VIOMUNDO

Diário da Resistência


Velho
Amor Nos Tempos de Cólera 24/06/2017 - 08h18

Velho


Por Marco Aurélio Mello

por Marco Aurélio Mello

Raul dizia: “Ah, mas que sujeito chato sou eu, que não acha nada engraçado, macaco, praia, carro, jornal, tobogã… Eu acho tudo isso um saco!”

Enquanto o mundo está uma merda, segundo o senso comum, veja só que boa perspectiva:

Estudo feito na Espanha comprovou aquilo que não chega a ser novidade, quanto mais satisfeitos com nossas vidas, melhor percepção da nossa saúde.

Pessoas que se dizem felizes adoecem menos.

Em geral a felicidade está relacionada ao convívio social.

Portanto, não despreze os amigos e a família, isto é, aqueles que te apoiam, com otimismo.

Porque mesmo entre eles há muita gente chata.

Mens sana corpore sanus = mente sã, corpo são.

Pessoas otimistas gostam de falar de coisas boas, compartilhar notícias boas, e têm uma visão colorida do mundo.

E compartilhar boas notícias diminui o vazio da solidão.

Pessoas felizes vivem mais e melhor.

Existe uma droga que nosso organismo produz que tem sido muito estudada mais recentemente, a oxitocina.

Este hormônio, que facilita o parto e a lactação, é liberado em boa quantidade quando abraçamos e beijamos com afeto.

Por isso passou a ser conhecido como hormônio do amor.

Os efeitos da oxitocina são “milagrosos”.

Ajuda a reduzir estresse, pressão arterial, dores, cura feridas, combate a obesidade, aumenta a libido em homens e mulheres…

Você até pode acompanhar o noticiário com cores de fim de mundo, fiscalizar os políticos quase todos sórdidos, defender os interesses coletivos…

Afinal, é importante ser realista, mas evite tempestades em copo d’água, saia do lado negativo da vida.

E sorria, mesmo que para isso você tenha que fazer algum esforço.

Sorrir atrai abraços e beijos.

E numa dessas o amor aparece.

E se isso acontecer, vai ser só alegria.

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.