VIOMUNDO

Diário da Resistência


Diretores do DCE da USP de várias gerações lançam manifesto pelo impeachment de Bolsonaro
Rubens Paiva e Alexandre Vannucchi Leme, assassinados pela ditadura militar. Fotos: Memorial da Democracia
Holofote

Diretores do DCE da USP de várias gerações lançam manifesto pelo impeachment de Bolsonaro


29/01/2021 - 23h47

Diretores do DCE da USP de várias gerações lançam manifesto que exige impeachment de Bolsonaro

Por Lúcia Rodrigues*

Mais de duzentos diretores do Diretório Central dos Estudantes da USP (Universidade de São Paulo) de várias gerações encabeçam um manifesto que exige o impeachment de Jair Bolsonaro da Presidência da República.

O documento abre lembrando o estudante de Geologia da USP Alexandre Vannucchi Leme assassinado sob tortura, em 1973, no DOI-Codi paulista, o principal centro de repressão da ditadura militar apoiada por Bolsonaro.

Vannucchi Leme é homenageado pelo DCE-Livre, que adotou seu nome como patrono em 1976, quando da refundação oficial da entidade.

O texto assinado por 259 dirigentes do DCE de várias épocas também rende homenagem às mais de 220 mil vítimas fatais da Covid 19 e se solidariza com seus familiares.

A defesa do SUS, o Sistema Único de Saúde, que vem atendendo os mais pobres durante a pandemia também é lembrado pelos ex e atuais dirigentes estudantis.

A defesa da vacina para todos também permeia o manifesto.

O documento conclui exigindo a imediata instalação do processo de impeachment para banir Jair Bolsonaro do cargo.

“Em nome da recuperação da possibilidade de uma vida plena, que está momentaneamente vedada por esta quadrilha de covardes e genocidas que ocupa o Palácio do Planalto, representada pela figura nefasta de Jair Messias Bolsonaro.”

DCE de lutas

“O DCE-Livre da USP sempre esteve à frente das lutas. Nos anos 70 atuou contra a ditadura militar, nos 80 pela redemocratização, nos 90 contra o neoliberalismo e pelo Fora Collor. E agora se levanta contra o genocida Bolsonaro”, enfatiza o professor de Literatura Brasileira Márcio Funcia, um dos organizadores do manifesto.

Ele explica que não é possível manter no principal cargo do país um presidente que atua para matar as pessoas.

“Sabota as vacinas, não garante oxigênio para os doentes e incentiva as pessoas a não usarem máscaras e a se aglomerarem. Isso é inadmissível”, frisa.

Gerações unidas

Também assinam o manifesto lançado na noite dessa sexta-feira (29-01):

— Vera Paiva, filha do deputado Rubens Paiva, assassinado pela ditadura e cujo corpo está desaparecido até hoje.

— Adriano Diogo, ex-deputado estadual (PT) e presidente da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo. Era amigo de Vannucchi. Foi preso e torturado no DOI-Codi no mesmo período. Os dois estudavam Geologia na USP.

— Sâmia Bomfim, deputada federal (PSOL/SP).

PS 1 do Viomundo: A nossa colunista Lúcia Rodrigues, responsável pelo Holofote, é uma das signatárias.

PS 2 do Viomundo: O texto foi atualizado para inclusão de 17 nomes; eles aparecem no final da lista, fora da ordem alfabética.

PS 3 do Viomundo: Artur Machado Scavone, diretor do DCE da USP em 1969/1970, é um dos nomes acrescentados à lista inicial. Ele registra: “em memória de Ronaldo Mouth Queiroz”.

Os dois foram contemporâneos de USP, movimento estudantil e ALN (Ação Libertadora Nacional).

Queiroz era estudante da Geologia, dirigiu o DCE a partir de 1970 e foi fuzilado em 6 de abril de 1973, na avenida Angélica, em São Paulo, por agentes do DOI-CODI, que, sem darem voz de prisão, atiraram à queima roupa assim que o reconheceram em um ponto de ônibus.

Scavone relembra-o:

Queiroz era uma pessoa focada, organizada, extremamente dedicada à causa que abraçou.

Foi o responsável pela organização do movimento estudantil na USP naquele período.

Planejava reuniões clandestinas de lideranças das diversas faculdades na FAU [Faculdade de Arquitetura] para definir as atividades e distribuir responsabilidades.

