VIOMUNDO

Em delação, Delcídio cita Renan e Aécio; O Globo coloca os dois na chamada, mas se “arrepende”

09 de março de 2016 às 12h23

delcídiuo e delações 2-001

Da Redação

A denúncia foi feita no twitter pelo perfil do Eric Novello.

Segundo ele, O Globo praticou o famoso “posso tirar se achar melhor” em sua versão online.

Primeiro mencionou o nome de Aécio Neves na chamada, depois trocou para “5 senadores”.

Não é novidade: a versão impressa do jornal fez grande escândalo depois do primeiro vazamento da delação de Delcídio, que incriminava Lula e Dilma, antes mesmo de ser homologada. No mesmo dia a PF fez a condução coercitiva de Lula em São Paulo.

Mas, hoje, a delação de Aécio pelo mesmo Delcídio mereceu discreta menção na primeira página, sem o nome do senador no título.

Captura de Tela 2016-03-09 às 18.21.18

Abaixo, a íntegra do texto de O Globo:

Em delação, Delcídio cita ao menos cinco senadores

No mesmo depoimento em que ataca Lula e Dilma, petista mira em Aécio e na cúpula do PMDB

POR VINICIUS SASSINE, em O Globo

09/03/2016 6:00 / ATUALIZADO 09/03/2016 7:49

BRASÍLIA — O senador Delcídio Amaral (PT-MS) citou pelo menos cinco colegas de Senado em sua delação premiada. Entre eles estão o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), e Aécio Neves (PSDB-MG), principal nome da oposição e candidato derrotado nas eleições presidenciais de 2014. A reportagem do GLOBO confirmou a informação junto a pessoas com acesso ao caso.

Os outros citados são da cúpula do PMDB no Senado: Romero Jucá (RR), segundo vice-presidente do Senado; Edison Lobão (MA), ex-ministro de Minas e Energia; e Valdir Raupp (RO). Renan, Jucá, Lobão e Raupp já são formalmente investigados em inquéritos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

O acordo de delação de Delcídio, firmado junto à Procuradoria Geral da República (PGR), ainda precisa ser homologado pelo STF, mais especificamente pelo ministro relator da Lava-Jato, Teori Zavascki. O senador petista prestou os depoimentos enquanto esteve preso preventivamente em Brasília.

Delcídio, suspeito de obstruir as investigações da Lava-Jato, deixou a prisão em 19 de fevereiro, por decisão de Teori. A PGR, em dezembro, denunciou o senador ao STF por conta da suspeita de que ele atuou para atrapalhar a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Gravações feitas pelo filho do ex-diretor, Bernardo Cerveró, mostraram a atuação do parlamentar nesse sentido, com referências a atuação junto a ministros do STF, pagamentos a Cerveró e plano de fuga do ex-diretor.

SENADOR DEPENDE DE PARES PARA SE SALVAR

Na delação mantida sob sigilo, Delcídio narrou episódios referentes a colegas de Senado. Sobre Renan, ele confirmou a atuação do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) em nome do senador. Inquéritos na Lava-Jato apuram essa relação. No caso de Aécio, as citações de Delcídio dizem respeito à atuação do tucano numa Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), cujo detalhamento continua em sigilo.

Na semana passada, a revelação pela revista “IstoÉ” de trechos do esboço da delação teve forte repercussão política. O governo reagiu às acusações envolvendo a presidente Dilma Rousseff. A principal delas é que Dilma nomeou um ministro no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, para tentar obter a liberdade dos donos das empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht. A presidente e o ministro do STJ negaram as acusações. A oposição pretende incorporar trechos da delação ao pedido de impeachment que tramita na Câmara.

O senador petista fez as declarações mesmo sabendo que depende de seus pares para tentar salvar o mandato. Um processo de cassação foi aberto no Conselho de Ética da Casa. Se for cassado, ele perde o foro privilegiado e passa a ser investigado pela Lava-Jato na Justiça Federal em Curitiba.

O acordo de delação de Delcídio tem uma cláusula de sigilo de seis meses. Esta cláusula, no entanto, não se aplicaria se a denúncia fosse concluída antes deste prazo, de acordo com procuradores. De acordo com a revista “IstoÉ”, o ministro Teori Zavascki, do STF, não teria validado esta cláusula.

CITADOS NEGAM ACUSAÇÕES

Por meio da assessoria, Renan sustentou que “nunca autorizou, credenciou ou consentiu que seu nome fosse utilizado por terceiros”. A assessoria de Aécio disse que o senador se manifestará “quando tiver informações mais concretas”. A assessoria de Jucá informou que ele não comenta citações em documentos aos quais não tem acesso. Raupp criticou a forma como vêm sendo conduzidas as delações na Lava-Jato:

— Minha relação com Delcídio nunca passou da relação no Congresso. Os delatores estão ficando loucos, falam qualquer coisa para sair da cadeia. Para citar meu nome, ele deve estar delirando. Se falou meu nome para além das relações no Congresso, mentiu.
O advogado de Lobão, Antonio Carlos de Almeida Castro, admitiu que conhecia a citação.

— Até agora, todas as citações nas delações não o incriminam. Citam o nome dele, imputando conversas sobre campanhas eleitorais. Não vejo imputação de crime nisso — afirmou Castro.

Já o advogado de Delcídio, Antonio Figueiredo Basto, voltou a negar o conteúdo. A posição reflete a adotada desde o início, em razão de o acordo prever confidencialidade e ainda não ter sido homologado pelo STF.

