VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões


21/06/2011 - 12h16

por Conceição Lemes

A saúde pública no Estado de São Paulo está sendo privatizada rapidamente, a passos largos.

O símbolo desse processo são as OSs: Organizações Sociais de Saúde. Significa que o serviço de saúde é administrado por uma dessas instituições e não diretamente pelo Estado.

Curiosamente no site da Secretaria Estadual de Saúde não há sequer uma lista com todos os hospitais, ambulatórios médicos de especialidades (AMEs) e serviços de diagnóstico administrados por OSS. É preciso garimpar na internet, nome por nome, para saber se o serviço X ou Y é tocado por OSs. É desafio até para pessoas acostumadas a pesquisar em Diário Oficial. Mas quem se der a este trabalhão – às vezes é preciso telefonar ao estabelecimento para ter certeza–, vai comprovar o óbvio: a terceirização, de vento em popa, da saúde pública do Estado de São Paulo.

O artifício é a lei complementar nº 846, de 1998, alterada pela 62/2008, do ex-governador José Serra (PSDB), que autoriza transferir às OSs o gerenciamento de todos os hospitais públicos paulistas, novos e antigos.

“Os hospitais gerenciados por Organizações Sociais são exemplo de economia e eficiência”, diz o site da Secretaria Estadual de Saúde.

A justificativa para a expansão das OSs é “a experiência de sucesso dos últimos dez anos”. Essa, especificamente, foi anexada ao projeto de lei que Serra encaminhou à Assembleia Legislativa paulista, permitindo às OSs gerenciar não só os novos estabelecimentos de saúde (como permitia a legislação em vigor desde 1998) mas também os já existentes (até então era proibido).

Artigo publicado no boletim EnBreve, do Banco Mundial, também derrama elogios às OSs.

ROMBO ACUMULADO DE 18 HOSPITAIS CHEGA A R$147,18 MILHÕES

Teoricamente as OSs são entidades filantrópicas. Na prática, porém, funcionam como empresas privadas, pois o contrato é por prestação de serviços.

“As OSS recebem os hospitais absolutamente aparelhados, de mão beijada. Tudo o que gastam é pago pelo governo do estado ou prefeitura. Além disso, recebem taxa de administração”, avisa o promotor Arthur Pinto Filho, da área de Saúde Pública do Ministério Público de São Paulo. “Entregar a saúde pública para as OSs evidentemente encarece a saúde e tem prazo de validade.”

No final do ano passado, o Viomundo já havia tornado público que, em 2008 e 2009, os hospitais geridos pelas OSS custaram, em média, aos cofres do Estado de São Paulo cerca de 50% mais do que os hospitais administrados diretamente pelo poder público. A mesma tendência se manteve em 2010, revela o cruzamento de dados dos relatórios das OSs com informações do Sistema de Gerenciamento da Execução Orçamentária do Estado de São Paulo (SIGEO)

No final de 2010, o Viomundo também revelou que, de 2006 a 2009, os gastos com as OSs saltaram de R$ 910  milhões para R$ 1,96 bilhão.  Uma subida de 114%. No mesmo período, o orçamento do Estado cresceu 47%. Ou seja, as despesas do Estado de São Paulo com a terceirização da saúde cresceram mais que o dobro do aumento do orçamento público.

Mas a situação é bem mais complicada. O Estado de São Paulo tem 34 hospitais públicos geridos por OSs. Alguns são por meio de convênios, feitos normalmente com fundações de universidades públicas. A maioria é por contratos de gestão, geralmente executados por instituições privadas ou filantrópicas.

Até o início de junho, 22 dos 34 hospitais públicos do estado de São Paulo geridos por OSs haviam publicado balanço referente a 2010.

Desses 22, apenas quatro ainda têm patrimônio positivo. Um deles é o Hospital Brigadeiro, na capital paulista, privatizado em janeiro de 2010 e gerido pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, conhecida pela sigla SPDM. Os demais são os hospitais Regional Porto Primavera (Rosana), Estadual João Paulo II (José do Rio Preto) e Regional de Presidente Prudente (antigo Hospital Universitário). Todos novos e administrados pela Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus.

Os outros 18 hospitais apresentaram patrimônio negativo, ou seja, passivo maior do que o ativo. Portanto, dos que já divulgaram o balanço de 2010, 80% estão “quebrados”.

Atente bem à tabela abaixo. Ela foi elaborada com base em pesquisa feita nos balanços publicados no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

Resultado: Em 2010, o déficit desses hospitais foi de R$ 71,98 milhões. Mas o rombo acumulado dos 18 chega a R$ 147,18 milhões.

70% DOS EQUIPAMENTOS GERIDOS POR OSS TIVERAM DÉFICIT EM 2010

O sinal vermelho foi dado nos próprios balanços. Sobre o do Hospital Estadual do Itaim Paulista, gerido pela Casa de Saúde Santa Marcelina, a Cokinos & Associados Auditores Independentes S/S adverte:

Conforme descrito na Nota Explicativa n.º 14, a Entidade apresentou déficit de R$ 3.227.700 durante o exercício findo em 31 de dezembro de2010 e, naquela data, o seu passivo total, excedia o seu ativo total em R$ 3.804.984. A Organização dependerá do repasse de verbas complementares futuras afim de obter o reequilíbrio econômico-financeiro para a manutenção normal de suas operações.”

A situação dos ambulatórios médicos de especialidades (AMEs) também é muito grave. Dos 27 existentes, 17 tiveram déficit em 2010.  Entre eles, o AME Heliópolis (antigo Hospital Heliópolis), administrado pelo Seconci-SP (Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo).

Em 2009, esse AME, que ironicamente se chama Dr. Luiz Roberto Barradas Barata, tinha patrimônio de R$ 3,8 milhões. Porém, devido ao déficit de R$ 6 milhões em 2010, seu passivo já atinge R$ 2,2 milhões. Barradas, ex-secretário da Saúde do Estado de São Paulo e falecido em 2010, foi o autor da justificativa anexada por Serra à mensagem enviada, em novembro de 2008, à Assembleia para mudar a lei das OSs.

Resumo do buraco: dos 58 hospitais, AMEs e serviços de diagnóstico do estado de São Paulo geridos OSS por contrato de gestão, 41 tiveram déficit em 2010, segundo o relatório das OSs publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, publicado em abril de 2011. O que representa 70%.

SECONCI, SPDM E FUNDAÇÃO ABC NÃO RESPONDEM

Esta repórter contatou as OSs responsáveis pelos hospitais com déficit para saber o motivo dessa situação.

O Seconci-SP não respondeu, apesar de diversos telefonemas e emails para a sua assessoria de imprensa. O Seconci administra os hospitais Geral de Itapecerica da Serra, Estadual de Vila Alpina, Regional de Cotia, Estadual de Sapobemba e AME Heliópolis. Por meio de convênios com a prefeitura de São Paulo, também cuida de cinco AMAs (unidades de Assistência Médica Ambulatorial). Abaixo resumo do balanço do Estadual de Vila Alpina.

A SPDM, ligada à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) não quis se manifestar. Por meio de sua assessora de imprensa, disse que só a Secretaria Estadual de Saúde poderia dar esclarecimentos.  A SPDM gerencia nove hospitais no estado de São Paulo, sendo quatro estaduais: Brigadeiro e Geral de Pirajussara, na capital, Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, e Estadual de Diadema.

A Casa de Saúde Santa Marcelina achou melhor que o diretor de cada hospital esclarecesse o déficit.

“Há vários motivos para o prejuízo no ano que passou, mas o principal, responsável por mais de 90% dessa situação, é o orçamento inadequado. Como aconteceu em 2010, 2009 e alguns outros anos anteriores, as partes negociavam já sabendo que o dinheiro não seria suficiente para cobrir as metas de atendimento”, explica a esta repórter Carlos Alberto Ferreira, diretor do Hospital Estadual Itaim. “Só que, geralmente lá por setembro, outubro ou novembro, se reviam os valores e um termo aditivo de contrato era assinado para cobrir a diferença. Em 2010, devido à morte do doutor Barradas e mudança de secretário, isso não aconteceu plenamente. Daí por que o dinheiro não deu.”

Já a responsável pelo Hospital Estadual de Itaquaquecetuba não quis falar. Recomendou-me contatar a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde.

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo é gestora de vários serviços de saúde estaduais, entre os quais os hospitais Geral de Guarulhos, Estadual de Francisco Morato, Estadual de Franco da Rocha “Dr. Albano da Franca Rocha Sobrinho”, Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário e o Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental de Franco da Rocha – Complexo Hospitalar do Juquery.

Resposta ao Viomundo: “No ano passado, parte dos recursos foi contingenciada. Atualmente a situação está equilibrada”.

A Associação Congregação de Santa Catarina, do qual o Hospital Santa Catarina faz parte, administra dez instituições públicas paulistas: os hospitais gerais de Pedreira, Itapevi e Grajaú, o Centro de Referência do Idoso da Zona Norte, o Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental, os AME Jardim dos Prados, Itapevi e Interlagos, o Centro de Análises Clínicas de São Paulo (Ceac) e Serviço de Diagnóstico por Imagem (Sedi 1).

Resposta ao Viomundo:

“Está havendo uma negociação junto ao governo do Estado para adequação entre orçamento e metas assistenciais para 90% das casas administradas pela Associação.

Nos últimos 3 anos (2009, 2010 e 2011), o governo do Estado tem basicamente mantido as metas assistenciais e reduzido os orçamentos em 5% a cada ano, por conta de um contingenciamento. Portanto, nos últimos três anos houve uma redução de 15% no orçamento e as metas foram as mesmas.

Os Hospitais Pedreira e Itapevi apresentaram um déficit, pois os recursos não estão condizentes com as metas estipuladas. Sendo assim, a Associação Congregação de Santa Catarina, assim como outras entidades filantrópicas, está em negociação com o governo do Estado para alinhar o orçamento às metas ou as metas ao orçamento”.

Abaixo o resumo do balanço do Hospital de Pedreira.

CONTRATOS GARANTIDOS NO FIO DO BIGODE? BAIXA TRANSPARÊNCIA

Acontece que o Hospital Estadual de Pedreira, por exemplo, realizou em 2010 menos do que o foi contratado:

Ou seja, esse hospital gerido pela Associação Congregação Santa Catarina realizou quase 8% a menos das metas físicas contratadas. Porém, recebeu R$ 5,6 milhões a mais do que o valor previsto, como mostra a tabela abaixo feita com base no levantamento no Diário Oficial. Já os hospitais Itapevi e Grajaú, administrados pela mesma OSS, receberam praticamente o valor contratado.

Os hospitais Estadual de Guarulhos e de Francisco Morato, administrados pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, receberam a mais R$5.474.3815,50 e R$1.040.706,00, respectivamente.

Detalhe: Pedreira, Guarulhos e Francisco Morato não são exceção; em geral, há acréscimos nos valores contratados inicialmente.

Afinal de contas, o governo paulista realmente contingenciou recursos, como alegam algumas OSs? Tecnicamente recurso contingenciado é aquele previsto no orçamento e o governo congela. Ele pode vir ou não a ser repassado.

Ou as OSS não receberam o que desejavam pelos serviços prestados?

Ou será que, para ganhar a eleição estadual em 2010, o governo tucano teria estimulado as OSs a atender mais do que o previsto e posteriormente não cobriu os extras?

Ou será tudo isso junto?

Qual a mágica para as OSs continuarem operando, já que a maioria dos hospitais geridos está no vermelho? Teria o atendimento piorado ou elas resolveram fazer benemerência, trabalhando de graça para o governo estadual?

Os contratos seriam para “inglês ver”, considerando que, de antemão, as partes sabem que precisarão de aumento posterior nos valores?

A garantia seria mesmo na base de um “fio do bigode” de uma única pessoa?

O fato é que, apesar envolver recursos públicos de quase R$ 2 bilhões anuais, o negócio das OSS é uma caixa-preta que precisa ser escancarada à luz do sol de verão. Por uma razão simples: falta transparência.

Esta repórter solicitou à assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde São Paulo o número e os nomes dos hospitais geridos diretamente pelo Estado e por OSs, tanto por contratos de gestão, quanto por convênios. Vieram apenas os números e desta forma:

Cerca de 40?! Cerca de 30?! Como?!

Se a Secretaria Estadual de Saúde não sabe EXATAMENTE quantos hospitais são geridos pelo Estado e quantos são por OSs, quem vai saber? Ou será que não nos quis passar?

E supondo que a Secretaria Estadual de Saúde não soubesse quantos hospitais são geridos pelo Estado e quantos são por OSs – que é uma informação básica –, como vai fiscalizar os serviços e cumprimento de metas?

Insisti com a assessoria de imprensa. Precisava dos nomes dos hospitais. Em vez da resposta, foi encaminhado texto só com elogios ao modelo de OSs.  Alguns trechos:

Reforcei o pedido, solicitando os nomes dos hospitais geridos por OSs por contrato de gestão e por convênio e os administrados diretamente pelo estado diretamente. Argumentei ser informação básica, de fácil acesso, pelo menos ao pessoal da Secretaria Estadual de Saúde.  “É só ‘puxar’ no computador”, esta repórter argumentou na solicitação. Nada. Silêncio absoluto.

Só que os hospitais de Pedreira, Vila Alpina, Itaim Paulista, Mário Covas, Pirajussara e Diadema estão “quebrados”, lembram-se da tabela no início desta reportagem? O rombo acumulado de cada um é, respectivamente, de R$ 5,78 milhões, R$ 8,86 milhões, R$ 3,8 milhões, R$ 4,2 milhões, R$ 13,8 milhões e R$ 11,3 milhões.

Situação oposta à do Instituto do Câncer do Estado, o Icesp, inaugurado em 2008 e gerido pela Fundação Faculdade de Medicina.  Seu balanço de 2010 ainda não foi publicado. Mas, segundo o relatório das OSS publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo, o Icesp teria recebido em 2010 R$ 369 milhões. Porém, só gastou R$ 242 milhões. Por que os R$ 127 milhões restantes não teriam sido gastos? A sua utilização não teria aumentado o número de pacientes tratados?

“Cadê o exemplo de economia, eficiência e excelência de gestão?”, muitos leitores devem estar perguntando. E com razão. Afinal, é como as OSS são “vendidas” pelo governo paulista e demais defensores desse sistema de administração.

Tais qualidades, na verdade, parecem ser mais marketing publicitário do que realidade. Pelo menos são os indícios dos números atuais.

Tem mais. A lei da transparência e de responsabilidade fiscal exige que as execuções orçamentária e financeira sejam disponibilizadas em tempo real na internet. Obriga, ainda, o estado a prestar esclarecimentos sobre os seus contratos para qualquer cidadão.

Porém, não há um site que reúna informações sobre os contratos e aditivos celebrados entre as Organizações Sociais de Saúde e o governo paulista. Muito menos que comunique o quanto e em quê estão sendo gastos os recursos.

Apesar das reiteradas solicitações, esta repórter não recebeu da Secretaria Estadual de Saúde até a postagem desta reportagem a lista com os nomes dos hospitais geridos diretamente pelo Estado e os por OSs.

Por que não divulgar? Seria por que o rombo acumulado das OSs paulistas, incluindo hospitais, AMEs e serviços de exames, é bem maior dos que os quase R$ 147, 18 milhões dos 18 hospitais citados?

A propósito. O desmantelamento, na semana passada, da quadrilha formada por médicos, enfermeiros e dentistas do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, que desviava verbas dos plantões médicos e fraudava licitações, mostrou a ausência de controle sobre os recursos financeiros e os serviços prestados pelos hospitais públicos paulistas geridos pelo Estado.

Essa mesma falta de controle existe sobre as OSs. Basta ver o crescente déficit dos hospitais estaduais gerenciados por essas entidades. Aliás, se não existe transparência plena sobre um dado tão banal como a lista dos nomes dos serviços de saúde gerenciados por OSs, o que pensar sobre as informações referentes à aplicação dos recursos e aos atendimentos prestados?

Em tempo 1: O esquema de fraude em licitações e nos pontos de plantões médicos (profissionais recebiam sem trabalhar), revelado pela polícia de São Paulo na semana passada, envolveu, além do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, funcionários de outros 11 hospitais da região de Sorocaba. Entre eles, o Hospital Geral de Itapevi, administrado por uma OSs, a Associação Congregação de Santa Catarina. O Viomundo contatou a assessoria de imprensa para saber o que a entidade tinha a dizer sobre o fato.  Não houve retorno.

Em tempo 2: O médico e ex-secretário de Esporte, Cultura e Lazer  Jorge Pagura, que teve o seu nome ligado ao esquema de fraude do Centro Hospitalar de Sorocaba, é chefe da neurocirurgia do Hospital Mário Covas, em Santo André. no ABC paulista. O serviço é gerenciado por outra OSS, a Fundação ABC. O Viomundo contatou a assessoria de imprensa para saber sobre o motivo do déficit acumulado de R$ 4, 2 milhões do hospital. Ela foi uma das entidades que não nos respondeu.

Em tempo 3: Solicitamos à Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo uma avaliação sobre a situação financeira dos hospitais estaduais geridos por OSs. A assessoria de imprensa também não nos respondeu isso.

Quaisquer que sejam as respostas dessas e demais perguntas, esta repórter e os milhões de cidadãs e cidadãos de São Paulo querem saber: quem vai pagar a conta?

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


245 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

eliemerson almeida ferreira

21 de agosto de 2016 às 17h51

estamos sofrendo essa situacão aqui no hospital municipal de parauapebas, no estado do Pará, chegou uma empresa oss, de cotia, do estado de são paulo, chamada de gamp, o qual se instalou ha duas semanas, sem melhoria alguma pro municipio sem conhecer nada sobre o municipio e suas peculiaridades, inclusive gerenciando funcionarios publicos, que até então não foi cedidos pelo municipio, sendo que eles tem que arcar com as contratações. Gostaria de saber se eu como funcionário de carreira concursado, posso ser gerenciado a uma oss, sendo que eu não sou clt, e também nao assinei nenhum contrato com tal empresa, e a empresa pode me tratar como um funcionário dela sem eu nem sequer está sabendo que fui cedido a ela, afinal não há nenhum termo que diga que fui cedido a prestar serviço a esta empresa, assim como todos os servidores concursados do hospital municipal, pq até onde sei as oss, gerenciam seus contratados. tem algum tipo de legalidade esta relação de trabalho?

Responder

Não há como defender as “Organizações Sociais” | SindServ Santos

27 de junho de 2016 às 16h37

[…] 2) Os hospitais públicos geridos por OSs, em São Paulo, possuem um rombo equivalente a 147,18 milhões. Segundo pesquisas publicadas, de 2008 a 2010, foi comprovado que os hospitais terceirizados, geridos por OSs, custaram aos cofres públicos de SP mais de 50% do que os hospitais administrados diretamente pelo setor público. Veja aqui […]

Responder

Tarso Violin: "Ministros do STF ignoraram os problemas das OS; eles foram mal assessorados ou sofreram pressão natural dos grupos de interesse" - Viomundo - O que você não vê na mídia

07 de maio de 2015 às 09h28

[…] promotor Arthur Pinto Filho, da área de Saúde Pública do Ministério Público de São Paulo, em reportagem publicada em 2011 pelo Viomundo. “Entregar a saúde pública para as OSs evidentemente encarece a saúde e tem prazo de […]

Responder

#Saúde – A cada dois dias, uma brasileira pobre morre por aborto inseguro. | Corpo novo, mente nova.

20 de abril de 2015 às 03h36

[…] nos postos de saúde, muitos serviços que estão nas mãos de organizações sociais religiosas (esta matéria do site Viomundo fala das relações entre as OSS e o SUS e do prejuízo que muitas causam aos cofres públicos) se […]

Responder

PPP da Saúde: Menos hospital e leitos para a população, mais dinheiro para a iniciativa privada - Viomundo - O que você não vê na mídia

21 de março de 2014 às 12h39

[…] “Os hospitais gerenciados por Organizações Sociais são exemplo de economia e eficiência”, dizia a Secretaria de Estado da Saúde em seu site em 2011. […]

Responder

A cada dois dias, uma brasileira pobre morre por aborto inseguro | Vivah Plus

27 de outubro de 2013 às 19h13

[…] nos postos de saúde, muitos serviços que estão nas mãos de organizações sociais religiosas (esta matéria do site Viomundo fala das relações entre as OSS e o SUS e do prejuízo que muitas causam aos cofres públicos) se […]

Responder

Clandestinas | Envolverde

19 de setembro de 2013 às 09h46

[…] nos postos de saúde, muitos serviços que estão nas mãos de organizações sociais religiosas (esta matéria do site Viomundo fala das relações entre as OSS e o SUS e do prejuízo que muitas causam aos […]

Responder

Clandestinas | Pública

17 de setembro de 2013 às 16h30

[…] nos postos de saúde, muitos serviços que estão nas mãos de organizações sociais religiosas (esta matéria do site Viomundo fala das relações entre as OSS e o SUS e do prejuízo que muitas causam aos […]

Responder

“Façamos exatamente o contrário do que a Globo e outros inimigos desejam” « Viomundo – O que você não vê na mídia

31 de março de 2013 às 18h15

[…] Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões […]

Responder

Conceição Lemes: “Façamos exatamente o contrário do que a Globo e outros inimigos desejam” | Maria Frô

31 de março de 2013 às 13h28

[…] Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões […]

Responder

PT diz ser alvo de “setores que perderam privilégios” « Viomundo – O que você não vê na mídia

12 de dezembro de 2012 às 22h38

[…] Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões […]

Responder

Base governista quer CPI do Cachoeira até 22 de dezembro « Viomundo – O que você não vê na mídia

01 de novembro de 2012 às 11h38

[…] Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões […]

Responder

Vereador que fez campanha por Serra antecipa proposta de Haddad « Viomundo – O que você não vê na mídia

31 de outubro de 2012 às 17h55

[…] Hospitais públicos de SP gerenciados por OSs: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões […]

Responder

Para o bem da saúde pública dos paulistanos, Haddad precisa abrir a caixa-preta das OSs « Viomundo – O que você não vê na mídia

30 de outubro de 2012 às 21h09

[…] 11. Em levantamento que fizemos em junho de 2011, havia na época 34 hospitais públicos paulistas geridos por OSs; desses, 22 tinham  publicado balanço referente a 2010. Somente quatro (todos com contratos recentes) possuíam patrimônio positivo. Os outros 18 hospitais apresentaram passivo maior do que o ativo, ou seja,  80% estavam “quebrados”. Juntos tinham um rombo acumulado de R$147,18 milhões. […]

Responder

Promotor Arthur Pinto Filho: “A primeira grande vitória no Brasil contra a dupla porta” « Viomundo – O que você não vê na mídia

22 de maio de 2012 às 01h28

[…] Hospitais públicos gerenciados por OSs têm rombo de R$ 147,18 milhões […]

Responder

TJ decide hoje se proíbe de vez Lei da Dupla Porta « Viomundo – O que você não vê na mídia

15 de maio de 2012 às 01h54

[…] Levantamento feito pelo Viomundo no ano passado demonstrou que tinham os hospitais públicos de São Paulo gerenciados por OSs  tinham um rombo acumulado de R$147,18 milhõ… […]

Responder

Lei paulista que autoriza venda de 25% dos leitos do SUS a planos de saúde será julgada na próxima terça « Viomundo – O que você não vê na mídia

10 de maio de 2012 às 14h03

[…] Hospitais públicos gerenciados por OSs têm rombo de R$ 147,18 milhões […]

Responder

Jordão

01 de março de 2012 às 17h35

Conceição , em 2011 o icesp recebeu R$349.300.000,00
mas sua produção foi de apenas R$79.086.322,26
onde esta a diferença?

Responder

    Conceição Lemes

    01 de março de 2012 às 17h41

    Boa pergunta, Jordão. Tentarei descobrir. abs

Saúde privatizada ou como estão destruindo o SUS | OCOMPRIMIDO.COM

14 de setembro de 2011 às 14h03

[…] O rombo acumulado dos hospitais públicos de São Paulo, administrador por entidades privadas, chega a 147 milhões de reais (clique aqui). […]

Responder

    SANDRA

    07 de novembro de 2012 às 08h38

    ESTAS ORGANIZAÇOES SOCIAIS ESTA ACABANDO COM OS POSTOS DE SAUDE E UM ROMBO DE DINHEIRO DESVIADO OS FUNCIONARIOS TODOS ENCAIXADOS POR PADRINHOS DAS OSS, NOS FUNCIONARIOS DO ESTADO E PREFEITURA ESTAMOS ENTRANDO EM DESPERO PARA QUE VOLTE COMO ERA ANTES OS POSTOS DE SAUDE SEM ESTAS SANTAS CASAS QUE GOSTAM DE PISAR EM NOS VAMOS A LUTA PARA ACABAR COM ESTAS FREIRAS

Salli

22 de agosto de 2011 às 15h05

Prezada Conceição
Parabéns pelas informações!
Venho estudando as OSs e encontro muita dificuldade em
obter informações como as dispostas por vc…
Grata

Responder

Página 13 » Blog Archive » Ministro Padilha, até quando vai dar dinheiro do SUS para SP entregar aos planos privados?

15 de agosto de 2011 às 23h19

[…] claro: o governo paulista escolheu sustentar um modelo de gestão que está fazendo água –tem um rombo de R$ 147 milhões — à custa de uma […]

Responder

Ministro Padilha, até quando vai dar dinheiro do SUS para SP entregar aos planos privados?

14 de agosto de 2011 às 19h00

[…] claro: o governo paulista escolheu sustentar um modelo de gestão que está fazendo água – tem um rombo de R$ 147 milhões — à custa de uma […]

Responder

Ministro Padilha, até quando vai dar dinheiro do SUS para SP entregar aos planos privados? « A SAÚDE que temos, o SUS que queremos.

12 de agosto de 2011 às 11h02

[…] claro: o governo paulista escolheu sustentar um modelo de gestão que está fazendo água – tem um rombo de R$ 147 milhões — à custa de uma […]

Responder

Ministro Padilha, até quando vai dar dinheiro do SUS para SP entregar aos planos privados? « Rádio da Juventude – rádio livre!

11 de agosto de 2011 às 23h15

[…] claro: o governo paulista escolheu sustentar um modelo de gestão que está fazendo água –tem um rombo de R$ 147 milhões — à custa de uma […]

Responder

Marcos-Juquitiba

11 de agosto de 2011 às 19h43

Por isso estou ja mais de 6 meses tentando marcar exame de topografia corneana bilateral não consigo esses Tucanos safados .

Responder

MP-SP vai à Justiça contra a lei para OSs: A forma mais cruel para capitalizar a saúde | Viomundo - O que você não vê na mídia

11 de agosto de 2011 às 15h06

[…] claro: o governo paulista escolheu sustentar um modelo de gestão que está fazendo água – tem um rombo de R$ 147 milhões — à custa de uma […]

Responder

deivid souza

23 de julho de 2011 às 18h04

http://pedagiometro.com.br/

agora, JULHO 2011, está em mais de 03 BILHÕES DE REAIS

aonde irá em benefícios de 01, 02 pessoas e em TOTAL PREJUÍZOS DOS MILHÕES E MILHÕES que preci sam trafegar de um lado para o outro, e aonde não tem jeito, tem pedágios de tudo que é lado, na ida na volta e se não tomar cuidado até mesmo para ENTRAR DENTRO DA SUA PRÓPRIA CIDADE, BAIRRO, e ou para entrar dentro da sua própria RESIDENCIA, LÁ TEM PEDÁGIOS, ali na sua porta

aonde 01, 02 ESPERTALHÕES, 171, NUMA BOA, COM ACORDOS OCULTOS COM QUEM ESTÁ NO PODER POLÍTICO.etc., os quais só foram lá e colocaram os tais e tais pedágios numa boa, e depois é só pegar os BILHÕES E BILHÕES e colocar nas suas CONTAS BILIONÁRIAS PARTICULARES e ainda depois POSAR DE EXCEPCIONAL EMPRESÁRIOS BEM SUCEDIDOS MILIONÁRIOS.etc., mas tudo feito sem GASTAR UM 01 ÚNI CO CENTAVINHO do seu próprio bolso,

mas que depois foram lá TRANQUILAMENTE depois dos POLÍTICOS LOCAIS pegarem e gastarem TRILHÕ ES E TRILHÕES DOS BOLSOS de todos o POVO BRASILEIRO e principalmente DÁQUELES MESMOS CIDA DÃOS QUE DEPOIS TERÃO QUE PAGAR PEDÁGIOS NA IDA E NA VOLTA E ÁS VEZES PARA ENTRAR DEN TRO DA SUA PRÓPRIA CASA, RESIDENCIA.etc.e assim as tais e tais RODOVIAS, ESTRADAS.etc.ESBURA CRADAS se tornarem um TAPETE AVELUDADO MACIO.etc., e então depois entregam para 01, 02 pessoas ir lá e só colocar PEDÁGIOS E PEDÁGIOS.etc.e ficar depois MILIONÁRIOS, BILIONÁRIOS.etc.

e da mesma forma que é feito com os tais e tais PEDÁGIOS é também feito com tudo que é SAÚDE PÚBLICA, gastam TRILHÕES E TRILHÕES e depois entregam numa boa numa naise tranquilamente para 01, 02 pesso as, ONGS.etc.administrar, e ainda recebem BILHÕES E BILHÕES para administrar, e o GOVERNO PAGA TU DO E TODOS LÁ DENTRO destes 01 palitinhos de fósforos e até as compras de MÁQUINAS, APARELHOS CA RISSISSIIMOS, salários, benefícios.etc.de tudo e de todos ali é tudo já pago pelo GOVERNOS ESTADUAIS, MUNICIPAIS, FEDERAL, DISTRITAL.etc., não sai 01 UM ÚNICO CENTAVINHO SEQUER de quem está ali A ADMINISTRAR

e os GOVERNADORES POR EXEMPLO DO ESTADO DE SÃO PAULO dão tudo que podem aonde as tais e tais ONGS???, OSS???, FUNDAÇÕES???, AUTARQUIAS???, FILANTROPIAS???, FUNDAÇÕES???, ENTIDA DES QUE DIZEM SEREM SEM FINS LUCRATIVOS???.etc.etc.estão administrando mas e ABANDONAM total mente aonde é administrado por algum GESTOR PÚBLICO.etc, por isso, todas elas dizem que é tudo maravi lhoso e aonde é público é tudo abandonado, e além de quê aonde é GERENCIADO, ADMINISTRADO.etc.por um GESTOR PÚBLICO, geralmente este GESTOR PÚBLICO é alguém colocado ali de forma POLÍTICA mas sem nenhum tipo de EXPERIENCIA, sem nenhum tipo de CARREIRA dentro da PRÓPRIA UNIDADE PÚBLICA. etc., ali tudo e todos POLÍTICOS USAM tudo de forma política, ás vezes colocam até mesmo as suas tais e tais LARANJAS, PAUS MANDADOS, FAMILIAR, PARENTES, AMIGAS, COLEGAS, CABOS ELEITORAIS, AMAN TES.ETC.para administrar, mandar.etc.
http://www.impostometro.com.br/

está em mais de 800 bilhões
=
o BRASIL é uma das maiores tibutações do MUNDO, e como também o é as TRIBUTAÇÕES lá nos PAÍSES DO PRI MEIRO como a NORUEGA, CANADÁ, EUA, JAPÃO. ISRAEL.etc.
http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11086_NO

a diferença é que nos PAÍSES DO PRIMEIRO, tudo que é IMPOSTOS, TAXAS, MULTAS.etc.que advém dos bolsos de cada cidadão, produtos, serviços.etc.

e como também cada RIQUEZAS geradas pelos seus RECURSOS NATURAIS e como pelas RIQUEZAS NATURAIS. etc.,

tudo tudo mesmo vai pro bolso e ou em benefício de cada CIDADÃO, PROFISSIONAL, CRIANÇAS, ADOLES CENTES, PROFESSORAS felizes e contentes nestes tais e tais países lá do primeiro mundo

e tudo é AUDITORIADO FISCALIZADO TRANSPARENCIALMENTE ONLINE.etc.pelo POVO LOCAL, pela POPU LAÇÃO LOCAL.etc., e tudo é para saber se cada 01 UM ÚNICO CENTAVINHO sequer foi realmente ao seu DESTINO FINAL e ou para os tais e tais serviços, obras.etc., para não acontecer por exemplo, como aqui no BRASIL, como por exemplo, alguns em menos de 04 ANOS TRIPLICA A SUA FORTUNA PESSOAL EM MAIS DE 20 VEZES, OUTROS EM MAIS DE 86.500% em menos de 04, 05 anos.etc, e ou como por exemplo aonde foi parar os 07 milhões que deveria ir para o povo que sofreu com a CATÁSTROFE em TERESOPÓLIS/RJ???PARA AONDE FOI???

Responder

heloísa silva

22 de julho de 2011 às 19h41

e assim acontece casos como o de FLORIANÓPOLIS/RJ, MINISTÉRIO DO TRANSPORTE,

pois tudo tudo mesmo foi DESVIADO, EXTRAVIADO, FLEXIBILIZADO, 171,.etc.

e então tudo tudo mesmo fica no MEIO DO CAMINHO,

pois tudo tudo mesmo acaba passando pela mão dos tais e tais INTERMEDIÁRIOS, ATRAVESSADORES, REPASSA DORES.etc.,

e vai quase nada e ou nada de nada mesmo vai aos seus DESTINOS FINAIS,

isto é, então, mais de 98% do POVO EM GERAL ficam com quase nada e ou nada mesmo

como por exemplo, os PROFISSIONAIS SUS SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA PÚBLICA BRASILEIROS.etc.

e foi exatamente isto que aconteceu com o antigo SUDENE, não foi quase nada ao SERTANEJO que sofria com a SECA NORDESTINA,

e com a ANTIGA CPMF, que foi criado para ser 100% para a SAÚDE, mas não foi quase nenhum 01 UM ÚNICO CENTAVINHO á SAÚDE, tanto á favor do POVO e como aos PROFISSIONAIS SUS SAÚDE

e nos países do TERCEIRO QUARTO QUNTO MUNDO como o BRASIL alguém DESVIOU, EXTRAVIOU, FLEXIBILI ZOU, 171.etc. MILHÕES E OU BILHÕES.etc., geralmente não é PRESO, e muito menos DEVOLVE 01 UM ÚNICO CENTAVINHO.etc.ao COFRE PÚBLICO

fora que é ainda CHAMADO de DOUTOR, está sempre nas PRIMEIRAS FILAS, todas as PORTAS LHE SÃO ABER TAS, e ainda é considerado um EXEMPLO, um MODELO, HERÓI.etc.A SER SEGUIDO.etc.,

e assim prejudicado de todas as FORMAS POSSÍVEIS INTERNAMENTE todas as suas CRIANÇAS, ADOLESCENTES , PROFESSORAS em ESCOLAS NORMAIS E PROFISSIONALIZANTES EM TEMPO INTEGRAL,

e enquanto isso as nossas PROFESSORAS que depois dos nossos PAIS deveriam ser mais e mais RESPEITADAS por tudo e por todos, como são lá nos países do PRIMEIRO MUNDO

não, as PROFESSORAS BRASILEIRAS são jogadas no LIXO TOTALMENTE,

pois tudo e todos UM DIA NA VIDA passou na mão de UMA PROFESSORA para ser ALFABETIZADO.etc.etc.

toda a SAÚDE PÚBLICA destes países, toda a SEGURANÇA PÚBLICA destes países, todo o POVO INTERNAMEN TE,

todas as suas POPULAÇÕES INTERNAMENTE, todas as suas CATEGORIAS PROFISSIONAIS INTERNAMENTE.etc.

isto é, realmente PREJUDICANDO as mais muito mais de 98% de toda a população local e BENEFICIANDO MILIO NARIAMENTE, BILIONARIAMENTE.etc.os menos de 02% destes mesmos países

no BRASIL a HONESTIDADE, a TRANSPARENCIA a FICHA LIMPA.etc.é algo PROIBIDISSISIMO, é um PALAVRÃO,
é uma BLASFÊMIA, voce pode ser MORTO, PERSEGUIDO.etc.se voce OUSAR ser HONESTO, TRANSPARENTE, FI CHA LIMPA.etc., principalmente em tudo que seja SETOR PÚBLICO

Responder

heloísa silva

22 de julho de 2011 às 19h41

http://www.impostometro.com.br/

está em mais de 800 bilhões
=
o BRASIL é uma das maiores tibutações do MUNDO, e como também o é as TRIBUTAÇÕES lá nos PAÍSES DO PRI MEIRO como a NORUEGA, CANADÁ, EUA, JAPÃO. ISRAEL.etc.
http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11086_NO

a diferença é que nos PAÍSES DO PRIMEIRO, tudo que é IMPOSTOS, TAXAS, MULTAS.etc.que advém dos bolsos de cada cidadão, produtos, serviços.etc.

e como também cada RIQUEZAS geradas pelos seus RECURSOS NATURAIS e como pelas RIQUEZAS NATURAIS. etc.,

como por exemplo na NORUEGA é o PETROLÉO, GÁS.etc.

e no JAPÃO, ISRAEL, praticamente não possui nenhum RECURSOS NATURAIS, RIQUEZAS NATURAIS.etc.,

só tem TERRORRISMO, DESASTRES NATURAIS.etc.,

e no BRASIL os DESASTRES NATURAIS tem lá as MÃOS DOS HOMENS, como as construções em lugares indevidos

mas a DIFERENÇA é que lá na NORUEGA, JAPÃO, ISRAEL, CANADÁ, FINLANDIA, ISLANDIA, BRUNEI.etc.

as suas ELITES, LIDERANÇAS, PARLAMENTARES, JUDICIÁRIOS, SINDICATOS, EMPRESÁRIOS, RICOS.etc.

fazem com que cada 01 UM CENTAVINHO que advém de tudo que é IMPOSTOS, TAXAS, MULTAS.etc.

e como também das suas RIQUEZAS geradas pelos seus RECURSOS NATURAIS e como também das suas RIQUE ZAS NATURAIS.etc.

realmente sai da FONTE, da ORIGEM.etc.e vai DIRETO E RETO para os seus DESTINOS FINAIS,

que na verdade é o seu POVO INTERNAMENTE, a sua POPULAÇÃO INTERNAMENTE,

as suas CATEGORIAS PROFISSIONAIS, como por exemplo,

os seus SEGURANÇAS PÚBLICAS INTERNAMENTE.etc. ,

e depois ainda seja AUDITORIALMENTE FISCALIZADO TRANSPARENCIALMENTE.etc.se realmente cada 01 UM CEN TAVINHO.etc.foi aos seus DESTINOS FINAIS e ou foi realmente á tal e tal OBRAS, SERVIÇOS.etc.

e para isto ainda contam com a própria FISCALIZAÇÃO DO POVO.etc.através de por exemplos,

DENÚNCIAS ANÔNIMAS, mas sem identificar os tais DENUNCIANTES e nem daonde está sendo feito a tal e tal LI GAÇÃO.etc.,

mas, que depois ANONIMADAMENTE o tal DENUNCIANTE pode acompanhar e saber se teve a tal e tal RESPOSTA ADEQUADA.etc.

agora nos países como o BRASIL, PAÍSES LATINO AMERICANOS, AFRICANOS.etc.,

sendo o BRASIL, a NAÇÃO mais TRILIONÁRIO do mundo, do universo.etc., e como também o são a maioria dos PAÍSES AFRICANOS, LATINO AMERICANOS.etc.,

e nestes países, nestas http://xn--naes-1oa8f.etc.do TERCEIRO QUARTO QUINTO MUNDO fazem ao contrário

fazem com que tudo se CONCENTRA NA MÃO DE 01, 02 PESSOAS, menos de 02% da POPULAÇÃO EM GERAL,

ás quais se tornam depois MILIONÁRIOS, BILIONÁRIOS.etc.,

e assim acontece casos como o de FLORIANÓPOLIS/RJ, MINISTÉRIO DO TRANSPORTE,

Responder

heloísa silva

21 de julho de 2011 às 15h30

o que está faltando é mesmo um tipo de TRANSPARENCIA FICHA LIMPA FISCALIZAÇÃO AUDITORIALMEN TE.etc., seja o que for, principalmente do SETOR PÚBLICO,

pois em muitos lugares por aí, tem gente que só ASSINAM LIVROS DE PONTOS e não váo trabalhar como alguns médicos que até mesmo teve um SECRETÁRIO DE ESTADO/SP que era MÉDICO-FANTASMA

em tudo que VERBAS, DINHEIROS, RECURSOS.etc.do SETOR PÚBLICO falta um tipo de 0800 DISQUE DENUNCIA ANONIMA, mas aonde o tal denunciante pode acompnhar anoninamadamente a tal e tal DENÚNCIA,

pois os parlamentares locais e os seus paus mandados se souberem que fez a tal e tal DENÚNCIA pode mandar até mesmo DIRETA OU INDIRETAMENTE matar, assassinar, e ou perseguir de várias e várias formas

Responder

heloísa silva

19 de julho de 2011 às 14h04

Herança sem dono pode ser transferida para santas casas
http://saudeweb.com.br/22653/heranca-sem-dono-pod

O Projeto de Lei 259/11, em tramitação na Câmara, determina que, na falta de herdeiros, os bens da chamada herança vacante passarão a incorporar o patrimônio das santas casas de misericórdia localizadas no estado da sucessão. Conforme a proposta, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), a mesma norma será aplicada quando os herdeiros renunciarem à herança.

