VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Justiça acata ação em que Lula acusa O Globo de fazer jornalismo “baseado em fofocas de corredor de prédio”

01 de fevereiro de 2016 às 20h21

Captura de Tela 2016-02-01 às 20.20.26

Justiça acata ação de Lula contra família Marinho por mentir sobre triplex

Correio do Brasil

Apesar da ação em curso, o diário carioca seguiu na publicação de outras matérias sobre o imóvel de Guarujá, o que valeu um novo desmentido, no último sábado

A Justiça do Estado de São Paulo acatou o processo proposto por advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra os proprietários do diário conservador carioca O Globo. Os irmãos Marinho, filhos do falecido empresário Roberto Marinho, respondem agora à ação civil por danos morais, após publicar matéria no jornal, intitulada Dinheiro liga doleiro da Lava-Jato à obra de prédio de Lula.

Nos autos do processo, agora registrado em cartório na capital paulista, os advogados de Lula anexaram a matéria publicada no dia 12 de agosto do ano passado, na qual o diário que apoiava a ditadura militar afirma que o ex-presidente seria dono de um apartamento triplex no Edifício Solaris, no Guarujá (SP), e que o empreendimento estaria ligado, de alguma forma, ao doleiro Alberto Youssef.

Antes da publicação do artigo, o Instituto Lula esclareceu ao jornalista que Marisa Letícia, mulher do ex-presidente, adquiriu a prestações, uma cota no empreendimento e que a família do ex-presidente não tem nenhum apartamento, quanto menos um tríplex. “Não foi a primeira vez que isso foi esclarecido a este repórter e o jornal carioca optou por dar continuidade à mentira que vem repetindo desde dezembro do ano passado”, disse o Instituto Lula, em nota.

Resposta de Lula

“O autor da matéria insistiu na versão mentirosa, com amplo destaque tanto na versão impressa do jornal, quanto na internet. O Instituto Lula respondeu ao Globo, em nota, no dia 14: ‘Lula não tem apartamento no Guarujá. E se tivesse?’ Em sua edição de sábado (15 de agosto), o jornal tentou justificar a atribuição da propriedade do imóvel pelo ex-presidente por informações passadas pela ‘vizinhança’, ou seja, fez um jornalismo baseado em fofocas de corredor de prédio”, acrescenta a nota do Instituto.

Ainda no documento, Lula afirma, por meio de sua assessoria, que “a ação demonstra que a matéria teve claro caráter difamatório e o mero registro burocrático do outro lado não compensa os danos morais causados pela veiculação de graves mentiras. Que foram criadas relações que não existem entre uma cota de empreendimento adquirida a prestações pela família do ex-presidente e Alberto Youssef, criminoso reincidente”.

Apesar da ação em curso, o diário carioca seguiu na publicação de outras matérias sobre o imóvel de Guarujá, o que valeu um novo desmentido, no último sábado que, segundo advogados do ex-presidente, será anexado ao processo contra a família Marinho, como demonstração do caráter persecutório dos meios de comunicação de propriedade das Organizações Globo.

Na nota da semana passada, o Instituto Lula demonstra, com uma série de documentos, “como os adversários de Lula e sua imprensa tentam criar um escândalo a partir de invencionices”.

Leia também:

Advogado rebate Mario Sérgio Conti, defensor do jornalismo-meganha

 

9 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

marcelo

02/02/2016 - 20h58

Eles perderam o controle absoluto da situação, não sabem viver numa democracia. São capazes de tudo para retomar o poder.

Responder

Messias Franca de Macedo

02/02/2016 - 19h56

Companheiros e companheiras da esquerda,
ontem pela manhã, telefonei para o portal uol/Folha:
– Bom dia!
– Bom dia, senhor!
– Em que posso ajudá-lo?
– Senhor, eu sou assinante do uol há 10 anos. Nesse ínterim, houve a agregação da Folha de São Paulo, o que configurou o portal uol/folha…
– Correto senhor, vejo no sistema que a sua assinatura data de 2005…
– Pois muito bem, após a associação da Folha, por várias vezes eu pensei em cancelar a minha assinatura. Mantive, sobretudo, no sentido de preservar o endereço do meu e-mail, e também objetivando pautar um dos veículos do Partido da Imprensa Golpista [o PIG]…
– Senhor, não estou entendendo…
– Depois destas últimas escandalosas manobras sórdidas, terroristas, fascistas e, portanto, criminosas contra o presidente Lula e a família do grande líder nacional, somente resta a mim o cancelamento da minha assinatura…
– Eu posso ver para o senhor algum desconto promocional…
– Senhor, peço, encarecidamente, que o senhor registre no sistema: o motivo da minha decisão é o de que não mais irei financiar golpistas, bandidos golpistas!
– O senhor quer anotar o número do protocolo?
– Faço questão, por favor…
– Concluí o registro! Bom dia, e quando quiser voltar a seu nosso assinante, é só entrar em contato com a nossa Central!
– Muito obrigado, senhor! Bom dia!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
Brasil

Responder

    Messias Franca de Macedo

    02/02/2016 - 20h10

    Errata:
    [Atendente do portal uol/folha] – Concluí o registro! Bom dia, e quando quiser voltar a ser nosso assinante, é só entrar em contato com a nossa Central!

    … a ser nosso assinante… (em vez de … a ‘seu’ nosso assinante…)

    Messias Franca de Macedo

    02/02/2016 - 20h17

    PiG à beira do túmulo

    Passaralho avança sobre a Fel-lha

    publicado 02/02/2016

    Os principais jornais brasileiros experimentaram quedas expressivas de circulação ao longo de 2015, segundo dados do Instituto Verificador de Circulação (IVC).
    Entre janeiro e dezembro, a Folha de S.Paulo caiu 14,1% no impresso e 16,3% no digital, o que gerou uma queda média de 15,1%, superior à do Estado de S. Paulo (8,9%) e à do Globo (5,5%).
    Vale observar que os grandes jornais também tiveram redução na circulação digital, o que pode indicar que eles não estão conseguindo se adaptar à era da internet. Os dados revelam vários fatores. Os jornais, naturalmente, foram afetados pela crise econômica que ajudaram a amplificar. Mas hoje enfrentam uma concorrência crescente de veículos puramente digitais.
    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.conversaafiada.com.br/pig/pig-a-beira-do-tumulo

Paulo

02/02/2016 - 16h31

Se os milhões de dólares não são de Cunha, e esse apartamento não é de Lula… quem por favor poderia depositar essa grana na minha conta e enviar as chaves para mim?! Aceito tudo…. e vamos parar de mimimi

Responder

Maria Nadiê Rodrigues

02/02/2016 - 16h21

Quando teremos um direito de resposta como aquele em que o KM por força de lei teve que dar espaço a Brizola? É o que desejamos ver como único meio de calar ou moderar a boca desses infelizes.

Responder

Julio Silveira

02/02/2016 - 10h35

Pena que a in justiça brasileira não aplica penas justas. Nem pecuniárias nem proporcionais a capacidade de penetração na sociedade, nem ao poder aquisitivo do réu.

Responder

Mauricio Gomes

01/02/2016 - 23h14

Aguardem o massacre que esse juiz que proferiu essa decisão irá sofrer na mídia. Haverá gritaria e esperneio de “jornalistas” acusando a justiça de estar a favor do PT e contra a “liberdade de imprensa”.

Responder

Deixe uma resposta