VIOMUNDO

Diário da Resistência


Bolsonaro abraça o Bolsa Família depois de criticar grávidas pobres: “Esse [bebê] aqui vai ser uma geladeira”
Reprodução
Política

Bolsonaro abraça o Bolsa Família depois de criticar grávidas pobres: “Esse [bebê] aqui vai ser uma geladeira”


11/08/2021 - 09h33

Da Redação, com Brasil de Fato

O discurso não é novidade nos meios da extrema-direita: “Bolsa Esmola” cria dependência do Estado, é fábrica de vagabundos e filhos e cria o “voto de cabresto”.

Realidade: o Bolsa Família mantém crianças na escola, tira pessoas da miséria e estimula a economia local.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a mencionar um estudo, provavelmente inexistente, mostrando que o desenvolvimento escolar de crianças cujos pais recebem Bolsa Família equivale a um terço de outros alunos.

Se o estudo de fato existe, apenas reforça a necessidade do programa social.

Agora, no entanto, Jair Bolsonaro abraçou o Bolsa Família como forma de “comprar votos”.

Tudo indica que o aumento, que pode elevar o benefício para R$ 400, foi tramado com o Centrão, que pretende usar Bolsonaro para reforçar sua presença em prefeituras e câmaras de vereadores de todo o Brasil.

Para o ocupante do Planalto, é uma tentativa de tomar votos do ex-presidente Lula no Nordeste, onde a rejeição a Bolsonaro é a maior do Brasil.

Os vídeos acima, no entanto, relembram aos mais pobres quem é o verdadeiro Bolsonaro.





3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

11 de agosto de 2021 às 22h05

Lula instituiu o Bolsa-Família como Benefício Social Estatal Permanente.

Bolsonaro está extinguindo o Bolsa-Família para criar um Auxílio Fake.

Responder

Armeto Lins

11 de agosto de 2021 às 17h57

O general ganha 100 mil e o cara grande e forte ganha qto ?
Tem gente que ainda não saiu dos anos 70. Igual esses tanques.
Pq não profissionalizam o exército ?
Depois de disputar 10 eleições aí reclamam da urna.
Essa é boa.

Responder

Rick Amaru

11 de agosto de 2021 às 17h40

Mostrou uns tanques velhos e expôs o óbvio, a grana da defesa vai para salários dos militares e o que sobra é aplicado nos kitutes dos generais.
Com essa discrepância salarial dentro das FFAA muitos se recusariam ir para o combate e piora tudo com alistamento obrigatório. Esses não vão mesmo. Que ninguém é trouxa de ir e deixar mulher e filhos pra trás.
Expôs o Brasil ao ridículo.
Ainda vão mandar nos pra guerra de baioneta. Resolve lá.
Rsrsrsrs.
O Kim coreano tem bomba atômica. Vê se o Trump foi lá peitar ele. Foi nada.
E se fuzilar quem não quiser ir só vai piorar a fúria do povo.
Mostramos para o mundo um tanque de guerra com a bomba injetora fudida e o motor fumaçando pra todo lado.
Só coisa velha e obsoleta. Refugo de americano.
Refugo !!!
Armas velhas.
Talvez só os b-logs tenham coisas novas.
Guarda meu estilingue. Reserva pra mim.

Responder

Deixe uma resposta para Rick Amaru

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding