VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Walter Falceta: A calhordice das aves necrófagas


05/04/2013 - 18h05

TRAGÉDIA, AUTORIA E REDUCIONISMO POLITIQUEIRO DE REPETIÇÃO

por Walter Falceta Jr, no Facebook, sugestão de Maria Luiza Tonelli

No Rio, um ônibus caiu do viaduto. Sete cidadãos morreram e outros tantos acabaram feridos gravemente. Nas redes sociais e nas áreas de comentários do jornais, reduzida consternação. O oportunismo, a calhordice e a ignorância mais uma vez folgaram no reducionismo de repetição.

Seguem alguns comentários ilustrativos da comoção de propaganda, devidamente printados.

No UOL, Alonso123, escreveu: “Parabéns ao governo aliado do PT por mais esta tragédia. Créditos para Lula e Dilma”.

Dasher23 completou: “(…) enquanto isto, o país continua sendo sangrado, como sempre foi, desde o descobrimento. Ainda não se transformou num deserto árido devido a sua pujança, mas se depender dos Ptralhas, que atualmente se revezam no comando das capitanias, isto logo irá ocorrer”.

Advogadoctba faz sua prece macabra: “(…) Torço para que caia o avião do Cabral, que aliás ano passado quase morreu com o dono da Delta. Pena que não afundou e virou comida de peixe”.

Benevenutti completou: “É isso aí seu governador e prefeito do Rio, aí embaixo dessa lona preta devem estar os corpos das pessoas que os senhores assassinaram”.

No  G1, Alfredo Neves manifestou seu ódio pelo povo do Rio: “(…) Dois cariocas animais em um mesmo ambiente, só pode terminar em tragédia. Cariocas, em geral, são autênticos animais mal educados. (…) A Coreia do Norte podia errar os EUA e acertar o Rio de Janeiro. O mundo ficaria bem melhor”.

Maurício Pereira parece satisfeito com a suposta desmoralização das autoridades: “Agora caiu a máscara do Estado. A incompetência, a máfia, o descaso com o sistema de transporte e todos os demais sistemas de apoio à população carioca virão à tona”.

Em redes sociais, repetiu-se a argumentação de maledicência:

“Mais uma vez o descaso das autoridades do Brasil sil sil leva a uma tragédia em que pais de família perdem a vida. Foi o mesmo que aconteceu na boate Kiss, e as pessoas continuam votando nesse petê”.

“Sete pessoas boas perderam a vida, enquanto Genoíno e a corja comunista continua viva, eles que produzem todo esse mal para a sociedade. Mundão injusto”.

Essa tem sido a tônica de comentários públicos sobre acidentes ou ocorrências trágicas no Brasil. Trata-se de um reducionismo dirigido à propaganda e à disseminação seletiva do ódio.

Qualquer episódio negativo (pode ser o incêndio na boate, a enchente em São Paulo ou a queda do ônibus no Rio) serve para que o indignado neoconservador detrate e criminalize o governo federal e qualquer personalidade ou entidade vinculada às lutas populares.

Assustador é saber que parte desses comentários não brota do teclado dos trolls bem pagos pelos bicudos partidos conservadores e neoliberais.

São produzidos por pessoas comuns, idiotas úteis influenciados pela propaganda massiva de intolerância gerida pela mídia hegemônica.

Para o espalhafatoso Arnaldo Jabor, inspirador de certa malta de revoltosos, tudo precisa ser seletivamente estrutural.

Nada de ruim ocorre no mundo sem que haja a intervenção “maligna” de Lula, do PT, do finado Hugo Chávez ou daquilo que ele chama de “esquerdas ultrapassadas e perniciosas”.

Esse oportunismo condenatório criminoso, que alia calúnia e difamação, está presente também no piadismo azedo de Marcelo Madureira, nas pândegas neofascistas do CQC e nos horrores chargísticos de Caruso, este que recentemente retratou Dilma como uma prostituta do velho oeste.

Para que se restitua alguma verdade, a triste ocorrência do Rio nada tem a ver diretamente com falhas em programas governamentais ou com a campanha de Maduro para a presidência da Venezuela.

Na sociedade da violência, divinizada pela mídia de direita, houve uma discussão entre o motorista do coletivo e um passageiro que se achava membro justiceiro de alguma tropa de elite.

Depois que o ônibus passou direto por uma parada, Rodrigo Santos Freire, de 25 anos, estudante de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), decidiu aplicar ao responsável a punição que decidiu cabível.

O brigão reincidente desferiu um poderoso chute na cabeça do condutor que, na sequência, perdeu o controle do veículo.

Na dimensão da realidade, o episódio conclui-se com dor e morte. Na dimensão cibernética, inicia-se mais um feliz banquete para as aves necrófagas.

Walter Falceta Jr. é Jornalista

 Leia também:

Fátima Oliveira: Os governos e as mortes preveníveis



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Rossi

17 de abril de 2013 às 03h10

Lembram-se do acidente da TAM?Pois é.Essa história de criminalizar o Presidente ou seu partido político começou naquela época.Estratégia midiática de assassínio de reputação.Nassif explica bem isso.Vida que segue.Como dizia o Ibrahim:”Os cães ladram a caravana passa”, mas não convém subestimá-los.

Responder

maria de sobral

07 de abril de 2013 às 16h19

Triste o que aconteceu,morreu muita gente,muitos ficaram feridos, mais triste ainda os comentarios feitos. Por quem? Falei numa reforma humana, será que pode ser feita? Apelam pra tudo que teem ao alcance, pra anarquisar, pra propagar a sua infelicidade, pra destilar o odio que sentem por Lula, pelo governo. E assim, ostensivamente, no meio do tempo, sem ter nem noçao do que dizem, e nao é por inocencia, é com maldade mesmo que se tornam porta-voz dos infelizes. Pra estes, nao importa se esta sendo apenas espetaculoso, parece que dao o recado que, agora, vem explicito nos discursos de odio, de preconceito, de infelicidade.

Responder

Jorge Moraes

07 de abril de 2013 às 11h27

As aves de rapina de segunda preparam o terreno para as de primeira. Tão logo estas, reais, alcancem novamente o controle do estado, as outras, secundárias, serão devidamente descartadas. Aos poucos, uma espécie de subproduto de engenharia genética de Dr. Jeckyl vai tomando forma: ave, bico longo, com algumas penas coloridas, incompassiva, permanentemente faminta, subleitora da realidade, reducionista in extremis (grande texto do articulista), servil à águias fundamentalistas de outras plagas. O ódio e o medo são os seus combustíveis. Flex, portanto. A hora do pesadelo, sexagésima quarta versão. Está difícil de viver.

Responder

Julio Silveira

07 de abril de 2013 às 10h41

Vejo grande semelhança neste acidente, ocorrido na minha cidade natal, com o ocorrido na cidade de Santa Maria no estado que resido atualmente, o RS, lógico sem correlação com o numero de vitimas, mas nas mecanicas utilizadas para determinar as culpabilidades. Vejo ambos como fruto de uma irresponsabilidade continuada tornada cultural, e uma tendência também cultural a punirmos o elo mais fraco da corrente. Os maiores culpados, em minha visão, os que induzem a prática cultural nefasta e viciante ao final de tudo, e após as consequências, posam contritos e de observadores da lei.
E a cidadania, como nos momentos costumeiros dos prejudiciais atrasos na rede ferrea, incapaz de de ver soluções, sequer cumplicidade para solução, preferem quebrar o trem sem a percepção do agravamento de seu prejuizo. Fazendo o jogo, indo atrás, sacudindo seus bastões para malhar os judas, as vezes animados outras inanimados, mas todos sem exceção criados e apontados pelo sistema, pela ausencia de empatia dos não menos culpados, os incosequentes e indutores, os que deveriam pensar correção de rumo, os que pregam viver para isso, que vivem dessas palavras e sempre posudos e super protegidos por status de autoridade.

Responder

Antônio

07 de abril de 2013 às 10h07

Será que está fora de pauta? Eu não sei, não.

Imperdível no Nassif: “VIAGE MAIS, PRESIDENTE”, por Marcelo Odebretch

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/viaje-mais-presidente-por-marcelo-odebrecht

Responder

Ted Tarantula

07 de abril de 2013 às 09h55

esse é um tópico preciso onde se deve recorrer à sabedoria popular:
Se filho da puta voasse em nosso país ninguém ia ver o sol – ou o céu dependendo da versão. Desconfio que não se veria nenhum dos dois tantos eles são: os fdp.

Responder

Otacílio Gomes

07 de abril de 2013 às 09h30

Mário S. Alves, eu também errei e não consertei até agora o seguinte: Os juros das cadernetas de poupança regidas pelo novo cálculo (hoje, 70% da taxa selic) gira em torno de 5,5% ao ano, e não 0,55 como eu havia colocado num dos comentários.

Mas escrever de maneira irretocável só o Azenha e a Conceição Lemes. E nós, do lado de cá, vamos nos acertando. Porque errar é humano, mas permanecer no erro é ……..

Responder

Paulo Metri: Brasil capitula às multinacionais de petróleo - Viomundo - O que você não vê na mídia

07 de abril de 2013 às 07h44

[…] Walter Faceta: A calhordice das aves necrófagas […]

Responder

Francisco

07 de abril de 2013 às 06h29

Porque a primeira culpa (injusta) foi atribuida ao motorista?

Simples: entre ele e o estudante, o motorista era o trabalhador…

Responder

Mário SF Alves

06 de abril de 2013 às 23h26

Tá claro que a mídia fora-da-lei influencia a cabeça de muita gente que desconhece a realidade e complexidade política do Brasil e da América Latina. Disso não resta dúvida. Sim, assim como é certo admitir que grande maioria dos neocons, estilo tea tupiniquim, jamais conheram os horroresvde uma ditadura militar como a que os EUA ajudaram a implantar no Brasil. Mas, será que se exatamente disso? E o caso daqueles que são filhos ou, além de tudo, influenciados por amigos filhos de dentistas ou acionistas de empresas neoliberais?
———————————————-
Interessante considerar que muitos destes aprendizes de feiticeiros, só são o que são, e só aprenderam a se expressar graças aos milhares e milhares de concursos públicos promovidos pelos governos Lula e Dilma.

Responder

FrancoAtirador

06 de abril de 2013 às 21h40

.
.
Conselheiro Luiz Moreira Gomes Júnior*, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNPM),
requereu instauração de dois inquéritos para apuração de ilegalidades praticadas pelo Programa CQC da Rede Bandeirantes de Televisão por haver submetido um menor à situação ofensiva ao princípio constitucional do repeito à Dignidade Humana.

Os requerimentos foram dirigidos ao Ministério Público do Trabalho, sobre ofensa à legislação trabalhista, no que se refere ao trabalho do menor,
e ao Ministério Público do Distrito Federal, quanto a transgressões aos dispositivos da Lei nº 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA) e da própria Constituição Federal.



*(http://www.cartacapital.com.br/politica/gurgel-volta-a-atacar)

http://www.conversaafiada.com.br/pig/2013/04/05/cnmp-aciona-band-sobre-uso-de-crianca-contra-genoino

Responder

Rogerio

06 de abril de 2013 às 20h42

É quase tudo troll, trabalhando para a própria globo, eles são os primiero s acomentar depois da postagem para dar a linha…É um bando de paus mandados pagos….

Responder

Nelson

06 de abril de 2013 às 19h34

“Maurício Pereira parece satisfeito com a suposta desmoralização das autoridades”.

O pior, Falceta, é que não é somente o Maurício Pereira que parece satisfeito. Parcela da esquerda – pelo menos assim se identificam – adora esculachar a classe política como se fossem os maus políticos o único problema do país, o único entrave ao Brasil tão sonhado. Discordo totalmente da postura dessa esquerda, pois ela não ajuda à necessária politização das pessoas, pelo contrário, as afasta mais e mais da participação na política e, por consequência, nada constroi.

Responder

Ted Tarantula

06 de abril de 2013 às 16h07

pelo que entendi, sem o PIG ou o Serra seriamos assim um tipo de Xangri-la de gente sensata e bacana…sei não..sei não

Responder

FrancoAtirador

06 de abril de 2013 às 15h51

.
.
A Globo, imediatamente, culpou o motorista,

acusando-o de trafegar a alta velocidade.

Agora, com a verificação no tacógrafo do ônibus,

a perícia indicou que o veículo estava a 32 Km/h,

no momento trágico em que caiu de cima do viaduto.

(http://oglobo.globo.com/rio/delegado-diz-que-motorista-de-onibus-que-caiu-de-viaduto-nao-corria-no-momento-do-acidente-8034632)
.
.
No início do Século 20,

Rosa Luxemburgo exclamou:

“Socialismo ou Barbárie!”

Hoje, no início do Século 21,

estamos perplexos testemunhando

a opção adotada pelo Ocidente.
.
.

Responder

    Christian Fernandes

    06 de abril de 2013 às 23h36

    Essa eu vou tuitar!

Urbano

06 de abril de 2013 às 13h06

O fato e os comentários mambembes definem exatamente a imbecilidade de cada portador desses. Encontram-se de cachos na blogosfera essas peças pebas. Também, vão ver qual TV que assistem e o que assistem; os jornais e revistas que lêem… Sem um mínimo necessário de neurônios, aprenderam isso tudo nessas mídias estercorárias que existem historicamente no Brasil. E também por que não dizer no mundo.

Responder

Apavorado por Vírus e Bactérias

06 de abril de 2013 às 12h39

Só os idiotas entram nessa. Jabor é um asneirento e idiota facistóide. O que diremos da gente do povo que joga todas as suas frustrações, todo seu ódio direcionado por essa mídia perniciosa. No entanto as urnas têm mostrado que há menos idiotas do que pessoas que sabem o que querem. E querem um Brasil melhor, uma vida melhor. O trabalho para o bem é a vitória de Lula e Dilma. Eles são honestos e bons. Essa direita idiota que só visa a corrupção, o poder e a grana e que nem projeto honesto para o Brasil e para os brasileiros tem, afunda a cada dia. Seu projeto é inconfessável, seu parceiro é nosso inimigo e a gente percebeu isso. As urnas somos nós. Agora falta uma urna honesta, para que possamos auditar os votos. Mas o Supremo negou. Apresentou uma defesa idiota para a negação. A manipulação da urna é um trunfo para a direita. Temos que derrubar isso, sem medo de sermos felizes.

Responder

    Nelson

    06 de abril de 2013 às 19h26

    Não que eu queira dar uma de advogado do Jabor, meu caro Apavorado, mas, permita-me discordar de você.

    Veja o que diz o dicionário Michaelis sobre o significado de idiota:
    “1 Falto de inteligência. 2 Estúpido, parvo, pateta. 3 Ignorante. 4 Med Doente de idiotia. 5 Psicol Pessoa com nível mental a um quinto, ou menos, do nível normal do grupo de idade cronológica a que pertence.”

    O Jabor nada tem de idiota; pode até ser um fascistóide como tu defines, mas idiota, não. Pelo contrário, ele é uma cara muito inteligente, que resolveu trabalhar para o sistema para poder receber gordas bonificações.

    E ele faz direitinho o trabalho pelo qual é pago. Cineasta e conhecedor da arte da dramaturgia, no final da noite, ele faz uma encenação que muitas vezes complementa o que foi dito durante o dia inteiro pela mídia hegemônica. E eu te digo que o teatro dele surte efeito. Quem não tem um pouco mais de conhecimento do que se passa na realidade no Brasil e no mundo – infelizmente, é um contingente que corresponde à maioria da população – cai facilmente na lábia do Jabor.

Nedi

06 de abril de 2013 às 11h20

Tenho sérias dúvidas que sejam mesmo “inocentes” os comentários estúpidos postados por essa rapaziadinha. As pessoas são o que trazem na alma. CAnsei de por a culpa nos jabores e azevedos que por aí existem aos montões. Tá na hora da galerinha assumir sua responsabilidade no processo e parar de jogar a responsabilidade em “gentes” que não tem significado algum.

Responder

    Nedi

    06 de abril de 2013 às 12h20

    As pessoas são o que trazem na alma. Tenho sérias dúvidas de que sejam mesmo “inocentes” os comentários estúpidos postados por essa rapaziadinha. Cansei de pôr a culpa nos “jabores” e “azevedos” que por aí existem, aos montões. Tá na hora da galerinha assumir sua responsabilidade no processo e parar de jogar a responsabilidade em “gentes” que não tem significado algum. Não dá pra ficarem a vida toda escondidos atrás das “cantanhedes”, “caetanos”, “Valdvogels” e “garcias”…eles são aquilo que a sociedade brasileira cria. E os “comentadores” dos posts, também o são. EU, inclusive

Fabio Passos

06 de abril de 2013 às 11h00

Odio e preconceito.
Isto e o legado da ditadura e do monopolio da informacao mantido pelo PiG.

Responder

    Malvina Cruela

    07 de abril de 2013 às 10h03

    antes da ditadura e do PIG o que éramos então? O jardim do éden na terra,
    uma paraíso idílico de gente boa e honesta??? de onde veio a turma que fez o PIG e a “revolução”, como diz?? de saturno???? (esse é o problema com a esquerda – entre outros – o sectarismo que transforma tudo em religião cheias de dogmas e mandamentos pétreos, de jargão tolo, aliás, aqui até o ateísmo foi transformado em religião, vc quer mais o que???)

luiz claudio

06 de abril de 2013 às 09h21

Mas isto reflete a opinião do povo manipulado deste nosso brasil, grande e abençoado por Deus e lindo por natureza,”que beleza”,fazer o que né azenha é o preço da “pseudo democracia” brasileira,regime este que somente favorece uma minoria privilegiada,que acostumou estar sempre por cima da carne seca,e que não aceitou e não aceita um bando de proletários no poder;sabe o que devemos fazer,é parar de dar audiência para este bando e começarmos a exaltar os feitos do nosso governo trabalhista e criticarmos também ,claro,quando errarem,ou contrários deles,pois somos diferentes,que somente mostram as coisas que interessam a eles.Dilma 2014,apesar de algumas falhas,que acredito,no segundo mandato corrigirá,pois estará mais experiente,lembram do lula,os seus maiores feitos foi no segundo mandato.

Responder

Heber

06 de abril de 2013 às 08h27

21 anos de escuridão. Teoria golberiana de dominação, criamos uma malta de nescios, incapazes de distinguir e analisar. Uma geração de educadores bem formados resolve.

Responder

Otacílio Gomes

06 de abril de 2013 às 08h26

Errata: no comentário anterior, invesstirem no lugar de invistam.

Responder

Otacílio Gomes

06 de abril de 2013 às 08h18

Da Série “O BRASIL É UMA MERDA”

Vocês têm assistido ultimamente ao telejornal da Record ou de uma outra rede de televisão qualquer? Parece uma continuidade do programa do Datena: só tem violência, morte por afogamento,ônibus que caem de viaduto, espectativa de inflação crescente, atropelamentos, desastres naturais diversificados, ameaças terroristas, explosões no IRAQUE (mas a culpa também é da Dilma, claro), morte de criança por bala perdida em favela CARIOCA (em Sampa isso nunca acontece) e uma infindável lista de horrores. A conclusão é óbvia: o Brasil é o próprio inferno descrito por Dante Alighieri.

Minha mulher entrou em depressão um dia desses e eu disse que ela não precisava ir ao médico; bastava deixar de assistir aos telejornais da televisão brasileira. Ela seguiu o meu conselho e a recuperação foi imediata.

E os rentistas endinheirados (donos de milhões de reais) estão mal satisfeitos com os rendimentos da poupança, cerca de 0,55% ao ano.

Para estes rentistas e para os comunicadores que sugerem o tempo todo que o “Brasil é uma merda”, eu recomendo se mudarem do Brasil e invistam suas fortunas nos bancos chipriotas.

“Porque bom mesmo é no Chipre”, como diria o Chacrinha se ainda fosse vivo.

Responder

    Mário SF Alves

    06 de abril de 2013 às 23h37

    E os rentistas endinheirados (donos de milhões de reais) estão mal satisfeitos com os rendimentos da poupança, cerca de 0,55% ao ano.
    ——————————-
    Otacílio, você disse exatamente o que eu gostaria de ter dito no comentário acima. Ou seja, em lugar de dentista, porcfavor, leia dentista.

    Mário SF Alves

    06 de abril de 2013 às 23h38

    Saiu errado de novo. Sinto muito.

Álvaro Simas

06 de abril de 2013 às 08h12

Sinto vergonha de ser brasileiro.

Responder

Otacílio Gomes

06 de abril de 2013 às 07h45

AOS IDIOTAS DE PLANTÃO
(Raríssimos entre os leitores do Vi o Mundo)

Acidentes, meus caros imbecis,infelizmente sempre ocorrerão. Por negligência dos condutores, por uma carga mal feita, porque a TAM negligenciou na manutenção preventiva de uma aeronave (lembram do acidente que culparam o Lula?). Uma vez no ar, não dá para consertar.

Meus caros imbecis, vocês não sabem o significado do termo “raciocínio cartesiano”, ou melhor, da “filosofia cartesiana”, sabem?.

Pois vejam o que diz a Wikipédia a respeito do assunto: “O fundamento principal da filosofia cartesiana consiste na pesquisa da verdade, com relação a existência dos “objetos”, dentro de um universo de coisas reais. O método cartesiano esta fundamentado no princípio de jamais acreditar em nada que não tivesse fundamento para provar a verdade. Com essa regra nunca aceitara o falso por verdadeiro e chegará ao verdadeiro conhecimento de tudo”.

Entenderam? Eu duvido. Mas eu vou explicar de uma maneira mauito mais elementar: se A é igual a B e B é igual a C, logo A é igual a C.

Entenderam, meus caros imbecis?
Eu duvido!

Responder

Alemao

06 de abril de 2013 às 05h01

E tem mais, duvido alguém me mostrar uma fala de algum figurão da oposição aonde há o claro incentivo ao atrito. Aonde o nós contra eles é exaltado ao extremo. Como se o eles não tivessem direito a opinião, ou que se eles significa fazer o mal. O que pensar então quando o líder de um partido da situação utiliza-se dessa retórica em qualquer discurso que faz? Acredito que o efeito desse incentivo, praticado por uma liderança nacional é muito mais nocivo.

Responder

Deixe uma resposta para Rogerio

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!