VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Pedro Saraiva: Veja aposta na amnésia dos leitores

30 de junho de 2010 às 23h16

por Pedro Saraiva

Impossível ler o semanário da elite conservadora e não se lembrar do “1984” de George Orwell. Para quem ainda não o leu, o excelente livro, que ironicamente inspirou um dos mais lamentáveis programas de TV, o Big Brother, conta a história de um regime totalitarista que mantém sua vasta população completamente alienada através de atos como eliminar notícias, livros e documentos com informações do passado que possam ser constrangedoras para o “Partido” no presente, reescrevendo-os de modo a que se “adaptem” a nova realidade.

Na era da internet, apagar informações é impossível, mas a Veja arranjou um modo de criar a sua própria versão do “duplipensar”. Nem é preciso voltar à década de 1980 quando a revista fez ampla campanha pelo “Caçador de Marajás” para, tempos depois, descartá-lo como se não tivesse passado os últimos anos elogiando o jovem Governador de Alagoas. Basta olharmos para os últimos 3 anos e vamos encontrar indícios de que o semanário apresenta uma completa ausência de compromisso com o que escreve. Três exemplos simples:

1- Denise Abreu, a charuteira, mentirosa e oportunista da edição de 29.08.2007 virou testemunha acima de qualquer suspeita contra a então Ministra Dilma no caso da venda da Varig. Mesmo sem mostrar uma única prova, virou estrela da revista.

2- O promotor José Carlos Blat que em 15.02.2006 era tratado como promotor corrupto associado ao contrabandista chinês Law Kin Chong, virou o promotor herói do caso Bancoop ao investigar supostas doações ilegais à petistas.

3- O Ex-governador do DEM José Roberto Arruda era tratado em 15.07.2009 como governador modelo: moderno, honesto e bom gestor. Elogios, aliás, que foram frequentes em mais de um edição da Veja, já visando sua indicação ao posto de vice-presidente na chapa com José Serra. Depois da sua prisão pela Polícia Federal, desprezo completo pelo ex-aliado e silêncio sobre os elogios anteriores.

Pois hoje, ao procurar saber o que a revista teria preparado sobre o deputado Antônio Pedro Indio da Costa, descobri mais uma “adaptação” do passado. Diz a revista, agora em 30.06.2010, que Indio apenas namorou a filha do banqueiro Salvatore Cacciola, e que o inocente affair terminou no ano de 2000. Rafaella Cacciola era apenas mais uma na sua imensa lista de namoradas. O problema é que a mesma Veja, em 11.04.2001, não só mostrava que o casal ainda estava unido, como afirmava que eram casados e estavam de mudança para o Leblon. Em quem acreditar? Na Veja de 2010 ou na Veja de 2001?

Apenas alguns exemplos de como funciona a principal revista da Editora Abril. Para quem a assina, pouco importa se a guerra de hoje é contra a Eurásia ou a Lestásia, o importante e seguir repetindo ad nauseam o discurso do Grande irmão. Porém, para quem tem mais de 2 neurônios, essas alterações da História, além de beirarem o ridículo, não são nada originais.

Em tempo: quem imaginaria ver a Veja defendendo Indio?

21 - set 0

Vitor Teixeira: Dorinha, o curador

Arte coxinha

16 - set 0

Duke: Convicções

No rumo que interessa ao dinheiro grosso

11 - set 0

Vitor Teixeira: Amor e ódio

Os patos

 

87 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

william porto

03/07/2010 - 23h34

A veja e porta-voz da reaçao, agora esta apelando para sensacionalismo, caso de Bruno do Flamengo. Olha, acho uma bobagem discutir se o prefeitinho foi casado ou amigado com a cacciola, isso e discriminaçao, a lei nao faz diferença, so se e porque o indio e iniputavel, Melhor a direita troca-lo por Felipe Melo.

Responder

ABC

02/07/2010 - 17h58

VOCE ESTÁ ERRADO, INDIO DA COSTA NUNCA CASOU COM RAFAELLA CACCIOLA. A MATERIA ESTÁ CORRETA. JÁ MOARARAM JUNTOS, MAS NAO CASARAM.

Responder

    Pedro Saraiva

    03/07/2010 - 17h47

    Você quer dizer que a Veja, então, mentiu em 2001? Não são as minhas palavras. Só citei 2 artigos da Veja que eram contraditórios.

    Marco

    05/07/2010 - 14h03

    De fato o autor apenas mostrou a incoerência da veja com duas reportangens contraditórias… Uma tem que estar errada! Você está errado!

Fausto

02/07/2010 - 13h07

Pelo que me consta, o grupo Abril é finciado, em parte, por um outro sul-africano chamado Nasper, que parecia estar "assim ó" com o Apartheid…O estranho seria se algo razoável fosse publicado nesse lixo. Ainda bem que as vendas estão naufragando.

Responder

Tiago

02/07/2010 - 09h21

Quem controla o presente controla o passado.
Quem controla o passado controla o futuro.

Eurásia? Lestásia? Não importa. Haveremos de dominá-las quando nos convir. E se não, que diferença faz? Podemos bani-las da existência. A Oceania é o mundo.

Responder

Katyuscia

02/07/2010 - 06h43

A mim, a "Veja" é o espelho da mídia para a classe média no Brasil:
Totalmente tendenciosa, irresponsável e antiética.
"Vende" a notícia como mercadoria, e não se importa muito com a verdade.
Tanto é que a falta de escrúpulos é exposta claramente: só não vê quem não quer.

Acho que a matéria que realmente aplaudi, foi sobre Inocêncio Oliveira e a sua Indústria da Seca.
Falava dos poços artesianos e de como se mantinha o trabalho escravo nas fazendas do dito cujo.
Misteriosamente, a revista logo a seguir calou! E o "urubu" do sertão pernambucano gritava que a tinha processado.

Conveniências?!

A verdade é que estamos muito mal servidos de infomação e não cobramos que isto mude.
As boas revistas, como a Caros Amigos, por exemplo, não têm repercussâo, e a alienação vigora.

Abraços.

Responder

Urbano

02/07/2010 - 01h27

Amnésia, no caso, é puro eufemismo. Eu, particularmente, após digitar o que estou digitando, e não é força de expressão, posso até me esquecer ao final o que escrevi. O pensamento em si não. Mais, posso ter a maior ausência de informação aqui e agora, mas o meu pensar transcende a tudo isso. Obviamente, que essa situação não é privilégio particular de ninguém, até porque é dado a todos, apenas que uns chegam primeiro, e outros, sem nenhum demérito, chegam depois.

Responder

Polengo

02/07/2010 - 01h20

Ué, mas eu achava que pra alguém conseguir ler a "óia" , já tinha que ter amnésia, e não o contrário…

Responder

Jairo_Beraldo

02/07/2010 - 00h52

Como se vê, os acusadores…gente da 'miló' qualidade!

Responder

robledo

01/07/2010 - 23h28

Nunca li a veja de 2001 e muito menos a de 2010, e ainda fiz um grande favor ao meu pai ao cancelar sua assinatura.Veja é a revista ordinária que além de nada informar nem serve pra embrulhar peixe nem limpar a b….

Responder

Lau Cariri

01/07/2010 - 22h44

Amigos, não deixem de ler o fantástico verbete da Desciclopédia sobre a Revista Veja.

Aqui: http://desciclo.pedia.ws/wiki/Revista_Veja

Responder

Dilson

01/07/2010 - 20h27

Difícil esquecer quem já foi cotado como vice. http://web18.twitpic.com/img/123629156-b4848cd453
Déjà vu?

Responder

Carlos Edudardo

01/07/2010 - 16h52

Veja é a última trincheira da direita reacionária, da "elite" egoísta e corrupta, embora para a maioria de seus leitores, corruptos são sempre os outros. Não é à toa que Hélio Fernandes só chama a Veja de SUJÍSSIMA.

Responder

voxetopinio

01/07/2010 - 16h16

"Para quem a assina, pouco importa se a guerra de hoje é contra a Eurásia ou a Lestásia, o importante e seguir repetindo ad nauseam o discurso do Grande irmão." Que sentença primorosa. *bate palmas*

O triste da veja é que a batalha psicológica travada entre Smith e O'brien já não tem mais a mesma mecânica que em 1984. Smith não só é mais esperto e enérgico, além de fisicamente mais forte, como também agora tem acesso a internet vida BANDA LARGA de 15MB.

Para a Veja os meus mais sinceros desejos de "boa sorte no além", pois o fim dela está traçado (ao menos nesse formato vergonhoso).

Responder

Conceição

01/07/2010 - 15h40

Não entendo como as pessoas ainda perdem tempo imaginando o serra como presidente, e se incomodando com o indio, se ele não sair …
Vamos nos preocupar com a campanha da Dilma, esquecer o tal de serra.
Dilma 2010.

Responder

Jeito Veja de ver de duas formas o mesmo assunto. « Pluralizando Vozes

01/07/2010 - 15h38

[…] 1 01UTC Julho 01UTC 2010 por Murilo Oliveira Do Blog vi o mundo: […]

Responder

Vinicius

01/07/2010 - 15h29

Calma gente!!!!
O MERENDA MAN não vai dar em nada. Como seu chefe, é uma ancora afunda qqr barco.

Responder

Milton Hayek

01/07/2010 - 14h38

"CORNO CIBERNÉTICO"?????????É POR ISSO QUE DIGO QUE UM ESPECTRO RONDA ESSA ELEIÇÃO DE 2010:O ESPECTRO DE NELSON RODRIGUES:
http://www.tijolaco.com/?p=19543

"O artigo de Josias de Souza na Folha de hoje é absolutamente impiedoso com a falecida candidatura Serra.

“Envolto em atmosfera de volúpia e traição, o presidenciável tucano converteu a escolha de seu vice num striptease autofágico.”

“Súbito, o DEM, aliado de todas as horas, tornou-se, por assim dizer, um corno cibernético. Com a alcova sob holofotes, Serra portou-se com inocência inaudita. Imaginou que o DEM aceitaria o papel de mulher traída que evita um rompimento em nome da integridade da família.”

VIXE!!!!!!!!!!!!!

Responder

Ronaldo Bastos

01/07/2010 - 16h57

Azenha, hoje eu entrei no site da Veja e li uma coluna do Augusto Nunes dizendo que o Lula não sabe escrever e não aprende porque não quer, dizia ele que a Marina Silva era diferente porque aprendeu a se expressar como qualquer loiro de olhos azuis. Perguntei à ele se todos os loiros de olhos azuis sabiam se expressar, disse que para um elitista como ele essas pessoas já nascem educadas. Ele foi infeliz no seu comentário, mesmo sendo uma ironia, não fui mal educado em nenhum momento. Sua resposta foi muito mal educada e me proibiu de fazer qualquer outro comentário, ele só aceita comentários a favor dele. É esse tipo de jornalista que habita hoje a Veja e se diz a favor da liberdade de expressão e contra a censura.

Responder

    ocator

    01/07/2010 - 15h52

    Caro Ronaldo, quem entra na merda que não se queixe…

luiz da luz

01/07/2010 - 13h57

Azenha. Não sei se repararam, mas ontem à noite o Merval Toupeira ultrapassou uma vez mais os limites em sua ensandecida campanha anti-Dilma, ao afirmar no Jornal das 10 da Globonews que "o PT está fazendo tudo o que for necessário para fazer a Dilma ganhar a eleição, tanto legalmente quanto de forma ilegal". Não seria o caso de uma intimação judicial e, se necessário, uma ação de calúnia e difamação contra o "jornalista" e sua emissora, como co-partícipes?

Responder

MPBBASTOS

01/07/2010 - 16h52

A ELEIÇÃO DE DO SR SERRA JA FOI PARA O VINAGRE, SO ESQUECERAM DE AVISA-LO. COMO PODE UM CANDIDATO AINDA “GRAÇAS A DEUS” SE ESCOSTADO NA PAREDE NUMA NEGOCIAÇÃO PARTIDARIA SIMPLES …E CEDER,ACEITAR PASSIVAMENTE,ENGOLIR,SUBMETER-SE… FICO IMAGINANDO SE O BRASIL ELEGE ESSE CIDADAO, COMO SERA O ATO DE NEGOCIAR NESSE MUNDO GLOBALIZADO?….NEM QUERO PENSAR…

Responder

GiorgioAdolfoKrenkel

01/07/2010 - 16h35

Alem de mudar de opiniao conforme a necessidade, nao se pode esquecer que a revista MENTE.
Ate hoje nao publicaram a transcriçao da suposta escuta da conversa entre o supremo do supremo Gilmar dantas e o senador do dem.
Nem mesmo os tais documentos que a revista disse ter tido acesso a epoca.

Responder

fichacorrida

01/07/2010 - 16h34

A Veja até entendo que seja assim. Seus patrocinadores não aceitariam um "produto" diferente. Agora, os assinantes e leitores é que deve ser causa de preocupação. Não encontro no mundo racional, livresco e acadêmico (termos que eles gostam para atingir a falta de cultura do Lula) qualquer explicação para quem a assina e consome. Nossa sociedade está doente, a começar por aqueles que consomem VEJA. E como batata podre, eles acabam contaminando todo o saco… da gente!

Responder

Ricardo Moreno

01/07/2010 - 16h28

Prezado Azenha, será que não é possível mover uma ação judicial contra a Veja do ponto de vista do direito do consumidor? Porque se se entende que há dolo na sonegação ou truncagem das informações e que esse procedimento irregular é intencional – e acho que um bom advogado demonstraria isso facilemente -, estaria qualificado o crime contra o consumidor de informação. Não acha?

Responder

    Carlos

    01/07/2010 - 14h22

    Ações em todo o País.

Supertramp68

01/07/2010 - 16h16

Ora Pedro, o Lula fez escola. "As imagens por si só não dizem nada".
Nada de novo abaixo do equador.

Responder

    Leider_Lincoln

    01/07/2010 - 16h35

    Hã? De que imagens está falando, Sr. Troll? Discute-se aqui em cima de fatos, e bastante comprovados. E a culpa é do Lula? Faça-me o favor, não?

    Supertramp68

    01/07/2010 - 14h25

    Ô Leider acorda! Só estava repetindo as palavras do 'divino" no caso do Arruda.

    Marcus Vinicius

    01/07/2010 - 16h29

    Cínico !!

    Leider_Lincoln

    01/07/2010 - 17h22

    Palavras que por sinal não tinham relação com o texto, que mostrava FATOS que demonstram de maneira absoluta, o quanto a Veja se empenha em fazer seus leitores de idiotas. E as palavras do "divino" foram em um sentido de humanidade, de se evitar chutar em cachorro morto. Mas agir como homem é coisa que um rato não compreenderia, não é mesmo?
    E "só" te dando uma dica: seu cinismo, sua desfaçatez, a rasura dos seus arjumentos ocos, escritos em um português lastimável para quem quer aparentar ser crítico ou irônico, apenas mostra o nível das pessoas que apóiam José Chirico Serra (PSDB-SP) para presidente. Cada comentário seu, as ideias que você defende tornam-se mais nauseabundas, chapa. Neste sentido, apareça sempre!

    Flavio Lima

    01/07/2010 - 22h22

    Troll, voce sempre repete essa mesma frase fora de contexto nos seus "comentarios".
    Tão pagando muito pra um incompetente como voce (qualquer que seja seu salario de troll)…

Luiz Jornaleiro

01/07/2010 - 16h10

Pessoal, não vamos confundir a tiragem ou as vendas da repugnante revista. Na minha banca ou de inúmeros colegas, suas vendas estão em queda ininterrupta. O que ocorre é a compra de milhares de assinaturas por parte de alguns governadores, como o Arruda em Brasília ou o Serra em SP, inflando substancialmente os números. Completamente artificial e, mais grave, com o dinheiro dos contribuintes.

Responder

Geysa Guimarães

01/07/2010 - 15h58

Essa Veja de que falam será a mesma revista assaz conceituada antes da invasão tucana?

Responder

    Polengo

    02/07/2010 - 01h19

    Ora, veja, é sim!!!

DUDU

01/07/2010 - 12h47

Por essas e outras é que, ao ver essa revista, sinto ânsia de vómito!
Como pode uma publicação que evidencia a completa falta de caráter dos seus chefes, alcançar uma tiragem tão elevada?
Será que é a força econômica/financeira da podre elite paulista?
Como fáz falta um Chaves para enquadrar essa canalha.

Responder

Fabiano

01/07/2010 - 12h47

A pagina da Veja que mostra o casal Índio-Rafaella Caciolla está aqui: http://veja.abril.com.br/vejarj/110401/comportame

Se o leitor da Veja dessa uma "gugada" de 2 segundos (usando 2 neuronios), iria descobrir que sua revista aposta na burrice dos leitores.
Trecho:
No meio do caótico trânsito costuma estar a cantora Rafaella Cacciola, filha do ex-banqueiro Salvatore Cacciola. Moradora da Barra da Tijuca, ao sair de casa ela se prepara para realizar uma viagem que costuma durar quarenta minutos. No mínimo. Leva uma pequena bagagem – incluindo um violão – suficiente para passar o dia inteiro na Zona Sul. Enquanto está dentro do carro, presa no engarrafamento, Rafaella mentaliza a contagem regressiva: faltam dois meses. Ela e o marido, o vereador Antônio Pedro Índio da Costa, estão de mudança marcada para o Leblon. O casal fez o caminho inverso ao de centenas de pessoas que buscam residência na Barra e no Recreio, líderes absolutos da expansão imobiliária na cidade. Rafaella e Índio da Costa estão na contramão. Mas não são os únicos.

Responder

Jair Orichio Junior

01/07/2010 - 15h24

Pena que os NazitucanoDEMoniacos não me ouvem…. REGINA DO MEDO DUARTE para VICE do Zé Alagão JÁ!!!

A Pitoniza do Apocalípse, previu e acertou em cheio que se Lula fosse Eleito aconteceira uma catástrofe para a Humanidade!!!
Ela conseguiria prever quantos votos Zé Alagão teria na Mooca para Porteiro de ZONA….
Aceite REGINA DO MEDO DUARTE, a sorrte do Zé Alagão está nas suas mãos…

Responder

sergio

01/07/2010 - 15h15

Quando fico sabendo que tem "jente" que aina lê VEJA, gasta seu rico dinheirinho com drogas, eu lembro da máxima:

BURRICE PARA BAIXO NÃO TEM LIMITE.

Eu já fui consumidor desta droga nos anos 80, por dois anos, mas consegui me livrar dela quando aderi ao programa:

DIGA NÃO ÀS DROGAS.

Foi libertador.

Responder

Tutuca

01/07/2010 - 15h12

A vereadora Andrea Gouvêa está preocupada que, se algo acontecer com o Serra o Índio pode assumir a presidência…
Ela não imagina que o Serra nunca será Presidente!!!

Responder

Celso de Castro

01/07/2010 - 15h01

Perto dos colunistas de Veja, especialmente Augusto Nunes, Índio é um santo. Veio se juntar ao Quércia, ao Roriz, ao Jefferson, ao Civita, ao DEM inteiro  e, mais importante, ao amigão do Ricardo Sérgio, para, juntos resgatarem a honra na política e a transparência nos negócios. Ninguém segura o Brasil. Ninguém segura o Nunes, mais histérico que os falsos moralistas da UDN na defesa de seu candidato. Já recomendei, por meio de um comentário, que ele procurasse o serviço psiquiátrico do Hospital das Clínicas para se tratar. Mas, diferentemente de todos os blogueiros, ele publica apenas uma parte do comentário, às vezes inventa  outro, e faz ameaças chamando todo mundo de ladrão como se o vilão não fosse ele. O mais impressionante na trajetória deste colunista, pau mandado do que há de mais desprezível entre os chefões da imprensa, é que, a esta altura do campeonato, ele esteja solto.

Responder

Pedro

01/07/2010 - 14h46

Para caber na moldura o terão que "serrar" o "índio".

Responder

W Ruivo

01/07/2010 - 13h36

Roberto Jeferson, que foi execrado juntamente com Collor, se tranformou em 2006 no grande herói do PIG.

Responder

flavio cunha

01/07/2010 - 13h26

Essa foi a suprema vingança do dem contra o psdb pela tentativa de apagá-lo através da candidatura do botox ambulante Álvaro Dias. Impingiram isso como vice de Serra.

Responder

assalariado.

01/07/2010 - 13h18

A burguesia capitalista,seu braço politico(PIG),e seus discipulos;Denise,promotor,Ex-governador,… entre tantos,esta é apenas a parte visivel da podridão burguesa. Engraçado vai ser mesmo quando,os debaixo,resolverem fazer uma faxina no Brasil,e é lógico,tera que começar lá por cima.Afinal de contas,quem corrompe a nação são os ricos ou os pobres?

Responder

franklin

01/07/2010 - 13h06

Ele deu a volta por CIMA. R$422.000,00
A veja deu a volta por BAIXO.

Responder

Fabiano

01/07/2010 - 12h30

O caso do Arruda, o "governador modelo", com "choques de gestão" e blá blá considero o mais ridículo da Veja. Revistinha patética.

Responder

Murillo Carvalho

01/07/2010 - 12h10

Passamos a compreender o discurso deste arremedo de publicação quando sabemos que não passa de um folhetim abastecido por uma antiga equipe de veteranos , em Langley , na Virgínia (EUA) , que continua (felizmente …) a enxergar a América Latina como um alvo da subversão de Cuba, cuja população é subserviente ( pensam eles … ) a uma elite de socialites do gênero Carmem Miranda.Seus assinantes continuam em seus delírios de bebuns , escarafunchando os próprios umbigos.Foi por isso que pudemos chegar até aqui e agora tá tudo dominado( por nós !!) …… Babou ….. É nós !!!

Responder

Zarkus Bittencourt

01/07/2010 - 12h10

Foi muita irresponsabilidade do Serra aceitar esse Vice na chapa dele ontem.
Se ele não está conseguindo administrar a campanha dele e condições para escolher um vice para o nosso país, imagina se ele for o Presidente.
Fico imaginando ele vencendo as eleições (espero que isso nunca aconteça) e nas missões internacionais é esse cara de pau que vai ficar no lugar dele? Depois criticam a Dilma mentindo que ela não tem experiência administrativa. PELO AMOR DE DEUS… PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER.

Responder

ANTONIO ATEU

01/07/2010 - 12h07

O livro de Crucianelli é um manual prático para ajudar jornalistas a compreenderem melhor como usar as ferramentas digitais em seu trabalho diários. O livro inclui capítulos sobre como acessar bancos de dados e documentos oficiais, usando redes sociais como Facebook e Twitter, e orienta como tirar proveito das ferramentas específicas, como conferências em video e galerias de fotos e blogs. [Informações do Knight Center.]

♦ Para baixar o livro em PDF clique aqui.

♦ Veja outro post em que listo várois livros digitais gratuitos.

Responder

    ANTONIO ATEU

    01/07/2010 - 14h35

    Ferramentas Digitais para Jornalistas” não é um livro teórico ou presunçoso sobre os efeitos da Revolução Digital, mas um manual prático, que pode ajudar qualquer jornalista interessado em descobrir como as tecnologias digitais, em geral, e a internet, em particular, podem ajudá-lo em seu trabalho cotidiano. Trata-se de um verdadeiro mapa do caminho das pedras que, seguramente, ajudará muitos colegas na América Latina a cruzar os sinuosos caminhos da internet para se adaptar a esta nova era.

    O livro de Crucianelli é um manual prático para ajudar jornalistas a compreenderem melhor como usar as ferramentas digitais em seu trabalho diários. O livro inclui capítulos sobre como acessar bancos de dados e documentos oficiais, usando redes sociais como Facebook e Twitter, e orienta como tirar proveito das ferramentas específicas, como conferências em video e galerias de fotos e blogs. [Informações do Knight Center.]

    ♦ Para baixar o livro em PDF clique aqui.

    ♦ Veja outro post em que listo várois livros digitais gratuitos.

Carlos

01/07/2010 - 12h00

parabéns, Saraiva.
Repassei indicação da matéria para amigos.

Cacciola…. "Temos que fazer os italianos", disse alguém algum dia…

Responder

pedro - bahia

01/07/2010 - 12h00

acabei de mandar esta notícia para o Augusto Nunes. enviei também a denúncia da vereadora do Rio A resposta dele é sempre a mesma. Não publica e ainda agride as pessoas com baixarias.

Responder

Marat

01/07/2010 - 11h54

Para esse "índio", a veja defenderá cotas, defenderá a doação de terras e defenderá até seus eventuais escalpelos…

Responder

Marat

01/07/2010 - 11h53

E o pior é que esse índio tem cara de que não quer só o apito, quer todo o estádio…

Responder

    C. K. y A. (abrev.)

    01/07/2010 - 15h24

    Apito? Em tempo de Copa do mundo, Índio quer é vuvuzela!

    C. Khosta y Alzamendi (mais que 20 caracteres)

Marat

01/07/2010 - 11h52

Rsrsrsrs – É que uma é "Veja" e a outra é "Veja bem…" – rsrsrsrsrs

Responder

Gerson Carneiro

01/07/2010 - 11h52

O programa do Serra na TV será um programa de índio.

Responder

Carlos

01/07/2010 - 11h50

"… terminou no ano de 2000."
Ah!, o ano 2000…

Responder

Carmen Pires

01/07/2010 - 10h57

Veja é um dos maiores desserviço à natureza. Derrubar árvores para produzir este lixo. A elite está com veje popis InVeja o que um sindicalista fez no país "dela". Eu já faz anos que não (in) vejo veja. Eu In vejo. O que acontecerá sem Serra para comprar papel para ser reciclado? Alckmin e Kassab a sustentarão? Não, Só estavam com eles por causa de Serra.

Responder

Fábio Lopes da Silva

01/07/2010 - 10h48

Outros dois casos clássicos de personagens sinistros que a Veja promoveu e, em seguida, fez arder na fogueira: Wágner Canhedo e Ricardo Mansur. A ideia inicial era convertê-los em heróis do liberalismo brasileiro. Mas a verdade veio à tona, e Veja, como se não devesse explicações a ninguém, passou para o lado da promotoria.

Responder

A. S. Braga

01/07/2010 - 10h32

Agora completou, tem até indio sem apito, mas com sogro rico. A S Braga.

Responder

Roberto Ribeiro

01/07/2010 - 06h33

Serra/FHC/Daniel Dantas/Índio da Costa/Cacciola, deve ser por isso que a Rádio Jovem Pan Serra colocou no ar aquela propaganda que diz:
"O Brasil que está aí não pode continuar, vamos acabar com tudo isso?"
Entendi…

Responder

Antonio Lyra Filho

01/07/2010 - 06h05

Índio da Costa possivelmente será capa da Veja na edição desta semana.
O casamento que passou a namoro, será destaque.

Responder

flavio marcio

01/07/2010 - 06h02

No 1984 de Orwell, destaca-se a novilíngua, o jeitinho que não é exclusivamente brasileiro mas universal de mentir infinitamente em nome da ordem. VEJA e congéneres a tem na ponta da língua.

Responder

Fabio

01/07/2010 - 05h57

Ontém dia 30/06 eu atendi a um telefonema .Uma voz de mulher com sotaque português (de Portugal),disse:"aguarde um monento que a ligação será passada para o seu correspondente".
Curioso eu aguardei.
Uma moça começou a me falar de uma campanha de incentivo a leitura .Até ai tudo bem.
Foi então que ela me ofereceu o jornal estado de são paulo por apenas 2,60 por dia e ainda eu ganharia de brinde uma assinatura da revista veja…….
Pedi desculpas e a interrompi dizendo que não usava drogas.
Brincadeira a parte , quando disse que não gostava da veja a moça disse que eu poderia optar por 4 dvds , que não me interessou saber quais eram.
Fiquei pensando o motivo pelo qual me ofereceriam uma assinatura da famigerada revista , que não é barata, como brinde.
Por mais que se diga que o valor já está agregado , que é com a intenção que eu renove posteriormente a assinatura …
Lembrei oque disse um advogado da minha pequena cidade um tempo atraz para um cliente que não tinha dinheiro para contratá-lo,ele disse do couro se tira as correias da sandália , não se preocupe.
Vamos oferecer de graça a revista para fazer a cabeça do povo.
O dinheiro da assinatura são as correias , de onde sairá o couro???!!!!!!

Responder

    Fernando José

    01/07/2010 - 10h12

    Caro Fábio,
    Nas eleições de 2006, recebemos 12 edições da porcaria de revista veja, sem que nós tivéssemos qualquer vínculo com a editora abril. Chegou gratuita e religiosamente nas segundas-feiras imediatamente anteriores às eleições presidenciais daquele ano. Logo percebí que o envio da revista era, na realidade, era panfleto da UDN em campanha para o seu candidato: o coisa do alkimim.
    1 abraço

    francisco.latorre

    01/07/2010 - 13h14

    o imprensão tem apenas que justificar os dinheiros.

    não precisa vender.. é só fingir que vende.

    ficção.

    fingem até que enganam os anunciantes..

    a abril é uma operação. pato donald & mtv. e veja e capricho.

    com a chegada do amerikano robert civita.. em 1950..

    as multi-amerikanas despejaram dólares em propaganda na 'editora'..

    dominando a concorrência.

    até o golpe final.. a compra da distribuidora fernando chinaglia.. anos 90..

    e a venda pra naspers.. ex-apartheid.

    globo é departamento de estado.. estadão é opusdei-vaticano.

    a folha.. é frias.. direita por conta própria. miquinho com veleidades.

    falidos. ou quase.

    de onde vem a grana?.. fora o caixa um publicitário?.. adivinhem..

    ..

    simulam circulação. toscamente.

    tem lei contra isso..

    mp neles.

    ou lei do consumidor.

    ou.. [ preencham o vazio.. ]

    ..

Orlando Bernardes

01/07/2010 - 08h35

Brilhante!

Responder

Gerson Carneiro

01/07/2010 - 08h17

Êêêêêêêê… índio quer ser vice,
se não der, pau vai comer.

Responder

Gerson Carneiro

01/07/2010 - 07h48

Todos esses exemplos citados comprovam que, no casamento/relacionamento da Veja com seu elenco preferido (seja para escrachar, seja para elogiar) de políticos e afins, uma mão lava várias outras.

Ou seja, a Veja se utiliza do expediente: a ocasião faz o figurão.

Responder

O Brasileiro

01/07/2010 - 06h04

Caro Azenha,

Você foi perfeito ao se referir a este panfleto na seção de Humor!!!

Responder

Tarcisio

01/07/2010 - 05h46

Mas uma vez tive muita alegria em explicar a vendedora porque não quero nem de graça a assinatura desse porcar… de revista.

Responder

carmen paiva

30/06/2010 - 23h56

Ai que nojo.Pessoas que leem essa coisa(não tenho adjetivos para esse semanário) me intrigam.Ou são do tipo analfabeto funcional,lê mas não entende ou o que é pior,fazem parte de um grupo profundamente mal intencionado e quer que o país volte pra o abismo,tempos tenebrosos,quando uma camarilha desgovernava o país e uns poucos apaniguados do bando se beneficiavam do dinheiro de todos nós.

Responder

Gerson

30/06/2010 - 23h47

Segundo a orientação dos especialistas em RH, então os Demos acertaram.

"Currículo variado vira vantagem no mercado"

"Com as empresas valorizando a flexibilidade, mostrar experiências diversas no currículo é positivo na hora da contratação, dizem especialistas"

Tá lá, no estado de (espírito de pig) SP online.

Acho que está mais para "estado de contorcionista" !!

O serra é um jenio

Musiquinha pra descontrair:
http://www.youtube.com/watch?v=qpcS59bLm54
<object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/qpcS59bLm54&amp;hl=pt_BR&amp;fs=1"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/qpcS59bLm54&amp;hl=pt_BR&amp;fs=1&quot; type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>

Responder

klaus

30/06/2010 - 23h36

Amanhã, nesta mesma bat-hora, neste mesmo bat-canal, tudo sobre Michel Temer!

Responder

    H. C. Paes

    01/07/2010 - 04h15

    Até antes, Klaus. Esta é a grande diferença entre esta mídia e o PIG: o respeito ao contraditório.
    Não o Azenha, mas o Nassif destacou, há menos de duas semanas, postagem minha lembrando que a Carta Capital apurou, em outubro, que o nome de Temer havia transpirado no meio das investigações da Caixa de Pandora, embora não houvesse indícios de que ele era parte criminosa no processo. Ele negou qualquer envolvimento, e não há indícios de que esteja sob investigação. Mas foi preciso a Carta Capital para apurar isso.
    Hoje, ele também publicou normalmente minha postagem em que apurei, usando a Transparência Brasil, que Índio da Costa não tem processos contra ele, mas que há um, o inquérito 2747, contra Michel Temer, no STF.
    Aliás, houve livre espaço para criticar Temer e o PMDB como um todo em todo o segmento da blogosfera que se diz de esquerda.
    Agora, vai falar mal do Índio da Costa lá nos diários virtuais da imprensona – sugiro o Chapeleiro Louco para começar – para ver se te acolhem!

    Milton Hayek

    01/07/2010 - 12h08

    Ora,Klaus.Michel Temer é da ala SERRISTA do PMDB.Será que é por isso que a VEJA e a FSP nunca tocaram nele??

    Leider_Lincoln

    01/07/2010 - 12h27

    Muito boa sua tentativa de ironia, klaus. Seria um sucesso se as maiores críticas a Temer não tivessem saído de blogues da própria esquerda. Mas aí pode-se perguntar: por que a Veja, Folha e mídia associada não "caiu de pau"? Por que ele era da tropa de elite do finado FHC. Para você ver como pode ser frustrante ter o rabo preso.
    Mas me diga: gostou da escolha do poste da merenda para vice do Serra? Acha que Cacciola sairá da cadeia para assumir o BC, numa eventual vitória do Serra?

Marcos

01/07/2010 - 02h31

Pois é?!! Este lixo não parava de dar destaque para qualquer pesquisa quando Serra estava à frente das mesmas. Tentem achar qualquer notícia das últimas pesquisas que mostram Dilma bem a frente de Serra e ninguém vai encontrar nem mesmo nota de rodapé. Bem ao estilo fascista de omitir a verdade. Coitados do que acreditam nesta porcaria!!!

Responder

Pafúncio Brasileiro

01/07/2010 - 02h28

Azenha,
Agora a tribo do Serra está completa, muitos caciques e agora um índio.
Enquanto isso os Pafúncios nacionais só ficam observando os rituais da tribo.

Responder

    luizCarlosDias

    01/07/2010 - 13h30

    Falta um preto, será Pelé? na Bahia não tem, foi provado

Milton Hayek

01/07/2010 - 02h22

Índio quer apito/Se não der/Pau vai comer………"

[youtube GYMfbuXFk0U http://www.youtube.com/watch?v=GYMfbuXFk0U youtube]

Responder

    Milton Hayek

    30/06/2010 - 23h41

    Eu sou uma completa zona.Zona do mangue….

Deixe uma resposta