VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Amaury Ribeiro Jr. desmente especulação sobre livro


30/08/2010 - 16h47

por Luiz Carlos Azenha

É mentirosa a especulação de que o livro de Amaury Ribeiro Jr. sobre os porões da privatização brasileira seria baseado, parcial ou totalmente, na quebra de sigilo fiscal na agência de Mauá da Receita Federal.

Quem diz é o próprio jornalista.

Eu, Azenha, não conheço Amaury pessoalmente. Recentemente, ele foi contratado pela TV Record para fazer parte do núcleo investigativo. Não vai lidar com política.

O desmentido do repórter foi feito através de um interlocutor.

Amaury diz que o livro será lançado no ano que vem. É uma forma, diz o interlocutor, de não injetar o conteúdo do livro na campanha eleitoral. A decisão de não publicar o livro agora não tem relação com qualquer dos “dossiês” divulgados pela mídia nas últimas semanas, nem com o episódio da Receita.

“O livro não tem nenhum documento que resulte de quebra do sigilo. São todos documentos oficiais”, reiterou o interlocutor, depois de conversar com Amaury.

Eu perguntei se o autor teria de alguma forma modificado o conteúdo do livro, por conta da ameaça de processos ou pressões políticas.

A resposta é “não”. Através do interlocutor, Amaury repete: o livro vai provocar um terremoto “em metade da Antiga República”.

PS: O Viomundo publicou a apresentação do livro, sem precisar a data em que seria lançado.





75 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Colin Brayton

16 de novembro de 2010 às 10h25

Melhor campanha publicitária para um livro ainda não lançado do século XXI!! Confesso: sou careca de saber o que realmente revela-se no livro.

Responder

José Guimarães

20 de outubro de 2010 às 10h08

É meu caro Luiz Carlos Azenha. É bom preparar um bom novo texto sobre Amaury Ribeiro Jr. Folha de S. Paulo de hoje: "A PF já descobriu quem encomendou as informações: o jornalista Amaury Ribeiro Jr., ligado ao "grupo de inteligência". http://www1.folha.uol.com.br/poder/817213-policia

Responder

Orlando

12 de setembro de 2010 às 09h29

Quebrado mais um sigilo!!!

Antes sigiloso, agora é flagrante o desespero do Demo-Tucanato, e de seu luxuoso auxiliar verde.

Aliás, que papelão da Marina, hein?!?!?! Pegando carona no factóide Tucano.

É o triste papel que acabou cabendo aos verdes: testa de ferro dos interesses Tucanos. Como bem disse um comentarista do site do PHA, "Marina é LARANJA DE TUCANO; IMPOSSÍVEL MAIS ECOLÓGICO".

Responder

    12 de setembro de 2010 às 21h45

    Estude, não fiquei na ilusão que um terrorista vagabundo (Lula), vai fazer algo pelo País. Viajar e falar merda, só imbecil acredita, veja a fortuna que o PT roubou de nosso País, veja quantas escolas esse governo fez, no interior e até em algumas capitais, em hospitais, e nas estradas que voce passa quando sai de casa.
    Falaste que Marina é laranja, a DILMA é mo BAGAÇO

    Ely Elson Gomes Leão

    22 de outubro de 2010 às 12h09

    Zé, infelizmente você não honra as calças que usa. Não é por acaso que tens o nome do falastrão que quer voltar a botar a mão no dinheiro do nosso Brasil. Aguarde o lançamento do livro para ver o resultado. Eu duvido que se esta bomba incriminasse o PT, o seu xará deixaria para ser lançado o ano que vem!! Seja um Brasileiro sincero!!!!
    Ely Leão

Roberto Santos

11 de setembro de 2010 às 07h47

Já como a estório da quebra do sigilo da filha não colou, então colocaram a quebra do genro.
Para esta semana teremos…
quebra do sigilo fiscal do vizinho do jose serra
quebra do sigilo fiscal do padeiro do jose serra
quabra do sigilo fiscal da professora do primário do jose serra
quebra do sigilo fiscal do cara que joga dominó com o jose serra,
misericórdia, ninguem merece.

Responder

Zhungarian

08 de setembro de 2010 às 23h19

Esse livro tá que nem a Conceição, ninguém sabe, ninguém viu.

Cheirinho de factóide no ar.

Espero que não seja isso, mas se for, já provocou uma bela reação da direita udenista, capitaneada por José Serra.

Ou seja, Serra cometeu seu ato falho fatal.

Responder

Helio Jacinto

05 de setembro de 2010 às 13h20

Este Papo do Serra de dossiê,deve ser um tipo de prevenção contra o livro do Amaury Junior.
Afinal este vazamento de informações da filha de Serra,ocorreu onde vazou onde?
Vazamento deixa marcas,por enquanto ninguém viu nada,ninguém se molhou neste "vazamento",parece que este foi um vazamento a seco,com um produto invisível,que só o Serra viu através de seus sextos sentidos.
O único que vem usando este vazamento a seco é o Serra,tentando demonstrar uma indignação que tá na cara ele nunca teve.
Um politico que quer ser Presidente,se fosse sincero,abriria seu Sigilo Bancário e Fiscal e também o de seus Familiares, porque Serra não faz isto?
O que Serra quer esconder?

Responder

Cabeda

05 de setembro de 2010 às 00h35

Concordo com o Mello (http://blogdomello.blogspot.com/): a hora de lançar o livro é agora.

Responder

Sagarana

04 de setembro de 2010 às 18h44

O livro "Roque Santeiro", aquele que foi sem nuca ter sido. Cadê o bombástico livro? Está sendo reescrito?

Responder

João Ribeiro Júnior

04 de setembro de 2010 às 07h51

Porque esse Amaury não publica o livro? Que conversa mole de que apimentará a eleição. Enquanto o PSDB inventa o que não existe… esse cara diz que não o livro dele não pode virar tema de campanha? Qual é a desse cara? Vamos correr o risco de eleger um ladrão porque esse jornalistazinho não quer publicar o livro agora? Além de tudo é otário porque está perdendo uma grande oportunidade de ter mídia espontânea nos horários eleitorais gratuítos.

Responder

Marcelo Castro

03 de setembro de 2010 às 15h58

'O Conversa Afiada recebeu o seguinte comentário do amigo navegante Paulo Aguiar: “PHA, cada dia mais tenho convicção que o que está acontecendo é uma vacina para o que o livro do Amaury vai falar.”'
Que venha o vírus então e vai fazer o Serra pirar e muita gente também…
Se quiserem ver o artigo na íntegra: http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/09/0

Responder

KarlosBrenner

03 de setembro de 2010 às 15h15

Dessas histórias todas, o que não entendo é o "porquê" do livro do Amaury não ser publicado agora.
Se o livro estiver pronto, baseado em fontes fidedignas, por que adiá-lo para depois das eleições, quando atrairá pouco
interesse – já que é a história do cachorro morto – e todo mundo já estará com a cabeça voltada para outros assuntos.
Enquanto o Amaury não fizer isso, o PIG e assemelhados, TODA A FORÇA DA DIREITA, vai lutar para levar o resultado
para o Tapetão. Ora, se eu tenho uma boa história pra contar, sobre a qualquer não pairam dúvidas, não publicá-la agora
não entra na minha cabeça.
Talvez a publicação levasse a Direita a baixar a cabeça e ver a lama em que se metem e sempre se meteram.

Responder

Diogo Costa

02 de setembro de 2010 às 12h34

Acho que está claro que o factoíde que está sendo criado sobre o suposto dossiê, nasceu por causa deste livro do Amaury Ribeiro Jr. E agora, o Serra tenta dar um golpe na campanha de Dilma, entrando com um processo diretamente no TSE, que poderá, talvez, cassar os direitos de Dilma.

Se isso acontecer, esse Amaury Ribeiro Jr será o responsável direto, não por sua ação, mas por sua omissão, o que é pior. Gostaria que ele lançasse este livro agora, que assumisse que foi a partir de seu livro que as especulações sobre o Dossiê vieram a tona, que mostrasse que não fez uso da quebra de sigilo da receita e que a tentativa de Serra era esconder este livro, mas agora, oportunista que é, tentar realizar um golpe covarde.

A história dirá que será Amaury Ribeiro Jr na própria história.

Responder

    Colin Brayton

    16 de novembro de 2010 às 10h23

    Diogo ou Costa ou Andrade do Instituto Cato, que tal aqueles Redskins e Senators? Os Generals vão derrotar os Globetrotters para variar?

Livro sobre Dantas, Preciado, Ricardo Sérgio e filha do Serra vem aí | Conversa Afiada

01 de setembro de 2010 às 12h19

[…] do “aplopramento do Serra”, como demonstrou este ordinário blog.Como demonstra o Azenha, no Viomundo, nenhuma fonte do Amauri é sigilosa.Ele não usou nenhuma informação que tenha sido obtido na […]

Responder

Baixada Carioca

31 de agosto de 2010 às 16h22

Eu li o que o noblá, blá, blá escreveu no blog "limpo" dele (limpo porque ele está perdendo leitores, então tá ficando mais limpo de comentários detestando o blog).

Entendi como uma estratégia porque, quando o Azenha publicou a apresentação do tal "livro", o mesmo ocorrendo com Paulo Henrique e outros, já havia a manifestação de que o livro só seria lançado APÓS AS ELEIÇÕES (desculpem pelas letras maíusculas).

Sabendo disso ele escreve cobrando explicações dos 'blogs sujos' a explicação que ele leu, mas não entendeu. Daí ele passa para um público que acredita nele que o que foi dito não merece credibilidade. Foi um factóide para justificar os tais "dossiês".

Foi uma tentativa, afinal, a coisa tá com desinteria eleitoral mesmo!

Responder

Yacov

31 de agosto de 2010 às 12h19

Se não for para criar um fato político, até para colocar em evidência o caráter corrupto das privatizações feitas pelos tucanos, e esclarecer o povo que irá votar, qual será a utilidade deste livro??? Apenas mais uma publicação falando sobre as "malversações" ocorridas na privataria, que todo mundo sabe, mas que não surtem efeito nenhum. Em breve o livro será esquecido, como foi com o livro do Aloisio Biondi, e não produzirá efeito concreto nenhum. Só fogo de palha.

O BRASIL para TODOS não passa na gLObo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS"

Responder

    Scan

    31 de agosto de 2010 às 13h41

    Concordo Yacov.
    Perdeu a janela ótima de lançamento e vai ser mais um livro "de História" para quem quiser estudar daqui a 10 ou 50 anos.
    Parece que a montanha rugiu e …pariu um rato. Tremenda bola fora do Amaury: propagandeia na Internet e gera um factóide.
    []'s

Escrevinhador

31 de agosto de 2010 às 10h08

[…] Do Viomundo […]

Responder

Luis

31 de agosto de 2010 às 09h03

Se fosse a oposição não hesitavam nem um minuto. Seria a senha para o golpe.

Responder

Cunha

31 de agosto de 2010 às 08h48

Gostei realmente do que foi apresentado. A princípio julgava como algo cirúrgico,para desorientar aquela corja para já,mas, só em saber que o processo para o lançamento do livro está em franco desenvolvimento,pois apressado come crú, já o isola realmente de um processo eleitoral e do fato em destaque na Receita Federal e seu aproveitamento para o jogo(sujo) eleitoral.
Mas,mesmo não sendo para já, certamente o já deve estar deixando o pessoal bastante temeroso e certamente vai inventar estórias do arco da velha até 3 de outubro, com suporte da Veja, Projac, Tabajara News, CBN, Larry Rohter e etc…
São capaz até de divulgar TROLLs de uma pessoa de burca com estrela do PT e etc, alegando que seria a Dilma, visivel atrás da tela facial.

Responder

Carlos

31 de agosto de 2010 às 08h46

Se lançasse o livro agora, Amaury seria acusado pelo tucanato de estar a serviço da campanha da Dilma. Daí, seria um passo para que interessados buscassem decisão judicial no sentido de proibir a venda.
Melhor que o lançamento ocorra em 2011, num outro contexto político, com outro Congresso.

Responder

    Vera Pereira

    31 de agosto de 2010 às 10h54

    É um bom argumento.

    Nadir Pinto Arruda

    31 de agosto de 2010 às 12h46

    Carlos, se fosse assim como você está argumentando, o tucanato já teria entrado na justiça contra o "CONVERSA AFIADA" de Paulo Henrique Amorim., porque, nesta página, está uma síntese bem feita do livro e como eles até agora não tomaram qualquer providência para coibir essa publicação? Seria diferente se fosse publicado o segundo, o terceiro capítulo? Será que alguém não beneficiou o autor do livro para que ele se calasse?

    Carlos

    31 de agosto de 2010 às 17h21

    Ainda que bem feita, é uma síntese, não é o livro. Como justificar pedido de proibição de algo que ainda não existe para o público?
    Provável tiragem máxima da primeira edição: 10 mil exemplares.
    Que efeito prático haveria ante quase 140 milhões de eleitores?
    Melhor a fazer é confiar no autor e nos que o apresentam.

IV Avatar

31 de agosto de 2010 às 07h30

A imprensa, diante do fracasso de Serra, assumiu de vez a campanha do candidato.

Isto está visível na dobradinha Serra-Globo-Veja, como por exemplo nesta notícia transmitida em cadeia nacional para todos os grotões do Brasil.

Em seu papel de partido de oposição a imprensa já sentou Dilma na cadeira presidencial, já deu posse aos ministérios, dentre eles o Ze Dirceu e, por último, promoveu a reforma da previdência.

Isso é muito perigoso, como eu havia antecipado, o esquema Honduras iria ser colocado em prática, é o que está acontecendo.
Lula, sabendo do que iria enfrentar pela frente, tratou de fazer uma ampla aliança, mas nem isso foi suficiente par aplacar a fúria do latifúndio da mídia.

Leia este interessante texto de Luis Nassif onde fica claro o engajamento da imprensa para eleger Serra:

Estou ficando louco?

Por Luis Nassif, em seu blog
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/estou-fi

Responder

Helcid

31 de agosto de 2010 às 04h46

… lá em Pernambuco, Lula não deixou por menos !

[youtube sUIQdD3MnZs http://www.youtube.com/watch?v=sUIQdD3MnZs youtube]

Responder

Mauro Toshiuki

31 de agosto de 2010 às 02h21

Sensacional a contratação do repórter Amaury Ribeiro Jr. pela Record, é um grande ganho para a emissora pois aumenta sua credibilidade e seu poder investigativo. Li um comentário e acho que stamos cruzando linhas por aí pois se não me engano o repórter Amaury Ribeiro Jr. não tem nada a ver com o apresentador de programas de celebridades Amaury Jr..

Responder

    Conceição Lemes

    31 de agosto de 2010 às 07h52

    Nada, nada a ver, Mauro. abs.

Antonio Carlos

31 de agosto de 2010 às 01h32

O Brasil Privatizado de Aloysio Biondi mostra a vergonha que foi a privatizacao. Nao precisa nem do livro de Amaury para sabermos que o país foi ludibriado e assaltado pela turma do Farol. A leitura do livro mostra todo o modus operandi dos tucanos e com os números e todas as impressoes digitais daqueles que ficaram milionarios na época da doacao. Fantástico o livro de Biondi.

Responder

Uélintom

31 de agosto de 2010 às 00h24

Minha mãe está aqui perguntando porque Amaury Jr, um rapaz tão bonzinho e amigo das estrelas da TV, está fazendo um livro desses.

Eu disse que é porque os artistas hoje em estão mais politizados. O lançamento do livro será no Credicard Hall regado a champagne.

Minha nossa, acho que não vou para o céu depois dessa…

Responder

    Wagner

    31 de agosto de 2010 às 10h00

    Uélintom, este amaury não é o colunável da redetv, não. Este é outro jornalista, mais sério e nem um pouco frívolo.

    alex

    01 de setembro de 2010 às 07h18

    Que resposta!

Fátima Sousa

31 de agosto de 2010 às 00h24

Azenha, que pena que o livro do Amaury sairá somente ano que vem. O livro do Ivo Patarra: O CHEFE, que fala sobre o mensalão, e detona o Lula já está sendo distribuido até por email. Eu mesma recebi 2 vezes ( de 2 tucanos diferentes).
Gostaria de contra atacar com o livro sobre as privatizações, mas pelo jeito não vai dar!

Responder

    Almerindo

    31 de agosto de 2010 às 11h17

    Pois é, Fátima… Aquela turmelha espalhar livros cheios de factóides DE GRAÇA pela internet na base do desespero, PÓÓÓÓÓÓDE… Mas o Amaury lançar o livro EMBASADO EM FATOS não pode… PÓDE ISSO???

    Alonso Muchon

    31 de agosto de 2010 às 12h38

    Cara Fátima, um sábio ditado: "A vingança é um prato que se come frio". Então, lá em 2011 veremos esses que nos enviam factóides, se contorcerem de raiva e caladinhos sem argumentos. Por enquanto vamos aguardar com um sorriso no canto da boca.

Josnei Di Carlo

30 de agosto de 2010 às 23h51

Roberto Carlos conseguiu censurar o livro do Paulo Cesar de Araújo depois de ser publicado. Os demotucanos desejam censurar o livro do Amaury Ribeiro Jr. antes de ser publicado. Liberdade! Liberdade! Abre as asas sobre nós!

Responder

    Josnei Di Carlo

    31 de agosto de 2010 às 19h45

    Para ilustrar o desejo demotucano de censurar o livro do Amaury Ribeiro Jr., cito trecho de matéria publicada no final da tarde, no qual José Serra afirma:

    "Aquele dossiê sujo que estavam preparando com aquele AMAURY (RIBEIRO JR.) e aquela gente organizada pelo Fernando Pimentel já tinham os dados da quebra de sigilo." (ROCHA, Marcela. "Serra diz que campanha de Dilma usa tática do 'pega-ladrão'". Terra Magazine, São Paulo, 31 de agosto de 2010. Disponível em: http://bit.ly/aiKHF2

    Tucano está se tornando uma ave de mau agouro.

SérgioFerraz

30 de agosto de 2010 às 23h46

"projeto de autorregulação" a partir da ANJ (hehehe)
A raposa cuidando do galinheiro.

Responder

FAFernando

30 de agosto de 2010 às 23h15

Em vários blogs, foi noticiado que após a Copa do Mundo seria o livro publicado, Também não disseram qual Copa, pode ser a de 2014!
Se fosse publicado agora, seria um dos compradores/leitores, mas próximo ano, perdi todo o interesse. A não ser que seja a preço de banana. 12,90, preço do livro do joprnalista do N Y Times (aquele que chamou o Lula de bebum -Larry Hoter), auxiliado por aquele jornalista que fugiu do PH, indo para a Itália.
Lançar o livro depois do funeral tucano, não tem graça, deveria participar deste velório que se aprocima 03/10.

Responder

ruypenalva

30 de agosto de 2010 às 23h00

Será que ele Amaurielou?

Responder

alexandre

30 de agosto de 2010 às 21h50

Bom, após as eleições e com serra no buraco, que vai comprar esse livro? É bater em cachorro morto!

Responder

Horridus Bendegó

30 de agosto de 2010 às 21h41

Decepcionante!

Mais uma vez, nossa imorredoura tradição histórica ao apaziguamento; ao "evitar-se um banho de sangue"; à tibieza institucional dos atos; à pusilanimidade das atitudes ante os desafios maiores, faz-nos crer nossa pouca vocação à coragem de enfrentar nosso próprio destino!

Foi assim no Supremo quando sentaram em cima das provas materiais da Satiagraha; quando estenderam à anistia aos torturadores…

Por quê negar a um povo o direito de saber quem é quem justo no melhor e decivivo momento de um julgamento democrático, as eleições?

P U S I L A N I M I D A D E!

Responder

maria regina

30 de agosto de 2010 às 21h04

Azenha e Pessoal
Por gentileza, o que significa este livro que está circulando pela Internet e emails, chamado O Chefe, de Ivan Patarra, ex-petista?
Parece vir em contra-partida ao livro do Amaury?

Responder

IV Avatar

30 de agosto de 2010 às 21h01

Saiba neste artigo do Emerson Luis/Nas Retinas o motivo pelo qual o latifúndio da mídia tem tanto ódio de Lula

http://emerluis.wordpress.com/2010/08/30/redistri

Responder

Vera Pereira

30 de agosto de 2010 às 20h56

Perdi o interesse. Enquanto o autor se resguarda, sob uma capa de mistério – não dá entrevista, não tira foto, somente alerdeia que vai "abalar a antiga República — e talvez tenha em mente o sucesso editorial e financeiro de seu longo trabalho (é o que dizem, que foi um longo trabalho de pesquisa), corre-se o risco de factóides, ameaças do Judiciário por um dossiê inexistente, etc. Tanto faz agora quanto no ano que vem, as possíveis denúncias serão objeto de processos das partes envolvidas. E se não tumultua agora o processo eleitoral, tumultuará o começo do provável governo Dilma. Se não era para publicar agora, porque ameaçou?

Responder

Raimundo Nonato

30 de agosto de 2010 às 20h43

O livro do citado jornalista tinha uma previsão para depois da copa do mundo. Qual delas ? 2014 , 2018 , 2022………….
No ano que vem não tem copa !!! .

Responder

Alder Oliveira

30 de agosto de 2010 às 20h32

Pessoal, é bom parar com essa história que " a eleição está ganha". Ainda falta mais de um mês para as eleições e os adversários são ardilosos e contam com o apoio dos grandes meios de comunicação. Além disso, eleição só se ganha quando o último voto for apurado.
A Dilma e a equipe não podem cair nessa história.. tem de trabalhar com mais afinco e mostrar ao povo brasileiro que ela é de fato a continuadora do governo Lula.

Responder

    Roberto Locatelli

    30 de agosto de 2010 às 21h17

    É isso mesmo, Alder. Tem que trabalhar com afinco. Essas eleições não são brincadeira, e a direita fará TUDO o que puder para impedir a vitória de Dilma.

Helcid

30 de agosto de 2010 às 20h20

… quando este livro for lançado, é bem provável (mas tomara que não) que aquele “insignificante ministro” do STF, irá mandar arquivar as denuncias e prender quem investigou… é o "modus operandi" dele !!

Amaury, fica de olho na frigideira e outro olho no gato, viu?

Responder

Jefferson

30 de agosto de 2010 às 20h13

É uma pena, estou ansioso para ler o conteúdo do livro. E isto com certeza ajudaria a derrubar o núcleo (máfia) tucano em SP!

Responder

José Mendes

30 de agosto de 2010 às 19h23

Também pago pra ver. Que libere ao menos um capítulo a mais… Outra: por que ele [Amaury] não vem a público falar sobre o livro? Por mais idôneos que sejam os interlocutores, ficamos pensando se o prometido "depois da copa" não será o "Dia de São Nunca". Olha que eu chamo o wikileaks xD

Responder

eroni spinato

30 de agosto de 2010 às 19h13

Certo o Amaury, a eleição está ganha, então não vamos tumultuar, vamos esperar junto com o livro a LEY DOS MEDIOS.

Responder

    ValmontRS

    30 de agosto de 2010 às 20h21

    LEY DE LOS MEDIOS… isto já está provocando calafrios (ou convulsões) no PiG. É sério.
    Inventaram até um tal "projeto de autorregulação" a partir da ANJ (parece piada de mau gosto).

    As coisas já estão melhorando e vão ficar muito melhor no ano que vem, com um Congresso renovado e uma mulher retada na cadeira do Planalto. Amanhã será um lindo dia…

    beattrice

    30 de agosto de 2010 às 20h58

    Esse projeto de auto-regulação lembra aquele ditado dos antigos: e vc confia em mandar o cabrito vigiar a horta?

    Vera Pereira

    30 de agosto de 2010 às 21h43

    Eleição não está ganha coisa nenhuma. Faltam mais de 30 dias, intenção de voto não é voto na urna, parte do eleitorado sempre é volátil, não sei quantas pessoas deixarão de votar por não terem os dois documentos .

Glecio_Tavares

30 de agosto de 2010 às 18h58

O livro é muito aguardado por isso ficamos um pouco decepcionados, mas será melhor assim. No próximo ano o assunto será tratado como CPI no congresso que esta pintando por ai.

Responder

    Fabio

    31 de agosto de 2010 às 01h41

    Por falar em congresso q ta pintando por aí, vamos focar em fazer campanha pra Dilma ter apoio no Congresso sem precisar vender a alma!

    Vamos sair por aí fazendo propaganda de um congressista q a gente ache q é sério, q vá apoiar o governo pelos motivos certos e não pelos errados!

    Minha opinião é q fazer campanha pra senadores e deputados agora é mais importante que pra Dilma!!

Julio Silveira

30 de agosto de 2010 às 18h52

Livros como esse deveriam virar livros didaticos, livros de história.
Os professores deveriam ensinar história com Brasil mostrando o funcionamento do poder, não romantizando histórias da carochinha.
Devemos sim dar valor aos valorosos.

Responder

Lis maria

30 de agosto de 2010 às 18h50

Ou ele o Amauri, esta com medo (amarelou?) ou esta sofrendo algum tipo de ameaça? quem sabe? só o tempo dirá…

Responder

    Heitor Rodrigues

    31 de agosto de 2010 às 03h16

    Lis, de uma forma ou de outra, o livro vai falar dos interesses que uma santa organização católico-franquista que se auto denomina Opus Dei, protegida pelo Papa Bento XVI, cujo "CEO" no Brasil é Geraldo Alckmim. Os caras são barra pesada. Vai dar até para o Dan Brown tirar uma casquinha e faturar mais um best-seller.

    beattrice

    31 de agosto de 2010 às 14h13

    Não se trata de organização, mas sim de uma seita.
    Obedece a todos os critérios técnicos de definição do termo.
    E deveria ser combatida como qualquer seita, pois acarreta prejuizos financeiros, fisicos, emocionais e familiares às vitimas.

    Baixada Carioca

    31 de agosto de 2010 às 16h23

    Mas lá atrás, quando disseram a respeito do livro, também disseram que ele só seria publicado após o período eleitoral. Só devemos cobrar a partir do dia 4 de outubro pessoal.

Ed.

30 de agosto de 2010 às 18h26

O time exposto no livro está perdendo. Não é hora de dar-lhes chances de se fazerem de vítimas!
Seja um pouco mais paciente, Léo…

Responder

O_Brasileiro

30 de agosto de 2010 às 18h19

Campanha: sou contra o golpe jurídico nas eleições de 2010!!!

Responder

Ana Quaiato

30 de agosto de 2010 às 17h56

acho que é prudente… o PIG, encontraria um jeito de ligar o livro a essa quebra de sigilo… foi o jeito que eles encontraram para segurar a publicação (?)
melhor recuar… esperar 35 dias… ganhar as eleições… e ano que vem mostrar para todo Brasil e mundo quem são eles… e depois nas eleições municipais… será suave!!! hehe

Responder

Nelson Menezes

30 de agosto de 2010 às 17h25

Se ha uma luta a ser vencida cada soldado usa as armas que dispoem,não podemos esperar que a guerra acabe e depois de derrotados fazermo o uso dos fuzil

Responder

    Estela

    30 de agosto de 2010 às 19h26

    Pois é e enquanto isso eles caluniam e fazem factóides.

Ed.

30 de agosto de 2010 às 17h23

Estes dossiês factóides da coligação "Brasil à Venda', são apenas medidas preventivas ("hedges", como disse Nassif) para dissimular e amortecer o que será tornado público pelo livro (já é há tempos, mas não documentalmente).
Vão dizer que é mais uma baixaria do governo e que "já estão acostumados" …
Sim, estão: acostumados a pungar as carteiras e gritar "pega ladrão!"…

Responder

    beattrice

    30 de agosto de 2010 às 20h59

    A definição é perfeita.
    O ALCKMIN E O SERRA parecem criança gritando: o bobo é você!

augustinho

30 de agosto de 2010 às 16h51

Estou pagando pra ver.
Comprar.
E ler.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding