VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Dilma entrega o ouro para Shell, Chevron, Exxon, BP…


05/05/2013 - 20h47

A 11ª Rodada é um retrocesso para o Brasil!

Por João Antônio de Moraes, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP)

Os movimentos sociais brasileiros novamente saem às ruas para defender o nosso petróleo da garra das multinacionais.

Nos próximos dias 14 e 15 de maio, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o Ministério de Minas e Energia (MME) pretendem ofertar ao capital privado áreas exploratórias importantíssimas do nosso subsolo.

Um ataque à soberania nacional, já que o petróleo é o mais estratégico recurso energético do planeta.

Um bem precioso, que tem sido alvo de disputas econômicas e de guerras imperialistas, que subjugam povos em várias partes do mundo.

A 11ª Rodada de Licitações é, portanto, um grande retrocesso para o Brasil, que, desde 2008 havia suspendido os leilões de petróleo, após muita luta e pressão dos movimentos sociais.

Ao retomar essa agenda, o governo brasileiro, equivocadamente, atende aos anseios das multinacionais, ávidas por abocanhar nossas valiosas reservas de óleo e gás.

Não é à toa que 64 corporações se habilitaram para disputar os 289 blocos que serão licitados pela ANP e pelo MME. Uma participação recorde, sem precedentes no país.

Mesmo fora do pré-sal, as áreas que serão leiloadas são consideradas bastante promissoras.

O maior tesouro que o governo brasileiro pretende entregar às multinacionais se encontra nas águas profundas das bacias do Pará-Maranhão e do Foz do Amazonas.

Nessa região, há perspectivas de grandes jazidas de petróleo, que, segundo a própria ANP, podem chegar a 30 bilhões de barris. Ou seja, o dobro das reservas provadas pela Petrobrás, em seus 59 anos de existência.

É a chamada Margem Equatorial, uma nova fronteira produtora que tem similaridades com a costa da África, onde as multinacionais já lotearam e exploram grandes reservas de petróleo, enquanto o povo passa fome.

Esse é um dos grandes atrativos da 11ª Rodada, que contará com a participação das gigantes multinacionais do setor, como Shell, Chevron, Exxon, BP, Total, Statoil, Repsol/Sinopec, entre outras.

A Petrobrás, que até então, fazia um importante contraponto nos leilões de petróleo, provavelmente terá dificuldades em disputar os principais blocos, já que se encontra em uma situação financeira delicada.

Ou seja, com a redução da participação do Estado no setor, corremos o risco de uma desnacionalização acentuada, o que certamente aumentará a exploração predatória de um recurso finito e escasso no mundo inteiro.

Desde o primeiro leilão de petróleo realizado no Brasil, em 1999, mais de 75 empresas privadas foram beneficiadas pela desregulamentação que o governo tucano impôs ao quebrar o monopólio da Petrobrás.

Metade dessas empresas são multinacionais que atuam no país, terceirizando as atividades, precarizando as condições de trabalho e expondo trabalhadores, comunidades e o meio ambiente a riscos constantes.

Mais do que nunca, temos que ampliar e fortalecer a luta pela retomada do monopólio estatal do petróleo, através de uma Petrobrás 100% pública e com controle social.

Essa é uma disputa contínua, que só se faz com o povo organizado.

Foi assim no final dos anos 40 e início dos 50, com a campanha “O petróleo é nosso”, que resultou na criação da Petrobrás, e mais recentemente, em 2009 e em 2010, quando garantimos uma legislação específica para o pré-sal.

A FUP e seus sindicatos não medirão esforços para mobilizar os trabalhadores e a sociedade em defesa da soberania nacional.

Seja nas ruas, nos locais de trabalho, nas escolas e universidades, nos parlamentos e gabinetes ministeriais, seguimos firmes, protagonizando essa luta histórica, que é razão da nossa existência.

Leia também:

Paulo Metri: Brasil capitula diante das multinacionais



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Fatima Lacerda: E Dilma, quem diria, agora vai entregar o pré-sal - Viomundo - O que você não vê na mídia

27 de maio de 2013 às 21h47

[…] João Antônio de Moraes: Dilma entrega o ouro para Chevron, BP, Shell… […]

Responder

SEBASTIAO ROBERTO DE OLIVEIRA

15 de maio de 2013 às 01h26

Em tudo tem que se analisar a politica, quem vai bancar as campanhas bilionarias de eleicoes, esta eh a resposta de um governo com uma visao nao privatista e que a faz mesmo assim. Pois o povo vota pela patria. mas sem o money nada funciona nem os ideiais.
Veja um simples caso no jornal: fechamento de UTI devido ao pagamento insignificante pelos procedimentos e tratamento do SUS.
entendendo o assunto: Deveria fechar toda a saude do Brasil, pois o SUS eh vergonhoso e nao tem como nenhum governante ser honesto, pois assim fecharia toda a saude e entao eles superfaturam para fechar a conta. Este eh um problema em que ser honesto na verdade eh ser ladrao. Entao os psicopatas vivem dessa logica louca e roubam nosso pais sem parar.
se o dinheiro vem do bndes porque nao ajudar a petrobras
Os bastidores sujos da politica, como a biblia diz o mundo jaz no maligno.

Responder

A carta dos movimentos sociais a Dilma sobre o leilão do petróleo - Viomundo - O que você não vê na mídia

14 de maio de 2013 às 15h31

[…] Dilma entrega o ouro para Shell, Chevron, Exxon, BP… […]

Responder

Contra leilão do petróleo, movimentos ocupam Ministério de Minas - Viomundo - O que você não vê na mídia

13 de maio de 2013 às 16h41

[…] Dilma entrega o ouro para Shell, Chevron, Exxon, BP… […]

Responder

Aristides Bartolomeu Novaes

11 de maio de 2013 às 13h04

É este o objetivo maior de tanta propaganda nos meios de comunicação dando conta de que, o meio ambiente, se resume a corte de árvores, desmatamentos e coisa e tal. Na realidade, as empresas multinacionais conhecem muito bem a riqueza da Amazônia, tanto no que se refere ao petróleo, já comprovado, como diversos outros minerais escondidos na imensidão das referidas terras.
Não é à toa que estas ongs, pagas pelo governo americano, fazem tanto barulho em se tratando do meio-ambiente. São oportunistas travestidos de ecológicos, e que não tem nada de verde…
As terras indígenas, outra balela em termos de tamanho, se enquadra na mesma situação, mas se fecham os olhos para o problema. Vamos acabar com o complexo de vira-latas!
Em tempo: Já se viu ongs brigando em referência à caatinga já destruída?
Cuidado com a Chevron, Shell e outras que querem tirar a nossa riqueza.
O tucanato que o diga!

Responder

Rafael

08 de maio de 2013 às 00h38

Tudo muito coerente o texto, mas esse trecho fiquei com dúvidas:”A Petrobrás, que até então, fazia um importante contraponto nos leilões de petróleo, provavelmente terá dificuldades em disputar os principais blocos, já que se encontra em uma situação financeira delicada.” não pode criticar a postura da imprensa e usar os argumentos dela. Que situação delicada é essa???

Responder

João Cesar

07 de maio de 2013 às 19h11

Gostaria de ver este blog comentar o fato de Dilma ter convidado o vice de Alckmin para integrar o seu ministério…

Responder

Antonio Carlos - Brasilia

07 de maio de 2013 às 19h11

A questão não é o leilão propriamente dito, isto é, permitir às multis explorarem nosso petróleo. O problema é COMO serão repartidos esses lucros. Por exemplo, uma multi aqui, qualquer setor, não tem o mesmo tratamento que na China, mas ela vai pra China. É lógico, vai lucrar também, vai marcar posição no mercado. Lógico também pode-se decidir, politicamente, em ceder ou não ceder às multis, mesmo que pouco. Mas cedendo, aí temos que saber COMO serão esses acordos.

Responder

Marcelo Gaúcho

07 de maio de 2013 às 14h36

64 corporações disputam licitações do nosso petróleo.

hmmm… esse número me lembra uma data.

Responder

Bernardino

07 de maio de 2013 às 10h33

SR WENDEL,li suas ponderaçoes,porem seguirei firme com minhas convicçoes historicas,sociologicas,visuais e praticas,ate segunda ordem de minha CONSCIENCIA por um pouco de VIVENCIA que adquiri!!!
SAUDAÇOES!!!

Responder

Murilo

07 de maio de 2013 às 10h26

Coincidentemente, no México, país que dispõe de um grande potencial energético estribado nas jazidas de petróleo existentes em seu sub solo, ocorre também o assalto das multinacionais. Se prestarem atenção, concluir-se-á que, o petróleo em seus territórios-sede, já está ou extinto ou, em vias de extinção, o que os faz o prospectarem em países do terceiro mundo, com o acumpliciamento de seus governantes.

Responder

Eugenia

06 de maio de 2013 às 20h21

É de doer na alma. Eita Brasil de gente mau. sai governo, entra governo e as nossas riquezas na corda bamba.

