VIOMUNDO

Diário da Resistência


Petroleiros acusam Bolsonaro de violar plano de cargos para dar boquinha a amigo na Petrobrás
Reproduçãp Facebook
Você escreve

Petroleiros acusam Bolsonaro de violar plano de cargos para dar boquinha a amigo na Petrobrás


11/01/2019 - 18h30

Para promover amigo de Bolsonaro, Petrobrás viola plano de cargos

da FUP

Após promover o filho do vice Mourão no Banco do Brasil, Jair Bolsonaro gera nova indignação ao interferir a favor da indicação de um “amigo particular” para ocupar a Gerência Executiva de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobrás.

Para atender ao pedido do presidente, a direção da empresa violou o próprio Plano de Cargos e Remuneração (PCR) e nomeou um profissional pleno para um cargo sênior, triplicando o seu salário.

Carlo Victor Guerra Nagem, o “amigo particular” de Bolsonaro, é capitão-tenente da reserva da marinha e funcionário da Petrobrás há 11 anos, período em que também disputou cargos legislativos pelo PSC, com apoio do presidente eleito.

Nesta sexta-feira, 11, em sua conta oficial do twitter, Bolsonaro defendeu a indicação, alegando que o amigo tem um currículo com várias atribuições externas que o qualificam para o cargo.

No entanto, títulos acadêmicos não justificam aceleração na carreira ou, até mesmo, aumento da remuneração, segundo esclareceu a própria Petrobrás, durante a campanha para implementação do PCR.

No documento “Perguntas e Respostas sobre o PCR”, a empresa informa que “a proposta do PCR é avaliar as pessoas por suas entregas e não por suas titulações”.

Profissional de nível Pleno da carreira Administrativa, Carlos Victor, também segundo as atribuições de carreira do PCR, teria grandes dificuldades de ocupar uma Gerência Executiva, cujas funções estão diretamente relacionadas às atribuições dos profissionais de nível Sênior.

Como profissional Pleno, por exemplo, o novo gerente de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobrás não poderá “representar a companhia em projetos interinstitucionais, respondendo por assuntos técnicos e zelando pela imagem institucional”.

Segundo o PCR, somente profissionais de nível Sênior possuem atribuições no plano de cargo para poder propor “novas formas de organizar, sistematizar e normatizar os trabalhos em que atua”.

Já os profissionais de nível Pleno devem tomar decisões “com autonomia em situações não previstas, mas não inéditas”.

Portanto, seguindo as normas do PCR, Carlos Victor ocuparia uma Gerência Executiva da Petrobrás, em um período de transição, sem poder fazer nada de novo.

Qual o sentido dessa nomeação, se não favorecer o amigo de Bolsonaro?

PS do Viomundo: O Capitão Victor, com apoio pessoal de Bolsonaro, foi candidato a vereador em Curitiba e teve 1129 votos; candidato a deputado estadual, conseguiu a façanha de ter apenas 583 votos.

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

12 de janeiro de 2019 às 18h55

https://twitter.com/i/status/1083920169502736384
“Queiroz sambando na cara!
O Villa Boas e o Alto Comando farão um alerta à Pátria,
o Deltan um power-point,
helicópteros atiçarão passeatas,
o pato voltará à FIESP com dancinhas dos patos,
Fux ajeitará o telhado,
o Moro vai grampear o Einstein e os otários”…

https://twitter.com/Bob_Fernandes/status/1084089666851229697

Responder

Zé Maria

12 de janeiro de 2019 às 17h55

General Villas Bôas agradece Bolsonaro
por quebrar “amarras ideológicas”
e é congratulado por ‘evitar golpe militar’
https://t.co/VwVjMPKJVW
https://twitter.com/luisnassif/status/1083821785571840001

Pra quê golpe militar se tem o STF e a Mídia Fascista?

Responder

Cláudio

12 de janeiro de 2019 às 04h12

VIVA LULA 2019 ! ! ! ! !

Responder

Jardel

12 de janeiro de 2019 às 01h18

Promessa do Bozo: “somente indicações técnicas, sem o viés ideológico”
Agora o critério do viés parece ser o do rol de parentes e amigos.
O que não é surpresa, haja vistas às contratações no seu gabinete e nos gabinetes dos filhos.
O próprio SBT, agora, Sistema Bolsonaro de Televisão, anos atrás noticiou o irmão do Bozo “trabalhando” como funcionário fantasma no gabinete do Bozo filho em SP.
Confere aí:
https://www.youtube.com/watch?v=FMgQeBvKJGo

É foda, né?

Responder

Fabiano

11 de janeiro de 2019 às 22h36

Nao poderá propor nada, mas vai ganhar 3x mais. Meritocracia é coisa para gente lenta. Tanto no publico qto no privado tá cheio de amigo, parente e comidinha. SÓ sendo muito boca aberta para achar que tem tanta gente inteligente assim no BRASIL. Tem muito embusteiro, mas cranio mesmo sao poucos.
Bem feito para os coxinhas e bolsominions.

Responder

Julio Silveira

11 de janeiro de 2019 às 22h26

Petrobras, Banco do Brasil, todas elas são a cozinha da casa dessa turma de “brasileiros que só pensam no Brazil” .

Responder

Zé Maria

11 de janeiro de 2019 às 19h29 Responder

Zé Maria

11 de janeiro de 2019 às 19h21

Capitão Victor, do “Partido Social Cristão” (PSC),
é “Amigo do Rei” Xariar, da Pérsia, não de Ciro.

Responder

Deixe uma resposta para Cláudio

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.