VIOMUNDO

Diário da Resistência


Sobre Privilégios
Amor Nos Tempos de Cólera 24/10/2017 - 10h11

Sobre Privilégios


Por Marco Aurélio Mello

por Marco Aurélio Mello

Trata-se de uma corrida.

Alunos universitários estão perfilados no gramado.

O treinador tem uma nota de cem nas mãos e diz: vocês vão correr por estes cem, mas antes preciso fazer algumas afirmações:

— Quem aqui cresceu com o pai em casa? Dê dois passos para frente.

— Quem aqui nunca teve que se preocupar com a refeição do dia seguinte? Dê dois passos para frente.

— Quem aqui estudou em escola particular? Dê dois passos para frente.

— Quem aqui nunca precisou ajudar em casa? Dê dois passos para frente.

— Quem aqui nunca se preocupou em ficar sem créditos no celular? Dê dois passos para frente.

Agora quero que quem está na frente olhe para atrás.

Repare que nenhuma pergunta que ele fez diz respeito à iniciativa individual, decisão, escolha ou mérito.

São vantagens, privilégios, algo que já veio com eles, uma herança.

Quem tem mais chance de vencer a corrida?

Quem está na frente, claro.

Isso não quer dizer que quem ficou lá atrás não precisa correr, ou não pode vencer.

Mas vai ser mais difícil, concorda?

Todos têm oportunidade, mas uns levam mais vantagem que os outros.

Reconhecer isso é o primeiro passo para a gente fazer diferente, olhando para os que têm menos.

A vida é assim, uma corrida, na qual os vencedores não são melhores necessariamente.

Justiça é quando reconhecemos a desigualdade de condições e igualamos as oportunidades.

Serve para negros e brancos, mulheres e homens, pobres e ricos.

Se você identificou nessa narrativa um vídeo que viralizou na internet há duas semanas, bingo!

Veio de lá a ideia de falar sobre o assunto.

O vídeo termina com uma frase atribuída ao arcebispo anglicano Desmond Tutu, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1984 por sua luta contra o Apartheid na África do Sul.

“Se você é neutro numa situação de injustiça, você escolheu um lado: o do opressor.”

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edgar Rocha

25 de outubro de 2017 às 13h02

É verdade. Ele se esqueceu de perguntar quem é negro ou índio. Se tivesse perguntado, não precisava fazer as outras perguntas. Já estariam lááá atrás.
Ô, Leandro, você é de onde? Tá se fazendo de bobo ou é genial, mesmo, feito o Frota?

Responder

Leandro

24 de outubro de 2017 às 18h10

Interessante…
Qual dessas perguntas ai entra na seleção para cotas mesmo?

Responder

Deixe uma resposta para Edgar Rocha

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.