VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Globo, que não mostrou o DARF, tenta intimidar blogueiros


15/04/2014 - 10h22

Jogo Sujo

Globo, que não mostrou o DARF, tenta intimidar blogueiros por causa de Lula

publicada segunda-feira, 14/04/2014 às 23:00 e atualizada segunda-feira, 14/04/2014 às 23:21

“proponho à Redação de O Globo uma troca singela: dou entrevista e respondo tudo o que quiserem saber, desde que a família Marinho (que ficou bilionária graças a uma concessão pública) apresente o famoso DARF e esclareça se pagou (ou não) a suposta dívida com a Receita Federal.”

por Rodrigo Vianna, no Escrevinhador

Não devo um tostão em impostos. Não sei se as “Organizações Globo” podem dizer o mesmo.

O fato é que os bilionários da família Marinho estão incomodados, e querem intimidar os blogueiros. É uma batalha descomunal. Eu – que batuco meus textos num escritório improvisado no fundo de casa – de repente virei tema de “reportagem” de um império midiático com centenas de jornalistas Brasil afora?

Vejam só. Na tarde de segunda-feira (14/abril), fui procurado por uma suposta jornalista de O Globo, que me enviou a singela mensagem: “Prezado Rodrigo, Sou repórter do jornal O Globo e estou fazendo uma matéria sobre a entrevista coletiva do ex-presidente Lula com blogueiros na semana passada. Nós poderíamos conversar por telefone? Atenciosamente, Barbara Marcolini — Jornal O Globo”.

Curioso que o jornal conservador da zona sul carioca tenha levado uma semana para se interessar pelo tema, não? A entrevista de Lula aos blogueiros foi um sucesso enorme, gerando manchetes Brasil afora. A imprensa velha passou recibo. Ficou furiosa.

Editoriais, comentários na TV e rádio, colunistas conservadores: muitos se mobilizaram para atacar os blogueiros “sujos”. Alguns ataques vieram com acusações graves: fomos acusados de ser “financiados” pelo governo federal. E os mais incomodados parecem ser os colunistas das chamadas “Organizações Globo”.

Nada disso é por acaso. Trabalhei na Globo. Sei como essas coisas são. Quando jornal, TV, internet e rádio da família Marinho começam a bater na mesma tecla – ao mesmo tempo – é porque há uma ordem superior, uma determinação do patrão (ou de seus prepostos) para ir fundo naquele assunto.

Pedi que a repórter Barbara me enviasse as perguntas por escrito. Tenho pela repórter (a quem não conheço) respeito profissional. Mas considero O Globo e as “Organizações Globo” adversários. E sei que os prepostos da família Marinho me tratam como inimigo. Pessoa de minha família foi demitida da TV Globo, em 2010, depois que passei a assumir um posicionamento político claro em meu blog. Eles chegam a esse nível. São vingativos. Por isso, não há hipótese de responder nada a O Globo – a não ser por escrito.

Até as 21h, as perguntas de Barbara não vieram. Mas eu soube que outros blogueiros também foram procurados por jornalistas de O Globo – com a mesma pauta: a entrevista de Lula. Pelo menos 3 repórteres diferentes do jornal foram mobilizados na Operação. Objetivo era estabelecer vinculações “comprometedoras” entre os blogueiros e determinadas empresas, entidades e/ou governo (veja aqui a resposta do Fernando Brito, do Tijolaço, à tentativa de intimidação).

Mas não era só isso. Uma das repórteres globais chegou a perguntar a um blogueiro (a entrevista está gravada) se ele tinha filiação partidária. Sim, o macartismo da Globo avançou até esse ponto.

Trata-se de uma Operação para intimidar aqueles que nos últimos anos – ainda que de forma limitada – criaram um contraponto ao poder da velha mídia. Os barões da imprensa velhaca não se conformam com o fato de meia dúzia de blogueiros “sujos” oferecerem uma outra narrativa ao Brasil. A Globo, a Abril e a Folha seguem a ter imenso poder. Mas já não falam sozinhas.

Seria bom que soubessem: com essa tentativa de cerco, em vez de intimidar, vão mobilizar ainda mais blogueiros e internautas.

A Globo não tem estatura moral para cobrar explicações de ninguém. Vamos relembrar alguns episódios recentes:

— a Globo foi acusada de sonegar impostos (mais de 1 bilhão em valores atualizados – clique aqui para saber mais), e até hoje não esclareceu o episódio;

— o processo fiscal em que a Globo era investigada por bilionária sonegação “sumiu” (na verdade, teria sido roubado) de uma agência da Receita Federal no Rio, e a Globo até hoje não explicou o caso;

— um diretor da Globo, Ali Kamel, processa pelos menos 6 blogueiros (entre eles este escrevinhador), numa tentativa clara de intimidação judicial, de calar as vozes que em 2006 e 2010 ajudaram a desmascarar a tentativa da Globo de interferir no processo eleitoral;

— por fim, a Globo (estou falando só da TV) recebeu quase 6 bilhões do governo federal nos últimos anos – como mostra a tabela acima, publicada pelo Viomundo e pelo jornalista Fernando Rodrigues.

E essa mesma Globo de 6 bilhões em recursos públicos (recursos dos seus, dos meus impostos!) quer acusar blogueiros de serem “financiados” pelo governo?!

É piada.

De minha parte, sou jornalista profissional. Vivo do trabalho como repórter de TV. Já vendi minha força de trabalho para a “Folha”, a “TV Cultura”, a “TV Globo” – e hoje sou repórter na “TV Record”. Jamais vendi meu cérebro para nenhum patrão. Tenho posições políticas claras. Públicas. E por conta delas comprei briga com a Globo em 2006 – deixando a emissora.

Não vejo nada de anormal em blogs e sites sem vinculação com a velha mídia pleitearem publicidade. Mas, felizmente, não preciso disso para seguir travando o bom combate. Nunca entrei na SECOM do governo federal para tratar de dinheiro. E nem em qualquer outra secretaria de Comunicação Brasil afora.

Minha questão é política. Encaro o debate de forma aberta – jamais de braços dados com ditadores, ou beneficiado por acordos obscuros com embaixadas e governos estrangeiros. O Escrevinhador não tem em seu currículo: TimeLife, apoio a uma ditadura assassina, escândalo Proconsult contra Brizola em 82, manipulação da cobertura das Diretas-Já, edição criminosa do debate Lula/Collor em 89, combate ao Bolsa-Família, oposição às quotas para negros, tentativa de transformar bolinha de papel num míssil em 2010…

Os gastos mensais para manter meu blog hoje são de aproximadamente 2,5 mil reais. Conto com anúncios do Google (valores irrisórios) e com a colaboração de leitores, e ainda tiro dinheiro do meu bolso para cobrir as despesas. Em 6 anos, devo ter recebido 6 anúncios pontuais de governos ou entidades sindicais. Nenhum deles por mais de um mês. Nenhum deles superior a 2 mil reais (ou seja, no total os anúncios não chegaram a 15 mil reais em quase 6 anos – contra despesas de aproximadamente 150 mil no mesmo período).

Tenho lutado para que os blogueiros se organizem, façam parcerias com empresas ou criem associações para disputar, sim, o direito a participar do bolo publicitário – inclusive as verbas oficiais, que ajudaram a família Marinho a ficar bilionária nos últimos anos.

Aliás, proponho à Redação de O Globo uma troca singela: dou entrevista e respondo tudo o que quiserem saber, desde que a família Marinho (que ficou bilionária graças a uma concessão pública) abra suas contas e apresente o famoso DARF – esclarecendo se pagou (ou não) a suposta dívida com a Receita Federal.

Que tal, Bárbara? Passa a sugestão pros seus chefes aí!

Leia também:

O Globo tenta detonar o Tijolaço. Esses irmãos Marinho…



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


30 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

luiz mattos

17 de abril de 2014 às 13h12

Rodrigo não me surpreende mais,este menino fica cada dia melhor,parabéns o Brasil agradece.

Responder

Mário SF Alves

17 de abril de 2014 às 12h48

A cada dia que passa, a cada acesso a documentos liberados pelo Departamento de Estado dos USA, mais e mais convicção temos de que o golpe de 64 foi a mais radical das intervenções norte-americanas no Brasil. Fato que jamais teria ocorrido sem a participação massiva das corporações internacionais sediadas no País e a plena conivência, sujeição financeira e/ou ideológica de militares, políticos, latifundiários, banqueiros, industriais e técnicos; a maioria dos quais apenas civilmente registrados no Brasil.

O estopim do golpe foi o mega comício da Central do Brasil, com o (ainda e até hoje) presidente João Goulart publicamente reafirmando as Reformas de Base.

Agravante: Pesquisas de opinião do IBOPE anteviam real possibilidade de reeleição do presidente.

Resultado:

Totalitarismo. O sanguinário congelamento político de um país inteiro. Um imenso e riquíssimo país politicamente congelado até bem recentemente.

Socioeconomicamente pouca coisa mudou em decorrência daqueles nebulosos anos de chumbo. Se muito, as cores da Bandeira Nacional:

Verde, amarelo (desbotado), azul (dos marinhos) e branco (norte-americanizado).
____________________________________
Documento I:

Em seu relato, Gordon menciona Marinho entre os cérebros da continuidade do golpe. E cita Milton Campos como muito respeitável

Fonte: FrancoAtirador/Viomundo [https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/resposta-em-publico-a-o-globo.html]

Responder

claiton de souza

17 de abril de 2014 às 10h49

Manipulação de informação foi o que o bom dia Brasil fez hoje, na maior cara de pau.
TERRA, de útero fecundo, prolífero e diversificado; parideira de toda à vida, animal ou vegetal; até do mineral suas entranhas são produtoras. De todos você é a MÃE incondicional e incontestável e comandas o dom do viver; reinas soberana sobre todos: sejam deuses ou semideuses; reis ou poderosos de qualquer origem ou natureza; oceanos, mares ou rios; florestas, matas, campinas ou relvas; faunas e floras de toda variedade possível.
MÃE TERRA, parideira, protetora, provedora e mantenedora, a ti agradeço, do fundo do meu ser, a dadiva suprema da vida que me ofertastes.

Responder

Notívago

17 de abril de 2014 às 07h39

REDE BANDEIRANTES: A manipulação em primeiríssimo lugar

Uma organização nazi-fascista criminosa, conhecida pela alcunha de Rede Bandeirantes de Televisão, sacaneou ONTEM mais uma vez com os telespectadores. Foi logo depois que Nestor Serveró, durante a audiência na Câmara, questionou a utilização do termo “malfadado”, atribuído ao negócio da compra da refinaria Pasadena por vários deputados.

Pois é. Logo depois que o Serveró começou a sua defesa, A Band-News suspendeu a transmissão da audiência sem o menor escrúpulo e consideração pelo funcionário da Petrobras e pelos espectadores. Isto porque a defesa do ex-funcionário foi no sentido de dizer que a compra da refinaria foi um BOM negócio à época.

E eu, um dos espectadores, fiquei com cara de puta diante do televisor.
Sacanagem, picaretagem, cretinice, vagabundagem, vigarice daqueles que fazem a organização nazi-fascista criminosa conhecida na roda da malandragem como Rede Bandeirantes de Televisão.

Um recadinho para vocês, Senhores Manipuladores: FODAM-SE!

Responder

renato

16 de abril de 2014 às 20h25

Alguem pediu para fazer a lista do plano de Governo Austero de Àécio.

Retirar todos os premios do LULA.
Acabar com a energia elétrica.
Acabar com a água barata.
Tomar as casas do Minha Casa Minha Vida
Tirar o direito dos acometidos por Hanseniases.
Acabar com as ONGs.
Escravizar os Quilombos.
Soltar os Presos como fernadinho beira rio.
Tomar as terras dos Sem Terras.
Tirar os tratores dos Sem Terras e chacreiros.
Tomar os carrinhos dos catadores de papel.
Transformar em navio viking de parque os navios da Petro.
Fazer o retorno da transposição do Rio S. Francisco para o próprio.
Calçar a Transamazonica, e fazer passeios dos dois lados.
Voltar com os telefones públicos e cartão para telefone com opção de ficha.
Ensinar todos traficantes a pilotar helicóptero , como incentivo para que larguem do crime.
Bloquear por decreto a Internet.
Expulsar os Cubanos, só os cubanos…
Atendimento no SUS só com receita Médica.
Pagamento mês a mês de Imposto sobre a VIDA. ( Cessa quando morrer).
Bloquear a saída para o Pacífico.
Liberar a MACONHA…para ser vendida até nas cantinas das escolas.
Idade mínima de sete anos para cumprir crimes.
Implantar Pena de Morte
TV GOVERNO, com Sherazade como ANCORA.
Fim dos canais como TV ESCOLA, e outros..
Aumentar o combustível para evitar volume de carros na cidade.
Aumentar o preço dos pedágios
Diminuir o aumento do Salario Mímimo
Acabar com aposentadoria por invalidez.

Responder

    renato

    16 de abril de 2014 às 20h28

    Estaremos estudando outros..
    Mas pedimos novas informações.
    Antes do registro de Governo no TSE.

    luiz antonio

    17 de abril de 2014 às 21h04

    nos “projetos” do Aécio Never só faltou definir o Fernandinho Beira Mar, após cancelar(com ajuda de Joaquim Barbosa) todos os processos contra o mesmo sob alegação de absoluta injustiça, como futuro Ministro do Abastecimento!!!!

Américo

16 de abril de 2014 às 17h32

Parabéns ! É isso aí !

Responder

Marco

16 de abril de 2014 às 16h51

Globo é uma porcaria? É. Assim como a Record, Bandeirantes, SBT e outras emissoras também são.

E essa “grita” toda contra a Globo perde toda a força quando a Record é poupada de ser uma verdadeira lavanderia financiada pela IURD.

Nenhuma linha também sobre a Record haver recebido mais dinheiro que a Globo em 2012. Basta dar uma olhada na proporção publicidade/audiência.

O dia em que os blogueiros questionarem o repasse por meio de propaganda estatal para rádios/tvs, sustentando ser imoral, terão meu apoio.

O que se vê atualmente é a vontade de entrar na divisão de recursos. Somente isso. Cada um quer mamar um pouquinho…

Responder

Urbano

16 de abril de 2014 às 12h49

De fazer inveja a goebbels…

Responder

Messias Franca de Macedo

16 de abril de 2014 às 01h08

Agora está provado: Graça Foster é “mau negócio”

Graça Foster pode ser uma técnica brilhante, mas receio que seja uma incompetente quando se trata de visão estratégica. Segurança energética não é apenas “valor contábil”. Os EUA não torram trilhões de dólares invadindo outros países para garantir petróleo e gasolina para suas indústrias e seus automóveis? Quando fazem isso, eles pensam em “valor contábil”?
Foster afirma que Pasadena é um “mau negócio” do ponto-de-vista contábil.
Ora, como é possível que ela venha a público dizer isso sem oferecer um mísero número sobre a produção da refinaria, seus lucros, seus estoques? Que não diga uma palavra sobre seu valor estratégico?
(…)

Por jornalista Miguel do Rosário
on 15/04/2014 – 5:36 pm

– See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/04/15/agora-esta-provado-graca-foster-e-mau-negocio/#sthash.scIdq9r0.dpuf

LÁ VEM O PITACO DO MATUTO!

… A Graça Fóster desanca a Refinaria de Pasedena – e, por outro lado simultaneamente (sic), “a suprema” Rosa Weber “se encarregará de arrumar uma chicana para retirar ‘o gás’ (idem sic) de todos os requerimentos de CPIs ora em curso!…

… E ‘nois’ da militância só comendo poeira!… Considerando que a DIREITONA “não dá trégua sem estopa”, continuaremos a ouvir os desaforos dos eternos fascigolpistas/antinacionalistas de sempre!…

… Esperemos, pois, os próximos factoides do ‘golpe jurídico-midiático ora em curso, inclusive televisionado plim plim’!…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

15 de abril de 2014 às 23h50

… E por que o PIGolpista deve encher as burras com o dinheiro público via publicidades dos governos federal, estaduais e municipais?…

Responder

    luiz mattos

    17 de abril de 2014 às 13h15

    Salve valente de feira!

Minerim

15 de abril de 2014 às 22h52

Este foi um petardo direto no fígado.

Responder

Cibele

15 de abril de 2014 às 21h03

Temos que fortalecer a ideia de que os blogueiros são mídia, só que transparente, que deixam claro sua posição política mas, apesar disso, dão informações corretas e fazem jornalismo honesto. É isso que tem que ficar claro, que não existe mídia isenta. Enfatizar que quem engana a população são os grandões. Minar ainda mais a credibilidade dessa corja, herança da maldita ditadura. O fardo de ter apoiado essa desgraça não pesa sobre vocês, e sim sobre eles. São uns canalhas hipócritas, não tem jeito.

Responder

Fabio Passos

15 de abril de 2014 às 18h53

O que apavora a globo e as demais oligarquias midiáticas é o exemplo positivo do Lula: Virar as costas para o PiG e falar diretamente com a rede.

Que a Dilma siga o exemplo!
E que pare de sustentar globo e outros lixos com dinheiro público.

Responder

    lukas

    15 de abril de 2014 às 22h46

    Durante a campanha, Dilma tem que dar as costas á mídia e se comunicar com os eleitores SOMENTE com a boogosfera progressista.

    Eu apoio.

Luís Carlos

15 de abril de 2014 às 17h51

Intimidação da Globo, que aliás, muito bem dito pelo texto do Escrevinhador, sequer pagou impostos e deve R$ 1 bilhão, e que não tem moral para cobrar quem quer que seja. Muito menos quem exerce seu ofício de informar e criticar com lisura.

Responder

Gerson Carneiro

15 de abril de 2014 às 17h45

Tá ficando bom. Imaginem se os blogueiros recebessem do Governo Federal 1% do que a Rede Globo recebe.

Responder

    ricardo

    16 de abril de 2014 às 21h43

    Não ficariam mais competentes nem atrairiam mais leitores, embora alguns pudessem melhorar de carro.

ANDRE

15 de abril de 2014 às 16h37

fugindo do assunto:
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/04/15/mae-do-dudu-mora-de-graca-da-pra-fazer-mais/
Mãe do Dudu mora de graça.
Dá pra fazer mais !

Como dizia o Stanislaw Ponte Preta: ou se restaure a moralidade, ou a mamata é para todos !

Compartilhe
Vote:
Avaliação NegativaAvaliação Positiva (+54)
| Imprimir Imprimir

Saiu em colona (*) da Globo Overseas, que mereceu resposta dos blogueiros:

Mamata

A ministra do TCU, Ana Arraes, mãe de Eduardo Campos (PSB), mora de graça num imóvel do Senado desde agosto de 2012. Em maio de 2013, o Senado decidiu cobrar aluguel dos apartamentos ocupados por pessoas que não são de seus quadros. A ministra, que tem a tarefa de fiscalizar os gastos alheios, não se dispôs a pagar pelo uso do imóvel.

Responder

Julio Silveira

15 de abril de 2014 às 14h36

Parabéns Rodrigo, excelente resposta. Não tenho perdido meu tempo mais com a Globo, mas vou abrir uma exceção e esperar até o fim dessa semana para ver se eles apresentam logo esse DARF pago. Se não apresentarem se configurará tudo isso numa grande canalhice desse grupo. Obs: não que eu duvide disso.

Responder

FrancoAtirador

15 de abril de 2014 às 12h17

.
.
Premonição Histórica

2007-09-14 07:49:29
Primórdios do Viomundo, via Novae


[Você escreve o que te pedem.
Obrigado, mídia corporativa!
Sem você não poderíamos controlar o povo]

A MÁFIA VAI TREMER!

Eduardo Guimarães é um grão de areia num movimento que toma corpo em todo o mundo

por Luiz Carlos Azenha (http://viomundo.globo.com )

O que o leitor Eduardo Guimarães pretende fazer, no próximo sábado, 15 de setembro, às 10 da manhã, diante do prédio da Folha de S. Paulo, na Barão de Limeira, em São Paulo, pode parecer desmiolado.

Talvez seja, levando em conta que no Brasil os problemas são sempre “dos outros”.

Porém, como demonstra o cartaz acima, a campanha contra a manipulação da mídia corporativa é um fenômeno mundial.

Aqui em Washington, neste dia 15, acontece uma grande manifestação contra a ocupação americana do Iraque.

Muitos dos cartazes, com certeza, vão denunciar a Fox, emissora de Rupert Murdoch que foi co-autora da guerra.

Aos poucos, o patético comportamento da mídia americana, que reproduziu as mentiras oficiais antes da guerra, tem sido esmiuçado.

Estamos na idade da informação e qualquer um pode, hoje em dia, aqui nos Estados Unidos, ter acesso aos arquivos que registram as falsidades, as omissões e as falcatruas “jornalísticas”.

Por aqui já existem mais de 15 entidades – liberais, conservadoras e libertárias – dedicadas a monitorar e denunciar as distorções do noticiário.

É como se o Observatório da Imprensa decidisse, de repente, deixar de puxar o saco dos patrões.

É como se o Comunique-se passasse a representar o interesse do público e não meramente o dos jornalistas.

A globalização e a reforma neoliberal das instituições resultaram no “desmanche” do Estado.

No Brasil, esse processo começou no governo Collor e foi até o segundo mandato de FHC.

Funcionário público passou a ser sinônimo de marajá, de vagabundo.

O estado foi dilapidado.

As agências reguladoras, criadas depois da privatização, nunca tiveram dentes.

A concentração da mídia na mão de poucos e o interesse de algumas famílias combinado com o de grandes corporações resultaram na extinção do Jornalismo como serviço público.

Jornalismo=Entretenimento.

Esse é um fenômeno que aconteceu nos Estados Unidos, na Itália, na França…

A mídia passou a defender, acima de tudo, seus próprios interesses.

A mídia que manipula, distorce, omite e mente.

Que “seleciona” os assuntos que interessam a seus objetivos políticos e econômicos mais imediatos.

A acreditar nos comentaristas econômicos da TV Globo, por exemplo, o caos no Brasil é só uma questão de tempo.

Não importa que o crescimento do PIB tenha batido recorde.

Importa é “produzir” crises nos portos, nos aeroportos, no Congresso, no Judiciário, na democracia.

O poder de barganha da mídia corporativa cresce de maneira inversamente proporcional ao poder das instituições.

A mídia “forte” arranca concessões de governos federal, estaduais e municipais.

A atuação é mesmo parecida com a da máfia, que intimida juízes, deputados, jornalistas, delegados, quem quer que não reze pela mesma cartilha.

Essa mídia está engajada em “cortar impostos, enfraquecer conquistas trabalhistas, criminalizar quem pensa diferente, eliminar o contraditório”, enfim, precisa forjar um consenso que atenda, acima de tudo, àqueles que estão na ponta “saudável” da concentração de poder e renda.

Porém, há também um movimento mundial contra essa mídia.

Ele não é tão articulado quanto o das grandes corporações, que colocam a multiplicação de seus próprios lucros acima das pessoas, das sociedades e das nações.

Visto aí de São Paulo, talvez o Eduardo Guimarães pareça um grão de areia.

Mas aqui de longe dá para perceber que uma ventania empurra uma duna para cima dos que estão transformando o Jornalismo em uma palavra de baixo calão.

Participe do protesto, amanhã, 15.09, em frente do prédio da Folha de São Paulo, na Barão de Limeira, centro.

Roteiro:

10:00 hs. – Reunião em frente ao prédio da Folha de São Paulo, situado na Alameda Barão de Limeira nº 425, no bairro de Campos Elíseos – a estação de metrô mais próxima é a estação República. De lá, qualquer um informa onde fica a Barão de Limeira. Dá uns dez minutos de caminhada.

11:00 hs. – Se todos concordarem, direi algumas palavras e abrirei os “microfones” para cinco pessoas fazerem breves pronunciamentos. O teor dos pronunciamentos terão que ser informados antecipadamente para o e-mail [email protected]

12:00 hs. – Lerei o manifesto e pedirei a assinatura dos presentes que quiserem assiná-lo. Junto com o documento, serão entregues à portaria da Folha exemplares do jornal que vocês eventualmente levarem à manifestação.

Acompanhe o movimento:

http://edu.guim.blog.uol.com.br

(http://www.novae.inf.br/site/modules.php?name=Conteudo&pid=780)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    15 de abril de 2014 às 12h24

    .
    .
    A gravura acima

    é ‘Bárbara’,

    não é mesmo?
    .
    .

    Mário SF Alves

    17 de abril de 2014 às 12h22

    Realmente.

    Em plena era da Internet e da comunicação em tempo real, realmente, “Without The Corporation News, They Never Couldin’t Control The Peaple!”

Maria Izabel L Silva

15 de abril de 2014 às 12h16

A Globo recebe milhões do governo federal em publicidade. Mas se os blogueiros receberem alguma coisa, por mais irrisória que seja, serão acusados de estar sendo “financiados” pelo governo. Só a Globo pode ser “financiada” por verba federal. Ninguem mais. Extraordinario!!!

Responder

J Souza

15 de abril de 2014 às 11h55

E por falar nisso, tudo é possível, até a Dilma procurar os blogueiros “sujos” na véspera das eleições, depois de tê-los quase ignorado por mais de três anos…
O mesmo ela fez com o MST, com o qual agora o governo pretende aumentar o diálogo…
Preciso dizer mais alguma coisa sobre o governo Dilma?

Responder

    Jair de Souza

    15 de abril de 2014 às 12h32

    Vai procurar sua turma lá na Veja, amigo.

    João-PR

    15 de abril de 2014 às 14h09

    A sua argumentação é igual a de uma ostra (com todos respeito às ostras). Para de ser informar pela Veja e pelo Jornal Nacional, e também não leia nada, nem veja mais nada produzido pelo Olavo de Carvalho. Daí, quem sabe, você consegue sair da caverna da ignorância.

    Luís Carlos

    15 de abril de 2014 às 17h48

    Pode dizer muito mais, como por exemplo, o programa Mais Médicos que tem feito sucesso absoluto junto a população, ou ainda, sobre o pré-sal impulsionado pelo governo Dilma, motivo de tanta ira e desepero da oposição, para falar pouco… …mas é claro, quem é contra, mesmo me matéria que denuncia a pressão e vingatividade da Globo não dá uma palavra sequer sobre isso, mas tenta sempre “vender seu peixe” contra governo que ousou atacar interesses corporativos e mercadológicos de entidades médicas.


Deixe uma resposta para renato

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

Últimas matérias
Bernie Sanders: Se os Democratas quiserem vencer no futuro, terão de enfrentar os interesses de Wall Street, em guerra contra a classe trabalhadora dos EUA

Reconquistar a classe trabalhadora Se o partido Democrata quer evitar a perda de milhões de votos no futuro, ele deve ser firme e atender às famílias da classe trabalhadora dos EUA Por Bernie Sanders, em A Terra é redonda  80 milhões de americanos votaram em Joe Biden. Com estes votos contra a intolerância de Donald […]

Ler matéria