VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA

11 de julho de 2013 às 18h31

A Booz Allen, que deu consultoria ao governo de Fernando Henrique Cardoso

em  Carta Maior

O Congresso tomou a decisão incontornável diante de sua obrigação soberana: por iniciativa da Senadora Vanessa Grazziotin, do PCdoB, será instalada uma CPI da Espionagem  para investigar a base de operação da CIA que operou diuturnamente em território brasileiro, pelo menos até 2002.

A sociedade tem direito de saber o que ela monitorou e com que objetivos. Há outras perguntas de vivo interesse do momento político nacional, que uma CPI não pode ignorar. O pool de espionagem apenas coletou dados no país ou se desdobrou em processar, manipular e distribuir informações, reais ou falsas, cuja divulgação obedecia a interesses que não os da soberania nacional? Fez o que fez de forma totalmente clandestina e ilegal? Ou teve o apoio interno de braços privados ou oficiais e mesmo de autoridades avulsas? Ainda opera?

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito tem a obrigação de se debruçar sobre essas e outras indagações, de evidente relevância nos dias que correm. Há, ainda, coincidências que gritam por elucidação. A empresa que coordenava o trabalho de grampos da CIA, a Booz Allen, na qual trabalhava o agente Snowden, é uma das grandes corporações de consultoria mundial.

No governo FHC, ela foi responsável por estudos estratégicos contratados pela esfera federal. Inclua-se aí desde o “Brasil em Ação” (primeiro governo FHC) até o “Avança Brasil” (segundo governo FHC) e outras, como as dos programas de privatização e de reestruturação do sistema financeiro nacional, com o descarnamento dos bancos públicos.

Vale repetir: a mesma empresa guarda-chuva do sistema de espionagem que operou no Brasil até 2002, a Booz Allen, foi a mentora intelectual de uma série de estudos e pareceres, contratados pelo governo do PSDB, para abastecer uma política de alinhamento (‘carnal’, diria Menen) do Brasil com a economia dos EUA.

A turma da versátil Booz Allen trabalhava em segmentos estanques? Ou aqueles encarregados de assessorar o governo tucano também coletavam informes do interesse imperial no país?

 

39 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Gino Barcal

06/09/2013 - 04h51

A Sua Excelência
Senhora Dilma Vana Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

Gino Barcal
[email protected]
Fone: (972) 54-903-7576
Po Box: 11426
61116
Tel Aviv-Israel
Website:
https://www.facebook.com/pages/Neural-Weapons-RNM-Remote-Neural-Monitoring/309180162561405

Tel Aviv, 29 de Agosto de 2013.

Denúncia e Pedido Urgente.

Excelentíssima Senhora Presidenta da República Federativa do Brasil Dra. Dilma Vana Rousseff,

Emenda as Denúncias Apresentadas nos dias 24 de Abril de 2012, 15 de Maio de 2012, 15 de Outubro de 2012 e 28 de Janeiro de 2013 (todas com protocolo da Delegacia da Polícia Federal em Curitiba) e outros enviadas via e-mail.

Venho através desta solicitar a sua atenção e ajuda em um caso de Extrema Urgência relacionado a tortura e tentativa de assassinato que requere atenção imediata.

O objetivo deste relato é pedir para que a Sra. apresente este caso ao povo brasileiro em um Comunicado Especial da Presidência, nesta Sexta-Feira durante a abertura do Jornal Nacional das 20:00 horas, e que este comunicado seja transmitido a cada duas horas até as 24:00 horas do Domingo (as fotos dos procurados devem ser apresentadas ao povo brasileiro durante o comunicado), e a importância de combater atos de terrorismo deve ser salientada ao máximo.

Este caso deve ser transformado em Prioridade Máxima da PFB e ABIN, existem crianças entre as vítimas.

