VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente
Denúncias

Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente


16/08/2013 - 13h31

Dinheiro do caso Alstom passou por conta ‘laranja’

15 de agosto de 2013 | 7h 41

BRUNO RIBEIRO, FAUSTO MACEDO E MARCELO GODOY

Agência Estado

A Polícia Federal (PF) detectou uma conta corrente chamada Orange Internacional no caminho de parte do dinheiro de supostas propinas pagas pela Alstom ao PSDB e ao governo de São Paulo.

Mantida por doleiros, ela foi operada por meio do MTB Bank de Nova York.

A PF encontrou a conta quando apurava quatro depósitos em 1998 que chegaram a US$ 1,44 milhão (valor atualizado).

A descrição da conta está nos depoimentos do lobista Romeu Pinto Junior, aos quais o jornal O Estado de S. Paulo teve acesso.

A mesma Orange International (Laranja Internacional, em português) já havia aparecido em investigações da Procuradoria da República em 2004 sobre remessas de divisas a um ex-diretor do Banco do Brasil do governo de Fernando Henrique Cardoso.

Além da Orange, a conta Kisser Investiment SA, no Bank Audi de Luxemburgo, teria abrigado remessas da Alstom.

Pinto Junior foi indiciado pela PF no caso. Ele disse que conhecia Robson Marinho, ex-secretário de governo de Mário Covas (1995-2001) e vice-presidente do Tribunal de Contas do Estado, e o vereador tucano e ex-secretário de Energia de São Paulo, Andrea Matarazzo, mas não os acusou de crime.

Matarazzo foi indiciado no caso. Inconformado, repudiou a acusação e disse desconhecer o lobista.

Seu advogado, o criminalista Antonio Claudio Mariz de Oliveira, pediu arquivamento do caso.

O Estado procurou o advogado de Marinho, Celso Vilardi, mas não o achou.

O Diretório Estadual do PSDB informou ser “revoltante” ser acusado com “base em argumentos vazios” e sem provas.

A Alstom não se manifestou na quarta-feira, 14.

À PF Pinto Junior revelou que as propinas eram chamadas de “compromisso”.

O lobista, que se declarou aposentado, afirmou que os executivos franceses Pierre Chazot e Phillipe Jafre lhe ordenavam que entregasse “pacotes de dinheiro” a pessoas que desconhecia.

Os pacotes eram levados por motoboys diretamente aos interessados.

Pinto Junior contou que era o procurador da offshore MCA Uruguay e disse que assinou os documentos para abrir contas bancárias da empresa no mesmo Bank Audi, em Luxemburgo, e no UBS, na Suíça.

Teria feito isso a pedido de Jafre e de Chazot. Jafre o teria aconselhado a assinar um contrato de consultoria com a Alstom.

Por meio dele, a Alstom repassaria 7,5% do valor do projeto Gisel, assinado pela empresa francesa com a então estatal paulista EPTE (ex-Eletropaulo).

Para fechar o acordo, a EPTE contratou sem licitação um crédito de R$ 140,6 milhões (valor atual) com o banco francês Société Générale. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

PS do Viomundo: Os títulos do Estadão em geral falam da propina como algo com vida própria, sem qualquer parentesco com o PSDB.

Leia também:

Propinoduto do Metrô teria irrigado lista de Furnas no governo FHC

Hamilton Pereira: Não é cartel de empresas, é corrupção do PSDB



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cartel fraudador: Deputados do PT pedem ao MP que investigue Serra por omissão - Viomundo - O que você não vê na mídia

24 de setembro de 2013 às 11h48

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

Cartel dá R$ 307 milhões de prejuízo à CPTM; Alckmin faz vista grossa - Viomundo - O que você não vê na mídia

11 de setembro de 2013 às 13h41

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

Governo Alckmin contrata por R$ 2,7 bilhões empresas envolvidas no propinoduto do tucanato - Viomundo - O que você não vê na mídia

26 de agosto de 2013 às 10h52

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

Saul Leblon: Quando o jornalismo promove assalto aos cofres públicos - Viomundo - O que você não vê na mídia

18 de agosto de 2013 às 18h35

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

População reconhece que mídia representa os donos e os que tem dinheiro - Viomundo - O que você não vê na mídia

17 de agosto de 2013 às 20h00

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

IstoÉ: Todos os homens do propinoduto paulista - Viomundo - O que você não vê na mídia

17 de agosto de 2013 às 12h28

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

Leandro Fortes: Marconi Perillo usa a Justiça de Goiás para calar a verdade - Viomundo - O que você não vê na mídia

17 de agosto de 2013 às 00h50

[…] Propina tucana frequentou conta laranja. Literalmente […]

Responder

Bonifa

16 de agosto de 2013 às 22h16

Até agora, a grande mídia vem conseguindo manter o grande público completamente ignorante do que está acontecendo de fato neste episódio das propinas recebidas por autoridades de seu partido preferido, o PSDB. Até parece que há uma estratégia discutida e posta em prática por outro cartel bem mais perigoso que cartel do metrô paulista, ou seja, o fantástico cartel da imprensa familiar de direita. O que o cartel familiar está querendo passar para oito milhões e meio de quilômetros quadrados, é que os governos do PSDB, durante mais de vinte anos, foram inocentes vítimas quando deixaram os recursos do povo serem mal-versados sem se darem conta disso. Eles não seriam cúmplices, mas apenas acreditaram que as gloriosas empresas capitalistas do primeiro mundo fossem honestíssimas e puríssimas. A mídia agora com seu cartel defensivo, vai conseguir conservar o povo a acreditar nessa super-empulhação destinada a débeis mentais?

Responder

Marat

16 de agosto de 2013 às 22h02

Azenha, todos conhecemos o modus-operandi do PIG, mesmo o PIG mais carola, mais rebuscado e conservador (no sentido lato) como o estadão… Todos sabemos também que se um bêbado ou um drogado afirmar que alguém do PT é ladrão, no dia seguinte isso será devidamente reverberado e amplificado na CBN, no Estadão, na Folha, no SBT, na BAND, na Veja (com cabresto), que vai conseguir até provas documentais do “fato”!!! Agora, quando algo ocorre contra o queridinho PSDB, ai o PIG pratica um jornalismo que busca exaustivamente todos (e mais alguns) detalhes, para não manchar reputações de seus, digamos, ídolos… É por essas e outras que os 50 tons de marrom do nosso PIG estão cada vez mais desbotados, ameaçados por ninjas!

Responder

carlos

16 de agosto de 2013 às 18h30

A ponta deste iciberg teria sido, um reporter investigativo chamado Amaury R. Jr. com a sua privataria tucana aonde ele relata que o caixa dois do PSDB, era operado através de offichoris. de parabens todos que fazem essa imprensa que tem compromisso com a verdade doa a quem doer.

Responder

Urbano

16 de agosto de 2013 às 18h16

A relação de desvio de conduta é tão grande, que seria de bom alvitre informar qual o crime não cometido pelos meliantes da oposição ao Brasil. Isso obviamente depois de uma longa e incessante pesquisa. Uma das últimas informações existentes é que existe um prefeitinho de meia pataca, que além de receber proventos como alcaide, também recebe do tribunal do faz de conta do Estado. E por ser do faz de contas, ele não trabalha. Mas recebe! Aqueles médicos pelo menos se davam ao trabalho de fazer um mise en scène para enganar a torcida de que trabalhavam. O boneco de ventríloquo nem isso.

Responder

    Urbano

    16 de agosto de 2013 às 18h21

    Por estar tão próximo de ‘existentes’, substituo o ‘existe’ por ‘há’.

Mardones

16 de agosto de 2013 às 16h03

Não se preocupe, pois o picolé de chuchu vai mandar averiguar quem bebeu do suco da laranja. k k k k

Responder

    Fabio

    16 de agosto de 2013 às 19h57

    Não, ele vai processar quem bebeu o suco.

Valente

16 de agosto de 2013 às 15h13

Cuidado motoboy!

Responder

Deixe uma resposta para Governo Alckmin contrata por R$ 2,7 bilhões empresas envolvidas no propinoduto do tucanato - Viomundo - O que você não vê na mídia

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!