Era o responsável pela organização dos comícios relâmpagos que fazíamos na cidade, bloqueando as ruas e avenidas para impedir a chegada da polícia política e dar tempo para realização de manifestações que denunciavam a ditadura militar.

Abaixo a íntegra do documento com o nome dos diretores do DCE-Livre da USP signatários.

MANIFESTO DAS E DOS DIRETORAS E DIRETORES, EX-DIRETORAS E EX-DIRETORES DO DCE-LIVRE DA USP ALEXANDRE VANNUCCHI LEME PELO IMPEACHMENT DE JAIR BOLSONARO

Em nome de Alexandre Vannucchi Leme, preso, torturado e assassinado pela ditadura militar em 1973, assim como das centenas de estudantes mortos e desaparecidos e milhares de pessoas torturadas no Brasil entre 1964 e 1985;

Em memória – e irrestrita solidariedade – às vítimas da violência de Estado e da misoginia, do racismo, do classismo e da homolesbotransfobia que atinge cotidianamente grandes setores da população brasileira, em particular as mulheres, a população negra e jovem das periferias urbanas, os povos indígenas, os quilombolas e os homens e mulheres do campo fortemente agravada no período recente;

Em memória das mais de 220.000 pessoas mortas (e em irrestrita solidariedade às suas famílias e entes queridos), mortes causadas, deliberadamente, pela inação, vilania e negacionismo de Jair Bolsonaro;

Em nome da necessidade premente de termos na Presidência da República um ser humano que respeite acima de tudo o direito à vida das pessoas;

Em nome da defesa e fortalecimento do SUS, para garantir o direito à saúde ao conjunto da população brasileira, tal como estabelecido pela Constituição de 1988;

Em nome da garantia da manutenção do programa nacional de imunização pública, reconhecido internacionalmente, com a produção e aquisição das vacinas necessárias para proteger o conjunto da população brasileira da Covid-19, principalmente as camadas mais pobres e vulneráveis da sociedade;

Para podermos ter novamente políticas de reforma agrária, geração de trabalho e renda e programas de Renda Básica nas três esferas do poder público;

Em irrestrita solidariedade às e aos profissionais de saúde, incansáveis no combate à pandemia do coronavírus, e ao conjunto de trabalhadoras e trabalhadores, todas, todos e todes constantemente expostas, expostos e expostes aos riscos de contágio;

Em nome da retomada de um caminho que valorize a vida, o futuro de nossas filhas e nossos filhos e do conjunto da população brasileira;

Em nome da retomada da utopia da transformação, em busca de um país mais justo, mais igualitário, mais comunitário; 

Em nome da recuperação da possibilidade de uma vida plena, o que nos está momentaneamente vedado por esta quadrilha de covardes e genocidas que ocupa o Palácio do Planalto, representada pela figura nefasta de Jair Messias Bolsonaro.

Nós, diretoras, diretores, ex-diretoras e ex-diretores do DCE- Livre da USP Alexandre Vannucchi Leme, exigimos a imediata instalação de processo de impeachment do atual Presidente da República, pela Câmara dos Deputados e Deputadas, a Casa do Povo, afinal:

Adriana Depieri – 2003/2004 e 2004/2005

Adriana Marcolino – 1998/1999

Adriano Diogo – 1970-1973 (fundação do DCE)

Adrieli Yuki Ishimoto – 2018/2019 e 2019/2020

Alberto Handfas – 1989/1990

Alessandra Terribili – 2003/2004 e 2004/2005

Alexandre dos Reis Inácio de Souza – 2000/2001

Alexandre Rocha (Ioda) – 1992/1993

Alexandre Piero (Alex) – 2006/2007

Alexandre Pupo – 2018 -presente

Amanda Bonuccelli Voivodic – 2010/2011 e 2011/2012

Amanda Jardim – 2019-presente

Ana Garcia – 2019-presente

Ana Luísa de Campos – 2018-2020

Ana Luísa Tibério – 2018-presente

Ana Paula Araújo Alves da Silveira – 2019-presente

André Jales Paris – 2018-2020

André Kaysel Velasco e Cruz – 2003/2004 e 2005/2006 

Andréa Paula de Santis – 2003/2004 e 2004/2005

Angélica Borges de Sousa – 2017-2019

Antônio David – 2003/2004 e 2004/2005

Antonio Nascimento – 2018-presente

Ariane Cristina Machado – 2011/2012 e 2012/2013

Arlindo Falco Jr. – 1977/1978

Beá Tibiriçá – 1976/1977

Beatrice F. Weber – 2018-2020

Bianca Boggiani Cruz – 2008/2009

Bruno Cardoso – 2005/2006 e 2007/2008

Bruno Mandelli – 2005/2006 e 2007/2008

Bruno Ranieri – 2007/2008

Bruno Mahiques – 2013-2017

Bruno Martins de Morais – 2020-presente

Caio Andrezzo do Prado – 2020-presente

Camila “Cavivi” Sousa – 2007/2008 e 2011/2012

Carlos Alberto Lobão Cunha – 1969

Carla Caratin – 2002/2003

Carlos Cesar Buono – 2010/2011

Carlos Eduardo Massafera – 1976/1977

Carlos H. Dutra Filho – 2020-presente

Carlos Virtude – 2002/2003

Carol Feldenheimer – 2002/2003 e 2003/2004 

Carolina de Oliveira – 2002/2003 e 2003/2004

Carolina Mendes – 2019-atual

Carolina Previdi Mesquita Barroso – 2020-presente

Carolina Ucha – 2012/2013 e 2013/2014

Cesar H. Torres – 2000/2001

Cibele de Camargo Lima – 2009/2010

Ciro Matsui Junior – 2004/2005, 2005/2006 e 2007/2008

Clara Rocha – 2000/2001 e 2001/2002

Clarice Pacheco Chaui – 2020-presente

Cláudio Rennó – 1996/1997

Cyra Malta Olegário da Costa 1991/1992

Daniel Feldmann 1998/1999

Daniel Ribeiro – 2010-2013

Danilo César – 2000/2001

Daniel Freitas Porto – 2018-presente

Dante Peixoto – 2008/2009 e 2009/2010

David Paraguai Molinari – 2018-presente

David Pryzant Dimantas – 2020-presente

Débora Antoniazi Del Guerra – 2002/2003 e 2003/2004

Diego Pereira Pandullo – 2018-presente

Diogo Moysés Rodrigues – 1999/2000

Dominique Lameu Martins – 2020-presente

Edson Miagusko – 1993/1994

Eduardo Carniel – 2014-2017

Eduardo Garcia Carvalho do Amaral – 1997/1998

Eduardo Miyamoto – 1992/1993

Eduardo Serra Cypriano – 1991/1992

Euclides de Agrela Braga Neto – 1996/1997

Evelin Minowa – 2010/2011

Everaldo de Oliveira Andrade – 1989/1990

Fabio Beites – 1992/1993

Fábio Nogueira – 1999/2000

Fábio Senne – 2002/2003

Fábio Stuchhi Vannucchi- 2000-2002

Felipe Aurelio Agua – 2020-presente

Felipe Corneau – 2007/2008

Felipe Goes – 2018-presente

Felipe Ultramari Moreira – 2004/2005

Fernanda Fazoli – 2002/2003 e 2003/2004

Fernando Gameiro – 1996/1997 e 1998/1999

Fernando Kleiman – 2000/2001

Fernando Rocha Nogueira -.1977/1978

Flávia Marques Ferrari – 2008/2009

Flavia Penteado Chaguri – 2019-2020

Flávio Luiz Petracioli – 2005/2006 e 2008/2009

Francisco Fernandes Gremaud – 2018-presente

Frederico Henriques – 2005/2006

Gabriel Beré Motta – 2018-presente

Gabriel Grandisky Lerner – 2018-presente

Gabriel Lindenbach – 2011-2015

Gabriel Vicente França – 2002/2003 e 2003/2004

Gabriela Ferro – 2014-2017

