VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Weissheimer: Campanha contra “censura” do PT foi baseada em declaração inexistente


29/09/2010 - 01h42

Política| 28/09/2010

Campanha sobre “censura do PT” falsificou notícia

Jornais, redes, sites e canais de TV reproduziram uma mesma matéria dias atrás sobre uma suposta declaração de José Dirceu na Bahia. Segundo a matéria, ele teria “criticado o excesso de liberdade de imprensa no Brasil”. Vídeo com a fala de José Dirceu mostra que ele não só não disse isso, como afirmou exatamente o contrário. “Não existe excesso de liberdade; para quem já viveu em ditadura não existe excesso de liberdade”. Declarações falsificadas ajudaram a alimentar a campanha sobre uma suposta ameaça à liberdade de imprensa no país. Os mesmos órgãos de imprensa que participaram dessa farsa silenciam sobre dois casos concretos de censura, protagonizados pelos tucanos José Serra e Beto Richa.

Marco Aurélio Weissheimer, na Carta Maior

Os grandes jornais, rádios e redes de TVs do Brasil publicaram dias atrás uma notícia falsa e mentirosa que deu base a uma burlesca cruzada cívica contra uma suposta ameaça à liberdade de imprensa no país, partindo do PT e do governo Lula. No dia 14 de setembro, o jornal O Estado de São Paulo publicou matéria intitulada “Na BA, José Dirceu critica excesso de liberdade de imprensa no Brasil”. Um trecho da “reportagem”:

Em palestra para sindicalistas do setor petroleiro da Bahia, na noite desta segunda-feira, 13, em Salvador, o ex-ministro da Casa Civil e líder do PT José Dirceu criticou o que chamou de “excesso de liberdade” da imprensa. “O problema do Brasil é o monopólio das grandes mídias, o excesso de liberdade e do direito de expressão e da imprensa”, disse.

As declarações atribuídas a José Dirceu são falsas. Mais grave ainda: ele disse exatamente o contrário: “Não existe excesso de liberdade; para quem já viveu em ditadura não existe excesso de liberdade”.

A mesma matéria falsa e mentirosa foi reproduzida por dezenas de outros veículos de comunicação em todo o Brasil. Algum desmentido? Algum “erramos”? Nada. Do alto de uma postura arrogante e cínica, os editores desses veículos seguiram reproduzindo a “notícia”.

Um outro exemplo, no mesmo contexto da suposta ameaça à liberdade de imprensa que estaria pairando sobre a vida democrática do país. Há dois escandalosos casos concretos de censura registrados na campanha até aqui: ambos foram protagonizados por tucanos. O candidato José Serra exigiu que fossem apreendidos os arquivos de vídeo que registraram sua discussão com a jornalista Márcia Peltier, durante entrevista na CNT. O “democrata” Serra se irritou com as perguntas, ameaçou abandonar o programa e exigiu que as fitas fossem entregues à sua equipe, o que acabou acontecendo. O outro caso ocorreu agora no Paraná, onde o candidato do PSDB ao governo do Estado, Beto Richa, conseguiu proibir na Justiça a divulgação de pesquisas eleitorais.

Onde está a indignação e a ira dos jornalistas, juristas e intelectuais que denunciaram o “mal a ser evitado”? O vídeo acima mostra que as práticas da chamada grande imprensa estão ultrapassando o âmbito da manipulação editorial e ingressando na esfera do crime organizado. É um absurdo que jornalistas que se julguem sérios e que respeitem a profissão que abraçaram sejam cúmplices e/ou omissos diante desse tipo de coisa.

O PT e os partidos e organizações sociais que apóiam a candidatura de Dilma Rousseff poderiam convidar jornalistas internacionais para acompanhar o que está acontecendo no Brasil e divulgar para o resto do mundo esse tipo de prática.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


46 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Tunico

29 de setembro de 2010 às 20h34

SUGESTÃO: Porque voces jornalistas – através do Instituto barão de Itararé -, não fazem uma documentação com todas as reportagens falsas, as omissões etc da "grande imprensa" e manda para o Presidente da OAB, Sr. Ophir Cavalcante…já que ele anda tão "indignado" com o ataque do Lula a imprensa??….Depois manda para a BBC de londres através da BBC Brasil….eles vão dar destaque…com certeza

Responder

Vitor

29 de setembro de 2010 às 15h54

Falando de liberdade de imprensa ameaçada. A ANJ quer calar o Portal Terra… Por que sera? http://www.ribeiro.tc/2010/09/liberdade-de-impres

Responder

Eduardo Lacerda

29 de setembro de 2010 às 13h35

Esta gente gosta de dar dinheiro ao Zé Dirceu, a Dilma a Erenice, depois da eleição uma açãozinha judicial com qualquer advogadinho é grana na certa pô.
Mas tem que processar todos até estes jornalzinhos do interior que publicam sem provas.
Haaa como eu queria ta no lugar deles.

Responder

    Carlos

    29 de setembro de 2010 às 14h04

    No caso de impressos, como saber qual jornal publicou, quais colunistas repercutiram a infâmia?
    Só se PT e aliados orientarem diretórios no sentido de acompanhar publicações.

Baixada Carioca

29 de setembro de 2010 às 13h18

Fiz um post com a transcrição do vídeo no Baixada Carioca. E viva a liberdade de imprensa e de expressão!

Responder

Carlos

29 de setembro de 2010 às 13h06

Sugestão ao Weissheimer: comentar Código de Ética dos Jornalistas Profissionais" (diplomados).

Responder

ValmontRS

29 de setembro de 2010 às 12h24

Venício Lima:

"A propriedade entre nós sempre foi concentrada e, ademais, concentrada dentro de parâmetros inexistentes em outros países. A sinergia verticalizada em áreas da produção de entretenimento (telenovelas) é prática consagrada na TV comercial brasileira há anos. Não somos rigorosos no cumprimento dos poucos limites existentes em lei com relação ao número possível de concessões de rádio e TV para o mesmo grupo empresarial no mesmo mercado. Permitimos a propriedade cruzada na radiodifusão e entre a radiodifusão e a imprensa. Não colocamos limites às audiências das redes de televisão. Esse quadro regulatório gerou um fenômeno de concentração horizontal, vertical, cruzado e 'em cruz', sem paralelo. Somos o paraíso da radiodifusão privada comercial oligopolizada."

(Vale a pena ler a íntegra do artigo em http://www.cartamaior.com.br/templates/colunaMost….

Responder

ValmontRS

29 de setembro de 2010 às 11h56

Como bem afirmou o Mestre Venício Lima, o debate inescapável é sobre a absurda concentração do mercado da comunicação na forma de um OLIGOPÓLIO FAMILIAR e HEREDITÁRIO que se mantém intocável há décadas no Brasil. Todo mercado precisa ser regulado pelo poder público, a fim de garantir-se a livre concorrência e os interesses da sociedade acima dos meros objetivos particulares do lucro e do poder político. Esse debate, aliás, nada tem a ver com o alegado “controle sobre conteúdo”, nem tende a afetar negativamente a tão propalada liberdade de imprensa. O que se deseja garantir é a MULTIPLICIDADE de versões e de opiniões a bem da verdade factual, como em qualquer democracia que se preze.
O Brasil é um dos poucos países que ainda permitem vigorar a lei da selva em mercado tão estratégico como o da comunicação social. Aqui não há limites para o poder econômico das grandes "famiglias" aristocráticas. Esta é a "liberdade de empresa" pela qual eles lutam com unhas e dentes. Justamente a antítese da liberdade de imprensa.

Responder

Geysa Guimarães

29 de setembro de 2010 às 11h19

Hoje, editorial do Diário da Região de Rio Preto reclama da "volta da censura" e inicia citando essa inverdade sobre o "cacique petista Zé Dirceu".
Quem ainda não descobriu o "caminho da luz" – não acessa os "blogs sujos" – acredita nessas calúnias.

Responder

    Marcelo de Matos

    29 de setembro de 2010 às 12h12

    Geysa. Você deve saber que o Aloisio Nunes é daí e goza do apoio dos maiorais da cidade, incluída a imprensa. Se você tivesse colocado o link a gente daria boas risadas.

