VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

RS Urgente: Ciclistas de Porto Alegre recebem ameaças pela internet

05 de março de 2011 às 23h16

por Marco Aurélio Weissheimer, RS Urgente, dica do Sátiro-Hupper

O blog do movimento Massa Crítica vem recebendo uma série de ameaças e agressões verbais dirigidas contra os ciclistas que participam desse movimento em Porto Alegre. Escondidos no anonimato e utilizando pseudônimos, os autores das mensagens elogiam a ação do motorista que atropelou os ciclistas na semana passada. Alguns lamentam que não tenha morrido ninguém e pregam novos atropelamentos. É bom lembrar aos psicopatas de plantão que o uso de pseudônimos não é garantia de anonimato, uma vez que o IP do computador que enviou a mensagem fica registrado no comentário. Algumas das ameaças já enviadas:

“João Batista”Sobrou alguém vivo? Entaum o cara naum fez o serviço direito…Incompetente.

“Motorista nervoso”Achei muito bem feito, quem mandou estar no meio da rua. Atropela mesmo. Se tivesse de caminhão, era melhor.

“Gustavo”Bem feito! Lugar de ciclista vagabundo que fica atropelando o trânsito é debaixo da terra.

“Zé”Morram! Morram todos!!! Ciclistas que acham que tem mais direitos do que os outros só por estarem de bicicleta têm que morrer.

“Tozo uando” Mas a massa tinha que ser amassada, não é??? Da próxima vez quando forem protestar informem a polícia para que essa acompanhe a manifestação bando de babacas todos. Quer andar de bike??? Vai para a China.

PS do Viomundo: O movimento Massa Crítica foi o promotor da  manifestação dos ciclistas em Porto Alegre na semana passada, vários dos quais foram atropelados.

 

76 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ivomar

07/03/2011 - 21h50

Se liberou geral, se motorista pode atropelar ciclista; então como eu não gosto de alguns comentarios daqui se eu os pega eu vou aproveitar e encher a boca de quem eu não gostar de balas calibre 38.,

Responder

João Carlos

07/03/2011 - 13h08

Nestas ameaças contra o Massa Crítica espera-se alguma iniciativa do Ministério Público. Se não houver acho que o movimento deveria entrar com uma queixa-crime.

Responder

Leonardo Câmara

07/03/2011 - 11h54

Já apresentaram a denúncia ao ministério público?

Responder

Arthemísia

07/03/2011 - 11h47

Parece que todo mundo perdeu o foco. Os cidadão não devem ficar brigando entre si, sejam eles ciclistas ou motoristas. Essa briga é contra o estado, ou a ausência dele no controle do trânsito. Nessa história todos se dão mal: pedestres, ciclistas, motoqueiros, motoristas (de carro e de ônibus). Se os ciclistas têm direitos, os motoristas também têm e cadê o gestor público para fazer valer todos os direitos? Neste caso, os direitos não são iguais, como está escrito no código, mesmo que os cidadãos sejam iguais, mas utilizam meios de transporte diferentes. Enquanto perdemos tempo brigando entre nós mesmos, o caos toma conta de todas as cidades brasileiras.

Responder

    deividson muller

    07/03/2011 - 14h00

    resumindo, a historia é sempre a mesma: pessoas defendo seus proprios interesses. Sao pessoas que trabalham pelo estado tbm, e defendem que o sistema continue uma merda para q eles continuem numa boa.

Jorge

07/03/2011 - 11h14

É a tal da inversão de valores, querem destruir o bem e fazer prevalecer o mal!
Sem falar na ignorancia, como achar que se anda de bike somente na China, é muita falta de informação e consciência mesmo!
Resolvi também que vou comprar e andar mais de bicicleta aqui em SP!

Responder

    Valterlei

    07/03/2011 - 20h48

    Vai andar de bicicleta em SP?! Faça um seguro de vida antes e depois não vá chorar que o trânsito é violento.

    Christiano Almeida

    07/03/2011 - 22h49

    Em 1998 estive em Amsterdâ, Bruxelas, Paris entre outras Capitais Européias. Se as considerarmos como padrão, então os "prá frente brasileiros" que vociferam em blogs contra os ciclistas são todos uns psicopatas. A propósito: em Paris um motorista descuidado atropelou um cachorrinho… Meu amigo… Quase era trucidado pelos transeuntes. E o pior, se fosse um ciclista, com certeza, não tinha prá ninguem: apanharia polícia, atropelador e a turma do deixa disso (palavras de um francês acerca do caso).

Maria Cristina

07/03/2011 - 10h21

Azenha, ainda sobre Emir Sader, Dilma, Cristina Kirchner, e porque a Esquerda é assim:
http://migre.me/40eXu

.

Responder

    Scan

    07/03/2011 - 13h41

    Vá te catar, dona Maria!
    Vem aqui e no PHA fazer propaganda de blogs fascistas?
    Vai procurar sua turma, imbecil, e cria vergonha na cara!

Cheila

07/03/2011 - 09h40

Que dementes, insensíveis…Cadê a justiça gaúcha? Espero que esses babacas sejam identificados.

Responder

V

07/03/2011 - 09h23

Sou a favor do anonimato. Mas ameaças?
Felizmente tem a tecnologia e a lei para descobrir quem é.
IP -> telefone/horário -> endereço.

Aproveitando: comprei uma bicicleta!

Responder

Paulo Cavalcanti

07/03/2011 - 09h08

Caro Azenha,

O que dizer desses comentários apócrifos????

Quando estamos falando do RS, um estado, "culto" – separatista, que a população lê em média 10 livros por ano, a média mais alta do país em cultura. É lamentável, pois enquanto isso, o preconceito contra nordestinos impera em todas as esferas de discussão.

abs

Responder

Brasil intolerante… - Blog do Prof Guilherme

07/03/2011 - 08h24

[…] aqui matéria publicada no Azenha: http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/marco-aurelio-weissheimer-ciclistas-recebem-ameacas-pela-in… Geral Ciclistas, intolerância, Movimento Massa Crítica, violência, violência no […]

Responder

beattrice

07/03/2011 - 00h18

Impressionante como incitação ao crime é algo que simplesmente "passa desapercebido" ao MP em vários estados deste país.

Responder

Paulo (BH-MG)

06/03/2011 - 18h22

Denunciem estas bestas, como foi feito com o caso de São Paulo contra os nordestinos. Se querem aparecer, que seja nas páginas policiais

Responder

Gustavo Pamplona

06/03/2011 - 17h59

Assistam isto… Ela exprime muito bem o que eu penso do Carnaval.

[youtube xY2BSJ6Xttg http://www.youtube.com/watch?v=xY2BSJ6Xttg youtube]

Nota: Rachel Sheherazade (muito bonita por sinal…) é uma jornalista da TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba

Fonte: https://noticiasdatvbrasil.wordpress.com/2011/03/

Responder

    Luís

    06/03/2011 - 19h41

    Gustavo, faço minhas as suas palavras e as palavras da jovem e bela jornalista.

    Aliás, vi dois blogs que repercutiram o video da bela Rachel:

    http://oxenti.com/www/2011/03/05/off-topic-erdade
    http://blog-do-lucho.blogspot.com/2011/03/verdade

    Andre Diniz

    06/03/2011 - 21h15

    Eu sempre fico com um pé atrás quando alguém pronuncia as palavras "cidadão de bem" em um editorial.

    Que Carnaval não é mais como Jorge Amado escreveu, isso é conhecimento até mesmo do Reino Mineral. Agora, se na Paraíba não existe uma indústria do carnaval tão eficiente quanto a baiana ou pernambucana, só lamento.

    João

    06/03/2011 - 22h52

    A tal Rachel parece o Prates do Nordeste.
    Lógico, mais refinada, mais culta, e não xinga no ar.
    Sei não, mas não gostei do que a moça falou. Algo cheira a um conservadorismo udenista, lacerdista mesmo.
    Será que ela é adepta do "Movimento Cansei"?

    Raphael

    07/03/2011 - 01h13

    Achei justamente o contrário.

    José Ruiz

    07/03/2011 - 08h41

    Excelente vídeo. De fato o carnaval virou um mega-negócio para meia dúzia de empresários que socializam os custos e privatizam os lucros. E eu estou falando de Salvador/BA, suposta "terra do carnaval". Aqui é "terra da mamata". Falta infra-estrutura, falta segurança, educação e saúde são de péssima qualidade, há 10 anos e meio bilhão de reais que os caras estão "tentando", sem sucesso, fazer um metrô, e etc. e etc.: mas não falta grana para o carnaval, e o que é pior, a maior parte dos negócios é feita no caixa 2, ou seja, nem impostos a cidade arrecada direito… E o povão? O povão baiano é pipoca, corre atrás das migalhas que caem dos blocos… ficam com o restolho, com as feridas da violência que graça os entornos dessa festa… carnaval tornou-se um lixo, é o coroamento da filosofia "big brother brazil"…

    Oscar Ruiz

    07/03/2011 - 10h54

    Que mulher mais careta. Todos os argumentos de direita juntos.

    Vou continuar assistindo assim entendo por que gosto do carnaval.

    Arthemísia

    07/03/2011 - 11h40

    O carnaval da Paraíba deve ser muito ruim, pois a senhora está muito revoltada.

    Para mim, não passa de jornalismo de opinião ruim. Mas, diferentemente dela, eu não ganho para dar minha humilde opinião.

FrancoAtirador

06/03/2011 - 17h02

Aos sonâmbulos
.
.
SONO

Tenho tal sono que pensar é um mal.
Tenho sono. Dormir é ser igual,
No homem, ao despertar do animal.

É viver fundo nesse inconsciente
Com que à tona da vida o animal sente.
É ser meu ser profundo alheiamente.

Tenho sono talvez porque toquei
Onde sinto o animal que abandonei,
E o sono é uma lembrança que encontrei.

FERNANDO PESSOA
Novembro/1933
.
.

Responder

    P A U L O

    06/03/2011 - 20h54

    POEMA PIAL

    Toda a gente que tem as mãos frias
    Deve metê-las dentro das pias.
    Pia número UM
    Para quem mexe as orelhas em jejum.

    Pia número DOIS,
    Para quem bebe bifes de bois.

    Pia número TRÊS,
    Para quem espirra só meia vez.

    Pia número QUATRO,
    Para quem manda as ventas ao teatro.

    Pia número CINCO,
    Para quem come a chave do trinco.

    Pia número SEIS,
    Para quem se penteia com bolos-reis

    Pia número SETE,
    Para quem canta até que o telhado se derrete.

    Pia número OITO,
    Para quem parte nozes quando é afoito.

    Pia número NOVE,
    Para quem se parece com uma couve.

    Pia número DEZ,
    Para quem cola selos nas unhas dos pés.

    E, como as mãos já não estão frias,
    Tampa nas pias!

    Fernando Pessoa

    P A U L O

    07/03/2011 - 05h06

    Pia, pia, pia
    O mocho
    Que pertencia
    a um coxo.

    Zangou-se o coxo
    Um dia,
    E meteu o mocho
    Na pia, pia, pia.

    Fernando Pessoa

Mateus

06/03/2011 - 15h30

Nada justifica a atitude do motorista atropelador e nem os comentários no blog do Massa Crítica. Mas acho que também não há justificativas para o pessoal da Massa Crítica ter saído sem ao menos solicitar, a prefeitura de Porto Alegre, uns batedores pra acompanhar os ciclistas. Não que todos os ciclistas precisam de alguém motorizado acompanhando. Mas no caso de certa quantidade de gente reunida num movimento como esse, precisa sim de ter batedores. E só solicitar a prefeitura que eles têm obrigação de fornecer. Afinal, não custa nada prevenir.

Responder

    Eduardo Guimarães

    06/03/2011 - 17h04

    Caro, diante da atitude insana do atropelador, nada mais interessa. A lei não proíbe ciclistas na rua, mas proíbe tentativa de assassinato. Quem não gosta dos ciclistas pode tentar impedi-los legalmente. Não tem o menor cabimento sair do foco da tentativa da assassinato para discutir o movimento dos ciclistas.

    beattrice

    07/03/2011 - 00h14

    Edu,
    é a velha regra do jogo distorcido: a culpa é da vítima.

    Rodrigo Leme

    07/03/2011 - 12h27

    "Não tem o menor cabimento sair do foco da tentativa da assassinato para discutir o movimento dos ciclistas. "

    Concordo plenamente. Mas também não tem cabimento usar um caso hediondo como esse para fazer apologia ao seu movimento, como se todo motorista fosse esse cretino e por isso devêssemos apoiar o Massa Crítica.

    Mauro Sampaio

    06/03/2011 - 19h28

    Querido Mateus, fazemos essa manifestação 1 vez por mês. Ou seja, em algumas cidades do mundo(algo em torno de 300 cidades) , 1 vez por mês, um pequeno grupo de ciclistas fazem uma manifestação bloqueando a rua. Todas essas cidades possuem inúmeras ruas, é só buscar essas. Nenhuma dessas cidades há necessidade de batedores. Diariamente, várias vezes ao dia, eu quase todas as principais avenidas dessas cidades, CARROS bloqueiam a passagem de todos os outros carros, sem nenhuma intenção de manifestar, sem nenhum motivo aparente, sem nenhum bom humor e sem batedores. Você conhece, são os engarrafamentos. Não acha absurdo? Reclame conosco às autoridades, uma bicicleta na rua é um carro a menos, poluição a menos, barulho a menos e bem mais saúde. Use seu carro com sapiência. Não acho que está errado, só peço que pense nisso. Os brasileiros precisam se acostumar a ver, respeitar e participar de manifestações pacíficas. É democracia. De outra forma jamais mudaremos nosso país. Abraço e vá de bike!!!

    Rodrigo Leme

    07/03/2011 - 09h45

    Não é democracia quando vocês bloqueiam as ruas para impor a todos nós a obrigação de andar de bicicleta. Não é democracia impedir o direito de outros irem e virem para passar uma mensagem.

    Nada, nada, nada justifica um animal atropelar qualquer pessoa, de qualquer jeito (bicicleta, moto, andando) mas nada justifica impor seu estilo de vida aos demais, ainda mais por meios questionáveis, como fechar a passagem de quem precisa – tal qual vocês – se deslocar na rua, ou fazer abaixo-assinado na itnernet pedindo a punição ao motorista e metendo no meio do texto um endosso ao movimento, como se um fosse compulsório ao outro (sim, eu li o abaixo-assinado, e achei excesso de esperteza da parte de quem quer "justiça").

    Ricardo M

    07/03/2011 - 10h17

    Caro Mauro, o fato do motorista do Golf estar errado não dá o condão de vocês do Massa Crítica estarem certos. Conheces o CTB?

    Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores.

    Ou seja: não existe justificativa legal para o comportamento inadequado dos ciclistas do Massa crítica de BLOQUEAR AUTORITARIAMENTE a passagem de veículos automotores.

    priscila presotto

    07/03/2011 - 14h10

    Ricardo ,com artigo ou sem artigo ,com incisos ou sem incisos ; a postura do motorista foi de uma agressão sem perdão.
    Que desse ré ,desviasse ou simplesmente esperasse.

    Ricardo M

    08/03/2011 - 09h53

    Priscila,leia o que eu escrevi antes de criticar: eu não disse que o motorista agiu certo. O que eu disse é que o fato de o motorista estar errado não torna correta a atitude dos ciclistas! Os ciclistas estão errados em bloquear sem necessidade a via pública.
    Difícil entender?

    Ricardo M

    07/03/2011 - 10h17

    (continuando)
    Art. 255. Conduzir bicicleta em passeios onde não seja permitida a circulação desta, ou de forma agressiva, em desacordo com o disposto no parágrafo único do art. 59:
    Infração – média;
    Penalidade – multa;
    Medida administrativa – remoção da bicicleta, mediante recibo para o pagamento da multa.

    No caso, as bicicletas deveriam seguir pelo bordo direito da faixa de rolamento…

    Mauro, sem deixar de condenar o comportamento lamentável do motorista-atropelador, pergunto a você: o que dá aos integrantes do Massa Crítica o direito de limitar o direito de ir e vir do cidadão que está ao volante de um carro, e não de uma bicicleta?

    Mateus

    07/03/2011 - 12h40

    Bom, em nenhum momento eu disse que a culpa e dos ciclistas. Pelo contrario eu apoio a iniciativa da Massa Critica. Até porque eu mesmo vou pra faculdade de bicicleta. Sei muito bem o que é correr o risco de ficar preso entra um caminhão e o meio fio. Sei muito bem o que é ficar molhado pela lama jogada por um carro. Aliás, nem carro eu tenho. O que quis dizer no comentário anterior e que as pessoas precisão pelo menos se prevenirem. Não é porque o carro cria muito transtornos que a gente precisa enfrentar ele de bicicleta. No caso de POA, foi um motorista com um carro leve. Mas imagine se fosse outro caso. Como por exemplo, um caminhão pesado e sem freio. As pessoas não teriam tempo de fugir com segurança. Alguém preparado fisicamente pode até conseguir. Mas uma senhora passeando com um cachorro na garupa talvez não tivesse a mesma facilidade de fuga. Quando citei a questão dos batedores e puramente por questão de prevenção.

Yes we créu !!!

06/03/2011 - 14h57

Motoristas atropelando ciclistas – e ter quem os apoie – é uma metáfora perfeita da falta completa de civilização. Aposto um doce que esses canalhas são os mesmos neo-fascistas separatistas de sempre.

Responder

Julio Silveira

06/03/2011 - 12h26

Esse pessoal é como aquele gaiato anormal que passava a vida azucrinando com trotes as instituições policiais no Para. São um bando de abostados, giria tipicamente gaúcha que quer dizer que tem caca na cabeça, que fazem essas manifestações mais para aparecer que para serem levadas a sério.

Responder

Campanha contra excessos na internet | Blog da Cidadania

06/03/2011 - 12h09

[…] lendo no blog de Luiz Carlos Azenha uma matéria puxada do excelente blog gaúcho RS Urgente sobre novo abuso na internet, sobre […]

Responder

Eduardo Guimarães

06/03/2011 - 11h26

Não entendo por que ainda não foi feita ao menos uma ampla campanha na TV e no rádio explicando às pessoas que a internet não pode ser usada dessa forma. Não precisa censurar, mas uma campanha educativa deveria ser feita.

Responder

    Gerson Carneiro

    06/03/2011 - 14h51

    “Para encontrar o diabo não carece pressa” – Padre Cícero Romão Batista.

    João

    06/03/2011 - 22h59

    Caro Edu.
    Sou Professor, lido com gente todo dia.
    Posso lhe afirmar que campanha nenhuma fará a menor importância se não educarmos os pais destas "criaturas" que saem fazendo aberrações pela rua (como o caso dos ciclistas, dos jovens agredidos na av. paulista, entre outros tantos).
    Ou seja, a sociedade, como um todo, deve educar.
    Generalizando muito, temos grande parte de uma geração perdida. Jovens cujos pais passaram a "mão na cabeça" e vão buscar muitos deles nas delegacias de polícia por bebedeira, brigas e outros "pequenos delitos".
    De nada adiantará, portanto, uma campanha que não tenha "aderência" da família e da sociedade como um todo.
    Abraços
    João

Elton

06/03/2011 - 09h42

É a ditadura do automóvel, do individualismo daqueles que como nos Estados Unidos defendem a liberdade da compra e estoque de armas em casa, bem como de usá-las a qualquer momento na defesa do que julgam ser seus "direitos individuais".
Respeito ao próximo? Sustentabilidade? Não estão "nem aí" pra isso! De louca essa gente não tem NADA! Sabem muito bem o que querem.

Responder

ANA

06/03/2011 - 09h29

"Taí" mais um exemplo da consciência individualista e neonazista do eleitorado de Serra.

Responder

Alberto

06/03/2011 - 09h27

Na minha opinião, não vejo como ameaças. Apenas, como viadagem de quem nunca tem mesmo o que fazer, a não ser passar o dia inteiro como rabo em frente a um computador escrevendo "naum, entaum, cabei de entrar, ????, !!!!!, ciclistas que ficam atropelando o trânsito (nossa, que bicicleta grande!).
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

Responder

Liz

06/03/2011 - 09h26

O atropelador de ciclistas de Porto Alegre deve ir para a cadeia, sem dúvida.
Mas também devemos debater sobre o direito de um grupo de pessoas, por mais simpática que seja a causa que defendam, interditarem uma via pública e impedirem a passagem de outros veículos.
Eu já passei por situação semelhante, atrasando-me para um compromisso importante, e a experiência foi muito desagradável. O que falta, de modo geral, e precisa ser debatido melhor, é o conceito de civilidade.

Responder

    CricaCraudio

    06/03/2011 - 15h04

    As vezes eu acho q a gente não tem idéia do que é um protesto de verdade Respeitamos o lema positivista de "ordem e progresso" da bandeira. Vejo os jovens da França, Coreia do Sul, Sudeste Asiático, jovens de Wisconsim, quebrando o pau, parando o país/estado ou prefeitura, quebram tudo. Aqui uma passeata pacifica é o fim do mundo.

    Leider_Lincoln

    07/03/2011 - 08h40

    A "civilidade" então implica em jamais deixar motoristas perderem "compromissos importantes"? De onde você tirou sua noção de civilização, cidadã? Do Terceiro Reich?

    Ricardo M

    07/03/2011 - 10h21

    Comentário despropositado, caro Lincoln, mas respondo: a civilidade implica no respeito ao outro! Em São Paulo, fazem inúmeros prostestos e bloqueios na Paulista a cada ano. Dane-se se as 8 faixas da Paulista estão no entorno de 17 (dezessete) hospitais. Os doentes em ambulâncias que esperem; o que vale é protestar!

Carlos Cruz

06/03/2011 - 09h15

Infelizes, impotentes, isolados em guetos, os anonimos mostram-se. No carnaval a solidão deve ser pior ao sentir que o mundo os rejeita, os "outros" são felizes, vivem livres socialmente, e seus guetos de doentes não passam disso: guetos e doentes. Mas há uma saída, o tratamento em presidios. Cadeia neles!

Responder

CAM

06/03/2011 - 09h08

O franco atirador ás avessas:……………..estivesse contaminada por um virus em estado de latencia que a qualquer momento pode se manifestar em forma de uma violencia HUMANESCA.
A TURBA É O ANIMAL OPTANDO PELO SER HUMANO…………..

Responder

Silvio

06/03/2011 - 08h47

Azenha:
E muitos de esses que escrevem essas barbaridades, se dizem religiosas e beneméritas. Conheço algumas que vão a missa de manha, a tarde vão ao templo protestante,mais tarde vão ao templo espírita ,mais tarde ao Candomblé, e a meia noite na encruzilhada.Mais não adianta seus instintos não são bons.

Responder

gilberto

06/03/2011 - 08h03

Perai…. nada a favor aos comentarios dos caras ai, mas será que eles não tem od ireito de dizer o que pensam ?
Será que todos não tem o direito de dizer o que pensa mesmo que seja bobagem ?
Ou será que só podemos dizer o que é politicamente correto ?
O que é politicamente correto ?
A visão pelo lado dos ciclistas é que eles tem o direito de manifestar quando e onde quiserem e interromper o transito.
E quem tiver que passar por lá, por onde eles estiverem bloqueando o caminho ? Faz o que ?
Alguem ai já teve um dia de furia ?
Azenha … acho que a coisa esta descambando para um lado que não é legal. Pensamento unico, não é bom…os caras ai que fizeram os comentarios tem todo o direito de faze-lo…
Minha opinião….
p.s.
Não concordo com eles, mas respeito o direito que eles tem de fazer os comentarios, senão os comentarios ficam parecendo um encontro de titias …
Abçs
Não sou anonimo e costumo comentar aqui a favor ou contra, quero meu direito de expressão.

Responder

    Mauro Sampaio

    06/03/2011 - 13h29

    Veja Gilberto, é evidente que o direito a livre expressão tem que ser mantido. Entretanto, sempre há que se ter cuidado com o que diz. Ser contra a manifestação ciclística e achar que bicicletas não devem andar na rua é direito legítimo. Agora, o que se vê nos comentários acima são claras demonstrações preconceituosas (ciclistas vagabundos: quem pedala nessas manifestações são médicos, advogados, estudantes, donas de casa entre outros) e graves incitações a crimes de atentado contra a vida. Pelo seu comentário me parece alguém lúcido e tenho certeza que reavaliando os comentários violentos e preconceituosos verá que são ameaças claras à vida. Não há um comentário dentre esses da reportagem que seja algo construtivo e levemente lógicos. São apenas ofensas. Viva liberdade. Sou cirurgião dentista. Uso a bike desde a 5ª série como veículo de transporte (pedalo desde os 2 anos de idade), Vou ao consultório, ao mercado, à padaria, a casa de meus queridos parentes e amigos de bike (claro depende da ocasião). Mesmo assim, uso o automóvel quase que diariamente. Paro na faixa quando há pedestres tentando atravessar, respeito as leis de trânsito e tento ser o mais cordial possível ao volante (mesmo com quem não merece). O que lutamos como ciclistas é o mero respeito às leis de trânsito. Leis essas que permitem o trânsito de bicicletas nas ruas e dão preferência aos veículos não motorizados. Só isso. Continuarei lutando. Pedalando e dirigindo. Por cidades mais humanas e menos poluídas. Abraço

    Ricardo

    06/03/2011 - 18h50

    Isso aí, Mauro. Concordo com vc, liberdade de expressao tem limites. Mas que no brasil a intolerancia ao pensamento contrario é observado em todos os grupos sendo moderninhos ou conservador.

    Alexei Alves

    06/03/2011 - 21h50

    Incitar a realização de um crime não se encaixa na questão da liberdade de expressão. Criticar o protesto é perfeitamente legítimo, mas ninguém tem o direito de conclamar os outros a cometerem assassinatos.

    João

    06/03/2011 - 23h02

    Expor o que pensa uma pessoa é diferente de incitação a violência.
    Sugiro que estude um pouco.

    Daniel

    07/03/2011 - 11h19

    Liberdade não é libertinagem!

    priscila presotto

    07/03/2011 - 14h16

    Pra se ter liberdade é preciso usá-la com responsabilidade.Sem isso ,nada do que aprendemos com luta para exercer a cidadania e direitos individuais ,os ideais vão pro ralo.
    Incitar a intolerancia é um atrazo,para quem preza a democracia.

Gerson Carneiro

06/03/2011 - 04h13

O melhor adjetivo para definir essa gente é: COVARDE.

Covarde é aquele que foge das consequências dos seus atos.

Se esconde em anonimato para insultar; se junta em bando para atacar, e até matar, homossexuais \ negros \ nordestinos \ torcedor do time adversário.

Todos covardes. Nunca vi um machão desses assumir publicamente a valentia que alega possuir.
Nem mesmo o atropelador assumiu. É macho de verdade? Por que não parou e desceu do carro logo após ter atropelado. Por que não assumiu a macheza na delegacia? Macho nada, é um banana.

Responder

    Rafael

    06/03/2011 - 13h00

    O atropelador está todo borrado e se fazendo de doente. E ainda alega "legítima defesa" por ter atropelado ciclistas que estavam andando de costas para ele e nem sabiam do ocorrido anteriormente.

@joserezendejr

06/03/2011 - 02h42

Como assim "A TURBA É O SER HUMANO OPTANDO PELO ANIMAL" ??? Alguém já viu algum animal jogando carro em cima de algum ciclista ou disparando comentário fascista pela internet? Toda vez que o ser humano age como ser humano vem alguém dizer que ele se comportou "como um animal". Chega dessa história de achar que os seres humanos são melhores que os animais.

Responder

FrancoAtirador

06/03/2011 - 01h25

.
.
Arriscando sofrer a repreensão da Conceição Lemes e de alguns comentaristas,
eu vou gritar p'ra todo mundo ouvir:

HÁ EM NOSSO MEIO SOCIAL UMA ESPÉCIE DE SOCIOPATIA COLETIVA.

É como se uma geração inteira estivesse contaminada por um vírus em estado de latência que a qualquer momento pode se manifestar em forma de uma violência animalesca.

E é de uma tal agressividade que, nesse caso, até justifica o adágio:

"A TURBA É O SER HUMANO OPTANDO PELO ANIMAL"
.
.
Isto já não é mais falta de solidariedade, é falta de bondade.
.
.

Responder

    Conceição Lemes

    06/03/2011 - 01h40

    Franco, uma ou outra palavra em letra maiúscula, ok. O que não é legal TUDO em maiúscula. abs

    Gustavo Pamplona

    06/03/2011 - 02h46

    Não Franco Atirador… é apenas o nosso "instinto de sobrevivência" que é básico de todas as espécies animais, que foi simplesmente reprimido com a evolução e subsequente civilização e por isto nos consideramos "animais racionais" mas ainda agimos como "animais irracionais" especialmente quando as nossas vidas estão em perigo.

    Provavelmente você gosta de escrever em maiúsculas porque seu próprio nick implica que você gosta de "atirar" as palavras, por isto seu nome "Franco Atirador". Ou tavez tenha algum fuzil com mira telescópica (um "sniper rifle") e gosta de praticar tiro ao alvo. hahahahahhahaa

    FrancoAtirador

    06/03/2011 - 18h47

    .
    .
    Caro Gustavo Pamplona.

    Em um aspecto, tu tens razão:

    O MEU TECLADO ESTÁ AJUSTADO PARA LONGO ALCANCE.
    .
    .

Leider_Lincoln

06/03/2011 - 01h11

Ah, a direita… Seus "argumentos" sempre me espantam!

Responder

SILOÉ

06/03/2011 - 01h07

Impressionante!!! Como o uso da máquina embrutece o homem.

Responder

    Marat

    06/03/2011 - 18h20

    Eles são valentões e truculentos, quando pensam estar ocultos!

    Luís

    06/03/2011 - 19h44

    Claro. A culpa é do computador.

    Óbvio. Como nunca pensei nisso antes.

André

06/03/2011 - 00h13

Se fosse fazer esse alarde pra cada comentário agressivo, a quantidade de posts na internet ia ter de dobrar: um para a postagem principal, e outro para reclamar dos comentários agressivos… (este sem possibilidade de novos comentários, claro)

Fala sério, ninguém se importa com estes anônimos…

Responder

    Luís

    06/03/2011 - 22h18

    Exatamente.

    Fica dando muita trela para esses babacas que "só querem causar", eles se sentem importantes.

    A coisa a se fazer é remover o comentário, rastrear o IP e, dependendo da gravidade da mensagem, denunciar.

Gustavo Pamplona

06/03/2011 - 00h09

"Psicopatas da internet são um porre" de 21 de abril de 2009
http://www.viomundo.com.br/arquivo/opiniao/psicop

Responder

Marat

05/03/2011 - 23h32

O grau de estupidez dessas pessoas é muito elevado. Espero que seus IPs sejam descobertos!

Responder

Deixe uma resposta