VIOMUNDO

Amaury Ribeiro Jr.: Os porões da privataria

04 de junho de 2010 às 19h39

Os porões da privataria

livro de Amaury Ribeiro Jr.

Introdução (reproduzido do Conversa Afiada, do Paulo Henrique Amorim)

Quem recebeu e quem pagou propina. Quem enriqueceu na função pública. Quem usou o poder para jogar dinheiro público na ciranda da privataria. Quem obteve perdões escandalosos de bancos públicos. Quem assistiu os parentes movimentarem milhões em paraísos fiscais. Um livro do jornalista Amaury Ribeiro Jr., que trabalhou nas mais importantes redações do País, tornando-se um especialista na investigação de crimes de lavagem do dinheiro, vai descrever os porões da privatização da era FHC. Seus personagens pensaram ou pilotaram o processo de venda das empresas estatais. Ou se aproveitaram do processo. Ribeiro Jr. promete mostrar, além disso, como ter parentes ou amigos no alto tucanato ajudou a construir fortunas. Entre as figuras de destaque da narrativa estão o ex-tesoureiro de campanhas de José Serra e Fernando Henrique Cardoso, Ricardo Sérgio de Oliveira, o próprio Serra e três de seus parentes: a filha Verônica Serra, o genro Alexandre Bourgeois e o primo Gregório Marin Preciado. Todos eles, afirma, têm o que explicar ao Brasil.

Ribeiro Jr. vai detalhar, por exemplo, as ligações perigosas de José Serra com seu clã. A começar por seu primo Gregório Marin Preciado, casado com a prima do ex-governador Vicência Talan Marin. Além de primos, os dois foram sócios. O “Espanhol”, como Marin é conhecido, precisa explicar onde obteve US$3,2 milhões para depositar em contas de uma empresa vinculada a Ricardo Sérgio de Oliveira, homem-forte do Banco do Brasil durante as privatizações dos anos de 1990. E continuará relatando como funcionam as empresas offshores semeadas em paraísos fiscais do Caribe pela filha – e sócia — do ex-governador, Verônica Serra, e por seu genro, Alexandre Bourgeois. Como os dois tiram vantagem das suas operações, como seu dinheiro ingressa no Brasil…

Atrás da máxima “siga o dinheiro!”, Ribeiro Jr perseguiu o caminho de ida e volta dos valores movimentados por políticos e empresários entre o Brasil e os paraísos fiscais do Caribe, mais especificamente as Ilhas Virgens Britânicas, descoberta por Cristóvão Colombo em 1493 e por muitos brasileiros espertos depois disso. Nestas ilhas, uma empresa equivale a uma caixa postal, as contas bancárias ocultam o nome do titular e a população de pessoas jurídicas é maior do que a de pessoas de carne e osso. Não é por acaso que todo dinheiro de origem suspeita busca refúgio nos paraísos fiscais, onde também são purificados os recursos do narcotráfico, do contrabando, do tráfico de mulheres, do terrorismo e da corrupção.

A trajetória do empresário Gregório Marin Preciado, ex-sócio, doador de campanha e primo do candidato do PSDB à Presidência da República, mescla uma atuação no Brasil e no exterior. Ex-integrante do conselho de administração do Banco do Estado de São Paulo (Banespa), então o banco público paulista, nomeado quando Serra era secretário de Planejamento do governo estadual, Preciado obteve uma redução de sua dívida no Banco do Brasil de R$448 milhões(1) para irrisórios R$4,1 milhões. Na época, Ricardo Sérgio de Oliveira era diretor da área internacional do BB e o todo-poderoso articulador das privatizações sob FHC. (Ricardo Sérgio é aquele do “estamos no limite da irresponsabilidade. Se der m…”, o momento Péricles de Atenas do Governo do Farol – PHA)

Ricardo Sérgio também ajudaria o primo de Serra, representante da Iberdrola, da Espanha, a montar o consórcio Guaraniana. Sob influência do ex-tesoureiro de Serra e de FHC, mesmo sendo Preciado devedor milionário e relapso do BB, o banco também se juntaria ao Guaraniana para disputar e ganhar o leilão de três estatais do setor elétrico (2).

O que é mais inexplicável, segundo o autor, é que o primo de Serra, imerso em dívidas, tenha depositado US$3,2 milhões no exterior por meio da chamada conta Beacon Hill, no banco JP Morgan Chase, em Nova Iorque. É o que revelam documentos inéditos obtidos dos registros da própria Beacon Hill em poder de Ribeiro Jr. E mais importante ainda é que a bolada tenha beneficiado a Franton Interprises. Coincidentemente, a mesma empresa que recebeu depósitos do ex-tesoureiro de Serra e de FHC, Ricardo Sérgio de Oliveira, de seu sócio Ronaldo de Souza e da empresa de ambos, a Consultatun. A Franton, segundo Ribeiro, pertence a Ricardo Sérgio.

A documentação da Beacon Hill levantada pelo repórter investigativo radiografa uma notável movimentação bancária nos Estados Unidos realizada pelo primo supostamente arruinado do ex-governador. Os comprovantes detalham que a dinheirama depositada pelo parente do candidato tucano à Presidência na Franton oscila de US$17 mil (3 de outubro de 2001) até US$375 mil (10 de outubro de 2002). Os lançamentos presentes na base de dados da Beacon Hill se referem a três anos. E indicam que Preciado lidou com enormes somas em dois anos eleitorais – 1998 e 2002 – e em outro pré-eleitoral – 2001. Seu período mais prolífico foi 2002, quando o primo disputou a Presidência contra Lula. A soma depositada bateu em US$1,5 milhão.

O maior depósito do endividado primo de Serra na Beacon Hill, porém, ocorreu em 25 de setembro de 2001. Foi quando destinou à offshore Rigler o montante de US$404 mil. A Rigler, aberta no Uruguai, outro paraíso fiscal, pertenceria ao doleiro carioca Dario Messer, figurinha fácil desse universo de transações subterrâneas. Na operação Sexta-Feira 13, da Polícia Federal, desfechada no ano passado, o Ministério Público Federal apontou Messer como um dos autores do ilusionismo financeiro que movimentou, por intermédio de contas no exterior, US$20 milhões derivados de fraudes praticadas por três empresários em licitações do Ministério da Saúde.

O esquema Beacon Hill enredou vários famosos, dentre eles o banqueiro Daniel Dantas. Investigada no Brasil e nos Estados Unidos, a Beacon Hill foi condenada pela justiça norte-americana, em 2004, por operar contra a lei.

Percorrendo os caminhos e descaminhos dos milhões extraídos do País para passear nos paraísos fiscais, Ribeiro Jr. constatou a prodigalidade com que o círculo mais íntimo dos cardeais tucanos abre empresas nestes édens financeiros sob as palmeiras e o sol do Caribe. Foi assim com Verônica Serra. Sócia do pai na ACP Análise da Conjuntura, firma que funcionava em São Paulo em imóvel de Gregório Preciado, Verônica começou instalando, na Flórida, a empresa Decidir.com.br, em sociedade com Verônica Dantas, irmã e sócia do banqueiro Daniel Dantas, que arrematou várias empresas nos leilões de privatização realizados na era FHC.

Financiada pelo Banco Opportunity, de Dantas, a empresa possui capital de US$5 milhões. Logo se transfere com o nome Decidir International Limited para o escritório do Ctco Building, em Road Town, ilha de Tortola, nas Ilhas Virgens Britânicas. A Decidir do Caribe consegue trazer todo o ervanário para o Brasil ao comprar R$10 milhões em ações da Decidir do Brasil.com.br, que funciona no escritório da própria Verônica Serra, vice-presidente da empresa. Como se percebe, todas as empresas têm o mesmo nome. É o que Ribeiro Jr. apelida de “empresas-camaleão”. No jogo de gato e rato com quem estiver interessado em saber, de fato, o que as empresas representam e praticam é preciso apagar as pegadas. É uma das dissimulações mais corriqueiras detectada na investigação.

Não é outro o estratagema seguido pelo marido de Verônica, o empresário Alexandre Bourgeois. O genro de Serra abre a Iconexa Inc no mesmo escritório do Ctco Building, nas Ilhas Virgens Britânicas, que interna dinheiro no Brasil ao investir R$7,5 milhões em ações da Superbird.com.br que depois muda de nome para Iconexa S.A. Cria também a Vex capital no Ctco Building, enquanto Verônica passa a movimentar a Oltec Management no mesmo paraíso fiscal. “São empresas-ônibus”, na expressão de Ribeiro Jr., ou seja, levam dinheiro de um lado para o outro.

De modo geral, as offshores cumprem o papel de justificar perante ao Banco Central e à Receita Federal a entrada de capital estrangeiro por meio da aquisição de cotas de outras empresas, geralmente de capital fechado, abertas no País. Muitas vezes, as offshores compram ações de empresas brasileiras em operações casadas na Bolsa de Valores. São frequentemente operações simuladas tendo como finalidade única internar dinheiro nas quais os procuradores dessas offshores acabam comprando ações de suas próprias empresas… Em outras ocasiões, a entrada de capital acontecia pelos sucessivos aumentos de capital da empresa brasileira pela sócia cotista no Caribe, maneira de obter do BC a autorização de aporte do capital no Brasil. Um emprego alternativo das offshores é usá-las para adquirir imóveis no País.

Depois de manusear centenas de documentos, Ribeiro Jr. observa que Ricardo Sérgio, o pivô das privatizações – que articulou os consórcios usando o dinheiro do BB e do fundo de previdência dos funcionários do banco, a Previ, “no limite da irresponsabilidade”, conforme foi gravado no famoso “Grampo do BNDES” –, foi o pioneiro nas aventuras caribenhas entre o alto tucanato. Abriu a trilha rumo às offshores e às contas sigilosas da América Central ainda nos anos de 1980. Fundou a offshore Andover, que depositaria dinheiro na Westchester, em São Paulo, que também lhe pertenceria…

Ribeiro Jr. promete outras revelações. Uma delas diz respeito a um dos maiores empresários brasileiros, suspeito de pagar propina durante o leilão das estatais, o que sempre desmentiu. Agora, porém, existe evidência, também obtida na conta Beacon Hill, do pagamento da US$410 mil por parte da empresa offshore Infinity Trading, pertencente ao empresário, à Franton Interprises, ligada a Ricardo Sérgio.

(1) A dívida de Preciado com o Banco do Brasil foi estimada em US$140 milhões, segundo declarou o próprio devedor. Esta quantia foi convertida em reais tendo-se como base a cotação cambial do período de aproximadamente R$3,2 por um dólar.

(2) As empresas arrematadas foram a Coelba, da Bahia, a Cosern, do Rio Grande do Norte, e a Celpe, de Pernambuco.

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
255 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ana

20/03/2012 - 15h24

como posso falar com o Sr que escreveu esse livro, te4nho muito o que contar,

Responder

ENIVALDO SANTANA

11/12/2011 - 17h50

E AGORA SEUS TUCANOS SANTINHOS DO PAU OCO.SEMPRE SE ACHANDO PALADINOS DA JUSTICA, CARAS DE PAU É O QUE VCS SÃO. POR ISSO QUE VCS CONTAVAM COM OITO MINISTROS DA JUSTICA QUE SE REVESAVAM ENGAVETANDO PROCESSOS E JOGANDO A SUJEIRA PARA DEBAIXO DO TAPETE NOS OITO ANOS DE FHC.

Responder

Sinceridadeagora

04/06/2011 - 14h10

O PSDB sempre foi uma quadrinha.Não precisa comentar nada

Responder

Dirceu Junior

01/03/2011 - 17h10

O PT faz muito pior cambada de otários. Onde está Erenice Guerra? Delúbio, Genoino, José Dirceu. Bando de mensaleiros. Usam a mpaquina pública em proveito próprio. Dão esmolas sociais porque dá voto. Achatando a classe média. A inflação nas alturas. A educação um lixo. Paulo Henrique Amorim é frustrado, pois foi chutado da Globo, o maior canal do Brasil. Agora ta aí lambendo saco de pastor ladrão. Cospe no prato que comeu.

Responder

    sig

    22/04/2011 - 09h04

    Não adianta querer desviar a atenção, as mascaras estão caindo e a sua turma ainda acha que engana alguém, se és contra o brasil e o povo brasileiro, muda de país, talves de fora você consiga enxergar o que o mundo todo sabe, que LULA mudou o brasil, num primeiro momento te sentirás um otário por ter sido tão cego defendendo causas impossiveis, mas depois que sabe a ficha cai e voltas para o nosso querido BRASIL com orgulho de ser brasileiro.

    junior

    20/07/2011 - 14h38

    Talvez você possa nos responder porquê tejofran, gocil, e power segurança (exemplos) prestam serviço ao estado de são paulo desde o Covas? porque a maior empresa que controla os pedágios de São paulo é de um parente de alckimin?

    Tom, sem partido

    14/12/2011 - 22h06

    Pelo jeito vc deve ser adepto ao PLIM,PLIM, e deve achar que globalização é assistir a Globo.
    Pobre demente

    Tom (sem partido)

    14/12/2011 - 22h09

    Pelo jeito vc deve ser adepto ao PLIM,PLIM, e deve achar que globalização é assistir a Globo.

    joão

    11/04/2012 - 16h48

    Mas o PT não vendeu o brasil dos brasileiros e enfiou o dinheiro no bolso não. O engraçado como o pessola do PSDB são enganados. é simples: as falcatruas deles não divulgadas pelas grandes mídias, e eles passam como santinhos. Agora, o povo está certo porque entr apoiar um governo que dá esmola social e gera empregos e um que vendeu todo o que o Brasil tinha e não deu nem um pouquinho para o povo. que você acha que o povo deveria apoiar? Quanto ao Paulo Henrique Amorim ele só está fazendo o que a grande mídia faz com o PT

Katia Regina

30/11/2010 - 14h32

Soube que este livro estava previsto para ser lançado após as eleições/2010, mas até hoje não consegui encontrá-lo em alguma livraria virtual. Por favor, quem tiver alguma informação sobre o lançamento, e onde tem o livro, avise.

Responder

    Raimundo

    28/07/2011 - 18h09

    O Aecio Neves não deixa o Amaury publicar o livro, por esta com medo do Serra jogue muita lama no seu ventilador.

celso

09/11/2010 - 20h03

Leiam 'HONORÁVEIS BANDIDOS" http://www.livrariacultura.com.br/scripts/cultura
Tudo igual, entra decada, sai decada. O livro foi lançado em 2009 e promoveu o Sr. José Sarney a Presidente do Congresso.

Responder

Os porões da privataria | Revista Consciência.Net: acesse a sua.

23/10/2010 - 21h22

[…] (*) Publicado no Conversa Afiada e no Vi O Mundo. Se alguém tiver acesso ao livro na íntegra, favor indicar aqui. Siga a Revista Consciência.Net […]

Responder

Milu

22/10/2010 - 15h50

Só espero que, concluídas as investigações, a PF bote esta gang toda na cadeia, que é o lugar deles. Espero, também, a prublicação do livro. Ãgora me explica uma coisa, Azenha: um cara com tantas acusações como o Serra não é ficha sujíssima?ТNão deveria ser arrancado do páreo eleitoral?

Responder

MAUFERRI-SP

21/10/2010 - 18h35

Alguém pode me dizer onde posso comprar um exemplar deste livrinho, EU TÔ MUITO AFIMMMMMMMMMMMMM!

Responder

    jonas

    31/10/2010 - 23h38

    moro no rio e gostaria de saber se o livro ja foi publicado se foi gostaria de saber aonde desde de ja agradeço

PIANCO JUNIOR

20/10/2010 - 21h26

OLHA TÔ CHOCADO COM ESSAS GRAVES DENUCIAS; MAS NAO DUVIDO EM NADA DO QUE TA ESCRITO AÍ. ESSA TURMA DE FHC E SRRA COM CERTEZA QUEREM O PODER DE NOVO PRA AGIR NA CALADA DA NOITE, E BOTAREM ESSA QUADRILHA DE NOVO EM AÇAO. ENA QUE MUITOS ELEITORESNAO LEIEM MAIS PARA SE INFORMAR QUE POR TRAZ DESSES TUCANOS EISTE UMA DAS QUADRILHA MAS EFICAZES NA ARTE DE ROUBAR NOSSO DINHEIRO. POR ISSO VAMOS EXTERMINAR ESSA QUADRILHA COM NO VOTO. VIVA O BRASIL!

Responder

Protegido por sigilo

20/10/2010 - 08h46

O Sr. Amaury foi pego pela polícia federal. Agora todos vão saber quem é essa grande jornalista. Resportagem hoje da folha.

Responder

Ignacio Delgado: Quem de fato é conivente com a corrupção | Maria Frô

18/10/2010 - 08h58

[…] da Justiça, passaram 9 titulares em 8 anos (uma média de mais de um ministro a cada ano). No link é possível encontrar a Apresentação do livro Os Porões da Privataria que, com documentos […]

Responder

Delgado: Imaculados Tucanos: udenismo, corrupção e o cinismo do PSDB | Maria Frô

12/10/2010 - 11h32

[…] abaixo é analisada a conversão udenista do tucanato e o problema da corrupção no Brasil. No Viomundo é possível encontrar a Apresentação do livro Os Porões da Privataria que, com documentos […]

Responder

PRIVATARIA! « EDUCAÇÃO

07/10/2010 - 22h59

[…] http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/os-poroes-da-privataria.html Arquivado em EDUCAÇÃO, Notícias e política ← Dois pesos: Mídia […]

Responder

elisa

04/10/2010 - 10h35

Ele podia falar do cabidão de emprego que é o Centro Paula Souza. Nem comento

Responder

    alfio

    07/10/2010 - 20h43

    mediocridade! Fale dos 14 milhões de formais criados pela política de Lula. Fale dos 28 milhões que deixaram a linha da miséria por conta da política de Lula.

jair da silva

14/09/2010 - 12h07

Até que enfim alguem registrando o maior assalto que nós e a AL sofreu. Onde eu acho esse livro

Responder

Marcos da Silva

09/09/2010 - 16h30

Está mais que decido!!!
O voto é na Marina Silva…vamos ver o que acontece.

Responder

CHORA TUCANALHAS !!!! CHORA ELITE PSDBISTA PODRE !!!

09/09/2010 - 12h37

[…] SOBRE O LIVRO DO AMAURY CONTANDO TUDO SOBRE A ERA FHC E A ROUBALHEIRA NAS PRIVATIZAÇÕES ???? http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/os-poroes-da-privataria.html E ESSA REFLEXÃO DO LEONARDO BOFF: […]

Responder

Denise Lacombe

07/09/2010 - 19h53

Bom, antes de mais nada quer esclarecer que não confio em NENHU POLÍTICO, faço voto útil desde os 18 anos (tenho 54) e continuarei votando, já que sou obrigada (apesar de dizerem que isso aqui é uma democracia).
Tudo isso acima pode ser verdade. A pergunta é : Isso quer dizer que o lula não fez a mesma coisa ? Que ele é honesto ? Que não enriqueceu e é um "burguês capitalista das elite" (erro dele, não meu) igualzinho a todos os outros dos outros partidos ?
O filho dele é um ladrão e ninguém fez nada,o governo foi lotado de escândalos descarados e ele é um santinho do pau oco ?
Que cegueira…

Responder

    Odete

    07/09/2010 - 20h21

    Quanta baixaria , Dona Denise!!!! Gostaria que a senhora provasse que filho de Lula é ladrão e que Lula enriqueceu ilicitamente. Pelo que sei Lula não amealhou fortuna. Agora, a senhora gostaria que ele, como presidente morasse ainda numa casinha de subúrbio em São Bernardo do Campo? Quanto preconceito de classe!!! Imagino como deve ter sido, historicamente, o seu "voto útil". Com certeza nos candidatos "dazelite", pois eles são mais "cheirosos"!!!!!

    Bob

    08/09/2010 - 15h49

    Dona Odete, por favor. Precisa ler mais, pesquisar mais enfim se situar quando quer realmente contribuir numa discussão e não apelar para a questão de elite ou burguesia ou classe proletária, etc. Responda-me rápido (sim ou não) duas coisas: a) Acredita que houve o mensalão? b) A senhora é contra ou a favor do aborto? Abs.

    Antonio

    10/09/2010 - 01h01

    Não se trata de nivelar por baixo. Comparar "governos" entranto é inevitável. Um levantou os números indicadores de um Brasil melhor – isso é insofismável, gostemos ou não do operário presidente. O outro, cuja quadrilha atua no País há 500 anos fez o que Protógenes provou e documentou antes desse escritor. Costumo dizer que, massificadamente temos a tendencia de pensar políticos como religião: absoluta e excludente escolha. Não temos esse luxo. Temos que escolher o menos pior. Serra nunca mais. FHC nunca mais. Uma pequena chance de corrigir o que deu parcialmente certo ou de ir para uma Marina mais forte no futuro, ou outro, quem sabe? Voltar a marcar passo com esses tucanos-canalhas de carteirinha que privaram-nos de uma oposição decente – eu disse DECENTE (sim, necessária, sorry xiitas) por que viciados demais em PODER. Parabéns por manter seu voto útil esse é o caminho. Não há outro. Do contrário, Malufs, Toninhos-Malvadezas, Barbalhos-barbáries e horrores-Rorizes continuarão grassando pelo País.

    Rocky Balboa

    18/09/2010 - 12h52

    Os demais ladrões engatinham perto da gang tucana!

    milu

    23/09/2010 - 16h55

    oI, vc sabe onde posso conseguir este livro?Por favor, me informe, caso possível. Estou procurando mas em vão.Grata

O silêncio obsequioso de “O Estado de Minas” | Viomundo - O que você não vê na mídia

07/09/2010 - 17h25

[…] Mas a introdução do livro foi publicada por Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada, e reproduzida aqui. […]

Responder

monge scéptico

07/09/2010 - 13h10

livro tá muito caro. Cês vão lendo e passando as dicas ai. Deve coisa muito pôdre ou não.
Vamos ver.

Responder

Maria Lucia

07/09/2010 - 12h15

Finalmente o livro do Amaury e o "grande escândalo" da hora, o vazamento dos dados da Receita, parecem ter um sério encontro marcado, já que Amaury vai ser ouvido no inquérito a respeito do tema.
Interessa a toda a Nação o conteúdo desse depoimento, que pode esclarecer definitivamente motivações e circunstâncias altamente significativas.Que o Amaury fale o que sabe, exponha claramente os fatos e as circunstâncias, antes que seja tarde!
Vale ler, no Tijolaço: http://www.tijolaco.com/25497

Responder

Lalia

07/09/2010 - 11h26

Sinceramente, não entendo a NÃO PUBLICAÇÃO desse livro…

Se ele vai, ou não, influir no resultado das eleições é coisa secundária.

Testanto hipóteses:
a) se o Serra ganhar as eleições e o livro é publicado. Pode uma pessoa, com essas acusações sobre ela, ser empossada como Presidente de uma nação?

b) a eleição está em curso, o discurso do Serra todos conhecemos. Pode uma pessoa, que quer ser eleita presidente da República, ter sobre si tão pesadas suspeitas e a população (eleitores) desconhecer? Isso é estelionato eleitoral!

E nessa altura do campeonato, com a Dilma nessa dianteira, o livro NÃO DEFINIRIA as eleições.

Responder

    Baixada Carioca

    07/09/2010 - 20h01

    Lalia,
    Estou de pleno acordo com você. Tenho dito nos comentários que faço a respeito que as informações precisam vir a público para o bem do processo eleitoral. Mas também acho que não vai influenciar em nada.

Jairo

07/09/2010 - 00h08

Vai ter pena de tucano voando pra tudo que é lado!

Responder

PT quer livro do Amaury na investigação da Polícia Federal « Blogdobello

06/09/2010 - 21h12

[…] Para ler a apresentação do livro do Amaury, clique aqui. […]

Responder

EDSON HAUTSCH

06/09/2010 - 19h14

E tem gente preocupada com a bomba que o Irã quer construir.
Esse Livro, se chegar a ser divulgado, vai extinguir a raça tucana da face da terra.
Pelo pouco que sabemos, terá o mesmo efeito que a abertura dos HDs do Daniel Dantas.
Ou seja, a República poderá parar por dois anos, pelo menos.
Mas valeria a pena recomeçar, com a limpeza da cara suja da elite brasileira.
Não acredito no lançamento desse Livro. Certamente o "sistema" não permitirá. Espero estar errado.
Enfim, quem viver, verá.

Responder

    Baixada Carioca

    07/09/2010 - 19h59

    E era preciso criar uma hipótese que desqualificasse as informações antes de virem ao público. Eles tentaram isso.

PT quer livro do Amaury na investigação da Polícia Federal | Viomundo - O que você não vê na mídia

06/09/2010 - 17h19

[…] Para ler a apresentação do livro do Amaury, clique aqui. […]

Responder

Luciano Barros

05/09/2010 - 19h53

Sou leitor eventual do seu site…….. e prá surpresa minha , me deparei sobre o que estaria por tras desses sigilos violados …….Tinha que ter um motivo….tá ai o motivo…É que falam , falam dos sigilos , mas nunca tinham falado o motivo ….tinha que ter um motivo…tá ai ele!!!!!!!!!! ( motivo ).

Luciano

Responder

enio

05/09/2010 - 14h57

Quem vai se interessar em ler esse livro depois das eleiçoes? Assim corremos o risco de ve-los voltar ao poder. Seria melhor rever a data de lançamento pra desmascarar essa gente antes mesmo das eleiçoes.

Responder

    Carlos

    07/09/2010 - 10h24

    Tiragem provável da 1a. edição: 10 mil exemplares
    Eleitorado: 135 milhões.
    Faça as contas.
    Lançado agora, o livro seria confundido com peça de campanha eleitoral.

    Baixada Carioca

    07/09/2010 - 20h15

    Também penso que o cara seria um best se lançasse agora. Depois, tira o interesse de muita gente.

camu camu

05/09/2010 - 07h35

Olá, Amaury. Conheci Verônica, a filha do Serra, na FAAP, onde estudo. Ela foi aluna de Direito. Mas direto ao assunto: em qual livraria da capital paulista eu acho? Não tem na Cultura. Ou é melhor encomendar direto da sua editora?

Responder

    Conceição Lemes

    05/09/2010 - 10h41

    Camu, o Amaury deve lançar o livro só após as eleições. abs

OUT

03/09/2010 - 16h34

PIG!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Escrevinhador

31/08/2010 - 10h10

[…] O Viomundo publicou a apresentação do livro, sem precisar a data em que seria lançado. […]

Responder

JOACIL CAMBUIM

30/08/2010 - 21h59

Gostaria de ser o primeiro a adquirir – para ler em tempo recorde – o livro sobre os porões da Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr. No entanto, acho louvável sua decisão de só publicar o livro no próximo ano, após as eleições, portanto. Com isso, ganho o livro, ganha a eleição presidencial e engrandece o jornalista-escritor.´So espero que o livro não seja engavetado.

Responder

Amaury Ribeiro Jr. desmente especulação sobre livro | Viomundo - O que você não vê na mídia

30/08/2010 - 16h53

[…] Viomundo publicou a apresentação do livro, sem precisar a data em que seria […]

Responder

Ana

18/08/2010 - 08h37

Sou livreriro epreciso saber onde posso encontar este livro; Porões Da Privataria…para atender o meu cliente

Responder

    rafael

    03/09/2010 - 10h00

    na livraria

aderito

27/07/2010 - 08h58

quando este livro vai se lançado, já estar na hora por favor.

Responder

Adilson

25/07/2010 - 09h25

Quando será que nos livraremos de vez da Tucanalha. Não aguento mais ser governado pelo PSDB. Parece que o povo de São Paulo emburreceu de vez.

Responder

edward arthur

13/07/2010 - 13h16

Deus queira que o PSDB e o DEM contie com Sao Paulo pelo resto da vida, até porque o resto do Brasil merece crescer. essa corja que sempre foi o atraso poraqui no Nordeste esta desaparecendo. mas a elite paulitas não precisa se preocupar e ficar odiosos com Lula. O GOV de SP atraves das escolas pulblicas estão formando os trabalhadores escravos pra substituir os Nordestinos que sempre enriqueseram voces, tá bem.

Responder

    Marcos

    03/09/2010 - 21h11

    Boa!

edward arthur

13/07/2010 - 03h40

O Ubaldo deveria colocar na imagem dele um papagaio porque eu nunca vi um cara pra repetir tanto o que passa nos telejornais, e o que é mais absurdo é que os grandes jornais brasileiros a muito tempo vem perdendo sua moral e respeito pelas suas tendenciosidades, eles se julgam formadores de opiniões e que não temos censo critico das informações que nos passam, acham que todo mundo é idiota, que ridículo. Agora vamos ver até onde vai essa realidade, será que o Amauri ribeiro não vai só comer o dindin do PSDB e do DEM e vai cair fora como já vimos na nossa historia, logo agora, ta rolando coincidências. Se ele ta com essas informações jurídicas isso quer dizer que outras tantas pessoas importantes já tiveram isso em mãos e nunca deu em nada, ate agora. O Serra disse no roda viva que não tinha visto e que não o interessava e logo em seguida começou a relatar que era historias requentadas sempre em contradições. Foi como o Mano Brow falou o Serra se comporta como um cara neutro na historia, quem não viu o comentário de Mano Brow sobre o Serra não perca essa oportunidade em duas frases ele descasca o serra ta lá no youtube, o cara coloca pra arrebentar fala que respeita a trajetória dedicada do Serra, um paulista da moca de sua família pobre italiana ou ex pobre depois de FHC ,como se comentam "estamos a beira da irresponsabilidade" nos vimos o caso Nardone, o Bruno ex goleiro do flamengo andado de cabeça erguida não sei se era orgulho de missão cumprida, o policial que trituro a menina dando uma reportagem como aquilo tudo fosse um absurdo o que tava acontecendo e envolvendo ele.Essa turma esta no mesmo grau de patologia andam de cabeça erguida como se fossem a grande oportunidade que o Brasil já tiveram eles se julgam o grande patrimônio nacional e nos a grande escoria da nação, eu particularmente me senti um lixo apos ler isso tudo, pelo que contam os fatos o FHC caiu como uma luva pra família italiana ex humilde da moca paulista. E como se fala, vamos ver ate onde vai essa historia.Mas só em tirar esses empecilhos do caminho dos brasileiros já vai ser uma conquista.

