VIOMUNDO

De volta, o homem do Cansei: Privatizar, extinguir ciclovias…

22 de janeiro de 2016 às 10h38

Captura de Tela 2016-01-22 às 10.32.20

O casal quer governar São Paulo. Boa sorte

Pré-candidato tucano chama Lula de “sem vergonha”

Por Cristiane Agostine, no Valor, sugerido pelo BDF

“Esse aí é cristão novo, chegou agora, riquinho, coxinha, caiu do céu, quer sentar na janelinha”.

Com uma camisa azul clara colada ao corpo, calça jeans, sapatênis claro e cabelos alinhados com gel, João Doria Junior lista a uma plateia de cerca de 50 pessoas, na noite de quarta-feira, o que tem ouvido sobre sua qualificação mesmo dentro do PSDB, desde que lançou sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo, em agosto de 201 5.

Em uma sala da Casa do Saber, na capital paulista, Doria rebate as críticas ao falar que sua trajetória é marcada pela “dedicação e luta pelo bem do país” e lembra de sua atuação no Movimento Cansei, em 2007 , contra a CPMF.

“Protestei contra aquilo que hoje virou juizado de pequenas causas, que foi o mensalão do Lula. Eu o classifico como um sem-vergonha. Lula é um sem-vergonha. Ainda vai pagar pelos crimes que cometeu e continua sendo um sem-vergonha”. O tucano continua. “E cara de pau. Cara de pau. Vai pagar”.

Na palestra de duas horas, Doria xingou Luiz Inácio Lula da Silva mais uma vez como sem-vergonha e outras três como cara de pau, poucas horas depois de o ex-presidente ter dito que não havia “viva alma mais honesta” do que ele.

Depois de dizer que tem percorrido a periferia, reduto eleitoral do PT, afirma que sonha em ver Lula “antes de ser preso” defender o prefeito e pré-candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT).

A plateia, com sua esposa, o filho mais velho e cerca de 20 aliados, vibra.

Pouco depois, Doria ressalta que conta com o apoio do governador Geraldo Alckmin, principal cabo eleitoral de São Paulo.

“Ele sempre foi muito claro: viabilize sua candidatura e terá o meu apoio. Foi o que eu fiz. Eu o conheço há 36 anos”, diz. “Evidentemente tenho a simpatia, a amizade e a relação e estamos viabilizando a candidatura dentro do partido”, diz.

Em busca de apoio na disputa interna do PSDB para a escolha do candidato à prefeitura, o tucano acena a Alckmin e diz que o governador é o nome “com decência” no partido para disputar a Presidência em 2018.

“Nada contra Aécio [Nev es] ou [José] Serra, mas para enfrentar o populismo de Lula, precisa ter alguém com a decência, a simplicidade e a força de Alckmin. Senão volta o Lula e vamos ver a desgraça para esse país”.

A presidente Dilma Rousseff é citada como a “senhora” que mentiu e que o país “tem que aguentar”. Petistas são classificados como “bandidos”. “O Brasil é nosso. Senão vai entregar para quem o Brasil? Para os bandidos, corruptos, sem-vergonha, o Dirceu e essa corja que escreve manual, como usurpar, como mentir, como assassinar? Vai ver o que aconteceu com Celso Daniel. Quantos morreram”.

Apesar de ter o governador como um importante cabo eleitoral, Doria cita, mais uma vez, a resistência que tem encontrado contra sua pré-candidatura.

No fim de fevereiro, o tucano deve disputar prévia com o vereador Andrea Matarazzo e o deputado federal Ricardo Tripoli.

“Sofri críticas até dentro do meu partido. Não tem problema. Não faço campanha para ser adulado, esse aí é o rei da cocada. Eu não quero ser o rei da cocada preta”. A expressão é repetida pelo pré-candidato ao falar sobre os desafios de comandar a cidade.

“Não sou o rei da cocada preta, nem o sabichão de plantão, nem o que vai resolver os problemas da cidade. Vamos resolver conjuntamente.”

Criticado também pelo “pouco conhecimento” sobre a cidade, Doria ironizou seus adversários no partido.

“Não tem isso de ‘conheço tudo da cidade’. Os guias também conhecem. Então põe um guia para administrar a cidade. Ou então põe um GPS para administrar”.

Na palestra, “decência”, “trabalho” e “gestão” são palavras repetidas com frequência.

Apesar de ser chamado de “coxinha”, Doria diz que tem ido com frequência à periferia “não mais por obrigação, mas por prazer”.

Uma de suas principais propostas é privatizar “conscientemente” tudo o que for possível.

De imediato, cita o autódromo de Interlagos e o estádio do Pacaembu, mas a lista será maior. ” O setor privado faz melhor que o público. Paga melhor, tem carreira, coisa que o Estado não tem”.

As ciclovias e ciclofaixas, marcas da gestão Haddad, serão revistas e “eliminadas onde tiver que eliminar”. O fechamento da avenida Paulista aos domingos é um erro, “falta de inteligência” e “provocação”, diz o tucano.

“É sorvete na testa”. “A cidade fica congestionada, os hospitais em sofrimento e prejudica milhões de brasileiros que moram aqui. Era só fechar uma via. É o óbvio ululante”.

O programa de assistência social aos dependentes químicos da Cracolândia também é alvo de críticas. Para Doria, o programa que dá emprego e renda aos drogados só fez aumentar o preço da pedra de crack na cidade. A solução, diz, é tirar da rua e internar. “Não é higienização humana”, afirma o tucano.

Questionado sobre a ação da polícia na repressão de protestos, Doria diz que a obrigação do Estado é “manter a ordem” e que “sinceramente a PM tem melhorado e aprimorado” no controle de manifestações. “É preciso ter um processo educativo da imprensa e verificar que nem sempre a boa manchete é aquela que condena o policial”, diz.

Leia também:

Lula, agora mais à esquerda

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

18 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edivaldo

23/01/2016 - 05h58

Eu queria ver a carteira de trabalho deste famigerado senhor do psdb( partidinho blindado pelo mercado, midia.

Responder

Luiz Antonio de Lucas

22/01/2016 - 21h15

Impossivel nao rir com essa pretensao!Sao Paulo é o centro do Brasil e aqui nao há espaço para uma figura dessas!Duvido que consig
a representatividade no eleitorado,um almofadinha destes!

Responder

Esousa

22/01/2016 - 20h39

Coerente e corajoso. Se falar assim no programa eleitoral, será a primeira vez que verei um tucano sincero, sério, autêntico.
Só não votaria nele.

Responder

Joseph Gerald Washington

22/01/2016 - 18h30

Temos aí o DONALD TRUMP versão tupiniquim, e como sempre não lhe faltarão IDIOTAS do TEA-PARTY a lhe apoiarem.

Responder

    Lucia

    24/01/2016 - 01h02

    Boa!

Marcão

22/01/2016 - 18h01

…“O Brasil é nosso”… sabe q este trecho me fez pensar… nosso de quem? do PSDB dos coxinhas??? de quem, seja lá de quem for: o inclui já que nós reflete a primeira pessoa do plural, logo ele estaria incluso…
Quem seriam os donos do Brasil?? curiosa esta afirmação. nos conte mais suposto candidato!

Responder

Nelson

22/01/2016 - 16h48

É incrível como aparece gente desprezível na política brasileira.

Responder

Carlos Roberto

22/01/2016 - 14h36

Pronto ele mostrou sua cara: é contra ônibus que circulam nas faixas, contra a ciclo via, contra dar apoio aos mais carentes , odeia o Lula, João Darth Vader Dória Junior é isso aí e … o povo.
Pelo menos ele mostrou sua cara de coxinha

Responder

Luiza

22/01/2016 - 13h32

É de embrulhar o estômago de qualquer um saber o que pensa, o que abunda na cabeça desse pulha do psdb, candidato de ocasiao.. É o candidato “Dória-camarão”.
Esse sujeiro é um insulto ao bom senso e à decência. Triste é que vai ter votos, tenho certeza..
Pobre povo !
É nisso que dá um pais de 515 anos colonizado e que se dedica a produzir ignorância negando educação de qualidade ao seu nacional desde o nascimento. E isso foi muito bem planejado para ser exatamente do jeito que é: um país rico mas com povo totalmente alienado, excluído do debate político, sem nenhuma noçao de cidadania e raciocínio crítico.
Mas nao atoa. Um país rico como o Brasil nao podia jamais, na visao do sistema financeiro mundial anglo americano, ter consciencia do seu potencial e da sua força. Tinha mesmo é que ser essa “coisa”, essa “massa acrítica” para possibilitar a dominaçao/escravidao eterna à custa do confisco de quase todo orçamento público, produto genuíno do trabalho, para pagar os juros de uma dívida pública, só os juros, que nem 20% dela se comprova existir legalmente, através de documentos apresentados na cpi da dívida realizada em 2009/10.
Srs comentaristas, a saída do Brasil é fazer a auditoria da dívida pública, acreditem. Vou deixar o link abixo para que voces entendam do que se trata. Assistam porque vale muito a pena. Deem essa chance à voces mesmos, principalmente, porque corremos um sério risco do nosso Banco Central tornar-se independente, o que representaria a maior desgraça para o Brasil e para os brasileiros, podem acreditar. O vídeo abaixo é rápido e bem resumido:
Link https://www.youtube.com/watch?v=FSSBLlFKvEc
Se quiserem saber mais: https://www.youtube.com/watch?v=hIMVtZ4v8ck
OU busquem no youtube por “maria lucia fattorelli 2015″
Envie essa notícia para os seus contatos. Nós brasileiros temos que comprar essa luta da auditoria da dívida pública para que haja saída para o nosso país e ele nao morra pobre e o seu povo condenado a miséria extrema.

Responder

FrancoAtirador

22/01/2016 - 13h06

.
.
A Paulicéia Desvairada
.
está bem de Candidatos:
.
Bolsonaro Presidente!
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    22/01/2016 - 14h47

    .
    .
    Ode ao Burguês
    .
    Eu insulto o burguês!
    O burguês-níquel, o burguês-burguês!
    A digestão bem-feita de São Paulo!
    O homem-curva! O homem-nádegas!
    O homem que, sendo francês, brasileiro, italiano,
    é sempre um cauteloso pouco-a-pouco!
    .
    Eu insulto as aristocracias cautelosas!
    Os barões lampiões! Os condes Joões! Os duques zurros!
    que vivem dentro de muros sem pulos;
    e gemem sangues de alguns mil-réis fracos
    para dizerem que as filhas da senhora falam o francês
    e tocam os “Printemps” com as unhas!
    .
    Eu insulto o burguês-funesto!
    O indigesto feijão com toucinho, dono das tradições!
    Fora os que algarismam os amanhãs!
    Olha a vida dos nossos setembros!
    Fará Sol? Choverá? Arlequinal!
    Mas à chuva dos rosais
    o èxtase fará sempre Sol!
    .
    Morte à gordura!
    Morte às adiposidades cerebrais!
    Morte ao burguês-mensal!
    Ao burguês-cinema! Ao burguês-tílburi!
    Padaria Suissa! Morte viva ao Adriano!
    “-Ai, filha, que te darei pelos teus anos?
    -Um colar… -Conto e quinhentos!!!
    Mas nós morremos de fome!”
    .
    Come! Come-te a ti mesmo, oh gelatina pasma!
    Oh! Purée de batatas morais!
    Oh! Cabelos nas ventas! Oh! Carecas!
    Ódio aos temperamentos regulares!
    Ódio aos relógios musculares! Morte à infâmia!
    Ódio à soma! Ódio aos secos e molhados!
    Ódio aos sem desfalecimentos nem arrependimentos,
    sempiternamente as mesmices convencionais!
    .
    De mãos nas costas! Marco eu o compasso! Eia!
    Dois a dois! Primeira posição! Marcha!
    Todos para a Central do meu rancor inebriante
    Ódio e insulto! Ódio e raiva! Ódio e mais ódio!
    Morte ao burguês de giolhos,
    cheirando religião e que não crê em Deus!
    Ódio vermelho! Ódio fecundo! Ódio cíclico!
    Ódio fundamento, sem perdão!
    .
    Fora! Fu! Fora o bom burgês!…
    .
    Mário de Andrade
    [Da Paulicéia Desvairada (1922)]

    (http://www.horizonte.unam.mx/brasil/mario4.html)
    .
    .

    FrancoAtirador

    22/01/2016 - 19h17

    .
    .
    MONÓLOGOS
    .
    (https://youtu.be/IO3WY6TwxzA)
    (https://youtu.be/1i_zSa7F2Wg)
    .
    .

Mauricio Gomes

22/01/2016 - 12h37

Com todo respeito aos paulistanos, mas se esse excremento for eleito prefeito em vez do Haddad então a cidade tem mais que sifu mesmo. Esse energúmeno fascista deveria ser é investigado, para sabermos a origem de sua propalada fortuna. Com certeza deve ter algo de bem podre ali…

Responder

Antonio

22/01/2016 - 11h55

Bizarro..
Logo entra no bonde do Datena e pula fora tb.

Responder

LUIZ

22/01/2016 - 11h46

Se São Paulo trocar Haddad por essa “coisa” ai, será melhor trancar São Paulo e jogar a chave fora. Coxinhas, tenham juízo. Apesar de SP ter se tornado a terra da insensatez, ainda tem muita gente que pensa nessa cidade. Esse projeto de iena (anda sorrindo e adora carniça) cruzado com Dragão de Comodo (baba veneno), chamado Dória, vai ser a desgraça de SP. Isso é o reflexo da ignorância política e o puro oportunismo barato. O PSDB não tem projeto para o Brasil. Ele tem projeto para seus integrantes, quais sejam, transformar o Brasil e brinquedinho deles. Responsabilidade irmãos Paulistanos. Depois não adianta reclamar.

Responder

Listerix

22/01/2016 - 11h03

Juro de pé junto que prefiro ser governado por Chiquinho Scarpa e Vera Fischer do que por esses seus clones que aparecem nessa foto.

Responder

    Junior Leme

    22/01/2016 - 13h02

    Hahahahahaha! Salvou meu dia ! Hahahhahahhaa

Sidnei Brito

22/01/2016 - 10h55

O pessoal que idolatra os Estados Unidos pode começar a vibrar: já temos o nosso Donald Trump!
E teve gente que pensou que o pior poderia ser o Datena, ou o Russomano, ou os “Levys Fidelix” de sempre! (Com todo respeito ao Levy Fidelix, é claro!)

Responder

Deixe uma resposta