VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Conceição Oliveira: É Hildegard Angel vs. Maitê Proença


10/08/2010 - 22h16

A Conceição Oliveira, que cuida aqui no Viomundo do blog da Mulher, destacou em seu post mais recente a entrevista em que Maitê Proença declarou, a uma colunista social do Estadão:

Maitê Proença: A mulher ainda é tratada como escrava na África, Ásia, países árabes, na maior parte do planeta. Só no ocidente houve progressos, muitos, mas ainda há discriminação. Quem sabe a própria venha a calhar nesse momento de eleições, atiçando os machos selvagens e nos salvando da Dilma?

Para ir ao blog da Mulher, clique AQUI.

Mas, em seu próprio blog, o Maria Frô, ela destacou um depoimento de Hildegard Angel:

Depoimento de  Hildegard Angel, jornalista, filha de Zuzu Angel e irmã de Stuart Angel, ambos mortos pela ditadura militar (1964-1985). Stuart ainda é um dos desaparecidos políticos. A história da família foi contada no filme “Zuzu Angel” (2006), de Sérgio Resende.

Para ir ao blog dela e ver o depoimento, clique AQUI.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


36 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

cesar a giometti

29 de outubro de 2010 às 16h53

Que pena que Maitê tenha dado essa desastrada declaração. Não sei onde ela foi buscar tal "inspiração" ou seria ins "piração", de qualquer forma foi uma decepção para quem esteve mais ou menos próximo dela, durante alguns meses de cursinho no objetivo campinas, em 1975. Não fui do seu círculo de amizades, mas gostava de saber que alguém de Campinas alcançara o sucesso. Mas isso não lhe permite falar o que vier à cabeça, afinal, ela é uma pessoa pública. Por isso penso que foi uma provocação com intuitos marqueteiros, pois ela é muito inteligente e linda!

Responder

Márcia Cintra

28 de setembro de 2010 às 20h17

Não concordo c/ o depoimento da Maitê !!!
Parabéns a Hidelgard !!!!!
Eu voto na Dilma !!!!! e também sou perseguida pela maioria dos meus amigos que odeiam Lula !!!
Gosto do Lula e da Dilma !!!
Att !
Márcia
Rio de Janeiro

Responder

sergio

20 de setembro de 2010 às 13h15

Maitê foi criada na elite de Campinas. Não se pode esperar nada dela. Esse povo se acha superior!

Responder

Dida

13 de agosto de 2010 às 16h15

A Maitê Tem uma tragedia familiar na sua familia. e o grande macho selvagem da sua vida foi seu pai , que matou a sua maê selvagemente , ela tinha 10 anos e foi testemunha de defesa do seu pai na justiça , por isso que ela tem esse olhar pertubado e está tao cobnfundida.

Responder

malu

12 de agosto de 2010 às 21h46

A Maitê é bonita, mas é tão ignorante, que se torna um objeto nas mãos do PIG. Vai terminar como a Regina medo Duarte, que ficou estigmatizada pelas besteiras que falou na primeira campanha do Lula. Não sei o que é pior: a Regina parecia sóbria quando falava, a Maitê tem cara de alucinada, deve tomar antidepressivos ou qualquer coisa, os olhos são bonitos, mas o olhar é perturbado. Enfim, deixa prá lá, a opinião dela vale tanto quanto o latido do cachorro que eu não tenho.

Responder

Gildo Araújo

11 de agosto de 2010 às 23h45

O Governo Petista e a Liberdade de Expressão

"Nós recebemos um relatório do diretor do escritório de Brasília da TV Record, que participou de uma reunião em Brasília – as emissoras acertavam questões de publicidade com o governo. Dizia: "Olha, com o Boris Casoy não dá pra ter publicidade". Me contaram ainda que o Luiz Gushiken (ex-secretário de Comunicação) tinha insinuado para o presidente da TV Record: "com o Boris lá fica difícil o relacionamento com vocês! Houve telefonemas da bancada evangélica: "Olha, o José Dirceu reclamou. Isso atrapalha a gente". Boris Casoy.

Fonte: Revista IstoéGente, abril de 2006.

Então tá explicado a paixonite aguda do Presidente Lula da Silva pelo ditador iraniano, liberdade de expressão não é com eles.

Responder

    Christian Schulz

    12 de agosto de 2010 às 18h30

    Que isso?

    Ironia ou tiroteio às cegas?

    Heitor Rodrigues

    13 de agosto de 2010 às 10h18

    É só bala perdida. Cuidado!

    Fabio

    13 de agosto de 2010 às 18h06

    De fato, não pegaria bem para qualquer presidente da República Federativa do Brasil associar sua imagem à de Bóris Casoy. Imaginem: expansão da educação, diminuição das desigualdades sociais, alta geração de empregos, "Brasil: um país de todos", conquistas do governo Lula, e, logo em seguida, após os comerciais, o senhor Bóris afirmar: "Garis, o nível mais baixo da escala social…" Seria lamentável…

    valdir

    14 de agosto de 2010 às 23h50

    Sr. Gildo, busque a história recente do Irã(a partir dos anos50)…quando os estados unidos derrubaram um governo democraticamente eleito pelo povo para colocar um ditador em seu lugar….Depois que o sr. aprender a lição, pode vir falar de liberdade de expressão deste país…..faça-me um favor, ora bolas!!!! informe-se!!!!

Esperança

11 de agosto de 2010 às 19h46

Como faço para postar um vídeo?

Responder

Mônica

11 de agosto de 2010 às 18h50

Acho que o único que se apresentou para fazer o papel de "macho selvagem" foi o Bonner. Viram como ele não parava na cadeira durante a entrevista com a Dilma? Parecia um leão enjaulado louco para pular no pescoço da candidata. Tudo isso, é claro, até a Fátima (delicadamente) mandar ele calar a boca e deixar a Dilma terminar seu raciocínio… rs

Responder

Esperança

11 de agosto de 2010 às 18h34 Responder

Lucas

11 de agosto de 2010 às 17h50

Acho que o machismo da Maitê pode ter relação com sua história pessoal, visto que foi, aos 12 anos, foi testemunha de defesa do pai, que havia assassinado a mãe com 37 facadas e absolvido ( http://www.terra.com.br/istoegente/148/reportagen… ) , como muitos que assassinam esposas, namoradas, etc. nesse país, infelizmente ainda tão desigual. Voto em Dilma pensando num processo que não deve parar, processo que vem aos poucos eliminando as desigualdades sociais, e tenho muita esperança que elimine também as diferenças raciais, sexistas, etc..

Responder

Fernando Alvares

11 de agosto de 2010 às 13h36

É a super valorização do nada.
Quem é Maite Proença?
Qual o valor da sua opinão e quem se orienta por ela?
Trata-se de uma insignificante, ignorante e arrogante atriz, nada mais.
A unica coisa de plorável é ver uma mulher fazendo apologia ao machismo.
Infelizmente algumas mulheres também são machistas.

Responder

assalariado.

11 de agosto de 2010 às 12h23

Como na maior parte das vezes,os atores globais (entre tantos), não são pagos pra pensar,são pagos para mandar recados.Como trabalhador assalariado tenho claro na cabeça,que todo e qualquer colaborador que ousar pensar fora das escritas do capital,não cria raiz na empresa,estas,por sua vez,sempre acabam dando mais espaços para aqueles colaboradores do tipo 3 botas,dois nos pés e um na bunda,este é o fim destes puxa sacos lambe botas dos patrões.

Responder

L.S. Lima e Silva

11 de agosto de 2010 às 11h54

É mesmo o país da diversidade: de tão grande, cabe nele Hildegards, Dilmas e Maitês.
Agora esse negocio de "atiçar machos selvagens" é do tempo da idade da pedra, né não ?
Depô de Hildegard emociona e qualifica ! Parabéns.
Luis Sergio Lima e Silva

Responder

marcelo

11 de agosto de 2010 às 11h29

não essa Maitê Proença que fez um programa preconceituoso contra os portugues?

Responder

Marco Aurélio

11 de agosto de 2010 às 11h15

A Maitê, procura um macho selvagem que bata em professores e trabalhadores, que nao oferece salário digno a seus policiais, que mente descaradamente frente as câmeras, que manda demitir repórteres na calada da noite por nao concordar com suas perguntas, é esse macho selvagem montado no seu índio que ela quer… VIVA DILMA! DILMA VEZ POR TODAS VAMOS ELEGER DILMA NO PRIMEIRO TURNO.

Responder

priscila presotto

11 de agosto de 2010 às 10h45

Assisti ao vídeo de Hildegard ,fiquei emocionada com seu depoimento.
Vale a pena assistir e colocá-lo nos favoritos e em todos os sites e blogs favoráveis a Dilma.
Depoimento este,sereno,sério,contundente,verdadeiro e humano!

Vale a pena.

Eu pergunto:quem é Maite Proença?Que relevância tem?

Ne-nhu-ma!

Responder

Geysa Guimarães

11 de agosto de 2010 às 10h24

Além da Hildegard, não podemos esquecer de Lily Marinho. Maitê tem medo de Dilma, enquanto dona Lily diz que Dilma é a "senhora D" (democracia).
Se oriente, Maitê!

Responder

Peixoto/p.prudente

11 de agosto de 2010 às 09h31

Estranho mesmo é ver que alguns vermes direitistas, não ficam sensibilizados com este depoimentos da Hildegard Angel e outros. Tem até alguns ( e pasmem, algumas) idiotas elogiando a atitutude deplorável da Maitê "Duarte" Proença. Lamentável. Por tudo isso, vamos eleger a DILMA. No primeiro turno.

Responder

Marat

11 de agosto de 2010 às 07h28

Ela parece não perceber o papel ridículo que desempenha… Seria bom ela saber que o brasileiro médio não é um Hommer, muito menos um Bonner Simpson…

Responder

Manuel A. Ferreira

11 de agosto de 2010 às 07h22

Bem lembrado. É preciso por essa gente ao escrutínio público de suas burrices ridículas. A Maitê está passando dos limites há muito tempo. Falta do que fazer na ociosidade de suas pensões indevidas e às nossas custas.

Responder

antonio carlos rios

11 de agosto de 2010 às 01h47

Serâ que a regina duarte estâ ultrapassada para o papel e o legou a esta otâria desvisada . Cuidado com ostracismo a que voçë sera submetida apos o massacre da Dilma sobre o z~e pedagio-intestino!

Responder

Elton Fagundes

11 de agosto de 2010 às 01h14

Conceição, a Maitê, O Chco Anísio e et caterva gostam de chafurdar na lama e na podridão da política. É não deixar passar em brancas nuvens as idiotices que falam, mas é preciso a gente não se ligar muito nessa gente. Basta acuá-los e vamos seguir na campanha de Dilma pra levar no primeiro turno. A Baixaria não pára. Cada dia uma novidade dessa gente do Serra. Hoje recebi mais um email que só pode ser de desespero e ainda pedindo para acessar logo porque pode sair logo do ar. Denuncio aqui para que sai logo porque é a coisa mais nojenta que já vi na vida.
/FW: LADRA E ASSASSINA… Assistam antes que tirem da internet. PESADO!
Coloque no google: disc-8-04-2010-dilma-ladra.wmv
Encaminhei para meu suposto amigo o artigo que li aqui
Expropriar bens surrupiados é ato político de justiça de classe
* Fátima Oliveira, especial para o Viomundo
https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/fatima-oliveira-...

Responder

ZePovinho

11 de agosto de 2010 às 00h15

Digite o texto aqui![youtube bxsix8bNfFE http://www.youtube.com/watch?v=bxsix8bNfFE youtube]

Responder

ZePovinho

11 de agosto de 2010 às 00h14

A Maitê Proença é linda e inteligente,o que ninguém pode negar.Mas Hildergard Angel também é linda e inteligente,com o agravante de que tem,em excesso,aquilo que torna a beleza física uma moldura de quadro:uma alma bela,um ser belo.É isso o que faz com nós,homens,dêem a vida por uma mulher como Hildegard Angel e por Zuzu Angel.
Essa história da ditadura de 1964 estilhaçou os dois lados anônimos daqules que a viveram.Civic de um lado e famílias de militares de outro.Quanto cada um dos militares que não concordavam com isso tiveram de engolir em seco??
O Estado brasileiro deve pedir perdão por esses crimes.O Exército Brasileiro deve mais do que pedir perdão pois foi usado por homens,que passaram,para combater seu próprio povo-um crime hediondo.

Muitas vezes eu passei perto daquele túnel,no Rio,onde o carro de Zuzu Algel foi jogado,criminosamente,para fora da estrada e onde ela morreu.eu só pensava na minha mãe,naqueles anos 70,esperando meu velho milico chegar em casa impressionado com aquela vida.

Responder

    V

    11 de agosto de 2010 às 09h04

    Dois lados: de um lado políticos corruptos que comandavam o exército e dele se valiam para delapidar o Brasil, matando, roubando, intimidando e manipulando. O outro lado, o outro lado pouco pode fazer, a não ser resistir, resistir por exemplo ao roubo de terras. Militares mortos, houveram, mas não pela mão da esquerda, por discordarem, pelas mãos sujas e desonrosas de militares que estudaram na SOA ou por elas treinados aqui mesmo.

    É por isso que temos que resgatar a história, por isso o PNDH tem que ir adiante, por isso temos que resistir a manipulação da história.

    rafael

    11 de agosto de 2010 às 09h35

    Bem lembrado, pouco se fala do impacto da ditadura nos próprios militares, os próprios defensores do regime malandramente ocultam esse fato.

ferrera13

10 de agosto de 2010 às 23h52

Maitê tá fazendo hoje o papel que já foi de Regina, que se recusou a repetir o mico.

Responder

    Jairo_Beraldo

    11 de agosto de 2010 às 09h56

    A ex-namoradinha recusou ou recusam ela nos palcos?

Ed.

10 de agosto de 2010 às 23h50

Pessoal, importante ver o depoimento de Angel no link.
Maitê, por sua vez, cospe muito bem…

(não coloquem palavras na minha boca, refiro-me à "gracinha" do video quase pornô, numa fonte portuguesa)

Responder

O Brasileiro

10 de agosto de 2010 às 23h09

Quando a Maitê Proença sair da puberdade, eu comento!

Responder

    Jairo_Beraldo

    11 de agosto de 2010 às 09h55

    Bôa!

    turmadazica

    11 de agosto de 2010 às 14h02

    Hoje o pessoal tá inspirado, ehhehehe… Muuuito boa brother!!!!!!


Deixe uma resposta para ZePovinho

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

Últimas matérias
Bernie Sanders: Se os Democratas quiserem vencer no futuro, terão de enfrentar os interesses de Wall Street, em guerra contra a classe trabalhadora dos EUA

Reconquistar a classe trabalhadora Se o partido Democrata quer evitar a perda de milhões de votos no futuro, ele deve ser firme e atender às famílias da classe trabalhadora dos EUA Por Bernie Sanders, em A Terra é redonda  80 milhões de americanos votaram em Joe Biden. Com estes votos contra a intolerância de Donald […]

Ler matéria