VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Lula: Aécio, pregador do ódio, prova do próprio veneno

05 de julho de 2017 às 17h48

Lula: “O Temer é uma margem de erro”

O ex-presidente voltou a questionar a credibilidade do atual governo

do Lula.com.br

Em entrevista à Rádio Arapuan, da Paraíba, nesta quarta-feira (5), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a questionar a credibilidade do atual governo. “As pesquisas demonstram que o Temer é uma margem de erro. Um cara que só tem 3% não tem nada”, avaliou Lula, em referência ao índice de aprovação de Michel Temer.

Lula colocou em xeque a legitimidade do governo para recuperar o país. “É preciso que o Brasil possa eleger democraticamente seu presidente e somente assim o governo vai ter credibilidade de fazer as mudanças que o país precisa”, ressaltou.

Na avaliação do ex-presidente, o atual governo colhe os frutos de suas próprias decisões.

“O Temer e o Aécio estão provando do veneno que eles produziram, estão colhendo tempestade porque plantaram vento. Pregaram ódio desde 2013, vendendo facilidade e culpando o PT. Eles estão no governo agora, por que não resolvem as coisas com facilidade?”, questionou.

Lula voltou a criticar as reformas da previdência e trabalhista e defendeu um estado forte para fortalecer a economia. “Essa gente não tem competência, não conhece o país e agora tudo querem cortar. E cortam só dos pobres, dos ricos eles não cortam nada. Para eles, a desgraça do Brasil é o trabalhador ter aposentadoria, ter aumento”.

Influência externa

O ex-presidente comentou ainda a possibilidade de influência externa no processo de desestabilização do país, ao comentar o encontro do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional do governo federal, general Sérgio Etchegoyen, com Duyane Norman, chefe da CIA em Brasília.

“Não sou uma pessoa que vê conspiração em tudo, mas tem muita gente grande interessada em desestabilizar o Brasil. Éramos o país com maior ascensão na primeira década do século 21 no mundo”, disse Lula, ao reforçar que o governo deve explicações sobre a reunião.

Leia também:

Como Aécio se comportou quando Delcídio foi preso

 

Nenhum Comentário escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta