VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Serra enfrenta greve dos professores com prisão e censura

24 de março de 2010 às 20h23

24 de Março de 2010 – 19h00

 do Vermelho
Em entrevista ao Vermelho, a presidente da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), Maria Isabel Azevedo Noronha, afirmou que o governador Serra “está chegando ao extremo do autoritarismo”, não quer negociar e “deixa os professores indignados”.

O governo de José Serra deu novas provas nesta quarta-feira (24) do jeito tucano de governar e se relacionar com os movimentos sociais. A Polícia Militar prendeu três professores da rede estadual de ensino que integravam um grupo de algumas dezenas de docentes que protestavam contra a administração tucana durante inauguração do Centro de Atenção à Saúde Mental, em Franco da Rocha (SP). Também usou cassetetes e gás de pimenta contra os manifestantes. Além disto, os tucanos determinaram silêncio e censura nas escolas sobre a paralisação.

O centro foi inaugurado pelo governador. Cerca de 40 soldados da PM e integrantes da Força Tática foram mobilizados para a repressão, de acordo com o comandante do 26º Batalhão da PM, José Carlos de Campos Júnior.

Repressão

A confusão começou quando os policiais tentaram impedir o protesto. Os professores resistiram e a polícia não pensou duas vezes: usou cassetetes e gás de pimenta para dispersar os manifestantes.

Enquanto o incidente se desenrolava, Serra discursava em palanque montado no Hospital Psiquiátrico do Juqueri, tradicional unidade clínica de Franco da Rocha. Ao final do discurso, o tucano fez comentários sobre as obras, mas não quis falar sobre a repressão. Os três manifestantes presos foram levados à delegacia de Franco da Rocha e a política pretende indiciá-los por desacato à autoridade e perturbação da ordem.

Intransigência

Maria Isabel, presidente da Apeoespe, explicou que o Sindicato está orientando os professores a realizarem manifestações durante eventos com a presença do governador para forçar a negociação.

A categoria está em greve desde o Dia Internacional da Mulher (8 de março) reivindicando um reajuste salarial de 34,3%, concurso público e outras medidas. Mas o governo não quer conversa e procura desqualificar o movimento, tachando-o de “político eleitoral” e sustentando que apenas 1% dos professores aderiu à paralisação, informação rechaçada pelos dirigentes da Apeoespe, que estimam em 55% o percentual de trabalhadores que decidiram cruzar os braços.

Desrespeito

Serra chegou a classificar a greve de “trololó”, dando a entender que a mobilização é irrelevante para o governo e a sociedade. “É um total desrespeito aos professores”, afirmou Isabel. “A categoria tem grandes responsabilidades sociais e não é devidamente retribuída”, sublinhou. Um professor ganha apenas 764 reais por 30 horas de aula, segundo ela.

“Estamos vendo o governador inaugurar obras e para isto não falta dinheiro, mas a educação, que é uma obra fundamental para a sociedade, tem sido tratada com desprezo”, ponderou. Os professores estão indignados e a adesão ao movimento é crescente. A Apeoesp pretende reunir 100 mil trabalhadores e trabalhadoras na próxima assembleia da categoria, convocada para a tarde de sexta-feira (26) diante do Palácio Bandeirantes.

Com o envolvimento das bases e o apoio da sociedade (especialmente de pais e alunos), a Apeoesp pretende sensibilizar os deputados estaduais e abrir canais para o diálogo e a negociação, segundo a presidente da entidade. Isabel destacou que as reivindicações não se limitam ao reajuste dos salários, “queremos rediscutir a avaliação por mérito, que deixa 80% da categoria sem nenhum reajuste e concurso público, entre outras medidas para melhorar a qualidade da educação em nosso Estado”.

Censura

O tucano José Serra também determinou a censura e o completo silêncio nas escolas sobre a greve. Pelo menos 77 escolas estaduais da zona leste de São Paulo foram orientadas a não dar informações para a imprensa sobre a greve dos professores, de acordo com informações publicadas pelo jornal “O Estado de São Paulo”.

A iniciativa partiu da Diretoria de Ensino da Região Leste 3, em comunicado enviado por e-mail aos diretores das escolas no início do mês. A região leste 3 compreende os distritos de Cidade Tiradentes, Guaianases, Iguatemi, José Bonifácio, Lajeado e São Rafael.

No texto, a diretoria afirma que, por causa da paralisação, que teve início no dia 8, “A imprensa está entrando em contato diretamente com as escolas solicitando dados e entrevista.” E pede: “Solicitamos ao diretor de escola para não atender a esta solicitação.” O comunicado ainda orienta como proceder em relação ao envio de informações sobre a greve para o governo, detalhando dias e turnos em que os professores estiveram ausentes.

Cortina de fumaça

Para a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo), a medida “fere a liberdade de expressão”. A palavra apropriada para a orientação é “censura”. O governador paulista pretende mascarar a realidade com a cortina de fumaça das informações manipuladas pela Secretaria de Educação, que insiste na afirmação de que apenas 1% dos professores participa da paralisação, “mais uma inverdade”, na opinião dos sindicalistas.

A intransigência do governador tucano lembra a conduta elitista e autoritária do governo FHC diante do movimento sindical. O primeiro mandato do tucano foi marcado pela repressão e desmantelamento das entidades sindicais dos petroleiros. O modo com que Serra trata os professores, que constituem uma das categorias mais injustiçadas e depreciadas em nosso país (daí a péssima qualidade da educação no Brasil), é um sinal do que seria um eventual retorno dos tucanos ao Palácio do Planalto.

Veja as principais reivindicações da categoria:

• Reajuste imediato de 34,3%
• Incorporação de todas as gratificações e extensão aos aposentados sem parcelamento
• Contra o provão das ACTs
• Contra o PLS 403 (Senado Federal)
• Pela revogação das leis 1093, 1041 e 1097
• Concurso público de caráter classificatório

Da redação, Umberto Martins, com informações do “Estadão”

Nota do Viomundo:  Conversamos às 19h30 com a professora Mara Cristina de Almeida, diretora da Apeosp e coordenadora da subsede de Franco da Rocha.  Ela nos informou que quatro professores foram presos. Todos passaram por exame de corpo de delito. Um quinto também foi submetido ao exame, pois ficou bastante  machucado pelas agressões da PM.

 

101 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Blogmaníacos

28/10/2010 - 17h37

O Serra é um Ditador! Censura é coisa da ditadura! Que democracia é esta onde as pessoas não tem direito de manifestar a sua opinião!

Responder

Dilma ou Serra? Sem baixaria! | Professor Luis Claudio

19/10/2010 - 19h24

[…] à educação não foi diferente. Tratou os professores em greve com bomba de gás lacrimogêneo. (http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/governo-serra-enfrenta-greve-dos-professores-com-prisao-e-ce…). O campus da USP foi invadido pela polícia, fato que só aconteceu durante a ditadura […]

Responder

Besta Fubana » Blog Archive » DOIS PROJETOS DE SOCIEDADE MUITO DISTINTOS

19/10/2010 - 13h13

[…] à educação não foi diferente. Tratou os professores em greve com bomba de gás lacrimogêneo. (http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/governo-serra-enfrenta-greve-dos-professores-com-prisao-e-ce…). O campus da USP foi invadido pela polícia, fato que só aconteceu durante a ditadura […]

Responder

fabricio

02/04/2010 - 04h30

José serra —> Politico traiçoeiro, sem ética, canalha.

Só quem é professor de verdade saber em que situações nós passamos. É muito fácil crítica a profissão dos outros dificil e viver o dia dia com falta de respeito e educação no ambiente chamado escola.

Responder

marcelo

26/03/2010 - 20h06

bom o que dizer de um politico que já foi um ativista de esquerda,ou dito de esquerda,que cresceu dentro de movimentos estudantis na esfera publica,que também fez uso do ensino publico..seria um traidor,ou perdeu a memoria….um subser,pois quem trata a educção com tanto descaso não fez a primeira serie,a segunda quinta,oitava e por ai vai……educação é tudo…com educção a gente tem mais capacidade em exigir nossos direitos e ter mais conciencia para não seguirmos exemplos tão malditos como nosso morfetico governador….não votei e não voto nunca pra esse sujeito……e peço a todos ném pensem em votar nesse cidadão..abraços a todos e parabéns a todos que estão na luto contra a ignorancia…

Responder

Gerson Carneiro

26/03/2010 - 13h14

É a democracia do sr. José Serra. Democracia de Trololó.
De causar inveja em gregos.

Responder

gilbert varuzzi

26/03/2010 - 00h32

ACREDITO SIM, NA FORÇA DO PROFESSOR QUE EDUCA, QUE ENSINA, QUE VALORIZA, QUE AMA, QUE SOFRE E SABE SE DOAR.ACREDITO NAQUELE PROFESSOR, QUE INFELIZMENTE, FOI TRABALHAR DOENTE , ENSINOU COM ROUQUIDÃO, ,FEZ O MÁXIMO PARA SER OUVIDO, ACEITOU OU ENGOLIU AS CARTILHAS, AS TAIS APOSTILAS E FOI OUVIDO POR POUCOS NA SALA DE AULA, E TRISTEMENTE FOI SURPREENDIDO COM UM BÔNUS ZERADO. A MINHA ESCOLA EE YOSHIYA TAKAKOKA, EM SÃO JOSE DOS CAMPOS, DECIDIU ONTEM PARAR 100% DEVIDO AO BÔNUS ZERO.

Responder

gilbert varuzzi

26/03/2010 - 00h24

ACREDITO SIM, NA FORÇA DO PROFESSOR QUE EDUCA, QUE ENSINA, QUE VALORIZA, QUE AMA, QUE SOFRE E SABE SE DOAR.ACREDITO NAQUELE PROFESSOR, QUE INFELIZMENTE, FOI TRABALHAR DOENTE , ENSINOU COM ROUQUIDÃO, ,FEZ O MÁXIMO PARA SER OUVIDO, ACEITOU OU ENGOLIU AS CARTILHAS, AS TAIS APOSTILAS E FOI OUVIDO POR POUCOS NA SALA DE AULA, E TRISTEMENTE FOI SURPREENDIDO COM UM BÔNUS ZERADO. A MINHA ESCOLA EE YOSHIYA TAKAKOKA, EM SÃO JOSE DOS CAMPOS, DECIDIU ONTEM PARAR 100% DEVIDO AO BÔNUS ZERO.
NO SEGUN DO DIA DA PROVA DO SARESP NOSSA ESCOLA DEMOROU 3 HORAS PARA INICIAR A PROVA DO PERÍODO DA MANHÃ DE UM 3º ANO DO ENSINO MÉDIO. E FOI ORIENTADA A BUSCAR FOLHAS DE RESPOSTA EM OUTRA UE E A RISCAR O NOME DESTA UE E ESCREVER O NOME CORRETO DA ESCOLA A CANETA. A NOITE AO ABRIR HONESTAMENTE O PACOTE DA NOITE DO 3º B ACHAMOS UM EXCESSO DE FOLHAS DE RESPOSTAS.

RESULTADO FINAL: BÔNUS ZERADO!!!!!!!!!!!!! PARÁBENS JOSÉ SERRA, DITADOR!!!!!!!! SE SOUBESSE APENAS CONTRATAR BOAS EMPRESAS PARA APLICAR O SARESP!!!!!!!!!!

Responder

gilbert varuzzi

26/03/2010 - 00h09

voce deve ser primo do Paulinho da SEE. Ou é PM da reserva. Fiz Mestrado em Logica. Acertei???

Responder

nicolle

25/03/2010 - 20h42

por mim tah mais do que certo
o serra merece e esses professores que estao presoa me dão aula e acho q eles estao certíssimos de fazerem greve

Responder

Emoção: Pacientes do Hospício do Juqueri homenageiam o Gov. Zezinho « TIA CARMELA E O ZEZINHO

25/03/2010 - 19h41

[…] Em seu delírio, pensavam que eram professores, talvez almejando inconscientemente receber o sempre carinhoso tratamento que o Maior dos Democratas dispensa aos educadores […]

Responder

INDIGNAÇAO BTOS-SP

25/03/2010 - 21h01

VAMOS LEVAR A GREVE PARA JUNTO DO CASO DOS NARDONI
QUEM SABE ASSIM, PODEMOS ATINGIR OU CHAMAR ATENÇÃO!!!

Responder

Ezequiel Libonati

25/03/2010 - 16h48

Esse Clair deve ser o Serra postando nesse fórum!

Responder

    Luis Roberto

    25/03/2010 - 18h07

    Olá Ezequiel e todos deste espaço: Proponho uma comparação entre fatos que ocorreram no mesmo dia neste mesmo país com duas figurar públicas:
    1- José Serra, Governador de São Paulo, pré candidato à presidencia da republica em um evento público vê uma manifestação se aproximar: reação… Policia, gás de pimenta, Cassetete (por baixo) e prisões.

    2- Lula. Presidente da República em exercício, em evento de recepção ao Rei da Suècia vê uma manifestação próxima e ao responder à expressão (o que é isso) …de surpresa de "sua alteza real"… responde "E UMA MANIFESTAÇÃO… É A DEMOCRACIA…. acho não precisamos explicar né

    Mc_SimplesAssim

    25/03/2010 - 19h25

    Há quem diga que a educação em São Paulo deva ser totalmente privatizada a fim de evitar greves de funcionários públicos estáveis, como é o caso dos professores estaduais.

    Entretanto, quem diz isso esquece de considerar que há uma enormidade de professores temporários há mais de 20 anos que até hoje não obtiveram estabilidade, apesar de tanto tempo de bons serviços prestados.

    GILBERT VARUZZI

    26/03/2010 - 00h04

    CONCORDO COM VOCÊ , MINHA AMIGA TEM 24 E 6 MESES DE TEMPORÁRIA , NA DISICPLINA DE SOCIOLOGIA E TRABALHA EM 4 ESCOLAS PARA GANHAR POUCO M AIS DE 1400,00 . É UMA VERGONHA . ACORDA JOSE´
    SERRA. TOMARA QUE VC PERCA A ELEIÇÃO…. ACOOOOOOORDDDDAA ELEITORRRRRRRRRRR!!

Augusto da Fonseca

25/03/2010 - 19h06

Serra: o desastre da Segurança Pública em números A

A Segurança Pública em São Paulo é um desastre por dois principais motivos: insuficientes investimentos e política salarial equivocada do Governo Serra .

Não admira que em pesquisa feita no ano passado a maioria dos paulistanos mostraram o desejo de sair de São Paulo e uma das principais causa foi a Segurança Pública.

Neste post, mostraremos dados irrefutáveis sobre os baixos investimentos:

O gráfico em formato “boca de jacaré” mostra a disparidade entre o crescimento da Receita Total e a evolução das dotações orçamentárias para a Segurança Pública.

Os governos e os parlamentares demo-tucanos pregam o “Estado mínimo”, defendendo que esse mínimo deve oferecer o máximo em Educação, Saúde e Segurança Pública.
Como visto nos post anteriores e neste, o governo tucano Alckmin-Serra foi um desastre em relação ao que eles mesmo pregam.

(Texto completo em: http://migre.me/rcxZ)
*

Responder

Artur

25/03/2010 - 17h52

Ignorantes que passarão a ganhar 3.500, ou 4500 como querem, batendo em quem ganha 800 para esninar ses filhos.
Muitos destes ignorantes fugiram da escola e hoje estão fardados achacando pessoas de bem.
Estamos nos fins dos tempos, Graças a Deus.

Responder

    paulo

    26/03/2010 - 00h04

    vc esta mal informado, pois os ignorantes como vc diz ñ passarão a ganhar 3.500ou 4.500 pois depende de aprovação na camara dos dep. e senado e para sua informaçao esses ignorantes foram aprovados em concursos publicos e muitos dos professores todo ano tem que correr atras de aulas pois ñ passam em concursos. acho que cada um tem que falar da sua profissão pois ñ conhece as outras e muito menos a capacidade de cada um, vcs podem ate ganhar 800,00 mas ñ ficam um ano sem abonadas e ainda recebem 10/4 e trabalham 04 horas ñ sabe o que e ñ ter abonada e muitas vezes trabalhar mais de 12 hrs sabados domingos feriados chuva ou sol dia ou noite e para conhecimento de v.sª nem greve podemos fazer e pode ter certeza que a diferença do salario de professor e bem mais que um pm pois podem trabalhar em varias escolas e nos nem trabalho extra podemos e se convocado seja dia ou noite ñ tem desculpinhas de abonar se informe e diploma ñ qer dizer que um tem mais capacidade que outro pois ate pelo EAD e possivel ter certificado e muitos pro o tem ok informe-se

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h35

    quer dizer que professor é ignorante?…

    falou o brucutu.

Clair

25/03/2010 - 14h03

O dia que eu vir manifestação de professores sem esse mar de bandeiras da CUT e do PSOL pode ser que eu leve a sério. Desse jeito a manifestação não é genuína e os objetivos da classe ficam completamente comprometidos pela suspeita de manipulação política e sindical.

A "repressão" foi provocada para render umas fotos de efeito. Isso é mais velho que o bodoque do Matusalém.

Responder

    Zé Povinho

    25/03/2010 - 14h42

    "O dia que eu vir manifestação de professores sem esse mar de bandeiras da CUT e do PSOL pode ser que eu leve a sério."

    O dia em que você estiver lutando pelos seus direitos, ou melhoria das suas condições de trabalho e não se aliar com ninguem eu levo você a sério!

    Luís C. P. Prudente

    25/03/2010 - 15h35

    Coitado do Zé Povinho em questão. Ele acredita no que o Serra diz! Acredita nas propaganda enganosas do Serra. Votou no Serra, no Kassab, no Pitta, no Collor, no Maluf, no Jânio!

    Coitado mesmo deste Zé Povinho em questão! Ele não sabe o que diz, não sabe o que faz e nem sabe o que é!

    Zé Povinho

    25/03/2010 - 19h16

    Caro Luis, minha citação em aspas direcionava-se ao que o Sr. Clair colocou. Realmente não entendo por que as bandeiras da CUT e do PSOL tiram a seriedade da questão. Penso qua as reivindicações dos Professores (com letra maiúscula mesmo) deveriam mobilizar toda a sociedade.
    Só pra esclarecer: NUNCA votei no Serra, no Kassab, no Pitta, no Collor, no Maluf, no Jânio… nem no Sarney e muito menos no FHC…
    Enquanto as opções eleitorais estiverem sendo as mesmas prefiro não votar em ninguem… mas isto é outro assunto. Prefiro não tirar o foco da gestão decadente do governo de São Paulo.

    Luís C. P. Prudente

    26/03/2010 - 00h24

    Desculpe-me Zé Povinho, fui afoito e nem reparei que você fez uma citação entre aspas de alguém que estava mais acima de você.

    soniapt

    25/03/2010 - 15h14

    me fala ate censurar manifestação vamos? se os caras quer ir levar as bandeiras isso nao tira validade das necessidades dos professores, solidariedade é bom, essa desculpa que tinha bandeira disso ou daquilo e coisa de quem acha que se deve dizer amem as bandalheiras do governador , por sinal ate lei da mordaça nos temos , e ainda falam de cuba que os caras falam no telefone cel para o brasil, aqui escola esta proibida de dizer que estao em greve, pode

    Murilo Guimarães

    25/03/2010 - 15h37

    Discordo plenamente de sua colocação, caro Clair.

    Em absoluto o "mar de bandeiras da CUT e do PSOL" descredibiliza o movimento destes professores. São ou não são constitucionalmente garantidos os Direitos Políticos aos cidadãos do Brasil?

    A relação sindicatos e governos, em todas as democracias, existe e é legítima. Sua afinidade com correntes ideológicas de Governos e Oposicionistas sucumbe, porém, à sua obrigação de responder à categoria a que representa. Por exemplo, a greve dos Correios, de 2009, quando seus funcionários vaiavam Lula em diversos eventos públicos, tinha a participação da CUT, porque, mesmo afinada ao Governo petista, a CUT tinha que, primordialmente, defender os direitos dos funcionários dos COrreios que estavem, então, em movimento contrário ao do Governo Federal. (Continua)

    Murilo Guimarães

    25/03/2010 - 15h40

    Sindicatos são insituições político-representativas, tal qual partidos, e defendem interesses de categorias de profissionais perante o poder dos seus empregadores, sejam estes privados ou públicos e estão, sempre, embasados por ideologias. Contudo, não é a sua postura mais ou menos "amigável" ao empregador que o legitima perante a categoria a que representa, mas sim o cumprimento de seu papel fundamental: expressar descontentamento e prover negociações, quando necessárias.

    No fim das contas, com CUT ou sem CUT, o que o professor quer é a atenção às suas demandas, definidas em Assembléia. Se parte da categoria é contrária a tais demandas ou ao método de manifestação, tem esta mesma Assembléia como espaço privilegiado para se posicionarem e defenderem suas posturas. Assim funciona o jogo democrático, em qualquer instância de Poder.

    (continua em meu blog http://reverosmeios.blogspot.com )

    Maria Magnoni

    25/03/2010 - 16h11

    Ah! Quer dizer que os professores não podem participar de partidos e centrais sindicais? Por acaso o governador não tem partido? O secretário não tem partido? Eles têm sim senhor!! Chama-se PSDB, e é o partido mais vil é deletério que a Escola Pública deste Estado já conheceu!
    Aliás, hoje é dia do pagamento do malfadado bônus, saia por aí e pergunte qual professor recebeu o valor que o Zé Vampiro o gangster do Paulo Renato estão dizendo que pagaram, vc. verá que nenhum! E não venha dizer que é porque somos incompetentes, na escola onde trabalho existe um quadro de professores de fazer inveja a muita escola particular de primeiro time e se eu te contar quais foram os valores dos bônus que recebemos você talvez comece a entender o porquê da greve nesse momento.
    Abraços.

    Luís C. P. Prudente

    26/03/2010 - 00h26

    Segundo o governador ditador José Serra: o torturador de servidor público, os professores só podem ter um partido político se este for o PSDB, se não for é trololó dos professores!

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h39

    promotor tucano pode.

    bandeira da cut não pode.

    ridículo. ridiculão.

amores

25/03/2010 - 16h40

"péssima qualidade da educação", vamos ouvir isso muitas vezes nas campanhas.

Responder

Tomudjin

25/03/2010 - 16h07

A sugestão é: no próximo movimento dos professores, levem apenas bandeiras do PSDB, quem sabe assim a mídia mostre alguma coisa, nem que seja de longe.
Só não dá pra garantir que eles mostrarão as justas reivindicações dos professores, pois o conteúdo da mídia golpista brasileira, hoje, se resume em duas pautas: os méritos do corinthians e os "erros" do lula.

Responder

vida de gado

25/03/2010 - 15h16

o pior é que os policiais militares só vão no vácuo, a polícia civil entra em greve e eles também levam o aumento, os professores entram em greve e eles levam o aumento.

Responder

geraldinho

25/03/2010 - 15h09

é só cutucar a polícia civil que está prestes a entrar em greve, quanto mais funcionários públicos entrarem em greve pior para esse terrorista maldito vampiro jabuti serra

Responder

Arlete Marques

25/03/2010 - 15h06

"A greve dos Professores é política."
É preciso lembrar ao Serra que toda atitude humana é política, pois influencia nos rumos da sociedade, do planeta em geral. Ele, por exemplo, está fazendo a política de se defender de uma greve muito justa, dizendo que as intenções da liderança , "Sindicato", são políticas…rs. Atitude que é bom, ele não toma nenhuma! Só fala em bônus (esmola), divisão de classe ao premiar os 20% melhores de um teste de conhecimento.Pergunto: E os outros que passarem também no teste?!
Eu, uma mera aposentada, fico como? Nem teste posso fazer!!! (Zero vírgula alguma coisa por cento de aumento, é brincadeira! Principalmente quando o salário já perdeu o poder de compra há pelo menos 12 anos).
Dizem que se o povo não vigiar para que a democracia persista, pode voltar a repressão política. Meu medo é esse. Não serve para ser Governador e quer ser Presidente.

Responder

    Bruno

    25/03/2010 - 17h11

    não desvirtue, arlete. quando se diz que a greve é política, o que se quer dizer é que o objetivo não é melhorar condições de trabalho ou a remuneração, e sim prejudicar o mandatário do cargo, que é exatamente o que está acontecendo em SP nestas semanas funestas.

    Luís C. P. Prudente

    26/03/2010 - 01h29

    Não desvirtue Bruno, até a sua participação aqui é política e pior que ao lado do Nosferatu, mesmo assim não deixa de ser política.

    Se esse desonesto governo do incompetente José Serra melhorasse realmente os salários dos professores, muitos destes professores (que infelizmente sempre votaram no PSDB, você deve ser outro que sempre votou no PSDB) não participariam desta greve.

    A greve é um instrumento político que todo e qualquer trabalhador politizado tem às suas mãos para exigir dos seus patrões, o que eles não dão a bel prazer.

    Talvez você, Bruno, seja um daqueles sortudos professores que trabalham no Gabinete de Paulo Renato e dividem entre vocês um quarto de todo o orçamento da educação.

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h44

    quem desvirtua aqui são os funestos reacionários.

    continue negando os fatos.

    força lá.

Maria José

25/03/2010 - 15h05

Pelo que lembro, são 16 anos de governo do PSDB em São Paulo, onde do palanque ouvimos promessas para melhorar a educação, a segurança pública e a saúde e deu no que estamos vendo: Cidades pequenas sem policiamento e a merce de bandidos (isto porque o governo Serra ofereceu salário maior para o policial que trabalha em grandes cidades). Saúde??? alguém está contente? e quanto a Educação, onde estão as melhoras? Para mudarmos tudo isso só mudando de partido. Eu e minha familia não votaremos no PSDB, nem para presidencia, nem para governador.

Responder

Ezequiel Libonati

25/03/2010 - 14h41

Me desculpem, queria ressaltar outra coisa também.
A consttituição permite greve e manifestação pacífica dos trabalhadores, portanto, a repressão policial foi "política " e covarde contra os professores, isso para não falarmos em repressão ditatorial de um Estado Federativo, pois a única intenção do Governo de São Paulo não foi agir dentro da legalidade e aplicar o poder de coerção, e sim procurar uma forma de "esconder por debaixo dos panos " a realidade educacional daquela cidade.

Não acredito que a greve seja movido por questões políticas, ao contrário, acho que a repressão policial sim, é um ato bem político como de costume desse partido PSDB, que vive por campanhas eleitorais.

Responder

Luciana

25/03/2010 - 14h09

É assustador ver a expressão do rosto deste policial, que nas características físicas é parecido com o agredido.
Brasileiro "batendo" em brasileiro. Quem ordena são os "brancos de olhos azuis."

Responder

dvorak

25/03/2010 - 13h50

Essa é uma greve tipicamente política.Protestar é um direito, fazer baderna, não!Parabéns, mais uma vez, a polícia de São Paulo!!!

Responder

    francisco.latorre

    25/03/2010 - 16h04

    rodox. mata barata.

    Bruno

    25/03/2010 - 17h14

    digo mais. protestar respeitando o direito de ir e vir em uma cidade de trânsito caótico é válido. fechar as principais avenidas da cidade (Paulista e Consolação) e depredar patrimônio público (metrô Paulista) é inaceitável. o lugar dessa pelegada (que tá, sim fazendo greve pra ajudar a Dilminha "Divina") é no xadrez.

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h47

    mais que divina.

    maravilhosa.

    vão ter que engolir.

    depois de oito anos engolindo o divino lula… mais quatro da maravilhosa dilma.

    vai um eno aí?…

Ezequiel Libonati

25/03/2010 - 13h38

Acho justo e legal por parte de nossos mestres, reivindicarem seus direitos num país onde a educação ainda não é a prioridade fundamental.
Claro que o PSDB em toda a sua gestão, rege a democracia somente para a alta classe, pois com eles negociam, fazem acordos e trocam favores. vejamos a gestão de Yeuda Cruses no Rio Grande do Sul e a de outros governadores PSDBistas. eles nunca se importaram com a política pública de nosso país, que inclui constitucionalmente a educação. esse partido do então FHC foi o que mais atrasou este Estado democrático, quando reduziu verbas para nossa educação e criou "bolsas " com o valor de R$ 2000,00 para "doutores " aplicarem esses recursos em seus estudos, daí me vem a seguinte pergunta:
Esses doutores que priveligiaram-se da bolsa de FHC pertenciam a famílias pobres?
Claro que não!
Portanto a política "educacional " PSDBista, privilegia os de alta classe.
Podem críticar Lula ou Dilma, não estou fazendo campanha, mas as evidências apontam que este Presidente e a futura candidata, sabem negociar com os trabalhadores, o que o Serra não faz.
O PSDB viveu de campanhas e nunca privilegiaram a classe mais baixa, um partido desses não voltará tão cedo ao Planalto como Presidente da República.

Responder

Matheus Nahkur

25/03/2010 - 13h25

É uma falta de inteligência muito, muito grande!

Responder

Luciana

25/03/2010 - 12h57

Luciana, Itatiba -SP
Esta ação revela o que já sabíamos: este governo não respeita o ser humano. Nós professores reclamamos a falta de respeito e de salários dignos. Queremos dignidade também para os nossos alunos. Não somos bandidos, somos cidadãos e é nosso dever denunciar.

Responder

Nascimento

25/03/2010 - 12h19

Só no inferno esse cara se elege! Acho que não….. O diabo não quer concorrência….

Responder

    gilbert varuzzi

    26/03/2010 - 00h10

    ótima resposta. Parabens!!!

O Brasileiro

25/03/2010 - 12h11

Serra, o Negociador!
Pronto, decidido!
Como não vai ser presidente do Brasil, podem lançar o nome de Serra, o Negociador, para diretor-geral da ONU.

Responder

francisco.latorre

25/03/2010 - 11h59

zé bafo-de-onça… medíocre mesquinho…

o sujeito não teve professora?…

infeliz.

taí um que não gosta de ninguém.

Responder

    GILBERT VARUZZI

    26/03/2010 - 00h12

    O PIOR É QUE FIQUEI SABENDO QUE A MÃE DELE FOI PROFESSORA!!!!!!!!!!!]
    SERÁ??????????????

    Conceição Lemes

    25/03/2010 - 21h57

    Gilbert, comentários só com letras maiúsculas dificultam a leitura. Prefirimos que eles sejam em minúsculas. Combinados? Abs

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h29

    cara…

    aí nem freud explica.

    Flannery de Carv

    29/03/2010 - 23h39

    Se a mãe desse governador sacana foi professora, o que será que este indivíduo tem na cabeça: cocô de morcego!
    Truculento sem pátria! não apareça na minha frente……

Daniel Campos

25/03/2010 - 11h58

E o Nosferatu ainda quer ser presidente. Ele que tente.

Responder

@josecarloslima

25/03/2010 - 11h33

Isto me lembra a campanha do Collor,,,como se sabe,,o Collor era um produto da mídia,, vendido como sabonete de ótima qualidade,,,nós não podiamos abrir o bico que levávamos porrado….trata-se de uma forma de manter intacta a imagem de uma coisa que não presta é que está sendo vendida como a salvação do Brasil vinda de Sp…então tá…
Mudando de assunto,,,transformaram o twiiter em arte !
A conferir
http://twitter.com/Twitt3rartOTD?utm_medium=email

Responder

Marcus Maurício

25/03/2010 - 11h33

E logo menos teremos a grande revolução na Inducassão Paulista: os virtuais Professores formados pela UNIVESP, a Universidade Virtual do Estado de Sum Paulu

Responder

Paulo S. Faccipieri

25/03/2010 - 11h24

O ditador da Mooca, Jose Stalin Serra esta usando a PM, para bater de porta em porta no diretorios da APEOESP e Associação de professores exigindo informação de quantos onibus e professores, com informação se estão na ativa, aposentados, e mais ameaçando de desacato a autoridade se não for passada as informações exigidas.

Nas grandes obras do Zé Pedagio ira ter congestionamento de onibus com os professores que estão lutando contra o Ditador da Mooca e o Partido da Imprensa Golpista .

Responder

soniapt

25/03/2010 - 11h12

nao sei pq estranhar, a greve do policiais civis, foi repressao da pm en cima ,nao sei se vcs se lembram, na festa de comemorção dos 500 anos do Brasil, a tropa de choque estava la e os indios nao podiam entrar, o pessoal do psdb, nao gosta de opiniao do povo , so serve para bater palma que nem aqueles bichinhos de presepio que so serve para abanar a cabeça e dizer amem

Responder

Pedro de Sousa

25/03/2010 - 07h19

São mais de 35% do total gasto com Educação que perde-de nos escuros "gabinetes" (secretario, coordenador e coordenador COGSP).

Talvez seja interessante levantar quantidade de funcionários, ações… ver onde morre esse dinheiro que tanta falta faz à Educação pública de São Paulo.

Faz essa aí, grande Repórter!!!

Responder

Tweets that mention Serra enfrenta greve dos professores com prisão e censura | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

25/03/2010 - 02h23

[…] This post was mentioned on Twitter by Kadu Lago, ISAAC ELIAS, Alexandre Haubrich, Frederico Maya, Sandra Kennedy Viana and others. Sandra Kennedy Viana said: RT @Pitbull__: Serra enfrenta greve dos professores com prisão e censura.Gás pimenta e cassetete em Franco da Rocha http://twitterurl.net/i/3v5 […]

Responder

@coinho

25/03/2010 - 04h15

Se nós conseguimos ler o texto e escrever os comentários, foi graças a essa categoria que nunca recebeu o mínimo de dignidade que têm direito. É lamentável a situação do Professor nesse país governado pelas elites.

Obrigado, Maria Bernadete (Detinha) minha primeira Professora! E todas que passaram pela minha vida.

Responder

Pall Kunkanen

25/03/2010 - 04h11

Saiu no Agora de ontem dia 24, que as faltas por problemas de saúde serão descontadas. O Nazi simplesmente deu a seguinte ordem: Fica proibido professor ficar doente.
Mas os tucanos tem o hábito de bater e prender professor desde os anos 80. Que o diga Alvaro Dias qdo governou o PR. Isso é genético dos bicudos.

Responder

Rafael Frederico

25/03/2010 - 03h38

Esse autoritarismo crescente do governo de São Paulo, junto com a postura cada vez mais agressiva e manipuladora da mídia, me preocupam. O mais grave é que independente de qualquer repercussão popular, tanto o governador, quanto a grande mídia continuam a ignorar as denúncias que lhes são apresentadas. Agem como se tudo estivesse em ordem, e propagam justamente essa imagem nos meios de comunicação tradicionais.

Mas e quando começar a corrida eleitoral, e Serra tiver que ir ao ar em cadeia nacional se confrontar com os dados que até aqui ignorou? O mais grave é que a carta da mentira, que deveria estar nas mãos do PT, já foi lançada pela oposição, contra a candidata do governo.

Continua:
http://umpontonoplano.blogspot.com/2010/03/sobre-

Responder

celso

25/03/2010 - 03h19

AZENHA, LHE ADMIRO MUITO, MAS QUERO SABER SE A RECORD NOTICIOU ESSA GREVE E A VIOLÊNCIA SOFRIDA PELOS PROFESSORES.

Responder

Roberto Locatelli

25/03/2010 - 03h19

Por um momento, me coloquei no lugar de um assessor de marketing do Zé Chirico. E concluí que eu não permitiria que Serra fizesse tanta idiotice:

– inaugurou uma maquete de ponte no litoral, com direito a discurso;
– inaugurou uma demolição no centro da capital, e disse que destruir prédios é terapêutico;
– mandou a PM bater nos professores em greve.

Independente de ser de direita, candidato inteligente não faz nenhuma dessas 3 coisas em época eleitoral.

Na questão dos professores, por exemplo, algum assessor com mais de 2 neurônios deveria avisá-lo de que os professores conversam com os alunos, os quais depois conversam com os pais. Se há uma categoria profissional que não pode ser mantida com salários aviltados e condições de trabalho degradantes, é a categoria dos professores, pois eles detém um poder parcial sobre milhões de votos.

Se eu fosse de direita, não votaria em Serra, pois ele é um idiota. Mas, olhando para a História, vê-se que a direita gosta de dar o poder a idiotas.

Responder

Kanhotão

25/03/2010 - 03h13

Eu vi no PIG, teve até fessô algemado. Cagueta pro Gilmá, pelo menos de algemas ele não gosta.

Responder

Gerson Carneiro

24/03/2010 - 23h33

Essa é a democracia do sr. José Serra: Democracia de Trololó.
De fazer inveja aos gregos.

Responder

mac

25/03/2010 - 02h02

Pimenta no zói dos outros é refresco !

Responder

mateus

25/03/2010 - 01h55

Engraçado. Polícia pra proteger e cidade por exemplo contra de drogas não tem. Mas pra bater em professores tem bastante né!

Responder

Marcos

25/03/2010 - 01h53

Sinceramente é de chorar de tristeza e raiva por todas estas infames atitudes desta monstruosidade que é a gestão Serra.

Responder

cristiano ribeiro

25/03/2010 - 01h35

o sera ta vendo a casa cai…………………………………………………………………………….
quero so ver essa manisfetaçao de sexta
o Partido Da Sujeira Deliberativa Brasileira ou como queiram PSDB. éo fim é o fim é o fim
cadê os defensores do ''será?''(serra) que ñ apareceu mais por aqui…rs

Responder

    gilbert vruzzi

    26/03/2010 - 00h16

    será que o Alkimin tem chance??????????? espero que nenhum professor vote nunca mais no PSDBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBBB. por favor , não!!!!!!!!

Euler

25/03/2010 - 01h23

Infelizmente o descaso com a educação pública, na modalidade ensino básico, parece consenso entre os partidos de governo e da oposição. Escrevi um texto a respeito no meu blog. Da parte de Serra e de outros governantes demotucanos não se espera outro tratamento senão o da hipocrisia e da repressão. Pena que da parte do governo federal, embora estabeleça diálogo com os movimentos sociais, não conseguiu realizar mudanças que garantissem a valorização dos professores do ensino médio. Todos os governantes falharam e certamente farão, nas eleições, um pacto do silêncio em relação à Educação pública. Que nós, professores, saibamos nos unir e lutar por salários mais dignos e melhores condições de trabalho. Todo apoio às greves que pipocam Brasil afora!

Responder

Augusto

25/03/2010 - 01h21

Isso tudo é trololó de vocês…

Responder

Marcos Antonio

25/03/2010 - 01h17

Jesus proteja os professores que lá vem a MOTOSERRA

Responder

Luís C. P. Prudente

25/03/2010 - 01h16

José Serra torturador de professor.

José Serra ditador.

José Serra enganador.

José Serra censor da imprensa paulista, que publica somente o que o Nosferatu quer.

Responder

Martha Mathias

25/03/2010 - 01h15

Sou mãe, tenho dois filhos. Estou preocupada com a educação de meus filhos. Os professores deles estão em greve.
Parabenizo por isto. Tem que lutar por seus direitos. Eles sofrem muito. E sendo tratado deste jeito. Já que o nosso governador quer ser presidente, então que faça uma provinha, provão …. Ele criou só para os outros ou para ele tambem?

Responder

franklin

25/03/2010 - 01h14

Azenha, coloca o VIDEO da CATADORA dando o DEPOIMENTO EMOCIONANTE sobre Lula equanto este discurvava na cooperativa, no google, parece que arrumaram um meio complexo de retirar do ar.

Responder

O Brasileiro

25/03/2010 - 01h12

O povo cansou do trololó… do trololó dos tucanos!
Se em SP não, na maior parte do Brasil, sim!

Responder

INEZ

25/03/2010 - 01h12

Que pena que nosso governador é um monstro de motoSERRA. Pegando os professores e classificando como L, C…. Esquartejando. Depois não sabe porquê estÃO em GREVE?

Responder

Maria

25/03/2010 - 01h07

A Educação pede socorro. Ditadura perde para ele. Cadê a democracia. Frieza é sua qualidade principal. Vai com Deus…..
Uma vergonha. Ter dinheiro para inaugurar obras inacabadas e não para pagar salários dígnos para professores e fazendo um rateamento na classe dos professores

Responder

Klaus

25/03/2010 - 01h01

Taí o que vocês queriam. Belas imagens para o horário eleitoral. Bom proveito.

Responder

    Leider_Lincoln

    25/03/2010 - 01h50

    Vocês, quem Klaus? Aliás, recomendo que comece a se preocupar com sua governadora e as escolas funcionando em contêineres, ao invés de ficar arrotando m*. por aí. O que se quer é:
    • Reajuste imediato de 34,3%
    • Incorporação de todas as gratificações e extensão aos aposentados sem parcelamento
    • Contra o provão das ACTs
    • Contra o PLS 403 (Senado Federal)
    • Pela revogação das leis 1093, 1041 e 1097
    • Concurso público de caráter classificatório
    Para o caso de você não ter entendido, filisteu….

    Klaus

    25/03/2010 - 10h50

    Leider, já te disse que sou mineiro, uai. Mas, talvez, vc tenha dito "minha governadora", porque fez uma divisão entre alguns políticos pouco ortodoxos no trato da coisa pública. Se assim for, queria saber quais são os outros meus e quais são os seus nesta lista: Arruda, Delúbio, Quércia, Sarney, Maluf, Jáder, Geddel, Renan Calheiros, Collor, Roriz. É só pra controle, samaritano…

    francisco.latorre

    25/03/2010 - 11h50

    cínico e previsível.

    tente de novo. ou melhor… desista.

    Almir

    25/03/2010 - 11h52

    Precisa você mandar não, véi. Nós vamos botar as imagens no guia eleitoral, pra desespero de vocês. Aliás, nunca vi candidato algum ganhar uma campanha, tendo o professorado (e os seridores públicos em geral) contra sí. PSDB: = Pior Salário Do Brasil. Entendeu agora, ô neocolonizado?

Glecio_Tavares

24/03/2010 - 23h58

Partido do Serra o Ditador do Brasil.
E tem gente que ainda acredita que este partido é de esquerda. ah faça-me o favor. mudem para o Uruguai ou para o Chile.

Responder

    Bruno

    25/03/2010 - 17h41

    acho que é de esquerda sim, Glecio… é só você ver o que aquele jovenzinho esquerdista, o Fidel (sabe, o amigo do Lula?), fazia com quem protestava contra ele…

    francisco.latorre

    26/03/2010 - 02h49

    fidel… cuba… de novo?…

    falta de argumento é dose…

    Glecio_Tavares

    28/03/2010 - 19h29

    latorre. Da uma chegada neste site:http://www.cubainformacion.tv/index.php?option=co
    Conta um pouco da trajetória do Zapata Tamoyo. Um preso comum que se tornou dissidente politico depois de preso varias vezes.

André,Caçapava-SP

24/03/2010 - 23h54

"Polícia para quem precisa de polícia". Para Serra, Professor e criminoso.
Que Deus tenha piedade da alma desse ser.

Responder

juju

24/03/2010 - 23h48

Azenha dá uma olhada nisso!

http://www.fazenda.sp.gov.br/cge2/frgercmp1.asp?a

25% da folha de pagamento da pasta da educação é para o gabinete do Paulo renato, que estranho não!

Responder

    O Brasileiro

    25/03/2010 - 01h11

    Parabéns pelo link!
    O pessoal do gabinete do privatizador do ensino ganha bem, hein!

André, Caçapava-SP

24/03/2010 - 23h44

Eu já não tenho mais tanta força. Já não tenho mais tanto ânimo. Já estou envelhecido sim. Mas o fiz dignamente. Meus filhos, meus netos, meus amigos podem depor a meu favor. Mas e vocês? Políticos insensatos e insanos? Podem dormir em paz? Poderão algum dia? Me sinto cansado, muito cansado. Mas sei que em mim há algo que vocês não compreendem. Isso me basta. Me sinto em paz. E vocês?

Responder

Marcos R. Centofante

24/03/2010 - 23h42

Governo de São Paulo cada vez melhor! !!!!
Pra Quem????

Responder

André, Caçapava -SP

24/03/2010 - 23h39

Apesar de você, governador, amanhã há de ser outro dia.

Responder

André, Caçapava-SP

24/03/2010 - 23h38

Você vai pagar, e é dobrado, cada lágrima rolada nesse meu penar. Até por esse PM estampado na foto. "Você, governador, inventou o pecado". Mas o perdão ? Este é por nossa conta.

Responder

Deixe uma resposta