VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Fernando Brito: Jurisdição de Moro chega aos pedalinhos, a 380 km de Curitiba

10 de fevereiro de 2016 às 13h12

Captura de Tela 2016-01-18 às 15.04.00

Os R$ 100 milhões de FHC? Só saem na mídia por engano

Porque inquérito de Moro em Atibaia é uma manipulação

Por Fernando Brito · 10/02/2016, no Tijolaço

Como é incontestável e diante dele tremem como varas verdes os juízes de 2a. instância, os ministros do Supremo (há exceções), o ministro da Justiça e quase todas as instituições do país, Sérgio Moro finalmente estendeu seus domínios até onde sempre quis: Lula.

Já não tem nenhuma importância que um homem que exerceu a Presidência por oito anos, com o poder de influir sobre licitações de dezenas ou até centenas de bilhões de dólares, seja colocado sob suspeita por uma churrasqueira e um “puxado” de quatro quartos num sítio.

Dane-se a desproporção.

Dane-se também o fato de que isso se dá a centenas de quilômetros da jurisdição de Moro e, salvo a hilária hipótese de que uma empreiteiro preso tenha “confessado” ter negociado a construção de uma refinaria, de um gasoduto ou de uma plataforma de petróleo em troca de uma reforma do telhado da casa antiga, ou a construção de quatro quartos numa área ao lado dela, é algo que não guarda conexão com os processos de corrupção na Petrobras.

Se fosse assim, porque, ao que se saiba, não há indício de crime cometido por Lula, a não ser ter deixado que a Polícia Federal e o o Ministério Público, que não têm voto – a essência da democracia – começassem a caminhada rumo ao poder absoluto de que hoje dispõem.

Mas, para ficar na hipótese da turma do Moro, a de que Lula usou do cargo para favorecer as empreiteiras e ganhou dois pedalinhos de cisne em troca, porque não foi nos milhares de quilômetros, de portos, de obras viárias nas grandes cidades?

Não vem ao caso e é importante “meter logo a mão” no caso do sítio, garantir que sejam os policiais do Japonês e a confraria da “Força-Tarefa” que tenham o “privilégio” investigatório e que – ora a Deus todos os dias o juiz – seja dele a oportunidade de mandar prender o ex-presidente.

A violação do princípio constitucional do juiz natural, que impede que um tribunal se torne onipotente e de exceção, é mais que manifesta: é escancarada e vergonhosa.

Mas, como se dá numa “autorização para inquérito” sem fato determinado, sem nominação de investigados – embora todos saibam quem é – e em sigilo de justiça – exceto, claro, para os vazamentos dos “totós” da mídia, que pegam os ossos que lhes dão e levam aos jornais, para alimentar o bombardeio que prepara as ofensivas da “tropa do Japonês” triunfante, quem sabe, retirando a canoa de lata de D. Mariza sob escolta de armas.

Quando algo que não faz sentido acontece, preste atenção.

É que o sentido é evidente, embora não possa ser confessado.

Leia também:

O golpe suave dos vazadores se concretiza na mídia

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

Captura de Tela 2016-09-25 às 13.40.33
25 - set 0

Se houver, apuração da PGR sobre Michel Temer nascerá morta

Ileso Da Redação O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, agora que o impeachment foi consolidado, encaminhou a Rodrigo Janot o pedido de investigações preliminares sobre a delação do ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado. Ao PGR caberá decidir se avança ou não nas investigações. As duas denúncias feitas por Machado […]

cut25
23 - set 2

Centrais podem convocar greve geral para o 28 de outubro

Prévia aconteceu em todo o Brasil

 

9 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

10/02/2016 - 23h36

.
.
Desde a Antigüidade até a OLJ (OC/PPP) cair nas Mãos do Juiz Moro na JF do Paraná
.
os Termos Onipotente, Onipresente e Onisciente eram Atribuídos a uma só Pessoa.
.
(http://www.significados.com.br/onipotente)
(http://jornalggn.com.br/luisnassif/posts)
.
.

Responder

FrancoAtirador

10/02/2016 - 21h58

.
.
Daqui a pouco o Juiz Moro vai Mandar Prender as Torcidas da Dupla Gre-Nal,
.
porque a Arena do Grêmio FootBall PortoAlegrense foi construída pela OAS
.
e o Estádio Beira-Rio, do Internacional, foi reformado pela Andrade Gutierres.
.
.

Responder

FrancoAtirador

10/02/2016 - 21h41

.
.
Ainda que Tarde Demais, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki,
.
teve a Percepção da Violação do Princípio do Juiz Natural pelo onipotente do Paraná.
.
(http://www.conjur.com.br/2015-out-02/teori-moro-usurpou-competencia-acao-lava-jato)
.
.

Responder

    Mauricio Gomes

    10/02/2016 - 23h32

    Mas essa decisão vai valer para a história ridícula do sítio com pedalinhos? Não dá para confiar nesse STF, pois todos borram-se de medo do imperador fascista de Cúritiba….

    FrancoAtirador

    11/02/2016 - 20h29

    .
    .
    É uma Incógnita, Prezado Mauricio Gomes.
    .
    A Questão Fundamental, que se apresenta ao País,
    .
    é a da Completa Insegurança Jurídica, em Vigência
    .
    desde o Julgamento Midiático do Mentirão no STF.
    .
    A Mídia Partidarizada, Jabáculê do Mercado Financeiro,
    .
    conseguiu, enfim, destruir a Imagem das Instituições.
    .
    .

    Mauricio Gomes

    11/02/2016 - 22h13

    Pois é meu caro, era o meu ponto. Do jeito que as coisas andam, daqui a pouco o conluio da mídia vendida-judiciário-PF-MPF irá exigir que eleitores de esquerda usem estrelas vermelhas de identificação, o que traz a lembrança de momentos tenebrosos da história…

    http://www.adorocinema.com/filmes/filme-124308/

Mauricio Gomes

10/02/2016 - 15h32

Se o PT tivesse coragem e brios, ia na TV denunciar essa camarilha da força-tarefa de CÚritiba e seu conluio mafioso com a grande mídia. Não tem um senador ou deputado com coragem de ir à TV denunciar essa armação? Quando vão investigar o Aécio “um terço” Neves ou o Paulinho da Farsa, dois exemplares corruptos da turma do impeachment? Quando vão denunciar que o delegado que persegue o Lula na Zelotes é parente de um dePUTAdo do DEMO-BA, ardoroso defensor do golpe? Quando terão coragem de dizer que esse juizeco de CÚritiba é um fascista com objetivos políticos? Vão esperar o Lula ser preso por visitar um sítio e andar de pedalinho? Tira esse sinistro da justiça e bota alguém macho pra botar ordem naquela joça Dilma!

Responder

Urbano

10/02/2016 - 14h12

E a justiça de fancaria continua a golear a Justiça Republicana… E disso o que se pode concluir taxativamente é que em nenhum lugar do Mundo poderá existir algum país que se proponha à seriedade assim, dessa forma asquerosa. E isso é antigo; de novo só o abaixamento total do lenço e, por conseguinte, às escâncaras.

Responder

Deixe uma resposta