Responder

deivid souza

19 de julho de 2011 às 13h53

quer dizer quanto mais os BILIONÁRIOS lá do primeiro ficam mais e mais ainda BILIONÁRIOS ainda, na mesma proporção vivem da mesma forma o seu povo INTERNAMENTE , a sua população INTERNAMENTE, as suas CRIANÇAS, ADOLESCENTES, PROFESSORAS INTERNAMENTE . etc.lá do primeiro mundo, como por exemplo acontece na NOUEGA, PÁIS PURA NEVE, PURO GELO, AURORA BOREAL.etc.
http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11086_NO

agora ao CONTRÁRIO acontece nos PAÍSES do TERCEIRO, QUARTO, QUINTO MUNDO, os chamados PAÍSES TUPININQUINS, PAÍSES DAS BANA NAS, REPUBLIQUETIZIZIANHAS, PAÍSES LACUCARACHAS.etc., como os são os países LATINO AMERICANOS, e inclusive o BRASIL, PAÍSES A FRICANOS e alguns países ASIÁTICOS, como a CORÉIA DO NORTE, FILIPINAS.etc.,

Pois por exemplo os maiores EXPORTADORES DE PETROLÉO, GÁS DO MUNDO, como VENEZUELA, MÉXICO.etc., o que favoreceu os seus povos INTERNAMENTE, a sua população INTERNAMENTE.etc.,

e do outro lado também os maiores EXPORTADORES DE PETROLÉO. GÁS DO MUNDO, mas, lá nos países do PRIMEIRO MUNDO, como o CANADÁ, NORUEGA, pegam a maior parte das RIQUEZAS GERADAS pelo PETROLÉO, GÁS.etc ., mas, investem á favor do seu POVO INTERNAMENTE, POPULAÇÃO INTERNAMENTE.etc.

Isto é, enquanto mais de 98% de suas populações vivem na MISÉRIA ABSOLUTA os menos de 02% vivem NABASCAMENTE, TRILIONÁRIAMEN TE.etc., como por exemplo::::
http://xatoo.blogspot.com/2005/07/angola-no-pntan
http://angolalibre.e-monsite.com/rubrique,angola-
http://www.angola24horas.com/index.php?option=com
http://kinzinzi.blogspot.com/2010/11/angola-uma-p
http://www.radioculturaangolana.com/noticias/poli
http://www.dn.pt/inicio/interior.aspx?content_id=
=www.google.com.br” target=”_blank”>http://webcache.googleusercontent.com/search?q=ca…” target=”_blank”>=www.google.com.br

Responder

deivid souza

19 de julho de 2011 às 13h52

quer dizer na verdade ERA PARA TODOS OS BRASILEIROS SE ORGULHAR dos tais e tais BILIONÁRIOS BRASILEIROS, mas, se caso também APARECESSE cada vez mais e mais ainda mas também na mesma PROPORÇÃO TODA A SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA e como também todo o POVO, POPULAÇÃO, todas as CATEGORIAS PROFISSIONAIS INTERNAMENTE BRASILEIRAS.etc.fosse também na mesma PROPORÇÃO cada vez mais e mais melhor ainda e não como hoje que quanto mais e mais BILIONÁRIOS aparece, mais o povo, a população, a saúde pública.etc.vai indo pro fundo do poço, como acontece nos países africanos, latino americanos.etc.

e como também cada vez mais e mais ainda todo o povo brasileiro internamente, toda a população brasileira internamente estivessem cada vez mais e mais ainda melhor, principalmente os mais e mais ainda MISERÁVEIS.etc. como os lá do PRIMEIRO MUNDO, como os dos JAPÃO, JAPÃO, um país, uma nação que quase não tem NENHUM RECURSOS ou RIQUEZAS NATURAIS e só tem quase só DESASTRES NATURAIS, e ou países PAÍSES GÉLIDOS, como os CANADÁ, PAÍSES NÓRDICOS, NORUEGA, DINAMARCA, FINLANDIA, ISLANDIA.etc., e ou como PAÍSES SE COS, DESÉRTICOS como os de ISRAEL, SULTANATO DE BRUNEI, por exemplo, o SULTÃO DE BRUNEI pega a maior parte das riquezas que advém do seu PETROLÉO e investe MACIÇAMENTE á favor do seu povo BRUNEI, população BRUNEI, crianças, adolescentes BRUNEI, e como também na PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE do país, BRUNEI.etc, como mostrou a reportagem do GLOBO REPÓRTER/ABRIL/2010.etc.,

e como também nos PAÍSES DO PRIMEIRO MUNDO as suas CRIANÇAS, ADOLESCENTES, PROFESSORAS vivem FELIZES E CONTENTES em ES COLAS NORMAIS E PROFISSIONALIZANTES EM TEMPO INTEGRAL

quer dizer quanto mais os BILIONÁRIOS lá do primeiro ficam mais e mais ainda BILIONÁRIOS ainda, na mesma proporção vivem da mesma forma o seu povo INTERNAMENTE , a sua população INTERNAMENTE, as suas CRIANÇAS, ADOLESCENTES, PROFESSORAS INTERNAMENTE . etc.lá do primeiro mundo, como por exemplo acontece na NOUEGA, PÁIS PURA NEVE, PURO GELO, AURORA BOREAL.etc.

Responder

deivid souza

19 de julho de 2011 às 13h51

SÃO INIMIGAS DECLARADAS E OU OCULTAS DO—SUS—da—-EC–29—do CSS—-

POIS QUANTO MENOS RECURSOS, VERBAS, DINHEIROS, e ou então ÓTIMAS ADMINISTRAÇÕES.ETC.TIVER O——SUS——

MAIS E MAIS ainda—TODAS ELAS FICARÃO—FICARÃO MAIS E MAIS—TRILIONÁRIAS—

quer dizer que quanto mais o—-SUS—e tudo que for SAÚDE PÚBLICA ir pro fundo do poço

mais e mais ainda TRILIONÁRIAMENTE elas todas ficarão e também ajudarão de uma forma e ou de outra á que os DONOS PARTICULARES DE HOSPITAIS PARTICULARES, PLANOS DE SAÚDE, CONVERNIoS, CLÍNI CAS.etc.

se tornem mais e mais MILIONÁRIOS, BILIONÁRIOS ainda como os DONOS DA AMIL, SR E SRA EDSON E DULCE GODOY, como mostra a repor tagem abaixo::::
http://economia.ig.com.br/forbes+acrescenta+12+no

AQUI SE SALIENTA que quanto mais a SAÚDE PÚBLICA em todos os SENTIDOS está indo pro fundo do poço mais e mais ainda TODOS ELES FI CARAM E OU FICARÃO MAIS AINDA MILIONÁRIOS, BILIONÁRIOS

quer dizer na verdade ERA PARA TODOS OS BRASILEIROS SE ORGULHAR dos tais e tais BILIONÁRIOS BRASILEIROS, mas, se caso também APARECESSE cada vez mais e mais ainda mas também na mesma PROPORÇÃO TODA A SAÚDE PÚBLICA BRASILEIRA e como também todo o POVO, POPULAÇÃO, todas as CATEGORIAS PROFISSIONAIS INTERNAMENTE BRASILEIRAS.etc.fosse também na mesma PROPORÇÃO cada vez mais e mais melhor ainda e não como hoje que quanto mais e mais BILIONÁRIOS aparece, mais o povo, a população, a saúde pública.etc.vai indo pro fundo do poço, como acontece nos países africanos, latino americanos.etc.

Responder

deivid souza

19 de julho de 2011 às 13h50

e estas tais e tais ONGS????CARIDADES????BONDADES????TUDO DE GRAÇA????FILANTROPIAS?????AUTARQUIAS????FUNDAÇÕES????as que dizem """"SEREM SEM FINS LUCRATIVOS"""?????—

Pois TODAS ELAS vivem dizendo que são CRISTÃS, são de DEUS, mas, do outro lado, tratam os HOMENS MÉDICOS COMO SEMIDEUSES e as MULHERES MÃES ENFERMAGENS que trabalham para as mesmas como ESCRAVAS COM JORNADAS DE TRABALHO TORTURANTES ESTRESSAN TES.etc.,

pagando os mais baixos e os piores salários ás enfermagens locais, e ainda obrigam ás enfermagens locais á ficarem a MADRUGADA TODA co mo se fossem URSOS PANDAS, com OLHEIRAS PROFUNDAS,

pois as mesmas enfermagens que trabalham para TODOS ELAS não podem piscar os olhos por um segundo sequer que lá já vem CHICOTADAS NAS COSTAS, e ou vão para o PELOURINHO.etc.,

enquanto os MEDICOS LOCAIS VIVEM UMA BOA PARTE DO TEMPO DORMINDO LÁ NOS SEUS DELICIOSOS CONFORTO MÉDICOS, COM CAMAS CONFORTÁVEIS, FREE BAR.etc.etc.

e ainda aonde é 30 horas semanais, TODAS ELAS obrigam as enfermagens locais á trabalharem mais muito mais de—-44—-horas semanais

como por exemplo acontece na tal e tal FUNDAÇÃO CASA e aonde é PÚBLICO e elas ADMINISTRAM, fora que ainda elas todas admitem para lá trabalhar tudo conforme a vontade de PARLAMENTARES LOCAIS E OU DOS SEUS PAUS MANDADOS, tudo com QI, e ou provinhas já pré arru madas.etc.

Quer dizer TODAS ELAS JUNTAS de um jeito e ou de outro também AJUDARAM DE UMA FORMA E OU DE OUTRA A mandar PRO FUNDO DO POÇO A SAÚDE FINANCEIRA LÁ DOS EUA

E QUEREM FAZER A MESMA COISA AQUI NO BRASIL, E ASSIM DEIXANDO OS SEUS VERDADEIROS E OCULTOS DONOS SEREM MAIS E MAIS TRILIONÁRIOS,

UM DOS SEUS DONOS É O————–VATICANO————-A TODA PODEROSA IGREJA CATÓLICA——–

SÃO INIMIGAS DECLARADAS E OU OCULTAS DO—SUS—da—-EC–29—do CSS—-

Responder

Alckmin “vende” até 25% dos leitos hospitalares do SUS para reduzir rombo de R$ 147 milhões nas OSS | Viomundo - O que você não vê na mídia

12 de julho de 2011 às 11h08

[…] o rombo de R$ 147 milhões em 18 hospitais públicos paulistas, tal como foi denunciado pelo site Viomundo. Ou seja, para reduzir rombo nas Organizações Sociais de Saúde se ampliará à exclusão dos […]

Responder

Domingueira – Atenção Básica & Vigilância

11 de julho de 2011 às 18h43

[…] de 18 hospitais públicos paulistas gerenciados por Organizações Sociais de Saúde (OSS). A denúncia foi feita aqui pelo Viomundo. Pedem também que, paralelamente, às investigações criminais feitas pelo Grupo de Atuação […]

Responder

luciano

07 de julho de 2011 às 11h55

as denuncias sobre a operaçao hipocrates é só um começo da sujeira, ainda há muita corrupção no governo tucano desçam a serra para o hospital estadual guilherme alvaro aqui em santos pois haverá muito mais.

Responder

Os motivos de Amanda Gurgel para recusar prêmio | Viomundo - O que você não vê na mídia

06 de julho de 2011 às 12h31

[…] Leia aqui sobre a privatização da saúde no Estado de São Paulo   […]

Responder

fátima mattos

01 de julho de 2011 às 11h48

Onde tem tucano é isso aí.

Responder

Alex

28 de junho de 2011 às 12h14

Prezados,

Se prestarem atenção as OSSs cobrem o que o governo não consegue fazer e estão tendo prejuízo e mesmo assim continuam atendendo!
O Hospital administrado por OSS possui o atendimento muito melhor que os "públicos", não faltam médicos, existe tecnologia, funcionários CLT que devem dar resultados.
Filas existem em todos, inclusive nos particulares, fiquei uma hora no PS em um grande hospital em SP, mas não queiram comparar com a administração pública, onde o médico vai qdo quer, o administrador é indicado e não competente!
O que não percebem é que a ideia de voltar esses hospitais para administração pública é liberar o cabide de empregos. Se quiserem conhecer para realmente conseguir argumentos para criticar, visitem um Hospital Público como Pedreira ou Itapevi em SP ou HTO no RJ, administrados por OSS e depois visitem um Hospital a sua escolha administrado pelo poder público e sinta a diferença.
Essa matéria é muito importante, pois mostra o qto deveria ser gasto com a saúde e o que essas OSSs estão fazendo para funcionar… ! Mas mostrou claramente que a qualidade de atendimento é muito melhor pelas pesquisas e não "achismos"!!

