VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Quem afinal é João Faustino Ferreira Neto?


29/11/2011 - 02h54

por Luiz Carlos Azenha

João Faustino Ferreira Neto, suplente do senador José Agripino Maia (DEM-RN), foi preso em Natal durante a Operação Sinal Fechado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual. Foi acusado de pertencer a uma organização criminosa que teria atuado junto ao Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte. Ele e outros nove acusados tiveram a prisão temporária prorrogada até o próximo sábado, 2 de dezembro.

As acusações, basicamente, se referem ao que o MP chamou de golpes: um, o que obrigava os tomadores de financiamentos para compra de veículos do Rio Grande do Norte a registrar as transações em cartório (com custo de 130 a 800 reais por veículo, segundo o MP); outro, referente à contratação de uma empresa para fazer a inspeção veicular nos moldes da que a empresa Controlar faz em São Paulo.

O Blog do Barbosa, do Rio Grande Norte, reproduzido pelo Conversa Afiada, republicou entrevista dada por João Faustino ao Jornal do Commercio, do Recife, no dia 8 de agosto de 2009.

Trechos:

JORNAL DO COMMERCIO – Qual é a sua relação com o governador José Serra?

JOÃO FAUSTINO FERREIRA – Eu era subchefe do Gabinete Civil do governo de São Paulo. Deixei essa função para colaborar com o governador. Ele ainda não formou sua equipe de coordenação (de campanha), não existe ainda um coordenador, nem coordenadores regionais. Estou colaborando na condição de amigo pessoal dele, de colaborador que sou dele. Fui vice líder de Serra na Câmara dos Deputados. Sempre que convocado por ele, como eu tenho sido, procuro colaborar com esse projeto de 2010. Esse projeto (2010) ele só quer deflagrar a partir de fevereiro do ano que vem. Os eventos dos quais ele participa são eventos meramente administrativos, culturais, não têm assim a conotação nitidamente política. Tanto que em Exu ele fez questão de ser recebido quase que exclusivamente por lideranças locais.

[…]

JC – Quando o senhor foi afastado da subchefia do Gabinete Civil do governo Serra?

FAUSTINO – Em janeiro desse ano.

JC – Para assumir a coordenação da pré-campanha de José Serra no Nordeste?

FAUSTINO – Exatamente por não se estar em campanha é que não existe coordenador. Existem pessoas que colaboram com esse momento do governador – na condição de líder nacional que ele é – em várias regiões do país.

JC – Mas o senhor é filiado ao PSDB ou foi contratado pelo partido?

FAUSTINO – Eu sou fundador do partido. Sou uma das 18 assinaturas da aprovação do manifesto partidário (manifesto de criação do PSDB). Em Pernambuco, eu estive ao lado de Cristina Tavares (ex-deputada federal que faleceu em 1992), Egídio Ferreira Lima (ex-deputado federal), para não falar em Mário Covas (ex-governador de São Paulo que faleceu em 2001), Franco Montoro (ex-governador de São Paulo que faleceu em 1999), José Richa (ex-senador pelo Paraná que faleceu em 2003), Pimenta da Veiga (ex-presidente nacional do PSDB). Portanto, tenho uma presença partidária de fundador do partido. Me interesso muito por esse projeto de 2010, essa presença em várias regiões do país.

JC – O senhor é nordestino?

FAUSTINO – Sou Pernambucano, mas faço política no Rio Grande do Norte. Fui deputado por 16 anos, quatro mandatos, e hoje sou o primeiro suplente do senador Garibaldi Alves. Meu território político é o Rio Grande do Norte.

JC – Uma função de subchefe do governo de Serra presume uma razoável proximidade do senhor com o governador.

FAUSTINO – Eu conheço Serra há 50 anos. Fizemos política estudantil juntos. Participamos do Congresso (estudantil) de Santo André (SP), em 1963. Trabalhei com ele para que fosse presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes), hoje transformada em casa de pelegos. Na época eu fazia política estudantil no Rio Grande do Norte e era presidente da UEE (União Estadual dos Estudantes) e Serra era presidente da UEE em São Paulo. Depois, ele foi para o exílio e eu fiquei por aqui. Fui perseguido pelo regime militar, preso, mas fiquei no batente. Com a volta de Serra, ele se elege deputado federal e me convoca para ser vice-líder dele. Depois, quando ele foi ministro da Saúde, servimos juntos ao governo Fernando Henrique. Já sem mandato, eu ocupei o cargo de secretário-geral da Presidência da República. Nós sempre tivemos um excelente relacionamento.

O vídeo abaixo, publicado pelo Tijolaço, do deputado Brizola Neto, mostra trecho do programa “Hilneth é Show”, da colunista social Hilneth Correia, que vai ao ar na SimTV, afiliada da RedeTV em Natal. É o próprio João Faustino, descrevendo suas relações com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e com o ex-governador José Serra.

É importante fixar as informações acima antes que a gente esmiuce as 189 páginas do relatório que fundamenta o pedido do MP potiguar de busca e apreensão domiciliar e pessoal e sequestro de bens.

Além de João Faustino, também foram acusados de envolvimento o filho dele, Edson José Fernandes Ferreira, e o genro, Marcus Vinicius Saldanha Procópio. Quem quiser se adiantar, o relatório está aqui, conforme publicado pelo NoMinuto, do Rio Grande do Norte. Abaixo, como o trio é descrito no relatório:

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


27 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Altamiro Borges: Folha omite relações Faustino (Controlar) e Serra | Viomundo - O que você não vê na mídia

05 de dezembro de 2011 às 23h45

[…] Quem afinal é João Faustino Ferreira Neto?   […]

Responder

Luiz Soares

01 de dezembro de 2011 às 16h30

É incrível! A rede Globo não toca nesse assunto. Se João Faustino fosse do PT, imaginem o estrago que a Globo estaria fazendo! É por essa e outras que esse conglomerado midiático perde todo dia sua hegemonia na área. É também por essa forma de informar seletivamente que muita gente não acredita no que informa.

Responder

Geysa Guimarães

30 de novembro de 2011 às 13h18

João Faustino eu não tive o desprazer, mas seu chefe direto na Casa Civil, conheço e muito (Aloysio Nunes, o senador 300 mil).
Todas as arbitrariedades por aqui, como perseguição aos opositores (caso do meu jornal), são feitas em nome dele.
Publiquei carta a ele na última edição – em página colorida – e entreguei exemplar no escritório dele.
Até hoje, nenhuma palavra sobre o assunto.

Responder

Alex Gonçalves

29 de novembro de 2011 às 21h35

Nada sobre Controlar/João Faustino no JN. Em nenhum portal do PIG. Só falaram do metrô pra mostrar que o presidente voltou ao cargo. Roubalheira de Bilhões.

E o Fantástico faz reportagem sobre “1ªs damas da corrupção” e logo depois o PSDB tem a cara de pau de vir com uma propaganda de ratos do PT. Tenho certeza que teria sido logo na segunda-feira, mas o PSDB teve que acertar com a ‘grande’ imprensa o abafa do CONTROLAR primeiro.

Responder

Bonifa

29 de novembro de 2011 às 21h16

A propaganda dos tucanos é clara: Mostra que nove anos atrás, o PT fez uma propaganda mostrando três ratos que ameaçavam acabar com o Brasil através da corrupção. Hoje, o próprio PSDB revela em sua propaganda que dois ratos sumiram, o que é uma boa notícia. Mas único rato que sobrou ficou desmesuradamente gordo. Quem será este rato que aparece na propaganda do PSDB e que escapou à faxina na corrupção realizada pelo governo do PT?

Responder

betinho2

29 de novembro de 2011 às 18h42

Se derem delação premiada para o Faustino teremos de uma só vez a extinção da trinca PSDB/DEM/PPS e a baixa de alguns do PMDB, outros do PSB, além do nascente PSD…eita quer seria bom pra mais de metro…rsrs
Faz 50 anos que começou a formação da "cosa nostra"…é mole?????

Responder

Aracy_

29 de novembro de 2011 às 15h16

Gente, a tal da Hilneth levanta a bola para João Faustino falar sobre uma futura candidatura de FHC à Presidência. Que viagem! Hilneth e Miriam Urubóloga deveriam dividir a bancada de um telejornal da Grobo. Eita nós!

Responder

Pancho Villa

29 de novembro de 2011 às 15h13

A Veja não pediu a cabeça de Kassab.

Responder

Uélintom

29 de novembro de 2011 às 14h51

A mídia está controlando com mão de ferro essas notícias, deixando aparecer apenas o nome do Kassab, mas acho que parte do PSDB está trabalhando para a bomba levar Serra junto. Há muita gente com raiva de Serra, que não quer candidato do PSDB em São Paulo, mas um apoio do partido ao Kassab. Além disso, ele promete ser um problema (para Alckmin e Aécio) nas eleições presidenciais.

Responder

José BSB

29 de novembro de 2011 às 12h23

Já disse e reafirmo: se esse sujeito fosse do PT a imprensa paulista e a globo já teriam pendurado no pescoço do Lula e da Dilma. Que belo exemplo de amizade, não é? A parceria com o Serra teve início na política estudantil e muito anos depois foi assessor no governo de São Paulo. Apesar do sujeito ser pernambucano e ter como domicílio eleitoral o Rio Grande do Norte foi aboletado na sub chefia da casa civil…
Curioso.
Serra disse que não conhecia Paulo Preto. Vai ser dificil dizer o mesmo sobre o Faustino.
Talvez ele arrisque um "eu não sabia".

Responder

ZePovinho

29 de novembro de 2011 às 12h14

Digite o texto aqui![youtube 1NJbX7eSTZo http://www.youtube.com/watch?v=1NJbX7eSTZo youtube]

Responder

    José BSB

    29 de novembro de 2011 às 13h50

    Se o Serra fosse o presidente da república, Bob Fernandes estaria, neste momento, desempregado e limpando as gavetas na gazeta. Tamanha insolencia seria imperdoável.

    ZePovinho

    29 de novembro de 2011 às 16h42

    Tem razão,José.Esse repórter é peso pesado.

Marcelo Fraga

29 de novembro de 2011 às 11h07

"DEMOCRATAS 25 – O Partido das Novas Ideias"

Realmente. Eles são bem inventivos quando se trata de roubar o dinheiro do povo.

Responder

Bernardino

29 de novembro de 2011 às 11h01

A QUa drilha MIDIATICA,tendo como carro-chefe a REDE GLOBO,RAINHA DA CANALHICE, o Esgoto VEJA e a fossa de SAO PAULO ja estao artilculados para abafar o CASO.Ate pq é o PADRINHO deles:SERRA que esta na berlinda claro e é hora de protege-lo,pois afinal ele deu dinheiro demais para a IMPRENSA canalha fazer a campanha DELE .EStá passa ndo da hora de D.DILMA criar vergonha e convocar seu pessoal para elaborar uma LEI DOS MEDIOS semelhante a Argentina.PAREce-me que a COVARDIA Portuguesa contaminou a POLITICALHA nacional,infectando ate os de BOA VONTADE,Excetuando claro os queridos BLOGUEIROS.HAJA SACO!!!!!!!!!

Responder

Fernando Soares

29 de novembro de 2011 às 09h38

Tem que convocar uma CPI mista, coletando a assinatura dos tucanos Alvaro Dias, Aloisio Nunes, o procurador Torres, os dep. Nogueira, ACM neto e outros da trupe.

Responder

Quem afinal é João Faustino Ferreira Neto? « Ficha Corrida

29 de novembro de 2011 às 09h31

[…] Quem afinal é João Faustino Ferreira Neto? | Viomundo – O que você não vê na mídia Sirva-se:Like this:LikeBe the first to like this post. Deixe um comentário […]

Responder

eunice

29 de novembro de 2011 às 08h59

NO Estadão nem palavra sobre suas relações com o PSDB, porém na mesma reportagem menciona-se "petista" ao lado de cada nome de petista.

Responder

Maria Fulô

29 de novembro de 2011 às 05h38

Não tem coisa mais engraçada neste mundo do que um puxa-saco burro… A anta da apresentadora, talvez ignorando que Faustino é um "amarra-cachorro" de Serra que, é sabido por todos, odeia FHC, afirma alto e bom som que votaria em FHC. Imaginem o constrangimento de Faustino tendo que explicar isso ao Serra…

Responder

    Gilson Raslan

    29 de novembro de 2011 às 12h21

    Literalmente, ANTA. O que se esperar de uma colunista social? Tão vazia quanto as dondocas e os novos ricos que ela promove.

H Aljubarrota

29 de novembro de 2011 às 05h28

O assunto foi considerado "interditado" pelo PIG… Ninguém fala mais nada, seja no velho jornal em papel seja na internet. Perceberam o potencial de destruição deste escândalo que pode enterrar definitivamente não apenas Kassab e seu insipiente PSD mas todo o tucanato com Serra rodeado de lama até o pescoço. O Jornal Nacional desviou o foco para as Prefeituras. Começa a imperar entre as Famiglias midiáticas, a "Omertà" a lei de silêncio da Máfia. Que vergonha…

Responder

    Marcelo

    29 de novembro de 2011 às 10h40

    Só falta o João Faustino alegar que está sofrendo preconceito por ser nordestino,blá,blá,blá,blá…………
    Sem falar nos "estadistas" Sarney,ACM,Collor,Severino,Tasso,Ciro Gomes,Inocêncio

    Desconfiado

    29 de novembro de 2011 às 18h48

    "O assunto foi considerado "interditado" pelo PIG… Ninguém fala mais nada…"

    mais ou menos como aqui nos escandalos de corrupção dos ministros do Gov Dilma?

    ainda bem q eu sou desconfiado!

    Bonifa

    30 de novembro de 2011 às 10h55

    Desculpe, desconfiado, mas parece que você só vê o que deseja. Falou-se aquí, e muito, dos escândalos que surgiram durante o governo Dilma. Inclusive, sem deixar de levar em conta a importancia dos aspectos verdadeiros, das causas profundas do aparecimento destes escândalos, geralmente o desejo criminoso de Veja, Folha e Globo de desestabilizarem o governo, e não o cumprimento de honestas funções investigativas da imprensa. Por esta razão, por terem nascedouro na desonestidade e nas intensões ocultas da grande imprensa empresarial, tais escândalos foram sistemáticamente inflados por mentiras, superdimensionamento, superexposição e manipulação em acordo com os mais baixos truques de propaganda política dos manuais de guerra psicólogica.

    helio

    30 de novembro de 2011 às 10h58

    #QuemControlarVazaaaaChevron?

    Carmen

    30 de novembro de 2011 às 15h21

    Você não é desconfiado…você tem dificuldade de interpretar texto…os escândalos do gov. Dilma saem na veja, repercutem em todos os jornais e na internet, no jornal nacional, no fantástico, diáriamente em rádios como a CBN, que começa na madrugada com o "estarrecimento" da lucia hipólito e demais jornalistas e não usam nem o "suposto" envolvimento…é como se fosse tudo com provas irrefutáveis. No entanto, estou tomando conhecimento desse tal joão Faustino aqui no blog do Azenha. Ainda bem que costumo ler os blogs sujos, hehehe!!!!!

    Deoclécio

    01 de dezembro de 2011 às 16h43

    Eu fiquei sabendo no blog mais limpo do mundo, o do professor Hariovaldo, http://www.hariovaldo.com.br/site/2011/12/01/esta
    que ficou sabendo através do site do jornal Correio do Brasil do Rio que eu nunca havia ouvido falar.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.