Responder

guilherme

06 de maio de 2013 às 19h50

Estou estupefafo com a Da. Dilma. Fala que não tem dinheiro para modernizar aeroportos, concede os aeroportos a privada e o BNDES financia a modernização. Sera que estou ficando louco ou é isso. Agora vem os leilões do petróleo. Privatização que ela foi “radicalmente” contra, nos debates da campanha eleitoral. Estamos sendo tratados como palhaços. Nos enfiando mais essa goela abaixo. Como dizia o saudoso Brizola, no PT tem muita gente que cacareja na esquerda mais bota sempre seus ovos na direita.

Responder

Urbano

06 de maio de 2013 às 14h39

O que me deixa injuriado com o Governo Dilma são fatos desse quilate… E nem se lembram do que a chevron fez recentemente, e conosco mesmo. Aí tem aquela coisa que diz: quando a gente se rodeia de auxiliares meio incompetentes ou o maior é a gente mesmo ou é a gana de dominar. Porque…

Responder

Roberto Locatelli

06 de maio de 2013 às 13h30

No mesmo sentido vai a política agrícola do governo Dilma, entregando o ouro ao agronegócio.

Azenha e Conceição, sugiro essa matéria para o VioMundo:

Agronegócio fracassou e Reforma Agrária se faz necessária, afirma ex-relator da ONU – http://www.mst.org.br/Agronegocio-fracassou-e-Reforma-Agraria-se-faz-necessaria-afirma-ex-relator-da-FAO

Abraço!

Responder

wendel

06 de maio de 2013 às 13h20

Sr. Bernardino;
Concordo parcialmente com sua crítica sobre a atuação das esquerdas, mas discordo totalmente sobre as demais análises.
Temos nossas deficiências, como povo, e principalmente sobre cultura e educação política, mas ser radical, omo mostra seu comentário, de nada adianta, pelo contrário, somente atrapalha.
Se queremos um país justo, bem governado, culto, e politicamente consciente, temos que dar nossa contrapartida, e não esperar que os governantes façam tudo!
Denegrir o país, seu povo, por erros de governos, em nada ajuda, e enumerar erros de nossos antepassados e destilar veneno, só mostra uma postura inoportuna de revolta que pode ser contra-producente.
Esta tática, é por demais conhecida, e os oportunistas e aproveitadores sempre a usaram e se você não sabe, pesquise!
“Dividir para governar”.
Finalizando diria, faça-nos um favor: não se deixe instrumentalizar-se!

Responder

Lula: "Não aceitava levantar de manhã, ligar a TV e ficar contaminado" - Viomundo - O que você não vê na mídia

06 de maio de 2013 às 11h20

[…] Dilma entrega o ouro para Chevron, BP, Exxon… […]

Responder

mineiro

06 de maio de 2013 às 10h53

pres.dilma traidoraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,covarde , voce esta traindo o pvo brasileiro , esta entregando o nosso patrimonio nas maos da burguesia golpista e tambem para os eua. desde o começo ela ja estava pendendo para o lado da direita , foi so ganhar a eleiçao . ela usou a nos ,os movimentos sociais ,e todo mundo que a ajudou. so para ganhar as eleiçoes . depois o que ela fez? se aliou a direita e esta vendendo o pais. traiou ou nao traiu ? é a fhc de saias . infelizmente é a dura verdade , nos votamos numa fhc de saia e num partido covarde o pt.

Responder

Bernardino

06 de maio de 2013 às 10h38

Semana passada DDILMA,mentirosa contumaz,dissse em uma solenidade que o dinheiro dos royaltes deveria ir pra EDUCAÇAO pura demagogia esta tentando desviar a atençao desse imoral Leilao que vai surrupiar nossas riquezas estrategicas para o futuro do País.

Eu ja falei aqui nossas ESQUERDAS sao as mais corruptas e COVARDES do continente,Aqui SOCialista é de direita,comunista defende o agronecio e desvia dinheiro das ONGS,caso do PC do Bolso.Nao foi à toa que a ditadura durou 20 anos porque a resitencia foi pouca,ao contrario da Argentina so durou 5 anos e Kichner,grande presidente,vingou todos colocando os milicos na cadeia,os hermanos sao politizados tem ate premios nobéis e deu um PAPA.
Fazer o quê?É o determinismo da cultura Portuguesa : COrrupta,covarde e Antipatriota.Exemplos o VELHOTE SALAZAR passou 40 anos no poder no Lixao portugues da Europa,toda europa democratica,fugiram das colonias na Africa quando Cuba mandou 30 mil soldados em 1975 eu lembro bem!!
E A declaraçao de independencia daqui! o Vilao e ridiculos PEDRO I vinha da casa da AMANTE em Santos a tal da Domitilia e no Ipiranga puxou a espada e disse independencia ou morte!! A briga do filho contra o PAI sem derramar uma gota de sangue.Esse é o BRASIL!!
Nosso povo é frouxo so briga por Garrafa de cachaça,papelote de cocaina e TIME de Futebol,os exemplos sao inumeros!!!!!

Responder

Valmont

06 de maio de 2013 às 09h42

O Governo Dilma deve explicações à sociedade ou, pelo menos, aos seus eleitores, porque o seu partido apresentou uma proposta clara na eleição, no que tange à exploração do petróleo, e hoje está traindo o compromisso assumido diante do povo brasileiro.

Responder

    Falando pra pobre

    06 de maio de 2013 às 12h38

    Apoiado Valmont.

J Souza

06 de maio de 2013 às 08h59

Esse assunto foi muito discutido na eleição presidencial de 2010. Pensei que a privatização tivesse sido derrotada naquele debate… Pelo visto, me enganei. Ou me enganaram…

Responder

Mardones

06 de maio de 2013 às 08h50

Brizola era totalmente contra esses leilões, mas o PT esqueceu o significado da palavra soberia em troca de vitórias eleitorais que não trazem mudanças estruturais. E nesse caso, sede a pressões num campo em que poderia avançar e muito no quesito planejamento e soberia.

Responder

Pimon

06 de maio de 2013 às 01h46

“A Petrobrás, que até então, fazia um importante contraponto nos leilões de petróleo, provavelmente terá dificuldades em disputar os principais blocos, já que se encontra em uma situação financeira delicada.”

Ridículo, inoportuno, pernóstico.

Esse é o objetivo do VIOMUNDO?

Responder

    Willian

    06 de maio de 2013 às 08h12

    Você gostaria que Viomundo censurasse a frase?

    Antonio Sousa

    07 de maio de 2013 às 02h57

    Caro Pimon, o Viomundo é um espaço de debates.
    O autor do texto João Antonio de Moraes é coordenador da federação que reune 14 sindicatos de petroleiros do país.
    Pode crer que todas as informações contidas no texto são conferidas antes que este seja entregue ao Viomundo para publicação.
    Infelizmente todas as informção são corretas, e o próprio Moraes, na qualidade de defensor histórico dos interesses da categoria petroleira, que se confundem com os interesses de toda a sociedade, não se vangloria da exatidão dessas informações.
    Esse é um debate que precisa ser travado nos fóruns qualificados, como é este espaço.
    Os trabalhadores da indústria do petróleo apoiaram e apoiam a presidente Dilma em todas as ações que nos permitiram sair do atoleiro em que o ex presidente FHC nos deixou. Mas não contemporizam com nenhuma medida que venha a ressuscitar os fantasmas da política de terra arrasada e de entrega do patrimônio público ao capital internacional, como aconteceu até 2002.
    Outro aspecto é que realmente a Petrobras não está financeiramente em seu melhor momento.
    Essa guinada à direita do atual governo é o que de fato nos preocupa.
    Não é preciso repetir que controlar a produção de energia é questão estratégica para qualquer nação.
    Daí que os movimentos sociais precisam mobilizar-se para trazer o governo Dilma de volta ao eixo das mudanças que efetivamente trarão bem estar à sociedade.

    Um abraço,
    Alves

    Murilo

    07 de maio de 2013 às 10h20

    O próprio Ministro Lobão, recentemente declarou que, a Pegtrobrás, teria participação discreta, ou seja, as nossas riquezas devem ser doadas às multinacionais que, como verdadeiras nuvens de gafanhotos, visitam nossos verdes campos…

Globo e Corinthians: Quem ganhou com a implosão do grupo dos 13 - Viomundo - O que você não vê na mídia

06 de maio de 2013 às 00h17

[…] Dilma entrega o ouro para Shell, Chevron, Exxon… […]

Responder

Catharina Uzzun

05 de maio de 2013 às 23h58

Faltou a matéria informar onde serão as manifestações para que possamos participar. Todos devemos participar. Devemos ir a Brasília e mostrar que O PETRÓLEO É NOSSO.

Responder

Fabio Passos

05 de maio de 2013 às 23h37

Votei em Dilma com esperanca de que ela estancaria a roubalheira de nossas riquezas pelos interesses imperialistas.
O governo Dilma esta promovendo a roubalheira privata com estes leiloes.

A renda do petroleo deveria servir para financiar a educacao e saude do povo… mas vamos entregar uma riqueza fabulosa aos abutres!

Como pode manter estes leiloes?

Responder

    Luis

    06 de maio de 2013 às 10h46

    Concordo. Isso que está relatado, pra min é uma abominação, um pesadelo mesmo.


Deixe uma resposta para SEBASTIAO ROBERTO DE OLIVEIRA

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!