VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Exclusivo: Maria do Rosário, que levou Bolsonaro à condenação, vai pedir à PF que identifique grupo de eleitores dele que promoveu linchamento digital; ouça as ofensas

17 de agosto de 2017 às 00h04

Reprodução da sequência de comentários feitos no whatsapp no grupo Bolsonaro 2018, ao qual o número de Maria do Rosário foi adicionado sem autorização da petista

por Conceição Lemes e Luiz Carlos Azenha

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) quer que a Polícia Federal identifique eleitores de Jair Bolsonaro que promoveram o ‘linchamento virtual’ dela num grupo de whatsapp.

O episódio foi denunciado pela deputada no twitter: “Informo q +uma vez grupos criminosos de apoio ao deputado hj condenado descobrem na Câmara meu nº e usam whats para agressões sem limite”.

Bolsonaro teve a condenação confirmada pelo STJ por 4 a 0 no episódio em que ofendeu Maria do Rosário dizendo que ela era muito feia para ser estuprada. A condenação por danos morais prevê que ele se desculpe nos jornais, no Facebook e no You Tube.

Bolsonaro prometeu recorrer ao STF, onde já responde por injúria e incitação ao estupro, ações movidas respectivamente por Maria do Rosário e pelo Ministério Público.

As ações foram unificadas. O depoimento da deputada será no próximo dia 23. Em 15 de setembro será ouvido o repórter Gustavo Foster, do Zero Hora, para o qual Bolsonaro repetiu a ofensa que havia feito na Câmara.

A advogada da deputada, Camila Gomes, espera que uma eventual condenação de Bolsonaro no STF o torne inelegível para 2018.

Em reação à condenação no STJ, eleitores de Bolsonaro incluiram o numero de Maria do Rosário em um grupo de whatsapp e passaram a promover o linchamento virtual dela.

O Viomundo conseguiu contato telefônico com o homem que administra o grupo, de primeiro nome Aldimar.

Ele se disse morador de Manacapuru, no estado do Amazonas. Repetiu ofensas a Maria do Rosário, se disse um cristão fervoroso e afirmou que o grande erro de Hitler foi não ter matado todos os judeus.

A foto de perfil de Aldimar é a mesma utilizada numa rede social por um sargento da Força Aérea Brasileira que serve em Manaus. Ele não respondeu a nossas tentativas de confirmar a identidade.

Ligações para outros números de telefone que aparecem no grupo não foram respondidas.

O Viomundo obteve com exclusividade não apenas os prints das mensagens que ficaram registradas no telefone utilizado pela deputada, como os áudios ofensivos (ouça abaixo).

Dois homens e uma mulher se revezam fazendo ameaças. “Te coloquei aqui apenas para zoar contigo”, diz Aldimar, o homem que incluiu Maria do Rosário no grupo e se disse decepcionado com Hitler ao conversar com o Viomundo.

“Tem que primeiro aterrorizar ela”, diz uma voz de mulher, que se identifica como Loca, quando Aldimar fala em tirar a deputada do grupo.

Um outro participante, de nome Jhony, faz uma série de ameaças e diz que contatos de Eduardo Bolsonaro, o filho de Jair Bolsonaro, fazem parte do grupo.

“Vaca” e “vagabunda” são usados a todo momento. Jhony diz que vai grampear o telefone de Maria do Rosário usando o setor de inteligência da polícia civil, sem entrar em detalhes.

O número ligado ao perfil dele tem código de acesso do Espírito Santo.

Ameaças também são feitas à família da deputada. A tentativa é mesmo de aterrorizar com mensagens repugnantes.

Refletem o que vai pela cabeça dos brasileiros que pretendem eleger Jair Bolsonaro presidente da República em 2018.

Estão em sintonia com fenômenos como o da ascensão do neonazismo na Europa e nos Estados Unidos.

Segundo a assessoria da deputada, o pedido será para que a Polícia Federal identifique todos os integrantes do grupo. O passo seguinte será decidido posteriormente.

Ouça abaixo a sequência de áudios dos eleitores de Bolsonaro:

 

16 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Lucas Vasconcelos Ponzo

20/08/2017 - 23h17

Espero que sofram as penas previstas em lei. Eles precisam perceber que a sociedade repudia discursos de ódio e não tolerará o intolerável, em muito representado neste país pelo Sr. Bolsonaro.

Responder

martins

19/08/2017 - 05h04

O que estão esperando para investigar e punir esses elementos. Aqui na Alemanha ja teriam um processo nas costas, pois aqui é crime! Esse tipo de gente precisaria visitar Buchenwald ou Bergen-Belsen para ver como é grotesco o que falam! Todo meu apoio a Sra. Deputada! Abaixo o discurso de odio e facista!

Responder

Jardel

19/08/2017 - 03h34

Isso é apenas uma amostra do que seria o Brasil caso fosse governado por esses nazistas.
BAIXARIA PURA, ÓDIO, REVANCHISMO, IGNORÂNCIA, INTOLERÂNCIA, CAOS, ESTUPIDEZ.

Responder

RONALD

18/08/2017 - 10h07

Quem prega o ódio, o estupro, a depreciação da mulher, a tortura colhe OVADA e desprezo por todos nós !!!!!!

Responder

Luiz

17/08/2017 - 18h43

Não existe neonazista brasileiro, se vocês forem estudar esse tipo de ideologia, verão que é uma contradição enorme o que esses brasileiros estão fazendo.

Responder

    Oblivion

    18/08/2017 - 00h22

    Luiz, não deveria existir. Porém, os analfabetos políticos não devem nem saber da missa a metade, aí dá nisso. Se estivessem na Alemanha durante o terror de hitler pensariam bem diferente, inclusive o deus deles também, que seria tratado de forma bem preconceituosa como os italianos eram.

    Jardel

    19/08/2017 - 03h20

    Não existia…

RONALD

17/08/2017 - 15h17

Perdão, fascistasssssssss, rs.

Responder

RONALD

17/08/2017 - 15h16

Esses fascista destilam tanto ódio que, por vezes matam toda a família e vão ao cinema, putz !!!!

Responder

lulipe

17/08/2017 - 12h40

É a conhecida indignação seletiva….

Responder

David

17/08/2017 - 12h34

A deputada faz muito bem agindo dessa forma.
Esses malucos tem que ser enquadrados para aprenderem que não podem sair por aí ofendendo todo mundo e ficar impunes.
Se assim não for feito, esses energúmenos se sentem fortalecidos e vão ficando cada vez mais ousados.
A presidenta Dilma foi ofendida inúmeras vezes por essa gente e não tomou nenhuma providência.
Deu no que deu.
Essa gente é covarde e se fortalecem com a omissão nossa.

Responder

RONALD

17/08/2017 - 11h14

Esses fascistóides adoram um milico por trás !!!!!

Responder

RONALD

17/08/2017 - 11h12

Norberto Bobbio estava certíssimo:

“O fascista fala o tempo todo em corrupção. Fez isso na Itália em 1922, na Alemanha em 1933 e no Brasil em 1964. Ele acusa, insulta, agride como se fosse puro e honesto. Mas o fascista é apenas um criminoso, um sociopata que persegue carreira política. No poder, não hesita em torturar, estuprar, roubar sua carteira, sua liberdade e seus direitos. Mais que corrupção, o fascista pratica a maldade”.

Responder

lando carlos

17/08/2017 - 10h52

esses infelizes merecem ser punidos mas são verdadeiro analfabetos politicos.politicamente não falara nada a não o uso de linguagem chula.

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

17/08/2017 - 09h40

Esse é o perfil de 100% de eleitores do Bozonazo. Gente que se nutre pelo ódio e usam as redes sociais para ofender gratuitamente. Tem que colocar todos na cadeia. Eles não passam de covardes, encondendo-se atrás de uma telinha. Tanto que nem usam seus nomes verdadeiros. Bando de otários.

Responder

    RONALD

    17/08/2017 - 15h15

    Salve Luiz: Bozonazo é ótimo, kkkkk

Deixe uma resposta