VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Minas Sem Censura: “Saúde” do senador Aécio vai de mal a pior


06/08/2014 - 23h12

Mari e Bel - Médicas cubanas

As médicas cubanas Maribel Morera Saborit e Maribel Hernandez, em Melgaço (PA), município que tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil

A “Saúde” de Aécio está precária

Aécio demonstra total desconhecimento sobre saúde pública. Sua visão é precária, preconceituosa e retrocede em 40 anos da luta pela reforma sanitária. Com Aécio, fica fortalecida a indústria da doença.

por Minas Sem Censura

Aparte ao senador.

O senador Aécio Neves desistiu de se licenciar do Senado. O bloco parlamentar Minas Sem Censura se mantém, portanto, em sua atribuição e prerrogativa institucionais de debater as ações do senador para o Brasil e sua incidência nas Minas Gerais.

No dia 5 de agosto, Aécio falou na sede regional da Associação Médica Brasileira, na capital federal, sobre suas ideias para a saúde.Vale lembrar algumas:

Ele disse que vai criar a “carreira nacional” dos médicos (que é diferente da Carreira de Estado e para todas as profissões); também declarou que não renovará o convênio com a OPAS (Organização Pan-americana da Saúde) e que a presença dos médicos cubanos tem “data de validade”, três anos. Segundo ele, se permanecerem estrangeiros no Brasil, isso seria uma política “lateral”;  disse ainda que os profissionais da área (de saúde) é que serão os responsáveis pela execução das políticas públicas de saúde.  (O que quer dizer isso, mesmo?).

O senador tucano jogou 40 anos de história do movimento da reforma sanitária brasileira no lixo. Um movimento supra e extra partidário, que unificou visões ideológicas distintas, aproximou profissionais de diversas áreas em equipes multidisciplinares, que atraiu usuários para a construção de propostas da “reforma” e foi descartado pelo senador, em face de sua postura oportunista ao tentar agradar médicos de direita.

O movimento pela reforma sanitária no Brasil é referência internacional e tem sido objeto de estudos em todas as universidades e instituições de pesquisa no mundo. O SUS, ainda com lacunas, é resultado desse esforço plurideológico, e é recomendado pela Organização Mundial da Saúde como “modelo” a ser seguido nos países pobres e nos em desenvolvimento, além de ser – setorialmente – exemplar até mesmo nos países mais desenvolvidos.

E o que fez Aécio com seu discurso na AMB:

Retrocedeu aos tempos das divisões entre médicos, de um lado, e outras categorias da saúde, de outro. Perspectivar carreira para profissionais de saúde é coisa necessária e séria. Essa menção à “carreira nacional” de médicos só mostra sua ignorância no assunto; retrocedeu também aos tempos em que a atenção básica era desprezada, em nome da apologia à especialização; insinuou a ampliação de espaço à indústria da doença (laboratórios farmacêuticos e fábricas de equipamentos de exames de imagem etc);  e arrumou uma briga preconceituosa e ideológica contra o “Mais Médicos” por causa dos profissionais cubanos aqui presentes.

Centenas de fóruns, pelo país inteiro, com a participação de milhares de profissionais, gestores e usuários, que construíram normas constitucionais, leis, decretos, portarias etc, além de já executarem, na ponta, boa parte das políticas públicas de saúde, foram, solenemente, desprezadas pelo senador tucano. É,  “Saúde” do senador vai de mal a pior. Ele quer o retrocesso! Ele sabe que o que dá lucro é a indústria da doença e não a promoção da saúde.

Sinceramente, desejamos melhoras ao senador.

 Leia também:

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carlos Freitas

16 de setembro de 2014 às 22h07

O ANTES e o DEPOIS de um POLITICO.
Segundo eu…

A atmosfera do mundo da política é totalmente diferente da atmosfera do mundo comum e real que vivem os ELEITORES.

Penso eu que: Todos os que são políticos hoje, já tiveram os mesmos pensamentos das pessoas que ainda hoje lutam pelos direitos humanos.

Direito de ter: “ÁGUA para beber, COMIDA para satisfazer a sua fome e ABRIGO para que no mínimo se encaixe no que diz a: Constituição.

“A casa é asilo inviolável do indivíduo”

Antes de crescer no mundo político, o candidato era dominado pelo desejo de ajudar as pessoas da sua Cidade, depois Estados e por fim se torna mais uma vitima contaminada pelo “Mal do poder” que domina a mente de muitos políticos.

Agora, em vez de ajudar a população, passam a cometerem atos vergonhosos que eu e você acompanhamos frequentemente na tv e nos jornais.

Julgo eu que um homem contaminado pela ambição do poder político já tem seus pensamentos diferente dos pensamentos que tinha antes.

Antes de ser: “Seu eu for um político, vou lutar para ajudar a mudar a minha cidade.”

Depois de ser: “Talvez eu possa ser o presidente, só assim ajudarei os meus semelhantes.”

Não penso que seja errado desejar ser o PRESIDENTE DA REPUBLICA, mas digo que muitos mudam de foco, se concentrando unicamente em sua ambição.

Agora, os bons pensamentos se converteram em desejo próprio.

Como em tudo, sempre vai existir exceção.

Embora sejam poucos que por si mesmos decidiram Perder para Ganhar.

Os poucos que participam da exceção são os que entenderam o recado deixado pelas pessoas que lhes elegeram, compreenderam que ser político, é ter a oportunidade de lutar pela felicidade do seu semelhante.

Estes determinaram que em suas contribuições como político exista lugar para “Razão e Emoção”.

Carlos Freitas.*l*l*

Responder

Mailson

08 de agosto de 2014 às 15h37

Vejam como a Miriam Leitão sofre para dar uma notícia favorável ao governo Dilma.
A mulher fica gaga. É hilariante! Não perca: http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/2014/08/08/urubologa-explica-inflacao-zero/

Responder

Saint Clair

08 de agosto de 2014 às 12h01

Esse playboy que nunca estuda o Brasil em questões sociais internas e muito menos nas questões geopolíticas, criado em Copacabana sabe lá o que é sistema de saúde. Só vota nele os trouxas e os playboys de Minas e de São Paulo. O cara nunca bateu um prego sequer, nunca participou de um movimento social e tem tem como seu vice um sujeito arrependido de participar dos movimentos de luta contra a Ditadura e ainda tem o descaramento de querer ser Presidente da República. Ah, faça-me um favor… Socorro…

Responder

Eduardo

07 de agosto de 2014 às 20h36

Dê-lhe espaço na imprensa golpista, preferencialmente Globo, um microfone e dois metros de corda! O resto ele faz sózinho!

Responder

    Saint Clair

    08 de agosto de 2014 às 13h02

    Não Eduardo, não precisa corda não, ele já se enforca todos os dias com os fios dos microfones em suas declarações com propostas pueris para o Brasil. Se perguntares a ele (Aécio aeroNeves) sobre os Brics ele entende briga, e se explicarem direitinho, ele volta para os tempos da Guerra fria e dirá que é coisa de comunista. Façam a prova e verás. O cara não sabe nada de política externa e geopolítica. O partido dele queria bombardear a Bolívia na questão do gás natural que era saqueado de lá nos tempos do seu lider FHC. Queriam que o Lula invadisse com o exercito o território boliviano quando Evo Morales fez, para o seu povo, o que era certo. Aécio e seu partido PSDB são imperialistas a serviço dos EUA e, por isso, querem acabar com o SUS e o “Mais Médicos”.

Luís Carlos

07 de agosto de 2014 às 20h19

Aécio é um cara de família, mas tão de família que deixa a chave do aeroporto construído com dinheiro público com o tio dele. A saúde? Poderia estar melhor se parase de mergulhar no raso.

Responder

FrancoAtirador

07 de agosto de 2014 às 19h00

.
.
Ex-Ministro/Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

Ayres Britto cobrou R$ 56 mil do Candidato Aécio Neves (PSDB)

por Parecer Jurídico Favorável ao Aécioporto em Cláudio-MG

Qui, 07/08/2014 – 16:00 | Atualizado em 07/08/2014 – 17:16

Por Cíntia Alves

Jornal GGN – Aécio Neves (PSDB) pagou R$ 56 mil para que o escritório de advocacia do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Carlos Ayres de Britto emitisse um parecer afirmando que a obra do aeroporto de Cláudio não apresenta “nada de juridicamente inválido”.
A informação é do Painel da Folha desta quinta-feira (7).

Após o jornal revelar, em 20 de juLho, que o ex-governador de Minas Gerais construiu um aeroporto de médio porte por R$ 14 milhões na fazenda de um tio-avô, o tucano tratou de distribuir à imprensa alguns documentos para explicar a legalidade da obra.

Entre eles, um segundo parecer de escritório de advocacia, datado de juNho,
e enviado pelo ex-ministro [do STF] Carlos Mário da Silva Velloso
de Portugal para Brasília.

Os documentos versam sobre a desapropriação de uma área para construção de obra pública, e sobre decisão judicial concedendo liminar de posse – caso do aeroporto de Cláudio, pois o processo de desapropriação ainda tramita na Justiça.

O motivo é a discordância entre o valor que o tio de Aécio cobra pelo terreno (cerca de R$ 9 milhões) e o montante que o Estado reservou para indenização (R$ 1 milhão).

Segundo o governo mineiro, uma nova perícia será feita para determinar o custo correto.

Aécio tentou, com os documentos, desmentir a tese de que o terreno ainda pertencia ao familiar e que, dessa forma, o aeroporto de Cláudio era uma obra pública feita numa área privada.

Contatada, a assessoria de Aécio não confirmou, até o fechamento dessa matéria, a informação da Folha.

Também não apresentou motivos para que Aécio tenha contratado o parecer de Velloso
um mês antes de o aeroporto de Cláudio virar assunto na Mídia.

Íntegra da matéria
(http://jornalggn.com.br/noticia/ayres-britto-cobrou-r-56-mil-pelo-parecer-sobre-aeroporto-de-claudio)
(http://migre.me/kUFgj)

Leia mais:

Inquérito de 2009 não questiona favorecimento à família de Aécio com aeroporto

(http://jornalggn.com.br/noticia/inquerito-de-2009-nao-questiona-favorecimento-a-familia-de-aecio-com-aeroporto)
(http://migre.me/kUFhy)
.
.
Pausa para um Momento de Reflexão Gramatical da Língua Portuguesa

MER·CE·NÁ·RI·O
(latim mercenarius, -a, -um, assalariado, alugado, pago, comprado)

adjetivo e substantivo masculino
1. Que ou aquele que trabalha, ou serve, por dinheiro.
2. Que ou quem é movido apenas pelo interesse pessoal e material. = INTERESSEIRO

substantivo masculino
3. Soldado que serve por dinheiro um governo estrangeiro.
4. Frade da Ordem da Mercê [(http://migre.me/kUEUb)].

“MERCENÁRIO”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, (http://www.priberam.pt/dlpo/MERCEN%C3%81RIO) [consultado em 07-08-2014].

(http://imgur.com/RFLBVCZ)
.
.

Responder

Urbano

07 de agosto de 2014 às 17h47

O careta… careta né não, pelo contrário; o pulha é um zorra louca.

Responder

Aline C. Pavia

07 de agosto de 2014 às 13h54

Candidato ideal dos coxinhas.

Responder

Diego Gutierrez

07 de agosto de 2014 às 12h46

Nada que nos surpreenda… importante é o povo formador de opinião esclarecer-se e fortalecer argumentos contra este jovem aventureiro, que só representa retrocesso e favores a elite… “povo” pra este tipo de político só serve pra votar. No mais, se satisfazem com “quanto mais longe” melhor. Continua com a “cabeça nas nuvens”. Viajando! Em outubro vai saber que foi uma “badtrip”! Dilma neles!

Responder

FrancoAtirador

07 de agosto de 2014 às 12h25

.
.
O Aéreo Naves quer tirar os votos do Pastor Everaldo.
.
.

Responder

Nelson

07 de agosto de 2014 às 11h49

A carreira delle tem data de validade e será no primeiro turno das eleições. A outra “carreira” é que seguirá firme!

Responder

silvano

07 de agosto de 2014 às 11h15

Esperar iniciativa dos tucanalhas e demos em favor do povo é querer demais. É como esperar honestidade da parte deles. Tudo que fazem é para a elite.

Responder

C.Paoliello

07 de agosto de 2014 às 11h11

Só mesmo um senadorzinho ausente é que não sabe que já tramita um plano de carreira para médicos, dentistas e enfermeiros no Congresso Nacional e que deveria ser estendido a todas as áreas da saúde.

Responder

Mar da Silva

07 de agosto de 2014 às 08h50

Um candidato que se espelha no FHC e na sua equipe econômica não pode trazer nada de benéfico para o país em termos de propostas. A validade dele termina em outubro. Ainda bem. Dele e de seus apoiadores.

Responder

Renato Valle Bittencourt

07 de agosto de 2014 às 07h06

Choque de gestão na saúde… será a volta dos choques elétricos nos tratamentos psiquiátricos?

Responder

Euler

06 de agosto de 2014 às 23h53

Ideologicamente Aécio nunca saiu da Guerra Fria. E parece um porta-voz dos EUA a criticar Cuba, Venezuela e outros países que não se submetem às determinações do império. Aécio é o bem nascido que nunca desejou romper com os de cima. Quando diz que vai mandar os médicos cubanos de volta pra casa, na prática está dizendo: vou acabar com o Mais Médicos. Não tem coragem de assumir isto de forma direta e clara, por isso arranja estes artifícios para agradar as elites – as quais serve – sem fazer parecer, aos 40 milhões de beneficiários do Mais Médicos, que deseja acabar com este bem sucedido programa. Se tirar os 11 mil médicos de Cuba do Mais Médicos vai sobrar o quê? Que o programa de TV e rádio da Dilma mostre isto bem, diariamente, para que os eleitores saibam quem é quem.

Responder

    Julio Silveira

    07 de agosto de 2014 às 00h25

    É Euler, e o mais pitoresco nisso é que ao se mostrar esse tipo de incoerência eles se saem com a velha estratégia do terrorismo eleitoral. Como quando foi mostrado aquele interesse latente neles de acabar com o bolsa família.
    Para mim duas coisas caracterizam essa oposição, a maioria dos brasileiros, hipocrisia e cinismo, esse ultimo em doses cavalares. Já o Aécio esse é só um cavalo de comissário, sob a tutela até da irmã. Querer um desses para comandar um país é querer correr um risco de sermos governados diretamente por varias e impensáveis mãos. Por favor poupem o Brasil desta brincadeira.

    Maria Apafrecida Jube

    07 de agosto de 2014 às 20h34

    Eu não diria brincadeira, mas desgraça mesmo.


Deixe uma resposta para Carlos Freitas

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.