VIOMUNDO

Isaías Almada: No Congresso, Maduro parte para o ataque

17 de janeiro de 2016 às 00h33

Isaías Almada, via e-mail

Gostaria de sugerir ao Viomundo, se isso for possível, que fosse colocado um pequeno vídeo do discurso do presidente Nicolas Maduro feito nessa sexta-feira 15, na Assembleia Nacional em Caracas, onde ele aponta o dedo para os deputados da direita e diz que não permitirá a privatização de uma das maiores obras dos governos Chavez/Maduro: as casas populares ou Gran Mision de Viviendas Venezuela (GMVV), além de dar um pito nos “esqualidos” sobre a violência em retirar os retratos de Bolívar, Chávez e do próprio Maduro, numa atitude arrogante no dia da posse da nova assembleia.

Um ato de coragem e de compromisso com o povo, um soco na estupidez dessa direita que tenta botar as garras de fora na América Latina. Um exemplo para a nossa esquerda, que não tem sabido enfrentar a oposição aqui no Brasil.

Macri na Argentina e Ramos Allup em Caracas e suas idéias precisam ser derrotados.

Leia também:

Mino Carta: Vazamentos da PF provam que a PF trabalha contra o governo

 

7 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Enio José

18/01/2016 - 12h21

Acho que o responsável por esse sitio deveria fazer uma moderação sobre os comentários ofensivos, e que não tem nada a ver com o conteúdo da matéria. Principalmente como respeito ao leitores e a boa educação.
Sobre a fala do presidente Maduro, mostrou muita coragem e determinação, e o povo venezuelano que também não quer um retrocesso ao sistema liberal que nunca beneficiou o povo, terá que se manifestar muito nas ruas.
Porque o próximo passo agora, com maioria no parlamento, a elite econômica vai querer dar o golpe, como nos últimos anos tentaram, com o apoio do tio san.
Força Venezuela. Força Maduro.

Responder

Marcio Ramos

17/01/2016 - 20h09

Caracas! E aqui a Dilma apanha e paga pra midia bater.

Responder

FrancoAtirador

17/01/2016 - 17h49

.
.
Chega a ser Hilária a Flexibilidade dos UltraLiberais Fascistas
nos Conceitos de Tirania e Definições de Democracia no Mundo:
.
Se é Favorável aos Livres Mercados, é um Estadista Democrata,
mesmo que na realidade seja Ditador ou Monarca Sanguinário;
.
Se é Contrário aos Interesses da Plutocracia Cruel e Impatriótica,
é um Tirano Populista, ainda que seja Eleito pelo Voto da Maioria.
.
.

Responder

Otto

17/01/2016 - 13h00

Que tristeza, escritor perseguido pela ditadura defendendo tirano de esquerda.

Responder

Lukas

17/01/2016 - 12h53

Sempre achei uma pena o PT não seguir os exemplos da esquerda bolivariana sul ameicana. Tivesse o feito, estaríamos livres dele há anos.

Infelizmente me parece que Lula e Dilma nunca deram muita atenção para jornalistas como o articulista.

Responder

    Didimo

    17/01/2016 - 13h27

    Leitor da veja fora da casinha

Deixe uma resposta