Geraldo Siqueira – 1976/1977

Giovanna Marcelino – 2010/2011 e 2011/2012

Giovanna Ferreira Oliveira – 2013/2014 e 2014/2015

Guilherme Beloto – 2001/2002

Guilherme Flynn – 2002/2003

Guilherme Fregonese – 2014-2017

Guilherme Kovac Gomes – 2019-2020

Guilherme Mascaretti Proença – 2019-presente

Guilherme Nafalski – 2001/2002

Guilherme Weffort Almeida – 2018-presente

Gustavo Amigo – 2002/2003

Gustavo Anitelli – 2004/2005

Gustavo Schorr – 2006/2007

Gustavo Vidigal – 2000/2001

Hélade Scutti Santos – 1997/1998

Haydée Svab – 2005/2006 

Heitor Martins Pasquim – 2004/2005

Hélio Konishi – 1997/1998

Hugo Abud – 2005/2006

Isabela da Silva – 2018-presente

Isabella Zarattini Brandão – 2018-presente 

Itaquê Santana Barbosa – 2000/2001

Ivan Tamaki Monteiro de Castro – 2003-2006

Jade Percassi – 2000/2001 e 2001/2002

Joana Barros – 1993/1994

Joana Salem Vasconcelos – 2008/2009

João Baptista Alves Boccaletto – 2018

João Emboava Vaz – 2018-2020

João Victor de Oliveira – 2018-presente

João Vitor Basso Fabricio – 2020-presente

José Bergamin Rodrigues – 2020-presente

José Carlos Massonetto Junior – 1997/1998

João Carlos Ribeiro Júnior – 2004/2005 e 2005/2006

Jonatas Ferreira – 2018-presente

José Carlos do Carmo (Kal) – 1979/1980

José Henrique Artigas de Godoy 1990/1991

José Paulo Mendes – 2018 -presente

Joyce Godinho da Silva Martins – 2011-2015

Julia Kopf – 2018-presente

Julia Machini de Miranda – 2014-2017

Juliana Godoy – 2018-presente

Káritas Correia Gusmão – 2011-2015

Laessa Almeida Viana – 2019-presente

Lais Wendel Abramo – 1977/1978

Larissa Alves de Lira – 2007/2008 e 2008/2009

Laura Capriglione – 1981/1982

Laura Cymbalista – 1998/1999 e 1999/2000

Léa Marques 2005/2006

Lelo Purini Belém – 2009/2010 e 2018-presente

Leonardo Henrique Nascimento – 2019-2020

Lígia Toneto – 2018/2019

Lívia Gimenes Dias da Fonseca – 2004/2005

Luana Alves – 2014-2017

Luana Pommé – 2003/2004 e 2004/2005

Lucas Aidar Rosa – 2008/2009

Lucas Piaia Petrocino – 2018-2020

Lucca Vinha – 1997

Lúcia Rodrigues (Companheira) – 1992/1993

Luciana Dadico – 1995/1996

Luciana Rodrigues  – 2004/2005

Luís Antônio Papa – 1996/1997 e 1997/1998

Luís Claudio Messa Longo – 1996/1997 e 1999/2000

Luís Felipe da Luz Paiva Costa – 2020-presente

Luna Zarattini Brandão – 2018-presente

Maia Gonçalves Fortes – 2005/2006 e 2008/2009

Maíra Tavares Mendes – 2004/2005 e 2005/2006

Marcelo Miranda da Silva Lima – 2003-2006

Marcelo Silva Souza – 2001

Márcio Funcia -1996/1997

Márcio R. O. Pozzer – 2000/2001 e 2001/2002

Márcio Rosa – 2002-2005

Maria Eduarda Alencar Hidalgo – 2017-presente

Maria Eduarda Ruas Guimarães – 2019-presente

Maria Laura Mesquita – 2019-presente

Mariana Leite – 2000/2001

Marina Fernandes – 2000/2001 e 2001/2002

Marina Gurgel Neves 2005/2006 

Mario Carvalho – 2004-2007

Mario de Souza Costa – 1988/1989 e 1989/1990

Mateus Fraga Maresch – 2018-presente

Matheus Henrique Gomes Dias – 2019-presente

Matheus Lima – 2002/2003

Matheus Martinez Crepaldi – 2018/2019

Matheus Trevisan – 2011-2015

Matias Cardomingo – 2018-2020

Mauricio Barbara – 1992/1993

Maurício Benito Durá – 1991/1992

Maurício Costa de Carvalho – 2003/2004 e 2004/2005

Milton Souza Guiguer – 1992/1993

Moyses Israel Coelho Ribeiro – 2004/2005

Murilo de Oliveira Junqueira – 2006/2007

Nabi Oliveira – 2019-presente

Natalia Sayuri Iwamoto Kayo – 2019/2020

Nathalia Cassettari – 2005/2006

Nathalie Drumond – 2007/2008 e 2010/2011

Nilson Alves de Souza – 2004/2005 e 2005/2006

Odair Rodrigues – 1996/1997

Paula Mangolin – 1998/1999

Paulo Massoca – 1976/1977

Paulo Roberto Silva – 1999/2000
Paula Kaufmann Sacchetto – 2010-2013

Paulo Kliass -1979/1980

Pedro Pera – 2018-presente

Pedro Maia Veiga – 2013/2014 e 2014/2015

Pedro Serrano – 2010-2013

Pedro Zavitoski Malavolta – 2002/2003 e 2003/2004

Pietra Foganholi Sacardo – 2020-presente

Pilar Serrano Morad – 2018/2019

Raul Santiago Rosa – 2011-2015

Rafael Milaré – 2018-presente

Rafael Oliveira Lima – 2018-presente

Raphael Dantas – 2019-presente

Raquel Alves de Oliveira – 2006/2007

Rayssa Santiago Germano – 2020-presente

Renan Theodoro de Oliveira – 2010/2011 e 2011/2012

Renata Mielli – 1996/1997

Renato Correia da Silva – 2001/2002

Renato Florentino (Escova) – 2002/2003 e 2003/2004

Rita Fajardo – 1992/1993

Rodrigo da Silva Rocha – 2020-presente

Rodrigo de Almeida Muniz – 2011-2014

Rodrigo Ricupero – 1996/1997

Rodrigo Toneto – 2018-2020

Rodolfo Vianna – 2003/2004 e 2004/2005

Samantha Neves – 2000/2001 e 2001/2002

Sâmia Bomfim – 2010-2013

Samir Perez Mortada – 1995/1996

Sandro Aparecido Mazzio – 1989/1990 e 1990/1991

Sandro Valeriano – 2002/2003

Sue Iamamoto – 2005/2006

Tales Mançano – 2019-2021

Táli Pires de Almeida – 2006/2007

Thiago Barison de Oliveira – 2003/2004 e 2004/2005

Thais Bueno – 2015-2017

Thaísa Novaes de Senne – 2002/2003

Thiago Aguiar – 2010-2012

Thiago Mitushima – 2019-presente

Tiago Madeira – 2010-2013

Tica Moreno – 2004/2005

Tomás Toledo – 2002/2003 e 2003/2004

Uriel Piffer – 2014-2017

Vanessa Del Castillo Silva Couto – 2013/2014 e 2014/ 2015

Vanessa Orban Aragão Santos – 2003/2004 e 2004/2005

Vera Paiva – 1976/1977

Vinicius Italo Signorelli – 1976/1977

Vinicius Macário – 2006/2007

Vitor Silva Pereira – 2019-presente

Wagner Romão – 2000/2001

Washington Tominaga – 2004/2005, 2005/2006 e 2007/2008

Ynaê Lotito – 2018-presente

Paula Ravanelli Losada  – 1990/1991 – 1991/1992

Sueli Castro Gomes — 1987/1988 – 1988/1989

Cesar Massaro – 1982/1983

Fernando Merli do Amaral – 1977/1978

Márcia Regina Berbel – 1982/1983

Ricardo Pereira – 1978/1979

Sônia Castellar – 1982/1983

Eddy Perez – 1987/1988

Theresa Maria de Freitas Adriao – 1987/1988

Mariana Castilho Costa Saliola – 1987/1988

João Carlos Teixeira  Canal – 1987/1988

Laura Battaglia – 1987/1988

Antônio Paulo B Coutinho – 1987/1988

Gilberto Francisco Lima 1987/1988

Ana Maria Quiles – 1989/1990

Artur Machado Scavone – 1969/1970, em memória de Ronaldo Mouth Queiroz (veja PS 3 do Viomundo)

Juca Gil – 1994/1995





4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mateus Forli - 2014/2017

31 de janeiro de 2021 às 20h29

Assino

Responder

Eddy Perez - 1988/1989

31 de janeiro de 2021 às 10h18

Assinado

Responder

Zé Maria

30 de janeiro de 2021 às 20h42 Responder

Zé Maria

30 de janeiro de 2021 às 20h31

“Realidade. Nosso Brasil respira por aparelhos, mas está faltando oxigênio”.

Eterno Senador Roberto Requião
https://twitter.com/requiaopmdb/status/1354824451141976066

Responder

Deixe uma resposta para Eddy Perez - 1988/1989

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding