito, defendem, e o fazem reiteradamente, a ditadura militar. Ao combatê-los, esmoreci quando vi um senhor de pouco mais de sessenta anos endossando tal defesa. O cancro conservador e, conseqüentemente, autoritário é mais forte do supomos muitas vezes.

    Geloca

    05 de novembro de 2010 às 13h39

    Josaphat, tais comentários soariam estranho em qualquer boca pois não não se originam de conhecimento formal, aos quais pessoas de nível socio economico razoável têm acesso, mas da construção de crenças e valores erigidos em famílias tanto pobres quanto ricas, ou nas escolas públicas e demais, enfim em sociedades que respeitam os direitos individuais e sociais, para dizer o mínimo.

Carlos.

05 de novembro de 2010 às 09h41

O panfleto citado neste comentário foi distribuído encartado em material de propaganda de um candidato do psdb aqui no meu bairro.

Rubens
· 8 horas atrás
FECHANDO O CERCO, DEU NA VEJA: http://veja.abril.com.br/blog/eleicoes/sem-catego….

29/09/2010
às 17:42
Panfleto de Serra acusa Dilma de não gostar de São Paulo
Circula nas ruas um panfleto da campanha de José Serra (PSDB) acusando Dilma Rousseff (PT) de não gostar de São Paulo. O material, assinado pela coligação “O Brasil pode mais”, lista nove episódios em que, segundo os tucanos, a ex-ministra deixou São Paulo na mão. “Metade do que o governo federal arrecada vem de São Paulo. Sabe quanto mandam de volta? Só 12%”, diz o texto. “Tratam mal São Paulo e querem que o paulista se contente com mixaria. São Paulo não gosta de quem não gosta de São Paulo.”

Com tiragem de 500.000 exemplares, o panfleto está sendo distribuído desde o início do mês em todo o estado. Ele compunha um kit entregue a mulheres reunidas para um almoço de campanha na segunda-feira, em um clube da capital paulista. O evento foi organizado pela mulher do candidato, Monica Serra, e contou com a presença dele.

Na frente, sob um fundo vermelho, está escrito: “Durante 7 anos Dilma prejudicou São Paulo” e “Dilma não gosta de São Paulo”. No verso, há acusações como “sobrou dinheiro público para as viagens da Dilma. Faltou para os trens em SP. Zero. Nenhum centavo” e “São Paulo pediu recursos e Dilma não mandou. Sentou em cima de 1 bilhão de reais para a segurança de São Paulo”.

Responder

    Cícero

    05 de novembro de 2010 às 12h07

    O Serra deveria ser processado também junto com a criminosa mayara. Sou a favor da intituição da pena de morte no Brasi ou, pelo menos, prisão perpétua. Aqui no Brail, nego faz o que quer, passa dois ou três na cadeia e depois é liberado.

Cindão

05 de novembro de 2010 às 09h37

Francisco esta tal de mayara (com letra pequena mesmo), talvez represente o pensamento de uma boa parte dos paulistas da cidade de São Paulo (paulistanos), mas com certeza não o da grande maioria dos nativos do estado de São Paulo. Gostamos de nordestinos, nortistas sim como também gostamos das pessoas do sul, do centro oeste, etc.
Queremos um Brasil para todos e não só para uma minoria que se acham o supra sumo da berijela estragada. Eles sim denigrem a imagem do Brasil no exterior.
Viva o norte e o nordeste.

Responder

Carlos.

05 de novembro de 2010 às 09h37

Quando a mayara vai sair na playboy? Como se sabe, um grupo neonazista pró-apartheid afrikaner é sócio da abril… Quando vai ser entrevistada, aos prantos, pela anameba braga? Quantos animais desta mesma espécie se escondem por trás das carinhas bonitas (ou não) que frequentam nossas universidades, algumas delas públicas? Com quanta gente deste tipo cruzamos diariamente pelas ruas? Quantos daqueles boçais que hostilizaram Geise Arruda engrossaram o coro puxado por esta tal de mayara? A Geisy saiu numa revista, será que a mayara vai sair em outra? Perguntas, perguntas e duas congratulações: Parabéns, josé serra! Parabéns candidata do Acre! Daí de cima do muro, o que você acha da situação?

Responder

victor

05 de novembro de 2010 às 09h33

Os carecas do ABC fizeram escola,

Responder

Jair de Souza

05 de novembro de 2010 às 09h32

Lamentavelmente, eu acho que essa jovem de mentalidade nazi-fascista atingiu seu objetivo. Apesar de toda sua insignificância, ela é hoje uma "celebridade" internacional. E não adianta acreditar que ela vai sentir remorsos ao constatar toda a crítica feita a suas atitudes racistas. Nada disso, a posição de destaque que ela alcançou junto a seus pares racistas deve ter elevado muito seu ego. Seguramente, se ela se lançar como candidata a vereadora ou deputada por São Paulo nas próximas eleições, será eleita com muito boa votação. E também não adianta dizer que foi descuido dos pais. Muito provavelmente, este ódio racista pode ter sido adquirido na própria educação familiar. É triste mas é bem possível que ela apenas esteja externando aquilo que lhe vem sendo inculcado na mente desde que nasceu.

Responder

    Flavio Lima

    05 de novembro de 2010 às 11h47

    Calma Jair. O processo vai rolar sim, e nós devemos acompanhar de perto, até pra evtar sua previsão.

Luis

05 de novembro de 2010 às 09h13

A Mayara poderia estagiar com o Gilmar ou com o Marco Aurélio Mello lá no STF?

Responder

Paulo palavra

05 de novembro de 2010 às 09h13

Se posar pra Playboy pode vir a se tornar recorde de vendas, se o marketing da revista explorar veladamente o "estupro virtual" da "patricinha puta" a ser "comida violentamente" por todos nordestinos e demais brasileiros revoltados pela atitude "violenta" dessa moça (estripadora do nordeste – ainda de quebra muitos de seus pares machos "estripadores" que a apoiam irão comprar tb). OBS: A natureza humana é violenta, basta só saber como canalizar- la (manipula-la) como a campanha de serra fez com a ajuda das organizações mafiosas GLOBO..

Responder

Luis

05 de novembro de 2010 às 09h09

Pronto, o MOVIMENTO JUVENTUDE PAULISTANA já tem sua versão Horst Wessel de saias. Levantem alto a bandeira! Depois que a miséria do fascismo foi possível, reeditar em qualquer canto é muito mais fácil, basta apertar os botões errados. Abaixo todas as formas do fascismo.

Responder

ValmontRS

05 de novembro de 2010 às 08h59

Esta ação tem que ser acompanhada de perto pela imprensa e pelos movimentos sociais.
Não podemos deixar que a impunidade sobrevenha após os primeiros flashes. Como já foi dito aqui, esse caso é emblemático e tem um grande peso, no sentido de educar as pessoas, coibindo novos abusos… ou não.

Responder

Mônica Athayde

05 de novembro de 2010 às 08h54

Pior não é isso!!! Tá arriscado ela ser convidada para posar nua e se tornar um "ícone"(?!!!) de sei-lá-o-que…da resistência tucana, talvez…rsrsrs Será que vai ser geysi arruda II? O Retorno?

Responder

    Daniel Roiha

    05 de novembro de 2010 às 14h57

    Não tem comparação!!! Pelo menos a Geysi era pobre e foi hostilizada na facu, e só usou a Bun%$#%, pra dar um "UP" na vida, comprar uma casa, ect…

    Essa aí, pelo jeito não tá precisando. Tá mais pra preconceito burgo familiar mesmo.

    Um paralelo nas duas histórias é como ajuventude assume um comportamento de "manada". É só ouvir alguma coisa que toda a galera vai na onda, sem ao memos refletir porquê está agindo assim. Neurônio está virando artigo raro por aí.

Marcos Goes

05 de novembro de 2010 às 08h51

Olha a direita pregando a separação do país. Antes eles queriam a separação do Sul, agora estes democratas querem simplesmente a expulsão do Nordeste:
http://migre.me/1ZZxc

Isso não dá cadeia? Cadê o ministério público?

Responder

    Marcos C. Campos

    05 de novembro de 2010 às 11h48

    Nao acesso este site indicado.

Regina

05 de novembro de 2010 às 08h51

Há muito que me enojo de certos comentários terríveis que leio na internet. Quando há notícias sobre Lula, PT, Dilma, não leio os comentários, que são de revirar o estômago.
Felizmente as medidas estão sendo tomadas. Que isto sirva de lição para esta inundação de bobagens que lemos a respeito de nossos governantes eleitos pelo voto democrático.
Está na hora também de dar um basta nas declarações insanas de Azevedos e Madureiras. Eles fazem o mesmo que as mayaras e amigos espalhados por aí.

Responder

Lili

05 de novembro de 2010 às 08h45

Vem cá, e esse escritório Peixoto e Cury Advogados não demitiu essa menina, não? Na minha opinião, ela era para estar no olho da rua, sem dó nem piedade. Imagina, queimar assim o nome do escritório…

Responder

    Flavia

    05 de novembro de 2010 às 13h05

    Demitiu. Alguns sites noticiaram, mas fico devendo o link.

jose

05 de novembro de 2010 às 08h22

Ainda chocado, daqui do Sul onde sempre vivi, com o racismo e a xenofobia de Mayara et caterva, me tranquilizo um pouco com a atitude tomada pela OAD-PE. Temos que agir e por um ponto final neste fascismo à brasileira. Ministério Público e Polícia Federal no encalço desses verdadeiros bandidos do Twiter! Abaixo toda a forma de racismo e discriminação. Abaixo todas as faorma de fascismo.

Responder

marcia

05 de novembro de 2010 às 08h22

Os gringos quando virem essa foto dela vão achar estranho……..vão se perguntar de q ela tem preconceito….

Pq ela tem cara de latina…….é paulista e odeia nordestino,ok…….só q ela não tem cara de alemã….

Responder

bissolijr

05 de novembro de 2010 às 08h20

O que se espera? Punição de acordo com a lei, mas com muita publicidade, afinal, tem que haver certo didatismo no caso em questão, como forma de barrar episódios criminosos lamentáveis como esse.

Responder

    leo pinto

    06 de novembro de 2010 às 13h31

    Não concordo com o que ocorre, claro. Não se trata de "nordestinos" mas de pessoas. Mas qual o conceito de liberdade de expressão? Emitir opinião é proibido? No caso dela não foi só opinião, foi incitação a agressão, pra falar por baixo. Mas como entendidos em questões legais, dizer o que pensa é errado? Então não somos livres…

Janes Rodriguez

05 de novembro de 2010 às 08h14

E em qual faculdade de direito essa moiça "estuda"? Que tipo de formação lhe estão vendendo? Coincidencia ou não, a UNIBASN que fez o que fez com a Geisy, também é de São Paulo, bem como o "rodeio" perverso praticado por alunos contra as alunas gordinhas, na UNESP, que também é de São Paulo. O MRC não acha que tem que começar a intervir nessas instituições? É essa a aformação que essa geração está recebendo no ensino dito "superior"? É esse aprendizado de barbárie, de cicnismo, de truculência? É isso que bispos bergionzinis estão ajudando a construir nas igrejas com sua pregação misógina? É esse o país que os paulistas querem constuir pra si? Pois olha, estou começando a gostar da ideia de São Paulo separar do restante do Brasil. Acho que ia dar uma boa arejada na nossa cultura e nas relações sociais. Seu racismo só não é menor que sua soberba e ignorância juntas.

Responder

    Cícero

    05 de novembro de 2010 às 12h23

    Ela estuda na FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas. O ingresso nessa faculdade é "livre". O vestibular é simbólico: você é matriculado, mesmo que não seja aprovado.

Aracy_

05 de novembro de 2010 às 08h00

What a shame, Ms. Petruso. Que vergonha mundial!

Responder

Priscila Susan

05 de novembro de 2010 às 07h52

É Serra veío de guerra, tú conseguisse! calúnia, injuria, defamação isso tudo é fichinha, bom mesmo, é o ódio, a intolerencia, a exclusão e a endofobia. Bacana Serra, vc conseguiu.

Responder

FrancoAtirador

05 de novembro de 2010 às 07h36

.
SERÁ QUE FOI O PAI DESSA GURIA QUEM MANDOU FAZER O PLACAR DO IMPOSTÔMETRO ?
.

Responder

    Arlindo

    05 de novembro de 2010 às 10h19

    A OAB de SP está ocupada preparando o Cansei II.

Gerson Pomari

05 de novembro de 2010 às 07h35

E onde está a OAB de São Paulo??????
Será que ela vai correr e defender a "jênia" estudante de direito??

Responder

Luciana

05 de novembro de 2010 às 07h34

Uma reportagem desta afugentará até investimentos para a cidade. Ninguém quer investir num estado racistas que poderá ter problemas graves de tensão racial se a PF ea Justiça não intervierem rapidamente e eficazmente. São Paulo com esta reportagem esta caracterizada como uma cidade racista.Myara Petruso a Miss Racista de São Paulo.

Responder

Luciana

05 de novembro de 2010 às 07h32

Sou paulistana, e realmente os brancos da Chuíça de origem da "eleite decadente" são racistas. Mas perderam o poder político e a cidade vai ficar isolada, porque se é para separar que fiquem sózinhos.O poder político que se instalou por aqui porduziu um separatismo cretino, odiendo e desentenado do mundo, de tratados internacionais.O separatismos destruiu a cidade de São Paulo, o tempo vai mostrar a todos nós.

Responder

Nilva

05 de novembro de 2010 às 07h12

Ela estuda na FMU. É colega de classe do meu sobrinho que deseja que ela seja punida exemplarmente porque, segundo disse, ela é uma babaca preconceituosa e não pode usar as eleições como desculpa pra seu comportamento.

Responder

    Baixada Carioca

    05 de novembro de 2010 às 19h29

    E a faculdade manifestou alguma coisa pelo menos pra dizer que ela não aprendeu a ser xenófoba por lá?

Hugo (comodín)

05 de novembro de 2010 às 06h46

Só espero agora que ela não vire uma Geise Arruda às avessas!

Do jeito que as coisas andam no Brasil, daqui a alguns dias estará ela no "superpop" (eca), dando suas opiniões e se desculpando de forma cínica.

Logo depois, irá ganhar outras mídias… Quem sabe, até virar uma atriz de malhação na Globo? (eca de novo! rss…)

Responder

    Roger Oliveira

    05 de novembro de 2010 às 23h48

    Lava a boca antes de você falar essas coisas, cara! Lava a boca, hehehehe….

Alexandre Araújo

05 de novembro de 2010 às 05h28

Que beleza, a Patricinha dos Jardins ganhou o mundo. E eu que pensava q os 15 minutos de fama lhe renderiam apenas aparecer numa numa revista masculina de chapéu de cangaceiro, reencarnando a Maria Bonita de São Paulo. QUe nada, a "menina-prodígio" vai para na Penthouse americana ainda.

Responder

    Everson Araujo

    05 de novembro de 2010 às 07h34

    o Curioso eh q todo mundo, exceto os nordestinos concordam com ela, mas a hipocrisia impede as pessoas de assumirem isso, eu valorizo muito mais a atitude dela de expor isso do que a das pessoas que se omitem por covardia.

    marta

    05 de novembro de 2010 às 10h57

    todo mundo quem cara pálida? só se forem os teus amigos. Eu não conheço ninguém que concorde com ela.

    Maurício Bandeira

    05 de novembro de 2010 às 11h06

    todo mundo quem, cara pálida? se você concorda com ela meus pêsames, mas você não pode generalizar. Com certeza a turma que concorda com ela é minoria.

    Rogério Leonardo

    05 de novembro de 2010 às 11h11

    Vai se catar Everson, aprende a ser gente antes de postar uma idiotice destas aqui no Azenha. Você é um doente mental!!!

    RodrigoR

    05 de novembro de 2010 às 12h52

    Vc tá de sacanagem concordar com ela né?..Valorizar preconceito, era só o que faltava…

Bonifa

05 de novembro de 2010 às 05h18

O texto da "criatura" deve ser analisado. Quando ela expõe sua opinião sobre o Bolsa Família, está reproduzindo as idéias disseminadas pela campanha subterrânea de Serra. Logo… Ela foi levada a pensar assim por uma facção política genuinamente serrista. Serra jamais falou explícitamente que reconhecia o BF como sendo um programa correto. Ele falou, como promessa de campanha, que estava disposto a continuar e até ampliar este programa em troca dos votos de seus beneficiários. Portanto… Foi sim, a campanha de Serra que levou o país ao vexame de ver surgir esta xenofabia, cujo alcance e dimensão não é possível avaliar.

Responder

    Hugo Comodín

    05 de novembro de 2010 às 06h50

    Não creio!
    Ela não foi levada a pensar assim por conta da campanha de Mister Burns.
    Isso vem de berço. Educação invertida dada pelos pais dela.

    A campanha de Serra apenas aflorou um preconceito latente que já permeia a cabeça de uma minoria expressiva da população, vide, o movimento separatista de SP.

    Yawara

    05 de novembro de 2010 às 07h32

    É o Tea Party Brazil!

    ValmontRS

    05 de novembro de 2010 às 08h54

    O guru indiano aplicou na campanha do serrágio o mesmo sistema maquiavélico que aplicaram contra Obama. Primeiro, fazem pesquisas qualitativas para detectar os preconceitos existentes contra a adversária. Depois, detonam spams específicos para cada preconceito. Desta forma, apenas ampliam os preconceitos já existentes na sociedade.
    Acho que tais práticas deveriam ser banidas do nosso país. Vejam o que ocorreu após as eleições nos EUA e aqui no Brasil: fascismo em alta. Na reforma política que estão planejando, deveriam abordar essa prática, cominando-a com pesadas sanções.

Cristiana Castro

05 de novembro de 2010 às 04h01

Caraca, que mico! Mulher maluca. Como é que pode uma coisa dessas? Pqp, Azenha, os pais não se preocupam mais nem em explicar aos filhos o que é crime e o que não é? Esses filhos da nossa elite piraram, completamente, eles acham que podem tudo e qq coisa. Essa menina é estudante de Direito! Cara que absurdo. Mesmo que os pais não queiram impôr limites, deveriam, ao menos, lembrá-los que existem leis e que contra isso, nem eles ( pais ) podem muita coisa. Tô chocada.

Responder

    carlos hely

    05 de novembro de 2010 às 06h57

    Ela é estudante d Direito e estava fazendo estágio em uma empresa de advocacia em ão Paulo! Ela sabia o que estava fazendo. Cadeia nela para mostrar para a sociedade que racismo é crime.

    Marcos C. Campos

    05 de novembro de 2010 às 11h51

    Estudante de direito e um dia chega a juiza …

Paulo

05 de novembro de 2010 às 03h13

Fico imaginando quantos advogados, médicos, engenheiros, etc., estão se diplomando por aí com uma formação tão deficitária quanto a dessa moça. É o preconceito em sua forma mais abjeta sendo utilizado como principal filtro político. Lamentável.

Responder

    Renato

    05 de novembro de 2010 às 11h12

    Formação Acadêmica pode ser boa, mas a do carater….! Carater não vem das universidades e sim do seio familiar.

daniel

05 de novembro de 2010 às 03h08

Mal começou a vida, e queimou o filme no mundo todo…

Responder

    sergio

    05 de novembro de 2010 às 09h33

    Que isso….ela vai virar a musa da direita reaça…quem sabe vire capa da plaboy do civita….

Fernandes

05 de novembro de 2010 às 03h04

Tem que haver uma punição. Mas a punição tem que ser exemplar. O Pimenta Neves matou, disse que matou, covardemente pelas costas sua amante, e até hoje está solto, quiçá passeando de iate com um charutão no bico. Os ministros do STJ, do STF, TST nas votações, gostam muito de falar, falam bonito, são até muito prolíxos e no fim não sabem o significado da palavra escrúpulo. Tem até ministro que dá "salto triplo carpado em hermeneutica" para explicar o inexplicável. Assim, desse modo, eu esperei por uma ação de horas extras, ISSO MESMO HORAS EXTRAS, em desfavor da empresa que trabalhei por 24 anos, e só recebi 10(dez)anos depois e até reduziram o valor por que o sr. ministro julgador achou que eu iria me tornar Zé Rico, o milionário.

Responder

francisco p neto

05 de novembro de 2010 às 02h30

Se ela queria ficar famosa, pronto, já ficou!
Está na mídia internacional.
Qualquer um pode ficar famoso, com ou sem atributos.
Garota de programa anunciando em sites especializados, ou a patricinha aí de cima se comportando pior do que tal.

Responder

iamoraes

05 de novembro de 2010 às 02h29

“It is inconceivable that a law student has attitudes contrary to the social function of their profession,” said Henry Mariano, president of the OAB in Pernambuco. “How will someone with this behavior become a professional who needs to defend justice and human rights?”:

That is right. Inconceivable. She can't be a lawyer. She would be a perfect brazilian judge.

Responder

    FrancoAtirador

    05 de novembro de 2010 às 07h50

    OU VICE-PROCURADORA ELEITORAL.

Cornélius/Londrina

05 de novembro de 2010 às 02h18

A Ma Yara xenófoba conseguiu fama internacional. Que exemplo de brasileira.
Quem escreve o que quer é escrevinhado no que não quer.
Não se preocupe queridinha, não vai precisar nem consultar os classificados para conseguir um novo estágio. Ahh…que tal trabalhar na chapelaria de algum forró famoso de Sampa? Os universitários adooooram e vc tbm vai adorar um pé-de-serra bem dançadinho.

Responder

Antonio Eduardo

05 de novembro de 2010 às 02h16

Este é o legado de quem se considera mais preparado para dirigir o Brasil. Um legado de ódio!
Esta menina idiotizada, provavelmente estudante de "bons colégios" competivos que não mais formam, apenas informam para que seus alunos apareçam nas suas peças publicitárias poderia responder perguntas como:
Onde passa suas férias? Reparou nos garçons dos bares e restaurantes que frequenta? Está disposta a fazer a faxina da sua escola, incluindo os banheiros? Nas baladas, balança o corpo quando toca que tipo de música? Esta mocinha e seus amigos se esquecem que São Paulo deve muito ao resto do Brasil e ao resto do mundo. Falam em preservar a cultura paulista mas, qual cultura. italiana, espanhola, árabe, judaica, chinesa, japonesa, coreana, nordestina, gaucha, qual a cultura que esta moçoila quer preservar. Se soubesse um pouco de história, saberia que os bandeirantes não passavam de bandidos, nossas famílias quatrocentão, como gostam de dizer, começaram suas fortunas matando e explorando índios e escravos, o Senador Vergueiro tido como empreendedor que anteviu a libertação dos escravos não passa de um "gato" que explorou o sangue de italianos confinados nas suas fazendas. São Paulo e Minas foram responsáveis por desencadear o golpe que depôs Jango, um governante legítimo. Esta moça e seus amigos precisam estudar um pouco de história!
Mas esperar o que da maioria da população do estado que tem a única universidade cercada por muros.
Pouco ouço ou leio sobre isto mas nosso absurdo, a empáfia da maioria do povo deste estado é mostrado nos muros que cercam a USP.
Um absurdo que mostra quanto os paulistas são preconceituosos e o preconceito começa exatamente onde deveria haver liberdade de pensamento.
José Serra não passará a história como presidente, seu legado histórico será o de ter reavivado preconceitos e ódio contra brasileiros de outros rincões.
Se preparou a vida toda para isto!

Responder

    Mila

    05 de novembro de 2010 às 08h17

    Gosto de metade do que escreveu. A outra, cai no erro da generalização. Nem todo paulista é preconceituoso nem toda a USP o é. É preciso cuidado com generalizaçoes deste tipo.

    victor

    05 de novembro de 2010 às 09h12

    Parabens!

    Belo texto,na veia, vc apontou uma chaga na historia que sao as Entradas &Bandeiras mas esqueceu de dar ênfase a maior estatua que temos na cidade a vergonhosa BORBA GATO um assassino de indios, venerado pelas oligarquias paulistanas analfabetas em historia.
    Getulio Vargas um dos maiores presidentes desse Pais nao possui nenhuma rua ou avenida com seu nome,por que sera?

    Antonio Eduardo

    05 de novembro de 2010 às 12h24

    Simples,
    Porque em determinado tempo foi contra a oligarquia paulista que fomentou uma revolução.
    Enquanto os barõejavascript:%20postComment(1);s ficaram em suas salas de estar mutos jovens idiotizados como esta moçoila pegaram e armas e deram sua vida pela causa dos barões.

    Isafan Silva

    05 de novembro de 2010 às 10h51

    Concordo totalmente, faço minha suas palavras.

    Renato

    05 de novembro de 2010 às 11h16

    Eu concordo com texto inteiro, apenas em um ponto:
    "provavelmente estudante de "bons colégios" competivos que não mais formam, apenas informam "
    Prefiro os colégios que apenas informam do que os colégios que formam socialistas ladrões e vigaristas.

Fabrício Oliveira

05 de novembro de 2010 às 01h18

Shame!
Ela tem, simplesmente, ódio de classe em boa parte alimentado pela mídia.

Responder

Rubens

05 de novembro de 2010 às 01h16

FECHANDO O CERCO, DEU NA VEJA: http://veja.abril.com.br/blog/eleicoes/sem-catego

29/09/2010
às 17:42
Panfleto de Serra acusa Dilma de não gostar de São Paulo

Circula nas ruas um panfleto da campanha de José Serra (PSDB) acusando Dilma Rousseff (PT) de não gostar de São Paulo. O material, assinado pela coligação “O Brasil pode mais”, lista nove episódios em que, segundo os tucanos, a ex-ministra deixou São Paulo na mão. “Metade do que o governo federal arrecada vem de São Paulo. Sabe quanto mandam de volta? Só 12%”, diz o texto. “Tratam mal São Paulo e querem que o paulista se contente com mixaria. São Paulo não gosta de quem não gosta de São Paulo.”

Com tiragem de 500.000 exemplares, o panfleto está sendo distribuído desde o início do mês em todo o estado. Ele compunha um kit entregue a mulheres reunidas para um almoço de campanha na segunda-feira, em um clube da capital paulista. O evento foi organizado pela mulher do candidato, Monica Serra, e contou com a presença dele.

Na frente, sob um fundo vermelho, está escrito: “Durante 7 anos Dilma prejudicou São Paulo” e “Dilma não gosta de São Paulo”. No verso, há acusações como “sobrou dinheiro público para as viagens da Dilma. Faltou para os trens em SP. Zero. Nenhum centavo” e “São Paulo pediu recursos e Dilma não mandou. Sentou em cima de 1 bilhão de reais para a segurança de São Paulo”.

O material cita, de forma equivocada, a falta de um novo aeroporto na capital paulista como causa do acidente com o voo 1907 da Gol, na Amazônia, em 2006. A precariedade do aeroporto de Congonhas provocou, na verdade, a tragédia com um avião da TAM, que varou a pista e matou 199 pessoas, em 2007. “Dilma prometeu novo aeroporto e não fez. Acidente da Gol, São Paulo vive o caos aéreo. Dilma promete e não cumpre a palavra. Era só papo”, acusa o papel.

O tom direto e crítico do panfleto destoa do conjunto do material de Serra. A confecção dele foi uma exigência da militância tucana, que pressionava pela divulgação de argumentos mais contundentes contra Dilma. Os panfletos estão sendo distribuídos pelos próprios militantes, e não por cabos eleitorais pagos, em locais de grande circulação de todo o estado.

Até então, a campanha de Serra vinha priorizando a divulgação de feitos e promessas do candidato. Para ajudar na caça de votos, por exemplo, elaborou um material de apoio aos mobilizadores da saúde, cartilha de 22 páginas com as experiências do tucano como ministro e governador.

A distribuição dos panfletos com ataques a Dilma coincidiu com a queda de Serra nas pesquisas de intenção de voto no estado. O início de setembro marcou uma virada no quadro presidencial em São Paulo. Dilma tinha 34%, subiu para 44%. Serra tinha 41%, caiu para 36%. Os dados são das pesquisas Datafolha de 12 de agosto e de 3 de setembro. De lá até o dia 22 de setembro, última pesquisa com recorte estadual, o cenário mudou pouco. Dilma tem 40% contra 35% de Serra.

(Carolina Freitas, de São Paulo)

Responder

avesani

05 de novembro de 2010 às 01h15

Sao muitos os idiotas no Facebook, infelizmente…

Responder

Paulo

05 de novembro de 2010 às 01h06

Agora sim, me sinto tranquilo apósa ação da OAB-PE!
Abçs,

Responder

Wellington_Vibe

05 de novembro de 2010 às 00h55

É dever da sociedade que a lei cumpra sua função quanto as declarações dadas não só por essa pessoas, mas por todos que usam das redes sociais para divulgar idéias xenófobas, racistas e violentas. Isso é fruto da campanha suja que o Sr. Serra iniciou e que vai perdurar durante os próximos quatro anos. Tenho certeza que testemunharemos um acirramento dos ânimos e a busca por posicionamentos extremados.
O que dá mais medo é que a propagação desse preconceito é e está sendo feito por jovens estudantes universitários e de classes sociais que permitem vasto acesso a cultura e informação. A ignorância nesse momento é fruto exclusivo dessa classe de autodenominados intelectuais de internet que nunca leram um livro na vida.

Responder

Marcos Neves

05 de novembro de 2010 às 00h53

Ficou famosa. Punição exemplar para a patricinha: dois anos sem ir ao shopping! Ela não vai suportar…

Responder

antonio

05 de novembro de 2010 às 00h45

THis is the end, sadness

Responder

Indignado

05 de novembro de 2010 às 00h44

Caso esta energúmena não seja condenada à prisão, deveria ser sentenciada a prestar serviços à comunidade, trabalhando nas obras da transposição do Rio São Francisco por 6 meses, seria muito mais construtivo ver a patricinha aí acimentando o canal que ajudará milhares de nordestinos, aprendendo regras básicas do mundo em que ela não vive – seu mundo é mínimo (mesmo que conheça vários países). Além de cumprimentar e conviver com os trabalhadores honestos, a quem ela humilha em alto tom pela tela do computador. E depois da tarefa cumprida, ministrar palestras na 'facul' sobre igualdade de direitos e respeito ao próximo.

Responder

Ane

05 de novembro de 2010 às 00h42

A imprensa não supõe que Dilma ganharia mesmo sem os votos do NE. É um fato!

Responder

Ercília Maria

05 de novembro de 2010 às 00h39

Enfim, a OAB (pelo menos a de Pernambuco) presta um ótimo serviço ao Brasil!
Muitos internautas ultrapassam o limite da critica (mesmo se se considera a grosseira e baixa) e passam a divulgar e alimentar ódios racistas (no caso, até com incentivo a assassinato!). Isso não pode ficar escondido sob o manto do direito de expressão. E, considerem, ainda, que a internauta Mayara Petruso era estudante de direito! Que horror!!!
Diante de tudo, só me resta parabenizar OAB/PE, mesmo sabendo que, provavelmente, o Min.Público de SPaulo não encaminhará o processo à Justiça, sob a alegação de que a "menina" estaria sob a influência emocional dos debates acirrados da eleição presidencial. Concordam?

Responder

renato andretti

05 de novembro de 2010 às 00h28

the book on the table, tnque ver mate, the dog nhec nhec may perneiçion.very good, the comenticion, the us big opinion about my contry……..i fell good..

Responder

suldestino

05 de novembro de 2010 às 00h28

Chupa Petruska!!!

Responder

Marcelo Almeida

05 de novembro de 2010 às 00h28

Essa miserável tem que mofar na cadeia!! Sem mais!

Sds.

Responder

João Lucas

05 de novembro de 2010 às 00h27

Realmente um absurdo, como diz o texto, uma estudante de direito, que deveria defender os direitos humanos, ter opiniões como essa. Mas ao mesmo tempo não sei se processa-la ou prende-la, como se fosse a única que expressa tal opiniões, seria justo.

Responder

    Nilva

    05 de novembro de 2010 às 07h04

    É justo sim na medida em que foi ela que se expressou com atitudes racistas e incitou ao crime e deve ser punida nos rigores da lei. Como estudante de Direito ela tem a obrigação de saber que o não conhecimento da lei não a exime do crime. As pessoas são responsáveis pelos seus atos e como tais respondem por eles.

    Herrero

    05 de novembro de 2010 às 13h56

    Demorou. Processa já.
    Numa estrada, enquanto o policial multa um veículo por transitar acima da velocidade, outros passam pela cena na mesma infração. O policial só pega um por vez.
    Mayara, você caiu.

luis david

05 de novembro de 2010 às 00h19

O que mais me assusta é que tal senhorita vai um dia ter filhos e 'educá-los'(sic) com tais valores!

Responder

    Leonardo Câmara

    05 de novembro de 2010 às 14h16

    Daí se vê como é fundamental no processo civilizatório o papel do educador (professor). Só ele pode se contrapor a esse tipo de "autoridade" materna, ou paterna, quando transviada.

priscila presotto

05 de novembro de 2010 às 00h12

Não posso fazer comentário ,pois não entedo muito Ingles.

Responder

Francisco

05 de novembro de 2010 às 00h08

Nossa, gente! Como ela ficou linda na foto! Modéstia… Como ficou bonito o Brasil na fita, heim Mayara! Chiquerrimo!! E olha que o Serra (é assim que escreve?) nem ganhou e já, tipo assim, chegamos lá! Super pós tudo! Bem, tipo assim… moderno!

Assinado: um vagabundo nordestino com Mestrado em Educação (UFBA), quatro pós-graduações (uma em curso) e professor de pós-graduações na área de artes e educação. Um imbecil inútil, em resumo. Ao contrário de você, perfeitamente descartável.

Responder

    Alexandre Araújo

    05 de novembro de 2010 às 10h12

    Ê Chicão, jogou duro, é isso aí! Só faltou o: "Bôra Bahê Minha Porra"!!!hehehe


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding