VIOMUNDO

Rogério Correia: “Lamaçal” da Samarco perdeu destaque para o furto de três escavadeiras

16 de janeiro de 2016 às 14h47

samarco-e-a-lama-da-semana-nao-esqueça-mariana-rogerio-correia-640x640

Rogério Correia, em sua página

Mais de dois meses após a maior tragédia ambiental da história brasileira, fatos importantes como os indiciamentos da mineradora Samarco e seus responsáveis; a apresentação à Justiça de um relatório incompleto; denúncias de morosidade apresentadas durante reunião de Comissão e o rompimento do dique construído para conter os rejeitos, formam o “lamaçal da semana”. Porém, perderam destaque na “grande mídia” para o furto de 3 equipamentos utilizados pela Prefeitura de Mariana para a limpeza da lama.

Vamos aos fatos.

No início da semana, terça-feira (12/01), mesmo após ter o prazo de entrega prorrogado, a Samarco apresentou um relatório incompleto à Justiça.

Chamado de Plano de Segurança, esse relatório foi exigido pela Comissão de Barragens e Ministério Público de Minas Gerais, e o mesmo deveria conter a previsão de consequências e medidas emergenciais concretas a serem adotadas em cada cenário. Em caso de novo desastre, a Samarco ficaria obrigada a executar o que estaria no papel.

No entanto, o estudo enviado pela Samarco não detalha quais medidas que seriam tomadas caso aconteçam novos rompimentos.

Já na quarta-feira, 13, mineradora Samarco, Vale e Vogbr são indiciadas pela Polícia Federal, além do diretor-presidente e 6 diretores, por: “tornar área, urbana ou rural, imprópria para ocupação humana”, “dificultar o uso público de praias”, “causar poluição hídrica” e “lançamento de resíduos em desacordo com as exigências estabelecidas”.  

Ainda na mesma quarta, durante reunião da Comissão de Barragens, realizada na ALMG, prefeitos, secretários e defensores públicos dos municípios atingidos foram unânimes na reclamação sobre a lentidão da mineradora em tomar providências concretas.

A demora na apresentação de uma proposta de reassentamento das vítimas que, até hoje, ainda se encontra em “fase de estudos”; o pequeno número de vítimas beneficiadas pelo cartão-auxílio, e o irrisório número de casas construídas foram algumas das reivindicações acrescentadas à principal: a morosidade da Samarco.

Outra questão apresentada pelo defensor público de Direitos Humanos em Mariana, Vladimir de Souza Rodrigues, foi o fato de se condicionar a Gestão de Riscos unicamente às mãos da própria mineradora.

“Não podemos deixar exclusivamente na mão da empresa a questão da Gestão de Riscos. Fizemos um levantamento e a maior reclamação dos moradores foi que no dia dessa épica tragédia, quando a barragem rompeu, não houve nenhum tipo de aviso, nenhum alarme. Isso é inaceitável. As vítimas só conseguiram se salvar porque  cada morador foi avisando ao outro”, declarou Vladimir.

E por fim, na quinta-feira, 14, uma forte chuva leva a culpa pela queda do dique construído pela Samarco para contenção de rejeitos da barragem.

Portanto, a lama continua escorrendo pela barragem de Santarém, desde o rompimento, ou seja, há mais de 70 dias.   

Leia também:

Mino Carta: Vazamentos da PF provam que a PF trabalha contra o governo

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
5 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Urbano

29/01/2016 - 14h58

A luta dantesca e eterna para se evitar, de todas as formas, o ultraje da honestidade…

Responder

FrancoAtirador

16/01/2016 - 16h54

.
.
Isso já está parecendo Sabotagem.
.
.

Responder

eduardo

16/01/2016 - 15h40

Poderia ser uma boa ideia ver esse povo do judiciario , da PF, MPF, PGR que adora prender, arrebentar , de pás e enxadas nas mãos construindo umas barreirinhas junto com os magnatas das empresas e da midia.

Responder

Deixe uma resposta