VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Carta Maior: A direita, enfim, achou o seu candidato


28/05/2010 - 13h15

Data: 28/05/2010

Depois do Mercosul, o novo alvo de Serra é a Bolívia. Para azar do pré-candidato tucano e sorte do Brasil e do mundo, a era Bush chegou ao fim. Algum assessor com um mínimo de lucidez e informação bem que poderia avisá-lo das mudanças que estão em curso no mundo. Mas se o ex-governador de São Paulo decidiu abraçar por inteiro a agenda da direita no Brasil, na América Latina e nos Estados Unidos, faz sentido ele lutar pela restauração da velha ordem. Pode-se dizer, então, que, enfim, a direita achou um candidato à presidência do Brasil.

Editorial – Carta Maior

“A questão”, ponderou Alice, “é saber se o senhor pode fazer as palavras dizerem tantas coisas diferentes”.

“A questão”, replicou Humpty Dumpty, “é saber quem é que manda. É só isso”.
Lewis Carrol, Alice no País das Maravilhas (cap.6).

As declarações do ex-governador de São Paulo e pré-candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, acusando o governo boliviano de ser “cúmplice de traficantes”, além de levianas e irresponsáveis, podem acabar se voltando contra o próprio autor. Pela lógica da argumentação de Serra, não seria possível a exportação de cocaína a partir da Bolívia sem a conivência e/ou participação das autoridades daquele país. Bem, se é assim, alguém poderia dizer também que Serra é cúmplice do PCC (Primeiro Comando da Capital), da violência e do tráfico de drogas em São Paulo. “Você acha que toda violência e tráfico de drogas em São Paulo seria possível se o governo de lá não fosse cúmplice?” – poderia perguntar alguém, parafraseando Serra.

Neste mesmo contexto, cabe lembrar ainda as declarações do traficante colombiano Juan Carlos Ramirez Abadia, preso em 2007 no Brasil, que, em um depoimento à Justiça Federal em São Paulo, disse: “Para acabar com o tráfico de drogas em São Paulo, basta fechar o Denarc (Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos)”. As denúncias de um traficante valem o que ele vale. Neste caso valeram, ao menos, o interesse da Justiça Federal em investigar a possibilidade de ligação entre o tráfico de drogas e a corrupção policial, possibilidade esta que parece não habitar o horizonte de Serra. O pré-candidato foi governador de São Paulo, mas afirma não ter nada a ver com isso. A culpa é da Bolívia.

Há método na aparente loucura do pré-candidato do PSDB. O fato de ter repetido as acusações levianas contra o governo de um país vizinho – e amigo, sim – do Brasil mostra que Serra acredita que pode ganhar votos com elas. Trata-se de um comportamento que revela traços interessantes da personalidade do pré-candidato e da estratégia de sua candidatura. Em primeiro lugar, mostra uma curiosa seletividade geográfica: em sua diatribe contra governos latino-americanos, Serra esqueceu de acusar a Colômbia como “cúmplice do narcotráfico”. Esquecimento, na verdade, que expõe mais ainda o caráter leviano da estratégia. Trata-se, simplesmente, de atacar governos considerados “amigos” do governo brasileiro.

Em segundo lugar, mostra uma postura irresponsável do pré-candidato, tomando a palavra aí em seu sentido literal, a saber, aquele que não responde por seus atos. Antes de apontar o dedo acusador para o governo de um país vizinho, Serra poderia visitar algumas ruas localizadas no centro velho de São Paulo que foram tomadas por traficantes e dependentes de drogas. Serra já ouviu falar da Cracolândia? Junto com a administração Kassab, um governo amigo como gosta de dizer, fez alguma coisa para resolver o problema? Imagine, Sr. Serra, 200 pessoas sob o efeito do crack gritando sob a sua janela, numa madrugada interminável … Surreal? Na Cracolância é normal. E isso ocorre na sua cidade, não na Bolívia. Ocorre na capital do Estado onde o senhor foi eleito para governar e trabalhar para resolver, entre outros, esse tipo de problema. Mas é mais fácil, claro, acusar outro país pelo problema, ainda mais se esse outro país for governado por um índio.

E aí aparece o terceiro e mais perverso traço da estratégia de Serra: um racismo mal dissimulado. Quem decide apostar na estratégia do vale-tudo para ganhar um voto não hesita em dialogar com toda sorte de preconceito existente em nossa sociedade. Acusar o governo de Evo Morales de ser cúmplice do tráfico, além de ignorar criminosamente os esforços feitos atualmente pelo governo boliviano para combater o tráfico, aposta na força do preconceito contra Evo Morales, que já se manifestou várias vezes na imprensa brasileira por ocasião das disputas envolvendo o gás boliviano. Apostando neste imaginário perverso, acusar um índio boliviano de ser cúmplice do tráfico de drogas parece ser “mais negócio” do que acusar um branco de classe média que sabe usar boas gravatas. Alguém com Álvaro Uribe, por exemplo…

E, em quarto, mas não menos importante lugar, as declarações do pré-candidato tucano indicam um retrocesso de proporções gigantescas na política externa brasileira, caso fosse eleito presidente da República. Mais uma vez aqui, há método na loucura tucana. Não é por acaso que essas declarações surgem no exato momento em que o Brasil desponta como um ator de peso na política global, defendendo o caminho do diálogo e da negociação ao invés da via das armas, da destruição e da morte. Como assinala José Luís Fiori em artigo publicado nesta página:

A mensagem foi clara: o Brasil quer ser uma potencia global e usará sua influência para ajudar a moldar o mundo, além de suas fronteiras. E o sucesso do Acordo já consagrou uma nova posição de autonomia do Brasil, com relação aos Estados Unidos, Inglaterra e França (…) O jornal O Globo foi quem acertou em cheio, ao prever – com perfeita lucidez – na véspera do Acordo, que o sucesso da mediação do presidente Lula com o Irã projetaria o Brasil, definitivamente, no cenário mundial. O que de fato aconteceu, estabelecendo uma descontinuidade definitiva com relação à política externa do governo FHC, que foi, ao mesmo tempo, provinciana e deslumbrada, e submissa aos juízos e decisões estratégicas das grandes potências.

As últimas linhas do texto de Fiori resumem o que está por trás da estratégia de Serra de chamar o Mercosul de “farsa”, de acusar o governo da Bolívia de cumplicidade com o tráfico, de criticar a iniciativa do governo brasileiro em ajudar a evitar uma nova guerra no Oriente Médio. Curiosa e tristemente, essa estratégia, entre outros lamentáveis problemas, sofre de um atraso histórico dramático. Para azar de Serra e sorte do Brasil e do mundo, a doutrina Bush chegou ao fim. No dia 27 de maio, o governo dos EUA anunciou sua nova doutrina de segurança nacional que abandonou o conceito de “guerra preventiva” como elemento definidor da estratégia da política externa norte-americana. Algum assessor com um mínimo de lucidez e informação bem que poderia avisar ao pré-candidato tucano das
mudanças que estão em curso no mundo, especialmente do final da era Bush. Mas se ele decidiu abraçar por inteiro a agenda da direita no Brasil, na América Latina e nos Estados Unidos, faz sentido lutar pela restauração da velha ordem. Pode-se dizer, então, que, enfim, a direita achou um candidato à presidência do Brasil.

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



118 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

diretodeesquerda

05 de junho de 2010 às 16h12

Ufa! Ainda bem que a Direita achou o Serra como candidato! Imagine se os donos da Coteminas, da Gerdau, da Odebrecht, da Camargo Correa etc resolvem apoiar a Dilma??

Rarara! Carta Maior sempre forjando uma "Direita". Se toquem, a DILMA é a candidata da Direita, o Serra é apenas o candidato perdedor. A Direita, no capitalismo, nunca perde. Ou vocês acham que o Bill Clinton e o Tony Blair são de esquerda porque não são nem republicanos nem conservadores?

Responder

dukrai

02 de junho de 2010 às 12h09

Atenção, Vampiro Brazileiro, pode turbinar a motoSerra porque o trein está ficando feio, a Dilma disparou no Rio e botou 17% de frente, com 44%, o Vampiro está com 27% e a Marina Manga Verde com 10%. Como tem 51% na espontânea que não sabem em quem votar, está pintando um cenário da Transilvânia para o coitado do morceguin.

Responder

Brasileiro

01 de junho de 2010 às 22h22

Chegou a vez do povo brasileiro mostrar de uma vez por todas que não suporta mais, a arrogancia desta direita perversa, onde o rico fica mais rico e o pobre fica mais pobre. Serra esta a beira de um ataque de nervos, tomara que isso aconteça logo para todos verem quem ele é de fato.

Responder

Ramalho

29 de maio de 2010 às 18h40

A Bolívia exporta gás para o Brasil por decisão pretérita de Serra e Fhc (que dupla!). A decisão de Serra e Fhc (mas que dupla!) veio acompanhada da estupidez de tornar o Brasil dependente do gás boliviano! Movidos pela insopitável vocação da subserviência e dependência de terceiros, Serra e Fhc (não é aquela dupla?) tornaram o Brasil, desnecessariamente, dependente da Bolívia! Já não nos bastava a depender dos EUA? Para aquela dupla, não: além do grito, “dependência ao norte!”, que praticavam alegremente, queriam também bradar “dependência ao sul!”, começando pela Bolívia.

A bem da verdade, porém, deve-se reconhecer que a nova dependência buscada deve-se em parte à incompetência proverbial da dupla (e que dupla!) que, por exemplo, levou o Brasil à porta do racionamento elétrico, por falta de planejamento, o “planejamento” de Serra. Assim, se há algum mérito em a Bolívia ganhar dinheiro do Brasil com o gás, louve-se Serra Fhc (que dupla!).

Apesar do Mercosul, como alegam alguns, não existir, foi o quarto destino das exportações brasileiras em 2007, 2008 e 2009 (http://www.prac.ufpb.br/anais/XIenexXIIenid/enex/TRABALHO_COMPLETO_XI_ENEX/8.TRABALHO/8CCSADEPEX02-P.doc). Não se deve ver cliente preconceituosoamente, isto é uma tolice. Agora mesmo o Santander está a abrir agência no Complexo do Alemão, no Rio (http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/05/29/santander-abre-agencia-no-complexo-do-alemao-aquele-do-pac-da-dilma/). Preconceito é ruim para os negócios e para a diplomacia.

Responder

Benedito

29 de maio de 2010 às 20h26

Lula, antes de tudo, é um predestinado. Somente Dom Bosco, que profetizou o nascimento de uma nova civilização, ao sul do equador, entre os paralelos 15 e 20, onde se encontra a cidade de Brasília, poderia explicar como um torneiro mecânico, nascido no agreste pernambucano, favelado, com um grau de instrução primária, poderia se eleger Presidente do Brasil e líder consagrado no mundo. Não pelo poderio militar do Brasil ou pelo seu PIB, mas pelo poder moral: desarmado, pacífico, humanista, democrático, solidário, negociador, formado por um povo admirável, acolhido pelo Cristo Redentor, sempre de braços abertos, símbolo dessa nação abençoada, exemplo para os países que só pensam em levar vantagem e/ou dominar pela força das armas, da traição e/ou outros meios de dominação. Haja vista os casos de tranferências de tecnologas da FIOCRUZ e EMBRAPA,para a Africa, América Latina e outros países irmãos interessados, sem ônus para os mesmos.

Responder

Robson Porto

29 de maio de 2010 às 19h52

Serra para Presidente…

Da Bolívia!

Responder

Livio

29 de maio de 2010 às 18h29

Alguém reparou que na sessão de videos do uol há a propaganda do DEM???

Isso é permitido???

Responder

Alício

29 de maio de 2010 às 18h01

Hitler, infelizmente, pelo menos tinha uma direção: o extermínio dos não arianos. Serra não tem direção. É pior que Hitler. CUIDADO !

Responder

Carlos Soares

29 de maio de 2010 às 18h00

Pelo porte dos adversários que escolhe confrontar se pode medir a envergadura moral de um político. Só para deixar mais claro: FHC/Serra – Bolívia; Lula/Dilma – EUA.
Para completar, sem a conivência explícita dos governos de SP (16 anos sob tucanos) o tráfico de drogas e o PCC teriam chegado ao nível de calamidade que se encontram? O Serra é parceiro do DENARC?

Responder

Leider_Lincoln

29 de maio de 2010 às 17h56

Para rir hoje:
Dilma coloca 5 pontos sobre Serra: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100529/
Folha: ainda dá para ler? Clique, sinta vergonha alheia e confira: http://www.cinemaemcena.com.br/pv/BlogPablo/post/

Responder

Marat

29 de maio de 2010 às 17h34

UDN, UDR, Opus Dei, certas seitas, o mercado especulativo e os fascistas sempre têm seus candidatos. PSDB/PFL são seus porta-vozes e a imprensa, na verdade, é assessora de imprensa dessa corja!

Responder

voxetopinio

29 de maio de 2010 às 17h28

A Direita mostra a sua cara. Surge então o esclarecimento, para os incaltos, de que esquerda e direita não tem a ver, a priori, com o apoio a um partido ou outro, mas com uma visão de mundo bem definida, um conjunto de valores, uma ideologia (no sentido de ideário).

Responder

A.L.Mirri

29 de maio de 2010 às 16h32

A coisa está complicada para o careca. Imagine-se no lugar de um cacique democrata qualquer. Nesta semana eles entregaram seu programa partidário integral para o Serra. E o que eles exigem em troca? A promessa dos tucanos de entregar a vice-presidência. O Aécio entendeu isso desde o ano passado, recusou a chapa puro-sangue e é o primeiro a estimular os democratas a reivindicar a vaga. Essa é a razão de Dornelles e Tasso recusarem, eles sabem que se Serra apontar alguém que não seja demo, o inferno vai desabar sobre a dupla – fogo amigo dos demos! O detalhe é o seguinte: descendo a ladeira nas pesquisas, a única estratégia que sobrou ao Serra é partir para o vale-tudo lacerdista. Artilharia pesada é a especialidade do DEM, ainda mais agora que eles não tem nada a perder. Serra achou que era motorista, agora é passageiro e o motorista da campanha vai o ser o DEM, todo sujo de corrupão (nesta semana o acusador de Arruda disse que o presidente do DEM é beneficiário da corrupção do DF – Alguém teve a coragem de rebater a acusação? Não! eles temem que pode aparecer um vídeo ou gravação…).

Podem escrever aí que o vice vai para os democratas e não vai ser escolha do Serra. Eu aposto na raivosa Katia Abreu, ou, em caso de impasse, no veterano Marco Maciel, que é do Nordeste e também uma espécie de “reserva” do PFL.

A candidatura Serra está numa sinuca, alguns setores conservadores já entenderam que ele se enredou em confusão. Tem muita gente pulando fora do barco. Tem muito empresário conservador que já tá começando a achar Dilma simpática, começam a entender que esse é o caminho da tranquilidade, num momento em que a economia mundial está naufragando e o Brasil nadando de braçada. A desgraça do Serra é saber que não vai ter chance de posar de estadista “preparado”, pois não lhe sobrou outro papel além de ser o desafiante desesperado que topa o vale-tudo, o incendiário que declara guerra à Bolívia. O Pig está triste… não era esse o candidato que eles sonhavam!

Responder

Marcelo

29 de maio de 2010 às 16h10

Parabens, excelente reflexao!!!

O Serra com certeza pensa assim: " A culpa é minha eu coloco ela em quem eu quiser, no caso na Bolivia"

Responder

EFE

29 de maio de 2010 às 14h29

Dizer e desdizer suas próprias declarações é uma estratégia de Serrágio para confundir o eleitor e faturar alguns votos. Com isso ele embaralha as cartas e as cabeças dos eleitores. Para tanto, ele conta com o apoio irrestrito do PIG que conhece e participa dessa campanha.

Responder

    Jairo_Beraldo

    29 de maio de 2010 às 17h26

    A Política é a Guerra por outros meios, já dizia Carl Von Clausewitz. E como em todas as guerras, há sempre uma batalha essencial, emblemática, que se constitui no ponto de viragem da guerra; no divisor de águas, na batalha-mãe que alterará definitivamente os rumos do conflito.

Eudes H. Travassos

29 de maio de 2010 às 14h24

duar te · 1 dia atrás

Meus Deus em qual pé agora o serra vai atirar?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…….grande indagação Duarte.

Responder

    Gerson Pompeu

    29 de maio de 2010 às 21h14

    Já acertou nos quatro.

José Augusto Valente

29 de maio de 2010 às 14h14

Vem aí o T1 – Portal de Logística e Transportes:
http://www.agenciat1.com.br.

Não perca o lançamento no início de junho/2010

*

Responder

Justo

29 de maio de 2010 às 13h56

Azenha, já viu este vídeo? É sobre a impressionante distância entre os discursos de Serra e a prática no que tange à educação. Imperdível.
http://www.youtube.com/watch?v=DJ5UdW8cMmw

Responder

Eudes H. Travassos

29 de maio de 2010 às 12h30

Definitivamente , o exterminador do futuro.

Responder

Pedro Luiz Paredes

29 de maio de 2010 às 12h24

Nem Tasso quer ser vice de Serra.
Serra ainda cutucou os democratas falando que Agaciel Maia apurrinhava FHC, rsrsrsrs
http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch20

Responder

Fabio_Passos

29 de maio de 2010 às 12h05

Nassif indignado com as tolices e baixarias reafirmadas pelo zé serra:

"Serra nervos de aço e os rompantes inconsequentes" http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/05/29

"… Quando li essa informação em um comentário, julguei ser gozação do comentarista. E era verdade. É muita imbecilidade junta. Isso não é nível para um candidato a presidente da República. É desolador imaginar que o sonho de uma campanha de nível está resvalando para essas inconsequências."

Responder

Fabio_Passos

29 de maio de 2010 às 12h01

Quem será o vice do zé serra?

Em minha opinião o jair bolsonaro seria o par perfeito.
Nasceram um para o outro.

O fhc seria outra excelente opção.
Mas fhc não tem coragem…

"Quem deveria ser o vice de Serra?" http://www.cartamaior.com.br/templates/postMostra

Responder

Gerson Carneiro

29 de maio de 2010 às 11h45

"A direita, enfim, achou o seu candidato"

Difícil mesmo está sendo achar um vice. Entres eles próprios transparece o clime de "apoio, mas quero distância". Que situação ridícula para um "candidato preparado", hein.

Responder

Erigutemberg Meneses

29 de maio de 2010 às 06h24

MUDANÇAS

Lula mudou. Não fala mais pobrema
E abandonando aquele jeitão brega
É hoje um mito que ao mundo prega
Amor e paz, o seu mais caro tema.

O Zé mudou também. E o dilema
Dele não é a feiúra que carrega
No corpo, mas a da alma – além de cega,
Dotada da fereza mais extrema.

O Zé de hoje é a cavalgadura
Que prega a opinião da ditadura
Da qual fugiu ligeiro como rato.

Já Lula, aquele simples lavrador
Que foi preso, aprendeu e ensinou
Ao mundo ser a paz bom artefato.

Erigutemberg Meneses

Responder

    Ubaldo

    29 de maio de 2010 às 14h27

    Eritemberg,
    Você tem razão. O Lula mudou. Mudou da campanha para o governo. Nas campanhas prometeu combater a corrupção, prometeu reduzir os lucros dos banqueiros, prometeu fazer as reformas estruturais que o país precisa (Reforma Eleitoral, Fiscal, Previdênciária, Tributária, Judiciária, Política) e nada fez.
    Conforme afirma Comparato: "Lula é o maior talento demagógico que o Brasil já conheceu, muito superior ao de Jânio Quadros. Dificilmente, na história do Brasil nunca houve um governante que tivesse uma tal aprovação popular e ao mesmo tempo que tivesse toda a confiança dos proprietários, dos empresários, dos poderosos"

João

29 de maio de 2010 às 03h20

Azenha e amigos: não subestimemos a direita. Vejam bem: a declaração de Serra vem na mesma semana em que Evo Morales visita o Brasil. Logo, Lula recebe Evo. Mensagem que se passa: Lula é conivente com o narcotráfico, pois recebe
o Presidente de um país que, segundo Serra, é conivente com o narcotráfico.
Querem ver outra mensagem. Vejam abaixo (copiei do site do Estadão os links de notícias na página inicial, exatamente como se encontram:

"Serra ironiza chancelaria boliviana: 'Não vale nota de R$ 3'

La Paz viu interesse eleitoral em fala do tucano, que criticou 'conivência' do vizinho com o tráfico de drogas

* 'Vamos fazer inveja no Serra', diz Lula a Evo
* Bolívia: declarações de Serra são 'irresponsáveis'
* Dilma: 'estadista não acusa outro país sem provas'
* PF apreende 500 kg de cocaína da Bolívia no MS"

Vejam a última notícia!!! Após dar a chamada da declaração de Serra, vem a chamada da notícia do Lula com Evo e, no final, a PF apreende 500 kg de cocaína da Bolívia.
Oras, mais propaganda subliminar! Do país que Serra acusa foram apreendidos 500 kg de cocaina!!!

Senhores, vamos manter a atenção, porque a direita pode ser reacionária, mas burra ela não é!

Responder

    O Brasileiro

    29 de maio de 2010 às 12h28

    Discordo!
    A direita é burra, sim!
    É desarticulada, por isso não conseguiram apoios adicionais para seu candidato facista!
    É incompetente para governar, e só conseguem se eleger por doutrinamento (de ódio aos pobres!).
    Não estão conseguindo acompanhar a evolução nas comunicações, e por isto estão perdendo sua influência sobre as massas.

Messias Macedo

29 de maio de 2010 às 00h24

AINDA SOBRE A TAL RENOVAÇÃO DA UDN E OS SEUS FILHOTES:
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,barbo

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República Destes Bananas do Atraso e da Insensatez

Responder

Messias Macedo

29 de maio de 2010 às 00h19

Quem deveria ser o vice de Serra?
Por Emir Sader

TENTATIVAS DE "DEBOCHAÇÃO"!:

… Gisele Bündchen …

Aí, sim, um fato novo!

Ou, quem sabe, Gilmar Mendes!

Aí, sim, um fardo velho!

E por falar em "deBOCHECHAções": ERRÁclito Fracus, DEMotucano do PIAUÍÌÍÌÌÍÍÌÍ, o denuncista militante da ONG 'Amigos de Plutão' [RISOS ESTONTEANTES]

Feira de Santana, Bahia, República Destes Bananas do Atraso e da Insensatez
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

amores

29 de maio de 2010 às 00h07

Ubaldo, o FMI acertou !

FMI diz que Bolívia terá maior crescimento da América Latina em 2009
http://noticias.r7.com/economia/noticias/fmi-diz-

20064.6Início do governo Evo Morales
20074.2
20084,7
20094,9 crise mundial

Azenha, você tem a taxa de crescimento dos estados do Brasil em 2009 ?
Só por curiosidade .

Responder

    Ubaldo

    29 de maio de 2010 às 04h15

    Eles dependem da nossa compra de gás natural. Se não compramos eles fecham as portas. O crescimento durante o governo de Morales veio da receita de gás, qual Lula reajustou acima do contrato. Mas penso que isso não é importante, pois o nosso orçamento da Defesa é o dobro do PIB deles. Segundo a ótica dos nossos nanicos da política externa o que importa é que eles são antiamericanos como nós.

    Gustavo

    29 de maio de 2010 às 02h13

    Ubaldo, suas idéias dão sono….

    Leider_Lincoln

    29 de maio de 2010 às 07h45

    Por falar em "nanicos", grande mestre Ubaldo, o que tudo sabe e sabe de tudo, e o "anão" do orçamento, Sérgio Guerra, será mesmo o vice do Serra? Ou será o "fantasma" Efrain Moraes? Ou alguns de TODOS os membros da alta cúpula so DEM, denunciados por corrupção e desvio de recursos?
    E relação a Bolívia, três coisas, Jênio Ubaldo:
    * 1 = O Brasil não compra gás boliviano por diplomacia não, jênio dos jênios, mas por que as nossas indústrias, lares e termoelétricas, PRECISAM, compreende?
    * 2 = O PIB da Bolívia não é a metade do orçamento da Bolívia: veja aqui, que ele é de 45 bilhões de dólares estadunidenses, segundo a CIA, organização em que você deve confiar: https://www.cia.gov/library/publications/the-worl
    * 3 = Medir a importância de uma nação pelo PIB é de uma rasura intelectual, de uma incapacidade analítica que dá pena, meu caro. Seu conceito de "nanico" só é, enfim, comparado com a sua capacidade de compreender o estado do mundo atual, ou ao seu cérebro.

    Carlos

    29 de maio de 2010 às 13h16

    Bela resposta, Leider!
    Ubaldo é daqueles "heróis" que se comprazem em humilhar os humilhados e ofender os ofendidos… Ante os poderosos, postam-se de joelhos, de cócoras, de quatro,… sem sapatos, é claro!

    Ubaldo

    29 de maio de 2010 às 14h55

    Leider,
    1. O vice do Serra será o Itamar Franco.
    2. O meu recado é que não devemos nos incomodar com a Bolívia. O fato deles serem contra os EUA não deveria, per si, habilitá-los como nossos parceiros. Se não existisse a Bolívia, viveríamos muito melhor, pois com suas plantações de coca permitidas pelo governo só nos trazem problemas. Assim, não deveríamos nos curvar à eles como nos submetemos no caso do sequestro da refinaria e no caso que eles nos impuseram preços do gás natural acima do contratado. Ao invés de puni-los, estamos premiando-os com empréstimos do BNDS. A ajuda que podemos dar a eles, seria em tecnologia agrícola, na compra do gás em contrapartida de acabarem com as plantações de coca.
    3. Nossas indústrias investiram e fizeram a conversão para queimar gás natural em função do fornecimento do gás boliviano e do gasoduto que construímos. De uma hora para outra eles resolveram, unilateralmente dobrar os preços e nós cedemos. Com isso, em breve, teremos mais aumentos. Como na Bacia de Santos, em breve, teremos muito gás disponível, poderíamos até deixar de comprar deles, para não ficar refém. Mas isso o atual governo não pensa.
    Resumindo, nós nos dobramos às grandes potências pelo poder econômico (pagamos juros exorbitantes aos gringos) e nos dobramos ao miseráveis como a Bolívia, por dó. Essa é a grande política externa brasileira.

    Leider_Lincoln

    29 de maio de 2010 às 17h49

    1. Itamar e Itapior: boa dupla!
    2. A Bolívia, ao contrário do que você fala, não tem apenas gás natural, do qual PRECISAMOS MUITO, tem também imensas reservas de lítio, um mineral altamente estratégico, por que é vital para a produção de baterias de equipamentos eletrônicos.
    3. A questão é que estávamos pagando um preço que era a metade do valor de mercado. Quem não gosta de ladrão não deve também gostar de roubar, não concorda?
    4. Não vou me remeter ao seu preconceito repulsivo e às suas ideias repugnantes sobre o povo da Bolívia. Afinal, estou falando com um homem que sequer tem coragem de dar seu nome, um covarde que se esconde sob pseudônimo. Mas a sua divisão entre "grandes" e "nanicos" é ridícula. Os tempos são outros, Ubaldo. Acorde para o século XXI. Quanto mais você fala, mais seus adversário, intelectualmentemuito superiores a você, destroçam seus argumentos. Quando chegarem as eleições, com que argumentos irá contar? Aliás, você viu no Estadão que ao que consta a Dilma abriu 5 pontos sobre o Serra? Veja aqui: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100529/…. Não adianta, Ubaldo. Quanto mais vocês agem assim, pior fica. Você não consegue ou não quer ver?
    Mas
    5. Mais que superioridade intelectual, posso falar também em superioridade moral. Você usa expressões como "nanico", "miserável" "insanos". "Malefício" foi como se referiu ao Bolsa-Familia. Sugeriu acabar com o salário-maternidade, ou pelo menos reduzi-lo. Você não é um homem, é um rato. Faço ideia das palavras com que se refere, com seus colegas de partido, aos negros, aos nordestinos, aos pobres. Você acha que sou apenas eu que fica pensando no tipo de coisas que um sujeito como você diz aos garçons, aos flanelinhas, aos garis? Que só a mim repugna respirar o mesmo ar que alguém que se refere aos mais fracos como você se refere? E mais repulsa ainda ao ver o ar bajulatório com que dirige aos "grandes"? Aos "poderosos"? Você pensa que só eu fico pensando em por que você, um sujeito que chuta os ossos dos fracos e abana o rabo para os ricos, defende o Serra com tanta vontade? Cara, se trata. Você é doente.

    remidio pereira

    29 de maio de 2010 às 14h58

    concordo plenamente,esse tal ubaldo, é um papagaio da direita ! fala o que ouve e vê na rede globo e não têm capacidade intelectual de pensar por si próprio !

    Leider_Lincoln

    29 de maio de 2010 às 12h42

    Ubaldo, pense no que disse o @Blogdofavre "O trafico da cocaina para Europa passa por São Paulo, imaginem a Europa dizer que só a cumplicidade do governo paulista pode explicar o fato". Pelo seu raciocínio é assim mesmo não é? São Paulo é cúmplice do tráfico internacional… Coisa feia! Ah, o número do narco-cúmplice-candidato do tráfico de drogas para a Europa é 45!

    Ubaldo

    30 de maio de 2010 às 22h32

    As provas da ajuda de Evo Morales ao narcotráfico

    Depois da eleição de Morales, a produção de cocaína e pasta de coca na Bolívia cresceu 41%
    A quantidade de cocaína que entra no Brasil pela fronteira com a Bolívia aumentou 200%
    Morales é presidente de seis associações de cocaleiros da região do Chapare, seu reduto eleitoral
    Ele quer ampliar a área de cultivo de coca para 21 000 hectares. Para atender ao consumo tradicional, como o uso da folha em chás e cosméticos, basta um terço disso
    Expulsou a DEA, agência antidrogas americana, que dava apoio à polícia boliviana no combate ao tráfico
    A pedido dos cocaleiros, Morales acabou com o projeto que ajudava agricultores a substituir a coca por plantações de banana, melão, café e cacau

    Ramalho

    29 de maio de 2010 às 07h53

    Serra e Fhc (que dupla!) puseram espontânea e graciosamente nas mãos de Morales um dispositivo de somenos importância: nada mais, nada menos, do que a torneira da energia que movimenta parte considerável do parque industrial e da frota automotiva brasileiros. A par disto, descuraram de qualquer ação de contingência para a hipótese da Bolívia decidir, ou ameaçar – como o fez -, fechar a torneira. Com perdão da imagem, que, contudo, representa a circunstância com fidelidade, Fhc e Serra (que dupla!!) puseram o Brasil de quatro, com a testa no chão e com traseiro voltado exatamente para a Bolívia. Morales nada mais fez do que montar no cavalo encilhado por Fhc e Serra (que dupla!!!). Psdbistas e simpatizantes vociferaram a favor da invasão da Bolívia pelo Brasil, tática para esconder o formidável erro estratégico que Fhc e Serra (mas que dupla!!!!!) cometeram. A implicância de Serra com Morales não é por causa da coca, mas do drible da vaca que o índio deu nele e no Fhc.

Messias Macedo

28 de maio de 2010 às 23h59

[ENTENDA A RENOVAÇÃO DA UDN!]

Estadão: Arruda dava dinheiro a partido
que apóia Serra. Bye-bye Serra 2010
Saiu no Estadão:
Barbosa liga Rodrigo Maia a esquema de Arruda

em http://www.paulohenriquamorim.com.br

COMENTÁRIO:

… Bem empregado! Este guri, o tal do Rodrigo Maia, já passou da hora de ser enquadrado – este aprendiz fajuto de feiticeiro…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República Destes Bananas de Sempre os Mesmos(!)

Responder

Messias Macedo

28 de maio de 2010 às 23h54

Aécio e a incompetência (ou arrogância ?) dos tucanos. O Vesgo tem mais chance que o Serra
em http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/05

COMENTÁRIO:

… Não tenho a menor admiração pelo neto do "dotô" Tancredo, porém creio que ele pensa o Brasil – e a política – a partir de um muro – perdão, patamar – mais elevado do que a média do tucanato…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Messias Macedo

28 de maio de 2010 às 23h52

… Voltou a dizer, insisto, reitero, ratifico: A DIREITONA DESANDOU, já não faz mais coisa com coisa, está mais perdida do que os discursos do próprio candidato (S)ERRRático; uma ´zona', ninguém se entende, nem [Tasso] JEGUEissaiti aceita o papel de vice, talvez prometer triplicar os proventos do Bolsa Família e/ou propor a reestatização da Vale do Rio Doce, cujo processo incluiria uma CPI para apurar – e punir (sic) – os (ir)responsáveis pelo delito da venda da Companhia…
"Tudo vale a pena quando a agonia não é pequena!" – José Ferra [a nação!] parodiando Fernando Pessoa!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República Destes Bananas do Atraso e da Insensatez

Responder

Ubaldo

28 de maio de 2010 às 22h41

O Mercosul não existe. Nada funciona bem. O Serra tem razão em criticar esse pseudo bloco. Todos os países, a começar da Argentina, passam por cima das suas regras e premissas básicas de funcionamento.
Quanto a Bolívia do índio Evo continua fornecendo a grande maioria da cocaina que entra no Brasil, sob as vistas grossas. Hoje mesmo a PF apreendeu 500 kg de cocaína que vieram do amigo do Lula.
São fatos, portanto incontestáveis. Enquanto isso, nosso BNDS empresta nosso dinheiro para a Bolívia para eles retribuírem com cocaína sobre o nosso povo.
O que ganha o Brasil ficando do lado e apoiando um governo de um país vizinho de PIB de menos de US$ 25 bilhões?
Essa é a ideologia de esquerda.

Responder

    jbmartins

    28 de maio de 2010 às 23h08

    A ideologia Demo/Tucana é a da Borguesia!!!!,

    Paralelo XIV

    28 de maio de 2010 às 23h53

    Prezado Ubaldo,

    Primeiramente, é preciso que uma generoso percentual das classes média e média-alta (não toda ela, mas uma parcela significativa) pare de sustentar o tráfico. A cocaína não vem ao Brasil para alimentar os narizes de pobres e miseráveis. A oferta existe porque existe uma gigantesca demanda. Os policiais corruptos sabem disso, e é por essa via que também se alimentam. A sociedade em si, que banca a "boa mocinha" na hora de cobrar leis e ética, não pensa duas vezes antes de fazer uma "bandalha" no transito, para ganhar vantagem sobre os demais; de oferecer uma "gratificação" para não ser multada pelo guarda; de pedir para furar uma fila em um banco ou repartição publica, so porque acha que seu problema é maior do que o dos outros; e principalmente não hesita em bradar o velho "voce sabe com quem está falando?", quando chamada à ordem e à lei, em nome do senso coletivo.

    É esse o resultado desse individualismo estupido capitalista, em detrimento do senso do coletivo, da comunidade, que gente como Reinaldo Azevedo, você e os demais insanos direitistas pregam.

    Então, antes de acusar o "amigo do Lula" que exporta cocaína para o Brasil, abra a janela de seu apartamento e apure seu olfato. Veja se não há nenhum vizinho sentado à varanda ou nas esplêndidas espreguiçadeiras do luxuoso loft de seu (dele!) apartamento, tragando um aromatico baseado com os amigos, ok?

    Já passou a época do "o inferno são os outros".

    Você e o Serra deveriam aprender:

    "Antes de começar o trabalho de mudar o mundo, dê três voltas dentro de sua casa." (Provérbio Chinês)

    Ubaldo

    29 de maio de 2010 às 03h46

    A economia da Bolívia se sustenta pelo gás natural que compramos sua maior parte, minérios (zinco e estanho), soja e coca. O PIB boliviano é menos de um décimo do valor de mercado da Petrobras (US$ 25 bilhões). Há o cultivo de folha de coca para consumo interno (o povo masca para suportar melhor a altitude) que representa aproximadamente 3% da produção. O índio Evo,amigo do Lula, mas inimigo do Brasil, pois confiscou e não pagou a nossa refinaria, faz vista grossa descaradamente ao cultivo da coca lá. Recentemente deslocou as plantações para a região de fronteira com o Brasil e também foi premiado com empréstimos do nosso BNDS ao invés de receber punição exemplar. Por que? Porque eles também fazem parte do bloco de miseráveis que se contrapõem aos EUA.
    O raciocínio dos nanicos da política externa brasileira é simples: se você é contra os EUA, você é nosso amigo e tudo pode.
    Ainda bem que esses insanos deixam o governo em 7 meses.

    Maria José Rêgo

    29 de maio de 2010 às 06h21

    Querias Ubaldo, porém a Dilam que é Dilmais ganhará no 1º turno.

    Paralelo XIV

    29 de maio de 2010 às 15h01

    Ubaldo vai se decepcionar!! Apostando no cavalo paraguaio do Serra!!

    Quem foi que disse, mesmo, que ia embora do pais junto com 800 empresarios, se o Lula ganhasse a eleição?? Foi o Mario Amato? Sei que foi um dos presidentes da FIESP.

    Sei lá. Só sei que o Ubaldo vai fazer igualzinho, pois a sua (dele) decepção se aproxima.
    Arruma as malas, Ubaldo!! Porque a Dilma já tá lá!!!!

    Leider_Lincoln

    29 de maio de 2010 às 07h54

    PIB da Bolívia é de 45 bilhões: https://www.cia.gov/library/publications/the-worl
    E outra: se não queremos que nenhuma nação tenha poder depolícia, quem disse que NÓS deveríamos ter? E já pensou se essa polícia fosse como as do Serra? Incompetentes, assassinas, corruptas e lenientes, que tragédia seria?
    E por falar em insanidade, quem deixou o país com inflação de 14%, condição de décima quarta economia do mundo, dívida externa de 240 bilhões, em colapso energético, taxas de juro altíssimas e desemprego recorde? Foram os "insanos" Ubaldo? Ou foi o governo do qual Serra foi ministro 8 anos? Ubaldo, sua conversinha fiada não convence ninguém. Os fatos não te apoiam, meu caro.
    Além disso, você entende tanto de diplomacia quanto entende de administração pública, ética, economia, política, sistema tributário, os demais assuntos em que você se mete com ar de grande sabedoria, palavras fortes e ideias rasas e ocas.

    Leider_Lincoln

    29 de maio de 2010 às 12h45

    Bombaaaaaaaaaaaa!!!
    Governo de São Paulo é cúmplice, por omissão, do tráfico de drogas para a Europa. Para maiores detalhes, perguntem ao Ubaldo, a lógica é a dele!

    Carlos

    29 de maio de 2010 às 14h38

    E mais: geologia, geofísica, física quântica, direito público, direito administrativo, direito trabalhista, matemática financeira, basquete, vôlei, odontologia, história medieval, arqueologia, cardiologia, obstetrícia, engenharia elétrica, saúde pública, engenharia mecãnica,…

    Carlos

    29 de maio de 2010 às 14h36

    "folha de coca para consumo interno… que representa aproximadamente 3% da produção."

    De onde a candidata derrotada Jimena tirou os números?
    Para saber deles com tanta precisão, ela deve ter realizado estudos, pesquisas de campo, e se tal aconteceu, ela sabe então onde se produz, quem exporta, ou seja: ela conhece toda a cadeia produtiva, certo?
    Por que, então, não divulga?

Jairo_Beraldo

28 de maio de 2010 às 22h29

Serra precisa gerar fatos novos. Ele cai nas pesquisas, e Dilma sobe. Os estrategistas já perceberam que insistir no caminho de elogiar Lula e evitar o choque é suicídio. Pesquisas devem ter mostrado que o eleitor considera Lula muito "bonzinho" no trato com Evo (e também com Lugo, no Paraguai).

Responder

Guilherme Milani, SP

28 de maio de 2010 às 22h22

"Falem mal, mas falem de mim". Com esse mantra na cabeça, Serra está conseguindo se manter na mídia desviando a atenção dos "jornalistas" para outro foco, já que abrir espaço para citações sobre seu desastroso governo em SP seria dar o tiro de misericórdia em sua candidatura tacanha. Até que ponto isso vai dar certo e trazer votos pra ele, bom, já é outra estória. Falar groselha o tempo todo pode manter os holofotes sobre ele, mas como estratégia de campanha é de uma sandice sem tamanho. Quem não tem o que dizer berra feito louco só pra ser notado. Só quero ver nos debates, em especial se as regras forem mais flexíveis dessa vez. Tadinho, além de insone o Zé tá ficando gagá…

Responder

Marcos José

28 de maio de 2010 às 21h21

GENTE AVISA O SERRA QUE A GUERRA FRIA NÃO EXISTE MAIS, E SE ELE QUE ACABAR COM AS DROGAS NO BRASIL, DEVERIA FAZER A LIÇÃO DE CASA, E COMEÇANDO PELO SEU PARDIDO O PSDB, QUE É MAIOR DROGA DE PAÍS.

Responder

    clemes

    29 de maio de 2010 às 01h23

    Marcos José, por favor, letras minúsculas nos próximos comentários. Só maiúscula parece que está gritando. Abs

Reginaldo Moraes

29 de maio de 2010 às 00h11

Serra tá ficando meio fora de giro. Daqui a pouco é internado com depressão. Mas as declaracoes dele são calculadas: Ele pretende mesmo ganhar o voto do preconceito de direita .E, alem disso, bajular a direita organizada que pode financiar sua campanha. Já houve época que o Maluf ganhava cachê artistico para dizer o que empresarios de direita nao tinham corajem de dizer em público. Agora, o Serra assumiu esse papel.

Responder

Alexandre Tambelli

29 de maio de 2010 às 00h01

Quatro impasses diplomáticos do SERRA em campanha: 1) Já declarou guerra ao Mercosul dizendo que o bloco sequer conseguiu consolidar a etapa de estabelecimento de uma zona de livre comércio 2) Atacou a Venezuela, dizendo que seria uma insensatez a entrada deste País no Mercosul que seria, meramente, uma jogada política 3) Falou das camisinhas importadas da China, dizendo que certa vez, quando no Ministério da Saúde, uma fábrica chinesa de preservativos ganhou uma concorrência e ele resolveu verificar o produto. Ao abrir o envelope, constatou que a camisinha tinha "cheiro de pena de galinha", talvez, os chineses gostassem desse odor "no momento apropriado" 4) Ontem disse que a Bolívia é responsável por 80 a 90% da cocaína que entra no Brasil, que aquele País faz “corpo mole” na fiscalização das fronteiras e hoje, para piorar disse, após declaração do Ministério das Relações Exteriores da Bolívia avaliando seu posicionamento como "político-eleitoral", que a declaração do Ministro Boliviano “não vale uma nota de três reais”! Este candidato pode ser Presidente do Brasil?

Responder

    João Bosco Rocha

    28 de maio de 2010 às 21h45

    Alexandre, tudo isso é sinal da auto-proclamada competência do Serra. Fico pasmo de como ele é tão competente e preparado.

Jairo_Beraldo

28 de maio de 2010 às 23h58

"As preces e a pregação do Mais Preparado dos Brasileiros, o futuro presidente Zezinho, trouxeram mais um pecador de volta ao caminho do bem.Desta vez, o filho devasso que retorna à casa é o famoso comerciante partidário Bob Jefferson. Depois de passar uma vida inteira de devassidão e maus feitos, ouviu os conselhos do Presidente de Nascença e se converteu.Bob Jefferson resolveu deixar a vida de vício e desonestidade. Renegou seu passado de pecador e agora vive como um homem santo, depois de ter se submetido a uma cirurgia de redução de consciência feita pelo médico Osmani Ramos."…. são os pares do Zé!(Tia Carmela)

Responder

    Carlos

    29 de maio de 2010 às 14h41

    "redução de consciência"
    Belê, Tia Carmela!

Dilson

28 de maio de 2010 às 23h47

O próximo ataque de Serra será contra Chavez,Lugo,Mujica ou Kirchner?

Façam suas apostas.

Responder

sergio

28 de maio de 2010 às 20h19

que esperar de um cara que não dorme, deve ser reflexo dos remédios

Responder

Gerson Carneiro

28 de maio de 2010 às 20h11

Para o dotô José Serra:

Constituição da República Federativa do Brasil – Artigo 4º – Parágrafo único.

"Parágrafo único. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações".

Responder

Gerson Carneiro

28 de maio de 2010 às 20h04

“Você acha que toda violência e tráfico de drogas em São Paulo seria possível se o governo de lá não fosse cúmplice?” – poderia perguntar alguém, parafraseando Serra.

Tá lá, no meu comentário de ontem (inclusive lembrando do PCC).

Responder

Gerson Carneiro

28 de maio de 2010 às 20h03

Definitivamente José Serra não tem preparo nenhum para ser presidente desse país. O josé Serra, por suas demonstrações de preconceito e racismo, como presidente seria um desastre. É o inverso de toda diplomacia, elogiada no mundo inteiro, do Lula.

José Serra não serve para o Brasil como presidente . Que fique para os paulistas que o querem, que façam bom proveito (só lamento pelos paulistas que não o querem).

Responder

Morais

28 de maio de 2010 às 22h16

Uma pessoa desesperada acaba dizendo coisas que não deve, portanto vamos perdoar o Serra pois ele já sabe que vai perder as eleições, ele não consegue ninguém para ser seu vice, portanto bate um desespero enorme e ai vem essas besteiras todas.
Fora Serra seu incompetente, porque não desbaratou o PCC em São Paulo, será que foi cúmplice deste grupo criminoso?

Responder

Ronaldo

28 de maio de 2010 às 22h05

Temos que neutralizar o Serra e a promotora esgazeada antes que ele nos coloquem em uma guerra sem retorno.

Responder

Benedito

28 de maio de 2010 às 18h27

Por que o Serra não diz que o Uribe é cúmplice do tráfico na Colômbia?

Responder

alexjova9999

28 de maio de 2010 às 18h19

A TRAGÉDIA DE SE TER ESSA MÍDIA NO DIA A DIA
28-Mai-2010 – do Blog do Zé
O problema dos nossos jornais, da nossa grande mídia… O problema dos nossos jornais, da nossa grande mídia, não é apenas o monopólio de algumas famílias e oligarquias políticas e o poder político que exercem de forma partidária, mas o cada vez mais péssimo nível do jornalismo que praticam. Basta ver a cobertura que dão à questão internacional do momento, a do Irã, do acordo sobre o programa nuclear deste país conquistado pela intermediação do presidente Lula em Teerã.


Afinal, todos sabemos – já escrevi aqui a respeito – as agências noticiosas tem suas matrizes nos Estados Unidos (uma minoria, na Europa) e todas, sem exceção, "comem na mão" em termos de pegar as informações do Pentágono e do Departamento de Estado – ou seja, do governo norte-americano. E aí, é claro, já vem tudo dirigido, editorializado, na linha de campanha pura que Washington move contra o governo iraniano. http://www.zedirceu.com.br/

Responder

    Carlos

    29 de maio de 2010 às 14h43

    Mas a internet não rompeu esse controle sobre o noticiário?

Urbano

28 de maio de 2010 às 18h17

Bem, a direita demorou para encontrar o seu candidato foi por pura incompetência, tão comum nela, pois do quilate do zé burranha jerico, ela tem de cacho e saindo pelo ladrão.

Responder

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 20h14

    Bem lembrado urbano….mas nem os pares do Zé querem ele na chapa!

alexjova9999

28 de maio de 2010 às 18h14

BRINCA COM ELES!!!

Ministério Público Eleitoral entra no TSE contra Lula, Dilma e PT

Do UOL Eleições – Em São Paulo – 28/05/2010 – 15h36

O MPE (Ministério Público Eleitoral) ajuizou representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o diretório nacional do PT e a pré-candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, sob a alegação de “explícita exaltação do nome da pré-candidata e propaganda negativa do candidato adversário” no programa partidário veiculada no último dia 13. O corregedor-geral eleitoral, ministro Aldir Passarinho Junior, analisa o caso.

Segundo a representação, assinada pelo procurador-geral eleitoral Roberto Gurgel, Lula ocupou metade do espaço do programa para mostrar a trajetória de Dilma, sua capacidade, ideias e opiniões. “No esforço para exaltar seu nome, valeu até a comparação com o líder sul-africano Nelson Mandela”, afirma Gurgel.

FONTE: http://eleicoes.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/

Responder

Donizeti

28 de maio de 2010 às 17h59

Acho que uma camisa de força bem reforçada pode dar um jeito no candidato tucano Serra.

Cara de aloprado ele já tem, com a camisa de amansar doido ficará perfeito.

O Zé Malucão pintou no pedaço, o Serra té mais perdido que cachorro que caiu de caminhão de mudança.

Responder

Moacir

28 de maio de 2010 às 17h56

Azenha e amigos:

Vcs viram a notícia do UOL de que o MPEleitoral entrou no TSE com uma ação contra a Dilma, Lula e o PT por "propaganda negativa do adversário" pela comparação entre os governos Lula e FHC? É pelo caminho do golpe – aquele lembrado pelo Noblat – que a coisa vai rumar, já que no argumento não tá dando?
http://eleicoes.uol.com.br/2010/ultimas-noticias/

Responder

Gernaide Cézar

28 de maio de 2010 às 17h53

Serra me causa naúsea, ele morre de inveja de LULA. Serra parece FHC pelo avesso, é ruim né? Deixa que ele chega lá nos 5% na pesquisa, vai ser ótimo KKKKKKK.

Responder

duar te

28 de maio de 2010 às 17h07

Meus Deus em qual pé agora o serra vai atirar?

Responder

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 20h15

    Só sobrou o detrás, duar te!

Marcelo Teixeira

28 de maio de 2010 às 17h05

Gente
Acho que é um caso de oligofrenia!!

Responder

Geraldo Mendes

28 de maio de 2010 às 16h54

Se a bolivia é cúmplice do tráfico, então o governo de São Paulo é cúmplice do PCC, e o governo americano é cúmplice do maior tráfico e consumo de cocaína do planeta. Nessa toada, todos os governos, sem exceção, são cumplices de qualquer ato ilícito praticado no território sob sua responsabilidade. Esse candidato é uma besta quadrada.

Responder

PT Farsa

28 de maio de 2010 às 16h48

Lula, o nosso "comandante", fez uma declaração "histórica", esta semana, na posse de diretores do Sebrae:
"Temos que reconhecer que a situação é delicada, e que essa crise é, possivelmente, maior que a crise de 1929. E temos que reconhecer que o Roosevelt só conseguiu resolver a crise de 29 por causa da II Guerra Mundial. Como não queremos guerra, queremos paz, nós vamos ter que ter mais ousadia, mais sinceridade, mais inteligência, porque… eu não admito que, uma guerra, para resolver um problema econômico, tenha 6 milhões de mortos".

Responder

    Leider_Lincoln

    28 de maio de 2010 às 18h27

    Isso não estava proibido? Repetir comentários? Não há um limite entre um troll nos encher a paciência com bobagens e incomodar repetindo spams?

    clemes

    28 de maio de 2010 às 21h54

    Leider, obrigada pelo alerta. Abs

    Leider_Lincoln

    28 de maio de 2010 às 21h49

    Mas me alerte também… Eventualmente me empolgo! :X

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 21h51

    E vamos aos fatos….não somos detentores de arsenais bélicos, temos grande produção de alimentos. Qual teria que ser a postura dele, Farsa…mortos não comem!

Uélintom

28 de maio de 2010 às 16h43

Golpe para derrubar Lula e Dilma a caminho:

Procuradores Eleitorais tentarão derrubar a candidatura de Dilma Rousseff alegando crime eleitoral. Atuam ao mesmo tempo para torna-la (e a Lula) inelegível pelos próximos anos. Mas ela não estará só: Serra será levado pelo mesmo caminho, com a mesma acusação: propaganda fora de hora, como o espaço no programa do DEM.

Esta é a saída que Serra pediu a deus! Assim, ele não toma o tombo que se espera, põe a culpa no TSE, e de quebra embaralha as cartas das eleições presidenciais.

É um GOLPE mais "limpo" do que o efetuado contra Manuel Zelaia em Honduras, e aínda se alegarão as bases legais da medida.

Aí, para salvar o Brasil dos baderneiros: Aécio Salva Pátria Neves.

E agora?

Responder

    Robert

    28 de maio de 2010 às 17h40

    É mais fácil o FHC ser eleito do que isso acontecer.

    Ou você não conhece o Povo Brasileiro quando decide sair nas ruas?

    O que eu acho certo é o Serra colocar o FHC de vice!
    Isso é o certo!

    Estamos quietinhos,por enquanto.
    Deixe eles nos cutucarem prá ver!

    Abraços

    jbmartins

    28 de maio de 2010 às 23h12

    Ueliton, isto acho que é subliminar, na minha opinião esta tudo combinado, Ze Ferra, DEMO, TUCANO, PIG, e TSE, este vão esperar o resultado das pesquisas se o Ze Ferra, continuar caindo, e Dilma Subindo, eles irão impugnar a candidatura do Ze, certo o Ze não fica longe do Poder, quem vai financiar o PIG.

    Paralelo XIV

    29 de maio de 2010 às 00h00

    O povo vai se mobilizar esmagando essas moscas.
    Veremos se resistem à massa de brasileiros que vêem ameaçada suas conquistas e seu recém-conquistado bem- estar…

    celso

    29 de maio de 2010 às 04h35

    Eles não tem a mínima coragem pra isso… Que paguem pra ver!
    Neste ano veremos tremular a nossa bandeira várias vezes, portanto que esses "senhores" lembrem trechos do NOSSO Hino:
    Brava gente brasileira!
    Longe vá temor servil
    Ou ficar a Pátria livre
    Ou morrer pelo Brasil!

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 21h51

    Eles não terão coragem….

Luiz Reis

28 de maio de 2010 às 16h42

Pessoal, mesmo sem a autorização do autor, Flávio Gomes, encaminho um link de um artigo que ele escreveu, que é uma pérola em meio aos porcos articulistas piguianos: http://colunistas.ig.com.br/flaviogomes/2010/05/2
Não deixem de ler!

Responder

    Leider_Lincoln

    28 de maio de 2010 às 18h30

    Sou fãzaço do Flávio Gomes. No Twitter ele é hilário e mais fanático dos torcedores da Lusa. Quanto ao texto, realmente, muito bom. Valeu pela dica!
    E Azenha, por falar em dica, cadê o Palanque?

Tweets that mention Carta Maior: A direita, enfim, achou o seu candidato | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

28 de maio de 2010 às 16h36

[…] This post was mentioned on Twitter by Paulo Henrique, Julian Rodrigues. Julian Rodrigues said: Carta Maior: A direita, enfim, achou o seu candidato – http://tinyurl.com/37wz6j3 (via @viomundo) […]

Responder

Leider_Lincoln

28 de maio de 2010 às 16h13

É isso aí! Couro nas mulheres, no salário maternidade, nos fumantes,nos pobres, nos ateus, nos nordestinos, nos apreciadores de um bom mate, na China, no Irã, na Venezuela, Bolívia, em Cuba, nos Nanicos!
Vamos pensar a diplomacia em termos de PIB. Abaixo de 900 bilhões, não nos interessa!
Pela volta dos homens bons!
Esqueci algo, Ubaldo?

Responder

    Ravena

    29 de maio de 2010 às 00h09

    touché!

Jairo_Beraldo

28 de maio de 2010 às 18h45

Ou seja, o Zé Inacabado sempre aparece como herói da Globo, da FSP, do estadão, da elite…..

Responder

dukrai

28 de maio de 2010 às 18h16

Benza Deus! Aleluia! A coisa que estava me deixando com medo, "a la Regina Duarte", era a direita sumir no ralo e tentar repetir uma Honduras e seu Gorileti, com um golpe judicializado midiático. Se somar os inimigos no Judiciário, STF e TSE Lula perde de 9 x 3 e juntos com o PIG, levam de balaiada.
Eu considero o Serra um adversário temível, senão ele não teria sobrevivido naquele ninho de urutucano, tem uma estratégia política em construção na campanha e pós-eleição e está procurando, segundo os marqueteiros, "se posicionar". Levou um lenhada do Globo, que botou ele na capa com uma cara de abestalhado se borrando de medo, não porque destratou a Miriam Leitoa, mas porque criticou o BC e foi chamado às falas com o seu modelito de Serrinha Paz e Amor.
Pra quem acha Itamar Franco um idiota, ele criticou essa postura do Serra de elogiar o Lula, dizendo que se o candidato diz que o adversário é muito bom, então eu voto nele, adversário, uai!
Suponho que tenham sido esses estímulos que estão levando Serra a radicalizar, tornando a repetir as acusações contra a Bolívia de cumplicidade com o tráfico de drogas, coisa que a própria CBN tinha censurado, dando uma "limpada" na fita da primeira entrevista, como observado pelo Stanley Burburinho (vocês sabem que é este cara?).
Tem um enorme eleitorado órfão que detesta Evo Morales, Chavez, argentino e paraguaio, uma turma envergonhada do DEM porque Arruda foi pego, eleitores esses que prezam o discurso do político honesto, um espectro à direita compatível com a agenda (neo-liberal oculta) tucana. Somando tudo, um eleitor preconceituoso, moralista e conservador, que, enfim, achou o seu representante.

Responder

    Ronaldo Caetano

    28 de maio de 2010 às 16h56

    Fica a pergunta que não quer calar…

    Serra acha que vai se eleger repetindo mantras já consagrados pela minoria de reaças – concentrados em São Paulo e que gostam da Veja – ou ele teria que estar tentando sensibilizar a enorme massa que apoia Lula e que, na medida que vai conhecendo Dilma, consolida-a como a grande favorita?

    Será que Serra é burro e ninguém percebeu? Nem o Otavinho?

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 21h54

    Ronaldo, ele tem que agradar eles, pois estnado desempregado, tentará a prefeitura de São Paulo em 2012.

Rosamaria Costa

28 de maio de 2010 às 18h16

Essa posição de dizer que Bolivia é responsável pelo tráfico é de uma grande cretine. Por que? O maior respon-
savel é a policia do Estado de São Paulo, que teve FH-Serra como governador, por que ele não fez nada contra o
tráfico. Éssa posição é de um moralismo primário, não combinação com a posição do FHC que defende a discrimina-
lização da maconha. Se a Bolívia é responável como pensa o biruta do FH-Serra por que os Estados Unidos aceitariam
isso de braços cruzado. Isso do FH-Serra é só panfletarismo da ultra-direita.
Que o PSDB enterre seu cadaveres politicos. Quem quer ser o Vice do FH-Serra, por que não convida o FHC para Vice?

Responder

setepalmos

28 de maio de 2010 às 15h11

O ponto que não deve ser esquecido, é que apesar de os Estados Unidos anunciarem a mudança em sua doutrina de defesa e política externa, ainda não está traçado os aspectos práticos disso para a América Latina.

Se em décadas passadas o plano solidariedade aparecia como método de subjugar povos e etnias que tinham o consumo natural da folha como hábito, o plano colômbia merece debate, pois não se frustrou , e os EUA estão muito bem instalados por lá.

Não se deve olvidar que Obama possui um papel dentro do governo americano, representando forças reformadoras e progressistas, e a Lady Clinton é em real e total antagônica, é a materialização da extrema direita.

Se de um lado, a dita "guerra preventiva" parece estar de lado, de outro o imperialismo costuma achar sempre espaço e meios de se espalhar.

As "guerras preventivas" caminhavam para a falha, tendo em vista que a Rússia e a China possuem muito pouca disposição em aceitar a visão unica americana, clamando por uma multipolaridade.

Mas tudo o que a direitona yankee mais deseja, é o Serra Presidente.

Responder

yacov

28 de maio de 2010 às 15h03

As direitas estão em pânico no mundo. Seu ideário neoliberal se provou nefasto, estão endividados, com a população envelhecida e, devido a seu ódio de classe arraigado, não querem discutir uma nova ordem mundial mais democrática, pacífica e solidária, pois baseam suas relações no medo, no preconceito e no ódio…. O Çerra abraçou de vez esta proposta, infelizmente. Só espero que existam no mundo mais LULAS do que çerras, mais pessoas dispostas a negociar do que guerrear, senão será o caos total… o CAOS TOTAUS…

"O BRASIL DE VERDADE não passa na glOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS"

Responder

    LuizCarlosDias

    28 de maio de 2010 às 17h59

    vamos repetir, fortemente, e bem alto: GOLPE JAMAIS, $ERRA NUNCA

mariazinha

28 de maio de 2010 às 14h59

Uma baita revista! Excepcional editorial.
Não é àtoa que a devoro com o maior prazer.
Zé pedágio esta num mato, sem cachorro; …………………………………….
Respeitando seu espaço, Azenha querido, contenho-me; não vou dizer o que penso do Chirico.

Responder

    Jairo_Beraldo

    28 de maio de 2010 às 18h48

    Mariazinha,
    Não tem que acrescentar mais nada.Ele se preparou realmente a vida toda para ser Presidente do Brasil.
    Sorte a nossa (que não será).

José Eduardo Camargo

28 de maio de 2010 às 14h51

Sinto-me aliviado em saber que Serra finalmente se assume como o candidato da direita. Porque essa tarefa não cabe nem nunca coube ao PIG. Imprensa não é partido político! Agora o jogo político está claro e cabe aos eleitores decidirem entre um projeto e outro.

Responder

Engajarte

28 de maio de 2010 às 14h47

Nestes momentos de arroubos do Serra, onde ele se expressa falando de improviso, aí está o verdadeiro Serra, sem a pasteurização marqueteira.
É triste ver alguém com vasta experiência política e que tem se preparado para ser presidente faz uns 20 anos, se desnudando de forma tão baixa.
De fato falta dimensão para o cargo, parece que o homem está gagá, chega a ser inacreditável (vide beijo no porquinho, camisinha chinesa, rejeição iraniana).
Mas politicamente tem uma lógica, Serra tenta sintonizar com sentimentos de extrema direita que existe no eleitorado Brasileiro.
Bem, imaginemos que este extremismo difuso seja em torno de 15% do eleitorado, para ele que tinha trinta 30%, é um caminho degradante, pois aqueles 30% vinham de um recall histórico, não necessariamente ideológico, assim o caminho para a extrema direita vai encolher o eleitorado de Serra.
Esta estratégia eleitoral seguramente veio da cabeça do candidato, nada mais coerente com tudo que ele tem apresentado nos últimos anos. http://engajarte-blog.blogspot.com/

Responder

Panambi

28 de maio de 2010 às 14h41

Texto brilhante, mas bater no Serra tá ficando até chato. Acho que ele só aguenta até as eleições se tiver apoio para o PLANO B(impugnação do registro da Dilma ou cassação) ou entra em ação o PLANO C (cassam-se Dilma e Serra, e o PiG pinta o Aecio como novos Jesus, que desceu à terra para salvar o Brasil). Para o povo brasileiro a EMENDA é exatamente IGUAL ao SONETO(Serra x Aecio); Que Deus noa livre destes males!!!

Responder

Maria Lucia

28 de maio de 2010 às 14h36

O Serra vem remando contra as próprias disposições constitucionais brasileiras que dispõem claramente sobre o interesse profundo do Brasil em relação à unidade latinoamericana.
Se olhasse a nossa balança comercial veria que o Brasil tem nos países latinoamericanos parceiros comerciais muito mais importantes hoje em dia do que os EUA e a Europa. Estamos hoje inseridos na multilateralidade nas relações internacionais graças à política externa desenvolvida pelo Governo Lula.
E viva Celso Amorim!

Responder

D + p SP chega.

28 de maio de 2010 às 17h31

Esse infeliz, filhote da gLoBo, parece a Mágda, cala a boca M.

Responder

francisco.latorre

28 de maio de 2010 às 17h26

a luz é o melhor desinfetante.

serra fala.. aparece.. se revela.

e desmancha.

..

eu quero é mais.

caiam as máscaras.

..

Responder

wagner paulista

28 de maio de 2010 às 14h21

Este editorial é de tirar o fôlego !

Responder

Jorge

28 de maio de 2010 às 17h06

Deve ser a contribuição do Márcio Aith na campanha. Avante, Serra, continue sua autodestruição!

Responder

Deixe uma resposta para Marat

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.