VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

25 de julho, debate: A mulher negra, o mercado de trabalho e a política

22 de julho de 2012 às 22h39

enviado por e-mail por Patrícia Fornitani

22 - ago 0

STF julga nesta quarta a ilegalidade da MP do Ensino Médio

Ministros do Supremo, amigos ou inimigos da Educação?

22 - ago 0

Ao vivo: Acompanhe o debate na Câmara sobre a revisão da política de atenção básica

Na Comissão de Seguridade Social da Câmara dos Deputados

 

4 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Suzana

24/07/2012 - 21h37

Gente desculpem pela minha ignorância, mas gostaria de saber quem criou essa data internacional.

Quem criou e onde foi criado esse dia?? eu não sabia.

Responder

Azuir Ferreira Tavares Filho

23/07/2012 - 17h41

Azuir Disse:
São José do Santo Operário. São José das Mulheres Negras Guerreiras na luta por um Mundo de Igualdade e Justiça Social. São José qual Palmares, com o Povo de Pinheirinho sacrificado, Humilhado e Crucificado numa História de Puro Heroismo do Povo Brasileiro.
São José Querido do Pinheirinho, jamais esqueceremos e sempre exaltaremos nos seus gritos por Justiça de os mansos herdarem a terra.
Terra de Deus.

Pinheirinho é sonho sonhado, o sonho de Teto e Pão.
Tem vivo o Contestado, Canudos e o Santo Caldeirão.
Nada esta abandonado, vendo tem Deus Pai Verdadeiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Do alto acompanhando estão, tudo esta sendo medido.
Serão Justiçados Na Eleição, o Maldito esta perdido.
São do tipo Atazanado, do vil e do infame arengueiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

PINHEIRINHO ABENÇOADO,
RESSURGE EM CADA BRASILEIRO.

Houve muita quebradeira, o fero poder não refrescou.
Uma História Brasileira, que São Paulo protagonizou
Daquele povo esmagado, nos toca um amor verdadeiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

O Governo não foi Humanista, foi desumano e cruel.
O Famoso PSDB Paulista, a muitos anos neste papel.
Um Governo desumano danado, é covardão por inteiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Do Massacre em São José, sem nada foram em frente
Aquele Povo tem forte Fé, dá fé no coração da gente.
No ferro e fogo martirizados, ainda no amor altaneiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Ali naquela Covardia, desrespeitaram a nossa Nação
Feriram nossa Soberania, e mostrou-se não ser irmão.
Jesus Cristo foi crucificado, num crime tão traiçoeiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Remanescentes da Escravidão, Gente da Ditadura.
Fizeram a Privatização, e toda a maldade perdura
O Povo foi desrespeitado, por criminoso desordeiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.
.
Do Espírito de Tiradentes, Aimbere, Anita e Zumbi.
Comunidade de valentes, os monstros fizeram destruir.
Com o nosso povo massacrado, há o amor verdadeiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Crime igual sempre se viu, é o Cristo sendo crucificado.
Isso acontece no nosso Brasil, do opressor amaldiçoado
É perdido e condenado, O Brasil avança Companheiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Ficou a grande Lição, é Ceilândia e Mundo a ressurgir.
É Deus Pai dando benção, é O Povo irmão a se Unir.
Pra sempre será lembrado, um povo herói sobranceiro.
Pinheirinho Abençoado, Ressurge Em Cada Brasileiro.

Azuir Filho e Turmas de Amigos: do Social da Unicamp, Campinas, SP, de Rocha Miranda, Rio de Janeiro, RJ e de Mosqueiro, Belém, do Pará.

Responder

Jotace

23/07/2012 - 16h30

PARABÉNS!

Desculpem-me todos por estar fora de pauta, mas não posso deixar de comentar a excelente a matéria sobre a África do Sul e seu setor viti-vinícola [Economia pós-apartheid (23)]. A repórter Aline Midlei excedeu-se em seus próprios méritos e simplesmente deu uma aula completa de como fazer uma maravilhosa reportagem, de fácil entendimento para todos, apesar do tema complicado. Roteiro, fotografia, produção, e edição, tudo muito especial também! Como agrônomo ‘não-conformista’ com todos os ensinamentos tradicionais, pude olhar de mais uma janela o grande mistério das plantas, como a maturação das uvas ao som de músicas especiais… Congratulações a toda a equipe! Jotace

Responder

Jotace

23/07/2012 - 15h17

Deveras importante tal debate em boa hora promovido pelo PT em S. José dos Campos. Temos, todos os brasileiros, uma enorme dívida social com os descendentes dos africanos escravizados pelas oligarquias das potências européias, particularmente as de Portugal. Apesar de sempre ouvirmos o contrário, o certo é que o racismo ainda é grande no país e especialmente voltado aos negros e muito especialmente às suas mulheres que tanto têm contribuído para a grandeza do país. É a hora de se discutir e recolher sugestões para uma grande campanha no sentido de se fazer, de fato, o resgate da dívida social que temos e que se eleva ao longo do tempo. Jotace

Responder

Deixe uma resposta