VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Izaías Almada: Vamos às ruas dia 31 para lutar pelo que é nosso

29 de março de 2016 às 22h37

Captura de Tela 2016-03-25 às 04.12.43

A hora e a a vez da nossa soberania

por Izaías Almada, especial para o Viomundo

Inimaginável que no décimo sexto ano do século XXI possa o Brasil, na democracia que vem tentando construir a duras penas, se deixar dominar pela mentira, pelo ódio, pela irresponsabilidade e queira retornar ao leito fétido de um regime policialesco, cujo principal interesse é eliminar um governo eleito democraticamente pela maioria do povo e colocar em seu lugar um bando de facínoras que, na pior das hipóteses, querem entregar nossa maior riqueza – o petróleo – para grupos estrangeiros.

Os conspiradores, sob a luz dos holofotes midiáticos mais torpes já produzidos no Brasil republicano e protegidos por um pequeno (em todos os sentidos) grupo de políticos, juízes e policiais que se colocam acima das leis, já não escondem de ninguém há algum tempo suas intenções, tornando-as públicas, com a certeza de que irão constituir um governo de “salvação nacional”, essa falácia que sempre foi utilizada quando um governo de cariz mais popular e legitimamente eleito elege os desfavorecidos como centro de suas políticas sociais.

Ainda é tempo de barrar a insânia e as intenções golpistas, salpicadas aqui e ali por ações e discursos fascitoides, mas nem por isso menos preocupantes para o nosso futuro político.

Defender a democracia brasileira e impedir o retrocesso é um imperativo de todo e qualquer brasileiro, independente de sua opção partidária ou ideológica, e ir para as ruas e mostrar que o Brasil não deve se curvar aos interesses de uma minoria.

A audácia e a irresponsabilidade de alguns arruaceiros institucionais estão a oferecer ao país a grande oportunidade de se tornar verdadeiramente democrático e soberano. Não podemos deixar passar essa oportunidade em branco, com o prejuízo de regredirmos histórica e politicamente perante o mundo.

Democrático por ver a maioria de sua população lutando pela manutenção do estado de direito e pelo respeito à constituição.

Soberano por impedir que oportunistas e defensores de um programa neoliberal, esfacelem a economia de vez e vendam no mercado das almas as nossas imensas riquezas naturais.

Vamos às ruas lutar pelo que é nosso:

– pela manutenção do regime democrático;

– pela livre manifestação do pensamento;

– pela verdadeira liberdade de imprensa;

– pela defesa do pré-sal;

– pela manutenção e incremento da indústria brasileira;

– pelo incremento da indústria de defesa, com a modernização e independência das nossas Forças Armadas;

– pela manutenção e ampliação das políticas sociais;

– por ainda melhor qualidade de ensino;

– pela melhoria do atendimento médico e hospitalar;

– por salários mais dignos;

– pelo direito dos trabalhadores da cidade e do campo;

– pela aplicação serena e imparcial da justiça.

Às ruas no dia 31/03 e em todos os dias subsequentes que se fizerem necessários até que tenhamos obtido a nossa independência e soberania como nação!

O Brasil não pode ser julgado pelos verdadeiros corruptos, mas precisa julgá-los com a lei e o direito de defesa que querem negar aos seus adversários.

Leia também:

Caranguejo arma golpe contra o Conselho de Ética para se livrar da cassação 

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

3 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Urbano

30/03/2016 - 13h52

O problema é que os bandidos fascistas da oposição ao Brasil se cansaram de instalar armadilhas em caixas eletrônicos e estourar estas. Eles agora querem se apossar do banco.

Responder

Bacellar

30/03/2016 - 11h13

Avanti popolo, alla riscossa…

Responder

Deixe uma resposta