Agora pensem o que é melhor:

1) Atendimento público sem qualidade, cabide de empregos, diretores que não sabem o que fazem além de recolher dinheiro;
ou
2) Atendimento de OSS, com melhor qualidade, prestação de contas claras e obrigatoriedade de resultados.

Vamos analisar tudo antes de falar de PSDB ou PT, a questão não é política, mas sim de qualidade de atendimento à população. Só para cutucar… PT quer é cargo público para os amigos, não acham!?!?? Qtos diretores podemos encaixar em hospitais como esses hein!!?? Nem precisa conhecer nada, basta ser companheiro, certo Lula??? (Não voto em PT e nem em PSDB, para ficar bem claro)

Responder

    renato souza

    28 de junho de 2011 às 13h56

    mas aonde está a tal TRANSPARENCIA DEMOCRÁTICA IMPARCIAL E TUDO ÁS CLARAS?????AONDE????

    AONDE???principalmente de um GOVERNO, PARTIDO.etc.que diz ser TRANSPARENTE, DEMOCRÁTICO???

    DIZ SER DIFERENTE DO PT????Á NÍVEL FEDERAL???MAS Á NÍVEL DE ESTADO??/FAZ IGUAL OU PIOR???

    e tem mais, pois, o GOVERNO ESTADO SÃO PAULO mandou cada 01 centavinho para tudo e para todos mas para aonde foi???ao invés de ter ido ao seu—DESTINO—FINAL????AONDE FOI?????

    Alex

    28 de junho de 2011 às 15h00

    Renato,
    Novamente, não estou discutindo partido.Não voto no PSDB e não voto no PT.
    A transparência tem que vir em todos os níveis e é fato, apenas aponto que o que deve ser considerado aqui não é opção partidária e sim a qualidade de atendimento à população!! Me diga qual Hospital Público é bom aqui em SP?????????
    Em minha modesta opinião, tudo deveria estar nas mãos de pessoa que conhecem o negócio e termos órgãos fiscalizadores competentes, não uma ANATEL da vida… Isso é que deve ser debatido!!
    Me desculpe mas conheça Hospitais e AMAS e veja a diferença… Ai sim podemos discutir, como melhorar o controle, isso sim! Mas pelo amor de Deus, não podemos voltar à mãos de "administradores" apadrinhados, troca de gentilezas, cargos para companheiros, etc…

Deputados pedem ao MP-SP para apurar rombo de R$ 147,18 milhões nos hospitais gerenciados por OSS « A SAÚDE que temos, o SUS que queremos.

27 de junho de 2011 às 20h14

[…] Os deputados estaduais João Paulo Rillo, Adriano Diogo e Hamilton Pereira (PT) entraram com representação no Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP), solicitando à Promotoria do Patrimônio Público e Social que apure as razões do rombo acumulado de R$ 147,18 milhões de 18 hospitais públicos paulistas gerenciados por Organizações Sociais de Saúde (OSS). A denúncia foi feita aqui pelo Viomundo. […]

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 17h42

Mesmo assim 98% de toda a POPULAÇÃO AFRICANA vivem tudo e todos numa MISÉRI A ABSOLUTA, e assim é nos países LATI NO AMERICANOS, e em alguns PAÍSES ASIÁTICOS,

ANGOLA: A MISÉRIA E A MILIONÁRIA
http://kamussel.forums-free.com/angola-a-miseria-
– <a href="http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:q63LFzq_qQAJ:pt.mondediplo.com/spip.php%3Farticle348+ANGOLA+popula%C3%A7%C3%A3o+continua+a+viver+com+menos+de+dois+d%C3%B3lares+por+dia&cd=9&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&source =www.google.com.br” target=”_blank”>http://webcache.googleusercontent.com/search?q=ca…” target=”_blank”>=www.google.com.br
http://xatoo.blogspot.com/2005/07/angola-no-pntan
http://lusotopia.no.sapo.pt/indexAngDiamantes.htm

Da mesma forma que nos PAÍSES AFRICANOS, TUDO É MONTADO para sempre ter TRABALHO ESCRAVO COM JORNADAS DE TRABALHO ESCRAVOS TORTURANTES MASSACRANTES.etc.,

e, pior ainda para sempre ter TRABALHO ESCRAVOS COM CRIANÇAS, ADOLESCENTES.etc.,

ao invés de todas as CRIANÇAS, ADOLESCENTES.etc., estarem o dia todo numa ESCOLA NORMAL E PROFISSIONALIZANTES EM TEMPO INTEGRAL.etc., e assim ficarem longe de tudo que é bandidagens, drogas, prostituições,.etc.etc.etc.etc.

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 16h53

Mesmo assim 98% de toda a POPULAÇÃO AFRICANA vivem tudo e todos numa MISÉRI A ABSOLUTA, e assim é nos países LATI NO AMERICANOS, e em alguns PAÍSES ASIÁTICOS,

ANGOLA: A MISÉRIA E A MILIONÁRIA
http://kamussel.forums-free.com/angola-a-miseria-
=www.google.com.br” target=”_blank”>http://webcache.googleusercontent.com/search?q=ca…” target=”_blank”>=www.google.com.br
http://xatoo.blogspot.com/2005/07/angola-no-pntan
http://lusotopia.no.sapo.pt/indexAngDiamantes.htm
http://www.angola24horas.com/index.php?option=com
http://kinzinzi.blogspot.com/2010/11/angola-uma-p
http://www.radioculturaangolana.com/noticias/poli
http://www.dn.pt/inicio/interior.aspx?content_id=
http://www.consuladosocial.com.br/?p=73180

Da mesma forma que nos PAÍSES AFRICANOS, TUDO É MONTADO para sempre ter TRABALHO ESCRAVO COM JORNADAS DE TRABALHO ESCRAVOS TORTURANTES MASSACRANTES.etc.,

e, pior ainda para sempre ter TRABALHO ESCRAVOS COM CRIANÇAS, ADOLESCENTES.etc.,

ao invés de todas as CRIANÇAS, ADOLESCENTES.etc., estarem o dia todo numa ESCOLA NORMAL E PROFISSIONALIZANTES EM TEMPO INTEGRAL.etc., e assim ficarem longe de tudo que é bandidagens, drogas, prostituições,.etc.etc.etc.etc.

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 16h51

Mas aonde tudo tudo tudo mesmo continuaria sempre na mão de 01, 02 pessoas numa ULTRA CONCENTRAÇÃO DE RENDAS, mêsmo, o BRASIL sendo o PAÍS mais TRILIONÁRIO DE TODAS AS GALÁXIAS, de todos os UNIVERSOS.etc.,

Isto é, quase o mesmo tipo de SISTEMA, ESTRUTURA, ESQUEMA, ESQUEMÃO, MÁFIA, 171,.etc., que foi foi pré implantado pré montado, pré estruturado pré estabelecido lá em toda a ÁFRICA TAMBÉM TRILIONÁRIA, e como em todos os países LATINO AMERICANOS,

Tudo tudo tudo mesmo ao contrário do que foi ANTIGAMENTE E ATÉ HOJE EM DIA, pré implantado pré montado, pré estrutura do pré estabelecido.etc.nos PAÍSES DO PRIMEIRO E DO SEGUNDO MUNDO, como no CANADÁ, NORUEGA, SUÍÇA, SUÉCIA, JÁ PÃO.etc.etc.etc.

mesmo sendo os PAÍSES AFRICANOS e como também o BRASIL sendo os maiores exportadores do mundo em PETRÓLEO, GÁS , OUROS, DIAMANTES, FLORESTAS, MATAS, ÁGUAS,.ETC.,

Mesmo assim 98% de toda a POPULAÇÃO AFRICANA vivem tudo e todos numa MISÉRIA ABSOLUTA, e assim é nos países LATI NO AMERICANOS, e em alguns PAÍSES ASIÁTICOS,

ANGOLA: A MISÉRIA E A MILIONÁRIA
http://kamussel.forums-free.com/angola-a-miseria-

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 16h44

os quais vivem dizendo aos QUATRO VENDO dizem serem TRANSPARENTES DEMOCRÁTICOS IMPARCIAIS.etc.em referencia á tudo que seja CONTAS PÚBLICAS, DINHEIROS PÚBLICOS.etc.

aonde tudo HOJE EM DIA está tudo mesmo está ON LINE, tudo INTERNET, CELULAR, TV 3D INTERNET, era das CÉLULAS TRON CO.etc.,

mas, em termos de tudo que seja GASTOS, CUSTOS.etc.do SETOR PÚBLICO,

tudo continua como no SÉCULO—XIX—tudo na base do LÁPIS, CANETA.etc.aonde podem apagar tudo depois,.ETC.,

aonde tudo e todos sabem daonde sai, mas ninguém sabe como está sendo usado no MEIO DO CAMI NHO,

pois está sendo tudo tudo mesmo DESVIADOS, EXTRAVIADOS, FLEXIBILIZADOS.etc.no MEIO DO CAMI NHO,

e quando chega no SEU DESTINO FINAL, chega tudo tudo mesmo FRAGMENTADO

e ás vezes não chega nada de nada mesmo, e ou aonde não fazem o tal e tal SERVIÇO á que foi DESTI NADO,

pois, lá no MEIO DO CAMINHO ele foi DESVIADO, EXTRAVIADO, FLEXIBILIZADO.etc.,

Mas desde o tempo do DESCOBRIMENTO DO BRASIL E É AINDA ATÉ HOJE EM DIA NO BRASIL que foi pré implantado pré montado, pré estruturado pré estabelecido um SISTEMA, uma ESTRUTURA, um ESQUEMA, um ESQUEMÃO, uma MÁFIA, 171,. etc.,

E fazem o que bem ENTENDEREM com tudo que é VERBAS, RECURSOS, DINHEIROS.etc.PÚBLICOS, usam á seu bel prazer sem nenhum tipo de TRANSPARENCIA DEMOCRÁTICA IMPARCIAL.etc.

e nada é FISCALIZADO AUDITORIALMENTE.etc.se realmente chegou ao seu DESTINO FINAL, e se realmente foi á tal e tal O BRA, SERVIÇOS.etc.etc.,

Como por exemplo, o GOVERNO FEDERAL manda DIRETO E RETO ao bolso, holleriths, extratos bancários.etc.dos APOSENTA DOS, PENSIONISTAS.etc.,

faz tudo isto sem PASSAR POR nenhum tipo de ATRAVESSADOR, REPASSADOR, INTERMEDIÁRIOS .etc.SAI DO GOVERNO FEDE RAL e vai pro bolso direto e reto dos APOSENTADOS, PENSIONISTAS.etc.

Mas aonde tudo tudo tudo mesmo continuaria sempre na mão de 01, 02 pessoas numa ULTRA CONCENTRAÇÃO DE RENDAS, mêsmo, o BRASIL sendo o PAÍS mais TRILIONÁRIO DE TODAS AS GALÁXIAS, de todos os UNIVERSOS.etc.,

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 16h42

para começo de conversa tudo tudo mêsmo que é do SETOR PÚBLICO, COFRE PÚBLICO, TESOURO NACIO NAL.etc .etc.tudo tudo mesmo tudo tudo mesmo sem nenhuma exceção vem dos nossos

IMPOSTOS, MULTAS, TAXAS.etc.que sai dos nossos BOLSOS, de nossos HOLLERITHS, e das nossas COMPRAS, nos sas VENDAS.etc.etc.e de todas as nossas MOVIMEN TAÇÕES FINANCEIRAS.etc.que cada brasileirinho(a) faz den tro ou fora do BRASIL.etc.,

e como também dos IMPOSTOS, MULTAS, TAXAS.etc.de tudo que advém das nossas EXPORTAÇÕES, IMPORTAÇÕ ES.etc.e como tudo tudo mesmo que advém de nossas RIQUEZAS BRASILEIRAS geradas pelas nossas RIQUEZAS NATURAIS BRASILEIRAS, RECURSOS NATURAIS BRASILEIRAS.etc.,

como por exemplo do nosso PETRÓLEO-PRÉ-SAL, AMAZÔNICO, OUROS, DIAMANTES, FERRO, ALUMINIO, URÂNIO, REMÉDIOS DAS NOSSAS MATAS sendo patenteados por estrangeiros até hoje em dia, das nossas ÁGUAS BRASILEI RAS, das nossas AGRICULTURAS, nossos GADOS..etc.etc.

e de MINÉRIOS AINDA TOTALMENTE DESCONHECIDOS como por exemplo a tal PEDRA AZUL.etc.,

Mas tudo tudo mesmo que advém de nossos IMPOSTOS, TAXAS, MULTAS.etc.que sai dos nossos bolsos, holleriths.etc.e é usa do no SETOR PÚBLICO ADMINISTRADO POR GESTOR PÚBLICO OU GESTOR PARTICULAR.etc.

mas, absurdamente em PLENO SÉCULO—XXI—tudo tudo continua tudo tudo mesmo sem nenhum tipo de TRANSPARENCIA DE MOCRÁTICA IMPARCIAL FISCALIZATÓRIO AUDITORIALMENTE ON LINE INTERNET ATUALIZANDO-SE instantâneamente.etc.

tudo em pleno SÉCULO XXI, mas tudo continua como no SÉCULO—XIX—mesmo e principalmente os tais e tais ADMINISTRA DORES DE TUDO QUE SEJA PÚBLICO.etc.,

os quais vivem dizendo aos QUATRO VENDO dizem serem TRANSPARENTES DEMOCRÁTICOS IMPARCIAIS.etc.em referencia á tudo que seja CONTAS PÚBLICAS, DINHEIROS PÚBLICOS.etc.

aonde tudo HOJE EM DIA está tudo mesmo está ON LINE, tudo INTERNET, CELULAR, TV 3D INTERNET, era das CÉLULAS TRON CO.etc.,

mas, em termos de tudo que seja GASTOS, CUSTOS.etc.do SETOR PÚBLICO,

tudo continua como no SÉCULO—XIX—tudo na base do LÁPIS, CANETA.etc.aonde podem apagar

Responder

Deputados pedem ao MP-SP para apurar rombo de R$ 147,18 milhões nos hospitais gerenciados por OSS | Viomundo - O que você não vê na mídia

27 de junho de 2011 às 14h03

[…] Os deputados estaduais João Paulo Rillo, Adriano Diogo e Hamilton Pereira (PT) entraram com representação no Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP), solicitando à Promotoria do Patrimônio Público e Social que apure as razões do rombo acumulado de R$ 147,18 milhões de 18 hospitais públicos paulistas gerenciados por Organizações Sociais de Saúde (OSS). A denúncia foi feita aqui pelo Viomundo. […]

Responder

beattrice

27 de junho de 2011 às 13h44

Conceição
excelente reportagem, excelente.
Em tempo,
"cerca de 40 hospitais" significa exatamente o quê?
40 hospitais e meio?
Nesse caso, a OSS administra… o estacionamento ou a lanchonete?