Bìdias 2

29 de setembro de 2010 às 10h32

Como estratégicamente não podem se expor, o fazem através de capos, jagunços e gatos travestidos de "jornalistas e editorialistas" que não medem esforços e se utilizam dos mais escusos meios, mentiras e omissões na vã tentativa de fraldar a vontade da maioria da população.
Não entendo como isto é possível, pois todas as categorias e atividades profissionais deste país são fiscalizadas através de corregedorias, conselhos, ordens e tribunais de contas. Por que então se escudam na Liberdade de Imprensa para se manterem imunes a qualquer tipo de fiscalização? Podem mentir? Podem distorcer? Podem ser parciais? Podem denegrir? Podem ser inescrupulosos? E não podem ser responsabilizados?
Mas os tempos estão mudando, e mudará! Emboram se utilizem das práticas invasoras que sempre utilizaram para manter o poder, o povo já entendeu que ele não é joio e que vocês não são trigo, como sempre quiseram nos convencer.

Responder

Bídias 1

29 de setembro de 2010 às 10h31

A "midia brasileira" foi GRILADA. Algumas poucas famíglias com disse Frei Leonardo Boff apossaram-se dos principais meios de comunicação para, através deles, tentar impedir que a população seja devidamente informada sobre quaisquer instituições que se lhe apresentem riscos, sejam eles de orígem política, religiosa, artísticas, culturais ou étnicas. Não admitem que o poder que sempre esteve nas suas mãos escorra pelos vãos dos dedos como está acontecendo agora quando o principal mandatário e lider do país seja um operário analfabeto e com a ampla possibilidade de continuidade através de uma mulher ex-guerrilheira (como é que pode?).

Responder

Rogerio

29 de setembro de 2010 às 10h21

Isso é a liberdade de imprensa defendida pela imprensa, pelo jurista HELIO BICUDO e por DOM EVARISTO. Espero que ambos venham a público se retratarem… Quanto a imprensa em geral, ela é sórdida e não podemos esperar nada dela.

Responder

Marcelo de Matos

29 de setembro de 2010 às 10h19

A Folha quer se tornar um jornal de ficção? Marina criticou Serra em Guarulhos, dizendo que há candidatos que ligam para as redações pedindo a cabeça de jornalistas. Ao terminar o discurso foi questionada pelos repórteres sobre a quem se referia. Disse que a Serra. Aí a Folha publica a manchete: Lula e Serra intimidam mídia, diz Marina. Como a Folha conseguiu distorcer a fala de Marina e colocar Lula no meio da estória? Se o jornal quer fazer ficção, deve seguir o conselho de Umberto Eco: “Se queres transformar-te num homem de letras, e quem sabe um dia escrever estórias, deves também mentir, e inventar estórias, pois senão a tua estória ficará monótona. Mas terás de fazê-lo com moderação. O mundo condena os mentirosos que só sabem mentir, até mesmo sobre coisas mínimas, e premia os poetas que mentem apenas sobre coisas grandiosas”.

Responder

Bonifa

29 de setembro de 2010 às 10h18

Que bonitinho! Inventando potocas e fazendo leitores inocentes como o Doutor Hélio Bicudo e o Cardeal Evaristo assinarem manifesto sem fundamento e passarem por patetas. Muito bonito. Quem olha assim diz que é um jornal sério, o Estadão. Seus congêneres então, nem se fala…

Responder

    ValmontRS

    29 de setembro de 2010 às 10h44

    Pois é. Assim como esses ilustres, existem milhões de brasileiros atuando como MARIONETES das "famiglias" que comandam a Midiatrix.
    Esta é a democracia que eles querem: A DEMOCRACIA DOS TITEREIROS.

Iowa

29 de setembro de 2010 às 10h08

Cara, é muito engraçado ver Jornal da Globo…

1º – Mostram o aumento do Superávit primário (O apresentador faz críticas severas, dizendo que o Superavit ficou abaixo da meta. Além disso, ele mostra que o BNDES dá dinheiro à União, e em compensação a União apenas 'empresta' ao BNDES. Ou seja, o Superávit só cresceu graças a esses 'truques');

2º – Utiliza-se da pesquisa do DataFalha para mostrar as supostas intenções de voto. A vantagem de Dilma sobre os adversários acabaria, pois, no DataFalha ela tem 4 pontos a mais do que a soma dos votos em todos os adversarios, e a pesquisa tem a margem de erro de +/- 2%. Ou seja, já era para Dilma no primeiro turno.

