VIOMUNDO

Diário da Resistência


Pastora que assume Ministério da Mulher: “É o momento da igreja reformar essa terra”; veja vídeos
Reprodução do You Tube
Política

Pastora que assume Ministério da Mulher: “É o momento da igreja reformar essa terra”; veja vídeos


06/12/2018 - 17h06


Desconstrução da heteronormatividade significa acabar com a marginalização e a perseguição contra orientações sexuais diferentes da heterossexual. Ninguém quer destruir a família tradicional. Essa senhora está manipulando. Lorena Felix, internauta, criticando a palestra de Damares

Hoje, a mulher tem estado muito fora de casa. Costumo brincar como eu gostaria de estar em casa toda a tarde, numa rede, e meu marido ralando muito, muito, muito para me sustentar e me encher de joias e presentes. Esse seria o padrão ideal da sociedade. Mas, não é possível. Temos que ir para o mercado de trabalho. Damares Alves, assessora de Magno Malta, antes de ser oficialmente indicada ministra

A melhor forma da gente conquistar os muçulmanos para Jesus é mostrar que o cristianismo deu certo nesta Nação [Brasil]. Pastora Damares, pregando a evangélicos

O governo do presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou, na tarde desta quinta-feira (6), que Damares Alves irá comandar o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Ao lado da futura ministra, em sua primeira entrevista coletiva, estava o deputado eleito Julian Lemos (PSL-PB). Lemos é acusado de agressão pela irmã e pela ex-mulher. Os casos ocorreram entre 2013 e 2016. Jornal do Brasil

Meu compromisso com Bolsonaro foi até o dia 28, às 19h30. Tínhamos um projeto de tirar o Brasil de um viés ideológico e nosso compromisso acabou dia 28. Bolsonaro não tem nenhum compromisso comigo. Magno Malta, senador não reeleito, frustrado por não ter sido escolhido ministro

Amamos a Damares, ela tem grande atuação na frente, mas não é indicada nossa. Líder da Frente Parlamentar Evangélica., deputado Takayama (PSC-PR)

Assessora de Magno Malta irá comandar Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Jornal do Brasil

A advogada Damares Alves assumirá o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

O nome foi anunciado hoje (6) pelo ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, confirmado para a Casa Civil.

Assessora do senador Magno Malta (PR-ES), Damares comandará a pasta que será criada no governo de Jair Bolsonaro, a partir de janeiro.

O novo ministério também vai agregar ainda Fundação Nacional do Índio (Funai), responsável pela demarcação de terras indígenas e políticas voltadas para esses povos.

Com este anúncio, a equipe ministerial já conta com 21 ministros. Segundo Onyx Lorenzoni, o presidente eleito continua refletindo sobre a escolha para o Ministério do Meio Ambiente, a última pasta a ter o titular definido.

Apoiada por setores evangélicos, Damares Alves, que também é pastora, afirmou que terá como prioridade as políticas públicas para mulheres.

Segunda ela, o objetivo é avançar nas metas que ainda não foram alcançadas e propôs um pacto nacional pela infância.

“A pasta é muito grande, muito ampla e agora a gente está trazendo para a pasta a Funai. Nós vamos trazer para o protagonismo políticas públicas que ainda não chegaram até às mulheres, e às mulheres que ainda não foram alcançadas pelas políticas públicas.”

De acordo com Damares Alves, a prioridade será para a “mulher ribeirinha, a mulher pescadora, a mulher catadora de siri, a quebradora de coco”.

“Essas mulheres que estão anônimas e invisíveis, elas virão para o protagonismo nessa pasta. Na questão da infância, vamos dar uma atenção especial, porque está vindo para a pasta também a Secretaria da Infância, e o objetivo é propor para a Nação um grande impacto pela infância, um pacto de verdade pela infância”, disse.

Funai

A futura ministra negou que dificuldades e controvérsias envolvendo a Funai serão problemas.

“Funai não é problema neste governo, índio não é problema. O presidente só estava esperando o melhor lugar para colocar a Funai. E nós entendemos que é o Ministério dos Direitos Humanos, porque índio é gente, e índio precisa ser visto de uma forma como um todo. Índio não é só terra, índio também é gente”, afirmou.

Pela manhã, indígenas de diversas etnias, vinculados à Articulação de Povos Indígenas do Brasil (Apib), estiveram no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e protestaram contra a desvinculação da Funai do Ministério da Justiça.

Os indígenas entregaram uma carta a integrantes do governo de transição.

Dois representantes do grupo se reuniram com integrantes do futuro governo.

Segundo os indígenas, a manutenção da autarquia na pasta da Justiça daria mais segurança na defesa de seus direitos.

Agência Brasil

Leia também:

Tucana indicada para o Mais Médicos foi premiada por oposição a cubanos

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Paulo Aguilar

07 de dezembro de 2018 às 07h35

Me diga:

¿Qual a causa de PALOCCI ter estado preso?…
Por que Palocci está preso? Diga! À toa?…
rsrs.

Muito interessante esse texto…
Mas e quanto ao empirismo da ideia de “PeTralha” hein?

NADA se disse ou argumentou, certo?

Bom… Veja:
Dentro da palavra Petralha tem a sigla PT…
Os “Irmãos Metralhas” fazem parte do imaginário de todo mundo: icônicos e super temidos personagens das ótimas HQ’s.
E representam os mais implacáveis ladrões da fantasia existentes até hoje na representação simbólica humana moderna. Tanto pras crianças quanto para os adultos.
Petralha tem ligação de semelhança com Metralha, é óbvio.
Analisando a linguagem, ou pelo menos refletindo um pouco:

Tanto a mídia de esquerda oficialmente, e tal qual os petistas históricos, agiram e berraram imediatamente quando o Sr. Bolsonaro disse o seguinte:

que “ia metralhar os Petralhas”…

Petistas se sentiram extremamente ofendidos etc.
E até utilizaram esse fato dos — veja só! — Pe-tra-lhas, para criticar e se vitimizarem enormemente durante as eleições, agora passada…
UÉ!!! Então formalmente eles admitiram ser PETRALHAS??? Um epíteto e denominação comprometedoras??…

Não é esquisito? Como é a linguagem, hein?
Lembro que ninguém comentou isso…
Imagine se tivessem entrado na justiça? Iriam ter (o Partido dos Trabalhadores e os Petistas), então, dentro do processo, assumidos o epíteto Pe-tra-lha!

Portanto, quer dizer que o valor de verdade contido na palavra “Petralha” é inseparável de seu pessoal envolvimento.

As coisas são fantásticas!

Responder

    Jardel

    07 de dezembro de 2018 às 17h07

    Se alguma personalidade importante disser publicamente que “tem que matar os coxinhas”, os apoiadores do Golpe de 2016 assim como os eleitores do Boçalnaro se ofenderão e exigirão providências das autoridades.
    É o mesmo raciocínio, ou para você tem alguma diferença?
    Então, partindo da sua lógic

    Jardel

    07 de dezembro de 2018 às 17h10

    Se alguma personalidade importante disser publicamente que “tem que matar os coxinhas”, obviamente os apoiadores do Golpe de 2016 assim como os eleitores do Boçalnaro se ofenderão e exigirão providências das autoridades.
    É o mesmo raciocínio, ou para você tem alguma diferença?
    Então, partindo da sua “lógica”, eles se entendem literalmente como coxinhas?

Jardel

07 de dezembro de 2018 às 02h41

Religiosos, astrólogos (como Olavo de Carvalho) e numerólogos são pessoas que “sabem muito” daquilo que a Ciência jamais constatou.
Místicos… Uns com boas intenções e outros com os piores objetivos.
É bom abrir o olho.
O dízimo só serve para encher bolso de pilantra e dar poder a monstros da ignorância.

Responder

SANDRA OLIVEIRA

06 de dezembro de 2018 às 22h03 Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!