Estou sendo torturado por psicopatas que identificaram-se através do sistema de Monitoramento Neurológico Remoto (RNM) como Ariel Zugman (Eichmann), Ana Zugman, Ilan Zugman, Tali Zugman, Salmo Zugman (médico-Mengele) e Fernando Potrik (o mesmo teve participação nas torturas da quadrilha durante uma visita na casa dos psicopatas (reside em São Paulo capital na casa da Sra. Sandra May); Favor verificar passagens de avião e ônibus do Fernando Potrik durante os meses de Abril e Maio 2012; Ele deve ser submetido a hipnose (o mesmo após ter me torturado através do RNM durante uma noite inteira, cruzou o meu caminho na rua XV de Novembro após o Ariel Zugman (Eichmann) ter me avisado através do RNM que eu o veria dentro de um minuto).

Através do Sistema de Monitoramento Remoto é possível torturar, manipular, intimidar e até mesmo assassinar empresários competidores e representantes do governo.

Os membros da quadrilha utilizam durante as torturas nomes de amigos de infância porque são rejeitados sociais, e a Ana Zugman durante as torturas pretende ser uma menina maniaca psicopata sexual.

A parte mais asquerosa é o assédio sexual, os dois são um casal que procura através do RNM parceiros para satisfazer suas fantasias sexuais, e com certeza este foi o principal motivo que os levou a iniciar este monitoramento e tortura; São maníacos psicopatas sexuais obcecados e estão me torturando remotamente há mais de dezoito meses, com comentários abusivos relacionados a partes íntimas do meu corpo, tortura psicológica diurna e principalmente noturna, motivação ao suicídio e invasão de privacidade total com comentários cruéis e promíscuos, invasão de e-mails e conexões de internet em geral.

Os mesmos através do sistema RNM estão invadindo e manipulando todo e qualquer raciocínio, pensamento ou memória que passa pelo meu cérebro e me torturando fisicamente através de uma agressão direta ao meu sistema digestivo bloqueando o meu intestino e destruindo o meu figado e rins.

Este sistema de monitoramento e tortura pode enviar diretamente sinais codificados para o córtex auditivo do cérebro, ignorando a orelha, e também transmite comandos para o subconsciente do torturado, produzindo distúrbios visuais, alucinações visuais, manipulando e lendo as emoções, pensamentos, memórias e sonhos a distância, e pode causar dor a qualquer nervo do corpo.

Esta tecnologia zomba completamente do poder jurídico, medicina, procedimentos de segurança, instituições e direitos humanos.

Os direitos humanos universais, o direito do estado e da democracia, estão sendo completamente violados, e as autoridades não reconhecem publicamente tal tecnologia, e não oferecem transparência nas investigações ou analises de tais violações.

Para todos os preocupados com direitos humanos, liberdade, privacidade, democracia (em todos os aspectos e graus de liberdade humana), individualidade e integridade física e mental, esta tecnologia agride e não deixa provas do abuso.

As preocupações e os riscos causados por este sistema de tortura são apontadas por agências de direitos humanos em todo o mundo como uma violação da privacidade e dignidade dos direitos humanos fundamentais.

Tal invasão de privacidade expõe a pessoa monitorada totalmente; É um método muito eficiente desenvolvido para torturar controlar e manipular o cérebro humano. A medicina deve ser ajudada a reconhecer os sintomas de controle mental e abuso através de armas neurológicas de controle remoto, e as informações sobre esta tecnologia devem ser desclassificadas, para que este tipo de abuso possa ser interpretado como é, e não interpretado automaticamente como uma indicação de doença.

O objetivo deste relato é pedir para que as fotos dos procurados apareçam imediatamente na televisão, jornais e terminais de onibus.

Este caso precisa ser transformado em Prioridade Máxima da PFB e ABIN, existem crianças entre as vítimas.

Respeitosamente,

Gino Barcal.
RG: 3201788-6

PS: Mais informações podem ser obtidas nos sites:

https://sites.google.com/site/controlemental/

http://tempoatual.forumeiros.com/t47-minha-direcao-e-energia-armas-neurologicas-tortura-e-caso-de-abuso

http://www.mindcontrol.se/?page_id=7488

https://www.facebook.com/pages/Neural-Weapons-RNM-Remote-Neural-Monitoring/309180162561405

PS 2: A Justiça Federal provavelmente emitiu uma ordem de sigilo neste caso, alegando que está sob investigação, com o objetivo de proteger a Polícia Federal de acusações que indiquem incompetência.

O Delegado Rosalvo Ferreira Franco assumiu na Terça-feira, 16 de Julho o Comando da Superintendência Regional da Polícia Federal do Paraná, substituindo o Delegado José Alberto de Freitas Iegas.

Foi publicado no Diário Oficial da União na Segunda-feira, 10 de Julho a exoneração do Diretor Executivo da Polícia Federal Paulo de Tarso Teixeira e a nomeação do substituto Rogério Viana Galloro, ambas as portarias de nomeação e exoneração foram assinadas pela Ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann.

A Justiça Federal provavelmente emitiu uma ordem de sigilo neste caso, alegando que está sob investigação, com o objetivo de proteger a Polícia Federal de acusações que indiquem incompetência.

O Delegado Rosalvo Ferreira Franco assumiu na Terça-feira, 16 de Julho o Comando da Superintendência Regional da Polícia Federal do Paraná, substituindo o Delegado José Alberto de Freitas Iegas.

Foi publicado no Diário Oficial da União na Segunda-feira, 10 de Julho a exoneração do Diretor Executivo da Polícia Federal Paulo de Tarso Teixeira e a nomeação do substituto Rogério Viana Galloro, ambas as portarias de nomeação e exoneração foram assinadas pela Ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann.

Infelizmente as autoridades “competentes” ainda não transformaram este caso em Prioridade Máxima; Peço a todos para manifestar a sua indignação neste caso de Extrema Urgência que requere Prioridade Máxima enviando mensagens ao Gabinete da Casa Civil.

Responder

Lula: A democracia não é um pacto de silêncio - Viomundo - O que você não vê na mídia

17/07/2013 - 15h25

[…] Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Samuel Pinheiro Guimarães: Democratizar a mídia é defender a soberania - Viomundo - O que você não vê na mídia

16/07/2013 - 20h00

[…] Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Túlio Muniz: Inteligência coletiva da rede desafia a mídia tradicional - Viomundo - O que você não vê na mídia

16/07/2013 - 17h35

[…] Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

O programa dos EUA para sabotar a solidariedade cubana - Viomundo - O que você não vê na mídia

16/07/2013 - 14h36

[…] Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Zarattini critica tucanos pela entrega de satélite brasileiro - Viomundo - O que você não vê na mídia

16/07/2013 - 00h53

[…] Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Senadora incorporou mensagem ao Tio Sam nos e-mails que dispara pelo Google - Viomundo - O que você não vê na mídia

15/07/2013 - 20h13

[…] Glenn Greenwald diz que mídia corporativa dos EUA é escudo e megafone do poder Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Ednaldo Vieira osta

14/07/2013 - 19h46

Vou repetir publiquem se quiserem.Agora estamos vendo poque lhe presentearam com um milhão de dólares.

Responder

Djijo

14/07/2013 - 18h23

Agora é que me dei conta, pq os tucanos falavam tanto em “poste”. FHC foi o poste que os americanos plantaram lá no planalto de Brasília. Tinha até bandeira americana hasteada nele. Só não viu quem não quiz ou tinha outros interesses.

Responder

Pedro Ekman, diante da Globo: Por uma reforma agrária do ar - Viomundo - O que você não vê na mídia

14/07/2013 - 12h37

[…] Leia também: Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Newton Lima: Microsoft tem de esclarecer ajuda à espionagem dos EUA - Viomundo - O que você não vê na mídia

14/07/2013 - 12h15

[…] Leia também: Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Eric Nepomuceno: Snowden, o verdadeiro objeto de desejo de Obama - Viomundo - O que você não vê na mídia

13/07/2013 - 18h51

[…] Leia também: Criada CPI da Espionagem para investigar braço da CIA […]

Responder

Marcos Meridion

12/07/2013 - 15h39

E lembro-me também que o FHC ia entregando a BASE DE LANÇAMENTO DE FOGUETES DE ALCÂNTARA para os EUA!!!

Responder

LEANDRO

12/07/2013 - 13h29

Nada como arrumar um inimigo externo para desviar a atenção da crise interna.

“Economia encolheu 1,4% em maio, na maior queda desde 2008, mostra BC”

Responder

Julio Silveira

12/07/2013 - 13h17

No topo do comando das instituições brasileiras tem mais agentes americanos do que os que os próprios americanos conhecem.

Responder

Gomes

12/07/2013 - 12h53

CPI?. Vão convocar o FHC, aquele que privatizou a Telebras e entregou todos os satélites brasileiros aos estrangeiros?. Vão convocar os representantes das grandes familias da mídia, que tambem são financiados pelos EUA para manter o país em convulsão?. Sinceramente, acho que no final dessa CPI vão chegar a conclusão que é tudo culpa do Lula e da Dilma.

Responder

    LEANDRO

    12/07/2013 - 13h19

    Tá bom, e em 10 anos o pt ainda não comprou outro satélite porque??? Falta dinheiro??? Se for isso, como não falta para copa???

    Ricardo Candido

    15/07/2013 - 04h59

    Pra quê satelite ? Agora é tudo INTERNET !!!

    Satélite pra depois que o PSDB voltar ao poder, privadoar novamente ?

lulipe

12/07/2013 - 11h24

Em vez de uma CPI, que não dará em nada, deveriam cobrar do governo mais investimentos para construção e desenvolvimento de satélites e supercomputadores nacionais, bem como para o Centro De Defesa Cibernética Do Exército. O resto é papo furado para enganar trouxas!!!

Responder

FrancoAtirador

12/07/2013 - 09h11

.
.
McCarthy na Casa Branca

Por Mauro Santayana*, via Blog do Miro

Todos nós sabíamos da possibilidade técnica de que isso viesse a ocorrer, mas agora é o próprio governo norte-americano que admite a intromissão de seus agentes em qualquer terminal de computador do mundo – não só para conhecer seus arquivos, mas para alterá-los, controlá-los, intervir em seus comandos, apagá-los e substituí-los.
É a paranóia americana elevada a dimensões apocalípticas.

Há dias, o New York Times publicou artigo de Julian Assange, o fundador do WikeLeaks, comentando a estreita aliança entre o Google e o Departamento de Estado, a tal ponto em que o CEO do maior portal de buscas prevê o império mundial dos Estados Unidos, mediante o sistema da internet.
Agora se sabe que não é só o Google que se encontra associado ao projeto de domínio da Web pelos serviços de segurança, mas todos os outros sistemas de busca sediados nos Estados Unidos, além do Facebook e outras redes de relacionamento, ainda que tentem desmentir essa relação.

A ordem presidencial foi emitida por Obama em outubro do ano passado, conforme The Guardian, que fez a denúncia, com exclusividade, em sua edição de sexta-feira.
Os grandes jornais do mundo imediatamente trataram também do tema.

O Big Brother de Orwell tiranizava um país em particular; nosso grande irmão Obama pretende dominar, de forma definitiva e absoluta, o mundo inteiro.
De acordo com as 18 páginas das instruções, distribuídas a todos os órgãos encarregados da segurança nacional americana, não há alvo protegido, embora, em alguns casos, a ordem de invasão dos dados tenha que partir do próprio presidente.

Obama, que, segundo algumas fontes, pretendia falar grosso com o presidente chinês, a propósito da alegada invasão dos arquivos do Pentágono por hackers de Pequim, no encontro que mantiveram, na Califórnia, e na mesma sexta-feira, perdeu o discurso.
Horas antes, e constrangido, ele fora obrigado a admitir a insolência.

O sistema das comunicações eletrônicas, descoberto há pouco mais de um século com Marconi e outros pesquisadores, chegou às dimensões fantásticas de nosso tempo, como expressão da liberdade. Essa liberdade, acompanhada do conhecimento, oferece ao homem a possibilidade de sair da pre´-história, conforme alguns pensadores que não convém mencionar.
Não há outro instrumento, a não ser a internet, capaz de mobilizar instantaneamente os cidadãos.
Mas, esse meio, sob o controle de algum país em particular, pode significar uma ditadura mundial insuportável, já que não será contrastada por nenhum outro poder.

*Mauro Santayana é um jornalista autodidata brasileiro. Prêmio Esso de Reportagem de 1971, fundou, na década do 1950, O Diário do Rio Doce, e trabalhou, no Brasil e no exterior, para jornais e publicações como Diário de Minas, Binômio, Última Hora, Manchete, Folha de S. Paulo, Correio Brasiliense, Gazeta Mercantil e Jornal do Brasil onde mantêm uma coluna de comentários políticos. Foi secretário-executivo da Comissão de Estudos Constitucionais e Adido Cultural do Brasil em Roma.

(http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/06/mccarthy-na-casa-branca.html)

Responder

hose gaspar chemin

12/07/2013 - 09h08

O dia dos traidores está chegando

Responder

Noronha

12/07/2013 - 08h05

Intervencionismo petista deu resultados rapidamente: PIB frustrante, inflação alta, indústria estagnada, deterioração fiscal e perda de credibilidade no mercado externo. E o governo segue culpando a crise internacional

Responder

EFE

11/07/2013 - 23h40

Quando querem enterrar um assunto, inventam uma CPI. O final todos já conhecem: N A D A !!!

Responder

Eduardo Olveira

11/07/2013 - 23h02

Parabéns a Senadora Vanessa pela iniciativa. A soberania nacional nos custa muito e é dever de todo cidadão.

Responder

Jayme Vasconcellos Soares

11/07/2013 - 22h47

Será que o nosso Congresso convocará mesmo FHC para depor na CPI da espionagem dos EUA, ou será que está comprometido com esta ação criminosa daquele País!? E o Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações não deve também ser convocado para depor nesta CPI!?

Responder

Bernardino

11/07/2013 - 22h39

QUANDO O sr FHC foi presidente privatizou a embratel com Satelite e tudo e por cima asssinou o TRATADO DE NAO PROLIFERAÇAO NUCLEAR.A Milicada que se diz PATRIOTA nao foi em cima dele pra evitar isto,Imagine abora uma CPI num congresso cheio de Picaretas e desmoralizado nao vai dar em nada no Bom estiloPORTUGUES,corrupto,Covarde e PERMISSIVO
ESSA VABESSA do pc DO BOLSO o mesmo partideco de esquerda que fraudou o erario com as ONGS e cujo colega o sr HAROLDO LIMA da ANP,hoje segundo as fontes é consultor de petroleo de varias empresas estrangeiras.

HAJA SAco pra aguentar essa esquerdinha PILANTRA e pseudo PATRIOTA!!!

Responder

lukas

11/07/2013 - 22h21

O império treme.

Responder

alexandre de melo

11/07/2013 - 22h05

para aqueles psdebistas que achevam que o boca-de-bolsa(fhc) só tinha feito uma chupetinha para os eua ,agora esta provado que ele deu o fiofó.

Responder

Brasil

11/07/2013 - 22h03

É possível que a reeleição da Presidenta caminhe por um funil bem estreito, que passa pela sonegação da Rede Globo, democratização da mídia e por essa cpi, que na verdade não vai dar em nada.

Responder

pereira

11/07/2013 - 22h00

Em fim uma noticias que pode dar em alguma coisa.

Responder

leonardo brito

11/07/2013 - 20h46

Continuo a ver tudo isso como um pesadelo. O FHC entregou o sistema de comunicação para gringos e estes aos agentes secretos norte americanos. Este FHC deveria ter nascido nos EUA. Um canalha que entregou o patrimônio nacional com o pretexto da modernidade. Os tucanos e suas estrepolias.

Responder

jõao

11/07/2013 - 19h40

quinta-feira, 11 de julho de 2013
CPI da espionagem deve convocar FHC para explicar entrega dos satélites da Embratel para os EUA

Só tucano que se finge de ingênuo pode se dizer surpreendido com a arapongagem dos EUA sobre telefonia e dados de brasileiros.

Não faltaram advertências de analistas para avisar com todas as letras que a entrega da Embratel para uma empresa dos EUA como foi o caso da MCI World Comm na privataria tucana de 1998 era estender o tapete vermelho para o governo dos USA grampear as redes e satélites brasileiros.

O dinheiro dos paraísos fiscais descritos no livro “A Privataria Tucana” falou mais alto, e o tucanato de FHC vendeu a Embratel de porteira fechada, com satélites, redes de fibra ótica e tudo. Nos primeiros anos pós privatização a Embratel era hegemônica nas redes nacionais e internacionais de longa distância.

Nas ligações locais de Brasília o controle estava nas mãos da Brasil Telecom, empresa controlada pelo Citibank através do banco Opportunity. Tudo dominado.

As empresas tiveram por um bom tempo o controle sobre todas as ligação nacionais e internacionais, sobre o tráfego de dados na internet. Pode perfeitamente ter gravado clandestinamente ligações com fins de espionagem diplomática, militar, comercial, industrial, de chantagem, etc, e repassado ao governo estadunidense informações sensíveis. E não havia nada que impedisse isso, pois não adianta nada estar proibido na lei, se ações de espionagem são por natureza clandestinas e secretas, e se não há controle nacional sobre as atividades.

Mesmo depois que o controle acionário foi transferido pela Telmex, o controle estadunidense sobre as informações continuou presente, através de serviços de empresas dos EUA para a operadora mexicana, e de equipamentos, softwares e controle de satélites.

Pode-se afirmar, sem exagero, que o governo FHC fez um verdadeiro planejamento estratégico meticulosamente preparado para o governo estadunidense bisbilhotar a tudo e a todos.

Agora que o senado decidiu abrir uma CPI para investigar a espionagem, o vendilhão da pátria número 1, FHC, tem que ser convocado, se preciso por condução coerciva pela Polícia Federal, para explicar o inexplicável.

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/

Com FHC, a CIA espionou o Brasil

http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/07/com-fhc-cia-espionou-o-brasil.html
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=aPV0kebN8o4

Responder

Cibele

11/07/2013 - 19h30

Rsrsrsrsrsrsrsrs……. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK….. Viomundo, para! Não estou me aguentando de rir aqui! De minha parte, só vou levar as coisas no deboche daqui pra frente.

Responder

Marat

11/07/2013 - 19h19

Perguntas:
1) Quem fará parte da CPI?
2) Quem é contra esta CPI?
3) Se não der em nada, que tal nos mobilizar?
Conto com o apoio de todos, e, especialmente, com a direção do Azenha e do Eduardo Guimarães!

Responder

    renato

    11/07/2013 - 22h14

    O Snowden via internet.
    Da Embaixada da …….
    Espere, vou ver se não tem
    grampo.
    Vai lá, em código de cores.
    AZUL DE METILA.

francisco pereira neto

11/07/2013 - 18h55

Só vou acreditar em qualquer cpi, não só nessa, se o governo Dilma, ou melhor, ela mesmo, porque seus ministros são todos uns frouxos, se ela tiver a coragem de colocar a Globo no seu devido lugar.
1°- Suspender o sinal da Globo, até se saber o que ocorreu de fato nessa história escabrosa de sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, sumiço de processos e por ventura outros que possam estar “escondidos” em algum lugar do judiciário;
2°- Se comprovada as primeiras denúncias, cassar a concessão imediatamente;
3°- Já que com esse Procurador engavetador e selecionador de ações, Gurgel vai se aposentar mesmo ( e que já vai tarde ), nomear alguém com coragem, a ponto de fazer a denúncia dos proprietários da Globo para serem encarcerados o mais rápido possível;
4°- Desarquivar a Satiagraha imediatamente;
5°- Solicitar ao novo Procurador, a investigação da Privataria Tucana e,
6°- Como a cpi da espionagem já foi aprovada, investigar a fundo qual a participação do governo FHC no episódio.

Responder

    Moacir Moreira

    12/07/2013 - 11h51

    FHC doou nosso patrimônio para os banqueiros e empresários do crime organizado internacional e a dupla Lula/Dilma manteve a doação.

    Desse mato não sai coelho mesmo porque o Sistema Veja-Globo ajudou a elegê-los.

    Será preciso afastar a bandidagem do poder por meio de novas eleições que sejam limpas e financiadas com recursos públicos exclusivamente.

Deixe uma resposta