Responder

Carlos Zamorra

30/06/2010 - 12h59

Sabe quando esse livro vai sair?
Junto com o Livro do Collor ou seja, nunca!
Lembram do escândalo dos cartões corporativos + ameaça de investigação no gov anterior =PIZZA (acordo) e da chance se impeachman " perdida" pela "oposição " ao Lula?

Responder

General Custer

18/06/2010 - 19h18

Eleitor de José Serra, os fatos narrados por Amauri Ribeiro me desanimaram, no tocante a minha escolha. Gostaria que ao invés de declarar-se indgnado com o envolvimento de sua família, declaresse serem inverdades os gravíssimos fatos que pesam sobre os ombros de seus familiares.

Responder

O dossiê contra Serra e a cortina de fumaça

09/06/2010 - 21h26

[…] O personagem chave é Amaury Ribeiro Jr. Premiado jornalista, Essos e Werzogs no currículo, que pretende lançar um livro, apoiado em farta apuração documental, não em escutas ou espionagens, que teria potencial de […]

Responder

Melinho

07/06/2010 - 07h49

O "DOSSIÊ ESTÁ ESQUENTANADO
(Tomara que ele chegue no Livro do Amaury Jr)

FONTE: BLOG DA DILMA PRESIDENTE

Jornalista envolvido com crise do dossiê diz que aceita acareação com ex-delegado da PF
segunda-feira, 7 de junho de 2010

PFRUBENS VALENTE
DE BRASÍLIA

O jornalista Amaury Ribeiro Júnior disse que aceita ser acareado com o delegado aposentado da Polícia Federal Onézimo das Graças Sousa.

Em entrevista à revista "Veja", o delegado disse que recebeu pedido da campanha eleitoral de Dilma, durante uma reunião ocorrida em Brasília, em abril, para que investigasse "coisas pessoais" do pré-candidato tucano à Presidência, José Serra (PSDB). Amaury, que participou do encontro, negou que o pedido tenha ocorrido.

Segundo o jornalista, na reunião o delegado relatou que pessoas ligadas ao deputado Marcelo Itagiba (PSDB-RJ) estão levantando dossiês contra pessoas do PMDB, que vai indicar o vice na chapa de Dilma.

No sábado, o deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) disse que pedirá uma investigação sobre a possível produção de dossiês pela campanha de Dilma Rousseff (PT).

A seguir, trechos da entrevista.

Folha – Foi pedido ao delegado Onézimo que investigasse José Serra ou foi sugerido grampo telefônico?
AMAURY RIBEIRO JUNIOR – Não tem nada a ver com José Serra. A questão [da reunião] era para saber quem estava vazando informações. E saber quem roubou [as informações]. Na verdade se fala muito em espionagem, mas o que aconteceu é que roubaram coisas. Roubaram o cartão do próprio delegado. Eu fui chamado exatamente para tentar ver o que estava acontecendo na casa, o que estava vazando na casa.

Não foi sugerido ao delegado algum tipo de investigação sobre a família de Serra?
O que está parecendo agora é uma retaliação. Ele está falando isso agora como uma retaliação porque ele não foi contratado. […] Agora, sendo um cara araponga, ele tem que provar. Eu tenho como provar que não rolou esse papo na conversa. Ele vai se dar mal, porque vou processá-lo. Porque tenho como provar tudo que se passou naquela conversa.

Como você pode provar?
Detalhes, diálogo por diálogo. Eu tenho como provar tudo o que foi falado. Agora, eu fui [à reunião] porque conheço outra pessoa, um amigo dele. Ele [Sousa] trabalhou na inteligência do Itagiba, no Ministério da Saúde, que o Serra montou.

Ver o restante da entrevista no blog da Dilma Presidente.

Responder

Leider_Lincoln

06/06/2010 - 21h36

O Ubaldo está desesperaldo e angustialdo como nunca esteve. Perdeu,playboy, acabou. E te falar, não é o dossoê, não é coisa da disputa presidencial. É a mão duríssima do Aécio Neves. Quem foi mesmo o jornalista do "Pó pará governador"? Mauro Chaves, não é mesmo? O que é dele, tenha certeza, Ubaldo, está guardaldo. Eu atécompreendo por que o dvorak não aparece aqui mais para sorrir, mas já se perguntou que fim levou o Klaus? Ele é de Minas, meu caro. JEle sim deve estar sorrindo enquanto você está nesta tarefa de Sísifo que é tentar ressuscitar a campanha do Serra.
Leia o que eu estou te dizendo: os capítulos sairão, um após um, até o dia da eleição. O pior de todos, o mais devastador, imagino que o Ribeiro Jr., grande amigo do Aécio, deixará para publicar nos estentores, finalzinho de setembro. E dia 05, o Serra receberá, do recém eleito Senador da República, Aécio Neves da Cunha, um cartão de cumprimentos desejando votos de uma feliz aposentadoria, um comunicado do novo emprego do Mauro Chaves, na sucursal do Estadão em Verkhoyansk e uma cópia desta edição do Estadão: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090228/…. Ai ele parará. Ou não, quem sabe, não é mesmo?

Responder

    Milton Hayek

    06/06/2010 - 19h27

    Imagine então,Leider,quando a legião de "suicidados","enfartados" e "latrocinados" começar a ressuscitar.

Fernando César Oliveira

06/06/2010 - 21h34

Assembleia Legislativa paga piloto de avião particular do presidente do PSDB no Paraná
Por Fernando César Oliveira | Publicado:6 de junho de 2010

Fonte http://blogladob.com.br/geral/assembleia-legislat

Deve-se a revelação à repórter Catarina Scortecci, da sucursal de Curitiba do jornal “Folha de Londrina”. Em sua edição deste domingo (6), reportagem do jornal informa que o presidente do PSDB no Paraná, deputado estadual Valdir Rossoni, nomeou Marcelo Venâncio Brito para o seu gabinete na Assembleia. “Detalhe”: Brito é o piloto do avião particular de Rossoni.

“Só eu uso o avião”, tenta se explicar Rossoni, segundo a matéria. “Ele [Brito] é meu assessor em tudo que eu preciso. E eu o contratei com a autorização da Casa.”

Vale registrar que, na condição de segundo-secretário do Legislativo paranaense, o próprio Rossoni assina todas as nomeações de servidores da Casa, ao lado de Nelson Justus (DEM) e de Alexandre Curi (PSDB), presidente e primeiro-secretário, respectivamente.

No último dia 8 de abril, o avião do dirigente tucano fez um pouso forçado em União da Vitória. Não houve feridos. Deve-se a este incidente uma outra revelação.

Questionado sobre a propriedade da aeronave, durante entrevista ao vivo concedida horas após o pouso à rádio CBN Curitiba, o tucano declarou o seguinte: “Esse é um avião particular meu [sic], tenho ele [sic] há doze anos.”

Ocorre que a declaração de bens apresentada em 2006 pelo parlamentar tucano à Justiça Eleitoral não registra a posse do avião. Rossoni alega que o avião pertenceria à sua empresa em Bituruna, a “Indústria Comércio Madeiras e Compensados Rossoni”.

A declaração de bens de Rossoni registra R$ 736 mil em cotas da empresa, valor inferior ao custo do avião “particular dele”. Um avião idêntico ao do tucano — modelo Sêneca 5–, com o mesmo ano de fabricação (1998), vale US$ 650 mil, ou cerca de R$ 1,2 milhão, segundo um site especializado em comércio de aeronaves.

E as revelações não param por aí. O pouso forçado em União da Vitória ocorreu na manhã de uma quinta-feira. E o que fazia Rossoni no município, em plena quinta-feira? Ele mesmo responde: “Eu tenho indústria, e estava me deslocando para a minha indústria. Eu ia trabalhar o dia inteiro na indústria”.

Para o dirigente máximo do PSDB no Estado, a fronteira entre público e privado parece algo um tanto tênue. Antes da atual descoberta de seu dublê de piloto particular e assessor, o mesmo Valdir Rossoni havia sido flagrado pela RPC-TV e pelo jornal “Gazeta do Povo” ao contratar um outro dublê, que acumulou durante pelo menos três meses um cargo de vereador e outro de assessor da Assembleia do Paraná, no gabinete do tucano.

Com a palavra, o Ministério Público do Paraná, a Polícia Federal e o poder Judiciário.

Abaixo, a declaração de bens de Valdir Rossoni e íntegra da reportagem do jornal “Folha de Londrina” .
http://blogladob.com.br/geral/assembleia-legislat

Responder

    Sophia Cordeiro

    06/09/2010 - 21h09

    Ainda não entendi por que essa criatura – e o sr.Cury-neto do famoso Anibal – ainda não foram depostos da presidência da Assembléia do PR. Ou melhor, até sei: apenas três deputados declaram-se indignados, depois do último escândalo,(dos fantasmas e dos 'diários oficiais' fantasmas) e os três, são do PT.

Genesis

06/06/2010 - 21h16

Meu Deus, porque vc acreditam em qualquer coisa de qualquer pseudoblog que se publica na internet?
Acho que vcs deveriam estudar mais e navegar menos… e pensar que esse país ficou na mão desses caras nos últimos 8 anos…
Vcs são piores do que o que vcs chamam de PIG (aliás, que coisa ridícula essa alcunha, como se Carta Capital, Paulo Henrique Amorim (ahauahauah o que é aquilo…) & Cia fossem imparciais)…

O Brasil tem realmente muito a aprender com sua jovem democracia…

Responder

    Maria Glaucia

    06/06/2010 - 20h04

    Não fique nervoso…

    Daniel

    06/06/2010 - 20h39

    Troll detectado… Isolem o tópico!

    Milton Hayek

    06/06/2010 - 22h35

    como você ter ter uma vinte e poucos anos,sabe tanto de democracia como nós,né???

    Leider_Lincoln

    06/06/2010 - 23h09

    Prezado anônimo, imparcialidade, com todo o perdão da má palavra, é para vendido, falso ou bunda mole. Homem tem lado. Mulher tem lado.Não existe ninguém imparcial neste mundo não meu caro, há os que enganam trouxas com esta conversinha e os que escondem seu lado.
    Além do que, uma alma que escreve como você o faz com o seu "vc acreditam" está muito longe, mesmo intelectualmente, de ter qualquer coisa de útil ou aproveitável para nos dizer. É muita petulância a sua. Uma dica? Termine sua faculdade, deixe de usar fraldas, aprenda a escrever e volte a escrever aqui para um fim outro que não seja o de nos mostrar o quão patético pode ser uma pessoa sem "desconfiômetro".
    Ah, e te falar playboy: menos Nescau e mais livros na sua dieta, ok?

    Polengo

    07/06/2010 - 01h17

    Meu Deus, e porque eu acreditaria em vc?

    Ubiratan Rosa Passos

    10/06/2010 - 09h50

    Genesis, o povo já está vacinado contra esses dossiês produzidos que revelam os estertores de um candidato que imaginava que sua eleição fosse ser moleza.
    Chamem o Amaury, que está doido para soltar a voz, chamem o Lanzetta, Que façam acareação com o araponga Onésimo.
    Um conselho: se puder, compre um pedaço de terra e plante umas batatinhas…

    Roberto

    10/06/2010 - 10h54

    Caro "Genesis"; claro que é mais fácil acreditar que o PSDB é o partido mais honesto e preocupado com o povo pobre e humilde e que seus dirigentes altamente ricos estão lá só para fazer o bem para os outros e que de tão generosos fazem doações de parte de suas fortunas para todos os mais necessitados. Pagar piloto particular com dinheiro do povo é normal, assim como encher o tanque de seus aviões verbas publicas como faz o Tasso Gereissati tambem e normal.
    O que não é normal é acreditar nisso tudo e também na filosofia dos DemoTucanos que pobre e nordestino só servem para carregar tijolo.

    Carlos Zamorra

    30/06/2010 - 12h50

    Concordo,ambém não dá para acreditar na filosofia do partido no poder que pobre e nordestino precisam de bolsa esmola ao invés de aprender a pescar.

    Marcos

    03/09/2010 - 12h27

    Concorda comigo que pra fazer qualquer coisa as pessoas precisam primeiramente de dinheiro para comprar comida e água né?

    Adilson

    25/07/2010 - 09h07

    Aí eu te digo: os Psdebistas acreditam fielmente naquele Blog gente que mente que só presta para caluniar os adversários sem nenhuma prova. Difícil mesmo é ter que aguentar 16 anos de PSDB (Des)governando São Paulo. Mas, fazer o que se o povo Paulistano emburreceu de vez e prefere achar que o PSDB é composto por santinhos. São Paulo deveria se chamar Serrolândia ou Psdelândia.

    Baixada Carioca

    07/09/2010 - 20h13

    Ora, ora PIGenesis…
    Você não acredita em qualquer porcaria que a Veja publica? Cada qual tem a sua crença. A nossa é essa.

    realista

    17/09/2010 - 22h17

    Caro Genesis, o que você consideraria como referência de imparcialidade: a revista Veja, ou a Rede Globo? Faço minhas as suas palavras: e pensar que esse país ficou nas mãos do PSDB durante 8 anos… Até o Aécio Neves quer pular fora do barco… Se os 8 anos nas mãos desses caras foram tão ruins assim, porque então o Serra não mostra em seu programa eleitoral as "grandes realizações" de FHC, que arruinou a classe média em seu governo? Por que então não associar a campanha do PSDB a esse "ótimo" presidente que o Brasil teve? E o que dizer de sua rejeição por parte de grande parte dos brasileiros?

Fernando

06/06/2010 - 19h26

Primeiro quero deixar claro que, como todos, tenho certeza que foi uma armação.

Mas vamos ser sinceros, por mais premios que o Sr. Amauri tenha ganho, se ele foi ao encontro com estes dois picaretas sem um gravador, ele deveria devolver todos os premios, e ser agraciado com o premio de Anta Jornalistica do Ano.

Pois sem ser jornalista, quando vi o nome do tal araponga na manchete, sem ler o conteudo, já lembrei dele na CPI, um jornalista experiente vai para um encontro com este picareta em off???? É pedir para levar rasteira, como esta levando.

Responder

Ana

06/06/2010 - 18h44

Aqui na minha cidade a DECIDIR.COM, INC está sendo chama de "BOLSA FAMÍLIA" do Serra.

Responder

    Morvan

    07/09/2010 - 09h36

    Bolsa Famiglia, para ser mais exato, amigo. Ou "Borsa Nostra", na língua do carcamano do Joserru.

    Morvan, Usuário Linux #433640

Edv

06/06/2010 - 17h57

Uma das grandes estratégias dos conservadores, demotucanos, PIG e elites medíocres é a lógica de inverter o sinal, multiplicar por zero ou potenciação:
Tudo que for positivo dos "inimigos", troque o sinal. Se não der, multiplique por zero.
Tudo que for negativo nos "inimigos", eleve à enésima potência.
Tudo que for negativo dos "amicci", troque o sinal. Se não der, multiplique por zero.
Tudo que for positivo nos "amicci", eleve à enésima potência.
O problema deles é que o Brasil que elegeu Lula já está sabendo fazer contas, apesar do esforço secular para que isso não acontecesse. Não adianta mais controlar a máquina de calcular (a mídia golpista), fazemos as contas à mão…

Responder

    Gerson Carneiro

    07/06/2010 - 13h19

    O povão tá tão sabido que já tá até inventando fórmula! Olhaí:

    O Onésimo seria o exponencial da arapongagem tucana. Dessa forma surge a seguinte fórmula:

    (Serra + Itagiba ) elevados ao Onésimo elemento = linha de produção de dossiês.

    Eitha povo doidho!

Vera Pereira

06/06/2010 - 17h07

Por que o Amaury Ribeiro não publica logo seu livro? Pra que esperar para depois da Copa do Mundo? Já tentaram "queimar" o livro antes de sair, e creio que o autor teve de publicar a introdução, mostrando que não tem dossiê algum mas uma obra pesquisada, documentada e analisada. Por que esperar mais? Não duvido que queiram "queimar" o autor, desmoralizando-o com denúncias verdadeiras ou falsas sobre a vida dele, para não falar em "queimar" literalmente e pôr a culpa numa fantasiosa ação petista. Espero que o Amaury tenha depositado a obra em lugar seguro.

Responder

    RONALD

    07/06/2010 - 00h32

    VERA.
    Não tenho dúvidas que esse livro vai para o topo de vendas (best seller). Eu já enviei o texto acima para os amigos dizendo que o livro deve ser imperdível……..

    Leonardo

    19/06/2010 - 16h34

    Ele não publica porque ele ainda tem que ver se o material é vendável.
    Por que, na real, não é tão díficil aqui no Brasil vender qualquer porcaria pseudo-jornalistica. Basta nego pegar um ou dois eventos mínimamente plausíveis, fazer um todo um sensacionalismo em volta e $$.

Maria Efigênia

06/06/2010 - 16h33

Essa matéria duvido que o Noblat publique.

Responder

Serra inventa “dossiê” para desacreditar livro bomba « Gente que Diz a Verdade

06/06/2010 - 13h25

[…] junho 6, 2010 por gentequedizaverdade O comando tucano se antecipou ao lançamento do livro de Amaury Ribeiro Jr. intitulado “Os porões da privataria”, inventando um novo factóide que atribui a Dilma Rousseff um tal de “dossiê” contra o candidato José Serra. O boato foi orquestrado junto a revista Veja e tem o objetivo de desqualificar o trabalho resultante de 10 anos de pesquisa do autor que desvenda todas as maracutaias que podem colocar em sérios apuros toda a cúpula do PSDB! Amaury Ribeiro Jr, não é um Zé Ninguém. Já recebeu diversos premios como escritor e reporter e já trabalhou nas maiores emissoras e redações da grande mídia. Veja todos os detalhes no blog de Paulo Henrique Amorim ou no Azenha. […]

Responder

Cesar

06/06/2010 - 15h59

Cambada de picaretas fdp !!! Todos para o esgoto, com as ratazanas !!!!

Responder

A difícil escolha do vice do pres. Zezinho « TIA CARMELA E O ZEZINHO

06/06/2010 - 12h46

[…] Sérgio Ricardo Colombo, primeiro navegador udenista a visitar as ilhas do […]

Responder

Flavio Cantu

06/06/2010 - 15h21

Prezado jornalista Luiz Carlos Azenha,

Trabalhei quase 30 anos em uma das maiores emissoras de
televisão do Brasil. Tenho observado que a TV Record e seus
braços midiáticos vem reproduzindo, especificamente no caso
do dossiê (inexistente, como já foi citado por outros jornalistas
independentes da mídia), matérias reproduzidas na Veja, no
Estado de São Paulo e outras.

É evidente, e claro, para todos aqueles que trabalham em televisão,
que a TV Record não quer ser alvo de matérias negativas que
envolvam a Igreja Universal do Reino de Deus, por parte destes
veículos com os quais, inclusive, tem relações comerciais, como por
exemplo o portal R7 que divulga comerciais da Revista Veja.

Todavia, é necessário frisar que, a pretensa "imparcialidade"do
grupo Record nesta eleição de nada servirá numa eventual vitória de
José Serra à Presidência da República, pois é sabido e notório
que este último tem relações viscerais com a Rede Globo e esta,
caso o ex-governador seja eleito, tudo fará para evitar a concorrência
do grupo Record em seus negócios.

Qualquer pessoa, com mediana compreensão do universo midiático,
percebe que portais como UOL e Terra, buscam depreciar quaisquer
lançamentos de programas da Tv Record e elogiar a Rede Globo.

Assim, o círculo midiático se fecha com SBT, TV Bandeirantes, Rede TV,
jornais e portais de Internet buscando a todo custo reduzir a importância
da TV Record, publicamente.

Por isso, esta pretensa "imparcialidade" das emissoras que compõem a
TV Record seguramente me parece algo muito arriscado, considerando
que o IBOPE, há muitos anos, sabidamente um recurso que pertence à
maior Rede de TV do Brasil, sempre apresentará índices de audiência
irrisórios para a TV Record aumentando, despropositadamente, os da
Rede Globo, para que esta última, SEMPRE, angarie a maior fatia do bolo
de recursos publicitários disponíveis.

Assim, me parece seria mais salutar a TV Record reproduzir em seu
jornalismo, tudo o que envolve este "escândalo forjado do dossiê"
inclusive o aspecto mais relevante que é o livro a ser publicado do ciutado
jornalista Amaury Ribeiro Jr., ou a menos sua versão dos fatos ocorridos
na reunião no restaurante em Brasília.

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    06/06/2010 - 16h00

    Vou dar uma dura geral lá na Record, inclusive no dono da empresa. abs

    Flavio Cantu

    06/06/2010 - 18h20

    Obrigado por me ridicularizar.

    Luiz Carlos Azenha

    06/06/2010 - 18h35

    Não foi o objetivo. abs

    Gerson Carneiro

    07/06/2010 - 07h38

    Sacanagem hein, Azenha. Ridicularizou o moço.

    Flavio, liga no "Fala que eu te escuto" da TV Record e dê esse depoimento. É mais eficiente.
    Inclusive fala que o Azenha te ridicularizou e peça a cabeça dele.

Rimundo Pires

06/06/2010 - 14h31

Qual vai ser a tiragem do livro?
Quando o povo paulista vai deixar de votar na robalheira?
Como podemos fazer para rever nosso rico patrimônio pirateado por essa quadrilha?

Responder

nxradio webradio | musica & arte & design & mundo & pessoas & momentos » Privatização | Não havia limites e responsabilidade

06/06/2010 - 11h27

[…] Amaury Ribeiro Jr.: Os porões da privataria | Vi o Mundo […]

Responder

Roberto Ribeiro

06/06/2010 - 14h23

Livro bomba, proteção de vida ao autor. Nitroglicerina pura. Tucanos tremei.

Responder

Melinho

06/06/2010 - 13h37

MUITO ESTRANHO

(Pescado do Blog dos Amigos do Presidente Lula)

"Após o lançamento da pré-candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) ao governo de São Paulo, neste sábado (8 de maio), na capital paulista, José Serra disse não temer a existência de dossiês contra os tucanos e afirmou que só tem "medo da inveja dos outros e ressentimentos". "Você conhece algum dossiê tucano?", questionou. "No que depender de mim, não vai haver baixaria de espécie alguma nessa campanha. Vamos nos defender com firmeza e serenidade", disse o pré-candidato à presidência da República" Veja bem. No dia 08 não existia ainda, qualquer conversa sobre dossiê. Não havia uma única nota sobre o assunto na imprensa. Mas, o candidato tucano José Serra já dava pistas, ou tinha conhecimento sobre o caso. Não é estranho?"

Eu diria que estranho até demais.

Responder

    Carlos

    07/06/2010 - 09h08

    Serra se entregou.
    "Equipe FHC" foi e continua pródiga em estranhas ´coincidências´…

Luiz

06/06/2010 - 12h48

André Lux reperctiu a introdução citanta esta página e aproveitou para colocar as fotos dos meliantes.

Responder

Ed.Lima

06/06/2010 - 11h58

Queria pedir encarecidamente ao jornalista Amaury Ribeiro Jr,que publique mais rapidamente seu livro,e guarde-o como depositário, registrado em cartório,pois à esta altura,êle corre SÉRIO RISCO DE VIDA.Sua garantia de vida é seu livro.A Máfia da PRIVATARIA é internacional.Requera a P.F.garantia de vida.

Responder

    Rodrigo Leme

    06/06/2010 - 12h55

    O Celso Daniel está aí pra mostrar que essas garantias de vida são sempre necessárias…

Fernando Marques

06/06/2010 - 11h53

Elementar, meu caro Watson!
.
Dois períodos de governo que seguiram políticas econômicas, dizem os especialistas, parecidas. Um (FHC) levou o país à falência três vezes, não sobrava dinheiro para o povão e o outro (Lula) deu certo em tudo.
.
Tinha que haver uma razão!
.
Cara de pau é querer assumir a Teta de Ouro novamente. Ladeira abaixo, Já!

Responder

bittcorp

06/06/2010 - 01h58

Quando, onde e como o livro será publicado ???

Responder

Edv

06/06/2010 - 01h14

Estou me oferecendo ao PIG para contar uma história qualquer aloprada contra o PT, toda no condicional (seria, teria, pagaria, etc.), mediante uma módica quantia de algumas centenas de milhares de reais. Aceito dólares, euros e libras também. Preferência por conta em Jersey, Cayman, Ilhas Virgens ou Luxemburgo. Favor divulgar!
Peço desculpas ao Azenha por utilizar seu espaço, mas "tô pricizânu miorá minha pozentaduria". Grato.

Responder

    ana cruz

    06/06/2010 - 11h44

    To nessa tambem.
    Lula deixara nos cofres públicos 250 BILHÕES.
    fhc DEIXOU DIVIDAS, não obstante vendido empresas publicas e ARRECADADO 100 BI que sumiram. Devem estar nos paraisos fiscais.
    E ainda – os do limite da irresponsabilidade -acusam o governo Lula de o mais corrupto. São cara de pau. O Pig e demotucanos têm certeza que todos somos homers simpsons.

    Gerson Carneiro

    07/06/2010 - 07h44

    Ôpa! Também tô sabendo de alguma coisa. Parece que vai rolar uma churrascada lá no sítio Los Fubangos, do Lula. Mas o restante eu só posso contar depois do acerto com o PIG.

Alex Mendes

06/06/2010 - 00h59

Parece que tiraram o decidir.com.br do ar (leia-se da rede). Eu conseguir acesso dois dias atrás.

Responder

    Edv

    06/06/2010 - 14h39

    Eu também acessei várias vezes. Devia ter gravado as telas…

    @ARM_Coder

    07/06/2010 - 00h17

    Experimente o site: http://www.archive.org/web/web.php

    Ele guarda cópias de milhares de sites, sei que o decidir.com tá copiado lá.

    Pode ser de grande ajuda.

    Abs.

humborges

06/06/2010 - 00h55

Só para avivar memória, juntar os pauzinhos e aí entender melhor, quando o Aécio disputava a candidatura do PSDB contra Serra, pedindo prévias no partido, começaram a sair matérias na Folha e no Estadão que chantageavam Aécio, ameaçando-o com denúncias escabrosas (agressão com tapas na namorada, insinuações de homosexualismo e de uso de drogas). O Mauro Chaves do Estadão, em uma matéria famosa que defendia o Serra, terminava com ameaça explicita ao Aécio: "Pó pará, governador!".
Aí a tucanalha mineira, uai, pagou um jornalista investigativo super premiado em sua profissão para investigar a atuação das "famiglias" Serra e Dantas na Era da Privataria.
O resultado do trabalho de um profissional ganhador de vários prêmios Esso e Vladimir Herzog está aí.
O PIG mineiro desistiu do assunto e o jornalista escreveu o livro "Os porões da privataria".

Responder

    ana cruz

    06/06/2010 - 11h48

    Aecio se precaveu, agiu em legitima defesa. Mas, dossies estão no DNA tucano, incluindo o mineiro, o papai é SERRA que adora esse expediente, vide caso LUNUS de ROSEANA SARNEY com ITAGOBA , de noooooooovo de tudo.vSão sempre os mesmos e o PiG divulgando mentiras. Pior, E o Judiciário e MP compactuando. REFORMA DO JUDICIARIO E MP, JÁ.

Urbano

06/06/2010 - 00h04

Obrigado Francisco, é que a Câmara do Leonardo esteve momentaneamente meio desfocada (rsrsrs). Leonardo, apenas descontração. Abraço a vocês dois.

Responder

    Leonardo Câmara

    06/06/2010 - 12h42

    Mil perdões…me confundi mesmo. Mas é Câmara de sala ampla e não Câmera, de fotografia. Mais uma vez, mil perdões.

Fabiano

06/06/2010 - 02h22

Luiz Azenha, vc fala do PIG mas trabalha no PIG. A record deu a versao da globo, da Veja, a mesma história do dossiê que o PT armou.
RECORD É DO PIG.

Responder

    Edv

    06/06/2010 - 17h43

    Infelizmente tenho notado uma certa demotucanização na Record e no R7.
    Será o editor-chefe, o diretor de jornalismo ou estratégia geral?
    De qualquer forma, ponto para o Azenha, pois remar contra a maré é mais difícil…

agrimaldo

05/06/2010 - 23h18

A estória do dossiê foi uma armadilha como em 2006. O Serra deve ter mt ligação com a PF porque o braço direito dele é o Aluisio Nunes, ex-ministro da justiça e ex-chefe da PF.

O delegado deve ter armado junto com os tucanos, então foi aos membros da campanha e se ofereceu para espionar o Itagiba, que segundo ele estaria fazendo 100 dossiês contra o governo e aliados.

O objetivo: pegar os petistas no fraga no ato do pagamento como em 2006 e levar a imprensa junto, se possível a equipe de TV do Serra também.

O delegado não conseguindo êxito, se saiu com esta, de que foram as pessoas da campanha da Dilma que foram atrás dele. Quando foi o contrário e não aceitaram sua proposta. Até o valor é parecido com o de 2006( para dar uma boa foto).
Elas já tiraram fotos do dinheiro da Roseana e do dinheiro do "Lula", agora queriam tirar a foto do dinheiro da "Dilma". Sempre a mesma PF.

P s: faltou só o mesmo procurador do Mato-Grosso que “coincidentemente” trabalhou no caso da Roseana e no caso de 2006, é que a missão não o obteve êxito pretendido.

Responder

Fabio_Passos

05/06/2010 - 23h04

É muito bom saber que finalmente sai um livro contando em detalhes toda a roubalheira promovida por fhc, ricardo sérgio, zé serra, daniel dantas e o restante da gangue privata…

Responder

Marcelo

05/06/2010 - 22h22

Amaury é um grande jornalista, recebeu três prêmios Esso e venceu quatro prêmios Vladimir Herzog. Já levou tiro investigando a criminalidade no entorno do DF. Agora, depois da divulgação da introdução de seu livro bomba, espero que esteja cuidando da sua segurança, pois meteu a mão num vespeiro.

Responder

    ROSE

    15/09/2010 - 14h52

    marcelo, é verdade!!!diante da quadrilha do PT, eles não passam de umas vespinhas.
    Meu Deus!!! vcs são cegos ou loucos!?!?

    As empresas que não foram privatizadas (ex. correios)estão na mídia …fazendo o maior sucesso!!!cabide de emprego p parente de políticos corruptos(PT) com salários milionários,etc, etc, etc…… ACOOOOOOOORDA….

Milton Hayek

05/06/2010 - 22h21

http://www.consciencia.net/cidadania/arquivo02/bb

Caixa explosivo: Caso Ricardo Sérgio
Relatório do Banco Central incrimina Ricardo Sérgio, que arrecadou dinheiro para Serra, em várias irregularidades
Amaury Ribeiro Jr., Revista IstoÉ, 24/3/2002

Principal articulador da formação dos consórcios que disputaram o leilão das empresas de telecomunicações, o ex-diretor da área internacional do Banco do Brasil, Ricardo Sérgio de Oliveira, está tirando o sono da cúpula do PSDB e dos coordenadores da candidatura do senador José Serra. Companheiro de militância política de Serra desde a época do regime militar, Ricardo Sérgio, que em 1998 foi caixa das campanhas de Fernando Henrique Cardoso, para a Presidência, e de Serra, para o Senado, acaba de ser responsabilizado pelo Banco Central por um caminhão de irregularidades que favoreceram a entrada do Banco Opportunity em um consórcio para disputar o leilão da Telebrás. Mantido em absoluto sigilo, o relatório do BC, ao qual ISTOÉ teve acesso, é uma bomba que vai jogar estilhaços por todos os lados. O efeito é tão devastador que uma operação foi montada na Polícia Federal do Rio de Janeiro para abafar o caso.

Amigo de Serra, com quem trabalhou entre 1998 e 1999 no Ministério da Saúde, montando uma central de informações que recrutava arapongas, o superintende da PF no Rio, delegado Marcelo Itagiba, usou um dispositivo que lhe permite promover reformas administrativas internas para afastar na semana passada o delegado que investigava o caso. Deuler da Rocha Gonçalves comandava os dois inquéritos (civil e criminal) que investigam a participação de Ricardo Sérgio e de outros caciques do PSDB nas supostas irregularidades ocorridas no processo de privatização. Os inquéritos foram transferidos para a delegada Patrícia Freitas, recém-chegada aos quadros da PF, que substituiu Deuler na Delegacia de Combate ao Crime Organizado e Inquéritos Especiais. Depois de ler o relatório do BC, Deuler havia antecipado a amigos que já possuía provas suficientes para indiciar Ricardo Sérgio e outros políticos ligados ao PSDB por falsidade ideológica, estelionato e corrupção.

Composto por atas de reuniões do Opportunity e da diretoria do Banco do Brasil, o relatório do BC, com cerca de 50 páginas, confirma o que o Ministério Público Federal já havia denunciado em 1999: a carta de fiança do BB, no valor de R$ 874 milhões, que permitiu à Solpart Participações Ltda, empresa do Banco Opportunity, participar do leilão, está repleta de irregularidades. De acordo com o BC, a Solpart, que não efetuou nenhum depósito e nem sequer ofereceu garantias para conseguir o empréstimo, foi fundada um mês antes do leilão, ocorrido em setembro de 1998, com o capital social irrisório de R$ 1 mil da Techold. Na avaliação do BC, esse dado já era suficiente para provar que a Solpart, que recebeu o nome inicial de Banco Opportunity Xin S.A., não teria condições de quitar a dívida.

Segundo o relatório, Ricardo Sérgio e os demais diretores do Banco do Brasil mentiram até mesmo na súmula de operações – na qual é analisada a proposta de garantia feita por empresas que tentam obter empréstimos –, ao dizerem que não foram apurados riscos na operação financeira. O risco seria detectado com uma simples consulta interna, que indicaria que a conta da Solpart havia sido aberta no BB cinco dias antes da aprovação do empréstimo. “A carta de fiança foi concedida apenas em critérios subjetivos, sem atentar para princípios da boa técnica bancária como os de seletividade, garantia, liquidez e diversificação dos riscos, demonstrando imprudência na gestão dos negócios da instituição financeira, fato que em tese configura delito”, diz o relatório do BC. O documento compromete também Pérsio Arida, que na condição de presidente do Conselho de Fiscalização do BB referendou a decisão de Ricardo Sérgio.

Fonte: Revista IstoÉ

Responder

    maria ferreira

    06/06/2010 - 12h21

    Como vc conseguiu postar um comentário grande?
    Eu gostaria de postar alguns trechos da ação movida pelo MPF em que Serra, sua filha, seu primo e seu genro são citados.

    Postar aos poucos perde-se a sequência.

    Milton Hayek

    06/06/2010 - 15h47

    às vezes dá e outras vezes não dá,Maria.Acho que é uma instabilidade no site do Azenha.Quando acontece isso coloco as partes mais importantes e coloco também o endereço do artigo.

Milton Hayek

05/06/2010 - 22h21

http://www.conversaafiada.com.br/pig/2010/06/04/l

Odemar Leotti
5 de junho de 2010 às 14:18
Caixa explosivo: Caso Ricardo Sérgio
——————————————————————————–
Relatório do Banco Central incrimina Ricardo Sérgio, que arrecadou dinheiro para Serra, em várias irregularidades
Amaury Ribeiro Jr., Revista IstoÉ, 24/3/2002

Principal articulador da formação dos consórcios que disputaram o leilão das empresas de telecomunicações, o ex-diretor da área internacional do Banco do Brasil, Ricardo Sérgio de Oliveira, está tirando o sono da cúpula do PSDB e dos coordenadores da candidatura do senador José Serra. Companheiro de militância política de Serra desde a época do regime militar, Ricardo Sérgio, que em 1998 foi caixa das campanhas de Fernando Henrique Cardoso, para a Presidência, e de Serra, para o Senado, acaba de ser responsabilizado pelo Banco Central por um caminhão de irregularidades que favoreceram a entrada do Banco Opportunity em um consórcio para disputar o leilão da Telebrás. Mantido em absoluto sigilo, o relatório do BC, ao qual ISTOÉ teve acesso, é uma bomba que vai jogar estilhaços por todos os lados. O efeito é tão devastador que uma operação foi montada na Polícia Federal do Rio de Janeiro para abafar o caso.

Meus amigos como pode ser de hoje o que já está na imprensa desde 2002, veja no todo nesse link http://www.consciencia.net/cidadania/arquivo02/bb

Responder

Vendomoinho

05/06/2010 - 22h05

Alguém sabe me informar Aonde é que posso encontrar a edição desse livro, desejo comprar uma dezena, do dito cujo.

Responder

Milton Hayek

05/06/2010 - 22h45

O ladrão foi la em casa quase morreu do coração,
já pensou se o gatuno tem um infarto malandro,
e morre no meu barracão…
Eu não tenho nada de luxo que possa agradar o ladrão,
só uma cadeira quebrada, um jornal que é meu colchão,
eu tenho uma panela de barro, e dois tijolos como um fogão…
O ladrão ficou maluco de ver tanta miséria em cima de um cristão,
e saiu gritando pela rua pega eu que eu sou ladrão,
pega eu, pega eu que eu sou ladrão, pega eu, pega eu que eu sou ladrão,

não assalto mais um pobre nem arrombo um barracão, por favor pega eu…
Pega eu, pega eu que eu sou ladrão, pega eu,
pega eu que eu sou ladrão, lelé da cuca ele está no Pinel falando sozinho de bobiação dando soco nas paredes e gritando esse refrão…(pega eu)
Pega eu, pega eu que eu sou ladrão, pega eu, pega eu que eu sou ladrão…
Não assalto mais um pobre e nem arombo um barracão, e olha

o ladrão foi la em casa quase morreu do coração,
o ladrão foi lá em casa quase morreu do coração,
já pensou se o gatuno tem um infarto malandro e morre no meu barracão,
eu não tenho nada de luxo qu possa agradar o ladrão,
é so uma cadeira quebrada,
um jornal que é meu colchão, eu tenho uma panela de barro,
e dois tijolos como um fogão…

O ladrão ficou maluco com tanta miséria em cima de um Cristão,
que saiu gritando pela rua pega eu que eu sou ladrão,
pega eu, pega eu que eu sou ladrão, pega eu, pega eu que eu sou ladrão,
não assalto mais um pobre nem arrombo um barracão, por favor pegue eu…
[youtube 3F-AyNi4LtE http://www.youtube.com/watch?v=3F-AyNi4LtE youtube]

Responder

Edv

05/06/2010 - 22h39

Debaldo: Por favor responda o que mais se aproxima do verdadeiro sobre vc:
1) Só quer tumultuar.
2) Só quer aparecer.
3) É fortemente desinformado e manipulado pelo PIG, tornando-se um PIGuinho amestrado.
4) Pinóquio obsessivo-compulsivo.
5) Sofre da síndrome de crânio atmosférico de baixa pressão.
6) É masoquista maníaco depressivo e gosta de Serra, FHC, demotucanos e da elite medíocre que eles representam
7) Todas acima.
Leve na brincadeira, por favor, continuo achando vc divertido e até útil, como um saco de pancadas de box: melhora nossos reflexos, músculos, pensamentos…Se ficar ofendido, é só falar)

Responder

    Edv

    05/06/2010 - 21h54

    Esqueci 3 itens para 10 questões:
    #) Só quer nos divertir.
    #) Sofre de gastroenteroencefalite.
    #) Quer divulgar (transcrever) o PIG aqui, achando que não temos acesso à ele.

    Com todo respeito.

Urbano

05/06/2010 - 21h36

Azenha, quero parabenizar-lhe pela forma democrática do seu Blog, incrementada pela política que você adotou de comunicação direta e sincera conosco. Abraço.

Responder

    Leonardo Câmara

    05/06/2010 - 23h17

    E sobre essa corrupção descarada da privataria, você não tem nada a dizer, não cidadão?

    Não é você o apoiador mor do corrupto Serra aqui neste espaço?

    E aí?…

    Francisco

    05/06/2010 - 22h19

    Você está confundindo Urbano com Ubaldo. Não são a mesma pessoa, leia com atenção.

    Leonardo Câmara

    06/06/2010 - 12h41

    Mil desculpas, não vai acontecer de novo. Dia cansativo de trabalho. Muito obrigado pelo aviso.

Marat

05/06/2010 - 21h24

Alguém pode me explicar por que no Brasil bandido de luxo e colarinho branco não pode ser algemado, muito menos preso? Sabe também me dizer por que eles conseguem habeas corpus com muita facilidade?
Sabe também me dizer por que muitos magistrados deslumbram-se com seus cargos e se esquecem de promover a justiça?

Responder

O CARA

05/06/2010 - 20h57

UBALDO SERRA NEVES GUERRA MAIA, deve ser o nome do sujeito que está escrevendo de forma apátrida e reacionária.

Responder

Marco

05/06/2010 - 20h50

Por isso tudo que a mídia toda, inclusive os sites mais importantes, estão fazendo comentários e mais comentários sobre o tal dossiê, para tentar mudar o rumo da "prosa" do livro do Amaury RIbeiro. Estão todos desesperados. Agora que a onça vai começar a beber água, e mesmo durante a copa nós aqui no Brasil estaremos acompanhando, escrevendo, disseminando tudo relacionado as baixarias dos demotucanatos mais o ppsdeque estarão tentando fazer. Mas como sempre aconteceu, quanto mais batem no LULAÇO, e agora na DILMA PRESIDENTE, mais ficam positivos os índices de aprovação e de votos. Com certeza essa eleição vai dar um grande nó na mídia(televisa, escrita, on-line) e nos institutos de pesquisa. E a PRESIDENTA DILMA será eleita no primeito tempo, de goleada.

Responder

Milton Hayek

05/06/2010 - 20h46

Empresário Abel Pereira morre de infarto
Ele morreu de infarto durante partida de futebol em Piracicaba (SP).
Pereira ficou conhecido após suspeita de participar da máfia dos sanguessugas.

O empresário Abel Pereira, de 51 anos, morreu de infarto na tarde de sábado (9), em Piracicaba (a 162 km de São Paulo) jogando futebol. A morte foi confirmada pelo advogado do empresário, Sérgio Pannunzio.

Pereira ficou conhecido em 2006 no caso da máfia dos sanguessugas. Ele passou a ser investigado após denúncia do empresário Luiz Antonio Vedoin à Justiça Federal em Cuiabá.

Segundo Vedoin, em 2002, Abel Pereira havia liberado R$ 3 milhões em verbas do Ministério da Saúde após receber propina, na gestão de Barjas Negri (PSDB). Ele não chegou a ser denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF).
http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL49857…

Responder

Jairo_Beraldo

05/06/2010 - 20h29

Estava lendo o PIG, e agora entendi sobre chamar este livro do jornalista Amaury Ribeiro Jr., ser chamado de "dossiê". É uma bomba atômica, que caiu no telhado dos DEMos/Tucanos…mas por que querem jogar que fora Dilma quem montou tal "dossiê"?

Responder

    Gerson Carneiro

    07/06/2010 - 07h53

    Trata-se de estratégia de defesa e de mudança de tática na campanha pois o "Serrinha paz e amor" não colou.

    O Serra se precipita jogando a isca pra ver se a Dilma morde, pra depois acusá-la de promover a baixaria.

André LB

05/06/2010 - 20h25

Faz pouco tempo que tenho o prazer de visitar o Viomundo. Apesar de visitante recente, gostaria de agradecer ao Ubaldo por seus comentários tão enriquecedores. Primeiro que chega a me fazer rir; segundo que o Ubaldo, ao elencar todas as teorias e posições estafafúrdias do demotucanato E receber resposta apropriada pelos participantes do Viomundo, cria um excelente espaço para que eu saiba responder ao mesmo tipo de abobrinha que recebo por e-mail. É como se o Ubaldo fosse uma cobra do Butantã (se o Butantã do PSDB produzisse vacina, claro): ele espalha um veneno que é utilizado para a produção do soro.

Responder

henry_H

05/06/2010 - 20h18

Comentário de um leitor da Folha (só pode ser de coca), ou do Estadão (?) sei lá, sobre essa coisa de dossiê:

“Na verdade eles (Petralhas) começam a ficar desesperados. A Dilmarota já está na campanha ha muito tempo (é só ver as multas aplicadas ao Lula) O Serra mal começou. Ser bom ve-lo disparar nas pesquisas. Esperem e verão”

Esse cara é um iluminado mesmo… Beati pauperi spiritu! Esse é o padrão dos leitores do PIG

Responder

    Edv

    05/06/2010 - 21h57

    …uma cabeça "brilhante"!…como a do careca (não o de Brasília, o de SP)…

    Roberto Locatelli

    07/06/2010 - 13h10

    Costumo postar comentários no site da CBN. É impressionante como os teleguiados demotucanos se auto-iludem. Recebo, como resposta, coisas do tipo:

    "Aposto que esse Locatelli nem de São Paulo é" – como se só paulistas pudessem comentar lá.

    "É óbvio que o Locatelli, o Paulo Franco, o Douglas Sana e todos os outros petralhas que comentam aqui são uma única pessoa, paga para defender seus patrões" – como se um governo que tem 86% de aprovação não tivesse muitos internautas dispostos a defendê-lo.

    Até os tucanos mais moderados, que reclamam da baixaria e dizem que ela prejudica Serra, são tachados de "petralhas".

    Não tenho dúvida que as pesquisas fraudulentas, que tentam iludir o povo, iludem muitos desses teleguiados demotucanos, que acabam embarcando na própria mentira.

    Adilson

    25/07/2010 - 09h16

    Continua a ler seus jornalzinhos manipulados pelo PSDB, que um dia quando estiver bem velho saberá que foi a vida inteira enganado pelo SERRA, FHC, Folha, Veja, Globo, etc…

Gerson Carneiro

05/06/2010 - 19h40

Baixa
Santo Salvador
Baixa
Seja como for
Acha
Nossa direção
Flecha
Nosso coração
Puxa
Pelo nosso amor
Racha
Os muros da prisão

Extra
Resta uma ilusão
Extra
Resta uma ilusão
Extra
Abra-se cadabra-se a prisão

Baixa
Cristo ou Oxalá
Baixa
Santo ou orixá
Rocha
Chuva, laser, gás
Bicho
Planta, tanto faz
Brecha
Faça-se abrir
Deixa
Nossa dor fugir

Extra
Entra por favor
Extra
Entra por favor
Extra
Abra-se cadabra-se o temor

Eu, tu e todos no mundo
No fundo, tememos por nosso futuro
ET e todos os santos, valei-nos
Livrai-nos desse tempo escuro

Lá, lá, lá, lá, laiá, laiá….

Extra – Gilberto Gil – Composição: Gilberto Gil

Gil é meu ídolo. Apesar de andar com fé dando trela para a morena Marina, mas ídolo sabe como é que é: peca e a gente perdoa.

Responder

Messias Macedo

05/06/2010 - 18h48

[ENTENDA A CARA FEIA – E O PRIMARISMO – DO (S)ERRA!]
EPÍLOGO

Quando a notícia começou a correr em Brasília, acendeu a luz amarela na campanha de Serra (…)”.

O presidente do PT, José Eduardo Dutra, reagiu às informações com uma mensagem no Twitter ao presidente do PSDB, Sérgio Guerra.

“Então quer dizer que foi o Aécio quem encomendou?

E agora querem jogar no nosso colo? Que coisa feia!”

FONTE: http://escrevinhador.com.br/ – ínclito e impávido jornalista Rodrigo Vianna

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Messias Macedo

05/06/2010 - 18h46

[ENTENDA A CARA FEIA – E O PRIMARISMO – DO (S)ERRA]

Amaury é repórter experiente, farejador, que já passou pelos principais órgãos de imprensa do país. Passou pelo O Globo, pela IstoÉ, tem acesso ao mundo da polícia e é bem visto pelos colegas em Brasília.

Nesse ínterim, cessou a guerra interna no PSDB e Amaury saiu do Estado de Minas e ficou com um vasto material na mão. Passou a trabalhar, então, em um livro, que já tem 14 capítulos, segundo informações que passou a amigos em Brasília.

Responder

Messias Macedo

05/06/2010 - 18h44

[ENTENDA A CARA FEIA – E O PRIMARISMO – DO (S)ERRA!]

Segundo Nassif, a história é a seguinte:

“Quando começou a disputa dentro do PSDDB, pela indicação do candidato às eleições presidenciais, correram rumores de que Serra havia preparado um dossiê sobre a vida pessoal de seu adversário (no partido) Aécio Neves.

A banda mineira do PSDB resolveu se precaver. E recorreu ao (jornal) Estado de Minas para que juntasse munição dissuasória contra Serra. O jornal incumbiu, então, seu jornalista Amaury Ribeiro Jr. de levantar dados sobre Serra. Durante quase um ano Amaury se dedicou ao trabalho, inclusive com viagens à Europa, atrás de pistas.

Responder

David R.Silva

05/06/2010 - 18h29

É o fim do candidato do PIG e seus sabujos. Já rola na internet, segundo assessor de comunicação do PT, o PIG Globo não vai divulgar pesquisa IBOPE neste sábado porque a DILMA disparou geral…., a conferir. de Belo Horizonte.

Responder

Gerson Carneiro

05/06/2010 - 18h07

Encontro me embriagado pela leitura de um livro antigo, de 1960, e raro chamado "Brasil para principiantes", de Peter Kellemen, um húngaro que aqui viveu e publicou esta preciosidade que nos revela nossos (de nós brasileiros) mais queridos e cultivados defeitos. E explica tim tim por tim tim as razões dessas corriqueiras histórias, como a dos "porões da privataria. Não fiquem com raiva; procurem este livro, leiam e entendam o que estou dizendo, pois como está escrito no próprio livro:

"se alguém se irritar com este livro, é porque lhe falta bom humor, ou porque é ainda muito principiante em seu aprendizado do que seja o Brasil". Editora Civilização Brasileira S.A Enio Silveira – Diretor (em 1960).

Responder

    pluralf

    05/06/2010 - 22h06

    Pesquisei na net e vi que tem muita gente curtindo de novo esse livro de que os meus pais falavam tanto quando eu era criança. Só que por mais que eu procure não encontro detalhes sobre o fato que o livro não conta: que depois de (ainda que justamente) ter ironizado os brasileiros desse modo, o Sr Kelleman fugiu do país tendo dado um grande golpe financeiro, se não me engano daqueles que arrasam com as poupança de pequenos… Eu não posso lembrar detalhes pois faz mais de 40 anos e eu não era nem adolescente ainda – mas juro que sabendo disso teria menos facilidade de achar graça no texto desse senhor.

    Gerson Carneiro

    06/06/2010 - 09h50

    pluralf,

    Aí reside "o barato da história": antes mesmo de vir ao Brasil o sr. Kellemen começou a "ter aulas" do modo de vida, único no mundo, de nós brasileiros. Ao chegar ele continuou aprendendo na prática. E ainda aqui, juntou o que aprendeu, mais a percepção de real possibilidade de "sucesso", elaborou e pôs em prática um plano que deu certo para ele, muita gente caiu feito pato, e ele "se deu bem" e foi embora. O que ele fez após o lançamento do livro foi lançar um "carnê da fortuna" que na verdade não premiava ninguém. E ainda assim depois dele, vieram outros com o mesmo golpe, e o mesmo "sucesso", como foi um tal de "Papa-não sei o quê". O que só comprova que nosso jeito de viver único no mundo permanece o mesmo, com o sr. Kellemen ou sem o sr. Kellemen.

    Recomendo a leitura desse livro, depois pode até ficar ou permanecer com raiva, mas sua leitura é imprescindível.

    Gerson Carneiro

    06/06/2010 - 09h50

    A verdade é que além de tudo nós nos acostumamos ser feitos de trouxas, podemos até "estranhar", achar ruim, ficar com raiva, não admitir, mas nosso subconsciente coletivo absorveu essa concepção.

    Dois exemplos práticos:

    – os produtos oferecidos nos supermercado tiveram redução de tamanho, peso e quantidade (chocolate, sabão, papel higiênico e etc), e continuaram sendo vendido pelo mesmo preço ou até mais, e não reclamamos, aceitamos passivamente.

    – quando presidente o Fernando Collor de Melo tomou de assalto a caderneta de poupança; esperneamos mas aceitamos passificamente.

    O Skank tem uma letra interessante que diz: "a nossa indignação é uma mosca sem asas, não ultrapassa a janela de nossas casas".

    Salvo raríssimas almas como Eduardo Magalhães que consegue sair do plano da indignação doméstica.

    Gerson Carneiro

    06/06/2010 - 14h13

    Correção: Eduardo Guimarães.

    Complemento: É com esse espírito coletivo de passividade que contam os que estão judicializando a eleição. E é contra isso que temos que reagir de forma ativa.

Beto Crispim - BH

05/06/2010 - 17h57

Está entendido porque a lista dos quem batem com a porta na cara do Serra ao convite de ser vice, só aumenta. Aécio, Itamal, Jeiressati, Kátia Abreu Musa do Latifundio e até o Sérgio Guerra, presidente do PSDB. Ainda sobra para o Serra, Arthur Virgilio, Rodrigo Maia, Arruda, Yeda Crusius (credo), Gabeira, Roberto Freire, Marco Maciel (terceira versão), Efrain de Moraes (já tem um bom caixa com o salário das funcionárias fatasmas do seu gabinete), Cesar Maia, Gilberto (Alagado) Kassab ou a mumia do Elizeu Resende, senador do DEM em Minas.

Responder

Geysa Guimarães

05/06/2010 - 17h56

Tem certeza de que Amaury Ribeiro Jr. ainda está vivo? Se estiver, que se cuide. Mexeu num vespeiro.

Responder

    Ubaldo

    06/06/2010 - 00h21

    Geysa Guimarães,

    Não acredito que alguém fará mal ao Amaury. Mas que ele merecia um tapão no ouvido, merecia.
    Penso que agir como um determinado partido agiu no caso Celso Daniel esse pessoal não faz.

    Ramon

    05/06/2010 - 22h03

    Agir como a governadora tucana do PSDB do RS, Yeda ?

    Genesis

    06/06/2010 - 21h23

    É verdade, espero que ele não acabe como Celso Daniel… ops!
    Vcs realmente me divertem… é esse aí o perfil do eleitor brasileiro…? Aiaiai…

Beto Crispim - BH

05/06/2010 - 14h47

Azenha, poderia nos passar mais informações sobre o livro. Quando será lançado, qual editora ou se será mesmo na internet? Se o autor está mesmo fazendo a opção de publicá-lo na internet, não corre o risso de ficar desacreditado, parecer mais uma "denuncia" em período eleitoral?

Responder

maria ferreira

05/06/2010 - 14h46

Depois de arrematar a Vale, Steinbruch andou se queixando do comportamento ético de RICARDO SÉRGIO e contou a história a mais de um interlocutor. O pedido de dinheiro teria sido o preço cobrado por RICARDO SÉRGIO, sempre segundo o relato feito por Steinbruch a terceiros, para que fosse montado em torno dele, Steinbruch, o consórcio que venceu o leilão. VEJA conversou com dois empresários que ouviram o relato de Steinbruch. "Ele me disse que se sentia alvo de um achaque", conta um dos empresários. O outro, que trabalha no setor financeiro, diz algo semelhante: "Naquele tempo, Benjamin andava por aí feito barata tonta, sem saber se pagava ou não", afirma. Na semana passada, VEJA obteve depoimentos formais que confirmam a história.

Responder

    mariazinha

    05/06/2010 - 23h02

    Pois é, amiga.
    Seria uma boa hora de reavermos a VALE.
    Se foi privatizada em meio a arranjos escabrosos, mais do que justo que se recupere para o povo, o que lhe foi roubado pelo nefasto presidente da época.
    Que ELA volte a ser:
    VALE DO RIO DOCE, um patrimônio do povo brasileiro que fhc roubou, sem ficar corado.

Ubaldo

05/06/2010 - 14h38

Hoje Estadão, Folha e Veja repercutiram a notícia sobre a arapongagem e sobre a central de dossiês que foi montada em Brasília na casa do Lago Sul. Ainda bem que o deputado Rui Falcão e o Palocci, para enfraquecer o Fernando Pimentel, o ex-prefeito de BH, amigo e braço esquerdo de Dilma. Pimentel contratou Luiz Lanzetta para a central de dossiês falsos que tentou contratar o um delegado aposentado para fazer as escutas. Eram R$ 200 mil por mês. Imaginem colocar escutas em Serra e tentar infiltrar alguém em sua campanha. Coisas de Dilma. Agora ela diz que vai entrar na Justiça contra Serra porque Serra disse que tudo isso é uma apelação. Pode?
Já sei que os comunistas de plantão vão dizer que é tudo é invenção da grande mídia e que tudo é mentira. Será?
Será que não existe essa central de dossiês na casa do Lago Sul em Brasília?
Será que esse Luiz Lanzetta que foi contratado para arapongagem não existe?
Será que essa briga entre Rui Falcão e Palocci contra Fernando Pimentel não aconteceu?

Responder

    Milton Hayek

    05/06/2010 - 18h15

    O Ubaldo está no mundo da lua.Seus patrões vão ser estraçalhados pelas verdades que vão aparecer e ele se desespera escrevendo versões e mais versões dos próprios delírios.
    Vai aparecer mais gente,Ubaldo.Até aquele que foi suicidado na cidade onde Barjas Negri é prefeito.Como é o nome dele,hein???Abel Pereira???

    Edv

    05/06/2010 - 22h12

    Milton, o Debaldo está ainda no mundo da "guerra fria", do "comunismo x capitalismo". Natural. Sua fonte de cultura, o PIG e seus PIGuinhos amestrados têm uma enorme saudade, nostalgia destes tempos e não descobriram que estamos no seculo XXI, em que a China (comunista? capitalista?) caminha para superar os EUA como potência econômica….É muito "confuso" para suas cabeças atmosféricas…

    alcir rosa nunes

    05/06/2010 - 18h38

    Amigo, loucura nao se discute, e perda de tempo. Em papai noel acredita quem quer! Sejas feliz e boa sorte!

    Edv

    05/06/2010 - 22h21

    Debaldo: pra não entrar no mérito de factóides vazios, os demotucanos, que tem "rabíssimo" de fora, querem criminalizar a palavra "dossiê". Dossiê não e crime! Crime é publicar dados e fatos falsos, factóides, detonar reputações com insinuações sem provas, manchetes que não condizem com texto, grampos sem áudio, fichas falsificadas e coisas do tipo, seja pontual ou sistematizadamente.
    Para acabar com esse papo de "dossiês", ofereço-me publicamente a montá-los, a quem sempre me trouxer dados comprovados e de interesse público. Assino, ponho meu CPF e publico!…
    Chega de trololó!…

    Leonardo Câmara

    05/06/2010 - 23h22

    Filho desiste, acabou…

    Polengo

    06/06/2010 - 00h22

    Claro, foi a Dilma que privatizou tudo.
    Afinal, a culpa é sempre dela.
    E você sempre entende tudo tão bem…

    Go Oliveria

    06/06/2010 - 12h10

    O Ubaldo é como um tubo ou um cano. As coisas entram e saem por ele sem mudar nada. Não tem aparelho digestivo.
    É por isto que ele repete feito papagaio o que o PiG diz.

    Quem sabe seu sistema ainda amadureça…

    Leider_Lincoln

    06/06/2010 - 21h23

    Ubaldo, aqui mesmo neste Viomundo, ontem aliás, há um depoimento interessantíssimo da Caia Fittipaldi, dizendo com todas as letras que o Estadão é o pior jornal do mundo, e o mais mentiroso por conta de de manipulações e farsa. A Veja, a tal que você diz que "repercurtiu", acusou o Ibsen Pinhaeiro de ser ladrão, e isso se revelou uma mentira, também publicou o famoso dossiê das Cayman, totalmente falso e só para te lembrar, acusou o nosso presidente de ter sua campanha financiada pelas FARC. Já a Folha, bem, a Folha é o jornal da ficha falsa da Dilma Roussef. E por fim, você: um troll anônimo.
    Então o que você basicamente nos está dizendo é que devemos acreditar em vocês quatro e não em um jornalista investigativo famoso e renomado que conseguiu todas as provas sob o amparo da lei e as tem sobre suaguarda?
    É isso o que quer de nós, Ubaldo?

    Adilson

    25/07/2010 - 09h22

    Não pensa que todo mundo acredita nessas histórinhas da carochinha plantada pelo PIG. Só não enxerga que o Estadão, Folha e Veja são meros despachantes do Serra quem não quer.

maria ferreira

05/06/2010 - 14h26

Quando se conferem os documentos oficiais da campanha, surge uma terceira versão para os fatos, que se choca com as do doador e também com as do candidato. Segundo os papéis oficiais, Jereissati não pode ter entregue "100.000 reais em quatro ou cinco prestações". O relatório da campanha registra o ingresso de apenas um cheque, no valor de 50.000 reais. O cheque de número 642487, da agência 0564 do Unibanco, foi entregue no dia 27 de setembro de 1994. Nenhuma outra quantia em dinheiro foi destinada à campanha, sempre segundo os documentos oficiais. Há duas outras contribuições de Jereissati, uma de 15.000 reais e outra de 30.000, prestadas não em dinheiro, mas na forma de serviços. Elas contabilizam as horas de vôo doadas oficialmente por Jereissati ao candidato. Ou seja, onde foram parar os 600.000 reais que Jereissati diz que entregou e que SERRA diz que não recebeu?

Responder

    Milton Hayek

    05/06/2010 - 20h20

    Eles estão fazendo o caixa dois do caixa dois,Maria.Tecnologia tucana made in Móoca.

    maria ferreira

    05/06/2010 - 22h32

    Milton,
    Esse trecho foi tirado de uma ação que o MPF impetrou em 2002.
    A Ação é tao grande que parece mais um livro.
    Lá estão citados o primo do Serra, sua filha e seus negócios escusos. Serra deixando de declarar patrimônio. Serra vendendo imóvel na Lapa por R$ 1,00.
    Vae a leitura no site Consultor Jurídico. A ação faz menção -inclusive – ao Amaury Ribeiro.

maria ferreira

05/06/2010 - 14h26

O trecho abaixo foi retirado da ação que o Ministerio Publco Federal impetrou em 2002 onde cita as falcatruas de Jose Serra. http://www.conjur.com.br/2002-set-20/leia_acao_im
Acho que o conteudo do livro se baseia nesses fatos. Aliás o nome do jornalista Amaury e Fernando Rodrigues também são citados na ação.
É longa a ação mas vale a pena ler.
No próximo comentário o trecho que mencionei.

Responder

Ana Lu

05/06/2010 - 14h15

Esta dinheirama é enviada para fortalecer algum exército poderosos do mundo? Será que o dinheiro é enviado por grupos poderosos para fortalecer algum exército?Ficção ou realidade. É muito dinheiro desviado, tal desvio de dinheiro submete significativa parcela da população em nosso país ao empobrecifmento. Onde está sendo aplicado este dinheiro. Estes grupos estão arquimilionários e continuam movimentando bilhões de dólares, sem serem importunados, e quando denunciados o grupo do "abafa", se mobiliza. É um grande jogo de xadrez, são várias peças articuladas, para se protegerem e continuarem os "negócios"..

Responder

    mariazinha

    05/06/2010 - 23h08

    Agora acendeu uma luz, amiga!
    Essa dinheirama deve alimentar o governo sionista de Israel!
    Não é àtoa que a oposição é unha e carne com os EUA!

Dvorak

05/06/2010 - 14h13

Que vexame, sô… esses tucanosaurus-privatizantis ainda usam dossiês. Que coisa antiga, que cheira a mofo. Eu nunca vi dossiê todo disponível na internet já há algum tempo. Meus amigos portugueses estão tirando um sarro danado e com razão. Tenho um amigo que trabalha no diretório do PSDB em S.Paulo. O pau está quebrando por lá… deu barata-voa nos arraiais tucanos.

Responder

Gerson Carneiro

05/06/2010 - 14h08

O mar de lama. Pelo visto esse livro tem a força de um tsunami no PSDB. E se puxar a ponta da meada vai emergir muita gente "insuspeita". Quem sabe também nos revele quem seria o "Gilmar" verdadeiro encontrado na lista da empreiteira Gautama. Ah se o Dantas falasse… ou se deixassem ele falar.

O Serra já está demonstrando inquietação ao tentar precipitadamente jogar no colo do PT a suposta "criação de um dossiê contra ele".

Responder

Jairo_Beraldo

05/06/2010 - 16h12

Os homens estão sempre dispostos a investigar sobre as vidas alheias, mas têm preguiça de se conhecerem a si mesmos e de corrigirem as suas próprias vidas.

Responder

    edwardarthur

    13/07/2010 - 01h23

    concordo plenamente com vc. agora me reconhecer bandido eu nao projeto pra minha vida.

Carlos.

05/06/2010 - 12h34

Qual teria sido a primeira palavra proferida pelo Zézinho, o filho do verdureiro?

A) gu-gu
B) dá-dá
C) mã-mã
D) pá-pá
E) dô-dô-ssiê

Responder

Valmont

05/06/2010 - 11h09

É impressionante como a rede gloebbels e cia são capazes de esconder por tanto tempo essa gigantesca montanha de maracutaias.
Know-how e poder adquiridos nos longos anos de chumbo devem ser parte da explicação.
Mesmo com esse quilométrico rabo de palha, a direita brasileira ainda insiste no discurso falso moralista a la UDN.
É muita cara de pau.

Responder

sergio Vesco

05/06/2010 - 11h04

Azenha, vou esperar cada segundo vc disponibilizar o endereço eletronico onde esse BEST SELLER ( Seller, Tá certo?) possa ser impresso…creio que todos seus seguidores estarão esperando também…

Responder

    Adriana

    06/06/2010 - 10h58

    Um livro desses a gente compra, meu caro Sergio! Ou você acha que o jornalista Amaury Ribeiro nao tem o direito de ser pago por um trabalho enorme desses?

Jordam

05/06/2010 - 10h59

Agora a folha vem na defesa aos tucanos.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/745894-jornali

Falta somente o pronunciamento do Farol de Alexandria, o PIG está na lona, a tucanalha em polvorosa.
Recomendo leitura do Brasilia Confidencial de hoje também.

Responder

Vice

05/06/2010 - 12h29

Houve reunião no Instituto Fernando Henrique Cardoso e lá decidiram que a vice poderá ser a presidenta do Flamengo?

Responder

    Jairo_Beraldo

    05/06/2010 - 12h28

    Não daria certo. O Petkovic não ia dar sossego para o Zé.

Cotas, Bolsa Familia

05/06/2010 - 12h26

A matéria pesquisada por 10 anos, ira dar publicidade a maior e mais importante polícia de "grupos sociais" com forte poder econômico que domina a política e o poder no Brasil. Vai demonstrar que há décadas é intocável a política de "COTAS" e o "Bolsa Família", que envolve os inimputáveis. É a rede da solidariedade e do compadrio, e o povo paga a conta, com altos impostos, baixos salários e desrespeito à cidadania.
Todos são iguais perante a lei, uns são mais iguais.
Na Chuíça que prendeu uma jovem porque furtou um pote de manteiga, onde a mídia divulga todos os dias que a polícia combate o inimigo, onde os jovens da periferia são perseguidos.

Responder

Capitão Caverna

05/06/2010 - 11h01

Azenha, no outro post vc afirmou que essa história de dossiê foi coisa de PT contra PT. Agora, afirma, junto com outros blogs, que o dossiê é esse livro, gerado pelo PSDB de Minas. E a história do PT contra PT, como é que fica?

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    05/06/2010 - 11h20

    Se vc saber ler — e eu presumo que saiba –, no outro post, baseado em uma fonte, disse que material foi entregue por gente do PT à revista Veja, como parte de uma disputa interna; coloquei dossiê entre aspas e afirmei que estava em um pen drive de um ex-repórter da IstoÉ (parte do material você lê neste post). abs

    Luiz Carlos Azenha

    05/06/2010 - 11h24

    Se vc sabe ler — e eu presumo que saiba — no outro post eu disse que gente do PT forneceu dados à revista Veja como parte de uma disputa interna; que o dossiê (entre aspas) estava no pen drive de um ex-repórter da IstoÉ (parte do qual você acabou de ler). Um fato não exclui o outro, Sherlock. abs

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 12h19

    Coisa do Palocci, do PTucano paulista, o mais novo "colaborador da Folha"… Deve ser aluma coisa no Tietê, que deixa as pessoas assim, só pode…

    Milton Hayek

    05/06/2010 - 10h56

    É isso aí,Leider!!!Pensamos de forma semelhante.E nem vimos os comentários um do outro.

    Leonardo Câmara

    05/06/2010 - 23h31

    Eu não sei o que esse tal de Palocci está fazendo na campanha da Dilma, este cara é bode, ele o tal do Berzoini estavam tentando implementar um fundo de pensão gigantesco na (contra) reforma da previdência de 2003. Dizia-se na época que era para gestar caixa dois para a campanha do Joseff (Stalin) Dirceu. Ainda bem que o PT-SP perde força a olhos vistos dentro do cenário nacional, melhor pro PT e melhor ainda para o Brasil. O PT tem que expurgar essa gente …

    Milton Hayek

    05/06/2010 - 13h19

    Liga pras esses caras não, Azenha!Eles não aceitam que existe um PT do PSDB no PT paulista.É a turma do Daniel Dantas dentro do PT.Os mesmos que nomearam o Correa para destruir a Polícia Federal do doutor Paulo Lacerda.
    Um dia a gente pega esses caras.Pode anotar aí.

    Fernando

    05/06/2010 - 11h12

    Kakaka, o caverna não sabe ler texto.
    É a turma do Graeff procurando contradições.
    Valeu Azenha

    Beto Crispim - BH

    05/06/2010 - 14h22

    Boa…Sugiro a ele que entre numa escola da EJA.

    FatimaBahia

    05/06/2010 - 18h26

    Só tem uma coisa que eu não cosingo entender:a gente nunca vê PSDbista o DEMonistas,traindo uns aos outros e nem fazendo esses tipo de me***(no caso de Arruda não foi político,foi funcionário do esquema e só após ter o seu "na reta").Se havia ou não interesse em fazer doissês,que é que esses idiotas queriam se reunindo com este ser chamado Onézimo,e ainda por cima ligado ao Itagiba?que é que o Amaury estava fazendo lá(estava mesmo?)O que eles ganharam com isso?por causa dessa guerra idiota de egos,puseram em risco mais do que a campanha da Dilma,puseram em risco um projeto do país!
    Juro que não tenho saco pra isso,se fosse a Dilma,mandava todos catarem coquinhos e fazia novo comitê de campanha.Mas,é por isso que eu não sou a Dilma e nunca seria candidata,não teria estômago para viver dentro dessa guerra idiota de egos!
    Hora de dar um tempo…

    Jairo_Beraldo

    05/06/2010 - 12h30

    Capitão Caverna, é ótima. Deve ser o porteiro da atual moradia do Iluminado, o FHC…a caverna do ostracismo.

Os porões da privataria | Viomundo – O que você não vê na mídia | Veja, Brasil

05/06/2010 - 04h21

[…] Read more: Os porões da privataria | Viomundo – O que você não vê na mídia […]

Responder

Os porões da privataria | Viomundo – O que você não vê na mídia | Olha Brasil

05/06/2010 - 00h56

[…] See original here: Os porões da privataria | Viomundo – O que você não vê na mídia […]

Responder

Jairo_Beraldo

05/06/2010 - 00h04

"Serra diz que PT tenta criar 'factoide' com ameaça de interpelação judicial.Em Campina Grande, tucano disse que o PT 'tem tradição' em criar dossiês."

Será? Foi Lula que SIFU a candidatura Roseana?

Responder

Ubaldo

05/06/2010 - 00h03

Esse dossiê é bem fraquinho. É sempre assim. Apelações e mais apelações.
Agora é esperar para ver se cola, não é?
Se não colar, a Dilma vai dizer que não autorizou.
O problema dos petistas é que seus métodos para conseguir seus objetivos se baseiam na famosa lei do vale-tudo. Históricamente a apelação já começou à epoca em que comandados pelo Lula os trabalhadores de montadoras de automóveis destruíam os autos que acabavam de fabricar para pressionar os patrões a concederem aumentos salariais. É uma escola.
Hoje o Lula tomou a quinta multa por fazer campanha antecipada para a Dilma. É uma vergonha para o Brasil esse posicionamento de sucessivamente burlar a lei eleitoral e ainda achincalhar com a Justiça. Tomara ele leve um castigo exemplar pelo comportamento de torcedor de futebol e não de chefe de Estado.
Felizmente o Brasil mudou e essas armações não pegam mais o povo.

Responder

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 01h57

    Que dossiê, Ubaldo, que dossiê? Vá tomar seu Gardenal

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 02h00

    E por falar em armações: a ficha falsa, os spams, a Dima terrorista é obra de quem? Nossa: se todos na equipe forem como vocês isso explica por que o Serra vai disputar o terceiro lugar com o Eymael e o Plínio de Arruda Sampaio… Por que o livro não é dossiê, está tudo documentado e jurado, com amparo legal. É assim que vocês vão tentar abafar o caso? Já que não dá para dizer que é mentira, dirão que é dossiê?

    Milton Hayek

    05/06/2010 - 11h15

    Já convoquei meu tradutor para ir nesses paraísos fiscais e procurar o nome do Ubaldo:

    [youtube rASNmkdflGY http://www.youtube.com/watch?v=rASNmkdflGY youtube]

    Cuidado,Ubaldo.O Tião tá na tua cola!!!!!!!!!!!

    sergio Vesco

    05/06/2010 - 11h00

    Pô meu, por 17 segundos vc fez eu esquecer essa ingrata politica, valeu!!!

    Pilo

    05/06/2010 - 08h56

    O Lula toma a quinta multa porque ficou subentendida propaganda pré-eleitoral. Agora, propaganda da SABESP no Acre, último programa do DEM com 75% do tempo mostrando o Serra (não filiado a esse partido) e o aumento vergonhoso da verba de propaganda das Prefeitura e do Governo do Estado não configuram propaganda pré-eleitoral subentendida, segundo o TSE, então não podem ser multadas. O desespero no ninho tucano apresenta-nos cada Trol…

    Jairo_Beraldo

    05/06/2010 - 12h32

    Ubaldo,Ubaldo….quem colocou o nome neste assunto de "dossiê", foi o Zé. Ele, pobre coitado, está cada vez mais sem noção, sem rumo, sem esperança. Daí fala o que vem na "teia".

    Edv

    05/06/2010 - 14h12

    …"nao pegam mais o povo":
    Verdade, Debaldo, por isso é que a Dilma já está na frente e Lula tem mais de 80% de aprovação do povo, apesar dos "95%" de mídia à favor de Serra…
    Como dizia um professor meu, tem gente que é burra mas não é cega… mas se for as duas…

    bittcorp

    06/06/2010 - 01h45

    Caro Ubaldo,
    Concordo com a sua frase: "Felizmente o Brasil mudou e essas armações não pegam mais o povo"
    O povo não cai mais nas armações do PiG…

    sergio

    06/06/2010 - 23h04

    Ta bem claro para todos que o Ubaldo tem mesadinha do PSDB.

Marcos Antônio

04/06/2010 - 23h49

Por isso os vices desapareceram…
Vão ter que alugar ou comprar um vice!
Tem alguem que quer ser vice ai?
Paga-se bem….
Propina da boa…

Responder

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 11h39

    O Ubaldo disse que o vice do Itapior seria o Itamar. Mas acho que o Franco, como bom mineiro, já deve achar que ter sido vice do Collor já está bom para a biografia dele… Agora ouvi sussurros dizendo que seria o Álvaro "Petrobrax" Dias. Faz sentido, é mais honroso encerrar a carreira como vice de uma chapa derrotada pelos envolvimentos criminosos do cabeça de chapa do que como senador não reeleito em funão da notória atividade anti-brasileira…

    Paulo

    05/06/2010 - 18h00

    Leider, O Alvaro ainda tem mais 4 anos de mandato o irmão dele o Osmar é que deve sair nesta eleição.

    Joana

    05/06/2010 - 19h58

    Agora entendo a raiva contida entre Serra e Aécio, com todos esses dossiês voando para lá e para cá no ninho tucano… Aposto que Serra deve ter um arquivo com dossiês de cada um dos seus "aliados" , de Itamar a Alckimin. Com ele não vale a máxima para os "amigos tudo, para os inimigos a lei". É um vale tudo geral.

    LuizCarlosDias

    05/06/2010 - 23h36

    Ate parece paranoia, tristeza, e depressão, ja disse e repito o vice tem que ser FHC mais e mais é DILMA assim não tem retrocessos e nem golpes da elite branca 5%.kkkkkkkkkkkk

ODEMAR LEOTTI

04/06/2010 - 23h37

Será que haverá blindagem suficiente? como vai ficar a CURÔ, e o MELO. Quem serão os donos das contas. Será que acontece algo mesmo com ele. Será que a justiça vai atacar quem denuncia igual o escândalo da ambulância? Quantas dúvidas, como pode né Regina Duarte um país desse né. Será que a Regina vai ao ar para se escandalizar? Ou isso nao a escandaliza? E os procuradores? E o caso Alston, só vai ficar nas prisões acontecida na Europa? Perguntas que nao querem calar.

Responder

Josaphat

04/06/2010 - 23h36

O PHA andou, há uns tempos atrás, comentando em seu blog sobre o livrinho de Aloysio Biondi "O Brasil Privatizado". Quem quiser ir se familiarizando com a questão pode encontrá-lo aqui:
http://www.4shared.com/file/106487525/d2efe4e1/Al

Há aqueles que clamam pelos paredões e a gente entende o porquê.

Responder

Roni

04/06/2010 - 22h44

Serra tá liquidado. O problema é que Marina herda seus votos…

Responder

    mariazinha

    06/06/2010 - 15h07

    Quer apostar que ele não será o candidato dos demotucanos?
    Não sei não….Creio que esta, o Aécio ganhou.

Ubaldo

04/06/2010 - 22h27

Interessante que tudo o que ele relata se passou nos idos de 2001 e só agora é que ele quer publicar. Além disso, ele acusa o genro do Serra, não o Serra.
Dossiê por dossiê, truco!
Penso que chumbo trocado não dói. É só aguardar!

Responder

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 02h02

    Talvez por que ao contrário da ficha FALSA e das acusações de terrorista, o autor tenha esperado para reunir provas suficientes e irrefutáveis. Aliás, ele já ganhou na Justiça e se mesmo assim vocês teimam em dizer que ele está mentindo, processem-no!

    Pilo

    05/06/2010 - 11h49

    Talvez o Ubaldo "não saiba" que o "dossie" foi feito pelo Aécio para proteção, já que o Serra fez um dossie contra o Aécio. O jornalista Amaury Ribeiro Jr., do jornal Estado de Minas, foi convocado para procurar provas, inclusive com viagens internacionais pagas pelo jornal. Foi demitido, mas ficou com as provas. Note que estamos falando de 2009, quando ocorreu a disputa Serra x Aécio.

    Edv

    05/06/2010 - 14h34

    Debaldo "estará aguardando" as fichas falsas, grampos sem áudio, manchetes diferentes do próprio conteúdo (o PIG sabe que muita gente lê só as manchetes), ataques de hackers, destruição de reputações, etc…
    Como pode uma mídia que controla "95%" da divulgação de notícias (e opiniões), aparelhada por colunistas regiamente pagos e inapelavelmente alinhados ao patrões e patrões dos patrões, ser tão INCOMPETENTE?!
    Não sei, nem me interessa saber, hehe. Que continuem assim, na mediocridade que lhe compete!

    Beto Crispim - BH

    05/06/2010 - 14h37

    Ubaldo, você é burro ou quer se fazer de burro? Qual o período das "privatarias do FHC"? Onde estava Serra? Sim, o preíobo mais nebuloso do livro é 2001 e dai, vai querer dizer que o "crime" tá prescrito? E você acha, que um material desse se junta do dia pra noite? Não meu caro, tem de buscar muitas fontes, arquivos e ir percorrendo a trilha. Acha que a história do nazismo, da morte do Getúlio e tantas outras foram escritas numa semana? Aliás, até as histórias biblicas não foram escritas de uma só vez ou tão logo após os fatos. Meu caro, se passaram quase 50 anos do golpe militar no Brasil e ainda não sabemos quase nada sobre essa parte perversa de nossa história.

    @marisps

    06/06/2010 - 15h00

    O direito de espernear é sagrado, mas nesse caso (e em muitos outros) é só o que resta pra vocês!

Fabio_Passos

04/06/2010 - 22h20

É por isso que o zé serra está dando piti…

fhc = fujimori = menem

Investigada a privataria… fhc vai em cana!

Responder

Omar

04/06/2010 - 22h17

Não conhecia o jornalista Amaury Ribeiro Júnior e recorri ao Google para conhece-lo e acabei encontrando essa notícia de 2007, talvez outros já soubessem…

Amaury Ribeiro Júnior é baleado durante investigação, no entorno de Brasília
Publicado sexta-feira, 7 setembro, 2007 – 12:19 por admin Num bar, enquanto aguardava a chegada de uma fonte, o jornalista Amaury Ribeiro Júnior, do Estado de Minas, foi baleado por um garoto de aparentemente 18 anos de idade. Amaury investigava homicídios ligados ao narcotráfico no Entorno de Brasília.
http://www.informacaopublica.org.br/?q=nod“…

“Coincidência” estranha não acham?

Responder

sergio pinto

04/06/2010 - 22h15

Alías, estou sentindo falta dos comentários do ubaldo neste post. Por que será?

Responder

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 02h05

    Ele só estava armando desculpas, sergio. Já arrumou. É este o suposto "dossiê"… É como pretendem abafar o caso.

    Baixada Carioca

    07/09/2010 - 20h03

    Eu penso que ele ficou sem o pagamento do mês. A grana por lá anda curta e sempre sobra pra alguém né? Coitado!…

Luís C. P. Prudente

04/06/2010 - 22h11

Nosferatu, além de ser especialista em propagandas enganosas, em trabalhar com dossiês, também é especialista em criar ações entre amigos do PSDB com o dinheiro público!

Responder

Luís C. P. Prudente

04/06/2010 - 22h08

Será que já escorregou?

Mas que droga, ainda não?

Responder

José Aparecido Neto

04/06/2010 - 22h08

Interpretação perfeita!

Responder

Jairo_Beraldo

04/06/2010 - 22h06

"O episódio do suposto dossiê petista contra o pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, deve parar na Justiça. Ontem, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, anunciou que o partido vai interpelar Serra por responsabilizar a adversária Dilma Rousseff pela fabricação do tal documento."Decidimos interpelar o Serra judicialmente, por suas acusações a Dilma e ao PT, sobre o tal dossiê. Quem não deve não teme", disse Dutra em sua página no Twitter (rede de microblogs)."

Finalmente o PT vai reagir!

Responder

IV Avatar

04/06/2010 - 21h50

Essa resenha sobre o livro de Amaury precisa circular na web,

Responder

    Beto Crispim - BH

    05/06/2010 - 14h40

    Já estou fazendo a minha parte, enviei só hoje uns trezentos e-mails e como aqui em BH tá muito frio, não estou disposto a sair de casa, será uma ótima "diversão" para o fim de semana.

Tweets that mention Os porões da privataria | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

04/06/2010 - 21h34

[…] This post was mentioned on Twitter by João Vicente, Dilma 13. Dilma 13 said: Os porões da privataria no governo FHC http://bit.ly/c8eS56 […]

Responder

Fabio

04/06/2010 - 21h14

depois de ver as imagens dos pelicanos americanos cheios de petróleo, a imagem perfeita pra capa desse livro é a de tucanos cobertos de lama.

Responder

Leider_Lincoln

04/06/2010 - 20h56

Serra, Eymael ou Plínio de Arruda Sampaio? Quem chegará em terceiro? Façam suas apostas!

Responder

    Beto Crispim - BH

    05/06/2010 - 14h41

    vou de Eymael…Só na aposta, porque na urna, vou de 13, vou de DILMA

Edson

04/06/2010 - 20h28

Taí o motivo do nervosismo do Serra nas últimas semanas !!!, Taí o tal dossiê, na verdade uma tentativa de Serra e PSDB de desquaificarem um fato real antes dele explodir, além de tentar jogar encima da Dilma e PT !!, Ele precisa responder pois vendeu patrimônio público, Isso explica porque os tucanos se irritam tanto com os inverstimentos e sucesso da Petrobras, indústria naval, bancos públicos, o que eles querem é bancos e estatais ineficientes para convencerem a opinião pública a privatizar e com isso garantir o sustento próprio de suas famílias por dezenas de gerações e o Brasil e Brasileiros que se danem!!, Isso explica o ódio e CPI contra a Petrobras, Isso explica a venda de graça da vale e sempre perguntamos onde estava o dinheiro, taí agora sabemos pra onde foi ….

Responder

    Leider_Lincoln

    05/06/2010 - 11h41

    Mas é a imagem padrão dos tucanos, meu caro. A questão é que o mesmo fotoshop de fabrica fichas falsas, também limpa penas…

    Juarez Marques

    05/06/2010 - 14h54

    Curiosamente ontem descobri através de uma amiga que já teve um tucano (ave) em casa, que tucano fede.

Vlado

04/06/2010 - 23h07

Tenho mas notícias para Dvorak e Ubaldo: a candidatura Serra subiu no telhado…

Responder

    Beto Crispim - BH

    05/06/2010 - 14h44

    Seria avisá-los que o telhado é de uma pocilga…

Jairo_Beraldo

04/06/2010 - 19h54

Só queria entender, porque este livro será lançado depois da copa (quando começa o horario politico), e porque fracionado em capitulos na internet. Quiseram colocar este livro como um dossiê de petistas "aloprados", pelo PIG. Não sei onde Dilma e Lula precisariam de um dossie, com a crescente da candidata governista. Penso que quem fabrica dossiês, são aqueles que estão desorientados, sem rumo, sem discurso, o que é o caso do Zé.

Responder

    Edv

    05/06/2010 - 14h43

    Concordo, Beraldo:
    Crime é divulgar informações falsas e manipuladas, sejam elas pontuais ou sistematizadas.
    Com o rabo de fora, os demotucanos e seu PIG querem "criminalizar" a palavra dossiê, como se isto fosse ilegal.
    Dossiê é apenas um "catálogo de informações sobre algum assunto ou pessoa", dando suporte sistematizado a algum tipo de conhecimento sobre algum tema ou entidade.
    Quem gera os fatos não é o dossiê. No caso são eles próprios…

    Marisa

    06/09/2010 - 19h20

    Já pensou se a oposição resove dar o troco.. qualquer coisa dita sobre as privatizações, cvonsiderando-as, hipoteticamente, verdadeiras, serão fichina frente à história de enriquecimento do Lulla, seu filho e ascelas do mensalão. O PT que fique esperto.

Deixe uma resposta