VIOMUNDO

Diário da Resistência


Emanuel Cancella: PSDB joga na lama Supremo, Ministério Público, PGR e Polícia Federal
Denúncias

Emanuel Cancella: PSDB joga na lama Supremo, Ministério Público, PGR e Polícia Federal


01/03/2017 - 12h56

intocáveis da mídia

PSDB joga na lama STF, MPF, PGR e Polícia Federal

por Emanuel Cancella, em seu blog, 26/02/2017 

Estamos aguardando pronunciamentos de membros dessas instituições (STF, MPF, PGR, Policia Federal), pois a sociedade acredita que existe algo além da banda podre.

Na PF, o delegado Armando Coelho Neto tem sido um expoente contra o golpe.

O juiz Siro Darlan perdeu a Coordenação de uma Vara da Infância porque rejeitou e criticou o auxílio educação. Entretanto auferiu, credito, a sua dignidade!

A mídia, principalmente a Globo, tem sido o alicerce do golpe e protetora-mor dos tucanos.

Além de golpista, nossa mídia é corrupta, está na lista do Swissleaks, com contas no HSBC para lavagem de dinheiro.

Isso envolve empresas de comunicação, como Globo, Band, Folha, Grupo RBS, Rede Massa do “Ratinho”, Editora Abril, responsável pela revista Veja, entre outros.

O HSBC teve que vender seus bancos no Brasil e com esses corruptos nada aconteceu!

A partir daí, começamos a entender a blindagem da Lava Jato, chefiada pelo Juiz Sérgio Moro, aos tucanos.

Enganando o povo dizendo que querem acabar com a corrupção, na verdade, tudo faz parte de um complô para a entrega de nossas riquezas, principalmente o petróleo, aos americanos.

Complô esse formado pelo PSDB e mídia, com o conluio gritante de parte de nossas instituições.

Moro foi premiado pela Globo que, no governo de FHC, fez campanha pela privatização da Petrobrás. Moro é exaltado pelas principais revistas estadunidenses, Time e Fortune.

Moro convocou os procuradores americanos para investigar a Petrobrás; e ainda mandou os corruptos da empresa, presos, testemunhar contra a Petrobrás em tribunais estadunidenses, em detrimento do Brasil.

A Globo, que chamou os petroleiros de marajás e comparou a Petrobrás a um paquiderme, no governo de FHC, agora a Globo, em editorial, de dezembro de 2015 diz que: O Pré-sal pode ser patrimônio inútil.

Isso para desmoralizar nossas riquezas para facilitar sua entrega.

A Lava Jato, mesmo com todas as evidências da participação do governo de FHC na corrupção na Petrobrás, finge que não vê esse período.

Como também não investiga a gestão do tucano Pedro Parente na Petrobrás, apesar da realização da maior queima de ativos de petróleo do mundo, como a venda do campo de Carcará do pré-sal, sem licitação e a preço de um refrigerante o barril.

Indignado, como petroleiro, entrei com denúncia formal no MPF contra a omissão da Lava Jato na gestão de Pedro parente na Petrobrás.

Isso em novembro de 2016. E o MPF, além de não acatar a denúncia, ainda veio me atacando.

Isso porque, em dezembro do mesmo ano, o MPF me intimou, a pedido do juiz Sérgio Moro, alegando que eu teria praticado crime contra a honra do servidor público, no caso, do Moro.

E o bota-fora de bens públicos continua!

O importante é que a blindagem vergonhosa de nossas instituições aos tucanos chegou às ruas, no carnaval, e virou marchinhas. Conheça algumas delas:

Só tucano que não cai;

Não fique cutucano;

Marchinha gloupista.

Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 2017

Emanuel Cancella, OAB/RJ 75 300

Emanuel Cancella é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e autor do livro “A outra face de Sérgio Moro”

 Leia também:

Aragão: O golpe foi dado com uma facada nas costas bem planejada 







12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

joose carlos

03 de março de 2017 às 01h41

A mdiia enche o peito para informar que a Lava Jato já recuperou algo em torno de 2 bi, sem dizer que os delatores premiados, como Youssef, ficaram com a res futiva, além de faturarem milhões de reais para falar algo contra petê e seus aliados ao mesmo tempo em que poupam aliados da midia, o PSDB em especial. Como é possivel que a midia se dê tanto destaque a Lava Jato e esconda que sonegação na casa das centenas de bilhões de reais, heim

Em agosto de 2015 a Lava Jato já havia dado prejuizo de mais de 140 bi de reais ao pais

http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/08/impacto-da-lava-jato-no-pib-pode-passar-de-r-140-bilhoes-diz-estudo.html

