VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Luís Nassif: A reportagem investigativa da década

11 de dezembro de 2011 às 00h23

A reportagem investigativa da década

Enviado por luisnassif, sab, 10/12/2011 – 21:28

por Luís Nassif, em seu blog

Fui ontem à coletiva do repórter Amaury Ribeiro Jr, sobre o livro que lançou.

Minha curiosidade maior era avaliar seu conhecimento dos mecanismos do mercado financeiro e das estruturas de lavagem de dinheiro.

Amaury tem um jeito de delegado de polícia, fala alto, joga as ideias de uma forma meio atrapalhada – embora o livro seja surpreendentemente claro para a complexidade do tema. Mas conhece profundamente o assunto.

Na CPI dos Precatórios – que antecedeu a CPI do Banestado – passei um mês levando tiro de alguns colegas de Brasília ao desnudar as operações de esquenta-esfria dinheiro e a estratégia adotada por Paulo Maluf. Foi o primeiro episódio jornalístico a desvendar o submundo das relações políticas, mercado financeiro, crime organizado.

No começo entendi os tiros como ciumeira de colegas pela invasão do seu território por jornalista de fora. Depois, me dei conta que havia um esquema Maluf coordenando o espírito de manada, no qual embarcaram colegas sem conhecimento mais aprofundado do tema.

Minhas colunas estão no livro “O jornalismo dos anos 90”, mostrando como funcionavam as empresas offshore, o sistema de doleiros no Brasil, as operações esquenta-esfria na BMF e na Bovespa, as jogadas com títulos estaduais.

Repassei parte desse conhecimento ao meu amigo Walter Maierovitch, quando começou a estudar esse imbricamento mercado-crimes financeiros e, depois, na cerimônia de lançamento do Sisbin (Sistema Brasileiro de Inteligência).

Mesmo assim, persistiu a dicotomia na cobertura: jornalistas de mercado não entravam em temas policiais e jornalistas policiais não conheciam temas financeiros. E a Polícia Federal e o Ministério Público ainda tateavam esse caminho.

Aos poucos avançou-se nessa direção. A Sisbin significou um avanço extraordinário na luta contra o crime organizado. E, no jornalismo, Amaury Ribeiro Jr acabou sendo a melhor combinação de jornalismo policial com conhecimento de mercado.

Quem o ouve falar, meio guturalmente, não percebe, de imediato, sua argúcia e enorme conhecimento. Além de ter se tornado um especialista nas manobras em paraísos fiscais, nos esquemas de esquentamento de dinheiro, tem um enorme discernimento para entender as características de cada personagem envolvido na trama.

Mapeou um conjunto de personagens que atuam juntos desde os anos 90, girando em torno do poder e da influência de José Serra: Riolli, Preciado, Ricardo Sergio, Verônica Serra, seu marido Alexandre Burgeois. É uma ação continuada.

Entendeu bem como se montou o álibi Verônica Serra, uma mocinha estreante em Internet, naquele fim dos anos 90, com baixíssimo conhecimento sobre tendências, modelos de negócios, de repente transformada, por matérias plantadas, na mais bem sucedida executiva da Internet nacional. Criou-se um personagem com toque de Midas, em um terreno onde os valores são intangíveis (a Internet) para justificar seu processo de enriquecimento. Mas todo o dinheiro que produzia vinha do exterior, de empresas offshore.

Talvez o leitor leigo não entenda direito o significado desses esquemas offshore em paraísos fiscais. São utilizados para internalizar dinheiro de quem não quer que a origem seja rastreada. Nos anos 90, a grande década da corrupção corporativa, foram utilizados tanto por grandes corporações – como Citigroup, IBM – para operações de corrupção na América Latina (achando que com as offshores seriam blindadas em seus países), como por políticos para receber propinas, traficantes para esquentar recursos ilícitos.

Ou seja, não há NENHUMA probabilidade de que o dinheiro que entrou pelas contas de Verônica provenha de fontes legítimas, formalizadas, de negócios legais.

Ao mesmo tempo, Amaury mostra como esse tipo de atuação de Serra o levou a enveredar por terrenos muito mais pesados, os esquemas de arapongagem, os esquemas na Internet (o livro não chega a abordar), os assassinatos de reputação de adversários ou meros críticos. É um modo de operação bastante tipificado na literatura criminal.

No fundo, o grande pacto de 2005 com a mídia visou dois objetivos para Serra: um, que não alcançou, o de se tornar presidente da República; o outro, que conseguiu, a blindagem.

O comprometimento da velha mídia com ele foi tão amplo, orgânico, que ela acabou se enredando na própria armadilha. Não pode repercutir as denúncias de corrupção contra Serra porque afetaria sua própria credibilidade junto ao universo restrito de leitores que lêem jornais, mas não chegam ainda à Internet.

Ao juntar todas as peças do quebra-cabeças e acrescentar documentos relevantes, Amaury escancara a história recente do país. Fica claro porque os jornais embarcaram de cabeça na defesa de Daniel Dantas, Gilmar Mendes e outros personagens que os indispuseram com seus próprios leitores. (Só não ficou claro porque o PT aceitou transformar a CPI do Banestado em pizza. Quais os nomes petistas que estavam envolvidos nas operações?)

E agora? Como justificar o enorme estardalhaço em torno do avião alugado do Lupi (independentemente dos demais vícios do personagem) e esconder o enriquecimento pessoal de um bi-candidato à presidência da República?

Mesmo não havendo repercussão na velha mídia, o estrago está feito.

Serra será gradativamente largado ao mar, como carga indesejada, aliás da mesma forma que está ocorrendo com os jornalistas que fizeram parte do seu esquema.

A CPI dos Precatórios

No PDF, o livro “O jornalismo dos anos 90”.  A partir da página 147, minhas colunas sobre a CPI dos Precatórios, onde já se revelava todo o imenso esquema do crime organizado no país, os doleiros, a operação em Foz do Iguaçu, as concessões do Banco Central etc.

A ironia da história é que, em determinado momento, consegui convencer o banqueiro Fábio Nahoum – testa de ferro do Maluf – a passar informações ao relator da CPI, senador Roberto Requião. Como testemunhas do encontro, a repórter Mônica Bérgamo – que teve um comportamento impecável quando Requião e alguns colegas de Brasília tentaram desqualificar minhas revelações – e o então senador José Serra.

Não podia imaginar que um dos esquemas que operava na região era do próprio Serra.

PS do Viomundo1: A título de esclarecimento, a CPI do Banestado, a nave-mãe de todas as operações de lavagem de dinheiro no Brasil, foi aberta por conta de uma reportagem do Amaury publicada na capa da IstoÉ.

PS do Viomundo2: Segundo se infere do que está no Privataria Tucana, esta é uma das peças de ficção jornalística criadas para justificar a fortuna repentina de Verônica Serra.

 

87 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Antonio Nunes

02/01/2012 - 19h13

"Entendeu bem como se montou o álibi Verônica Serra, uma mocinha estreante em Internet, naquele fim dos anos 90, com baixíssimo conhecimento sobre tendências, modelos de negócios, de repente transformada, por matérias plantadas, na mais bem sucedida executiva da Internet nacional"

isso me lembra MUUUUUITO o esquema do filho do Lula!!!!!

de zelador do zoológico a "empresário de sucesso" num mandato só… (o do pai!)

como disse o Vladimir Safatle: "O ímpeto investigativo tem de ser simétrico"

Responder

Por que os pernambucanos não compraram o Bandepe para o Estado de Pernambuco? « DE OLHO NOS BANCOS

24/12/2011 - 21h02

[…] Luís Nassif: A reportagem investigativa da década […]

Responder

jaaj

18/12/2011 - 18h05

Me perdoe Luís Nassif,a reportagem investigativa da década,talvez do século,é pouco provável que seja feita.É roubo supra partidário.É a pirataria que rouba o nióbio do brasil na mão grande,com a subserviência do govêrno e da mídia,causando prejuízo de dezenas de bilhões de dólares anuais.em Araxá é vendido a preço de banana,na inventada "reseva" ianomâni,os piratas levam o que querem de graça,Brasileiro é muito bonzinho.E corrupto.Quem tem coragem de denunciar isto?

Responder

eunice

15/12/2011 - 11h32

Agora é cuidar de Alkmin e Scaf e Hulk.

Responder

eunice

15/12/2011 - 11h31

A maior parte das pessoas não têm a devida formação escolar básica: matemática por exemplo. A maioria delas não consegue avaliar os valores enviados ao exterior pelo Banestado. É incalculável para as pessoas comuns. Elas não têm idéia do tamanho do rombo. Lembro-me de que à época comparei o valor a 200 vezes a fortuna de Shwazneger.

Responder

A mídia não sabe o que fazer com “A privataria tucana” « LIBERDADE AQUI!

14/12/2011 - 11h02

[…] Luís Nassif: A reportagem investigativa da década […]

Responder

Ozeias Laurentino

13/12/2011 - 23h54

É incrível como são as nossas velhas mídias, O PSDB PODE ROUBAR quer dizer PRIVATIZAR. É como ladrão que silencia, para receber do outro, mais anos de perdão… cadê o uso da tão defendido liberdade de expressão, na denuncia que traz esse livro, que mostra um país roubado… cadê as denuncias do PIG? regulamentação da mídia JÁ e, o fim da reeleição legislativa, proibição dos cargos de confiança de um governo que perdeu, não participar do novo, se esse for de oposição, para renovar e de fato ser representantes dos eleitores que mudarão os governantes, sem isto é fraude eleitoral, manter os espolio do perdedor. APARECIDA DE GOIÂNIA.

Responder

Gilberto Maringoni: Internautas driblam a censura privata. « OPINIÃO

13/12/2011 - 21h59

[…] Luís Nassif: A reportagem investigativa da década […]

Responder

Antonio

13/12/2011 - 02h05

Parabéns Amaury pelo livro e principalmente pela coragem de expor o modo operandis do PSDB / DEM / PIG / Jusitça Brasileira. Para mim, tudo isso nao é novidade, nao precisava de provas concretas para saber da ligacao de toda esta turma. É só fazer as contas, quanto do patrimonio publico foi doado e qual foi a propina para o PSDB/DEM. Eles têm grana para comprar a mídia e o justiciário por décadas, sao bilhoes de dólares. Só uma pessoa muito mal informada (leitor de Veja, Folha, Globo) para nao perceber como tudo funciona. Eu acompanho a Tribuna da Imprensa desde o inicio de FHC, entao, nehuma novidade sobre essa máfia formada pelo Serra e FHC. A esperança em uma punicao para Serra e FHC nao existe, o Brasil é um país totalmente dominado pela direita – ainda vai demorar muito para o povo conhecer os seus verdadeiros políticos e heróis (Ciro Gomes, Brizola Neto, Nassif, Azenha, o grande PHA, Lula, Dilma, Protógens e outros). Um grande abraço

Responder

    Geraldo

    01/01/2012 - 00h15

    Caro Antônio: grande Tribuna da Imprensa, grande Hélio Fernandes e cia! Exemplo raríssimo de jornalismo apartidário e independente. Investiga gregos e troianos, doa a quem doer. Fiquei muito triste ao saber que a edição impressa não circula mais. Mas, graças à internet, ainda podemos desfrutar da impressionante lucidez do irmão do Millor Fernandes. É um arquivo vivo, profundo conhecedor da história política do Brasil desde Getúlio Vargas. Também acompanho há muito tempo a Tribuna da Imprensa, mas pela internet, já que aqui no sul de Minas não chegava a edição impressa. Forte abraço

As oligarquias aristocráticas não admitem serem contestadas « LIBERDADE AQUI!

13/12/2011 - 00h59

[…] Luís Nassif: A reportagem investigativa da década […]

Responder

maria_do_carmo

12/12/2011 - 13h30

A MIDIA CALADA: CUMPLICES!

Responder

    Antonio Nunes

    04/01/2012 - 10h43

    e o Governo petista calado há 9 anos… cumplices tb?

maria_do_carmo

12/12/2011 - 12h34

MIDIA CALADA: CUMPLICES!
QUADRILHA SUMIDA: COVARDES!

Estamos de luto, quando verificamos, que o sr serra, eleito por mais de uma eleicao, cheio de falsas promessas, traiu a confianca em beneficio proprio e sem o menor pudor; nos sabiamos de seu mal carater, mas agora temos provas.
Nas fotos dos leiloes, ao bater o martelo o ganancioso serra, vibrava euforico e satisfeito, pensem bem, nenhum representante do povo, fica feliz ao leiloar bem publico a preco vil, commpagamento em moedas podres, e a perder de vista para estrangeiros, financiado por bancos brasileiros, e a juros baixos, a nao ser que seja um dos beneficiados, que e o que foi provado.
Fomos roubados em bilhoes nas privatizacoes, a vale do rio doce foi um crime eterno historico,
fora o que nao deixaram rastro, valores esses, que estariam na educacao, saude e presidios
modelo, para o bem comum.

O QUE FAZER: AVANTE BRASILEIROS! FACAMOS A MIDIA! ACAO JA! Vamos ao futuro, esclarecam a todos ao seu redor, os meandros das propinas das privatizacoes, pois mesmo para os profissionais da area, nao e simples, entenderam depois da descricao didatica, desse labirinto criminoso e com provas, pelo brilhante jornalista amaury ribeiro jr.
Esclarecam tambem os patriarcas de boa fe, pois o sr serra, mentiroso e falso e um ator.
Facam grupos de esclarecimentos, 190 milhoes de brasileiros nao podem continuar a ser enganados, ludibriados por bandidos travestidos de politicos, com encenacao de salvadores da patria, saqueando o nosso patrimonio e se dizendo vitima.

Quero homenagear o jornalista amaury ribeiro jr, pelo trabalho incanssavel e coragem, e os jornalistas luiz carlos azenha, conceicao leme, mino carta,luiz nassif e outros anonimos.
MINISTERIO PUBLICO FEDERAL, CONFIAMOS EM VOCES, QUEREMOS JUSTICA, QUEREMOS O BRASIL RESSARCIDO E OS CULPADOS PUNIDOS ! ABOMINAVEL familia serra, familia do banqueiro dantas, politicos do psdb participantes da privataria tucana, meu mais alto repudio e de todo o povo brasileiro de bem.

Responder

maria_do_carmo

12/12/2011 - 11h52

o que fazer

Responder

Sagarana

12/12/2011 - 10h01

Será que o Dossiê Cayman e a Lista de Furnas também estão no livro?

Responder

ex-bancário » Blog Archive » Conexão corrupção tucana: PSDB,Cerra,PHC,Bancos,Citco

12/12/2011 - 09h05

[…] Luís Nassif: A reportagem investigativa da década […]

Responder

mucio

11/12/2011 - 21h31

Toda discussão é válida, mas o que eu quero mesmo saber é quando vai sair o BO. Como as madamas do CMundim em sua xiqueza provavelmente não sabiam o que é BO e se por ventura alguma estiver acessando o blog, aí vai o que é BO: Boletim de Ocorrência, documento lavrado na delegacia quando o meliante comete um crime, no presente caso o ladrão roubou o patrimônio do povo brasileiro.

Responder

Ricardo Santos

11/12/2011 - 20h38

Senhores e Senhoras ! Brasileiros e Brasileiras! A coisa é mais feia do que se imagina!Lembra que o Baiano disse.: Dantas, ao ser preso pela segunda vez pela PF.: falou (…) vou contar tudo sobre todos. Como paguei um milhão e meio para não ser preso pela Polícia Federal em 2004 (…) …tudo sobre minhas relações com a política, com os partidos, com os políticos, com os candidatos, com o Congresso… tudo sobre minhas relações com a Justiça, sobre como corrompi juízes, desembargadores, sobre quem foi comprado na imprensa" Tá tudo dominado PSDB, PT, Grupo ABRIL, Gilmar Mendes… Penso que vai emergir a maior rede de corrupção da história da Democracia! A coisa féde! O Baiano é o Arquiteto do Universo e os Grãos mestres desta confraria encontra-se no PSBD, PT, Mídia, Supremo(Gilmar Mendes)! Só para enfatizar: o Baiano é sócio do Grupo Abril! Nossa esperança é o Capitão Nascimento! Salve-nos da gang do BAIANO(DANIEL DANTAS É DE SALVADOR) Lembra no filme.: “ Cadê o Baiano”

Responder

    simas

    16/12/2011 - 00h28

    Ora, cara, o PT não é um partido elitista; convenhamos. Ele, apesar, de ser hegemonicamente, paulista, não é elitista, mesmo. Tanto, q a elite… falo a dominante e conservadora, tem arrepios ao ouvir falar…. apenas. Tanto, q vc pode ver, ouvir e sentir o preconceito com relação ao partido e à figura do Pres Lula. Isso, sem pensarmos no fato de ter sido o Partido dos Trabalhadores, aquele grupamento político q desmontou a falsa afirmativa sobre a impossibilidade de nos desenvolvermos, sem inflação… E a nossa economia cresceu; não somente dividiu renda, como a incrementou e, ainda, deu um basta naquela malvadeza de concentração regional da riqueza… Cara, ser petista, em determinados segmentos sociais, por aqui, é pejorativo… Qdo, não, ofensa, grave… O pessoal da caserna, mesmo aqueles q viveram a infância e passaram pela juventude comigo, nunca se esquecem de comentar q eu seria petista… Assim, um menosprezo, fatal. Eu não seria, talvez, digno de confiança ou credibilidade… Tdo bem, quem produziu e criou riquezas fui eu…. A minha consciência aponta. Então, desculpe-me, vc foi infeliz em assemelhar os agentes, políticos, como o fez. Os últimos anos, são a prova conclusiva, de seu equívoco. O PT pode, mto bem, ter pecado, em princípio, ao aceitar doações de mãos, nada santas… Como não aceitar?… Se não tivesse aceito, não teríamos, por exemplo, a eleição do Pres Lula. Tdo bem?

edv

11/12/2011 - 16h15

Política do "possível é melhor que o perfeito".
O vc o é?
Ou vc nunca ouviu falar de poder Judicário corrupto e aparelhado?
Ou de um presidente do Supremo dar, sozinho, 2 HC's em 48h para um preso em flagrante, sem sequer passar pelas instâncias anteriores?
Ou de um ex-presidente da república chamar, de bate-pronto, um delegado da PF de "amalucado", o preso de "brilhante" e o supremo juiz de "corajoso"?
Ou de uma imprensa que escandaliza uma carona de avião e não publica nada sobre um livro que desnuda um processo de 100 bilhões de dólares que tomaram Doril e têm um valor real de TRILHÕES?
Ou vc está sugerindo uma "revolução comunista armada"?!
Como vc resolveria este "mistério"?

Responder

    Roger

    11/12/2011 - 16h53

    Excelente. O HC concedido para o estuprador em serie por um juiz da alta corte e que ainda não foi investigado merece uma CPI. Por favor, uma primavera na nobraza do judiciário.

    Outro Antonio

    11/12/2011 - 17h15

    O judiciário brasileiro (judiciário com letra minúscula propositalmente) é um queijo suíço de 500 anos, cheio de furos e bigatos alojados nos buracos.

Polengo

11/12/2011 - 16h06

Serra tenta comprar estoque de livro-bomba

247 – O ex-governador José Serra telefonou ontem à noite para a loja da Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, pedindo para reservar todos os 50 exemplares do livro "Privataria Tucana", do jornalista Amaury Ribeiro Júnior, que tinham acabado de chegar. O pedido foi negado, segundo uma fonte da livraria que preferiu não se identificar. Mas os livros sumiram das prateleiras da loja mesmo assim. Foram todos comprados ontem mesmo. "O Serra ligou ontem à noite pedindo para reservar, porque ele iria comprar todos", disse a fonte. "Foi ele mesmo quem ligou, mas nós não pudemos reservar. A gente quer vender o livro e parece que ele quer vetar a venda".
http://www.brasil247.com.br/pt/247/poder/29325/Se

Responder

    CC.Brega.mim

    12/12/2011 - 14h57

    ahahahahahahahah!

    é bom demais..

    ihihihih! ahahahaha!

    Geraldo

    01/01/2012 - 00h20

    Polengo, não bastasse a autocensura do PIG, Serra, desesperado, tenta a "busca e apreensão particular". Visível a acusação do golpe. Está na lona. Abraço

Igão

11/12/2011 - 16h00

Sinceramente,o que está me incomodando é o silêncio do PT e do governo Dilma……se não der em nada,o Brasil já era………..vão ser mais 500 anos……de bandalheira e palhaçadas……………

Viva os Paiaçúdos….

Responder

    Ricardo JC

    11/12/2011 - 21h53

    Olá Igão,
    Cobrar do PT tudo bem. Acho que é obrigação deles fazer um escândalo com o que está escrito no livro (aliás, os histéricos do PSOL também não vão se manifestar agora? E o Cristovam Buarque, sempre tão indignado com a corrupção? E o Gabeira, que até se juntou com o Serra na eleição?), agora, cobrar do governo uma posição é exagero. A ação política deve vir do PT. Do governo, só espero que tenha uma ação administrativa a partir de denúncias. Daqui a pouco estão dizendo que a Dilma é conivente porque não foi para o palanque desancar o PSDB. Ela é presidente, não tem que fazer isso. É a minha opinião.

CBS

11/12/2011 - 15h21

Nessa história toda, não há nenhum santo.

Responder

Geysa Guimarães

11/12/2011 - 14h40

"E agora" , pergunta o Nassif, " como justificar o estardalhaço em torno do avião alugado de Lupi e o enriquecimento pessoal de um bi-candidato à presidência da República?"

Agora – acho eu – deveriam reintegrar ao cargo todos os ministros sumariamente executados do governo Dilma e iniciar uma inspeção geral da era FHC.
E atribuir a cada um o peso da culpa ou da inocência.
VARREDURA AMPLA, GERAL E IRRESTRITA.

Responder

silvia macedo

11/12/2011 - 14h06

Li, isto é, passei os olhos, em todos os cadernos da Folha de domingo. Nadinha. Nenhuma repercussão do livro do Amauri. Chega a ser patético. De fato acho que eles sofreram o impacto. O silêncio deles é a resposta disto.

Responder

francisco p. neto

11/12/2011 - 13h59

Essa história de que esse livro só servirá para abrir caminho para outros tucanalhas, é mera idiotice.
Isso atinge de forma mortal todo o psdb e os seus corruptos, pois numa organizaçãp criminosa, como a máfia, tem o capo, o conselho de gestores e os seus seguranças. Só depois aparecem os executores.
Não acho que Serra, pelo menos sozinho, seja o capo. Basta ler a fala do FHC na entrevista no Uol quando perguntado por La Bergamo sobre o livro. Ele disse: esse não é aquele cara que está sendo processado?
Pronto. Acabou a matéria. Mas o mesmo FHC numa entrevista ao Kennedy Alencar, no seu programa na Rede TV, É Notícia, o dito cujo respondeu, quando perguntado sobre Daniel Dantas, como brilhante.
Reparam a diferença?
Para DD atolado até o pescoço sob esse mar de lamas, ele diz brilhante. E para o Amaury que desnuda toda a sequência do dinheiro roubado na privataria, como Watson & Crick desnudou o DNA, ele diz: esse está sendo processado.
Por que será que Serra teve que arrumar uma secretaria para Alckmin em seu governo?
Mas eles não são inimigos mortais?
Ou vocês acham que os processos de privatizações em São Paulo passou à margem do que aconteceu na esfera federal?
Por que Alckmin não investe em saúde, educação, segurança? E vejam mais essa. Está no Uol. Governador vai cortar em 8% investimentos para 2012.
Repararam nos indices de reajuste para o funcionalismo? Polícia 12%, educação não muito longe disso e em geral para todo o funcionalismo. Para a Polícia sabe quanto representa para o policial lá na base? Não passa de R$ 120,00. Mas há uma lógica nisso. Não podemos gastar o dinheiro que nós vamos roubar, via terceirização da saúde, educação, segurança e manter os contratos da concessionária das rodovias funcionando.
O círculo se fecha.
A roubalheira, o butim é só entre eles.
Isso vem acontecendo há vinte anos, desde quando chegaram ao poder.

Responder

Lidia Fernandes

11/12/2011 - 13h43

Oh que felicidade! Sou feliz e agradeco o livro que o Amaury fez…Avante meu Brasil..
Sabe aquele ditado alegre que nem pinto em me…pois e, assim eu to.kkkkkkkkk!!!!
Toma tucanada…Isso tudo e DILMAIS pra mim.

Responder

edv

11/12/2011 - 13h39

Já é evidente que a míRdia abafará o livro e (principalmente) seu conteúdo.
Até será matreiramente contra-atacado, como ja está acontecendo…
O lançamento está sendo comemorado na Internet suja (e deve mesmo!), mas o mais importante a meu ver, após estas devidas comemorações é:
1) Ler o livro (eu por ex. ainda não pude, mas evidente que vou…)
2) Trazer para a rede (blogs, twitter, etc.), o maior número possível de destaques e opiniões sobre o conteúdo, debatendo e disseminando o conhecimento ao máximo para o público, a sociedade, que está sitiada (a menos da Internet) por esta míRdia comprometida com o assalto (de verdade) à nação e seus interesses.
3) Quem puder, fazer uma "corrente literária" com o(s) livro(s) para parentes e amigo…
Do que me lembro politicamente, o governo (demo)tucano foi o mais nefasto da história republicana deste país!
Isto precisa ser definitivamente assimilado pelos brasileiros, para que nunca mais tenha chance de acontecer.

Responder

Outro Antonio

11/12/2011 - 13h39

Essa turma ficará na história como bandidos. Já é alguma coisa. Mas… E a grana brasileira, que era para ser usada na Saúde, na Educação, na Segurança, na caça ao tráfico de drogas, que aliás é bem tratado em São Paulo. E as falcatruas de FHC que roubou o patrimônio brasileiro, que são as empresas de eletricidade, telecomunicações e a Vale? E os pedágios de SP, que também estão no esquema de enriquecimento ilícito? E os empregos perdidos, as empresas fechadas, a violência gerada pela miséria e o tráfico de drogas ficarão impunes? Será que FHC, Serra, Verônica e o diabo não serão punidos? Só serão largados ao mar? Os pilantras são espertos. Se agarram a qualquer toco e e remam para os EUA. Ma e o Brasil e os brasileiros nessa história? Vão ver esses picaretas irem gastar o dinheiro na França? Nossa Justiça é um antigo queijo suiço, cheio de furos e bigatos.

Responder

Celso

11/12/2011 - 13h31

Azenha,
Como ainda não li o livro, eu não entendi o ps 2 de viomundo sobre Privataria Tucana. A peça de ficção é o que está no livro ou o link da IstoÉ sobre Verônica?
Abs

Responder

Marcio

11/12/2011 - 13h24

Azenha

O funcionalismo público do Paraná conhece muito bem e sentiu na pele a doação do Banestado ao Itaú pelo famigerado Jaime Lerner. é só começar a ligar as pontas, desembaraçar os fios e o Amaury terá mais trabalho pela frente..

Responder

priscila presotto

11/12/2011 - 12h47

Comecei a ler o livro.Promete!

Responder

Maisa

11/12/2011 - 11h28

Azenha,
Tudo quanto o Amaury desnuda no seu livro mais recente, já era do conhecimento até do reino mineral, no dizer do Mino Carta. Duas grandes interrogações permanecem sem resposta, quais sejam:
1)por que o PT aceitou matar no ninho a CPI BANESTADO?
2)por que o PT correu em socorro do DANIEL DANTAS na Operação Satiagraha (aliando-se ou alimentando a mídia)?
A mim me parece que para as duas perguntas há somente uma única resposta…(ladroagem/corrpução, no seu estado mais latente).

Responder

Jorge Nunes

11/12/2011 - 11h27

Até agora a mídia está calada.
Movimentação só na internet que fez o livro vender toda a primeira edição rapidamente.
Os Trolls de sempre estão meio perdidos, e socando o ar.

Mas o que impressiona é a censura do setor financeiro-midiático.
O setor financeiro está se transformando perigosamente num poder acima da democracia. Onde a Europa é bom exemplo e os EUA também. Onde se colocam os lucros de poucos acima das necessidades do país.

Aqui no Brasil democrático controla a informação e todo debate é feito em redes sociais e ou em sites como este. A mídia tradicional se comporta de forma pior que a da China, A informação só é utilizada para defender interesses dos ideólogos do setor financeiro.

A única vantagem é que Serra é auto-destrutivo, ele está matando o PSDB. E a oposição não tem outro nome, pois, todos tem que ser homens de confiança do "regime".

Tá podem jogar Luciano Huck como fizeram nos EUA como Ronald Reagan.

Responder

Vera Billie Jean

11/12/2011 - 11h09

Enquanto o Cerra liga para a livraria Cultura tentando conprar todo o estoque dos livros, a Presidenta Dilma esta na Argentina na posse de Cristina!
Que diferenca de nivel, de quem livramos o Brasil!

Responder

Luiz Soares

11/12/2011 - 11h09

A atitude da rede globo, fsp, estadão e veja de não dar uma linha sobre o livro de Amaury Jr., mostra, claramente, o que eles sempre tentaram esconder: estão, com certeza, ligados umbilicalmente ao Serra e FHC. Ou seja: é uma mídia altamente comprometida. Figuras como Ali Kamel foram colocados em seus postos para ficarem vigilantes e ecoarem tudo que for contra o governo, escondendo tudo que for contra o consórcio PSDB/DEM/PPS. Agora, finalmente, caiu o véu totalmente.

Responder

pedro

11/12/2011 - 11h03

cada vez fica mais claro o que foi o governo tucano, apesar de tudo, ou seja de muitos sonhos não se tornar realidade no governo lula, sinto-me aliviado por poder desmascarar essa ratatulha que só foi possível com a queda deles, imagina se ainda tivessem no poder… o Brasil não ganharia nem do sudão em miséria, enquanto uma eleite patrocinada pela midia estaria explicando o inexplicável, ou seja enganado o povo. Mas eis que surgiu um lula no caminho deles e já amargaram tres derrotas eleitorais, isso a Globo não admite! perder para a esquerda no terreno que ela pavimentou com a ditadura que ela apoio e agora vem pousar de guardiã da liberdade de imprensa e da moral e dos costumes que de bom não não tem nada, vide a começar pelas novelas consusmistas e ufanistas. Enfim sou um cidadão comum, sem dinheiro no banco, aliás com dívida em bancos mas tenho um orgulho de ter ajudado a derrotar esses facistas, pintados de neo liberais.

Responder

Delvo de Oliveira

11/12/2011 - 10h38

Nassif, importante trabalho iniciado por ti (e muitos outros, na imprensa onde houve brechas, agora na blogosfera), chegou até o livro do Amaury. O trabalho dele deve ter sido exaustivo e pesado (só recordar a campanha eleitoral e seus enredos…), mas o trabalho de todos virá na sequência, e será muito pesado. Jornal Zero Hora, por exemplo, recém hoje publicou aquela característica notinha perdida no meio do nada… tudo depois de grande estardalhaço (tipo auto-justificativa? habeas preventivo?) lançando manual de ética jornalística em todos os meios que controla – TV, Rádio, Jornal – com direito a presença do Ministro do Supremo Ayres Brito.
Tem muito gato na tuba tratando de escamotear seu envolvimento. E da grande mídia piguenta nada sairá… o trabalho será, mesmo, dos blogueiros.
Vai em frente! Sigam todos em frente! O Brasil merece romper essa cortina de hipocrisia envolvida na nuvem da cumplicidade/participação direta da grande mídia (e seus papagaios repetidores país afora nos pequenos jornais e rádios, por preguiça mental ou posição ideológica) e maus políticos.

Responder

José Vitor

11/12/2011 - 10h17

O problema desse livro (do Amaury) é que ele chuta cachorro morto. O Serra hoje é um sujeito desmoralizado.

No fim das contas, acho que quem mais vai lucrar com o livro são os adversários do Serra dentro do próprio PSDB, e prováveis pré-candidatos em 2014: Alckmin e Aécio.

Enquanto isso, o livro vai ser solenemente ignorado pelos amiguinhos da Dilma (o PIG), que continua com seu esporte favorito: derrubar ministros: a bola da vez parece que é o Pimentel. E a Dilma bobona ainda fica repetindo esse negócio de "liberdade de impensa", que a imprensa usa como "liberdade para a imprensa" (difamar e caluniar pessoas, assassinar reputações, atrapalhar de tudo quanto é jeito o processo de governo brasileiro).

Responder

    SILOÉ-RJ

    11/12/2011 - 12h14

    Pior é que ele aida não está morto, parece até gato que tem 7 fôlego!!!
    Ele sempre vê uma luz no fim do túnel, só que dessa vez a luz, são as labaredas do inferno!!!

Sérgio Andrade

11/12/2011 - 10h16

Querem saber um pouquinho mais antes de comprar o livro? Leiam a Carta Capital desta semana…está sensacional, já A Veja….está sensacionalista…como sempre.

Responder

Álmir

11/12/2011 - 09h47

continuação…
Estou falando só do pessoal do Banco do Brasil. E as teles? E as distribuidoras de energia? E as siderúrgicas? E a terceirização do serviço público? Sao milhões e milhões de vítimas do "enxugamento do estado", que deu errado no mundo inteiro (vide a derrocada do Japão, dos Estados Unidos e da zona do euro)
Depois a burguesada inútil não entende porque perde uma eleição atrás da outra (diz que é por causa do Bolsa-Família), Neo-hipócritas.

Responder

EUNAOSABIA

11/12/2011 - 09h17

A pergunta que não quer calar:

Por que até o momento ninguém do PT ou do governo se manifestou ou pediu investigação do maior escândalo sobejamente comprovado bla bla bla.. com provas até em marte… bla bla bla…????

Os petistas já foram burros, mas isso acabou naquele quarto de hotel em São Paulo…já sacaram que é furada…

Outra coisa, o José Saramago de vocês responde por quantos crimes??? só quatro mesmo?

Responder

    norma

    11/12/2011 - 11h26

    Um delegado da PF, anos atrás investigou e mostrou. A justiça brasileira botou ele pra correr. O que quer vc? uma CPI? Será comprada inteirinha com a grana da qual se fala . Se vc ainda não acordou, os leitores do Amaury, já.

    Zé Francisco

    11/12/2011 - 12h42

    Querido Eunaosabia, você está "carregando" mais do que o usual em suas postagens. Presumo que o livro do Amauri mexeu com seus miolos kkkkk.

    João Paulo

    11/12/2011 - 16h12

    Agora você diz isso, mas acreditou em tudo que aquele bandido João Dias vomitou contra o Ministro Orlando Silva. Não te causou espécie o Orlando ser acusado por um bandido que desviou três milhões em dinheiro público. Além do mais o Amaury Ribeiro ao ser processado requereu exceção da verdade para poder provar E DE FATO PROVOU OS CRIMES DA TUCANALHA.

    P Pereira

    11/12/2011 - 23h55

    Cara, você tem de limpar a boca com creolina antes de fazer qualquer insinuação sobre o Saramago.
    Vá pro inferno!

    SILOÉ-RJ

    12/12/2011 - 01h04

    Pergunta que não quer calar:
    Você já leu o livro???
    Se não??? Então leia!!!
    Quem sabe se dessa vez, você não abandona esse papel ridículo de COITEIRO.

CMundim

11/12/2011 - 08h49

Que Bela Manhã de domingo. Eu preparando depois de um longo ano para finalmente ir para casa e amada Phuket para passar tempo com a familia e uma merecida férias. Este foi um ano de trabalho pesado na África e de muitas mudancas, filhas indo para universidades em dois continentes aparte, meu amado bullmastiff em um terceiro e finalmente depois de três longos anos de 12,000 km de comutacão casa/trabalho/casa, ter a minha esposa ao meu lado. Para quem não sabe o que é a vida de um trabalhador expatriado (por 25 anos) este tempo é de pura felicidade.

Mas hoje eu tenho motivo extra para estar tão feliz e esta felicidade é por causa de um livro, sim um livro que ainda não li e nem sei como irei obter-lo, mas um livro que nem preciso ler pois sei o seu final. Um livro que tem a capacidade de desnudar de vez mitos vazios e jogar luz nas falcatruas e bandidagem financeira que tomou conta do meu amado Brasil. Um livro que pode despertar os incautos eleitores e criar uma Praca Tahrir Paulista e pressionar as nossas 'lerdas' autoridades a tomar algum tipo de acão para ressacir o nosso povo do bem que lhes foi roubado.

Sim, neste domingo estou feliz, pois a grande midia que alimenta a luz do Farol de Alexandria está ficando desnuda, a grande trapaca que tanto fazem para acobertar agora esta acessível ao povo brasileiro em uma linguagem de fácil compreensão e com provas contudentes que nem mesmo a Globo poderá ignorar eternamente.

Este livro tem o potencial de uma mancha da Chevron multiplicada por milhões de barris, ou melhor dizendo de dólares. O livro pode até ser ignorado por semanas, meses ou até quando tivermos um governo que irá seguir a Constituicão na questão da Ley dos Medios e uma (in)justica que seja mesmo Justica.

O grande poder irá fazer de tudo para desconstruir o livro e a pessoa Amaury Ribeiro Jr, mas os blogs sujos estão aí irão jogar LUZ no fosso da roubalheira da privatizacão do FHC e gangue, e estou certo que teremos peritos Molinas e todos os tipos de trapacas para desqualificar o trabalho do Amaury, mas no fim a verdade virá a tona, seja nos mares do Caribe ou nas aguas poluidas do Rio Tiête. Resta a ver se em nome da governabilidade/civilidade entre governos, teremos também o silêncio do Governo Dilma/PT.

Bom domingo a todos e obrigado Amau

Responder

    José Ricardo Romero

    11/12/2011 - 10h30

    O silêncio do PT e do governo LulaDilma já se faz ouvir. A cumplicidade deles é flagrante. O que o Sr. acha de um governo que tem: José Mentor, Delcídio, José Eduardo Cardozo os dois Suplicis, Palocci, o atual ministro das comunicações (cujo nome esquecí, mas não tem importância), entre outros tantos? Um governo cujo presidente foi por duas vezes ameaçado de levar uma surra por lideranças oposicionistas e ficou quieto? Uma presidenta que renomeia o Gurgel e vai fritar omelete na Globo (que simpática!)? É preciso virar a mesa incluindo aí, não apenas esta camarilha da direita, mas o atual governo e, principalmente, todos, sem excessão, os juizes dos tribunais superiores, além de se começar a criminalizar uma das pontas da corrupção, ou seja, os empresários corruptores.

    Scan

    11/12/2011 - 14h49

    Perfeito, José Ricardo.
    Ataca-se aqui a midia golpista sustentada por aqueles que defendemos.
    Onde está, afinal, o inimigo?
    []'s

    Armando S Marangoni

    12/12/2011 - 11h48

    José Ricardo, penso em parte como você. A diferença está na parte em que acredito que há veneno à venda para matar formigas e que as formigas têm sua reprodução (e educação) controladas por quem vende e às vezes aplica o formicida.
    É fácil falar. É fácil escrever.
    O difícil é esperar que algumas formigas grandes estejam dispostas a se martirizarem por uma causa ainda tão frágil, ainda tão desinformada.
    Sinto a mesma angústia, a mesma impotência, mas acredito mais na Marilena Chauí do que no reitor da universidade dela, ou seja, nada que dure se faz de repente ou sem uma autoridade para manter.
    Agora, diga lá, é ou não é uma ação destinada ao fracasso bater de frente contra o poder invisível. Ele precisa ser revelado. Só se pode lutar contra o que se pode ver, ou não?
    Em um dos salões de um dos dois clubes importados de empresários há um cartaz com a inscrição muito apropriada, que diz para fazer seu trabalho bem feito, porque senão as coisas começam a dar errado e quando menos esperar e sem saber de onde, o vento o varrerá. O cartaz está no quadro de avisos próximo da entrada dos funcionários.
    O recado está dado. Não há nenhuma lei, ou jurisprudência conhecida, que impeça que empresários deem bons conselhos.

    Maria Dirce

    11/12/2011 - 13h55

    Gostei do texto.mas vc esqueceu de dizer que enqto o governo federal continuar despejando mulhões de verbas federais em anúncios de publicidade para a revista Veja, jornais, e Globo nada adiantará comprarmos o livro, é como enxugar gelo.O silencio contundente da grande mídia colonista ja diz a muito sua cumplicidade.

    CMundim

    11/12/2011 - 14h33

    Querida Maria Dirce, temos muito pano para manga para falar do silencio do governo mas acredito que o Amaury merece ser o principal tópico dos comentários. Como ponto sobre esta relacão tipo sidrome de Estocolmo sobre as relacões do governo com a midia, gostaria de sugerir o Gilberto Marigoni aqui no blog do Azenha.
    http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/gilberto-

    Só Freud explica e nesta balada,

    Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

Lu_Witovisk

11/12/2011 - 08h08

"Quem o ouve falar, meio guturalmente, não percebe, de imediato, sua argúcia e enorme conhecimento. Além de ter se tornado um especialista nas manobras em paraísos fiscais, nos esquemas de esquentamento de dinheiro, tem um enorme discernimento para entender as características de cada personagem envolvido na trama"

Assisti o vídeo da entrevista e o Amaury é fantástico!! A direita pode até usar o jeitão dele para tentar desacreditá-lo, mas não conseguirá. Ele fala com propriedade, com uma paixão rara de se ver. A-D-O-R-E-I! O jeito simples, pra mim, passa mais credibilidade ainda. Detesto gente ensaboada kkkkkkkk

Ele prestou um grande serviço à sociedade, a casa caiu para a midia e para os envolvidos. O Brasil não será mais o mesmo.

Agora, o Amaury já ta falando num segundo livro, aguardemos!!!

To morta de vontade de ler. Enquanto não dá, vou lendo o que sai por aqui.

Responder

    norma

    11/12/2011 - 11h33

    OBA!!! Ainda tem muita coisa em torno dessa história pra ser dita. … Haja Amaury!

EUNAOSABIA

11/12/2011 - 07h41

Não foi esse senhor que chamou o FA18 Super Hornet de "Carroça Voadora"????…

Tá aí, o avião que ele como "especialista" em aviação mandou comprar nem mesmo seu país de origem compra, somente a França usa o super avançado e super poderoso Rafale….. a Dassault está próxima de falência… por conta do grande sucesso de vendas Rafale… deve ser por isso que a FAB quer o FA18… por ser mesmo uma carroça voadora….

Credibilidade…

Li alguma coisa também, em algum lugar, de que Fernando Henrique, segundo ele, não tinha cultura alguma, que não entendia nada de coisa alguma, e que tudo que FHC falava de economia era o que lia nos artigos dele e repetia depois… meu Deus… acho que li algo assim…FHC foi eleito por publicação especializada internacional um dos 10 intelectuais vivos mais importantes do mundo…..

PS1 do ENS: Quando fiz este comentário aqui, alguns fanáticos e com baixíssimo grau de informação ou formação escolar adequada, me meteram o malho com suas costumeiras sandices verborrágicas…""É, essa instituição é mantida por sionistas radicais de direita, esses judeus criminosos é que, faz parte do Ti Parti de Sara Palin e dos direitistas estadunidenses…. … bla bla bla…

PS2 do ENS: Na verdade foi essa mesma instituição que listou FHC como um dos mais importantes do mundo, que também destacou a importância do Brasil e elogiou Celso Amorim, isso foi publicado aqui.. e eles então…. .. """"Essa instituição é uma das mais sérias, respeitadas e reconhecidas do mundo (foi a mesma que elencou FHC), esse organismo apesar de ser estadunidense é um órgão de esquerda e progressista, muito obrigado presidente Lula, eu estou aqui chorando de emoção, estou indo as lágrimas, obrigado amado e eterno presidente Lula, hoje em dia andamos de cabeça erguida, graças ao nosso eterno e amado.. bla bla bla…""""

Volto depois ao tema do comentário, não li uma linha se quer… só fiz este comentário para mostrar que minha memória é muito boa e não costumo ser seletivo.

Nota: A carroça voadora foi projetada para substituir um dos aviões mais revolucionários e eficientes já produzidos na história da aviação daquele país, a carroça voadora veio para substituir simplesmente o lendário F14 Tom Cat…. acho que maior potência militar do planeta enloqueceu mesmo….é muito amadorismo….carroça voadora….

Responder

    ZePovinho

    11/12/2011 - 12h29

    Você devia dar aulas para o Nassif,EUNAOSABIA.Como eu sou amigo dele,vou mostrar suas perorações ao turco.

    EUNAOSABIA

    11/12/2011 - 13h10

    França manda primeiro-ministro salvar Rafale

    Os franceses não desistem: primeiro, conversaram esta semana com o ministro Celso Amorim (Defesa) preparando a visita ao Brasil, quarta (14), do primeiro-ministro François Fillon, que vai discutir com Dilma a crise do euro e a adiada compra dos caças de combate Rafale, que ninguém quer. Se o Brasil tem grana para emprestar ao FMI, a França supõe que poderá levar ao menos US$ 4 bilhões pela venda dos caças.

    Desesperados… o senhor está vendo que eu não minto e não invento nada por aqui????

    ZePovinho

    11/12/2011 - 14h16

    Esses contratos mudam,André Araújo.Os países árabes que iriam comprar o Rafale também disseram a mesma coisa e refugaram.
    O problema da jaca Super-Hornet é que não se pode confiar em americanos.O Chile,por exemplo,para poder usar os mísseis que vêm com o avião, teve de aceitar que eles ficassem armazenados nos EUA.Além disso,só poderiam usá-los com a autorização de lá.
    Isso não é um problema exclusivamente tecnológico ou técnico.Você é quem acha que tecnologia é algo puro e isento de opções políticas porque é um ideológico neoliberal e baba-ovo dos americanos
    Você é tão de direita e tão americanóide que só usa internet explorer.

    Armando S Marangoni

    12/12/2011 - 11h20

    O AA está demorando para juntar as informações. A fonte dele deve estar ocupada com outros afazeres.
    E aquele negócio de não dar voz aos desviadores de atenção? Só pergunto porque gostaria de saber não ligar para eles. A coceira é irresistível. Eles são mesmo bons nisso.
    O ZéPovinho fala pouco para concluir. O bastante.

    francisco.latorre

    12/12/2011 - 20h24

    o mané vem falar de rafale.

    pois é. desespero pra mudar o assunto.

    delícia ver os baratas baratinados.

    ..

    EUNAOSABIA

    11/12/2011 - 13h43

    Zepovinho… velho… eu já notei que vós micê me admira…o que eu acho perfeitamente normal, aliás.

    Na época em que surgiu a informação de compra de avião de caça pelo Brasil e o Rafale foi incluído na disputa, eu procurei em sites especializados maiores informações sobre este modelo, na verdade ele é muito parecido com o FA18 em seu desempenho, tem mais semelhanças do que diferenças, o problema do Rafale é o histórico de abandono pela Dassault em manutenção de suas aeronaves vendidas, mas principalmente o preço, elevado demais em relação ao Gripen e ao FA18.

    Somente depois de me informar melhor é que eu percebi porque o Rafale é tão caro, o Rafale é caro por sua produção ser muito pequena, e sua produção é muito pequena por ser muito caro. Entendeu? é um ciclo vicioso.

    O senhor como postulador ao lado de Mainard Keynes, da Teoria dos Jogos do MIT, e obviamente familiarizado com a teoria micro econômica, deve saber muito bem o que é "economia de escala", quanto mais você produz de um bem, mais o seu preço cai, (as curvas de custo médio e custo marginal caem enquanto a produção aumenta), entendeu agora porque o FA18 é muito mais barato que o Rafale??? o motivo é este, os EUA compram milhares de FA18 para suas forças, e os Rafales acho que só venderam 200 unidade para a França.

    Então o que ocorre com o Rafale é isso… "seu preço é alto porque ele vende pouco, e ele vende pouco pois seu preço é alto"… ciclo vicioso explicado por teoria micro econômica pura e aplicada. O senhor certamente sabe do que falo.

    Sem mais para o momento, estou ao dispor para debater com o nobre comentarista sobre o tema.

    Rogério

    14/12/2011 - 10h29

    ""seu preço é alto porque ele vende pouco, e ele vende pouco pois seu preço é alto"…

    Então por que eles não fazem uma promoção para começar a vender muito? hehehehehe

    Ricardo JC

    11/12/2011 - 22h01

    O livro do Amauri incomodou mesmo. Falar da compra de aviões e ainda babar ovo do FHC (ele pode ser um grande intelectual para os neoliberais que editam a "publicação especializada", mas para mim ele não passa de um lambe-botas dos americanos…a diferença é que agora temos prova do porquê!!!) em cima de um post sobre o livro do ARJ é dose!!!

Robson Porto

11/12/2011 - 07h28

"Ou seja, não há NENHUMA probabilidade de que o dinheiro que entrou pelas contas de Verônica provenha de fontes legítimas, formalizadas, de negócios legais"

Ou seja, digo eu… cana para Pai e Filha. Um bando de canalhas, incluindo o Sr. FHC, roubou o Brasil nas fuças da grande Imprensa e ninguém viu nada. Pensando melhor, cana para Pai e Filha e também para as Famiglias midiáticas.

Responder

Edna Thomazella

11/12/2011 - 06h38

Nassif
O que mais me surpreende e me envergonha é a a parcialidade de quem poderia colaborar sobremaneira na construção desse país. O papel histórico do livro do Amaury se torna de grande importancia. Sugiro que seja inclido nos currículos escolares do estado de São Paulo, quem sabe poderemos aliviar em parte esse cancer da corrupção.
Sou leitora assídua de seu blog e muitos de seus artigos e comentários de suas sugestões musicais levo para os bancos escolares.

Responder

Yes we créu !!!

11/12/2011 - 05h18

Fico aqui imaginando o que Serra farah para defender sua candidatura a prefeitura de SP, considerando que esse foi o tiro de misericordia na carreira politica dele.

Responder

elohane rj

11/12/2011 - 05h01

"E agora José? A festa acabou, a luz apagou e opovo sumiu… Você marcha Jose. José para onde?
Só que você se esqueceu que no " Meio do caminho tinha uma pedra",… essa pedra chama-se Amaury, Mino Carta, Nassif, Azenha,PHA, Brizola Neto e outros tantos que nunca deixaram a esperança morrer, alimentando a nossa esperança de um dia este país conhecer a sua face verdadeira cara, sem a máscara do PIG, dos vendilhões, dos ilusionistas de plantão que moram num outro planeta, na venus platinada com os escribas farisaicos e suas revistas fantasiosas. Parabéns blogueiros e viva o povo brasileiro e nossa presidente Diilma!

Responder

    Outro Antonio

    11/12/2011 - 13h44

    Olha, eu vivo em SP. Aqui a gente tem Maluf, que é um ícone do banditismo do colarinho branco. Ele roubou muita grana do Estado de São Paulo. E tem muita gente do povo que defende Maluf dizendo que ele rouba mas faz. É certo que é um povo otário. Mas o sujeito até hoje é deputado federal, e um dos mais votados. Dá para entender? No Brasil, Maluf não foi preso, mas não pode sair do País, sob pena de ser preso pela Interpol e ser levado para os EUA, onde é condenado por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e mais alguma coisa que não me lembro. Então, não tenha tanta esperança de que o bandido está morto.

Almir

11/12/2011 - 02h24

A nossa marcha contra a corrupção não terá vassouras. Terá gaiolas, cheias de tucanos (de papel mesmo, pra não dar problemas com o IBAMA).

Responder

SILOÉ-RJ

11/12/2011 - 01h05

Baseadas em que livro, as "mocréias do BOTOX", farão agora suas reunões???

Responder

    CMundim

    11/12/2011 - 10h26

    Siloé imagino um dialogo daquelas 'Damas da Alta Sociedade' comentando o livro do Amaury:

    Reporter: O que a senhoras acharam do Livro do Amaury?

    Lady Saint Paul: Querido que absurdo, com que audácia este carioca invejoso está falando do nosso amado e letrado Fernando Henrique, vocês cariocas deveriam já saber que não existe corrupcão em São Paulo, aqui é puro trabalho de nossa elite, Siiim nós fazemos o futuro do Brasil, pois qual país que não precisa de uma elite. Aqui nos Jardins nós temos é pagamento de comissão por servico de consultoria, de facilitacão empresarial e introducão de renomados empresários estrangeiros que somente querem o bem do Brasil.

    Reporter: O Amaury Ribeiro Jr é Mineiro.

    Lady Saint Paul: Mas Minas não é um um distrito do Rio de Janeiro, pensei que o Dr Aécio é governador do Rio.

    Reporter: Não, ele era governador de Minas, governando do Rio.

    Lady Saint Paul: Enfim querido, nós aqui nos Jardins adoramos os pobres, mas classe é classe e nós somos uma sociedade evoluida e convenhamos que aqui todas as minhas amigas estão preocupadas com o destino do Brasil, com esta roubalheira que está acontecendo agora, estamos preocupadas com o seu progresso sem esquecer o verde que trouxe a nossa privatizacão, ah! com nós adoramos o verde e o azul, principalmente o verde do American Dollar e o azul brilhande do mar caribenho, onde os servicais são treinados para servir-lo com a classe que somente os ingleses possuem, nada destes nordestinos baixinhos e feios.

    Reporter: Mas segundo o Amaury a privatizacão não foi a melhor saída para o Brasil?

    Lady Saint Paul: Isto é coisa de jornalista de pasquim meu filho, vocês brasileiros devem reconhecer que nós Paulistas descobrimos a melhor saída do Brasil, o Aeroporto Internacional André Franco Montoro, vulgarmente conhecido como Guarulhos, aquela periferia do outro lado do Tietê.

    Descobrimos que é a melhor mala é a da Louis Vutton, aquela que você acha na Daslu, esta nem a alfandega tenta abrir e este negócio de evasão de divisas é pura mentira, primeiramente porque o poquê o nosso dinheiro ganhado através do trabalho duro adveio das comissões de facilitacão principalmente na epóca da privatizacão, dinheiro que nunca entrou no Brasil e se não entrou como é que podem sair? Imprensa Marrom, meu filho.

    oh Sebastiana, trás mais chá com uns biscoitos, o chá é o Earl Gray Tea, aquele que eu trouxe da minha última viagem de Londres e os biscoitos somente os amanteiguados francês, mais prepara rápido viu filha…

    —-

    O negócio é mesmo rir para não chorar e VIVA O AMAURY RIBEIRO JR! Antes tarde do que nunca.

SILOÉ-RJ

11/12/2011 - 01h01

Da década não, do MILLENIUM, inclusive o instituto!!!

Responder

José do Ceará

11/12/2011 - 00h59

Esse livro faz justiça a muitos funcionários dos Bancos estatais(BB-BNB-CEF-BASA) e da Petrobrás que foram perseguidos,injustiçados,demitidos imotivadamente no nefasto periodo tucano(1995-2002).Muitos não suportando a excessiva pressão e preseguição a que estavam submetidos,cometeram SUICIDIO.Enquanto isso tudo de ruim estava acontecendo, esses caras enchiam os bolsos ? Quem vai se responsabilizar pelas vidas que se perderam? Vejam ,quão nesfastos são esses tucanos..A justiça começou a se feita….

Responder

    Álmir

    11/12/2011 - 09h40

    José do Ceará
    Só no Banco do Brasil foram mais de 36.000 demissões "voluntárias"". A coisa funcionava assim:instituíram uma Avaliação de Desempenho Funcional (ADF), onde eram estabelecidas metas desempenho individual que nem o Super-Homem conseguiria cumprir.
    Dos relatórios da ADF eram "selecionados" funcionários para "correr o mundo", isto é transferidos ex-oficio para agência a milhares de quilômetros de onde trabalhavam. Seis meses depois, outra transferência do mesmo funcionário, sabe lá Deus pra onde, até matar o infeliz no cansaço e obrigá-lo a aceitar a demissão "voluntária".
    Assinado o PDV, o infeliz recebia uma "indenização": parte das contribuições recolhidas à Previ e ao FGTS, ou seja, um dinheiro que já era do funcionário, que os neoliberais chamavam de indenização".
    Daí o infeliz botava um negócio com a "indenização" (geralmente um comércio), que quebrava antes da virada do ano – afinal o País amargava uma recessão brutal e não havia consumo pra segurar esses novos "empresários".

    Morvan

    11/12/2011 - 21h44

    Boa noite.

    Álmir, vossa mercê descreveu perfeitamente o "PDV" (muitos o chamavam, jocosamente, de "Plano de Demissão do Vagabundo"). Com os funcionários públicos do Estado do Ceará, o PDV funcionava nos moldes que você tão bem descreve e eu dou um adendo: muitos que requereram o tal de PDV quebraram não só por causa do período (que era – por assim dizer – perverso), mas por também não terem qualquer tino comercial. Alguns só sabiam fazer trabalho burocrático. É natural que quebrariam; aqui no Ceará, o Tasso [Tenho Jatinho…] fez um bocado de estrag., digo, de "felizes pedevistas" e um amiguinho dele, condenado recentemente (Byron Queiroz), por falcatruas no BNB, tem um bocado de suicídios para se vangloriar… tucano é tucano em qualquer parte.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    simas

    15/12/2011 - 23h51

    Mas… cara, funcionário do BB sempre foi vagabundo e burro. Tdo bem q concorrera com cerca de 100 mil, em concurso público; tdo bem q, em passando, tomava posse em outro extremo de sua naturalidade; tdo bem… q, pra salvar o próprio bco da obrigação de complementar aposentadorias, por contrato de trabalho, tenha aceito participar de uma tal PREVI – entidade particular, sem fins lucrativos e destinada a complementar aposentadorias de seus… participantes. Tdo bem… Mas, concordar, agora, nessa atualidade pós-neoliberal, em repartir a grana do fundo com o bco-patrocinador, q patrocinou à título de salário indireto… é coisa de vagabundo e burro, heim? Pq é isso, q os gov's do PT vêm praticando, com atitudes autoritárias e ilegais, ao tomar metade dos superavits, em seu próprio benefício e em detrimento dos velhinhos e velhinhas… aposentados ou viúvas. Depois, em tempo de eleição, correm pra pedir voto e trabalho aos burros, vagabundos ou vagabundos, burros. Além do mais, Morvan, PDV é coisa atual no BB… risos Uma questão de lógica, de mercado… Vamos nos desfazer de funcionários, antigos e caros; trocando-os por novos e mais baratos… Como o próprio Pres Lula já afirmou, ao elogiar o funcionalismo, q teria desempenho e dedicação, ao preço de qq…. bancário. Ironia, não?

Fabio_Passos

11/12/2011 - 00h32

desconfio que, assim como daniel dantas, fhc e serra vão precisar dos "serviços" ultra-rápidos de gilmar mendes…

Responder

    norma

    11/12/2011 - 11h42

    Ah se fosse possível ter acesso ao processo criado pelo Protógenes Queiroz…2/3 do Congresso e da Justica estaria na cadeia… Eles são o câncer da sociedade brasileira.

Deixe uma resposta