VIOMUNDO

Diário da Resistência


Noticiário previsível
Foto Rovena Rosa. Agência Brasil
Amor Nos Tempos de Cólera 01/05/2018 - 10h45

Noticiário previsível


Por Marco Aurélio Mello

Foto Rovena Rosa, Agência Brasil

por Marco Aurélio Mello

Tragédias humanitárias como o desabamento do prédio na madrugada deste primeiro de Maio, no Centro de São Paulo, mexem com todo mundo.

Claro, não é para menos, afinal, são vidas em jogo.

Muitas vidas.

A curiosidade irá levar as pessoas à TV.

Serão horas e horas de audiência para deleite das emissoras.

Mais audiência, mais comerciais, mais dinheiro em caixa.

Mas como será feita a cobertura, o noticiário?

A mídia vai acompanhar o rescaldo, contar as vítimas e fazer o que eles sabem de melhor, explorar o drama,  fulanizar o acontecimento.

Sicrana perdeu tudo.

Beltrano não teve tempo de sair com a criança.

Um anônimo se comportou como herói, ao desafiar as chamas e resgatar feridos.

Bombeiros superaram o cansaço e trabalharam sem trégua.

Serão várias pautas sensacionalistas e várias histórias edificantes.

Mas não pense você que a ideologia não estará presente.

Os moradores serão tratados como invasores.

Serão chamados de negligentes.

Teriam sido avisados dos riscos e preferiram ficar.

Aparecerão laudos da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros atestando a precariedade das instalações.

Parte da sociedade dirá: – Tá vendo, bem feito, quem mandou eles estarem lá?

Haverá criminalização dos movimentos socias, ao mesmo tempo em que as autoridades ficarão isentas de responsabilidade.

E o dono do imóvel?

Ah, este será blindado.

Ninguém nem saberá seu paradeiro.

Talvez apareça um advogado dizendo que estava tomando providências necessárias para reintegrar o imóvel, mas sabe como é, a Justiça é lenta…

E ficará tudo por isso mesmo.

Quem irá atrás dos levantamentos que mostram que a especulação imobiliária está expulsando os moradores pobres do Centro, onde está o emprego e a renda (gentrificação)?

Quem vai dar voz, entre tantos outros, à Raquel Rolnik, ou ao Nabil Bonduki, especialistas em urbanismo?

Quem irá demonstrar que o direito à moradia digna está na Constituição Federal e na Declaração Universal dos Direitos da  Pessoa Humana?

Quem terá culhão de afirmar que há hoje na cidade de São Paulo, segundo estimativa dos movimentos de luta por moradia, cerca de 400 mil imóveis fechados?

Ninguém atenta para os números?

Então tá.

400 mil moradias abrigariam a população de uma Piracicaba inteira, ou toda Bauru, ambas no interior de São Paulo, ou uma Maringá, no norte do Paraná.

Isto se a gente colocar um indivíduo em cada imóvel.

Se a gente considerar a média de três moradores para cada casa então seriam as três cidades juntas!

Já estou até vendo os desdobramentos.

O candidato à presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, tido como um dos herdeiros políticos de Lula, terá sua imagem desgastada, por associação aos “invasores”.

E, mais, estará aberta a temporada de despejos no Centro da cidade, promovidos por um prefeito em mandato tampão, o Covinhas, que vai fazer a alegria de muitas famílias proprietárias de imóveis esperando a valorização chegar na região central da maior cidade da América Latina.

Família cujos sobrenomes nos lembram donos de TVs, de jornais, empresários, políticos e socialities.

Sim, aquelas 500 famílias que mandam no Brasil.

A propósito, quem vai cobrir os atos de primeiro de Maio, em todo o Brasil, contra a Operação Lava Jato e em apoio à libertação de Lula?

Cortina de Fumaça?

Incêndio criminoso?

Nunca saberemos.

P.S. Mais tarde viemos a saber que o prédio pertence à União (obrigado Filipe Difini), o que é desolador. (Atualizado às 12:14)

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

01 de maio de 2018 às 22h38

.
https://pbs.twimg.com/media/DcJcqoOX4AIzGAD.jpg

Campanha de Solidariedade às Famílias
Vítimas do Incêndio e do Desabamento

https://twitter.com/GuilhermeBoulos/status/991456770781515776

Responder

    Marco Aurélio

    02 de maio de 2018 às 10h17

    Obrigado pelas colaborações. ;)

    FrancoAtirador

    01 de maio de 2018 às 20h51

    Até pouco tempo, os Incêndios Criminosos
    ocorriam na Periferia de São Paulo.
    Agora, já estão chegando ao Centro.

João Lourenço

01 de maio de 2018 às 13h44

Marco Aurélio como não achar o responsável ?As pessoas ali pagavam aluguel pra alguém ,algumas dessas pessoas deram entrevistas as tvs que estavam ali trabalhando .E tão meu caro é justo homem ,sim o prédio tinha um dono é ele tem de aparecer certo? Investigue mais ,vai fundo meu caro e mostre a verdade !

Responder

    Marco Aurélio

    01 de maio de 2018 às 15h43

    João, obrigado pelas informações. Espero que os repórteres possam elucidar tudo. A mim, no artigo para um blog, cabe apenas problematizar. Só preciso que compreenda que meu foco é a maneira como ficarão todos hipnotizados diante da TV, muitos absorvidos por uma narrativa absolutamente alienante.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!