VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Casara lança livro em que mostra como o neoliberalismo minou as estruturas do Estado Democrático de Direito

21 de setembro de 2017 às 13h10

Da Editora Civilização Brasileira

“Estado pós-democrático — neo-obscurantismo e gestão dos indesejáveis” é o primeiro livro brasileiro que analisa como a estrutura do neoliberalismo atua nas instituições que deveriam assegurar o jogo democrático.

Este é um livro essencial, que submete a realidade brasileira a uma crítica rigorosa e esclarece de que maneira a população e as agências estatais, com especial destaque para o Poder Judiciário, acabam sendo manipuladas para o benefício de um pequeno e privilegiado grupo.

Em “Estado Pós-Democrático”, Rubens R R Casara levanta a hipótese de que a lógica neoliberal minou as estruturas do Estado Democrático de Direito.

Em favor do lucro, do mercado e da circulação do capital financeiro, desapareceriam os limites ao exercício do poder e à onipotência das elites.

Os impactos dessa mudança são sentidos não apenas no campo jurídico, mas também na sociedade, que, progressivamente, passa a naturalizar a opressão e o afastamento dos direitos fundamentais.

Segundo Marcia Tiburi: “É a partir da premissa do ‘falso caráter extraordinário do momento’ que Rubens Casara, autor deste livro mais do que necessário à compreensão de nossa época, nos chama a pensar sobre o sentido da própria democracia nas condições do mercado, substituto da noção de vida no contexto da razão neoliberal.”

O autor
Rubens R R Casara é Doutor em Direito, Mestre em Ciências Penais, Juiz de Direito do TJ/RJ, Coordenador de Processo Penal da EMERJ, Professor da Passagens – Escola de Filosofia e membro da Associação Juízes para a Democracia. É autor de Mitologia Processual Penal (Saraiva, 2015) e de Processo Penal do Espetáculo – Ensaios sobre o poder penal, a dogmática e o autoritarismo na sociedade brasileira (Empório do Direito, 2015), além de escrever na Coluna Contracorrentes do Portal Justificando.

13 - dez 1

Ao vivo: Audiência pública debate abuso de autoridade e medidas coercitivas

Entre os participantes, Eugênio Aragão, Deborah Duprat, Enio Streck e reitor Emmanuel Tourinho

 

Nenhum Comentário escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deixe uma resposta