VIOMUNDO

Diário da Resistência


Eu desisto
Amor Nos Tempos de Cólera 22/06/2017 - 12h02

Eu desisto


Por Marco Aurélio Mello

por Marco Aurélio Mello

Eu desisto de tentar mostrar às pessoas aquilo que elas não querem ver.

Eu desisto de esperar que um dia elas acordem e percebam que vivem alienadas.

Eu desisto de acreditar que basta mudar o canal que a informação será transformadora.

Eu desisto de respeitar quem defende uma Justiça cega e de sabre na mão.

Eu desisto de quem aponta no outro os erros que não vê em si próprio.

Eu desisto dos que agem no privado contrariamente ao que pregam em público.

Eu desisto de crer que o mal arrefeça com o beneplácito do bem.

Eu desisto de torcer pelo sucesso dos que se regozijam com o fracasso dos outros.

Eu desisto de amar incondicionalmente quem não quer criar vínculos amorosos.

Eu desisto, eu desisto, eu desisto.

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edgar Rocha

23 de junho de 2017 às 05h31

Não tente salvar um suicida de afogamento. Ele vai tentar te puxar pro fundo com ele.
A gente confunde frenesi alimentar com fome. Esquecemos de ver que o lobo está gordo. Confundimos o prazer de matar com o desespero de quem precisa comer. Tratamos com isonomia todas as agressões que sofremos. Os monstros se fazem de mancos para terem piedade e os ferrados ostentam o que não têm pra receberem alguma condescendência.
Confundimos agressão com livre manifestação e desespero com baderna. Deixamos que nos digam o que é o que.
Eu desisto mesmo é de racionalizar minha indignação. Não confio no que os outros acham que seja correto fazer. Teoria certa em boca errada é retórica. Que me julguem os que se sentem apoiados pelo enquadrilhamento cibernético dos facebooks e zapzaps. Não sou linchador pra seguir turbas de idiotas.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!