VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Leitores falam sobre o fracasso do “maior protesto da História”


08/09/2013 - 17h28

“Cobertura desproporcional”, por Vitor Teixeira, via Facebook

dos comentaristas do blog, aqui e aqui

Mailson

MARAT, não se espante porque o objetivo é exatamente este: provocar a intervenção militar no país sob o argumento de que a Dilma é incompetente para coibir a depredação do patrimônio privado e público pelos black blocs da vida. Enquanto isso não acontece, o PIG tenta, e está até certo ponto conseguindo, desgastar a imagem da Dilma aqui dentro entre os membros da classe média que se orientam pelas novelas da Globo, e também no exterior.

E saiba que os tucanos larápios de São Paulo envolvidos no escândalo do propinoduto da Siemens são blindados pela mídia tupiniquim de norte a sul do país, e não apenas pela mídia paulista. Se eu fosse me informar sobre o assunto (sobre a corrupção nos Governos do PSDB dos senhores Mario Covas, José Serra e Geraldo Alckmin) nos jornais que circulam em minha cidade, que fica muito distante de São Paulo, eu jamais saberia de nada.

A blindagem é, portanto, nacional, porque se a candidatura de Serra decolar para Presidente da República, ela será uma candidatura nacional. Por isso que durante as manifestações, as câmeras só mostram os cartazes que agridem os políticos (de uma maneira indiscriminada) e a Dilma.

E a polícia torna-se violenta apenas quando bate nos black bostas, já que os assassinatos dos jovens da periferia de São Paulo não tem a menor importância para este povo (Alckmin, Serra, etc), ou melhor, os assassinatos nas periferias das grandes cidades são até necessários porque são eles que alimentam o programa do Datena (Rede Bandeirantes) e outros programas de violência de menor audiência no país inteiro.

A mídia brasileira é cúmplice da barbárie que alimenta seus programas e seus sonhos. O principal sonho é o da voltar ao poder pelas mãos dos candidatos mais corruptos e fascistas que esse país tem em bom estoque, desde que eles lhes propiciem (aos donos dos meios de comunicação) mais ganhos de poder e grana. Isto é o que nós podemos chamar de um quadrilha super organizada, mas infelizmente o Barbosa continua cochilando.

do Porra Serra, via Flavio Lomeu, no Facebook

*****

Lindivaldo

O PIG está inconsolável!

“O Maior Protesto da História do Brasil”, previsto para o Dia da Independência, foi um verdadeiro fracasso!!!!

A velha mídia, em nome dos grupos (da CIA), fez o que pôde na véspera: instigou, convocou, superestimou, torceu e, como sempre, incluiu, sorrateiramente, sua própria pauta: “prisão dos mensaleiros”, “contra a corrupção”, entre outros…

No entanto, deu com o burro n’água…

E por que tamanho fiasco?

Terá sido o contundente pronunciamento da Dilma em cadeia de rádio e TV? Ou os “coxinhas”, em passeio na Disneylândia, perderam o avião? Ou a Cia deu uma contraordem à garotada sem avisar ao PIG?

Mistério…

O fato é a folha, desesperada, covarde, e mais raivosa do que o resto, soltou os cachorros em cima dos “filhinhos de papai”, culpando-os pelo insucesso da empreitada!

Pois, sem piedade, desqualificou os “coxinhas ausentes”.

Quantos aos poucos que foram às ruas – cotados deles – chamou-os de “molecada”, “gatos pingados” e com “pauta difusa” (só porque não seguiram sua agenda e, pelo contrário, quiseram invadir a sede da Globo e ainda, por cima, protestaram contra o Alckmin).

Onde já se viu tanta ousadia dessa meninada!

Via Facebook, Gerson Carneiro observa: “Esperado por quem?”

E, como o PIG nunca desiste de um golpe, soltou, ao final de sua desiludida análise, um último suspiro, uma última esperança: “a conjunção dos fatores da Copa e da campanha eleitoral de 2014″

Portanto, caros amigos, preparem o fígado e o coração para 2014!

PS do Viomundo: A direita está usando os black blocs para desmoralizar a luta social? Resposta rápida: provavelmente, sim. Será que tem gente infiltrada nos black blocs? Das PMs, por exemplo?

Leia também:

Julie Feinsilver estudou a diplomacia médica cubana: mortalidade infantil caiu 50%; FBI vigiou-a

Médica brasileira, formada em Cuba: Brasil é um país “medicalocêntrico”

Médico de Goiás acha que foi demitido por causa de cubanos; chefe diz que não

Médico brasileiro: Que os médicos cubanos ajudem no “resgate do raciocínio clínico”

Presidente do CRM/MG vai denunciar médicos cubanos na delegacia, mas nega que sugeriu omissão de socorro

Médico que duvida de estrangeiros tem filhos “importados” de Cuba

Mílton de Arruda Martins: “Elitização brutal” ajudou a concentrar médicos

O mau jornalismo da Folha no caso dos médicos “desistentes”

Juan Carlos Raxach: Carta de um médico cubano

Cebes: O SUS precisa de mais médicos. E muito mais!

Dr. Rosinha: Médicos estrangeiros são bem-vindos

Fátima Oliveira: Quem deve lavar as louças sujas são os governos

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



114 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

José X.

09 de setembro de 2013 às 21h40

Esse pessoal da extrema-esquerda não aprende mesmo, acham que lutar para ter boa votação na eleições é ruim…como é que querem chegar ao poder, através da “revolução” ? Esse pessoal é infantil demais…

Responder

Maria Izabel L Silva

09 de setembro de 2013 às 16h25

Os unicos manifestantes que eu vi foram os do Grito dos Excluidos, que acontece há mais de 10 anos , é coordenado pela Igreja, pelo MST e pelos sindicatos, todos de esquerda, todos “governistas”. O Grito acontece há mais de uma decada, e a Globo nunca deu a minima. Nunca cobriu, nunca “entrevistou” as lideranças, nunca quis saber. A velha midia é mesmo uma piada …

Responder

Volnei Meller

09 de setembro de 2013 às 15h24

A baixa presença nas manifestações de 7 setembro mostraram que o descontentamento nas manifestações de junho não tinham como foco o Governo Dilma. Naquele momento a insatisfação era contra os governos estaduais por seus descaminhos na questão dos estádios para a copa, a condenação da política de tolerância zero do governo Alckimin aos movimentos populares e, a falta de transparência dos governos municipais na questão das tarífas do transporte coletivo nas grandes cidades brasileiras. Outras motivações foram inventadas pelos comentaristas agitadores que atuam cotidianamentes nos grandes jornais impressos e televisivos da grande mídea brasileira e da trolagen raivosa da internet.

Responder

Elias

09 de setembro de 2013 às 14h29

A Globo News passou o dia 7 de setembro todo esperando “os manifestantes”. As imagens por todo o Brasil repetiam-se insistentemente como querendo tirar leite de pedras. Foi madrugada adentro de 7 (sábado) pra 8 (domingo) numa repetitiva transmissão de imagens (inclusive as cedidas por telespectadores) deixando explícita toda a frustração de não poder passar a seus “assinantes” o que ela (Globo News) desejava avidamente apresentar.

Responder

edir

09 de setembro de 2013 às 14h01

Elas näo trabalharam o suficiente para convencer o povo ?

http://www.youtube.com/watch?v=H2Qu3kwNVcM

Responder

Hélio Pereira

09 de setembro de 2013 às 13h31

DIREITA (?),”6 perderam véi…”!

Responder

augusto2

09 de setembro de 2013 às 13h12

a capitã da guerrilha, hoje na presidencia, fez como o lutador oriental.
Aproveitou o proprio golpe das tais manifestaçoes juninas para dar na direita o contra golpe com o “Mais médicos”. É isso ai.
O detalhe pode ser que agora mesmo houve mais um golpe: o da espionagem americana que pegou sigilos comerciais do Pre-sal de Libra e passou para a multis DELES. Que irão usa-los no LEILÃO de outubro contra o Brasil e a estatal brasileira.
Aposto que ela nao tem deixado de pensar precisamente nisso nos ultimos dias. Tem um tempinho e há meios de derrota-los. devolvendo-lhes o propro
golpe que pretendem aplicar. Pau neles, Petrobras, e voces sabem como!

Responder

Bernardino

09 de setembro de 2013 às 13h12

OS COmentarios do MAILSON resume muito bem a tatica da direita e o PS DO VIO MUNDO acertou em cheio ao falar dos BLACK BLOCK!!

BLACK BLOCKs Netos da DITADURA,Vandalos e arruaceiros e mais comparsas da MIDIA BANDIDA no objetico maior:DESestabilizar o GOVERNO democratico e intaurar o CAOS como bem prescrevem a CIA e NSA para uma SOLUÇAO Golpista a la STF colo em Honduras e PARAGUAI
O Governo precisa colocar a POlicia FEDERAL no caso pra identificar e prender os CABEÇAS,ja que é possivel a participaçao de alguns PMs no GRUPO!!

Responder

renato

09 de setembro de 2013 às 13h12

A esquerda que torce contra e não atua nas manifestações de rua são cúmplices, saibam ou não (benefício da dúvida para todos os crentes), dos reacionários e conservadores na manutenção do status quo. Por estarem no poder entendem que devem manter tudo o mais normal possível para que a presidenta possa ter uma eleição tranqüila ano que vem. É a esquerda oficial. De apoiadores de reformas para o país passaram a calculistas eleitorais. Nesse contexto, há de existir quem empurre e pressione o petismo oficial (ou seria governismo oficial, petistas?) para um choque contra as incoerências e alianças que foram toleradas para se chegar ao poder. São essas forças que podem criar as condições políticas para a radicalização da democracia, não é o PMDB, posso garantir. Mais: a possibilidade que tem sido criada por pequenos grupos de vanguarda ao simplesmente fazerem com que as polícias ajam passa ao largo da inteligência oficial. Em vez de se discutir o papel das polícias, tema que inevitavelmente levaria à discussão sobre a ditadura, ficamos com a birra de certos setores em atacar ideologicamente “quem quer que seja que não carrega os cartazes que eu acho deva carregar”. Nesse quesito, por motivos diversos, são o outro lado da moeda da direita reacionária que ataca a violência dos manifestantes. Será que é pedir muito para a esquerda ser mais crítica e menos adesista? Até lá, oxalá, fiquemos com o governo realmente progressista da Bachelet para nos representar. Dica: é (e foi) a agitação social que está criando as condições para um novo governo socialista no Chile.

Responder

    Luiz Stinghen

    09 de setembro de 2013 às 18h09

    Olá Renato. A esquerda que não participa das manifestações de rua não é necessariamente a esquerda oficial, adesista. É também a esquerda que não quer ser manipulada e não fazer numero para uso do PIG. As redes sociais são o nosso caminho e não necessariamente estar em manifestação de rua.Mesmo porque há um erro dos partidos no poder de não se manifestar em relação às ruas (meio em cima do muro) e não se manifestam também em relação ao controle da mídia nem em relação a bancar a rede globo com ajuda oficial e propaganda da CEF, Banco do Brasil, Petrobrás, etc. Nem toda esquerda que não vai à rua é adesista, aliás a esquerdopatia de alguns partidos extremistas mais ajuda a direita do que a própria esquerda.

    renato

    09 de setembro de 2013 às 23h04

    Muito bem. Vamos de Bachelet.

mello

09 de setembro de 2013 às 12h31

Se queimar a Bandeira do Brasil e hastear a bandeira de símbolo e raiz estrangeiras é “estar na frente “…

Responder

    Ted Tarantula

    09 de setembro de 2013 às 18h06

    patriotismo é o ultimo refugio do canalha…

Tiago

09 de setembro de 2013 às 12h07

Essa é a nossa esquerda, abduzida, comprada e vendida.

Nosso país segue desigual, com serviços sociais dignos da nação miserável que somos. Nossa educação não forma cidadãos, nosso povo é assassinado diariamente nos hospitais. Nosso governo é ineficiente, corrupto, se mete onde não deveria e não acerta em nada. “Vossas excelências” cospem diariamente na cara do povo.

Sempre foi assim, e continua sendo. E por anos, a esquerda denunciou a “alienação das massas”. Por anos conclamou o povo a se levantar contra o poder.

Em alguma medida, isso está ocorrendo. Porém, o status quo hoje é a esquerda, no governo há dez anos. E o que a sua militância faz?

Tenta a todo custo desqualificar as pessoas que agora se levantam contra os poderosos. Agora que esse péssimo governo, de esquerda, é o alvo, tentam rotular todos os insatisfeitos (e com justiça) como “fascistas”, “burgueses”, “golpistas”.

Se está contra a esquerda, só pode ser um “golpista da elite”. O povo que alguns aqui parecem esperar é o povo submisso, de joelhos, aguardando o Estado lhe prover comida na mesa. Um povo “agradecido”.

Uma vergonha, sinceramente, a que ponto chegou a esquerda brasileira, petistas em especial.

Sujos de lama, traidores do povo, lambe-botas do poder, comprados e vendidos.

Responder

    augusto2

    09 de setembro de 2013 às 13h21

    1-segue menos desigual, tiago.
    2-agora a esquerda tem um forum de comunicaçao na internet que NAO deixa
    que as ruas sejam apropriadas pela direita. Passou o tempo em que isso era facil.
    Mas logo que as centenas de mascarados tiverem uma bandeira inteligivel
    de reivindicaçao (qual mesmo é a tua,tiago?) a gente nem se incomoda que a gritem por ai.

    trombeta

    09 de setembro de 2013 às 13h35

    Quando a gente lê esse chororô de indignação nunca se sabe se é da direita sem votos ou do esquerdismo também sem votos.

    hehehe….

    Marco Freitas

    09 de setembro de 2013 às 18h18

    Ah, o importante é ter votos…

    corneta

    09 de setembro de 2013 às 19h30

    Quem gente que acredita que um mundo um pouco mais justo não parte de qualquer iniciativa governamental, mas de si mesmo…

Wagner

09 de setembro de 2013 às 11h47

Fazia um tempo que eu não entrava aqui, tá BEM esquizito os comentários… o que vejo é uma coisa: goste você ou não, quem continua de frente é o black bloc, e pelo que tenho visto a tendência é cada dia mais um ‘cara pintada verde amarelo’ voltar de preto depois de ‘pacificamente’ apanhar na cara e se intoxicar com gás pra sacar qual é. A PM nunca esteve tão agressiva.
Posso estar enganado, mas o black bloc vai aumentar muito ainda e os conflitos vão se agravar, a molecada ganha experiência nas ruas e se envolve cada vez mais, e lógico, os coxinhas ficam criticando tudo de longe pela internet. E repito: A PM nunca esteve tão agressiva.

Responder

Dudu Cartucho

09 de setembro de 2013 às 11h19

Era pra ser a maior manifestação do mundo, mas, parece que até os coxinhas perceberam a manipulação. Em alguns protestos a equipe da globo levava o próprio cartaz pra filmarem. E os manifestantes ficavam com cara de palhaços (redundância).
O mais correto é jogar b*sta na globo, mas aí eles não divulgam, contra o propinão tucano, nem pensar.

Responder

mello

09 de setembro de 2013 às 11h07

Os black blocs querem é se exibir para a globonews e o caetano….Não teem reivindicação, querem é brincar de bandido e mocinho com a PM…Estão na infância dos protestos, resumem-se a copiar os homônimos estrangeiros, vazios de ideais.

Responder

    Wagner

    09 de setembro de 2013 às 14h29

    só pq vc quer, né.

killimanjaro

09 de setembro de 2013 às 11h06

Eu vi as viaturas da força tática na frente da 1ªDP da Liberdade, com os camburão lotado, e uma só com o camburaão vazio mas com o vidro de traz todo embaçado, havia uma pessoa deitada que não conseguimos ver, provavelmente baleada, a viatura ficou parada la por um bom tempo.

Responder

killimanjaro

09 de setembro de 2013 às 11h01

No centro de São Paulo, a PM aproveitou para fazer operação no bairro do Glicério, cercaram a comunidade inteira, ninguem saia ou entrava sem ser enquadrado e revistado, eu presenciei 6 viaturas da força tática entrando numa paralela da rua do Glicério, as mesmas viaturas foram vistas minutos depois dando entrada na 1º DP na Liberdade com vÁrios jovens presos e um jovem baleado que eu não sei até agora se foi levado para o Hospital ou esperaram ele sangrar até a morte.(prática comum da PM paulista)

os moradores sairam todos nas ruas inclusive mulheres e crianças com medo que a polícia atirasse em qualquer homem de 16 a 35 anos que estivesse na comunidade. Os Africanos refujiados que moram naquela proximidade tambem foram vírtima de violência policial.

APROVEITARAM O PROTESTO NA SÉ PARA INVADIREM CASAS E ENQUADRAR MORADORES QUE ELES SUPÕE SEREM BANDIDOS DO BAIRRO DO GLICÉRIO(APARTHEID)

por favor atenção para mais esse caso de violência policial, de descriminação racial e genocídio. Até quando?

Responder

Carlos

09 de setembro de 2013 às 10h37

Quem realmente luta por alguma causa não se junta a covardes mascarados. Muito a mudar sim. Inclusive, cobrarmos do presidente do STF que, ao fim do que o PIG chama de mensalão, conclamou que fosse avaliado em 60 dias o processo do Mensalão de Minas Gerais.
Por que ninguem está na rua cobrando isto, mais o propinoduto, as privatizações do governo FHC?
Cambada de Manés, só atrapalham o trânsito de pessoas e tentam roubar as agencias bancárias.

Responder

Horridus Bendegó

09 de setembro de 2013 às 10h29

Cada vez a mídia manipula menos…

Responder

Sérgio Pestana

09 de setembro de 2013 às 10h29

Vocês observaram que as cenas filmadas eram de longe? E quando de perto, eram em planos fechados só para parecer uma multidão ululante? Dá até pena desses “jornalistas” da Rede Sonegadora e suas assemelhadas. Os microfones eram disfarçados e os logotipos das emissoras só à distância eram mostrados. São patéticos.

Responder

Zé Francisco

09 de setembro de 2013 às 10h20

Dia 7 de Setembro, depois do almoço, fui à livraria do Shoping Center Rio Preto comprar o “Príncipe da Privataria”. Tudo lotado e intransitável. Talvez este seja o motivo da deserção dos protestos.

Responder

marilamar

09 de setembro de 2013 às 10h08

Os anonymos do Brasil sao todos tucanos, assim como os medicos que protestam na rua, os coxinhas do facebook, integralista, skinheds, MPL, e mais alguns….TODOS A SERVIÇO DA REDE GLOBO…que esta desesperadamente tentando 24 horas por dia um GOLPE PARAGUAIO no Brasil???
A Dilma poderia pedir ao OBAMA as copias detalhadas de tudo que foi espionado, pois teria provas contra os roubos do PSDB. da Globo, dos Politicos, dos Juizes do STF, STJ, MPF, MPE, TJs, enfim pegaria todos os corruptos do Brasil num pancada sò!!, mas nao pode deixar os Traíras Zé Cardozo Dantas e Tucano Bernardo ter acesso as informaçoes!!!

Responder

Mardones

09 de setembro de 2013 às 09h14

O Caretano está infiltrado nos Black Blocs. k k k k k

O PSDB vai dizer que é Afrodescendente Blocs. k k k k

Tiveram protestos no dia 07/09/2013?! k k k k

Comenta-se que muitos vândalos, vestindo preto e com máscaras, tentaram quebrar tudo. É isso que chamam de protesto?

Responder

De Paula

09 de setembro de 2013 às 07h48

Estou reenviando: Meninos do black bloc, para inicio de conversa; vamos aportuguesar esse nome. Assim como está, mais parece ruído de pum na banheira; e mais: Querem emancipar-se do País? Nada contra e o aeroporto fica logo ali. E uma recomendação: O último de vocês a sair, não precisa apagar a luz; tem ainda a turminha do Mario Amato, todinha, que segue depois do próximo pleito.

Responder

    Wanderson Brum

    09 de setembro de 2013 às 09h03

    Aportuguesado Black Block é Bloco Negro, ai papa só o Ilê Ayê, e no Ilê os coxinha não entram por que não têm dendê nem melanania suficiente!

Francisco de Assis

09 de setembro de 2013 às 07h09

PIG Brother Brazil

Responder

Lidia

09 de setembro de 2013 às 07h08

Vocês são mesmo um bando de imbecis! O povo tá de saco cheio e só não foi pra rua por medo de levar porrada da polícia. A coisa só tende a piorar, daqui a pouco teremos grupos terrorista sequestrando e explodido tudo, isso por causa do nosso governo incompetente que não é capaz de agir com responsabilidade num momento como esse. Continuem rindo, corja que apoia políticos e partidos e tenta desmoralizar a população que tenta lutar pelos direitos do povo brasileiro.

Responder

    manoel

    09 de setembro de 2013 às 08h09

    Continue confundindo focinho de porco com tomada…tem realmente a cara dos coxinhas…..no seu lugar, estudaria mais

    Editor da Caverna

    09 de setembro de 2013 às 08h13

    Não diria que vc faz parte de um “bando de imbecis” pq o número de descontentes com o governo hoje, não chega a ser um bando. Grupelho, talvez. Não fale em nome do povo quando a sua percepção é diametralmente oposta a desse povo. O povo está de “saco cheio” sim, mas não desse governo, cujo apoio popular elegeria a Dilma no primeiro turno. Está de “saco cheio” de tentativas de manipulações desse grupelho que NUNCA mais voltará ao poder pela via democrática (vai daí seu ódio à democracia, representada pela repulsa a partidos políticos). O povo está contente, sem inflação, praticamente pleno emprego, investimentos em educação, ascensão social, etc… Isso não quer dizer que esse mesmo povo não sinta que há muito oq melhorar, aliás, agora que sentiu esse gostinho de dignidade e esperança dado por um governo popular trabalhista, quer mais. Porém ainda temos parte da herança maldita do seu grupelho, atravacando as coisas. Privatizações de empresas públicas, como no transporte, são causas diretas dos problemas de gestão que os novos governantes enfrentam. Por isso, quando chamar os outros de “imbecis” olhe no espelho.

    Lidia

    09 de setembro de 2013 às 09h48

    Isso mesmo! Continue no seu mundinho…

    [email protected]_2

    09 de setembro de 2013 às 08h43

    Lídia, querida:
    ou vc é uma das vendidas aos golpistas internos comandados pela CIA ou vc está precisando (MUITO) de estudar História.
    Aqui, neste sítio do VIOMUNDO há FARTO material Histórico que te ajudará a compreender a quem servem estes coxinhas golpistas (aí incluidos os imbecis dos black blocs).

    Tanto por fazer e vcs protestando por quase nada, sem foco.

    Que tal protestar contra os mensaleiros tucanos e demos?
    A bandidagem descarada das privatarias tucanas federais e estaduais?
    A ingerencia do Imperio do Mal cuidada pela CIA/NED e que tais contra o MUNDO?

    Vai pra rua, mas carregue as bandeiras certas. Quer protestar contra o mundo de hoje? Que tal OCUPAR WALL STREET?

    Acorda, BRASILEIRO(A)!

    ny

    09 de setembro de 2013 às 10h09

    Lidia,

    Há um curso de políca na Vila Brasilândia. É só procurar.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 10h34

    Eu sou povo, mas näo estou de saco cheio com o governo federal, estou sim de saco cheio do governo de SP que há 20 anos está nos roubando. Por favor, näo cite a palavra povo, isso significa a grande maioria e essa näo é a verdade. Se voce näo está descontente eu respeito, mas näo aprovo este vandalismo. Aprenda a viver numa democracia.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 10h36

    corrigindo “se voce está descontente”

    Julio Cesar Montenegro

    09 de setembro de 2013 às 14h27

    “a POPULAÇÃO que tenta lutar pelos direitos do POVO BRASILEIRO”
    CUIDADO com o FASCISMO tentando impingir uma popul ÃÇÃO HERÓICA (como a lidia) QUE TENTA lutar pelos direitos de TODO povo
    por eles considerado BRASILEIRO

    Roberto Locatelli

    09 de setembro de 2013 às 17h00

    Se o povo está “de saco cheio”, então você não precisa se preocupar: nas próximas eleições, o povo votará em Aébrio Neves, Zé Siemens Serra, Geraldo Alstom, Marina Itaú ou Joaquim Globo Barbosa. Mas, na verdade, duvido que isso vá acontecer: Dilma será vitoriosa, provando assim que o povo não está “de saco cheio”.

    Luiz Stinghen

    09 de setembro de 2013 às 18h16

    Lidia, não seja tão raivosa, não leva a nada e chamar a todos de imbecis é desrespeitoso e anti-democrático. Quer ir à rua. Vai. Acha que não leva a nada…não vá, assuma, mas não critique quem não vai. Isto é molecagem. Não ponha todo mundo na mesma fossa. Quem não vai à rua pode ter outra luta mais importante…no seu trabalho, na sua comunidade, na denuncia, cada um tem seu tempo.

    Dimas

    11 de setembro de 2013 às 20h00

    “continue no seu mundinho” Só isso que tens a dizer Lídia, pensei tai alguém com capacidade intelectual e que replicará item por item. Que decepção.

Francisco

09 de setembro de 2013 às 02h03

É legal os manifestantes contra não terem ido, mas…

Senti falta dos manifestantes “a favor”.

Senti falta do pessoal da saúde que se beneficiou do veto ao Ato médico, senti falta da estudantada que esta recebendo bolsa para tudo (inclusive estudos do ensino médio e técnico), mas principalmente…

Cadê os brasileiros?

O nome do treco é Sete de Setembro, não 14 de julho!!!

Responder

    Editor da Caverna

    09 de setembro de 2013 às 08h21

    Concordo, acho que deveria haver mais manifestações de apoio, mas a violência dos grupelhos fascistas (que de anarquistas não tem nada) assusta. Mas não bote muita fé na classe média que se beneficiou desse governo. O preconceito, egoísmo e imbecilidade desse povo impede de se alinhar ao governo. Conheço muito estudante com bolsa prouni que tem ódio avassalador do Lula e de programas sociais. A criadora do ARENA, inclusive, é bolsista e luta claramente contra programas sociais. Coerência e inteligência nunca foi o forte da coxinhada.

    Sérgio Pestana

    09 de setembro de 2013 às 10h19

    Total apoio a tua opinião, Editor da Caverna. Aliás, recomendo a leitura do último número da revista CULT, nº 182, agosto/2013, na qual apresenta uma ótima entrevista com a Profª Marilena Chaui. Esta analisa o atual momento político, bem como opina sobre esses movimentos, na minha opinião, protofascistas, além de uma crítica interessantíssima sobre a classe média, a merecer a maior atenção pela profundidade da análise e seus desdobramentos em nosso acontecer.

Roberto

08 de setembro de 2013 às 23h39

A maior manifestação popular do mundo foi menor que o pum do meu cachorro.
Cabeças vazias só produzem burrice líquida e ignorância fluida, e essa é a tônica da estúpida e imbecil direitona brazuza.
Beócios,energúmenos e mentecaptos empunhando bandeiras das quais nem leram os dizeres e se leram não entenderam patavina, mas mesmo assim seguem em frente,atendendo à ordem de seus alfa dominantes.

Responder

FrancoAtirador

08 de setembro de 2013 às 22h57

.
.
A MMídia MBandida ficou sem MPai e sem MMãe…
.
.

Responder

Matheus

08 de setembro de 2013 às 22h36

As manifestações pró-golpe foram pífias, em muitas cidades sequer aconteceram.

Contrariamente às manifestações de inspiração libertária. A polícia militar, em TODAS as capitais, reprimiu com brutalidade ainda maior que o costumeiro.

Houve atropelamentos, prisões em massa, disparos com munição letal, emboscadas, agressões, tortura no meio da rua, prisões e ferimento de jornalistas que cobriam os acontecimentos, etc. A PM jogou mais sujo que de costume.

Nenhum dos governadores no poder merece ser reeleito. Todos são criminosos. Eles e seus secretários de segurança e comandantes das PMs devem ser responsabilizados pela violação dos direitos humanos que comandaram.

A todos os políticos que apoiam esses governadores (começando pela presidANTA), todos os partidos que colaboram com a criminalização de movimentos sociais e todos os jornalistas que promoveram a demonização das manifestações (com o discurso terrorista “anti-mascarados”), todos são responsáveis diretos ou indiretos. A tal manifestação não foi “fracassada”. Foi reprimida. E para ser reprimida, é preciso ter tido algum sucesso em mobilizar os cidadãos.

E você, Luis Carlos Azenha? Acompanho seu blogue com interesse, verifiquei seu interesse em mostrar opiniões divergentes sobre a tática Black Bloc. No entanto, o que se viu foi a brutalidade total contra manifestantes. Com e sem máscara, de preto ou não, todos sofreram. Centenas foram presos ou hospitalizados. Os “protestos pela intervenção militar” provaram ser meia dúzia de fascistinhas desocupados. 99% dos manifestantes eram de esquerda, querem a radicalização e aprofundamento da democracia, e não um golpe antidemocrático.

Os videos, fotos e relatos da repressão política nas ruas circulam pelo facebook e twitter. De certa maneira, embora fossem meia dúzia de palermas, os fascistas que pediram “intervenção militar” venceram.

E sabem por que? Porque o que se viu foi exatamente um estado de sítio nas áreas de conflito político, com uma massiva “intervenção militar” da Polícia Militar, auxiliada pela espionagem das Forças Armadas. Sim, eles venceram, porque também conquistaram o apoio de uma parte da esquerda, ao menos sua fração mais autoritária e pelega, que reproduziu por todos os cantos o discurso da Revista Veja.

Os golpistas venceram, com tanta perfeição, que nem foi necessária a deposição de governantes eleitos e a subordinação do judiciário. Estes mesmos já militarizaram as ruas, com a polícia militarizada herdada da ditadura, com as Forças Armadas atuando nos bastidores com seus serviços de espionagem.

Os fascistas podem comemorar, a Revista Veja pode comemorar. Conseguiram o que queriam, em grande parte gráças ao apoio do peleguismo pseudo-esquerdista.

Responder

    MarcosAS

    08 de setembro de 2013 às 23h43

    Diga-me uma coisa: os BB estão dispostos a pegar em armas para defender o país de um golpe imperialista? Para mim, só essa violência é justificável! O resto é agitação.

    Bonifa

    09 de setembro de 2013 às 05h29

    Você está visivelmente revoltado. Mas soube dar a entender porquê, embora aparentemente não tenha sabido. Você queria o sucesso das manifestações contra o governo, justamente como pregava e desejava a imprensa golpista. Entretanto, fala que a imprensa golpista venceu justamente porque tais manifestações não aconteceram de modo significante. Você não desconhece que as polícias militares deixaram de ser responsabilidade do Exército e passaram a ser responsabilidade dos governadores, não tendo deste modo uma orientação centralizada, mas lança a tese incrível de que todos os governadores se uniram, a despeito de pertencerem a partidos antagônicos, para reprimir violentamente as manifestações e por culpa desta “repressão brutal” elas não reuniram milhões de pessoas, justificando a exigência de um golpe de direita. Acontece que os milhões de pessoas dispostos a se manifestarem não foram às ruas porque só existem em sua vontade. E só aí podemos entender o que você é: Um revoltado de direita, extremo, que não se conforma em ser minoria. Quanto a violência policial, você não sabe nem de longe o que isso. Não tem a mais vaga ideia. Violência policial, quando só aconteceu um único osso quebrado em todo o país, do dedo mínimo de um manifestante, por sua própria culpa? Os seus “inúmeros” hospitalizados foram até o hospital apenas para colocar um bandeide no machucado da bala de borracha, ocupando assim os poucos médicos que não podem perder seu precioso tempo porque o povo, alvejado nas periferias com balas de chumbo, necessita desesperadamente deles para vencer a morte.

    Matheus

    09 de setembro de 2013 às 09h23

    Governistinhas, vocês vivem numa realidade paralela? Quem vocês querem enganar? Os fotos, videos e depoimentos estão aí. Vocês não podem negar a realidade, por mais que sigam Goebbels, mentindo mil vezes. Voltem para os seus cargos comissionados.

    As fotos, videos e depoimentos da repressão política brutal estão correndo pela internet: facebook, twitter, youtube. Vocês vão negar os atropelamentos? Vão negar as prisões em massa? Vão negar a perseguição policial-judicial-midiática? Isso tudo está documentado. Por mais que mintam, vocês não negam a realidade, e muito menos a sua RESPONSABILIDADE no Terrorismo de Estado.

    Matheus

    09 de setembro de 2013 às 09h48

    “Você queria o sucesso das manifestações contra o governo, justamente como pregava e desejava a imprensa golpista.”

    A imprensa golpista financiada pelo PT. Engraçado, não? Por que o governo não corta a verba que entrega à imprensa que supostamente o quer depôr? E por que essa imprensa apoia a repressão brutal às manifestações que supostamente seriam contra o governo? A verdade é que as manifestações são contra o sistema político e tem conteúdo anticapitalista. Já a petezada é financiada por banqueiros, latifundiários, empreiteiros e mineradores.

    “Entretanto, fala que a imprensa golpista venceu justamente porque tais manifestações não aconteceram de modo significante.”

    Não, eu disse que os fascistas da campanha pela “intervenção militar” venceram com a cumplicidade da pseudo-esquerda, porque está havendo uma repressão política brutal com o seu apoio. Manifestações que não acotnecem não podem ser reprimidas. Ou você vai negar todas as evidências documentais e testemunhais?

    “Você não desconhece que as polícias militares deixaram de ser responsabilidade do Exército e passaram a ser responsabilidade dos governadores…”

    Você realmente não entendeu absolutamente NADA do que eu escrevi, além de ser ignorante. As PMs ainda são força auxiliar e reserva do Exército, que ainda possui a Inspetoria Geral das Polícias Militares, sem falar que a PM ainda segue os princípios de treinamento, disciplina e hierarquia do Exército. A militarização da polícia é uma realidade. Eu, que cresci em uma periferia urbana, sei muito bem disso.

    “não tendo deste modo uma orientação centralizada,”

    Mas pode haver coordenação entre diferentes governos estaduais, especialmente se houver algum incentivo do governo federal.

    “mas lança a tese incrível de que todos os governadores se uniram, a despeito de pertencerem a partidos antagônicos”

    Na verdade eu disse que agiram do mesmo modo. E foi isso. Prisões em massa, agressões em massa, processos contra militantes estão se banalizando em todas as unidades da Federação. E deixe-me de informar de uma coisa: esses partidos não são antagônicos. São farinha do mesmo saco. Todos são financiados pelos mesmos agentes econômicos, recrutam o mesmo tipo de oportunista para as suas fileiras e frequentemente estão coligados em disputas eleitorais.

    “para reprimir violentamente as manifestações e por culpa desta “repressão brutal””

    A repressão política brutal se escreve sem aspas, mané. Ou você vai negar a realidade das prisões e agressões em massa, processos criminais forjados, calúnia e difamação midiática, atropelamentos, pessoas cegas por balas de borracha e até atropelamentos? Contra fatos não há argumentos.

    “elas não reuniram milhões de pessoas, justificando a exigência de um golpe de direita.”

    O golpe de direita foi um auto-golpe dos governantes conservadores eleitos, inclusive a reacionária enrustida que é a Dilminha e outros peleguinhos, lacaios dos banqueiros querendo pagar de “populares”. Eu sou de esquerda, por isso odeio a direita e a pseudo-esquerda que é sua principal aliada. Fomos para as ruas por justiça social, e por isso fomos criminalizados, pois não interessa às classes dominantes que financiam o PT, PSDB, PMDB, PSB e todo o resto da corja entreguista e neoliberal.

    “Acontece que os milhões de pessoas dispostos a se manifestarem não foram às ruas porque só existem em sua vontade.”

    Ninguém falou de “milhões”. Você é muito desonesto, como todos os pelegos governistas e reacionários. Foram milhares para as ruas, muitos milhares ficaram em casa por medo, e, finalmente, há uma corja de energúmenos, reacionários e pseudo-esquerdistas que se “informam” de tudo pelos telejornais. Governista deveria lavar a boca antes de falar de “pig”, porque o governo semiditatorial deles é o primeiro a financiar o “pig” e perseguir as rádios comunitárias e Black Blocs.

    “E só aí podemos entender o que você é: Um revoltado de direita, extremo, que não se conforma em ser minoria.”

    Sou de esquerda e não me importo em ser “minoria”. Melhor ser justo em minoria que ser injusto em maioria. Meu ateísmo me põe em minoria. Meu anticapitalismo também (por enquanto). Já os governetes não conseguem ter critério de justiça e liberdade. Seu pensamento “com a maioria” só pode ser chamado de mentalidade de rebanho.

    ” Quanto a violência policial, você não sabe nem de longe o que isso. Não tem a mais vaga ideia.”

    Sei sim. Estudo o assunto na minha pós-graduação. Já trabalhei com o tema. Tive amigos vítimas da violência policial e a sofri durante manifestações. Não é um parasita governista que vai me dar liçõezinhas de moral e dizer quem eu sou.

    “Violência policial, quando só aconteceu um único osso quebrado em todo o país, do dedo mínimo de um manifestante, por sua própria culpa?”

    Governistas, fãs da violência policial! Quando eu digo que o PT está se convertendo em um partido FASCISTA, é isso que eu aponto. Não, não foi “apenas um dedo mínimo”, a mão de um manifestante esmagada por um PM (da Gestapo do querido amiguinho fascista dos governista, Sérgio Cabral) foi apenas um episódios. Houve prisões em massa, agressões em massa, processos judiciais. Olhe lá a página do Mídia NINJA (que você vai xingar de “tucano” e “golpista”, como bom governista com diarreia nos dedos). Há fotos, videos, relatos… Está comprovado.

    “Os seus “inúmeros” hospitalizados foram até o hospital apenas para colocar um bandeide no machucado da bala de borracha, ocupando assim os poucos médicos que não podem perder seu precioso tempo porque o povo, alvejado nas periferias com balas de chumbo, necessita desesperadamente deles para vencer a morte.”

    O garoto que ficou cego, era só colocar “bandeide”? Os atropelados, era só colocar bandeira? O jornalista que foi torturado com choques elétricos no meio da rua, era só colocar bandeira?

    E não deixa de ser REPUGNANTE a sua evocação da violência policial nas periferias. Você fala como se a violência política contra manifestantes libertários se justificasse. Só te informar uma coisa: é a mesma polícia militarizada, são os mesmos governos corruptos e autoritários, é a mesma justiça penal discriminatória que é responsável pela violência estatal. Na avenida e na favela. Os governetes fascistas estão me lembrando aqueles fascistas assumidos, fãs da ditadura militar, que justificam o terrorismo de Estado aqui evocando o terrorismo de Estado no período de Stálin na URSS. Deixem de ser cínicos e mentirosos, ou se matem. Não precisamos de parasitas governistas para mudar esse país para melhor. E vamos fazê-lo APESAR desses parasitas, pois está mais que claro que eles estão do lado das classes dominantes.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 10h47

    Muito bom “esquerda radical junto com a direita radical”. No que vai dar isso ? Eu tenho dó é da policia, que ganha um salário de miséria, tem de correr atras de bandidos e agora correr atrás dos esquerda radicais e direita radicais, correr atrás dos anönimus, atrás dos black blogs, atrás dos coxinhas, atrás dos PSOLs da vida dos PSTUs dos……. Por favor respeitem a policia militar, dêem folga para eles, afinal eles merecem.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 11h01

Karl

08 de setembro de 2013 às 22h34

Organizações Globo lança campanha não me deixem só: “COXINHA ESPERANÇA”

Ajudem as Organizações, mandem Coxinhas pra ela. O Ali Kamel, em surto, fica falando e falando. Repetindo e repetindo: “Se tudo isso tá acontecendo agora, imagina na copa?”

Responder

    Rodrigo Barros

    09 de setembro de 2013 às 12h42

    Engraçado, o Gov Federal nunca deu tanto dinheiro para a Globo e vcs insistem nesta ladainha.

José X.

08 de setembro de 2013 às 22h30

Hum, não sei, mas minha impressão é que as manifestações gigantes foram um modismo, acho que dificilmente voltarão a acontecer.

A direita perdeu o bonde…se os militares brasileiros tivessem a força que tinham em 64 com certeza teria havido um novo golpe.

O jeito agora é eles contarem com o STF do Barbosa, do Fux, dos dois Mellos, do Mendes e da Rosa Weber (“não tenho provas cabais contra Dirceu mas vou condená-lo porque a literatura me permite”).

Ah sim, também acho que a extrema esquerda vai sentir saudades de 2013, quando conseguiu seus 15 minutos de fama…

Responder

José Souza

08 de setembro de 2013 às 22h24

Gostei muito das manifestações dos coxinhas. Uns poucos gatos pingados que não representam ninguém. Tinha mais jornalista e fotografo que manifestantes. Foram manifestações só de profissionais, sem adesão do povo. Teve um grupo que chegou a ficar em dúvida se saia ou não pra rua. Resolveram sair e logo foram se juntar a outro grupo, também pequeno, para tentar ficar bem na foto. Ridículo.

Responder

wendel

08 de setembro de 2013 às 21h44

Talvez não tenham recebido o cachê da CIA; talvez sejam amadores;talvez o peixe que estavam vendendo era podre; talvez o discurso vazio não empolgou; talvez o “Cansei”, só tinha meia duzia de presentes; talvez o Império estivesse mais preocupado com a reunião do G-20 e a Síria; talvez antevendo o fracasso na convocação, desistiram de saírem de casa!
De uma certeza sem talvez, tenho certeza:
FOI UM VERDADEIRO FIASCO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Roberto Locatelli

08 de setembro de 2013 às 21h15

A luta de classes existe. As classes sociais se mobilizam para lutar por suas reivindicações, e não para atender chamamento de Merval e William Bonner.

Acontece que 1) a poupança bateu recorde (de novo!!), 2) a inflação caiu (tomate a R$ 1,90, muzzarela a R$ 11,90 no Extra, dá pra fazer uma pizza), 3) venda de carros bombando, 4) PIB do trimestre bombando e, o mais importante, 5) emprego bombando.

Então, para uma pessoa do povo, que não é conectada em política, a questão é: ir à rua pra que? Pra exigir que Genoino não tenha direito a aposentadoria, como ouvi de conhecidos meus? Pra linchar os réus da AP470? O povo não engole essa conversa de classe média alta. Os brasileiros sabem muito bem que a vida melhorou depois de Lula e Dilma.

Isso não quer dizer que não tenhamos críticas ao governo do PT. Comparando com governos progressistas da América Latina, o progresso social do Brasil ainda é muito pequeno. Mas o povo não é bobo. O povo não embarca em protestos do tipo contra-tudo-isso-que-está-aí.

Responder

    wendel

    08 de setembro de 2013 às 21h52

    Roberto;

    Faço minha suas sábias palavras, e os néscios não exergam isto porque não querem, ou então estão se deixando manipularem a troco de algumas moedas!
    As empresas e Ongs de manipuladores da Cia que o digam!
    Qto a não fazer críticas ao governo, devemos sim fazê-las e isto é mais que importante e necessário. Só assim iremos aprofundar e exigir que as mudanças implementadas até agora se consolidem!
    Além de muitas outras que ainda precisam serem feitas, e principalmente a que diz respeito às Comunicações!
    Minha preocupação é que, dado o grande poder midiático nas mãos deles, em algum momento consigam ludibriar a boa fé dos menos informados. Na verdade, são capazes de tudo para voltarem a leiloar o País, e um lembrete: não os subestime, jamais!!!!!!!!

