VIOMUNDO

Chargista do Zero Hora errou “apenas” o personagem que recebeu U$ 100 mi

18 de janeiro de 2016 às 15h13

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

11 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mauricio Arruda

20/01/2016 - 17h54

É muita canalhice desse chargista acéfalo!

Responder

Nelson

19/01/2016 - 09h16

Tudo normal para uma mídia que já não tem um pingo de compostura, pois apodreceu já faz muito tempo.

A tira do M Aurélio apenas reflete a que nível (nulo) chegou a liberdade de imprensa e de expressão em um dos órgãos da mídia hegemônica que sempre se mostra defensor empedernido, fanático até, da… liberdade de imprensa e de expressão.

Responder

Roberto Locatelli

19/01/2016 - 08h20

O chargista “errou” o personagem ou foi cacoete ideológico de falsificar?

Responder

olivires

19/01/2016 - 01h50

parece proposital. “erra” e assim publicam duas vezes a mesma charge mentirosa.

para um público desinteressado, fica o desenho de lula negando ganhar 100 milhões, em dois dias distintos.

zero hora é do grupo rbs, afiliado à rede globo e metido na zelotes.

Responder

Patrice L

18/01/2016 - 23h45

Que republique com o personagem correto e também com a moeda correta: porque foi em US$, ou seja, muito, mas muito mais grana!

Responder

Marco André

18/01/2016 - 23h14

Curioso… Para se retratar do erro, republica o erro no pedido de desculpas.

Isso é que é divulgação!

Responder

Mauricio Gomes

18/01/2016 - 21h10

Agora o dublê de “jornalista” e decorador que insultou a honra do Chico Buarque escreve uma cartinha patética pedindo desculpas pelas merdas que disse. Espero que o Chico não faça como o Mantega e retire a ação, esse covarde está é com medo de levar um tunga da justiça pelas barbaridades que disse. Tem que ser como no verso da música do Chico: “mas vou até o fim”.

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/jornalista-que-chamou-chico-de-ladrao-e-canalha-pede-desculpa/

Responder

Sidnei Brito

18/01/2016 - 17h54

Digamos apenas que foi um erro conveniente.
Talvez foi até consciente por parte do chargista. Viu, desse modo, a possibilidade de ter seu trabalho publicado.
Se tivesse feito o certo, ou seja, a charge com FHC, a publicação seria vetada.
E ao apresentá-la, o chargista teria que escrever ao editor: “podemos redesenhar, se achar melhor”!

Responder

roberto

18/01/2016 - 17h27

O Marco Aurélio esse, é um chargista totalmente desinformado, de cada 10 de suas charges, 8 são barrigas ou chutes.
Os gaúchos já estão acostumados com suas mancadas e não dão mais a mínima importância para ele ou o próprio jornal, respirando por aparelhos,pois não vende 5% do que vendia há 15 anos e os anunciantes fugiram para a Internet, que é a mídia do presente e do futuro. A Zero Hora é passado.

Responder

Deixe uma resposta