— Nego o conteúdo e a origem da delação. Não há citação a nenhum senador, desconhecemos. Não reconhecemos nenhum documento que está sendo divulgado. Estão divulgando documentos falsos, de origem desc

— Nego o conteúdo e a origem da delação. Não há citação a nenhum senador, desconhecemos. Não reconhecemos nenhum documento que está sendo divulgado. Estão divulgando documentos falsos, de origem desconhecida e manipuladora — disse Basto.

Leia também:

Luciana Genro: “Lula se tornou agenciador de empreiteiras corruptas”

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

14 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sérgio

10/03/2016 - 09h11

A Festa da Família Brasileira. Hino para o dia 13! Vejam no youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=J-8Qg273ZQ8

Responder

Guilherme Soares Pinto

10/03/2016 - 00h59

Puxa, mas a conta é tão simples!
.
Roubou?
.
Vai preso!
.
Não importa se é Lula, Aécio, Renan, Sarney, Zé Dirceu, FHC, Eduardo Cunha, etc, etc, etc…
.
Denunciou?
.
Investiga!
.
Provou?
.
Prende!
.
Simples assim!

Responder

FrancoAtirador

09/03/2016 - 16h12

.
.
“Desliga a Globo que o Brasil Melhora”
.
Campanha Nacional Contra Rede Golpe
.
Está nas Ruas, nas Praias e nas Redes.
.
(http://instalaz.com/tag/ParaTiGlobo)
(http://instalaz.com/tag/foraglobo)
.
.

Responder

FrancoAtirador

09/03/2016 - 13h54

.
.
Quando a Elite Paulista elege como seus Principais Líderes
.
o Zé Chevron, o Aloysio300Mil e o GenerAlck Opus Dei,
.
é mesmo Sinal de que o Brasil está próximo do Apocalipse.
.
.

Responder

FrancoAtirador

09/03/2016 - 13h18

.
.
UMA VEZ RENAN, SEMPRE CALHEIROS
.
Senador Renan Calheiros se recusou a ler a Medida Provisória 694
que aumenta o Imposto de Renda para os Juros de Capital Próprio.
.
O presidente do Senado, Renan Calheiros, deixou de ler nesta terça-feira (8) a Medida Provisória 694/2015,
.
que aumentou de 15% para 18% a alíquota do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF)
.
incidente no pagamento de juros sobre o capital próprio (JSCP) pagos ou creditados aos sócios ou acionistas de empresa.
.
(http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/senado-nao-vota-e-mp-do-ajuste-fiscal-perde-a-validade)
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

09/03/2016 - 13h14

ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO BRASIL DO BEM

Vamos, LEGALMENTE, impedir que os pândegos nazifasciterroristas utilizem equipamentos públicos (árvores, postes de iluminação pública, fachadas de prédios públicos..) para afixar material subversivo, panfletos apócrifos pregando a ruptura do Estado Democrático e de Direito…
Ontem eu estava saindo do meu local de trabalho e me dirigindo pacificamente para o meu TRIPLEX [Risos], quando, ainda no centro da cidade, deparei-me com cartazes afixados em postes de iluminação pública e árvores com o seguinte anúncio:
DIA 13, FORA DILMA!
Inapelavelmente, arranquei-os um a um na presença de muitos transeuntes!
Hoje pela manhã conversei com o secretário do Meio Ambiente do município de Feira de Santana, Bahia.
Fiz o relato da situação.
Inclusive, o secretário ponderou que, realmente, trata-se de um crime visual, ambiental.
A essa ponderação, eu acrescentei: ‘Tendo a agravante de que, sobretudo, é um manifesto apócrifo e acintoso contra a Segurança Nacional, a pregação de golpe de estado.’
De forma bastante solícita o secretário chamou uma assessora dele, indicando o nome de três servidores que ficarão encarregados de coibirem, pacificamente, a colagem dos cartazes, e retirarei os panfletos golpistas quando já fixados em equipamentos públicos.
O procedimento deverá transcorrer da data de hoje até a noite do próximo domingo.

NOTA: aqui, em Feira de Santana, o prefeito é do DEM.
E o nome do secretário do Meio Ambiente é Roberto Tourinho, a quem agradeci pela atenção, presteza e demonstração de espírito democrático.

RESCALDO:
Rogo a todos e todas munícipes deste ‘Brasil do Bem’ que denunciem esta avalancha terrorista em cada cidade do nosso país!
Muito obrigado.

Respeitosas saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antinazifasciterroristas e antigolpistas,

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
Brasil – em homenagem ao sapiente, leal, generoso, impávido e honesto povo trabalhador brasileiro.

Responder

FrancoAtirador

09/03/2016 - 13h05

.
.
VAZÔ MAS NÃO VAZÔ
.
“No caso de Aécio, as citações de Delcídio
dizem respeito à atuação do tucano
numa Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI),
cujo detalhamento continua em sigilo” na Globo…
.
.

Responder

Sidnei Brito

09/03/2016 - 12h46

Estou enganado, mas esse advogado, Dr. Basto, não é o mesmo do Youssef?

Responder

    Sidnei Brito

    09/03/2016 - 12h53

    Vem lá atrás, de Nelson Rodrigues: “os idiotas estão perdendo a modéstia”.
    É o caso desse senhor: manda uma carta para o jornal insultando o PT por conta de um problema relativo às chamadas posturas municipais numa cidade administrada por outro partido!
    O juiz, com sua ironia, premiou aquele comportamento que nos acostumamos a chamar de analfabetismo político.
    O tal corretor deve ser daqueles que culpam a Dilma e o Haddad pela falta de água que é culpa do Alckmin.
    Resta saber quem é o pior: o juiz, o sujeito da carta ou o editor do jornal.

Deixe uma resposta