Responder

renato souza

27 de junho de 2011 às 01h26

Mesmo que tudo tudo mesmo que é dinheiros, verbas, recursos.etc.tudo tudo mesmo ali vem de ALGUM COFRE PÚBLICO, o qual é tirado dos IMPOSTOS, MULTAS, TAXAS.etc.de todos os quase 200 milhões de brasileiros,

e como também tudo que advém das RIQUEZAS geradas por todas as RIQUEZAS NATURAIS E RECURSOS NATURAIS BRASILEI ROS.etc., mas que tudo tudo mesmo acaba só beneficiando 01, 02 PESSOAS.etc.–os verdadeiros reais e ocultos donos das tais e tais que dizem–”””SE REM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES???AUTARQUIAS??? CARIDADES???, ETC, ”””

Mas do outro lado, PREJUDICANDO de todas as formas possíveis as ENFERMAGENS que ali trabalham em termos de SALÁRIOS, BENEFÍCIOS,.etc.,

e localmente obrigam tudo que é ENFERMAGENS que ali trabalham á trabalharem com um tipo de TRABALHO ESCRAVO COM JORNADAS DE TRABALHO ESCRAVAS TORTURANTES.etc.

e LOCALMENTE só BENEFICIAM só somente só os MÉDICOS que trabalham para as tais e tais—que dizem–”””SEREM-SEM-FINS -LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES???AUTARQUIAS??? CARIDADES? ??,ETC, ”””

Mas por incrível que parece elas só dão cada vez mais e mais PREJUÍZOS aos COFRES PÚBLICOS, mesmos que ELAS LOCAL MENTE elas mesmas não PÕE um 01 CENTAVINHO SEQUER DO BOLSO destas

tais e tais que dizem–”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES???AUTARQUIAS??? CARIDADES?? ? ,ETC, ”””

TUDO TUDO TUDO MESMO É PAGO COM DINHEIRO PÚBLICO, NADA DE NADA MESMO EM TERMOS DE DINHEIROS VERBAS RE CURSOS.etc.POR PARTE DESTAS tais e tais que dizem–”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES ??? AUTARQUIAS??? CARIDADES??? ,ETC, ”””

Mas mesmo assim elas só dão PREJUÍZOS cada vez mais e mais ainda ano após ano, e quanto mais o COFRE PÚBLICO injeta DINHEIRO PÚBLICO nelas, mas e mais elas dão mais e mais PREJUÍZOS,

Como elas fizeram antigamente e fazem ainda com tudo que é SAÚDE lá nos EUA, lá tudo que é SAÚDE PÚBLICA E OU NÃO PÚ BLICA.etc.está nas mãos das tais e tais que dizem–”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES???AU TARQUIAS??? CARIDADES??? ,ETC, ”””

E lá nos EUA, principalmente a SAÚDE PÚBLICA dos EUA, está indo cada vez mais e mais ainda PRO FUNDO DO POÇO, graças ás ADMINISTRAÇÕES das

tais e tais—que dizem–”””SEREM-SEM-FINS -LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES???AU TARQUIAS??? CARIDA DES ? ??,ETC, ”””

Se fizeram isto lá no PÁIS MAIS RICO E PODEROSO DO MUNDO, imagine só o que ELAS SÃO CAPAZ DE FAZER COM A SAÚDE aqui no BRASIL, sendo SAÚDE PÚBLICA OU NÃO PÚBLICA.etc.mas nas mãos das tais e tais, como mostra a REPORTAGEM ABAI XO::::

21 de junho de 2011 às 12:16

Hospitais públicos de SP gerenciados por OSS: Rombo acumulado é de R$147,18 milhões

por Conceição Lemes

A saúde pública no Estado de São Paulo está sendo privatizada rapidamente, a passos largos.

O símbolo desse processo são as OSS: Organizações Sociais de Saúde. Significa que o serviço de saúde é administrado por uma dessas instituições e não diretamente pelo Estado.
https://www.viomundo.com.br/denuncias/hospitais-pu

Responder

deivid souza

27 de junho de 2011 às 01h26

Essas mesmas EMPRESAS LUCRATIVAS SAÚDE PÚBLICA MEIO A MEIO, sendo que o PARTICULAR SÓ entra só com a tal e tal A DMINISTRAÇÃO, mas muito bem paga por fora, mas agora do outro lado o SETOR PÚBLICO entra com tudo, com tudo local mente, entra com o local construído com dinheiro público, materias, equipamentos.etc.tudo comprado com dinheiro público. ETC,-
inclusive, o SETOR PÚBLICO paga todos os SALÁRIOS, BENEFÍCIOS.etc.de todos que ali trabalham, inclusive quem ADMINIS TRA ALGO DO SETOR PÚBLICO–ganha uma porcentagem por fora para ADMINISTRAR tudo com um pé nas costas, facilmente, tranquilamente, numa boa, numa naise.etc.etc.—assim é fácil se tornar bilionários neste país…asim é fácil…—-

Pois é só somente só IR LÁ E ADMINISTRA TUDO QUE É PÚBLICO, INCLUSIVE AS CONTRATAÇÕES DE FUNCIONÁRIOS, as qua is contratações são feitas ALEATÓRIAMENTE SÓ COM CURRÍCULOS E OU UMA PROVINHA JÁ PRÉ-MARCADA PARA QUEM OS PARLAMENTARES E OS SEUS PAUS MANDADOS—INDICAR—PARA—ENTRAR—NAS—TAIS—E—TAIS—,

CONTRATA TUDO TUDO TUDO MESMO PARA TRABALHAR NO SETOR PÚBLICO TUDO SEM NENHUM TIPO DE CONCURSO PÚBLI CO TOTALMENTE DEMOCRÁTICO IMPARCIAL TUDO ÁS CLARAS TUDO ANUNCIADOS POR UM PRAZO ABERTO Á TUDO E Á TO DOS.etc.,

E os desmandos é tão feito que cada centavinho que vai ás tais e tais ADMINISTAR TUDO QUE É PÚBLICO—ás quais dizem ””” SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPICOS??? FUNDAÇÕES? ??AUTARQUIAS??? CARIDADES???,ETC, ”””

Que ninguém sabe daonde saiu e para aonde está indo e como está sendo usado, utilizado.etc.cada centavinho que foi para as tais e tais

E inclusive no SITE DO GOVERNO ESTADUAL LOCAL, O QUAL VIVE DIZENDO PARA TUDO E PARA TODOS QUE TUDO NO SEU GOVERNO, NO SEU PARTIDO.ETC.ETC.TUDO TUDO MESMO É—-TRANSPARENTE—ÁS—CLARAS—SERÁ????

Este mesmo Governo estadual local que manda tudo que é VERBAS, RECURSOS, DINHEIROS.etc.para as tais e tais.etc.—AD MINISTRAR—TUDO—QUE—É—PÚBLICO—NUMA—BOA—SEM—DAR—NENHUM—TIPO—DE—SATISFAÇÃO—, não aparece-””” QUAIS-DELAS-ESTÁ-ADMINISTRANDO-O-QUÊ-???como???.etc.”””-

E inclusive as ENFERMAGENS ou qualquer outro FUNCIONÁRIO que trabalha para as tais e tais—que dizem ”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPI COS???FUNDAÇÕES? ??AUTARQUIAS??? CARIDADES???,ETC, ”””—maltratam, menosprezam , e ou olham com um AR DE SUPERIOR, olhar DE MELHOR.etc.para as outras ENFERMAGENS que vai lá as vezes levando um CLIENTE de algum UBS, HOSPITAL MUNICIPAL.etc.LOCAL.etc.

mas na verdade tudo e todos ali inclusive tudo e todos que trabalham nas tais e tais que dizem”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATI VOS???FILANTRÓPI COS???FUNDAÇÕES? ??AUTARQUIAS??? CARIDADES???,ETC, ””” tudo e todos ali—RECEBEM VERBAS, RE CURSOS, DINHEI ROS.etc.TUDO TUDO MESMO DO SETOR PÚBLICO.etc.,

,
mas os verdadeiros reais e ocultos donos das tais e tais que dizem–”””SEREM-SEM-FINS-LUCRATIVOS???FILANTRÓPI COS??? FUN DAÇÕES???AUTARQUIAS??? CARIDADES???,ETC, ””” são TRILIONÁRIOS mas em cima da total MISERABILIDADE e da EX CESSIVA, ES CRAVAS, VIOLENTAS, TORTURANTES..ETC..JORNADAS DE TRABALHO .ETC.DA ENFERMAGEM–feminina-mulher-mãe-BRASILEIRA que trabalha atua para ELES,

Responder

Pedro1

26 de junho de 2011 às 17h42

E isto vai sair em algum jornal? Necas. O que os tucanos fazem no estado mais rico do país é para o PIG assunto sem importância.

Responder

    beattrice

    27 de junho de 2011 às 22h11

    E se alguém estiver esperando uma ação do MPE espere sentado porque de pé cansa.

LuisCPPrudente

25 de junho de 2011 às 21h50

Essas OSS são excelentes negócios das "ações entre amigos" do PSDB.

E onde está o ministério público de São Paulo? Com certeza também usuflui dessas "ações entre amigos" do PSDB.

É necessário uma limpeza geral no ministério público de São Paulo, só assim este órgão vai passar a cumprir a sua função.

Responder

Adroaldo Bauer

25 de junho de 2011 às 11h29

Eita gentinha diferenciada, essa!

Responder

renato souza

25 de junho de 2011 às 11h07

são vários tipos de grupos empresariais saúde, ficaram ou ficam BILIONÁRIOS com a SAÚDE em geral, enquanto a SAÚDE do povo em geral vai pro fundo do poço,

e como também a SAÚDE FINANCEIRA FÍSICA ESPIRITUAL NÊURICA COLUNA.etc.de quem TRABALHA NA SAÚDE vai também pro fundo do poço em todos os sentidos,

do outro lado, eles todos vão ficando mais e mais BILIONÁRIOS.etc., atuando de todas as formas possíveis para que PROJETOS Á FAVOR dos TRABALHADORES-SAÚDE-

não vai prá frente de jeito nenhum lá no CONGRESSO NACIONAL, pois, a maioria dos PARLAMENTARES estão nas MÃOS destes tais e tais GRUPOS EMPRESARIAS.etc.mentira????pesquisem????

pois o que acontece é que tudo tudo tudo mesmo que é PÚBLICO, e ou

Então tudo tudo mesmo que seja—PÚBLICO—e—ou-mesclado—com–PARTICULAR—,

E é AONDE que fazem com que TUDO QUE SEJA LUCRO LIQUIDO caia na conta de 01, 02 pessoas o tal e tal–PARTICULAR—PRIVADO–.etc.

E fazem com que AONDE TUDO TUDO MESMO QUE É PREJUÍZO caia na conta do—setor–PÚBLICO—SOCIAL—de todos os COM TRIBUINTES BRASILEIROS, isto é de todo o POVO BRASILEIRO SEM EXCEÇÃO, caia na conta dos quase 200 milhões de brasi leiros.ETC.,

agora os LUCROS LIQUIDOS só vai para a conta de 01, 02 pessoas..ASSIM É FÁCIL SE TORNAR BILIONÁRIO nos países das ba nanas, países lacucaracha, países tupininquins.etc., como o são os países africanos, países latino americanos.ETC.,

mas em qual CONTEXTO se encontra o BRASIL????PRIMEIRO MUNDO OU PÁISES DO TERCEIRO QUARTO QUINTO MUN DO???mas em referencia ao seu povo brasileiro internamente, população brasileira internamente, e como também em termos de CRIANÇAS, ADOLESCENTES, PROFESSORAS tudo e todos felizes e contentes em ESCOLAS NORMAIS E PROFISSIONALIZANTES EM TEMPO INTEGRAL.etc.

mas, principalmente as tais e tais VERBAS, RECURSOS, DINHEIROS.etc.do SETOR PÚBLICO.etc., cada 01 centavinho

Que advém de tudo tudo mesmo que pagamos que advém de nossos bolsos, que são os nossos IMPOSTOS, TAXAS, MULTAS. etc.

Tanto de todo o POVO BRASILEIRO e como de todas nossas-EXPORTAÇÕES, IMPORTAÇÕES, MOVIMENTAÇÕES FINANCEIRAS. ETC.internamente e externamente.etc.,

e como também tudo tudo mesmo que advém das RIQUEZAS GERADAS pelas nossas RIQUEZAS NATURAIS, RECURSOS NATU RAIS BRASILEIROS.etc.,

os quais pertencem á cada um(a) do(a)s milhões e milhões de brasileirinho (a)s.etc.,

mas, aonde os—-LUCROS—-LIQUIDOS—TOTAIS—-acaba só favorecendo só sómente só 01, 02 pessoas.etc.

Responder

renato souza

25 de junho de 2011 às 00h51

pois ELES administram o que for PÚBLICO mas que ENCHEM os BOLSOS deles, LUCROS para ELES,

Responder

renato souza

24 de junho de 2011 às 22h59

pois ELES administram o que for PÚBLICO mas que ENCHEM os BOLSOS deles, LUCROS para ELES,

fazem com que os LUCROS sejam PARTICULAR, PRIVADO.etc., mas, agora, os PREJUÍZOS, CUSTOS,.
etc.sejam tudo do POVO EM GERAL, seja SOCIAL, seja PÚBLICO.etc.

É FÁCIL ADMINISTRAR AONDE TEM DINHEIRO FÁCIL E SOBRANDO

MAS AGORA VAMOS VER QUEM É QUEM ADMINISTRANDO AONDE QUASE NÃO TEM DINHEIROS, E AO MESMO SEM PREJUDICAR QUEM TRABALHA NOS TAIS E TAIS LUGARES

Responder

Vamos à Luta – Unicamp » Reportagem desmascara o sistema de gestão por OSs dos Hospitais Públicos

24 de junho de 2011 às 22h20

[…] matéria recentemente publicada no portal viomundo analisa a situação dos hospitais públicos geridos por Organizações Sociais da Saúde. Este […]

Responder

nelson freitas

24 de junho de 2011 às 14h19

Aqui em SP os tucanos no poder a 16 anos não construiram quase nada e privatizaram tudo que foi construído em gestões anteriores, aqui não se anda 30 km sem pagar pedágio e não se tem notícia de que tenham construido alguma estrada. Privatizam a saúde pública no que dá lucro e sucateiam onde há programas de assistência social e depois fecham. Venderam o Banespa, CPFL, ELETROPAULO, CESP, entregaram as estradas novinhas para empresas privadas cobrarem pedágios estratosféricos. Pregam veladamente a homofobia, o preconceito contra pobre, nordestino e negro, ao que chamam de gente diferenciada, tanto que proibiram estação do metrô em higienópolis bairro onde mora FHC. Por isso que sempre digo precisamos acabar com o PSDB e a Globo, senão esses vermes acabam com o Brasil, como estão fazendo com os idiotas de SP, terra de trouxas, em sua maioria.

Responder

alberto

24 de junho de 2011 às 11h13

Esqueci de perguntar, será que isto também vai passar na rede globo de televisão (jornal nacional e fantástico)? Além de não gostar desta rede, gostaria de ver se tem lisura pra mostrar estes tipos de falcatruas do governo tucano, vamos herdeiros de Roberto Marinho, tem coragem ou é simplesmente são a favor de governos para os seus benefícios?

Responder

    Alex

    28 de junho de 2011 às 12h18

    Quem ajudou a dívida da Globo foi o governo Lula e não do PSDB

alberto

24 de junho de 2011 às 11h09

Bem o MP está aonde, será que ganharam muito do psdb pra não ter nenhuma investigação, veja os exemplos dos desvios do Complexo Hospitalar de Sorocaba, alguns estão com habeas corpus e outros sendo investigados, capaz que se estenderem mais irá cair até no serra e na corja do psdb., tem dar cadeia neles, chincalhar os bens patrimoniais, bloquear os bens familiares, verificar se não tem laranja no esquema, pois podem até usarem CPF/MF falsificados para saírem ilesos, tem que fazerem alguma coisa, se mexam MP, façam alguma coisa, pois ganham muito bem pra não fazerem nada e serve de alerta pra juízes e o TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO que vende muito fácil.

Responder

FrancoAtirador

24 de junho de 2011 às 02h42

.
.
Corre um boato que, no jogo Santos x Peñarol,
4ª-feira, na final da Libertadores da América,
havia no Pacaembu: um Ganso Branco em campo
e um Peru no camarote do Cisne Negro.
.
.

Responder

Gestão tucana na Saude de Sao Paulo « Simonleonidas's Blog

23 de junho de 2011 às 17h49

[…] 21 de junho de 2011 às 12:16 Viomundo – https://www.viomundo.com.br/denuncias/hospitais-publicos-de-sp-gerenciados-por-oss-a-maioria-no-verme… […]

Responder

lia vinhas

23 de junho de 2011 às 17h03

E como fica o Rio, que segue o mesmo caminho? Já são vários PAMs e porstos de saúde, além de escolas municipais adotando o sistema, no qual os contratados pelas tais "cooperativas" ganham quase três vezes o salário dos concursados. E nem por isso o serviço tem melhorado.

Responder

Rafael Patto

23 de junho de 2011 às 15h33

Falta de transparência é a marca registrada dos governos tucanos.

Responder

jose carlos

23 de junho de 2011 às 12h54

Será que as respostas que a Conceição não conseguiu, algum deputado petista acordado consegue? Será que esta matéria não deveria ir numa série de reportagens na RECORD? Será que não se pode pedir a um órgão federal investigar essa bandalheira? Será que uma denúncia grave dessas tenha de ficar só para blogueiros sujos?

Responder

    MOPSAB

    23 de junho de 2011 às 15h44

    Movimento Popular de Saude de Barueri)
    Cidadania.
    Barueri.
    I – Portarias de 15/01/2009
    Interessados: UNIFESP, Secretaria de Saúde de Barueri e Josenilson Aragão Cerqueira
    Assunto: Apuração da ocorrência de eventual irregularidade na forma de provimento dos cargos públicos na área da Saúde do Município de Barueri
    Cidadania
    Cidadania
    Protocolo nº: 71.526/09 1 Volume(s) 1 Apenso(s)/Anexo(s)
    nº de origem: 40/08
    I – Portarias de 02/10/2009
    Barueri
    Interessados: Joenilson Aragão Cerqueira, Município de Barueri e UNIFES/SPDM
    Assunto: Apuração de eventual irregularidade na celebração de contrato de gestão para administração de hospital municipal de Barueri.
    Movimento Popular de Saude de Barueri)

    Nós, do MOPSAB (Movimento Popular de Saúde de Barueri), vimos esclarecer algo que vem ocorrendo na Saúde pelo SUS em Barueri, principalmente no Hospital Municipal, que afeta diretamente quem busca atendimento de saúde na cidade.

    Fazemos parte do sistema de saúde de uma das cidades mais importantes do Estado de São Paulo. Porém, o Governo municipal, não faz uma política clara de saúde para o município. Ele entrega patrimônio público à terceirização, fazendo mal à saúde do trabalhador e da população de Barueri.

    A terceirização da saúde em Barueri, só favorece quem vai gerenciar os recursos, no caso a SPDM/APDM. Em diversas cidades onde este modelo foi implementado, quem saiu mais prejudicado foi a população.

    O que significa, neste caso, terceirizar? Significa transferir um hospital público, construído com dinheiro público, a um grupo empresarial que só tem olhos para obter lucro com os serviços de saúde à população.

    O governo contratou uma empresa para gerenciar milhões de reais, verba pública destinada ao hospital. Ela emprega profissionais de outras cidades, enquanto a população de Barueri, fica à espera de abertura de concursos públicos.

    A SPDM/APDM é um grupo que opera em diversos hospitais do Estado de São Paulo. Por onde passa, o que sobra é o desmonte do serviço público, pois seu maior interesse é ter acesso ao montante de verba destinado à saúde. SAÚDE PARA ELES NÃO PASSA DE UM BALCÃO DE NEGÓCIOS.

    Além disso, não possui, sequer, idoneidade para gerenciar um “carrinho de cachorro quente”. Por ter mais de 3.000 títulos protestados, já não poderia entrar num processo de licitação do tamanho e da complexidade que exige o Hospital Francisco Mouram. A população de Barueri não merece tanta sujeira!

    Se você, cidadão, tiver um único protesto e seu nome constar nos cadastros do SERASA, muitas portas se fecharão. Porém, para a SPDM, ter mais de 3.000 protestos, ou seja, ter o nome sujo na praça, não lhe tirou o benefício de administrar um hospital da importância do Francisco Mouram. Uma empresa caloteira, que deve mais de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) na praça está administrando o Hospital de Barueri! Em condições normais isto nunca poderia ocorrer. Temos que extirpar este tumor que se instalou na saúde da cidade.

    Alertamos que a cultura de entrega do patrimônio público à iniciativa privada e OS em Barueri, existentes a longa data, promovida por lei de criaçao do SAMEB (Serviço de Atendimento Medico Emergência de Barueri), autarquia criada para gerenciar a saude pública municipal, promovendo a tercerizaçao e a inércia da contrução de um hospital municipal, que depois de várias décadas, o mesmo foi entregue a uma “OS“, como relatado, além de tercerizar serviços de saúde local e de Prontos Socorros.

    Por isso, contamos com os usuários e moradores de Barueri, para lutar juntos em defesa da saúde pública, em defeza do SUS de qualidade e para todos. Contra a entrega do patrimônio público à iniciativa a.privada, sem representatividade do controle socialnesses espaços.

    Informamos também que um dos objetivos da criação do movimento popular de saude, dentre outros nessa cidade, em lutar para impedir tal retrocesso social, no acesso à saude e na democracia brasileira, que esmaga as leis sanitárias e deixam o povo refém, novamente, dos antigos e arcaicos modelos de gestão, que centralizam e ditando poderes, marginalizam a participação social e distanciando a responsabilização do estado, além de infrigir o Estado de direito democrático garantidos pela a Constituição.

    Mopsab.

    beattrice

    27 de junho de 2011 às 22h19

    E pensar que a UNIFESP já foi modelo de administração pública na área de saúde.
    Em tempo,
    a UNIFESP é federal, CADÊ O MEC seu HADDAD???

    beattrice

    27 de junho de 2011 às 22h18

    O PT-SP é tucano, de corpo e alma.

Samuel Leite

23 de junho de 2011 às 12h44

Se a imprensa fosse séria, divulgaria esse escândalo e causaria indignação, pois a coisa é muito grave. Mas o que se observa é nada acontece. São Paulo é isso. Lembrando que as redações da Veja, da Folha, do Estadão, da Band, Record ficam aqui. A matéria da Conceição é muito bem fundamentada, oferece subsídios fortes e consistentes para que os orgãos competentes dos defensores da sociedade trabalhem de forma respalda. Porém o que se vê é uma inércia absurda, para não dizer outra coisa. Um belo trabalho jornalístico desse não deveria ser disperdiçado.

Responder

Aracy_

23 de junho de 2011 às 11h42

Conceição, brilhante matéria. Sugiro saber da Secretaria da Fazenda estadual se vêm sendo feitas auditorias na execução dos contratos com as OSSs e quais foram os fatos já apurados. Cadê o TCE nessa parada?

Responder

    alberto

    26 de junho de 2011 às 13h36

    Provavelmente, comprado pelo psdb.

Avelino

23 de junho de 2011 às 10h33

Caro Azenha
Os aparelhos do Estado brasileiro não foram feitos para atender ao povo. A corrupção do hospitais publicos, simplesmente vazaram, logo caiu o sec de Esporte, pos é melhor cortar logo, assim eles passam a imagem de sérios, de éticos. Enquanto isso se desmonta,que já está desmontada, pois se fosse em frente, cairia mais secretários, governadores. Os tucanos em nada diferem dos escravocratas, apenas a roupagem moderna.
Os serviços publicos do Brasil é maquiagem, para dar um ar de humanidade aos predadores.
Saudações

Responder

Yv Obaca

23 de junho de 2011 às 00h05

A privatização da saúde tem que ocorrer, MAS, não dessa forma irresponsável e escusa, modo tucano de ser. A privatização tem que ser indireta como ? Gerando emprego e renda como foi feito no governo anterior e mantido no atual. Os empregados adentram nos convênios de saúdes das empresas desafogando o SUS. Deixando-o respirar e servir com qualidade de atendimento a quem realmente deve depender do SUS.

Responder

    Nelson

    23 de junho de 2011 às 14h13

    Meu caro Yv Obaca.
    Creio que você ainda não entendeu que, sob a domínio neoliberal, a saúde virou, definitivamente, um negócio. Um negócio a garantir gordos lucros para um restrito grupo de grandes laboratórios, hospitais e planos de saúde privados.
    Assim, meu caro Obaca, a obrigação do Estado, obedecendo regiamente à cartilha do duo FMI/Bird, é fingir que investe em saúde pública de qualidade. Até porque este Estado tem que pagar a gigantesca dívida pública, que só faz crescer, e não vai sobrar muita coisa para o investimento no social. Se realmente oferecer saúde de qualidade ao povo, o Estado estará tomando mercado da iniciativa privada.
    Me responda, Obaca. Quantos brasileiros ainda manteriam seus planos de saúde privados se o Estado lhes oferecesse a assistência à saúde a que eles têm direito? Muito poucos, é claro. E, aí, o setor saúde não seria mais atrativo; eu estou falando de lucros, não em atendimento decente para o povo, é óbvio.
    Por isso, a manter-se essa lógica de mercado na saúde, nunca veremos o SUS oferecendo "qualidade de atendimento" a todos. Sim, a todos, porque o SUS é um sistema universal.

Luiz Aguiar

22 de junho de 2011 às 23h37

Realmente é o modelo tucano. Em Goiás o governo que é tucano quer fazer o mesmo pra justificar a sua falta de recursos!
Como se as experiências em outros estados não demonstrem que a população já sabe, é mais um recurso para o desvio de verbas.

Responder

@luisk2017

22 de junho de 2011 às 23h09

Tô arrasado. O "modelo" de gestão privada não era o máximo?

Responder

    Lino

    23 de junho de 2011 às 11h22

    E sobre a mafia dos plantões extras? o Ricardo Tardelli saiu, e os diretores dos hospitais, todos continuam….e aí? como fica? dá para acreditar em moralização?

    Alex

    28 de junho de 2011 às 15h31

    Isso ocorreu onde?? Administração Pública!!!!!!

    Nelson

    23 de junho de 2011 às 14h15

    "Era o máximo" só na propaganda, que convenceu uma legião enorme de incautos e inocentes.
    A propósito, lembrei de uma definição do genial Millôr Fernandes para propaganda:
    "Propaganda é o que você usa quando não pode enganar o outro pessoalmente".

ZePovinho

22 de junho de 2011 às 20h20

http://pedagiometro.com.br/

Total arrecadado nos pedágios de São Paulo em 2011 até agora…

R$ 2.747.577.575,34(2 BILHÕES,747 MILHÕES, 577 MIL REAIS,575 REAIS).

Responder

Robson

22 de junho de 2011 às 20h08

Conceição, PARABÉNS! Excelente e aterradora reportagem! Este é mais um motivo para a decadência do PIG: dificilmente se vê reportagens tão bem construídas como essa. Não se esqueça de nós…….

Responder

nelson freitas

22 de junho de 2011 às 19h12

Esse trio composto FHC, SERRA E GERALDO ALCKIM, estaria na cadeia há muito tempo em qualquer outro país do mundo.
Esse pessoal da elite branca paulista vendeu tudo que era lucrativo aqui em SP, entregou as estradas para os apaniguados ganharem direiro facil nas costas dos paulistas otários. Fecharam ou sucatearam tudo que tinha cunho social. Perseguiram os adversários, sumiram com o dinheiro, montaram esquemas em todo lugar, rodoanel, metrô, venderam a paulipetro, acaba luz sempre em SP. Viajei pelo estado e ví só desolação por todo lado, é triste, cadeia pra esses vermes de SP. Eles controlam a PM e o MP.

Responder

Tarso Cabral Violin

22 de junho de 2011 às 17h15

Parabéns Azenha por divulgar este texto. Aqui no Paraná o Blog do Tarso (http://blogdotarso.com) está na luta contra as Organizações Sociais. Inclusive meu livro critica essas privatizações: "Terceiro Setor e as Parcerias com a Administração Pública: uma análise crítica". Um abraço

Responder

    Conceição Lemes

    22 de junho de 2011 às 18h19

    Tarso, o seu livro está à venda normalmente nas livrarias? abs

Dr. Israel

22 de junho de 2011 às 16h18

Esqueçeram de mencionar o " Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros " zona leste de SP, belenzinho. Lotearam tudo………..coisa de pai para filho. Os funcionarios de carreiras concursados são jogados no lixo, outrossim, sofrem assédio moral para se aposentarem e/ou pedirem transferencia. Cadê o ministério publico ? cadê os conselhos de classe. Outra aberração é a omissão do Estado, quando eles mantem os funcionários publicos, os mesmos trabalham de graça para as oss, e os Diretores levam os milhões que as oss liberam para reciclagem dos funcionarios em geral daquela unidade. Se o ministério publico fizer uma auditoria a fundo em todos hospitais de SP que aderiaram as oss, com certeza vão encontrar um rombo 100 vezes maior que esse mencionado acima e centenas de Diretores ricos ilicitamente.

Responder

    Luciano Prado

    22 de junho de 2011 às 17h04

    Meu caro Dr. Israel

    São Paulo não tem, de fato, Ministério Público Estadual. Só existe no papel e para inglês ver.

    Foi cooptado pelas forças diabólicas do neoliberalismo e do capitalismo selvagem.

    A imprensa paulista vem a muito mamando nas tetas (verbas publicitárias) do Estado através do PSDB, e por isso silenciam.

    Sem imprensa e Ministério Público estadual para fiscalizar sobra para os senhores deputados estaduais. Ocorre que esses são todos (ou quase todos) da base de sustentação tucana. Nada ocorre, ninguém fiscaliza.

    Resta, então, uma imensa podridão escondida pela omissão criminosa dos que preferem o "status quo".

    operantelivre

    26 de junho de 2011 às 16h16

    Assédio moral e nepotismo com dinheiro público sustentam a atual herança maldita dos ásperos tempos da ditabranda.

Regina Braga

22 de junho de 2011 às 15h50

Já não existe choque de gestão ,mas choque de realidade…realidade que os demotucanos venderam o Estado,como as antigas partilhas….E quanto ao povo…esqueça dele.Parabéns pela reportagem.Quanto mais aprofundar,mais vamos ver o buraco, que nos jogaram.

Responder

Luciano Prado

22 de junho de 2011 às 14h27

Alguém tem dúvida sobre a omissão criminosa do Ministério Publico estadual de São Paulo?

Tem cabimento ocorrer tudo isso sem que o MP estadual sequer desconfie ou suspeite?

Quando as pessoas afirmam que São Paulo não tem Ministério Público estadual é porque a coisa é séria mesmo.

O "Estado" do Serra e do PSDB cooptou o MP paulista.

Vergonha e o paulista ainda mantém essa gente por vinte anos no poder.

Então, não reclama.

Responder

    Robson

    22 de junho de 2011 às 19h37

    Luciano, de pleno acordo. Lembrando que, no meio dessa "manada de elefantes" que o MPE finge não ver, está a cratera da linha 4 do metrô. Todas as denúncias de irregularidades (de todos os tipos) encaminhadas à instituição foram solenemente arquivadas…..antes de abrir aquela cratera. Aliás, alguém pode me dizer o que deu no laudo pericial sobre essa irresponsabilidade?

Luciano Prado

22 de junho de 2011 às 14h22

O silêncio criminoso e conveniente da velha e carcomida imprensa jogou as instituições paulistas na podridão eterna.

Basta retirar a primeira camada da "cebola" para constatar sua podridão..

Este foi o legado de Serra e do PSDB para São Paulo.

Acorda são-paulino!

______

Do G1

Escutas revelam que fraudes em plantões médicos vêm desde 2005

Grampos mostram como ex-diretor de hospital aprendeu a fraudar plantões. Denúncias levaram à prisão de 12 pessoas na semana passada em SP…"
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/06/ano

Responder

    M. S. Romares

    22 de junho de 2011 às 16h15

    Oooo, Luciano, são-paulino está sempre acordado e estamos lider. Quem tem que acordar são os paulistas e, muito mais, os paulistanos. Saboroso e kassab são de lascar.

    Luciano Prado

    22 de junho de 2011 às 17h07

    Ok, você venceu… Mas ainda bem que você concorda com a essência da crítica. Ou não?

    M. S. Romares

    24 de junho de 2011 às 22h40

    Certamente que concordo. Mas tá dificil esse povo acordar.

Milton Freitas

22 de junho de 2011 às 14h15

Parabéns pela bela reportagem .
É a blogosfera fazendo a pauta ,mostrando a real .
Espero que camara não fique na CPI da gordura trans e realmente venha a cumprir o seu papel .

Responder

Almerindo

22 de junho de 2011 às 12h17

Azenha, fora do assunto, viste a entrevista do Rogerio Santanna sobre sua saída da Telebrás? Tá aqui:
http://www.direitoacomunicacao.org.br/content.php

Responder

ZePovinho

22 de junho de 2011 às 12h12

http://osamigosdobrasil.com.br/2011/06/21/psdb-va

PSDB vai morder seu bolso:Pedágios vão subir no dia 1º em SP.Aumento será de até 9,77%

Terça-feira 21, junho 2011

O feriado prolongado de Corpus Christi será o último em que os motoristas de São Paulo pagarão o atual valor nas praças de pedágio do Estado de São Paulo. A tarifa sobe no dia 1.º e o reajuste, em alguns casos, deve chegar a 9,77%, segundo cálculos feitos por empresários do setor. Diferentemente do ano passado, os valores serão arredondados de R$ 0,10 em R$ 0,10.

O aumento obedece aos índices dos contratos de concessão assinados com o governo do Estado. Os mais antigos, dos anos 1990, são corrigidos pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas. É o caso da Castelo Branco e dos Sistemas Anchieta-Imigrantes e Anhanguera-Bandeirantes, que ligam a capital ao interior do Estado e ao litoral.

Já para as rodovias que tiveram os contratos assinados tendo como fator de correção o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), um indicador mensal de preços do varejo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o reajuste chegará a 6,55%. Nesse caso estão incluídas rodovias importantes, como a Dom Pedro, a Carvalho Pinto, a Raposo e o Rodoanel.

O cálculo final do valor do pedágio de cada praça, no entanto, não é feito apenas aplicando o índice de reajuste ao valor vigente. A Agência Reguladora dos Serviços de Transportes de São Paulo (Artesp) ainda faz as contas levando em consideração também o tipo de pista (se é duplicada ou simples, por exemplo) e a extensão percorrida. O arredondamento é definido pelo governo do Estado – no ano passado, foi de R$ 0,05 em R$ 0,05.

Unificação. Os reajustes neste ano vão na contramão do que se viu em julho do ano passado, quando o IPCA foi maior do que o IGP-M. O que o governo paulista quer é que, por meio de uma negociação, se chegue a unificar o índice para o IPCA, que é menos sujeito a fatores externos, como as commodities, que subiram muito desde o segundo semestre do ano passado.

A expectativa atual das concessionárias, porém, é de que o governo paulista publique o valor dos pedágios até o dia 27, respeitando o que está nos contratos. Mas não escondem que pode haver uma negociação futuramente, lembrando que foi uma promessa de campanha de Alckmin.

Os empresários lembram também que parte das companhias responsáveis por concessões de rodovias paulistas tem papéis em bolsa. E se algo acontecer de muito diferente, que afete o equilíbrio financeiro das empresas, acionistas poderão entrar na Justiça reclamando seus direitos.

PARA LEMBRAR

Revisão foi tema de eleição

A revisão dos pedágios foi uma das principais promessas de campanha de Geraldo Alckmin (PSDB). Em sua primeira entrevista coletiva no cargo, em janeiro, ele afirmou que as mudanças aconteceriam nos primeiros 12 meses de sua gestão e depois chegou a dizer que estava em estudo a criação de um índice próprio para os pedágios, que levasse em conta os custos de uma rodovia. Agora, ao que tudo indica, a revisão dos pedágios deve ficar para o próximo ano.

A Artesp informou que estuda a revisão e contratou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para “consultoria com vistas à eventual revisão dos índices”. Também foi criado um grupo de estudos para analisar a viabilidade de outras formas de cobrança automática – sem a necessidade dos guichês e cobrando por quilômetro rodado.Estado

Responder

Orlando

22 de junho de 2011 às 12h04

Não faz nem cosquinha nos R$ 3 bilhões utilizados para cobrir o rombo do Banco Votorantim, nem nos R$ 10 bilhões da CEF no Panamericano-SBT-Lombardi -Bolinha de Papel.
Os desmandos na Saúde paulista são graves e devem sim ser denunciados e punidos, mas sinceramente, perto do que ocorre no sistema financeiro, a discussão parece como a dona de casa preocupada com a goteira da varanda enquanto, às suas costas, a casa está em chamas.

Responder

Miguel

22 de junho de 2011 às 11h53

Este rombo é dinheiro de pinga em relação a Doação de 420 milhões para Corinthians e empreiteiras afins…

Responder

    O_Brasileiro

    22 de junho de 2011 às 19h57

    Concordo com você.
    Para a saúde e a educação, só dão migalhas…

Nelson

22 de junho de 2011 às 11h20

Lembro que, anos atrás, uma campanha publicitária do Sesi aqui do Estado mais meridional do Brasil sustentava o seguinte lema: " A iniciativa privada faz mais".
Sempre cético com relação a tal discurso, que quase nunca vemos tornar-se realidade, eu complementava a frase:
"…com o dinheiro público, é claro".

E o eminente economista canadense, liberal, John Kenneth Galbraith, não me deixa mentir. Segundo ele, "tire-se o Estado da economia e o capitalismo não dura um dia sequer".

Responder

Antonio

22 de junho de 2011 às 11h18

O problema dessa história toda é que a sociedade civil organizada ainda não tem mecanismos para tirar os pilantras do governo e colocá-los na cadeia. Mas vamos chegar lá.

Responder

    joao

    23 de junho de 2011 às 19h20

    Vamos chegar lá sim… pelo andar da carruagem e pela 'vontade' que o povo tem de lutar, vamos chegar no purgatório, olhar os sacanas e dizer com toda propriedade: Viu, te falei que roubar era pecado, agora vc vai pagar! Vai arder no inferno, e nós os honestos vamos para um lugar melhor, seu bobo chato e feio!