Ângela Carrato: Quem precisa pedir perdão é a Globo e seus funcionários que fomentaram o ódio e a criminalização do PT

A propósito do artigo de Ascânio Seleme