VIOMUNDO

Diário da Resistência


Golpe da madrugada para salvar Rodrigo Maia, José Serra e outros delatados fracassa na Câmara
Política

Golpe da madrugada para salvar Rodrigo Maia, José Serra e outros delatados fracassa na Câmara


19/09/2016 - 23h26

Captura de Tela 2016-09-19 às 23.25.57

Da Redação

O ‘golpe da madrugada’, como foi definido pelo deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) fracassou na Câmara dos Deputados graças à reação de um pequeno número de parlamentares no plenário, dentre os quais se destacaram Ivan Valente (PSOL-SP), Alessandro Molon (Rede-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Passava das 22 horas quando o primeiro secretário Beto Mansur (PRB-SP) tentou encaminhar a votação de uma versão alterada do PL 1210, de 2007, que teria como efeito prático atenuar a punição pelo uso de caixa dois em campanhas eleitorais e dar anistia a casos passados.

No fim de semana, a CartaCapital adiantou que a medida seria parte do pacote proposto pela base do governo golpista de Michel Temer para enterrar a Operação Lava Jato.

A manobra foi feita com Temer fora do Brasil e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ocupando interinamente a presidência da República.

Maia seria um dos beneficiários: em troca de mensagens, ele pediu R$ 250 mil a Léo Pinheiro, ex-diretor da OAS, na campanha de 2014. O valor não aparece na prestação de contas do candidato. O agora presidente da Câmara afirma que o dinheiro foi para o pai, César Maia (DEM), que disputou vaga no Senado.

Outro beneficiário em potencial de qualquer anistia é o senador José Serra (PSDB-SP), que ocupa o Ministério das Relações Exteriores do governo golpista. Tratado como “Vizinho” ou “Careca” em documentos da Odebrecht, Serra poderá ser delatado por receber R$ 23 milhões por fora da empreiteira para sua campanha presidencial em 2010.

Beto Mansur pretendia encaminhar a votação quando protestos irromperam no plenário. O deputado Ivan Valente propôs a retirada do projeto da pauta. Depois do tumulto, os líderes do PSD e do PSDB, Rogério Rosso e Antonio Imbassahy, vieram ao microfone propor que a retirada fosse de ofício, ou seja, evitando votação nominal — que poderia expor os apoiadores da anistia.

Beto Mansur parecia até então determinado a seguir adiante, mas recuou. Valente, pronto a discursar em defesa de sua proposta, foi adiante: “É inaceitável, intolerável, um escândalo, um escárnio, uma falcatrua, uma bandalheira. Logo agora que a OAS e a Odebrecht estão prontas a delatar a gente vai livrar dezenas de deputados e empreiteiros?”.

A sessão foi encerrada sem que se conhecesse os detalhes da proposta, nem quem exatamente são os apoiadores dela.

Leia também:

Katarina Peixoto: O que divide a esquerda nas eleições municipais de Porto Alegre





16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

A. Carlos

21 de setembro de 2016 às 17h43

BANDIDOS DA CÂMARA FEDERAL QUERENDO LIMPAR A CENA DO CRIME

Responder

A. Carlos

21 de setembro de 2016 às 17h40

” BANDIDOS DA CÂMARA FEDERAL DE BRASÍLIA QUERENDO LIMPAR A CENA DO CRIME “

Responder

italo

20 de setembro de 2016 às 13h36

A quadrilha instalada no Poder contou com Moro e com a globo para massacrar o PT por denuncias de CX2, agora tem projeto de lei para livrar quem fez uso de CX2 mas não é do PT. Trouxinha não nasce burro, depois do JN permanece burro por convicção.

Responder

Mineiro

20 de setembro de 2016 às 11h36

E a pergunta que não calar, cadê o pt numa horas dessas? Porque só esses deputados e cade a turma do pt? Só isso que eu quero saber. Vamos falar sem rodeios ,até porque Ninguém precisa mais disso. O pt ainda acha que podem fazer algum acordo com essa corja. Pode ter certeza disso , muita gente sem caráter do pt ainda pensa nisso. De agora em diante não existem mais pactos com essa corja . Ou ta contra ou favor ,acabou esse negócio de conciliação.

Responder

RONALD

20 de setembro de 2016 às 11h03

Depois, virão Temer, Aéscio, Alckimin, FHC, Anastasia e centenas de outros tucanos, Demos e Pmdbostistas cretinos !!!

Responder

RONALD

20 de setembro de 2016 às 11h01

Livrar Serra da guilhotina, nem pensar. Este deve ser o primeiro a colocar seu cabeção cheio de vilanias no cepo !!!!!

Responder

Rhodes Medeiros

20 de setembro de 2016 às 10h58

Pergunta: Cadê um Juiz de primeira instância para impetrar uma liminar numa hora dessas? uma condução coercitiva do MP?qualquer coisa… Resposta: Ah! me desculpe, esqueci que vossas excelências são amigos e/ou parentes dos beneficiados …

Responder

Deivis Araujo

20 de setembro de 2016 às 08h43

Valeu, Ivan Valente (PSOL-SP), Alessandro Molon (Rede-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Responder

    Mineiro

    20 de setembro de 2016 às 11h41

    No momento São poucos que estão.honrando a política, e esses sao os que fazem parte do lado bom desse congresso podre,corrompido e vendido para o capital financeiro.

FrancoAtirador

20 de setembro de 2016 às 08h23

.
.
DESMONTE DA COMUNICAÇÃO PÚBLICA
.
TV Brasil passará à Condição de Afiliada da TV Cultura Norte-Americana de São Paulo

Administrada pelo PSDB e pela Mídia Empresarial FasciPaulista Corrupta do Mercado.

https://jornalggn.com.br/noticia/tv-brasil-deixa-de-ser-publica-e-vai-retransmitir-tv-cultura-por-tereza-cruvinel
.
.

Responder

FrancoAtirador

20 de setembro de 2016 às 08h09

.
.
Sem esquecer que o 1º Secretário da Mesa Diretora continua o Mesmo.

Beto Mansur foi Escolhido pelo ex-Presidente da Câmara Eduardo Cunha.
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    20 de setembro de 2016 às 08h33

    .
    .
    Se tudo correr de acordo com o Interesse
    dos Vermes Políticos e dos Porcos Judiciais

    o DEM subirá à Presidência da República
    por Eleição Indireta no Congresso em 2017.
    .
    .

Carlito Dutra

20 de setembro de 2016 às 06h59

O confronto público interessa a bandos e grupos e não a cidadãos e ao estado de direito que tem no voto o instrumento soberano e legítimo para as transformações sociais e políticas que deseja. Eleições diretas para todos os cargos já.

Responder

Carlos Castro

19 de setembro de 2016 às 23h53

“O Brasil não é para principiantes.”
República Bananeira do Brasil. Tem a elite mais mesquinha e burra do mundo.

Responder

    Roberto

    20 de setembro de 2016 às 08h23

    República PowerPoint da Banânia será o nome oficial do país.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding