VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Petroleiros: Covardia do governo Dilma coloca em risco pré-sal e Petrobras; pode custar caro à nossa soberania

26 de fevereiro de 2016 às 13h06

obama

do Primeira Mão, da Federação Única dos Petroleiros

O governo Dilma abriu o caminho para a privatização do Pré-Sal, atingindo em cheio a Petrobrás. Um Substitutivo ao PLS 131, que Serra havia prometido às multinacionais, foi costurado nos bastidores do Planalto e aprovado pelo Senado na quarta-feira, 24/02.

Em acordo feito com o PSDB e parte da bancada do PMDB, o governo aceitou renunciar à garantia legal que a Petrobrás tem de ser a operadora única do Pré-Sal. Um duro golpe aos interesses nacionais, que atinge em cheio a estatal, no momento em que o acionista majoritário deveria agir para fortalecer a empresa e não enfraquecê-la ainda mais.

A covardia do governo diante de um tema tão estratégico para o país poderá custar caro à nação e ao povo brasileiro. Se o projeto passar pela Câmara e for sancionado por Dilma, a Petrobrás e o Pré-Sal ficarão totalmente reféns dos interesses dos governos de plantão.

O que está em risco não é só a soberania, mas também a indústria brasileira, pois o projeto terá impactos graves sobre a política de conteúdo nacional, já que a única petrolífera que investe de fato no país é a Petrobrás.

Tudo indica, portanto, que o governo aceitou abrir mão de uma política de Estado para o Pré-Sal, ao sucumbir de vez às imposições do mercado, da mesma forma que vem fazendo com a Petrobrás.

Só com resistência, os trabalhadores e movimentos sociais poderão impedir esse retrocesso. O povo brasileiro não assistirá de braços cruzados as multinacionais se apossarem da maior riqueza do país.

A FUP e seus sindicatos continuarão mobilizando a sociedade, junto com os parlamentares comprometidos com a soberania nacional, em defesa da Petrobrás, do Pré-Sal e contra os entreguistas.

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

11 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edivaldo

28/02/2016 - 04h18

N tempo da colonia entregamos ouro , diamante, pedras preciosa para o estrangeiro, eos senadores entregaram nosso petroleo, nos dia atuais, parabens senadores crapulas.

Responder

mineiro

27/02/2016 - 08h19

bela ilustraçao é essa foto , mostra o que de fato esta acontecendo no brasil. ta todo mundo a serviço dos eua para acabar nao so com o brasil , mas com o mundo todo. o desgraçado esta rindo na nossa cara e ainda de quebra esta nos saqueando.

Responder

mineiro

27/02/2016 - 08h17

todo mundo chegou em uma encruzilhada, ou luta a favor do brasil ou apoia as forças entreguistas encabeçada pelo desgoverno desgraçado desse fantoche de pres. traidor. nao tem mais como ficar em cima do muro , vao ter que escolher um lado da batalha e isso inclui sim ficar contra esse desgoverno , o lulinha paz e amor e seu partido covarde , traidor o pt. chegou em situaçao que por causa desse desgoverno dessa traidora nao toma atitude nenhuma , vao ter que escolher. se os movimentos sociais e sindicais que estao frouxos e em cima do muro , nao toma atitude nenhuma porque ta apoiando esse desgoverno, vao ter que escolher , porque se ficar do lado dela , vao ficar do lado dos golpistas . porque esse desgoverno traidor é golpista e ta sim do lado deles. do jeito que esta nos todos vamos afundar com essa lama que tomou conta do brasil. esse desgoverno maldito nao sai mais nada , ja ta tudo entregue na maos dos golpistas.

Responder

    Samuel Souza

    28/02/2016 - 11h53

    Concordo Mineiro. Não é possível que um dos partidos de esquerda como o PDT ou PCdoB ou o murista Psol não assumam essa guerra. Parece que estão todos dominados…

Brasileiro , Latino-americano e Anti-imperialista( redundância)

26/02/2016 - 20h23

Nada é eterno, nem mesmo a vida; tão pouco a corrupção política brasileira. É preciso ,porém ,aprender a lutar e exigir o justo pela ação. Somente a alienação, a falta de discernimento político de uma população, garante a grande mídia , políticos e capital privado tal liberdade para usurpar o Brasil.Estes oligarcas , movidos pela dinheiro estrangeiro, certamente não passam de colonizadores. Não são brasileiros, não amam seu povo ou sua nação. O que vimos hoje foi um crime de traição, em flagrante delito, sem punição também. É preciso entender, democracia não é uma tirania da maioria, é na verdade a discussão ampla de todas as posições, para se decidir ao final pelo justo. A decisão de hoje nem mesmo foi discutida, e grande parte das posições foram motivadas, de alguma forma, pelo dinheiro.Por si só, uma decisão ,derivada de um processo corrompido, deveria ser inválida. Senão, é preciso mudar de nome; esquecer democracia e república; quando vivemos numa tirania, guiada pela corrupção e pelo assédio, deturpação da essência, de nossas instituições governamentais. Logo mais, não serão somente nossas riquezas naturais arrebatadas pelo império; também nossas opiniões e pensamentos.

Responder

Elias

26/02/2016 - 18h04

Dois míseros votos e Serra não levava essa. Dois míseros votos cujo valor é incalculável.

Responder

Mauricio Gomes

26/02/2016 - 17h52

Tinham que enforcar esses safados em praça pública e deixá-los apodrecendo ao relento, como exemplos de traidores da nação. Acho que só uma guerra civil irá brecar a sanha desses entreguistas malditos, vassalos das corporaçõe$ internacionai$.

Responder

    mineiro

    27/02/2016 - 08h24

    do jeito que a coisa anda , vai acontecer igual na ditadura , vao ser todo mundo obrigados a pegar em armas para defender o brasil. é logico que um absurdo isso que eu estou falando , mas nao ta muito longe disso nao. o que todo mundo achava que nunca iria acontecer , esta acontecendo.

Urbano

26/02/2016 - 14h12

Eis a base eterna das manifestações fascistas no Brasil, principalmente as dos últimos tempos:

https://www.youtube.com/watch?v=pet_sdhEtP8

Responder

FrancoAtirador

26/02/2016 - 13h50

.
.
GRAÇAS A VOCÊ, SENADOR SERRA,
CONSEGUIMOS! (http://imgur.com/3L8osfg)
ENTREGAR O PRÉ-SAL À CHEVRON
.
(http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/CUT-e-FUP-repudiam-privatizacao-do-pre-sal/4/35567)
.
.

Responder

    Costa

    01/03/2016 - 17h42

    E com apoio da Dilma!

Deixe uma resposta