VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Altamiro Borges: Pelo bem do jornalismo, IstoÉ deve servir-se do veneno que instila contra Lula e morrer

13 de novembro de 2017 às 05h51

Caco Alzugaray na cerimônia do Prêmio Brasileiros  do Ano 2016, promovido pela revista IstoÉ. Crédito: Felipe Gabriel/AGência IstoÉ

‘IstoÉ’ deve morrer. Pelo bem do jornalismo 

por Altamiro Borges, em seu blog

A revista IstoÉ – também conhecida nos meios jornalísticos como “QuantoÉ” devido às práticas mercenárias dos seus donos – perdeu qualquer compostura e agora decidiu incitar abertamente o crime.

Na cavalgada golpista pelo impeachment de Dilma Rousseff, ela foi uma das mais histéricas com suas capas terroristas e suas “reporcagens” babando ódio.

Após o assalto ao poder pela quadrilha de Michel Temer, ela virou um veículo chapa-branca, bajulando o usurpador – o que lhe rendeu um aumento de mais de 1.300% nas verbas publicitárias.

Concretizado o golpe dos corruptos, ela hoje concentra a sua artilharia contra o ex-presidente Lula, temendo o seu retorno ao governo e o fim das maracutaias que tentam salvar a falida e decrépita revista da extinção.

Na edição desta semana, o colunista Mario Vitor Rodrigues, que mais se parece com um jagunço, publicou o texto intitulado “Lula deve morrer”.

Uma provocação deste tipo, que atenta abertamente contra a vida e a democracia, só poderia ser obrada e publicada com o consentimento expresso dos donos da “QuantoÉ”.

 O artigo com seu título homicida não sairia sem o aval dos chefões que bancam o salário do jovem puxa-saco.

Entre outras barbaridades, o pseudojornalista rosna:

“Pelo bem do país, Lula deve morrer. Eis uma verdade incontestável. Digo, se Luiz Inácio ainda é encarado por boa parte da sociedade como o prócer a ser seguido, se continua sendo capaz de liderar pesquisas e inspirar militantes Brasil afora, então Lula precisa morrer”.

Em outro trecho, Mario Vitor Rodrigues – guarde bem o nome do criminoso – ainda afirma que o ex-presidente.

“não passa de um arrivista que levou a vida esgueirando-se dos desafios para pinçar oportunidades, o mito, para alcançar seus objetivos, ainda é capaz de sapatear em cima de qualquer um. Até mesmo a memória da falecida esposa”.
Após estes e outros absurdos, ele até tenta relativizar seu desejo macabro, afirmando que Lula deve “sucumbir politicamente”.

Mas ele teme as urnas. Tanto que deposita as suas esperanças na midiática Operação Lava-Jato, sonhando com a impugnação da candidatura petista.

O texto é repugnante, uma típica peça fascistoide. Mas o título poderia servir à própria revista. “IstoÉ deve morrer. Ela faz muito mal ao jornalismo!”

Diante de mais esta barbaridade, a executiva nacional do PT divulgou neste domingo (12) uma nota contundente.

Vale conferir e cobrar as devidas providências jurídicas:

Revista incita o crime

A revista IstoÉ ultrapassou todos os limites da venalidade e do jornalismo marrom que pratica, ao publicar, esta semana, artigo intitulado “Lula deve morrer”. O conteúdo do artigo é mais do mesmo lixo propagandístico contra o ex-presidente Lula – calunioso, mentiroso e difamatório – que esta revista habitualmente publica. O título, porém, é tipicamente uma incitação ao crime, conforme previsto no artigo 286 do Código Penal Brasileiro. A Justiça será acionada para medidas cabíveis contra o medíocre autor do artigo e contra a revista que lhe deu guarida no ato criminoso. Este episódio demonstra até que ponto setores da direita e das elites estão dispostos a chegar para impedir o retorno de Lula à presidência da República pelo voto do povo brasileiro.

Direção Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores

Leia também:

O lamento pela perda de Moniz Bandeira, que tanto nos ensinou sobre o imperialismo

 

11 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Domingos

15/11/2017 - 14h48

Um jornalista desses só pode ter comprado o diploma. Deveria no minimo responder um processo se aqui fosse um pais onde houvesse justiça.
Irresponsavel, incompetente e mau carater.

Responder

abelardo

13/11/2017 - 18h47

Imagino que a revista (sic) fez uma declaracão de guerra para o Lula e para o destino. Como pode caber tanta estupidez em pouco espaço? Como pode achar que se banhará impunemente nas imunidades do corporativismo e das coligações golpistas? Os crimes e os gravíssimos desvarios da revista (sic) traduzem o extremo desespero pela chegada de seu fim e, talvez, pela vergonhá que se tornou.

Responder

abelardo

13/11/2017 - 18h39

Imagino que a revista (sic) fez uma declaracão de guerra para o Lula e para o destino. Como pode caber tanta estupidez em pouco espaço? Como pode achar que se banhará impunemente nas imunidades do corporativismo e das coligações golpistas? Os crimes e os gravíssimos desvarios da revista (sic)

Responder

Eder Oliveira

13/11/2017 - 17h59

ATÉ PARECE QUE LULA É O PRESIDENTE

Alex Solnik: jornalista. Já atuou em publicações como Jornal da Tarde, Istoé, Senhor, Careta, Interview e Manchete. É autor de treze livros, dentre os quais “Porque não deu certo”, “O Cofre do Adhemar”, “A guerra do apagão” e “O domador de sonhos”

Lula recebeu pauladas à esquerda e à direita por perdoar os golpistas e não descartar alianças do PT em 2018 nem mesmo com o PMDB em alguns estados, como Alagoas (Renan Calheiros) e Ceará (Eunício Oliveira).E outros mais, quem sabe.
Mais uma vez ele está certo.
É o maior líder do país, trabalha em favor da aglutinação e não do isolamento.
Perdoar os algozes, num tempo em que o ódio prevalece é um gesto de grandeza, mas vira pretexto para apedrejá-lo. Mas é normal.
Não passa um dia sem que a imprensa dê alguma notícia sobre Lula.
Nada se fala acerca de Temer – porque não há mais nada a dizer a seu respeito.
Quem dá bola para um presidente 3%?
Mas de Lula se fala não todo dia, mas toda hora.
Desde que o último ibope projetou a sua liderança folgada à frente de todos os prováveis concorrentes, seus adversários entraram em parafuso.
Também estão preocupados com os comentários de que não haverá tempo para a condenação em segunda instância antes das eleições.
Oportunistas, tentam encontrar fórmulas para derrotá-lo.
O primeiro a se movimentar foi Doria que agora pretende liderar uma frente do que ele chama de centro, mas é, na verdade, a direita mais atrasada, de preferência em torno do seu nome.
Outra estratégia é carimbar Lula como extrema-esquerda, uma loucura porque não se pode nem dizer que ele fez um governo de esquerda nem que seja unanimidade na esquerda atualmente.
E muito menos na extrema-esquerda.
O PSOL não perde oportunidade para engrossar o coro dos críticos a Lula e continua à procura de um candidato – para citar apenas um exemplo.
A Rede, que faz oposição à esquerda a Temer não vai de Lula, vai de Marina.
O PDT já esteve com Lula, agora curte Ciro Gomes.
Parem de dizer que Lula é o candidato da esquerda, porque não é; É FAKE NEWS.
Lula é o candidato da maioria da população.
Lula está tão presente no noticiário que até parece que o presidente do Brasil é ele.

Responder

RONALD

13/11/2017 - 17h49

A direita câncervadora realmente está se superando. Não conseguem( ou não querem) mais esconder seus planos mais ocultos da “casa grande capataz”.

Mas Lula é amado pelo povo e será vitorioso em 2018 !!!!

Responder

Luiz (o outro)

13/11/2017 - 12h34

“medíocre autor do artigo”? A direção do PT foi educada demais com esse imbecil. O cara é um monte de fezes ambulante, vamos dar o verdadeiro nome às coisas.

Responder

Eduardo

13/11/2017 - 10h29

Já processei a “Isto é” e ganhei. Dei todo dinheiro que a justiça mandou pagar ao advogado que patrocinou a açåo. Não queria dinheiro, queria sómente provar que a revista foi desonestissima . E a justiça os condenou por danos pessoais morais.Nesse caso do Lula, acho gravíssima a atitude do sujeito que escreveu tamanha porcaria! Quanto à revista, já é pública a longo tempo a sua linha de produzir merdas e publicar e vender porcarias! Dinheiro traz felicidade quando é resultado do trabalho e de produtos que fazem o bem, que priorizam o ser humano, obtido num processo decente, ético. A informação correta, imparcial e decente é um serviço público que pouquissimos na mídia brasileira são competentes e éticos para fornecer!

Responder

Julio Silveira

13/11/2017 - 10h02

É esse o tipo de sociedade que esse tipo de revista quer construir, sociedade assassina, bandoleira, do tipo que retira um adversario da frente com sua morte. Não é a toa que o Brasil em pleno seculo XXI ainda se pauta por ações e métodos do inicio do seculo XIX. Também com esse tipo de indutor cultural.

Responder

Jair

13/11/2017 - 08h57

Imagino que não seja somente a “QuantoÉ” quem financiou o “artigo”. Imagino que o jornalista deve estar levando muito mais “por fora”.

Responder

Mark Twain

13/11/2017 - 08h48

“Arrivista”

Afê!

Parece Dom Pedro II falando. Só faltou dizer “Aventureiro”.

Responder

    Couto

    13/11/2017 - 20h11

    D. Pedro não diria uma barbaridade dessas. Esse cara excedeu o máximo da irresponsabilidade. Já pensaram incitar um assassinato num clima de ódio que atingiu grande parte da população, graças aos grandes veículos de comunicação? A justiça deve ser acionada o quanto antes.

Deixe uma resposta