VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Augusto Nunes agride Glenn Greenwald, desonra a profissão por vassalagem à Lava Jato; solidariedades e nota da Jovem Pan
Covardia total
Denúncias

Augusto Nunes agride Glenn Greenwald, desonra a profissão por vassalagem à Lava Jato; solidariedades e nota da Jovem Pan


07/11/2019 - 16h08

por Conceição Lemes

O jornalista Augusto Nunes mostrou hoje, na prática, que não honra a nossa profissão e por que é apoiador do governo Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Covardemente, por vassalagem à Lava Jato, agrediu o jornalista Glenn Greenwald, do Intercept Brasil, durante a sua participação no Programa Pânico, da Jovem Pan, como mostra o vídeo acima.

Glenn aceitou participar do programa sem saber que Augusto estaria com ele no ar.

Só soube quando chegou. Mesmo assim ficou.

O programa começou.

Glenn lembrou que Nunes usou os filhos dele e do deputado federal David Miranda (Psol-RJ) para criticá-lo.

Augusto disse que tinha feito apenas um comentário “bem- humorado”.

Glenn rebateu. Disse que Augusto era “covarde covarde”.

Augusto partiu para a agressão física. 

Mas é fundamental assistir aos momentos que antecederam à agressão.

Gregório Duvivier, no twitter, e o cartunista Pxeira, num meme, sintetizam o que aconteceu.

PARLAMENTARES E POLÍTICOS TAMBÉM SE SOLIDARIZAM

“Toda solidariedade ao jornalista  atacado por um jornalista que não faz jornalismo. A emissora deve desculpas a Glenn e uma resposta enérgica à agressão contra um entrevistado. A violência é a arma dos covardes”. Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidenta do PT

“Esse é o jornalismo de Augusto Nunes? De expor os filhos de Glenn? De agredi-lo fisicamente durante uma entrevista? Vergonha”. Jandira Feghali, deputada federal (PCdoB-RJ) e líder da Minoria na Câmara

“Augusto Nunes é um boçal, violento e covarde. Depois da canalhice de usar os filhos de @ggreenwald e @davidmirandario para atacá-los, agora esse esse COVARDE agrediu Glenn no ar. Lamentável o Pânico na Jovem Pan querer se promover com provocações baixas e atos de violência”. Marcelo Freixo, deputado federal (Psol-RJ)

“Como não acompanho esse tipo há anos, desde que ele trabalhava no meu Estado, não havia visto a barbaridade. Minha solidariedade”. Manuela D’Ávila, jornalista e candidata pelo PCdoB à vice-presidenta na chapa com Haddad na eleição de 2018

“Todo apoio a @ggreenwald contra a violência praticada por esse bandido chamado Augusto Nunes!” Ciro Gomes, candidato do PDT à presidência da República em 2018.

Abaixo, um texto do deputado federal Rogério Correia (PT-RJ) sobre a barbárie.

POR QUE AUGUSTO NUNES AGREDIU GLENN

por Rogério Correia, via whatsapp

Sim, porque ele é covarde. Sim, porque não conseguiria responder, com argumentos, à acusação de “covarde” feita pelo colega jornalista. Isso tudo é verdade. Mas é mais do que isso.

O ex-jornalista Augusto Nunes partiu para a violência porque viveu, naqueles parcos segundos ao lado de Glenn Greenwald, um dos piores momentos de sua vida. Incapaz de lidar com isso, apelou.

Ali estava, ao seu lado, Glenn Greenwald, jornalista, gay, pai de dois filhos com o companheiro David Miranda, prêmios Pulitzer e Oscar no currículo, um dos profissionais mais conhecidos em todo o mundo. É claro que Augusto Nunes sabia estar diante de um monstro sagrado da profissão que ele, Augusto, exercia até há pouco (mal e porcamente, mas, vá lá, exercia).

E quem era o Augusto Nunes ali sentado no programa Pânico Jovem Pan?

É óbvio que ele tem consciência tratar-se de um mercenário das palavras, alguém que vendeu a credibilidade, o bem mais precioso para um jornalista, por um punhado de celebridade nas redes sociais.

Sabe que defender o governo protofascista de plantão é tarefa pesada.

Sabe que não goza da admiração de nenhum jornalista que possa honrar o nome.

Sabe que virou um fanfarrão que vive apenas de “lacração” em Twitter, Facebook, Youtube, Instagram e semelhantes, admirado apenas por zumbis e semianalfabetos políticos…

Augusto Nunes sabia e sabe que é, ou se tornou, um simulacro humano. Naqueles raros segundos ao lado de Glenn, não suportou tamanha humilhação.

Até porque, sim, Augusto Nunes é um covarde.

O Viomundo assim como seus leitores se somam à solidariedade a Glenn

NOTA DO GRUPO JOVEN PAN

A Jovem Pan lamenta o episódio ocorrido ao vivo no programa Pânico desta quinta-feira (7) entre os jornalistas Augusto Nunes e Glenn Greenwald.

Defensora vigilante dos princípios democráticos, do pluralismo de ideias e da liberdade de expressão, a Jovem Pan sempre abriu suas portas para convidados de diferentes campos ideológicos e com opiniões dissonantes, para que cada brasileiro forme seu juízo tendo acesso a visões variadas sobre os temas mais relevantes do momento.

Uma das principais marcas do Pânico é receber personalidades para o debate aberto e franco, bem-humorado e eventualmente ácido. Glenn Greenwald já participou da bancada em diversas outras oportunidades.

A liberdade de expressão e crítica concedida pela Jovem Pan a seus comentaristas e convidados, contudo, não se estende a nenhum tipo de ofensa e agressão. A empresa repudia com veemência esses comportamentos.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

08 de novembro de 2019 às 20h25

“A agressão à Glenn Grenwald é o mais próximo
que Augusto Nunes vai chegar de um Pulitzer”

Paulo Teixeira
Deputado Federal (PT=SP)
https://twitter.com/pauloteixeira13/status/1192557871466192896

Responder

Quem

08 de novembro de 2019 às 19h04

Pânico? Deveriam mudar o nome do programa para “penico”. Seria mais apropriado, dado o nível dos organizadores.

Responder

Giovanne Olivar

08 de novembro de 2019 às 12h05

Augusto Nunes serve pra definir miséria humana, deve estar se regozijando junto aos lambedores de coturnos que viram através dele a materialização da forma de resolver as diferenças, quando escassa o argumento , os desprovidos de moral têm este recurso utilizado por este ser desprezível.

Responder

Gersier

08 de novembro de 2019 às 11h28

Eu não tenho sangue de barata, bichinho que morro de nojo. O sabujo e covardão antunes aí, é um verme que ainda vai encontrar quem lhe dará o retorno dessa agressão covarde. Esse FDP como não tem argumentos, parte pra baixaria. O que é dele está guardado, podem acreditar.

Responder

Paulo Roberto Machado

08 de novembro de 2019 às 11h10

Covarde é pouco pra definir um filho da puta como Augusto Nunes, é um medíocre, um zé ninguém, um escroto, um capacho dos mais repugnantes.

Responder

Celso Junqueira

08 de novembro de 2019 às 08h28

Por que a preocupação do fascista Nunes com os filhos do casal? Tantos casais têm filhos e os dois trabalham…
Deve ser inveja, pois Nunes sabe que jamais será um Greenwald.

Responder

Marys

07 de novembro de 2019 às 23h43

O jornalismo brasileiro hoje desceu mais um degrau em direção ao porão do fascismo!
Asco é tudo o que de pode sentir quando se vê a atitude nefasta de um homem que se diz jornalista acabar perdendo a compostura ao desferir
socos e tapas depois de agredir moral e fisicamente um convidado, o premiado e reconhecido jornalista internacional da importância de Glenn Greenwald.
Augusto Nunes apenas soma à sua biografia de escroque mais um capítulo de agressão, agora física, a um desafeto politico e colega de profissão.
Já Glenn Greenwald passará à história do jornalismo como ganhador de prêmio Pulitzer que denunciou espionagem contra o governo brasileiro, irregularidades da Operação Lava Jato e realizou inúmeras reportagens de denúncias contra direitos humanos e de minorias, e que, em pleno fascismo Bolsonariano, teve coragem de ir dar entrevistas a jornalistas de direita e foi agredido fisicamente por um fascista e pseudo jornalista brasileiro enquanto, como entrevistado, tentava lhe ensinar ética profissional , pois o anfitrião entrevistador extrapolou os seus limites éticos e atingiu a família do entrevistado moralmente com insinuações jocosas, sendo por isso um COVARDE, já que, o assunto em debate era outro e não a família do entrevistado.
Medo? inveja? covardia !???
Lamentável !

Responder

Marys

07 de novembro de 2019 às 23h36

O jornalismo brasileiro hoje desceu mais um degrau em direção ao porão do fascismo!
Asco é tudo o que de pode sentir quando se vê a atitude nefasta de um homem que se diz jornalista acabar perdendo a compostura ao desferir
socos e tapas depois de agredir moral e fisicamente um premiado e reconhecido jornalista internacional da importância de Glenn Greenwald.
Augusto Nunes apenas soma à sua biografia de escroque mais um capítulo de agressão, agora física, a um desafeto politico e colega de profissão.
Já Glenn Greenwald passará à história do jornalismo como ganhador de prêmio Pulitzer que denunciou espionagem contra o governo brasileiro, irregularidades da Operação Lava Jato e realizou inúmeras reportagens de denúncias contra direitos humanos e de minorias, e que, em pleno fascismo Bolsonariano, teve coragem de ir dar entrevistas a jornalistas de direita e foi agredido fisicamente por um fascista e pseudo jornalista brasileiro enquanto, como jornalista entrevistado, tentava lhe ensinar ética profissional , pois o anfitrião entrevistador extrapolou os seus limites éticos e atingiu a família do entrevistado moralmente, sendo por isso um COVARDE, já que, o assunto em debate era outro e não a família do entrevistado.
Medo? inveja? covardia !???
Lamentável !

Responder

Jardel

07 de novembro de 2019 às 17h53

Recomento ao grande jornalista Gleen, que não mais participe desse tipo de programa repleto de pessoas irresponsáveis, sensacionalistas, fanáticas e intelectualmente desonestas. Trata-se de ambiente BAIXO.
Um “jovem” clã, na verdade.

Responder

Jus Ad Rem

07 de novembro de 2019 às 17h45

Esse velhaco, farsante que se passa por “jornalista” Augusto Nunes, além de se sujeitar a ser um lacaio de milicianos, desta vez ultrapassou todos os limites da dignidade humana.
Desceu à categoria dos animais irracionais. Como um cão que, em situações de muito stress, pratica a coprofagia, indiferente, e no caso específico do velhaco, em desrespeito a todos os presentes no mesmo ambiente.
Resumindo: um cachorro nojento.

Responder

Zé Maria

07 de novembro de 2019 às 17h32

| 24/3/2019 | Reportagem: Edson Sardinha | Congresso em Foco |

O deputado fluminense David Miranda (PSOL=RJ) e o jornalista norte-americano
radicado no Brasil Glenn Greenwald estão juntos há 14 anos.
Desde a última sexta-feira (22), os dois são oficialmente pais de duas crianças,
de 11 e 9 anos de idade, adotadas em Maceió.
Os garotos vivem com o casal no Rio desde novembro de 2017, mas
somente agora, após o cumprimento de uma série de exigências
e de período de observação, o processo de adoção foi concluído.

https://congressoemfoco.uol.com.br/direitos-humanos/deputado-que-substitui-jean-wyllys-comemora-com-o-marido-a-adocao-de-duas-criancas-lgbts-tambem-podem-ser-pais/

Responder

    Zé Maria

    07 de novembro de 2019 às 18h46

    https://twitter.com/i/status/1192477334303059968

    Num Ato Covarde Injustificável, o Fascista Raivoso Augusto Nunes
    agrediu fisicamente o Jornalista Glenn Greenwald com um soco
    no rosto, ao vivo na Rádio Joven Pan, um Antro da Canalhice.
    Se as Empresas de Comunicação, para as quais o Crápula trabalha,
    não adotarem providências para, no mínimo, suspendê-lo, serão
    cúmplices da Agressão Irracional desse Assassino de Reputações.
    https://twitter.com/i/status/1192507839186702337

    “Augusto Nunes prova que é covarde.
    E cafajeste.
    Com imagem ja cortada, mas audio vazando,
    deixou escapar: ‘sou covarde, mas voce é que
    apanhou na cara’.
    Minha solidariedade a @ggreenwald
    E minha repulsa ao bolsonarista Nunes e à JP,
    que armou cilada: isso é jornalismo jagunço!”
    Jornalista Rodrigo Vianna
    https://twitter.com/rvianna/status/1192475094242775040

    “Ao atacar os filhos do jornalista @ggreenwald
    [Augusto Nunes] entrou para o time da escória
    do jornalismo. É, sim, um covarde.
    Ao tentar vencer a discussão com um tapa,
    ele se mostrou um desqualificado.
    Jornalistas sérios só usam as mãos para escrever”
    Jornalista Gilberto Dimenstein
    https://twitter.com/GDimenstein/status/1192494004270710786

    Em setembro deste ano, Nunes disse que um juiz de menores
    deveria investigar Glenn Greenwald e David Miranda, para então
    decidir sobre a perda da guarda dos os dois filhos do casal, que,
    segundo Augusto Nunes, deveriam voltar para o abrigo de
    menores, em Maceió, Alagoas – onde foram adotados por
    Greenwald e Miranda – acusando o casal LGBT de negligência
    e abandono de incapaz.

    “A coisa mais nojenta que vi na minha vida”,
    disse o Jornalista Glenn Greenwald.

Maurício

07 de novembro de 2019 às 17h18

Augusto Nunes deu, ao vivo, a prova mais cabal de que Glenn disse a verdade. Fez questão de demonstrar na prática…

Responder

Zé Maria

07 de novembro de 2019 às 17h15

“Sobre Augusto Nunes e o apoio do movimento Bolsonarista
ao uso da violência na política.
Violência no debate político é a mentalidade fascista
e muito perigoso pra democracia”
Jornalista Glenn Greenwald, Editor do The Intercept,
que teve a Coragem de desmascarar uma Quadrilha
infiltrada no MPF e no Judiciário em Curitiba, Paraná.
https://twitter.com/ggreenwald/status/1192507839186702337

https://twitter.com/i/status/1192517043695890432
@ggreenwald responde agressão covarde que foi vítima hoje (07/11)
no programa Pânico na Jovem Pan por Augusto Nunes.
https://twitter.com/mariadorosario/status/1192517043695890432

“É preciso repudiar o comportamento covarde do jornalista
Augusto Nunes no [Programa] Pânico [da Rádio Joven Pan].
A violência é um comportamento típico dos desafeitos
ao convívio democrático.
Minha solidariedade ao jornalista @ggreenwald e sua família.”
https://twitter.com/MarinaSilva/status/1192525583995035648

Responder

Zé Maria

07 de novembro de 2019 às 16h58

“A violência física e o ataque baixo envolvendo crianças
JAMAIS devem substituir o debate sério de ideias.
Meu repúdio à atitude do jornalista Augusto Nunes,
que agrediu um colega, Glenn Greenwald, durante entrevista.
Ao @ggreenwald, minha solidariedade.”
Alessandro Molon (PSB=RJ)
Líder da Oposição na Câmara Federal

Responder

    Zé Maria

    07 de novembro de 2019 às 18h52

    “alguém abrir a boca pra falar da criação que meus filhos recebem
    e ainda ter a PACHORRA de arregar dizendo que foi ‘brincadeira’
    ser chamado de covarde foi pouco.
    A esse verme só resta partir pra agressão física mesmo.”
    #augustonunescovarde
    Joanna Maranhão, Atleta Brasileira
    https://twitter.com/Jujuca1987/status/1192483550932733952

Zé Maria

07 de novembro de 2019 às 16h45

“Augusto Nunes era o limpador do saco
do [cavalo] do ditador figueiredo.
subiu na ‘carreira’ pisando em colegas.
terminou como um verme.”
José de Abreu, Ator Brasileiro
https://twitter.com/zehdeabreu/status/1192494069412454400

Responder

Dilamar Rodrigues dos Santos

07 de novembro de 2019 às 16h11

Ora o Nunes só confirmou o que o Greenwald disse. E o Augusto Nunes é tão covarde que se refugia no último recurso dos covardes que é a agressão fisica. Não foi homem nem para confirmar o que disse na época. E agora era brincadeirinha? Vai te catar !

Responder

Deixe uma resposta para Jardel

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.