    Bonifa

    09 de setembro de 2013 às 06h14

    O problema envolve uma questão importante: Até mesmo os menos informados ficaram cientes de que todos os governos tucanos dos últimos vinte anos estiveram envolvidos em grossa corrupção junto com empresas multinacionais. Isto arruína pela base a ideia de que os tucanos seriam “sérios” e incorruptíveis e, nesta condição, os candidatos naturais para substituir o governo atual, que estaria “mergulhado na corrupção”. Também, conforme falou o Locatelli, a economia está bem administrada, com as ressalvas devidas, e os números são impossíveis de serem encobertos, a despeito de uma feroz e persistente campanha da mídia que tenta convencer o freguês do contrário. As previsões catastróficas da mídia, de tanto não se realizarem, fizeram do arauto um desacreditado. A falada incompetência administrativa do Governo é uma falácia que não convence ninguém. A pessoa de classe média, empreendedora, trabalhadora, inteligente, está tomada de um individualismo competitivo como nunca esteve, é verdade. E pode até ser verdade que ele acredite que o filho do Lula está bilionário. Mas o fato é que isto não o revolta. Ele também acredita que a oposição não é uma santa, longe disso. E que meteu e mete a mão na menor oportunidade. Esta pessoa da classe média não vai votar em falsos defensores da moral. Então, pela via democrática os oposicionistas não estão podendo chegar ao poder, principalmente porque não jogam limpo, jogando limpo teriam sem dúvida uma chance. Mas são comandados pela mídia e por gente no judiciário que definitivamente não está disposta a jogar limpo. Quanto aos militares, se eles querem um projeto de Brasil potência, não desejarão a volta de governos que pregavam a desmobilização das forças de defesa do país, através de seu constatado sucateamento, para que apenas atuassem como milícias dependentes das potências ocidentais. Então, se um grupo de elite quer dominar o Brasil, só resta pedir e apoiar uma intervenção militar externa.

    Roberto Locatelli

    10 de setembro de 2013 às 06h15

    Esse lembrete é fundamental! Não os subestimemos! Eles ainda têm o poder da comunicação, do dinheiro e até das instituições (STF e ministérios públicos estaduais e o federal).

    Roberto Locatelli

    10 de setembro de 2013 às 06h19

    Pois é, Bonifa, a direita não consegue vencer nas urnas, por isso pensa em tomar o poder no tapetão (golpe). Falta combinar com as forças armadas. No entanto, o perigo existe. Acho que o PT errou feio ao se afastar das organizações populares. Só a força do povo pode derrotar um golpe, como vimos na Venezuela.

    Rosemberg

    08 de setembro de 2013 às 22h16

    Desculpe-me Roberto, sou fã de seus comentários, mas sou marxista também. Não se faz revolução com a barriga. Saber o que houve, por que não aconteceu a manifestação exige uma análise mais acurada. Talvez o que você escreveu possa ter alguma influência, não sei, mas não foi um fator determinate penso eu. Por exemplo, a falta de prática de alguns filhinhos de papai para mobilizações pode ser um outro fator, além disso foi feriado e aqui no Rio estava um dia muito bonito, etc. Mas que o PIG tentou mobilizar tentou muito, apenas não sabia que o poder de influência deles está acabando. Vimos isso na eleição do Haddad. Quebraram a cara e ainda quebrarão por mais vezes, pode contar com isso. Abraços

    Porém

    09 de setembro de 2013 às 03h22

    [Então, para uma pessoa do povo, que não é conectada em política, a questão é: ir à rua pra que] Ante tudo isso, em tais hora deveria ir para agradecer. O que o PIG fez foi matar o grande sonho petista que em tais horas estaria ocorrendo o que sempre ocorreu, por exemplo em Cuba. Milhões enchendo praça, seus líderes falando por mais de 5 horas, ninguém sai, ninguém diz um piu de descontetamento, alguns até agradece chorando e ajoelhado.

renato

08 de setembro de 2013 às 21h12

pra direita.
E não é que eles foram para direita, pra longe da manifestação.
Esvaziaram o evento…
O guissnness estava lá, mas como não houve adesão…perdemos o
record. Fica para o próximo ano.

Responder

italo

08 de setembro de 2013 às 20h45

As campanhas de tele jornal tem mais influência sobre cortes de justiça que sobre as ruas.

Responder

Linu

08 de setembro de 2013 às 20h24

Quem não é chapa branca é coxinha.

Responder

    Karl

    08 de setembro de 2013 às 22h00

    Então, após esse petardo que explodiu no colo da Globo, pode ficar assim: “A cabeça dos coxinhas de carne branca, esta esquentando na chapa”.

Bacellar

08 de setembro de 2013 às 20h08

Fracasso retumbante…

Responder

francisco pereira neto

08 de setembro de 2013 às 20h06

Parece que o facebook da direita não está funcionando direito.Ou como alguém disse: eles viajaram para Miami.

Responder

Ozzy Gasosa

08 de setembro de 2013 às 20h05

Estava muito quente e os coxinhas foram à praia.
Deviam ter feito os protestos nas areias do Guarujá de “tanguinha” …
O Gabeira iria adorar!!!
kkkkkkkkkkkkk

Responder

João Batista da Costa

08 de setembro de 2013 às 19h49

Voces já leram o decalogo de Lênin- as taticas de tomada do poder? Pois então pesquisem, pois só comunistas são profissionais na arte de desestabilizar governos, já a direita está só engatinhando.

Responder

    roberto almeida

    09 de setembro de 2013 às 02h30

    Menos aqui, João. Aqui é a direita: olha 1964.

Jose Mario HRP

08 de setembro de 2013 às 19h45

É!, foi meio minguado o tal protesto!
Porque?
Talvez o viés anarquico tenha sido estratagema fascista!
Quem sabe?

Responder

João Batista da Costa

08 de setembro de 2013 às 19h38

O comunismo é mestre na dissimulação e mentiras, agem dos dois lados para desestabilizar governos. Pesquisem como Lênin tomou o poder na Russia e vejam os métodos utilizados, não difere muito do que vemos hoje.

Responder

    Abel

    08 de setembro de 2013 às 21h17

    Pois é. O 1° de abril de 1964 foi um golpe comunista. E deu tão certo que eles estão aí até hoje. Agora, vai tomar seu remedinho, vai…

    Alex

    09 de setembro de 2013 às 01h26

    HAHAHAHAHA….. Boa Abel, este cara só pode ser leitor do Otário, digo, Olavo de Carvalho, v~e comunismo até na alta da bolsa de valores.

    João Batista da Costa

    09 de setembro de 2013 às 07h37

    Estão de volta porque os milicos na época apenas eliminaram os reacionários que pegavam em armas e faziam guerrilhas, mas permitiram que a parte intelectual esquerdista assumisse as universidades. Não é a toa que estão de volta. Vai toma remedinho também….

    Matheus

    09 de setembro de 2013 às 11h12

    Sinta-se à vontade aqui, os governistas pensam igual a você.

    Julio Cesar Montenegro

    09 de setembro de 2013 às 14h40

    estar a vontade por se estar entre quem pensa IGUAL?
    se isso não for fascismo é, no mínimo, CURRAL…

Leo V

08 de setembro de 2013 às 19h13

É impressionante que essa ‘esquerda de internet’ prefere que as pessoas não saiam à ruas.

Em vez de comemorarem que a esquerda foi muito, muito maior que a direita nas ruas no 7 de setembro, não, comemoram que foi ‘um fiasco’.

Fiquem esperando sentado pelo salvador da pátria, e votem de 4 em 4 anos.

Responder

    roberto almeida

    09 de setembro de 2013 às 02h37

    Oh, Leo V, foi a direita coxinha que disse que ia realizar a maior manifestação do universo!!! Juntando todos cabia num camburão da polícia.

    Matheus

    09 de setembro de 2013 às 09h51

    Pior ainda, Lei V, pior ainda… Eles estão aplaudindo o terrorismo de EStado, a repressão política. Acompanham manifestações por telejornal e blogues governistas, e querem saber mais do que quem participou, filmou e fotografou. São um bando de parasitas instalados em cargos comissionados e bolsas-militância, arrogando pseudo-esquerdismo e apoiando um partido financiado pela classe dominante.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 11h12

    Leo quem é esta esquerda que voce diz. È o PSOL ? o PSTU ?
    se for o pessoal do PSOL fica quietinho que já comecam a aparecer as sujeiras do partido. A deputada carioca Janira Rocha quem o diga. Usou dinheiro do sindicato para campanha (caixa dois) , e mais outras falcatruas . Entäo vamos ficando quietinhos quietinhos porque todo partido tem seu sujinho.

    Leo V

    09 de setembro de 2013 às 11h46

    A esquerda é PSOL, PSTU, MST, MAB, PCO, MTST, e uma outra infinidade de siglas, além de muito mais independentes.

Nelson Menezes

08 de setembro de 2013 às 19h11

Até aquele panaca, o garoto propaganda das casas Baia, apareceu em um estúdio com pouca iluminação e vestido de preto fazendo alusão as manifestações dizendo : E amanhã não se esqueçam ,em seguida a propaganda a que ele e pago para faze-lo, babaquice total.

Responder

    Gerson Carneiro

    08 de setembro de 2013 às 19h38

    Hahahaha… essa eu queria ter visto.

    Você não tá cismado demais, não?

    Porque o comercial sempre foi assim “só amanhã nas Casas Bahia!”.

    Mas publicidade tem disso. Aproveitar um fato, um momento, e adequá-lo ao seu produto.

    Gostei dessa sua observação.

    Gerson Carneiro

    08 de setembro de 2013 às 19h41

    Linu

    08 de setembro de 2013 às 20h29

    não entendi

    O que tem demais ele apoiar o protesto?

    E o que tem demais ele receber para fazer propaganda?

    este é o trabalho dele.

    Lixo!

    Antenor

    09 de setembro de 2013 às 09h09

    Ia sair agora mesmo para comprar uma impressora HP 3516 nas Casas Bahia. Mudei de idéia. Vou fazer uma visita à Lojas Americanas recém inaugurada. Quem sabe… Casas Bahia? Não vou mais nem para comparar os preços.

denis dias ferreira

08 de setembro de 2013 às 18h56

Quem esperava multidões nas manifestações de ontem deve estar magoado com o povo brasileiro. Os grupelhos que organizaram as manifestações de ontem, a maior parte grupos fascistas ou de direita, supunham que poderiam criar um clima de profunda instabilidade institucional propício à erupção de um golpe militar. Caíram do cavalo, pois o povo se recusa a apoiar uma nova aventura militar e conservadora no
Brasil.

Responder

    Antenor

    09 de setembro de 2013 às 09h13

    Nem os americanos apoiam uma intervenção militar na Síria. Eles estão escaldados.

pierre

08 de setembro de 2013 às 18h55

Os partidos de direita e o PIG, principalemente a Globo, estão incentivando a violência. Eles precisam de cadáveres, muitos cadáveres, para chegar ao planalto.

Responder

Gerson Carneiro

08 de setembro de 2013 às 18h48

Esse “esperado” revela muito.

Responder

walter

08 de setembro de 2013 às 18h42

Esses BLACK … são uns verdadeiros bandidos e idiotas.

Responder

Luiz Fortaleza

08 de setembro de 2013 às 18h37

Vi um artigo num jornalzinho sindical sobre os protestos de junho e achei interessante: http://www.sintsefceara.org.br/sites/default/files/pdf/jornal_para_o_site_0.pdf

Responder

    Luiz Fortaleza

    08 de setembro de 2013 às 18h38

    Nas página 4 e 5 do jornalzinho.

FrancoAtirador

08 de setembro de 2013 às 18h10

.
.
GLOBO PROCURA, PROCURA, MAS NÃO ENCONTRA MANIFESTANTES EM BRASÍLIA

“Possivelmente eles devem estar por ali…”

(http://g1.globo.com/globo-news/jornal-globo-news/videos/t/todos-os-videos/v/manifestantes-andam-em-direcao-ao-estadio-mane-garrincha-em-brasilia/2809464)
.
.

Responder

    Rosalba Tovar

    08 de setembro de 2013 às 19h24

    Os manifestantes devem estar por ali.É provável que o trânsito seja porque eles estão atravessando a avenida.Nunca vi nada igual, tamanha apelação. A Globo News acabou de inventar a categoria de manifestantes fantasmas.

    FrancoAtirador

    08 de setembro de 2013 às 22h50

    .
    .
    Ora, vejam:

    “Ali tem um Shopping… Eles podem estar por ali…”

    Provavelmente…
    .
    .

    Edgar Rocha

    08 de setembro de 2013 às 21h53

    Fui ver o video da Globo News. Hilário. “O tempo todo os manifestantes foram monitorados por uma barreira de policiais, mas é uma área muito aberta e é difícil controlá-los o tempo inteiro”. Que pena. Vão perder pontos no quesito harmonia (deixaram buraco na avenida). Fico imaginando os guardinhas com apito na boca empurrando todo mundo pra tentar encher a pista. KKKK. Esse breque-broco foi muito mal ensaiado. Vai dar briga na Sapucaí. Não foi carnaval, mas vai ter quarta-feira de cinzas. Chama o comercial da cerveja, faz favor. Ah, sim: no quesito fantasia, faltou criatividade.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 11h21

    kkkkkkk, mas tinha tantos manifestantes que até assustei.

    edir

    09 de setembro de 2013 às 11h27

    Acho que os “manifestantes” era a Jair Bolsonaro e sua familia. Esposa filhos netos, primos, cunhados, avós, tios. O triste é a polícia estar neste calor, em pleno sábado trabalhando.

    denis dias ferreira

    09 de setembro de 2013 às 12h11

    Os extremos se tocam. A extrema esquerda junta-se à extrema direita para derrubar o governo e reinstalar no poder os conservadores tucanalhas. PSTU, PSOL, PCO,…são puxadinhos do PSDB!

    Kazuhiro Uehara

    09 de setembro de 2013 às 13h08

    O PCO está até melhor do que o PSTU e PSOL.

Antonio Victor

08 de setembro de 2013 às 17h38

Os Black Bobocas deram um verdadeiro show de estupidez e graças a isto estão, entre outras coisas, prejudicando movimentos justos como o de democratização da mídia.

Responder

    É fato

    09 de setembro de 2013 às 03h27

    Nesse ponto, petismo e Reinaldo Azevedo estão juntos.

    Kazuhiro Uehara

    09 de setembro de 2013 às 13h04

    Principalmente os anarcoides, os blacks teorizam a risca o anarquia. Será eles leem o Bakunin?

    renato

    09 de setembro de 2013 às 11h59

    Os milhões que a Globo recebe da SECOM não prejudicariam mais a democratização das mídias do que os BBs? …


Deixe uma resposta para marilamar

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.