3º – Méritos à parte (reconheço toda a bibliografia da Prof. Ruth), mas colocam o lançamento da bibliografia dela com o FHC dando entrevista…

É sacanagem…

Responder

    Baixada Carioca

    29 de setembro de 2010 às 13h14

    Não é sacanagem não. É o mundinho circunscrito em que eles vivem.

mariazinha

29 de setembro de 2010 às 09h56

É verdade! Eles são ligados aos piores que existem aqui e no mundo. Incluindo, aí, uma certa rede de espionagem internacional. Sabendo de tudo isto, discutindo isto, como aqui estamos fazendo, é de se admirar como o nosso LULA conseguiu enfrentar essa organização maquiavélica e ainda irá aleger sua candidata.
Podemos chegar à conclusão que as massas, qdo. se juntam, ficam mais fortes do que toda a maldade do mundo, né? Meu PAI já dizia: "…a união, faz a força!" Grande SARGENTO VILAS BOAS!

[…]Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil[…]
É de arrepiar, esse Hino da Independência :http://www.youtube.com/watch?v=ueHEhpEhIhY

Responder

Victor

29 de setembro de 2010 às 09h52

Não tenho nenhuma simpatia por José Dirceu, mas o que fizeram nesse caso é fascismo. Foi capa da Veja e pauta de diversos programas televisivos. Disseminaram uma mentira que se transformou em verdade. Isso também aconteceu com a denúncia mentirosa e falsa contra Cid e Ciro Gomes, quando a Veja praticamente condenou os dois por desvio de 300 milhões de reais (os caras não estavam sequer sendo investigados!). Isso enfraquece a democracia. Calúnias e difamações que não podem sequer ser revertidas, pois o prejuízo pessoal e eleitoral já está feito. A reparação civil não reintegra a imagem da pessoa lesada. Ainda dizem que o governo Lula censurou a imprensa…

Responder

    Bonifa

    29 de setembro de 2010 às 10h31

    Nesse caso aí a Veja comprou uma briga muito, muito feia. Não é costume dos Ferreira Gomes deixarem barato uma afronta como essa.

    ValmontRS

    29 de setembro de 2010 às 10h37

    Calúnia, injúria, difamação, fraude eleitoral, dentre outros, para os barões das corporações midiáticas, são CRIMES QUE COMPENSAM. E muito!

    Os estragos produzidos são irreversíveis e a cominação legal é absolutamente desprezível diante da dimensão dos crimes praticados. Pessoas e até instituições são impiedosamente massacradas, assassinadas, como diz Nassif.

    Para esses barões que dispõem de verdadeiros exércitos de advogados muito bem pagos, eventuais indenizações ou direitos de resposta, quando vingam após anos de espera, não significam nada. Pesam muito pouco em seus orçamentos bilionários.

    Para as "famiglias", o crime compensa.

mello

29 de setembro de 2010 às 09h44

Falsificaram também a declaração da marina sobre a perseguião de serra á imprensa. A folha e o globo atribuiram àquela candidata a fala contra serra e Lula, mesmo depoi de marina, indagada, ter dito que referia-se a serra. É a imprensa "ética" , autodenominada "séria"….

Responder

Weiland

29 de setembro de 2010 às 09h40

a imprensa no Brasil é pior que a Fox News nos Eua… ow tristeza!!!

Responder

    eroni spinato

    29 de setembro de 2010 às 17h16

    As duas são sionistas de Ultra Direita, lógico pensam igual, massacram igual.

trombeta

29 de setembro de 2010 às 09h00

Frase de parachoque de caminhão:

"No Brasil a liberdade de imprensa e tão plena que os jornais mentem e manipulam e nada acontece"

Responder

Guilherme

29 de setembro de 2010 às 08h43

Tenho acompanhado o blog. Não sou petista e também não sou tucano. Faço parte da camada da população que não está alinhada com nenhum segmento obrigatoriamente. O detalhe é que sou jornalista com alguma experiência. Sinto vergonha da categoria. Sinto vergonha do que está sendo feito e do clima de euforia instalado na redação onde trabalho com a queda de Dilma.

Responder

    Carlos

    29 de setembro de 2010 às 11h50

    Todos e todas "coleguinhas" diplomados?
    Algum exemplar aí do "Código de Ética"?

    Baixada Carioca

    29 de setembro de 2010 às 13h16

    E eles acreditam no datafolha Guilherme?

Gerson Carneiro

29 de setembro de 2010 às 08h39

Houve também a ampla divulgação de que "O PT organiza manifesto contra a imprensa em São Paulo" se referindo ao ato do dia 23/09 organizado pelo Instituto Barão de Itararé.

Em Campinas-SP, um jornal impresso local também repetiu a notícia falsa. Enviei à redação do referido jornal toda a matéria publicada aqui no Viomundo sobre o manifesto, provando que se tratava de uma notícia falsa e como resultado o editor do jornal me escreveu censurando uma outra crítica que eu pretendia fazer, no espaço do leitor, sobre um assunto diverso, porém utilizando a mesma frase que eu havia utilizado para desmentí-lo: "Não é verdade".

A outra crítica era sobre uma "pesquisadora cultural" que reclamou no jornal, em uma mensagem carregada de preconceito, do comício protagonizado por Dilma, Lula e o Prefeito da cidade no dia 22/09/10. Na minha crítica censurada escrevi "Pasmem! Pesquisadora cultura desconhece que a praça é do povo como o céu é do condor". O editor escreveu a mim defendendo a leitora, tomando a dores da leitora. Pode?

Responder

carlos quintela

29 de setembro de 2010 às 08h34

Por estas e outras é que eu sou a favor de cortar o oxigênio dessa catrefagem que se chama velha mídia. que o Governo suspenda imediatamente os gastos com propaganda feitas em seus veículos e vamos ver como é que as coisas ficam. Podem até não quebrar, mas vão ter que reduzir os polpudos salários pagos a este bando de falsos formadores de opinião e como todos sabemos a parte mais sensível do corpo humano é o bolso.

Responder

Carlos

29 de setembro de 2010 às 08h17

"uma notícia falsa e mentirosa que deu base a uma burlesca cruzada cívica contra uma suposta ameaça à liberdade de imprensa no país, partindo do PT e do governo Lula."
E Hélio Bicudo e Evaristo Arns (nfluenciado por Flávio?) embarcaram na lorota…
Há alguns meses, Salete Lemos (CNT) fez veemente crítica ao Lula por uma declaração… que ele não deu. SL precisava mostrar serviço e então inventou a declaração para mostrar a "indignação" ante o não-fato, o não-acontecido.

"as práticas da chamada grande imprensa estão ultrapassando o âmbito da manipulação editorial e ingressando na esfera do crime organizado."
Estão, sim, e há muito tempo. E como não há punição, os crimes repetem-se com regularidade.

"É um absurdo que jornalistas que se julguem sérios e que respeitem a profissão que abraçaram sejam cúmplices e/ou omissos diante desse tipo de coisa."
Aguardemos contundente manifestação da FENAJ… em defesa do diploma.

Responder

Sebastião Rodrigues

29 de setembro de 2010 às 07h54

Quem está preocupado com censura a Imprensa são exatamente aquele que usa dela para extorquir grossas verbas do Governo com mentiras e falsidades. É como na época da TV Tupi onde a chantagem corria frouxa contra os governos. "Se não sair uma gorda verba de publicidades eu derriço a lenha no seu governo." Tá igualzinho a Venus Platinada atualmente. Façam uma enquete e ouça o povão e vejam o que eles acham desta situação?
Liberda de de Imprensa sim, mas libertinagem não!

Responder

Werner_Piana

29 de setembro de 2010 às 07h31

o PIG é podre. E continua sem limites, fazendo o que quer, mentindo em altos brados pelas radios e tvs Brasil afora. Mentiras tornadas verdades. Democracia, isso?

Responder

Mário Salerno

29 de setembro de 2010 às 07h04

"Ovídeo acima mostra que as práticas da chamada grande imprensa estão ultrapassando o âmbito da manipulação editorial e ingressando na esfera do crime organizado."

Pô, até que enfim perceberam!! Eu só não sei o que é que estão esperando para tomar a mesma atitude que o Obama – que passou a tratar a Fox como um partido político – por aqui!

Responder

Marcelo

29 de setembro de 2010 às 06h53

O Marcelo Tas do CQC esculhamba o Lula em seu blog. Vide revista Isto é desta semana. No úlitmo programa CQC um bloco com Rafael Cortez tenta polemizar sobre a peleja Lula X mídia. Abordagem tendenciosa do programa que acaba sendo desmistificada pelas opiniões de Kotscho e de Noblat. O program também entrou na onda da deturpação do discurso do Zé dirceu pra atingir Lula e o PT.

Responder

Taciana

29 de setembro de 2010 às 06h44

Da mesma forma que eu vi muitas coisas "impossíveis" acontecerem, eu espero que em breve se faça justiça ao grande guerreiro José Dirceu e que, quem não o conhece -como os de minha geração o conhecem – possa saber quem na verdade ele é e do que foi e é capaz pelo Brasil e pelo seu projeto .

Responder

Roberto Locatelli

29 de setembro de 2010 às 06h36

O que o PIG (Partido da Imprensa Golpista) quer é que Lula, Chávez, Evo Morales e Cristina Kirchner apanhem quietos.
A carcomídia inventa fatos, divulga mentiras, falsifica declarações e acha que nenhum governante pode reclamar disso.
Ora, calúnia, difamação e falsificação constituem crime previsto em lei.
Obs.: ridícula essa campanha do Estadão reclamando que está "sob censura" porque um processo judicial corre sob segredo de justiça. Eles se acham deuses intocáveis.

Responder

Marcos

29 de setembro de 2010 às 06h15

E por que não divulgaram esse video no mesmo dia?
Essa lentidão do PT em responder aos adversário é irritante.
O pior é que o PT já tem a bem sucedida iniciativa do blog da Petrobras como exemplo.

Responder

    ValmontRS

    29 de setembro de 2010 às 10h12

    O PIG assassinou José Dirceu e fez dele uma espécie de espantalho, encarnação de todo o mal. Deseja a todo custo pendurar esse espantalho (que eles mesmos criaram) no pescoço de Dilma Roussef.

    Esta é a jogada: se o PT partisse para defender José Dirceu, eles atingiriam o seu objetivo. O espantalho seria colocado no centro do debate eleitoral, levando Dilma e o PT para a mesma vala.

    Na minha percepção, embora não se possa isentar José Dirceu de erros, fica evidente que 99% das acusações que o PIG lançou sobre ele foram forjadas sobre "fatos" tão verdadeiros quanto o que vimos no vídeo acima.

    O que prevalece nesse jogo são os preconceitos e as mentiras plantadas pelos marinhos e civitas nas mentes de milhões de brasileiros. A mentira reiterada virou verdade incontestável.

    Carlos

    29 de setembro de 2010 às 11h44

    Passados 5 longos anos, STF ainda não marcou o julgamento.

Carcará!

29 de setembro de 2010 às 03h17

O Erro do Weissheimer ao propor observadores internacionais de mídia nas nossas eleições é o corporativismo que há na imprensa mundial, o "Repórteres sem fronteiras" é uma organização tutelada pelo departamento de Estado dos EUA, duvido que eles se intrometeriam em uma eleição onde uma independente (deles) é favorita e um aliado deles está em desvantagem.

Responder

Francisco

29 de setembro de 2010 às 02h38

Só fiz dois anos de direito, há muito tempo, mas isso não configura falsidade ideológica (conhecer a verdade e nega-la)?

Responder

José Vitor

29 de setembro de 2010 às 01h55

Grande novidade né, a campanha contra o PT, e especificamente contra o Dirceu, ser baseada em mentiras…

Eu só espero que no próximo governo (da Dilma, por suposto) se faça alguma coisa contra esse comportamento canalha do PIG. (Tem gente que acha exagero falar em PIG, mas acho que o PHA matou a charada quando criou esse termo, devia ganhar um prêmio por isso, pois agora TODO MUNDO está vendo que o PIG EXISTE MESMO!)

Aliás, me lembro de uma situação parecida que aconteceu com o Hugo Chávez, quando ele reclamou de uma coisa específica que foi publicada contra ele na internet, e o PIG de lá e de cá já começou a espalhar que ele queria censurar a internet…

Responder

    Carcará!

    29 de setembro de 2010 às 03h21

    Reclamar é autoritarismo José Vitor, o certo é ficar apanhando caladinho.

    eroni spinato

    29 de setembro de 2010 às 09h03

    Em Organização o PIG ganha do PCC, em (arrecadação) dinheiro também, e em crimes como mentiras, ofensas, etc. etc. também. resultado: o PIG é a maior organização de canalhas do Brasil.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!