VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Altamiro Borges: Henrique Meirelles, o candidato natimorto

04 de dezembro de 2017 às 23h21

Ele ri da gente, é isso?

Rejeição de Temer atropela Meirelles

Por Altamiro Borges, em seu blog

O ministro Henrique Meirelles, czar da falida economia do covil golpista, segue com seu sonho de disputar a presidência em 2018.

Ele ora com pastores evangélicos – alguns deles, famosos corruptores da religiosidade popular –, reúne-se com os líderes da cloaca empresarial e articula nas sombras com os partidos da base fisiológica do odiado Michel Temer.

Considerado o queridinho do “deus-mercado”, ele também ocupa generosos espaços na mídia chapa-branca e rentista.

Apesar de tudo, o bajulado “ministro” da Fazenda não decola nas pesquisas – até parece o “pibinho” anunciado com alarde na semana passada.

No Datafolha divulgado neste sábado (2), Henrique Meirelles oscila entre 1% e 2% das intenções de voto.

Três fatores, no essencial, explicam as dificuldades do todo-poderoso czar da economia.

Em primeiro lugar, a baixa popularidade do seu chefe, Michel Temer.

Segundo o mesmo Datafolha, 71% dos brasileiros rejeitam o presidente ilegítimo.

Os milhões gastos em publicidade na mídia mercenária não têm sido suficientes para melhorar a imagem do covil golpista.

Apenas 5% consideram o governo ótimo ou bom.

Ainda de acordo com a pesquisa, 87% dos entrevistados garantem que não votariam em um candidato apoiado pelo usurpador.

Henrique Meirelles, o mais identificado com esta tragédia, afirma que defenderá o “legado” da quadrilha, o que só serve para aumentar ainda mais a rejeição da sociedade à sua pretensa candidatura presidencial.

Um segundo fator reside no desencanto econômico.

Os golpistas prometeram que bastava depor Dilma Rousseff para o país voltar a crescer “instantaneamente”.

Os ex-urubólogos da imprensa agora são otimistas de plantão e afirmam, diariamente, que o Brasil está melhorando.

Mas os brasileiros, que não são “midiotas”, sentem na pele o aumento do desemprego, da inadimplência e da miséria.

Segundo o Datafolha, 60% acham que a inflação vai piorar e 50% avaliam que o desemprego vai crescer ainda mais nos próximos meses.

Henrique Meirelles é o símbolo desta tragédia e ainda é responsável por jogar todo o peso da crise nas costas dos trabalhadores – com as suas contrarreformas trabalhista e previdenciária e outras maldades.

Por último, pesa contra a sua ambição presidencial o seu próprio histórico, que não é dos mais palatáveis.

Henrique Meirelles já foi ligado aos agiotas financeiros, como presidente internacional do BankBoston, e serviu ao “ético” empresário Joesley Batista, do Grupo J&F.

Numa das gravações vazadas em junho passado, o atual presidiário trata Henrique Meirelles como “companheiro” e “maleável”, um aspone que sempre atendeu aos interesses da corporação empresarial.

Além disso, pesam contra o ministro várias denúncias de corrupção, evasão de divisas e muita grana em paraísos fiscais.

Com uma biografia como esta será difícil deslanchar nas pesquisas – vai ficar atolado como o “pibinho” na economia.

Leia também:

Líder das pesquisas, Lula abre o jogo

 

2 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Julio Silveira

05/12/2017 - 07h13

Esse é candidato dele mesmo, e com certeza de Temer e dos Estados Unidos, por atender aos interesses mutuos de continuar o processo de colonização com entrega de bens, assimilação de cultura, e desvalorização de uma cidadania exclusivamente nacional, feitas de continuo processo de extinção de soberania.

Responder

OmAR TELAdA

05/12/2017 - 00h16

– O que eu realmente não consigo entender é como o MEIRELLES está fora de todas investigações feita até agora pelo MP e pela PF.
– Ele era o CEO responsável por administrar toda grana dos bandidos da FRIBOI e do banco ORIGINAL, mas seu nome, misteriosamente, não apareceu em nenhuma das investigações nas quais bandido JOESLEY, pagava propina que atingiam BILHÕES DE REAIS e de DÓLARES pelo mundo todo.
– Pior que isso, o tal MEIRELLES, saiu da quadrilha do JOESLEY e foi parar na quadrilha do temer, nomeado como MINISTRO DO PLANEJAMENTO, isto é, o homem que passou a cuidar da grana do BRASIL que agora é presidido pelo bandido golpista TEMER.
– Alguém aí consegue entender porque MEIRELLES continua sem nenhuma menção nas investigações do MP e da PF, apesar de tudo que sabia a respeito da grana do JOESLEY?
– A PF do MORO e os probos homens do MP, continuam tentando achar uma prova contra LULA para tirá-lo da eleição de 2018, apesar de todos delatores que não haviam delatado LULA, terem voltado a delatar a pedido dos inquisidores do MP e do MORO e agora citando LULA, mas misteriosamente nunca, nunca mesmo, citaram MEIRELLES, ou outro tucano qualquer que já haviam delatados?

Responder

Deixe uma resposta