Vale, Friboi, Itaú e outros devem R$ 426 bilhões para a Previdência Social

http://cartacampinas.com.br/2017/02/vale-friboi-itau-e-outros-devem-r-426-bilhoes-para-a-previdencia-social/

Responder

Elder Pacheco

02 de março de 2017 às 17h03

Alguns(as) Companheiros(as) leram o texto e me chamaram atenção em pontos a serem corrigidos, revisados e/ou alterados.
Revisão é sempre um desafio, quanto mais que a análise que ora apresento, foi escrito no “tapa” com rapidez e um certo açodamento em divulgá-la.
Mas os que o leram e me enviaram considerações contribuíram muito e agradeço a atenção.
Algumas palavras também serão explicadas no rodapé.
Cordialmente,
Elder Pacheco

O GOLPE E AS MÍDIAS SOCIAIS
As perspectivas que se avizinham para a Nação brasileira não são nada acalentadoras pós-golpe de estado com a derrubada da Presidenta Dilma, impetrado pela mídia golpista capitaneada pelas organizações globogoebells(1), pelo Congresso e pelo Judiciário.
A bem da verdade, o momento agora é somente um prelúdio do real massacre que está por vir, sincronizado com mobilizações de uma parcela abertamente anti-comunista (e para ela tudo que é contestatório ao status quo é vermelho, mesmo o mais moderado), burgueses antinacionalistas, setores da classe média, grupos abertamente de direita, religiosos fundamentalistas, lumpéns recrutados, etc.
O início das conspirações para a derrubada da frágil Democracia conquistada nas duras jornadas de lutas do final dos anos 70 e 80, que culminaram na Constituição de 88 se deram mesmo com o surgimento de um vigoroso movimento em todas as esferas da sociedade civil.
Era necessário conter aquelas rebeliões e suas lideranças emergentes. Lula foi e é ainda o expoente máximo daquele fenômeno.
E foi nele e nas lideranças que despontavam, que se concentrou todos os ataques midiáticos, parlamentar e judicial naquele momento.
Não conseguindo derrotá-lo, foi-se modificando os cenários.
Em 89 contra Lula, a globogoebells impõe um plaiboy herdeiro de uma das oligarquias tradicionais para enfrentá-lo. Manipula ao máximo o pleito, levando-o a subir a rampa do Planalto para em seguida derrubá-lo em 1992. Collor foi cria da globo e por ela despachado.
Seu vice Itamar assume a Presidência e indica seu Ministro da Fazenda que derrota Lula 2 vêzes: 1993 e 1998. Fernando Henrique Cardoso quase quebra o Brasil, criando um clima de quase convulsão social.
Lula o derrota num pleito que beirava a uma guerra por parte dos tucanos/demos/PIG – Partido da Imprensa Golpista/Judiciário.
Bem, pulemos as conquistas de todos e todas brasileiras que sentiram na pele, as mudanças profundas que alteraram o padrão de vida de milhões de cidadãos e cidadãs aos longo dos três mandatos de Lula/Dilma.
Mas é aí que se aprofunda a sanha golpista.Estas latentes modificações no cenário nacional, fizeram com que o país atingisse o quase pleno emprego, conquistas sociais e trabalhistas com um proletariado forte e um surgimento de segmentos das classes C e D que tiveram o padrão de vida visivelmente ampliado e que incomodaram a parte mais conservadora da burguesia que via nesse processo a redução de seus ganhos, uma vez que uma economia forte significa a redução de sua taxa de lucros.
A outra fase do golpe, meticulosamente preparado passo a passo foi a orquestração da ruptura política das alianças com o PT e PCdoB, artíficies desta nova realidade no seio das massas.
O perigo se deu exatamente nestas alianças sem critérios, desprovidas de princípíos, um deslumbramento legalista, um apego apenas aos tapetes verdes das casas legislativas, dos executivos e das barras dos tribunais.
Paulatinamente, estes partidos foram se distanciando dos movimentos sociais, sem lhes dar mais sustentações ideológicas na sua formação e se esquecendo que estamos numa sociedade de classes.
De outro lado, a burocratização das entidades de representação, a acomodação frente “as soluções do alto’, a conciliação entre adversários (e até inimigos declarados) e o apego desmedido pelos microfones do parlamento e as “conferências” (muitas inóquas), desmontou o vigor das massas em reagir às perdas de direitos.
Houve também uma revoada de lideranças para a burocracia estatal (desde os municípios até o governo federal) e para os parlamentos idem.
Por outro lado, não se formaram novos quadros que superassem os “velhos” que pudessem preparar táticas de lutas num cenário totalmente diferente das décadas passadas com o surgimento de modernas linguagens e frente às novas ferramentas das tecnologias surgidas nestes períodos.
Infelizmente, apesar da importância das redes sociais e sua influência, elas quase substituem as mobilizações diretas.
Há também outro agravante, que diz respeito a nós, das mídias sociais.
Os governos “populares” não souberam e/ou não quiseram lidar com nossa comunicação direta com as comunidades, empenhando-se mais em dar a importância à midia comercial (que também é uma concessão pública) e nela investindo rios de verbas do erário.
À frente do Ministério das Comunicações, representantes do PIG eram nomeados com a mais ingênua concepção de que estes iriam dar sustentação ao governo de coalizão que viria se esfacelar com a ruptura ocorrida com o Impeachment.
A legislação sobre as mídias sociais prevê recursos LEGAIS para este tipo de comunicadores(as) mas nos deram as costas. Não poucas vêzes fomos de mãos espalmadas porque não tínhamos nem para comprar o pires e voltávamos com as bolsas cheias de promessas nunca cumpridas.
Enquanto isto, o golpe se consolidava. Não queremos aqui dizer que nossas ações estancariam o golpe. Mas os e as milhares de militantes com seus equipamentos país afora seriam uma trincheira a mais neste processo de unificação dos movimentos sociais e de alertas à sociedade numa luta contra-hegemônica combinada com a reação popular que foi, digamos, muito pontuais e pouco eficazes em conter a sanha golpista.
No momento, é grave o avanço da direita e da extrema-direita, abertamente estimuladas pelo PIG. O atentado que vitimou o Ministro Teori (com todas as ressalvas que possamos ter sobre o mesmo à frente do STF) foi para eliminar um possível arquivo com informações altamente explosivas.
Dona Marisa Lula da Silva, sob pressão 24 horas também não aguentou.
Com a nomeação do neo-mussolini (2) para o STF, a tendência é o agravamento do golpe, podendo até ocorrer cenários mais agudos como mais prisões de lideranças (e alguns implicados dentre eles mesmos, como fizeram com o Cunha para tentar aplacar a ira do povo) e uma possivel prisão de Lula e senão for, a cassação de seus direitos.
Citando uma frase de um grande analista político do antigo Jornal do Brasil, apesar de os quartéis estarem a postos (e intervindo em conflitos prisionais, revoltas, morros, etc. num processo de treinamento prático), não esqueçamos o que ele vaticinou nos idos dos anos 80, mês de fevereiro, quando havia uma tensão social latente e o regime militar se viu ameaçado com uma possível greve geral em 1983 pós fevereiro de carnaval: “Calam-se os tamborins e ouve-se agora, o ruflar dos tambores nas casernas.” (Carlos Castelo Branco).
Ele se referia ao clima de tensão existente nos meios militares nas Forças Armadas.
As reformas ora empreendidas sem pudor, estão levando o país a uma de suas mais profundas crises. Além disto, as reações à popularidade de Lula e sua permanência em primeiro lugar em todas as pesquisas, tem levado a burguesia a traçar outras táticas para barrá-lo.
Lembremos a fábula do sapo e o escorpião. Quando este artrópode pediu ao anfíbio para atravessá-lo até a outra margem do rio, no que o nadador retruca: mas corro o risco de ser picado por você… Você está louco? Se eu te picar também afogarei.
Vejam: O Escorpião e o Sapo é uma fábula sobre um escorpião que pede a um sapo que o leve através de um rio. O sapo tem medo de ser picado durante a viagem, mas o escorpião argumenta que se picar o sapo, o sapo iria afundar e o escorpião iria se afogar. O sapo concorda e começa a carregar o escorpião, mas no meio do caminho, o escorpião, de fato, ferroa o sapo, condenando ambos. Quando perguntado por que o escorpião havia picado, o escorpião responde: que esta é a sua natureza e que nada poderia ser feito para mudar o destino.
Só que neste caso não é só um escorpião que está nas costas do sapo na travessia do rio. São vários e muitas picadas que ainda não conseguiram envenenar o “sapo barbudo”, no dizer de Brizola, porque ele ainda tem grande parcela do povo como antídoto. Mas o efeito pode passar sem uma ampla mobilização de rua. E se não tiver um revigoramento nos movimentos sociais para impedir o aprofundamento do golpe, Lula pode não conseguir atravessar o rio golpista e nem mesmo o rubicão (3) em 2018.
A nós, comunicadores(as) sociais temos que cerrar fileira nesta resistência, alertando aos demais movimentos sociais a gravidade que o país e o povo brasileiro passa.
Os grupos de extrema direita estão em guarda, enquanto as esquerdas continuam com brigas fratricidas e sem unidade.
E é esta Unidade de todas as forças populares que temos que atingir, com urgência.

Elder Pacheco – Rádio Brasil/FM – BH
Militante da CTB/MG.
Bello Horizonte, 08 de fevereiro de 2017
(1) Globogoebells é uma referência da ação desta emissora (que lidera o PIG) numa junção entre o ministro de propaganda nazista da Alemanha, Josef Goebbels.
(2) Benito Mussolini fundador do fascismo na Itália.
(3) Rubicão: rio italiano alvo de disputas militares durante o período dos exércitos romanos.

Responder

Cesar Struve

02 de março de 2017 às 15h48

Blogs de Noticias Politicas,devem acordar cedo,ler o PIG e nos manter informados já com opiniões antes dos Jornais e revistas chegarem nas bancas.
Leio diariamente 6 blogs e alguns preguiçosamente deixam de renovar as pautas.
É comum revermos noticias velhas. enchendo

Responder

Cesar Struve

02 de março de 2017 às 15h39

Incrivel como o Blog do Mainard
(Antagonista )domina os primeiros espaços no Google.
Ou vocês estão substimando (o que não é bom,ou falta um Jazz nos blogs anti Golpe.
Quem sabe vocês se afinam e assumem este espaço com todos os Blogs (chamados sujos).

Responder

Jader Oliver

02 de março de 2017 às 14h10

Até quando a maçonaria vai colocar o pais de joelhos?

Responder

FrancoAtirador

02 de março de 2017 às 12h38

.
.
Escola Unidos da Tijuca
é como PSDB: Nunca Cai.
Têm Patrocinador de Peso.

http://redetvwebmais.com/site/?p=28968
https://twitter.com/EmbaixadaEUA/status/835274389469954049
.
.

Responder

Pedro

02 de março de 2017 às 10h12

Errado ! O PSDB apenas mostrou a lama em que STF, MPF, PGR e PF já habitavam.
Talvez a unica coisa boa que saia dessa entrega desavergonhada de tudo que poderia vir a ser uma nação seja mostrar que neste local chamado Brasil, todas instituições corporativas já são putrefatas.
Fossemos uma classe média que tivesse um pingo de vergonha na cara, autoestima, decência, etc., essa corja já estaria toda apodrecendo na cadeia ou fuzilada. Todos, em excessões.

Responder

Jose F ernandes

01 de março de 2017 às 23h02

Se um dia meu coração for consultado para saber se estou errado, será difícil negar ,meu coração tem mania de amor de Brasil, de Pátria ,e Amor não é fácil de achar…as marcas dos meu desenganos ficou ,ficou, só o Amor pode apagar….. ….
O Samba trazendo alvorada ,meu coração palpitou………..
não posso definir aquele azul ,verde amarelo e branco da nossa terra, não era do céu não era do Mar…foi um rio que passou em nossas vidas, e nos deixou levar……

Se um dia
Meu coração for consultado
Para saber se andou errado
Será difícil negar
Meu coração tem manias de amor
Amor não é fácil de achar
A marca dos meus desenganos
Ficou, ficou
Só um amor pode apagar
A marca dos meus desenganos
Ficou, ficou
Só um amor pode apagar
Porém, ai porém
Há um caso diferente
Que marcou um breve tempo
Meu coração para sempre
Era dia de Carnaval
Carregava uma tristeza
Não pensava em novo amor
Quando alguém que não me
Lembro anunciou
Portela, Portela.
O samba trazendo alvorada
Meu coração conquistou
Ai, minha Portela
Quando vi…

Responder

lulipe

01 de março de 2017 às 19h14

É melhor JAIR se acostumando. O mito vem aí…

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

01 de março de 2017 às 14h22

A Groubo só esconde a realidade dos coxinhas, cuja única fonte de informação é o BDB (Bom Dia Babacas) e o JN (Jornal Nulidade). O Brasil “pensante” não assiste esses lixos midiáticos.

Responder

José Fernandes

01 de março de 2017 às 13h19

Meus caros a privataria tucana,blindou esse caras até o ano 2030, além de boa parte do MP,boa parte da P.F, do S.T.F,e principalmente o M. P

Responder

Deixe uma resposta para Jose F ernandes

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding