VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Serrando os direitos

26 de março de 2010 às 12h03

por Nando Poeta, dica do  leitor André

Pra lutar pelo ensino

Precisa grande união.

Defendendo educação

Os pais, jovens, têm o tino

Que cantando o mesmo hino.

Com educador na frente

Um governador que mente.

O que diz é sempre engano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Estamos todos unidos

Levantando a bandeira

Da greve sempre guerreira

Em cordões bem protegidos

Acordando os oprimidos

Que não pode estar ausente

Dessa luta é fogo ardente

Do coração paulistano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

A greve é aprovada

Por alunos, pais, amigos

Que enfrenta os inimigos

Se ergue contra a cambada

Fortalece a caminhada

Que numa força crescente

Se fazendo mais presente

Contra o Serra leviano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

A greve é sempre união

De todas as forças vivas

Com energias ativas

Apresenta a solução

Para toda educação

Pois o papel de docente

É caminhar consciente

Contra Serra, o tirano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Não é greve eleitoral

É uma forma de luta

Invento de quem labuta

É o nosso tribunal

Que julga governo mal

Que foi muito intransigente

Não somos nenhum vidente

Mas Serra seu desumano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

A greve foi a saída

De toda a educação

Que vem dando a lição

Pra toda gente sofrida

Mas que amor tem a vida.

Lutando muito valente

Contra toda a serpente

E todo mundo mundano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Abaixo todas as metas

De Serra-Paulo Renato

Não prestam, vão para o mato

São medidas incompletas

Todas elas incorretas

Ensino contracorrente

Que chega já decadente

Serra não presta, meu mano,

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Política de embromação

Na mídia muita mentira

Governador que atira

Ferindo a educação

Deixando o ensino na mão

Esse bando de indecente

Pro povo Serra só mente

É um grande desumano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Ocupamos a Paulista

Que é hoje a grande sala

Por onde a voz embala

Fazendo ecoar na pista

A luta por mais conquista

Com um jeito irreverente

Mostrando estar descontente

Com Serra que é insano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Precisa que todo o mundo

Mantenha a forte unidade

E tendo a capacidade

De não parar um segundo

Buscando bem lá no fundo

A força firme latente

Pra vencer o incompetente

Desse imperador “Serrano”

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Para a nova jornada

Iremos ao esconderijo

Chegando lá eu exijo

Que a pauta apresentada

Que seja logo aprovada

Que passe a ser lei vigente

Pra sermos sobrevivente

Desse ninho palaciano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Estando em movimento

A nossa luta é forte

Vai dando um grande suporte

Barrando vai o tormento

Sem deixar nenhum lamento

Estudante é um afluente

Somado ao mestre é corrente

Diz que Serra é desengano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

Não vamos baixar a guarda

Somos uma grande rocha

O fogo aceso na tocha

Alimentando a vanguarda

A luta é salvaguarda

Maior de que continente

Não desista, sempre tente

Com a força de um oceano

Quem coloca o povo em cano

Não pode ser presidente.

 

7 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Pedro Monteiro

27/03/2010 - 04h32

Por não querer o desmanche
Da Saúde e Educação,
Não vou votar em vampiro
Metido a espertalhão,
Deixando o povo pendente,
Querendo ser presidente
Só pensando em eleição.

Responder

Klaus

27/03/2010 - 01h03

Ruim de doer…Só tá aqui pq é contra o Serra…

Responder

francisco.latorre

26/03/2010 - 23h14

#
Agenor Bevilacqua Sobrinho disse:
25/03/2010 às 9:03

Nota de falecimento: “João, otário de plantão”, morreu. Causa mortis: Empanturrado com os inúmeros anos de investidas do PIG para fazer-lhe lavagem cerebral. O sepultamento ocorreu sem que seus familiares se lamentassem. Ao contrário, a euforia foi geral. João despertou do berço esplêndido e renasceu: deixou a alienação para trás e, de agora em diante, recusa-se à prescrição de lobotomia imposta diuturnamente pelo PIG. Dizem que passou até a frequentar reuniões nas quais não se ajoelha ao deus Capital. Largou o senso comum numa esquina qualquer e está irreconhecível. Seu antigo preceptor, Pangloss-PIG, encontra-se furioso e já pediu conselhos ao Farol de Alexandria, mas este, por conta da senilidade e do currículo, vem sendo escondido por seus pares bicudos. Há quem diga que João passou a ler material de qualidade e deixou de lado todas as estultícias piguianas. Sua saúde mental é excelente e anda de papo cabeça com uma estudante de ciência política.

___

Responder

Luís C. P. Prudente

26/03/2010 - 22h08

José Serra tortura os professores estaduais. Esse nefasto José Serra, o Nosferatu, transformou os empregos dos servidores públicos em sub-empregos. Esse governador mentiroso tirou direitos dos servidores públicos, ele cerceou a liberdade de organização sindical dos servidores públicos.

Esse Serra é o diabo em pessoa.

Responder

pereira

26/03/2010 - 19h59

Deixa a veja, que já foi formadora de opinião, pra ser uma revista de fúxico.

Responder

Tweets that mention Serrando os direitos | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

26/03/2010 - 16h28

[…] This post was mentioned on Twitter by PT Turiúba. PT Turiúba said: Serrando os direitos – http://tinyurl.com/yaa7vgg (via @viomundo) […]

Responder

pedro-bahia

26/03/2010 - 15h17

Prezado Azenha.

A Revista Veja, com destaque para a coluna do Reinaldo Azevedo, sempre ele, acusa o PT e a Bebel como responsáveis (ou irresponsáveis, segundo ele) pela greve "mal conduzida" dos professores. Acha o Reinaldo que estão aproveitando o momento político para prejudicar o Serra.
A Veja, que a cada semana perde leitores, mantem sempre, esse tipo de comportamento. Lamentável.

Responder

Deixe uma resposta